Pular para o conteúdo principal

PELOTAS, RIO GRANDE DO SUL - Uma mistura de Etnias com uma riqueza patrimonial e Cultural de valor inestimável e berço de vários escritores renomados




CONHEÇA A CIDADE DE "PELOTAS", RIO GRANDE DO SUL, BRASIL, DA JANELA DO TREM
foto - Felipe Rodrigues
Pelotas dispõe de um grandioso patrimônio cultural, que pode ser comprovado através dos exemplares arquitetônicos e das diversas edificações tombadas ou inventariadas como patrimônio histórico e cultural.
Com a mistura de etnias que caracteriza Pelotas, não é difícil de se compreender a riqueza cultural da cidade. Foi berço e morada de várias personalidades da cultura nacional, como do escritor regionalista João Simões Lopes Neto, de Hipólito José da Costa, do pintor Leopoldo Gotuzzo e de Antônio Caringi.
foto - ?
foto - ?
Pelotas é patrimônio histórico e artístico nacional e patrimônio cultural do Estado do Rio Grande do Sul. Seu belo patrimônio cultural arquitetônico, de forte influência européia, é um dos maiores de estilo Eclético do Brasil, em quantidade e qualidade, com 1300 prédios inventariados. No ano de 2006, Pelotas foi eleita, pela Revista Aplauso, como a cidade "Capital da Cultura" do interior do estado.
foto - ?
PELOTAS COSTA DOCE 
A Costa Doce é região turística localizada ao sul do Brasil no estado do Rio Grande do Sul. 
O passeio é uma viagem pela história, cultura, natureza e belezas desta região do estado. Para conhecer o patrimônio cultural da Costa Doce é necessário observar a riqueza dos detalhes exibidos pelos sofisticados prédios da cidade de Pelotas, que tiveram origem com o Ciclo do Charque. Podendo-se, ainda, conhecer um pouco da história de uma cidade de colonização portuguesa, mas com influências alemã, espanhola, francesa e africana, que pode ser vivenciada com visitas às sedes das Charqueadas, aos museus, bibliotecas, catedrais e demais atrativos.
PRAIA LARANJAL  EM PELOTAS, RS
foto - Ubirajara Buddin Cruz
PELOTAS COLONIAL 
Simplicidade e aconchego são os diferenciais oferecidos a quem procura o turismo rural, além é claro das belas paisagens. 
A zona da Colônia de Pelotas oferece vários destinos e as mais variadas formas de desfrutar o que a natureza tem de mais belo, como trilhas ecológicas orientadas, banhos de cascata e cachoeira, passeios a cavalo, esportes radicais e uma culinária bastante rica. 
SANTUÁRIO DE NOSSA SENHORA DE GUADALUPE
foto - Ubirajara Buddin Cruz
JARDIM DO SANTUÁRIO DE NOSSA SENHORA DE GUADALUPE EM PELOTAS, RS
foto - Ubirajara Buddin Cruz
CACHOEIRA DO IMIGRANTE EM PELOTAS, RS
foto - Ubirajara Buddin Cruz
GRANDE HOTEL 
foto - Jorge Luis Stocker Jr
ACADEMIA PELOTENSE DE LETRAS
foto - Ubirajara Buddin Cruz
foto - Henrique de Borba
BIBLIOTECA PÚBLICA DA CIDADE DE PELOTAS, RS
foto - ?
foto - ?
CAIXA D'ÁGUA
foto - Ubirajara Buddin Cruz
ARROIO PELOTAS
foto - Ubirajara Buddin Cruz
foto - Ubirajara Buddin Cruz
BALNEÁRIO DOS PRAZERES EM PELOTAS, RS
foto - Ubirajara Buddin Cruz
CASTELO SIMÕES LOPES NETO
foto - Ubirajara Buddin Cruz
foto - Ubirajara Buddin Cruz
foto - Ubirajara Buddin Cruz
PONTE SOBRE O ARROIO
foto - Ubirajara Buddin Cruz
PRAÇA CORONEL PEDRO OZÓRIO
foto - Ubirajara Buddin Cruz
TEATRO SETE DE ABRIL EM PELOTAS, RS
foto - ?
IGREJA LUTERANA EMANUEL EM PELOTAS, RS
foto - Ubirajara Buddin Cruz
CAPELA MÓRMON NA CIDADE DE PELOTAS, RS
foto - Henrique de Borba
CAPELA DE SÃO JOÃO BATISTA EM PELOTAS, RS
foto - ?
PELOTAS CHARQUEADAS 
Pelotas se desenvolveu através da indústria saladeril e do ciclo do charque. Foi nas charqueadas, grandes propriedades rurais de caráter industrial, que viveram os Barões da Carne Salgada. 
No século 19, a produção de charque trouxe riqueza a Pelotas. Das 40 fazendas que manipulavam a carne salgada, somente duas estão abertas para visitas. Na Charqueada Santa Rita (1826), você conhece o antigo saladero (galpão onde a carne era guardada) e o Museu do Charque (8h/18h, R$ 13, 3228-2024). A São João (1810) serviu de locação para a minissérie A Casa das Sete Mulheres (2ª/sáb 9h/18h, dom 14h/18h, R$ 15, 3228-2425). Na mesma propriedade há um roteiro de barco pelo Arroio Pelotas, que passa na frente de outras sete charqueadas (R$ 20, mín. 15 pessoas, uma hora de percurso). Ambas as visitas são guiadas. 
CHARQUEADA BERNARDES BARCELOS
foto - Ubirajara Buddin Cruz
CHARQUEADA SÃO JOÃO
foto - Ubirajara Buddin Cruz
ESCOLA ELISEU MACIEL
foto - ?
MONUMENTO AO COLONO
foto - Henrique de Borba
TEMPLO DAS ÁGUAS
foto - ?
CENTRO HISTÓRICO DA CIDADE DE PELOTAS, RS
A opulência da cidade no século 19 pode ser vista nos casarões no entorno da Praça Coronel Pedro Osório. Confira os prédios da Prefeitura (1880), do Grande Hotel (1928) e da Biblioteca Pública, de 1875 (2ª/6ª 9h/18h, 3222-3856). O Casarão Dois (1879), hoje um centro cultural, sedia mostras de arte. Nos dois teatros - Sete de Abril (1834) e Guarany (1920) - entre para conferir o estilo antigo dos camarotes e bastidores. Visita guiada: 3227-9973.
foto - ?
foto - ?
foto - ?
CATEDRAL ANGLICANA (DO REDENTOR) EM PELOTAS, RS
Ganhou o apelido de "Igreja Cabeluda" por causa da planta trepadeira que reveste a construção. Em alguns pontos, a cobertura é tão vasta que fica impossível enxergar as paredes do prédio.
foto - ?
PARQUE MUSEU DA BARONESA EM PELOTAS, RS
A antiga residência da baronesa Amélia Hartley de Brito abriga um museu com mobília, objetos e vestuário de época. No jardim está a antiga casa de banho e a gruta que o barão construiu para seus filhos brincarem.
foto - ?
foto - ?
foto - ?
CATEDRAL DE SÃO FRANCISCO DE PAULA DA CIDADE DE PELOTAS, RS
Exibe pinturas do artista italiano Aldo Locatelli. 
Praça José Bonifácio, 15 
(53) 3222-2096 (Telefone) 
Horário de funcionamento: 
Segunda a sábado, das 10h às 19h30, domingo, das 9h às 12h
foto - Henrique de Borba
foto - Ubirajara Buddin Cruz
PRAIA DE SANTO ANTÔNIO EM PELOTAS, RS
A praia mais movimentada da cidade é contornada por um calçadão bom para caminhadas. É indicada também para esportes náuticos - mesmo no inverno gelado, há adeptos de windsurfe e kitesurfe velejando. A região tem várias casas de veraneio e a orla, alguns bares e restaurantes.
foto - ?
foto - ?
FENADOCE 
Em junho, a maior feira de doces do país atrai cerca de 300 mil visitantes. Bem-casado, bombom de morango e quindim são os campeões de vendas. Há shows, miniparque de diversões e venda de artesanato. fenadoce.com.br.
foto - ?
foto - ?
foto - ?
DOCES ONÉLIA 
Destaque para as "chimias", geleias e doces de frutas pastosos, como goiabada e marmelada. Em sua cozinha industrial, montada nos fundos da própria casa, Dona Onélia também fabrica doces cristalizados, de ovos e compotas. 
R. Capitão Felino Alves, 38 - Centro 
(53) 3229-3152 (Telefone) 
Horário de funcionamento: 
Segunda a sábado, das 8h às 12h e das 13h30 às 19h30
foto - Doces Onélia
SEJA MUITO BEM VINDO A CIDADE QUE EH A MAIOR BACIA LEITEIRA DO ESTADO E TEM A MAIOR FESTA DE DOCES DO ESTADO. SEJA BEM VINDO A PELOTAS NO RIO GRANDE DO SUL
imagem - ?
População estimada 2016 (1) - 343.651
Área da unidade territorial 2015 (km²) - 1.610,084
Densidade demográfica 2010 (hab/km²) - 203,89
Código do Município 4314407
Gentílico - pelotense
ORIGEM DO NOME DA CIDADE DE PELOTAS, RS
PELOTAS TEVE ORIGEM NAS EMBARCAÇÕES DE VARAS DE CORTICEIRA FORRADAS DE COURO, USADAS PARA A TRAVESSIA DOS RIOS NA ÉPOCA DAS CHARQUEADAS.
Gentílico: pelotense
HISTÓRICO DA CIDADE DE PELOTAS, RS
A primeira referência histórica do surgimento do município data de junho de 1758, através da doação que Gomes Freire de Andrade, Conde de Bobadela, fez ao Coronel Thomáz Luiz Osório, das terras que ficavam às margens da Lagoa dos Patos. Fugindo da invasão espanhola, em 1763, muitos dos habitantes da Vila de Rio Grande buscaram refúgio nas terras pertencentes a Thomáz Luiz Osório. A eles vieram juntar-se os retirantes da Colônia do Sacramento, entregue pelos portugueses aos espanhóis em 1777, cumprindo o tratado de Santo Ildefonso assinado entre os dois países.
Em 1780, o português José Pinto Martins, que abandonara o Ceará em consequência da seca, funda às margens do Arroio Pelotas a primeira Charqueada. A prosperidade do estabelecimento, favorecida pela localização, estimulou a criação de outras charqueadas e o crescimento da região, dando origem à povoação que demarcaria o início da cidade de Pelotas.
A Freguesia de São Francisco de Paula, fundada em 07 de Julho de 1812 por iniciativa do padre Pedro Pereira de Mesquita, foi elevada à categoria de Vila em 07 de abril de 1832. Três anos depois o Presidente da Província, Antônio Rodrigues Fernandes Braga, outorgou à Vila os foros de cidade, com o nome de Pelotas, sugestão dada pelo Deputado Francisco Xavier Pereira. O nome originou-se das embarcações de varas de corticeira forradas de couro, usadas para a travessia dos rios na época das charqueadas.
AQUI VEMOS UMA PRAÇA
imagem - ?
O MUNICÍPIO TEM TRADIÇÃO NA CULTURA DO PÊSSEGO E ASPARGO. A PRODUÇÃO DO LEITE É O GRANDE DESTAQUE NA PECUÁRIA, CONSTITUINDO A MAIOR BACIA LEITEIRA DO ESTADO. PELOTAS APRESENTA UM COMÉRCIO ÁGIL E DIVERSIFICADO COM SERVIÇOS ESPECIALIZADOS E EMPRESAS DE PEQUENO, MÉDIO E GRANDE PORTE.
AQUI UMA VISTA PARCIAL DA REGIÃO CENTRAL DE PELOTAS, RS
imagem - ?
Antes, o sal cobria os campos das charqueadas (fazendas que salgavam a carne), responsáveis pela ascensão da cidade no século 19. Hoje, são os doces que fazem a fama de Pelotas. São mais de 20 confeitarias artesanais, com vitrines repletas de bombons, camafeus e quindins. A 12 km, a Enseada do laranjal, às margens da lagoa dos Patos, ganhou novas pousadas. E a proximidade com o Uruguai garante boas casas de parrilla, como o estrelado El Paisano.
AQUI O CENTRO DA CIDADE DE PELOTAS, RS
imagem - ?
VISTA AÉREA DA CIDADE DA CIDADE DE PELOTAS, RS
imagem - ?
VISTA AÉREA MAIS ABRANGENTE
imagem - ?
ESTA EH A SEDE DA ADMINISTRAÇÃO DO SOLAR DA BARONESA.
imagem - Henrique de Borba
AQUI A ANTIGA SEDE DO BANCO DO BRASIL EM PELOTAS, RS
imagem - Henrique de Borba
AQUI A CAPELA DOS SANTOS DOS ÚLTIMOS DIAS NA CIDADE DE PELOTAS, RS
imagem - Henrique de Borba
AQUI O CEFET (CENTRO DE ESTUDOS FEDERAL E TECNOLÓGICO)
imagem - Henrique de Borba
AQUI A CHARQUEADA BARÃO DO BUTUÍ
imagem - Ubirajara Buddin
MAIS UMA VISTA PARCIAL DA CIDADE
imagem - ?
CASAS
imagem - Henrique de Borba
LAGO
imagem - Henrique de Borba
AQUI O MERCADO CENTRAL DE PELOTAS, RS
imagem - ?
AQUI O PÓRTICO DA FANADOCE EM PELOTAS, RS
imagem - PC Rapaki
ESTE EH O PORTO DA CIDADE DE PELOTAS, RS
imagem - Ubirajara Buddin
PRAÇA VINTE DE NOVEMBRO
imagem - Henrique de Borba
AQUI A SEDE DO GOVERNO MUNICIPAL (PODER EXECUTIVO) EM PELOTAS, RS
imagem - Ana Padorno
ESTE EH O RECANTO DOS COSWIG EM PELOTAS, RS
imagem - Ubirajara Buddin
AQUI A SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DE PELOTAS, RS
imagem - Henrique de Borba
AQUI A ESTAÇÃO RODOVIÁRIA DA CIDADE DE PELOTAS, RS
imagem - Henrique de Borba
AQUI UMA BONITA E PACATA RUA
imagem - Ubirajara Buddin
PONTO DE ÔNIBUS
imagem - PMP
AQUI A BANDEIRA DA CIDADE DE PELOTAS, RIO GRANDE DO SUL
ESTE EH O BRASÃO DO MUNICÍPIO DE PELOTAS, RS

VALEU PELA VISITA - SEMPRE VOLTE



fonte / fotos = Wikipédia / Thymonthy Becker / IBGE / viageaqui.abril.com.br / Divulgação / Portal da prefeitura Municipal de Pelotas, RS / 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SERRA DO NAVIO, AMAPÁ - A História da Serra do Navio remonta aos anos 1950. A região era rica em manganês e outros minérios. Por isso, a brasileira ICOMI, com sede em Belo Horizonte e atuação em Minas Gerais, foi escolhida para explorar o minério e construir a vila operária, que daria origem à cidade de Serra do Navio. Cada vila tinha 330 casas, prédios coletivos (escolas, hospitais, refeitórios), abrigando até 1.500 pessoas, entre trabalhadores e familiares. Tinha ruas largas, postes de concreto para a fiação elétrica e telefônica, calçadas, parques, clubes com piscina, quadras esportivas, restaurante e lanchonete, drenagem de águas das chuvas e tratamento de água e esgoto. Todas as casas tinham mais de 90m² e contavam com saneamento e energia elétrica, proveniente de geradores da ICOMI.

CONHEÇA A CIDADE DE "SERRA DO NAVIO", AMAPÁ, BRASIL CONHEÇA A FAMOSA "LAGOA AZUL" DE SERRA DO NAVIO, AP A história da Lagoa Azul se mistura à criação da Serra do Navio e à atividade de exploração na década de 1950 A Amazônia é conhecida pelos rios, igarapés e cachoeiras. Mas, a maioria das pessoas nem imaginam que aqui existam lagoas de águas azul turquesa. A 208 quilômetros de Macapá, capital do Amapá, fica a Lagoa Azul, um paraíso que nasceu de uma mina abandonada. O lugar fica próximo à Vila Serra do Navio, cidade criada na década de 1950 para abrigar os trabalhadores de uma empresa de mineração. A lagoa azul e o passado da história da Serra do Navio estão entrelaçados. De acordo com a prefeitura da cidade, a cor marcante da lagoa, em tom azul anil, acontece por conta dos minérios da região especialmente o carbonato de manganês. O lugar era uma mineração. Hoje é possível chegar até lá através de trilhas ou de carro. A região é cercada por uma floresta tropical. O…

REPRESA DE FURNAS, SÃO JOSÉ DA BARRA, MINAS GERAIS - Em 1963 fecharam o túnel que criou praias, formou cânions, inundou vilarejos mudando para sempre a história de 34 cidades mineira e formando o espetacular “Mar de Minas”

CONHEÇA A "REPRESA DE FURNAS", SÃO JOSÉ DA BARRA, MINAS GERAIS, BRASIL foto - Thymonthy Becker No dia 9 de janeiro de 1963 o túnel que desviou o curso do rio Grande para a construção da Usina de Furnas foi fechado e as águas que formaram um dos maiores reservatórios do mundo, criou praias, formou cânions e cachoeiras inundou vilarejos e mudou para sempre a história dos 34 municípios que ficam ao longo dos 1.440 km2 de extensão do Lago de Furnas. (Thymonthy Becker) A sede do município de Guapé ficou praticamente submersa, o que levou à construção de uma nova sede em local definido pela população. O distrito de São José da Barra, então pertencente a Alpinópolis e emancipado em 1994, ficou integralmente debaixo das águas e deu lugar à "Nova Barra", que a pedido do padre Ubirajara Cabral, pároco local, foi construída pela Central Elétrica de Furnas na forma de um banjo. (Thymonthy Becker) A maioria dos municípios possuía vocação agropecuária, mas com o alagamento das ár…

BARCELONA, ESPANHA - Barcelona é um dos principais destinos de quem vai para a Espanha. O destino, capital da Catalunha, é jovem, acolhedor, respira cultura e boa gastronomia e, diferente de outras cidades espanholas, os moradores locais recebem os turistas de braços abertos

CONHEÇA 10 LUGARESIMPERDÍVEIS EM BARCELONA, ESPANHA
Barcelona é um dos principais destinos de quem vai para a Espanha. O destino, capital da Catalunha, é jovem, acolhedor, respira cultura e boa gastronomia e, diferente de outras cidades espanholas, os moradores locais recebem os turistas de braços abertos.  Se você está de passagem pela primeira vez, o RoadTrio reuniu 10 destaques que não podem faltar no seu roteiro. 
01 - PARC DE LA CIUTADELLA  O Parc de la Ciutadella foi o primeiro parque público de Barcelona e está muito bem conservado. Nos dias de sol, os catalães aproveitam a área verde para passear com cachorros, pegar um bronze, correr, levar a criançada para brincar e fazer pique-nique.  Com cerca de 280.000 m2, o parque e abriga o zoológico da cidade, o Parlamento da Catalunha, museus e a famosa fonte desenhada por Josep Fontserè em colaboração com Antoni Gaudí – com certeza você já viu várias fotos delas pelas redes sociais. Outra atração é o Castell dels Tres Dragons, muito …

UMBURATIBA, MINAS GERAIS - Se existisse uma lista de cidades serenas e calmas, com certeza o nome de Umburatiba estaria nela e com destaque. Pequeno e afastado das grandes cidades, o município tem o privilégio de ser um dos poucos lugares onde os costumes do interior ainda prevalecem. Com 168 km de distância, Umburatiba é a cidade mineira mais próxima do mar

CONHEÇA A CIDADE DE "UMBURATIBA, MINAS GERAIS , BRASIL  Se existisse uma lista de cidades serenas e calmas, com certeza o nome de Umburatiba estaria nela e com destaque. Pequeno e afastado das grandes cidades, o município tem o privilégio de ser um dos poucos lugares onde os costumes do interior ainda prevalecem. Mas apesar de seu jeito pacato, a cidade carrega um acervo de curiosidades, no mínimo, interessantes.  Praça da Igreja Matriz da cidade de Umburatiba, MG(Portal Bertópolis em Foco / Facebook)  CURIOSIDADES SOBRE UMBURATIBA, MINAS GERAIS 01 - O território onde hoje se situa Umburatiba começou a ser ocupado depois que o político provincial Teófilo Otoni liderou uma colonização que buscava em Minas uma saída para o mar.  02 - Quando ainda era um povoado o local era chamado de Comercinho dos Gangás. Esse nome foi inspirado no apelido do comerciante José Rodrigues de Oliveira que era conhecido como Gangás, um dos primeiros habitantes da região.  03 - Com 168 km de distância, Um…

OS 30 LUGARES MAIS INCRÍVEIS DO MUNDO QUE FORAM ABANDONADOS - E se você, ao invés de visitar destinos badalados e altamente procurado pelos turistas, desse uma chance pra lugares abandonados e marcados pelo tempo? Castelos, aeroportos e até paisagens naturais perigosas, que não podem ser ocupadas pelo homem, podem mudar a sua visão de mundo, além de apresentar uma série de histórias impactantes e outras que podem ser imaginadas livremente. E inclua aqui muito terror, suspense e, por quê não, romance!

CONHEÇA OS 30 LUGARES MAIS INCRÍVEIS DO MUNDO QUE FORAM ABANDONADOS E se você, ao invés de visitar destinos badalados e altamente procurado pelos turistas, desse uma chance pra lugares abandonados e marcados pelo tempo?  Castelos, aeroportos e até paisagens naturais perigosas, que não podem ser ocupadas pelo homem, podem mudar a sua visão de mundo, além de apresentar uma série de histórias impactantes e outras que podem ser imaginadas livremente. E inclua aqui muito terror, suspense e, por quê não, romance!  Na nossa galeria abaixo, há uma seleção especial com vários lugares abandonados e (quase) esquecidos pelo ser humano e pela natureza. Entre estações ferroviárias ocupadas pelos nazistas na Europa, cidades futurísticas que não deram certo na China e até uma vila engolida por um vulcão na Itália, há experiências que, com certeza, irão marcá-lo pela vida inteira. Divirta-se!  01 - CHERNOBYL, PRIPYAT, UCRÂNIA  Os cenários da cidade ucraniana de Pripyat tornaram-se melancólicos depois d…

VIRGINÓPOLIS, MINAS GERAIS - Alem da festa da Jabuticaba que acontece anualmente, a cidade possui uma das maiores escadarias de igreja do mundo, com mais de 500 degraus

CONHEÇA A CIDADE DE "VIRGINÓPOLIS", MINAS GERAIS, BRASIL A cidade é regionalmente conhecida pela tradicional Festa da Jabuticaba, que ocorre anualmente em setembro. Um aspecto interessante é que, apesar da festa, a cidade não se configura como grande produtor da fruta.  Outro aspecto cultural interessante é a presença da Capela de Nossa Senhora do Patrocínio, que possui uma das maiores escadarias de igreja do mundo, com mais de 500 degraus, construídos pelos próprios moradores da cidade em mutirões realizados no fim da década de 1980.  CASARÃO NA CIDADE DE VIRGINÓPOLIS, MG(asminasgerais.com.br) CASARÃO EM VIRGINÓPOLIS, MG (asminasgerais.com.br) CENTRO DA CIDADE DE VIRGINÓPOLIS, MG (asminasgerais.com.br) PRAÇA EM VIRGINÓPOLIS, MG (asminasgerais.com.br) VIRGINÓPOLIS, MG(asminasgerais.com.br)
CASARÃO EM VIRGINÓPOLIS, MG(asminasgerais.com.br)
PRAÇA EM VIRGINÓPOLIS, MG(asminasgerais.com.br)
RUA CENTRAL DA CIDADE DE VIRGINÓPOLIS, MG(asminasgerais.com.br)
UMA DAS MAIORES ESCADARIAS …

CARRANCAS, MINAS GERAIS - Um pequeno paraíso conhecido como Terra das Cachoeiras pois possui mais de 120 quedas d'água na Estrada Real. Considerada um dos novos pólos de Ecoturismo, é um lugar ideal para a prática de Montain Bike, Trekking e outros esportes que lhe propiciam o contato com a natureza. Tem o grande poço da esmeralda, além das grutas da toca e da cortina, ainda pode-se observar pinturas rupestres e um escorregador com cerca de dez metros que termina com um divertido mergulho.

CONHEÇA A CIDADE DE "CARRANCAS", MINAS GERAIS, BRASIL

MUITO BEM VINDO AO PARAÍSO. BEM VINDO A CARRANCAS. MINAS EH ISTO E MUITO MAIS. imagem "?" Com mais de 50 cachoeiras, a cidade está voltada para o ecoturismo – suas belas paisagens frequentemente servem de cenário para novelas. Há quedas d’água de fácil acesso, mas as mais bonitas ficam escondidas na mata fechada, aonde só se chega por trilhas (que devem ser percorridas com a ajuda de guia). Entre novembro e março, a chuva torna as cachoeiras perigosas. A maioria das pousadas está próxima de grutas e cachoeiras, e muitas têm piscinas naturais. Foto - ?
POÇO DO CORAÇÃO
O acesso é tranquilo: pegue a Estrada para Itutinga, entre à esquerda após a primeira ponte para chegar ao Complexo da Toca. O carro fica na portaria, e você segue a trilha até o para o escorregador (é bom ponto para banho, ao lado da Gruta da Toca). A partir dele, suba margeando o rio: há vários poços e pequenas quedas até a principal atração local, a …

BARÃO DE COCAIS, MINAS GERAIS - No século XIX, viveu seu apogeu, com a mineração aurífera subterrânea, mecanizada e industrializada. As ruínas do Gongo Soco fazem memória a uma autêntica vila inglesa encravada nas montanhas de Minas e conserva ainda o emblemático Cemitério dos Ingleses, onde eram enterrados apenas os trabalhadores britânicos. Ali são encontradas ainda hoje lápides com inscrições em inglês e ornamentadas por desenhos apurados. O conjunto das ruínas foi tombado como patrimônio histórico pelo IEPHA, em 1995.

CONHEÇA A CIDADE DE "BARÃO DE COCAIS", MINAS GERAIS, BRASIL
As ruínas e pinturas rupestres encontradas na cidade são de surpreender qualquer visitante. Seis mil anos antes do povoamento da região, Barão de Cocais, situada nas proximidades da Serra do Caraça, a aproximadamente 90 km da capital mineira, já era habitado por indígenas.  Os vestígios estão no sítio arqueológico Pedra Pintada, que possui pinturas rupestres com desenhos semelhantes aos das grutas de Altamira, no norte da Espanha, e Lascaux, no sul da França. O sítio arqueológico está localizado no distrito de Cocais, que oferece aos visitantes boas oportunidades para a prática do ecoturismo, além de belas construções históricas dos séculos 18 e 19, apresentando aspectos de um vilarejo colonial. (Instituto Estrada Real) BEM VINDO A  BARÃO DE COCAIS. A CIDADE PORTAL DA SERRA DO CARAÇA AQUI, O BELÍSSIMO COLÉGIO DO CARAÇA copyright "PMBC" AQUI, NA ENTRADA DO COLÉGIO DO CARAÇA, CUJO INCÊNDIO DESTRUIU Copyright &quo…

BICAS, MINAS GERAIS - Com trilhas, cachoeiras e cantar dos pássaros num Horto Florestal com vistas deslumbrantes

CONHEÇA A CIDADE DE "BICAS", MINAS GERAIS, BRASIL
Como um de seus pontos turísticos, existe o Santuário Ecológico da Água Santa, onde, segundo tradição, pessoas que no local entravam em contato com suas águas eram curadas de suas moléstias. Foto - Thymonthy Becker BEM VINDO A CIDADE DE BICAS / A CIDADE DOS BARÕES Copyright "?" AQUI, A IGREJA NA PRAÇA foto "By Thymonthy Becker" A BELÍSSIMA MATRIZ DE SÃO JOSÉ foto "By Thymonthy Becker" AQUI O LAGO ARTIFICIAL NA FRENTE DA MATRIZ foto "By Thymonthy Becker" ESTA EH A TORRE. MUITO BONITA MESMO. foto "By Thymonthy Becker" AQUI A MATRIZ VISTA DE LADO foto "By Thymonthy Becker" A PRAÇA DA MATRIZ foto "By Thymonthy Becker" O TRADICIONAL CORETO DA PRAÇA foto "By Thymonthy Becker" RUA DO CENTRO DA CIDADE foto "By Thymonthy Becker" OUTRA PRAÇA foto "By Thymonthy Becker" CACHORRO SACIANDO A SEDE foto "By Thymonthy Becker" ESTE EH BAR DO POMBA. foto "…

FORMIGA, MINAS GERAIS - No circuito "Grutas e Mar de Minas" e com a singularidade paisagística e ainda por sua variedade de opções de esporte e lazer, com o Lago de Furnas destaca-se dentro das principais regiões turísticas no Estado de Minas Gerais. O lugar é composto por cachoeiras, praias, opções para a pesca, esportes aquáticos e ecoturismo. No cenário exposto, Formiga é conhecida e promovida como o “Portal do Mar de Minas”, por ser o primeiro município de acesso à represa para aqueles que chegam da capital Belo Horizonte.

CONHEÇA A CIDADE DE "FORMIGA", MINAS GERAIS, BRASIL DA JANELA DO TREM

Com a singularidade paisagística e ainda por sua variedade de opções de esporte e lazer, o Lago de Furnas destaca-se dentro das principais regiões turísticas no Estado de Minas Gerais. O lugar é composto por cachoeiras, praias, opções para a pesca, esportes aquáticos e ecoturismo. A represa é a maior extensão de água do Estado. No cenário exposto, Formiga é conhecida e promovida como o “Portal do Mar de Minas”, por ser o primeiro município de acesso à represa para aqueles que chegam da capital Belo Horizonte. No Circuito Grutas e Mar de Minas, Formiga é considerada a cidade que oferece melhor infra-estrutura turística para seus visitantes entre os demais destinos da região, devido a fácil acessibilidade e aos equipamentos de hospedagem que nem todos os municípios do circuito dispõem. FORMIGA TE RECEBE DE BRAÇOS ABERTOS
foto - ? VISÃO GERAL DE FORMIGA
foto - ? foto - ? foto - ? foto - ? MUSEU HISTÓRICO MUNICIPAL
O …