sábado, 20 de maio de 2017

JAPURÁ, AMAZONAS - Tendo a agricultura e pesca como maior fonte de renda, a cidade tem muito a oferecer em se tratando de eco-turismo em seus límpidos rios e florestas




CONHEÇA A CIDADE DE "JAPURÁ", AMAZONAS, BRASIL
Japurá foi outrora habitado por numerosa tribo de índios, estando hoje quase deserto. Em 1864, o presidente do Amazonas, Adolpho Barros dizia que, à vista do que tinha sido, o Japurá estava lamentavelmente despovoado. Da foz deste rio à boca do Apapóris existiam doze choupanas com 70 índios, entre eles muitos Miranhas. Não se via mais um Passé ou Xomana, só algumas relíquias das nações Jury e Cueretu. Os Macus vagavam entre o Japurá e o Negro.
Os principais acidentes geográficos são os rios Japurá, Puruê, Apaporis, Acanauí e o paraná Boá-Boá. São importantes a fauna e a flora, com seringueiras e madeira de boa qualidade e peixes de várias espécies, como pirarucu, tambaqui e animais silvestres, como queixada, paca e veado. Há ouro no território do município e exploração autorizada de seixo.
MATRIZ DE NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO APARECIDA DA CIDADE DE JAPURÁ, AMAZONAS (internet)
PRINCIPAL RUA DA CIDADE DE JAPURÁ, AM (Aurélio Schmitt)
PREFEITURA MUNICIPAL DA CIDADE DE JAPURÁ, AMAZONAS (Aurélio Schmitt)
AQUI A "VILA BITTENCOURT" O MAIOR DOS POVOADOS DA CIDADE DE JAPURÁ, AMAZONAS (Aurélio Schmitt)
VISTA AÉREA DA CIDADE DE JAPURÁ, AM (internet)
PRAÇA DA MATRIZ DE JAPURÁ, AM (Santelli)
NAVEGANDO NO RIO JAPURÁ EM JAPURÁ, AM (internet)
COLHEITA DA CASTANHA DO PARÁ EM JAPURÁ, AM (internet)
ALDEIA INDÍGENA EM JAPURÁ, AM (internet)
UM DOS POVOADOS DE JAPURÁ, AM (internet)
JAPURÁ, AMAZONAS (internet)
ALDEIA INDÍGENA EM JAPURÁ, AMAZONAS (internet)
CRIANÇAS ESTUDANDO EM JAPURÁ, AMAZONAS (internet)
JAPURÁ, AMAZONAS (internet)
VITÓRIA RÉGIA DO SERTÃO EM JAPURÁ, AM (internet)
INDÍGENA EM JAPURÁ, AM (internet)

NAVEGANDO NO RIO JAPURÁ, AM (internet)
POVOADOS DE JAPURÁ, AMAZONAS
Vila Bittencourt (492 hab.) 
Acanauê (367 hab.) 
Aldeias indígenas: 
São José do Apapóris (350 hab.) 
Jutaí do Paraná Boá-Boá (208 hab.) 
São Joaquim do Paraná Boá-Boá (92 hab.) 
Jeremias (65 hab.) 
Abacatal (53 hab.)
População estimada 2016 (1) - 4.660
Área da unidade territorial 2015 (km²) - 55.827,207
Densidade demográfica 2010 (hab/km²) - 0,13
Código do Município 1302108
Gentílico - japuraense
Prefeito 2017 / GRACINEIDE LOPES DE SOUZA
ORIGEM DO NOME DA CIDADE DE JAPURÁ, AM
O nome da cidade eh uma homenagem ao rio que a banha

Gentílico: japuraense
HISTÓRICO DA CIDADE DE JAPURÁ, AM
O Japurá, principal via de acesso ao município a que empresta o nome, foi dos primeiros rios amazonenses a ser navegado. Consta que em 1755 o ouvidor Ribeiro Sampaio em "visita de correição das povoações", subiu o rio Japurá visitando as povoações de Santo Antônio e São Matias.
Entre os anos de 1764 e 1768 foram fundadas por Tinoco Valente as aldeias de Santo Antônio do Mapiri, São Matias e São Joaquim do Macapiri. 
"Japurá" é o nome que o rio tem em território brasileiro. Segundo um cronista da época, o padre José Antônio Monteiro de Noronha, Iapurá era o nome que os índios davam a uma massa branda, negra, feita de certas frutas e que comiam com beiju e também por serem da nação Iapurá os índios que antigamente habitavam as margens do rio.
As águas do rio são límpidas, contrastando com as do Solimões que são barrentas. Há em seu leito muitas ilhas, formando dilatados estirões e paranás-mirins, preferidos pelos navegadores. É dotado de muitas praias. Numerosos lagos de barragem, formando lençóis imensos, aninham-se próximos às suas margens ou nas terras centrais, onde se abriga fauna ichtyologica variadíssima. Centenas de emissários funcionam como canais drenadores dessas depressões lacustres. O Japurá sofre os efeitos das grandes estiagens e suas alagações às vezes dão a impressão de que toda a terra está submergida.
Gentílico: japuraense
ESTA EH A BANDEIRA DA CIDADE DE JAPURÁ, AMAZONAS
ESTE EH O BRASÃO DO MUNICÍPIO DE JAPURÁ, AMAZONAS

VALEU PELA VISITA - SEMPRE VOLTE



Fonte / Fotos = IBGE / Thymonthy Becker / Governo de Japurá, AM / Wikipédia / 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os lugares por onde o Trem mais passou esta semana