Pular para o conteúdo principal

DESERTO DO ATACAMA, ANTOFAGASTA, CHILE - De tempos em tempos, viajantes brasileiros escolhem um novo destino turístico no exterior para chamarem de seu. Chegou a vez do Atacama. Os brasileiros já desbancaram os alemães e é a terceira nacionalidade que mais visita este destino. E o melhor é que nem precisa de passaporte




CONHEÇA O "DESERTO DO ATACAMA", ANTOFAGASTA, CHILE
Atacama é considerado o deserto mais árido do mundo (Crédito: Thinkstock)
De tempos em tempos, viajantes brasileiros escolhem um novo destino turístico no exterior para chamarem de seu. Foi assim com Bariloche, Buenos Aires (anos mais tarde, substituída pela chilena Santiago) e com alguns tantos destinos de esqui no Chile (só para ficarmos por aqui mesmo, na América do Sul). 
Recentemente, Guilherme Soares Dias, do excelente site Calle 2, trouxe números muito curiosos sobre a presença de brasileiros no deserto mais árido do planeta, no norte do Chile. 
Segundo fontes consultadas para seu artigo ‘Turistas brasileiros invadem deserto do Atacama’, Dias estima que “40% dos cerca de 1 milhão de turistas que visitam o Atacama por ano sejam brasileiros.” 
Ainda de acordo com os números levantados pelo autor, os brasileiros já desbancaram os alemães e são a terceira nacionalidade que mais visita o destino. 
Em outras palavras, tá na moda ir para o Atacama (e se eu fosse você, trataria de ir o mais rápido possível para lá, antes que vire a versão desértica dos destinos rústicos de praia brasileira que se popularizaram nas agências de viagens). 
E o melhor é que nem precisa de passaporte. O Chile é um dos países da América do Sul onde brasileiros podem entrar apenas com o RG com foto recente. 
Já desembarquei três vezes nessas que são consideradas as terras mais secas do planeta. E cada vez que coloco os pés nesse destino do norte do Chile não consigo repetir uma atração sequer. 
Seja pela primeira vez ou não, o Deserto do Atacama é daqueles destinos que valem a pena ser visitados em várias viagens e em diferentes estações do ano. 
Cidade de San Pedro do Atacama, Chile (Um Viajante)
CONFIRA ATRAÇÕES 
⇒ San Pedro de Atacama 
O minúsculo povoado a mil km de Santiago é o melhor resumo do que o viajante vai encontrar nos dias seguintes: ruas de terras alaranjadas, construções de adobe e um típico colorido andino estampado em roupas e acessórios expostos nos pequenos estabelecimentos comerciais da cidade. 
É na rua Caracoles, a movimentada via principal de San Pedro, onde estão os melhores restaurantes, alguns hotéis com diárias mais econômicas (mas não se anime, o destino é mesmo mais caro do que o restante do Chile) e os escritórios das agências de turismo mais populares do destino. 
Lembre-se que é ali que começa o planejamento de seus próximos dias, uma vez que muitos dos roteiros mais populares no Atacama só podem ser feitos em tours organizados. 
⇒ Salar do Atacama 
Localizado no interior da Reserva Nacional Los Flamencos, esse salar é cenário obrigatório em sua primeira viagem ao Atacama. 
São 320 mil hectares de um impressionante deserto formado por rochas de sal que rodeiam lagoas que servem de habitat para os três tipos de flamingos locais. 
Localizado no interior da Reserva Nacional Los Flamencos, esse salar é um dos cenários obrigatórios, no Deserto do Atacama, no Chile
A Reserva Nacional Los Flamencos preserva uma área de mais de 73 mil hectares e abriga atrações como os salares de Tara, de Aguas Caliente, de Puisa e do Atacama, além das lagoas Miscanti e Miñiques.  (foto: Eduardo Vessoni) 
⇒ Vales da Lua e da Morte 
Não tem como escapar. Se essa é a sua primeira visita ao destino, esses dois vales são obrigatórios no roteiro. 
Formado por dunas de areia e esculturas rochosas naturais, o Valle de la Luna, fica a dois quilômetros de San Pedro e pode, inclusive, ser visitado de forma independente por visitantes a bordo de bicicletas. 
Já o Valle de la Muerte pode ser visitado em tours mais demorados que incluem a Cordilheira do Sal e curiosas esculturas de sal conhecidas como Las Tres Marías. 
Certos passeios turísticos devem ser evitados em qualquer parte do planeta, mas a popular observação do por do sol no Valle de la Luna é uma daquelas experiências congestionadas que não devem ser evitadas. 
⇒ Gêiseres de El Tatio 
Prepare-se para as baixas temperaturas (-16°, para ser mais exato) nesse tour que começa, obrigatoriamente, às quatro da manhã, por conta do trabalho das fumarolas dos gêiseres que se podem ser vistas bem cedo por conta do frio. 
Localizado a quase 4.300 metros de altitude, esse campo geotérmico fica em El Tatio, a 90 km ao norte de São Pedro, e pode ser visto durante banhos em piscinas naturais de águas vulcânicas, atividades que acontecem logo após o café da manhã servido no local, ali mesmo entre um gêiser e outro. 
O melhor horário para observação do fenômeno é entre seis e sete da manhã. 
⇒ Lagoas do Atacama 
Escondidas no deserto, a 4.200 metros de altitude, as lagoas altiplânicas são outra atração obrigatória para quem chega no Atacama pela primeira vez. 
As mais populares são Miscanti e Miñiques, conhecidas pelas suas águas de tons azuis safiros, a pouco mais de 100 km de San Pedro. 
Mais próximo ao centro do vilarejho se encontra a Cejar, lagoa de água com alta concentração de sal que permite aos visitantes nadar no local sem afundar. 
⇒ Tour astronômico 
Localizado no norte do Chile, o Deserto do Atacama tem condições climáticas que garantem poucas chuvas e mais de 300 noites de céu aberto por ano. 
O deserto mais seco do mundo é considerado um dos melhores lugares do planeta para observação do céu, devido a suas condições favoráveis, como os mais de 2.400 metros de altitude, baixa umidade local e pouca luminosidade artificial. 
Em Ayllu de Sólor, a apenas seis quilômetros de San Pedro de Atacama, é possível passar 2h30 ouvindo histórias (e piadas) que o francês Alain Maury conduz durante seu tour astronômico. 
⇒ Arte rupestre 
Se a capital arqueológica do Chile fascina os visitantes mais curiosos com registros de períodos anteriores aos incas, e que hoje estão guardadas sob as pedras do Pukara de Quitor e as areias finas da Aldea de Tulor, os petróglifos de Yerbas Buenas seguem milhares de anos sob o sol forte do Atacama. 
Considerados a maior concentração de arte rupestre da região do Atacama, esses petróglifos em rochas vulcânicas abrigam inscrições rupestres em alto e baixo relevos, talhados em enormes muros de pedra, cujos desenhos descrevem a vida cotidiana e os rituais religiosos da época das caravanas que passavam por ali. 
⇒ Valle del Arcoiris 
Na mesma viagem para conhecer os petróglifos de Yerbas Buenas é possível visitar outra atração de tons surreais, cujo nome é uma referência aos tons de cores nas montanhas locais, devido à presença de minerais. 
Matancilla é uma zona de vales onde a natureza resolveu colorir montanhas com diferentes tons de verde, vermelho e branco. É nessa pequena região de pastores ao norte de San Pedro que se encontra o Valle del Arco Iris, uma sequência impressionante de rochas policromáticas. 
Essas formações ganham tons avermelhados com a presença da argila; o aspecto branco vem das cinzas provenientes de erupções vulcânicas; e a mistura de minerais é responsável pelo tom esverdeado do vale. 
SAIBA MAIS 
como chegar: 
San Pedro está a 100 km de Calama, onde se localiza o aeroporto mais próximo. Para quem não tem tempo, invista alguns pesos chilenos do orçamento para chegar de avião ao Atacama, uma vez que a viagem entre Santiago e Calama duram (longas) 24 horas. Por vias aéreas são duas horas de duração, aproximadamente, em voos operados pela Latam. 
Se ainda assim o orçamento estiver apertado, vá sem medo por vias terrestres, pois os ônibus chilenos são conhecidos por sua excelente qualidade de serviço, inclusive com sistema de refeição e entretenimento a bordo. A viagem é feita por empresas como Pullman Bus e Tur Bus. 
traslado: 
Do aeroporto de Calama existem serviços de táxis e transfers para San Pedro, um deslocamento de, aproximadamente, 1h30 de duração. Uma opção aventureira (e talvez uma das experiências mais fascinantes em toda a América do Sul) é a travessia até o Chile pelo deserto da Bolívia, onde se localiza o obrigatório Uyuni. Os tours variam de 1 a 4 dias e podem ser encontrados na chilena San Pedro de Atacama ou na cidade do Uyuni, na Bolívia. 
Quem vai de carro a partir de Santiago deve seguir pela Ruta 5 norte até a bifurcação em Carmen Alto e dali pegar a Ruta 25 sentido nordeste pelos próximos 1.574 km. 
quando ir: 
Na região mais seca do mundo, chuvas são bem raras e não ultrapassam algumas dezenas de milímetros de água por ano. Porém, planeje a viagem para meses com temperaturas mais amenas: entre setembro e novembro; ou entre março e maio, temporadas de primavera e outono, respectivamente. 
fique esperto: Mal de altura ou puna é o mal estar causado pelas altitudes elevadas do local. Recomenda-se beber muita água, mastigar folhas de coca em uma das feiras de artesanato de San Pedro e evitar ingerir bebida alcoólica no primeiro dia da viagem. 
Chile é um dos países mais surpreendentes da América do Sul (Crédito: Thinkstock)

VALEU PELA VISITA - SEMPRE VOLTE



Fonte / Fotos = msn.com / Viagem em Pauta / Thymonthy Becker / Wikipédia / 

O post Deserto do Atacama é o novo queridinho dos brasileiros. "Veja dicas" apareceu primeiro em - Viagem em Pauta. -

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

MERCÊS, MINAS GERAIS - Famosa por seu turismo de eventos, como o Jubileu de Nossa Senhora das Mercês, que acontece na segunda quinzena de setembro; as festividades do Carnaval; Torneio Leiteiro; e Festa da Virada, que movimentam a economia da cidade e da região.

CONHEÇA A CIDADE DE "MERCÊS", MINAS GERAIS, BRASIL SEJA MUITO BEM VINDO A CIDADE DE MERCÊS, MG. UMA CIDADE ABENÇOADA foto - Thymonthy Becker AQUI O TEMPLO DA ASSEMBLEIA DE DEUS EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker SEDE DO PODER LEGISLATIVO - CÂMARA DE VEREADORES DA CIDADE DE MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker ESCOLA MUNICIPAL EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker ESTAÇÃO RODOVIÁRIA DA CIDADE DE MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker IGREJA EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker MATRIZ DE NOSSA SENHORA DAS MERCÊS E SEU INTERIOR EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker HOMENS TRABALHANDO NO TELHADO DA MATRIZ EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker foto - Thymonthy Becker NA HORA CERTA foto - Thymonthy Becker INTERIOR DA MATRIZ EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker INTERIOR DA MATRIZ EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker INTERIOR DA MATRIZ EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker INTERIOR DA MATRIZ EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker INTERIOR DA MATRIZ EM MERCÊS, MG

REPRESA DE FURNAS, SÃO JOSÉ DA BARRA, MINAS GERAIS - Em 1963 fecharam o túnel que criou praias, formou cânions, inundou vilarejos mudando para sempre a história de 34 cidades mineira e formando o espetacular “Mar de Minas”

CONHEÇA A "REPRESA DE FURNAS", SÃO JOSÉ DA BARRA, MINAS GERAIS, BRASIL foto - Thymonthy Becker No dia 9 de janeiro de 1963 o túnel que desviou o curso do rio Grande para a construção da Usina de Furnas foi fechado e as águas que formaram um dos maiores reservatórios do mundo, criou praias, formou cânions e cachoeiras inundou vilarejos e mudou para sempre a história dos 34 municípios que ficam ao longo dos 1.440 km2 de extensão do Lago de Furnas. A sede do município de Guapé ficou praticamente submersa, o que levou à construção de uma nova sede em local definido pela população. O distrito de São José da Barra, então pertencente a Alpinópolis e emancipado em 1994, ficou integralmente debaixo das águas e deu lugar à "Nova Barra", que a pedido do padre Ubirajara Cabral, pároco local, foi construída pela Central Elétrica de Furnas na forma de um banjo. A maioria dos municípios possuía vocação agropecuária, mas com o alagamento das áreas produtivas diversificaram suas ati…

FAROL DE ALEXANDRIA, ALEXANDRIA, EGITO - Uma das 7 maravilhas do mundo eh uma obra colossal

CONHEÇA O "FAROL DE ALEXANDRIA", ALEXANDRIA, EGITO A cidade de Alexandria foi fundada por Alexandre, o Grande, e tem muito mais a oferecer além de sua história e curiosidades. Localizada na costa mediterrânica do Egito, é conhecida mundialmente pelos seus pontos turísticos, como a Biblioteca de Alexandria, o Farol de Alexandria (uma das sete maravilhas do mundo antigo) e as Catacumbas de Kom el Shoqafaw (uma das sete maravilhas do mundo medieval). Outras atrações envolvem visitas à museus, jardins, mesquitas e ruínas antigas que contam a história de seu passado. O Farol de Alexandria é uma das sete maravilhas do mundo antigo. Foi construído para servir de referencial para os navegantes, na Ilha de Faros. Para servir de entrada no porto e informar os navegantes da proximidade de terras, Ptolomeu mandou construir o Farol de Alexandria. Este tinha lugar na Ilha de Faros e, por causa do nome da ilha, todas as construções até hoje, com o mesmo objetivo, são chamadas de farol. O e…

BELFAST, IRLANDA DO NORTE - A região tem uma história marcada por grandes conflitos e algumas das principais atrações estão nas ruas das grandes cidades

CONHEÇA "BELFAST", O LADO HISTÓRICO DA IRLANDA DO NORTE Para muitas pessoas, viajar pela Irlanda e Irlanda do Norte é sinônimo de conhecer paisagens naturais, casinhas de interior e ovelhas por todos os lados. Realmente esse é o tipo de paisagem mais frequente pelas estradas desses dois países. Mas o que muitos turistas não sabem ou até esquecem, é que a região tem uma história marcada por grandes conflitos e algumas das principais atrações estão nas ruas das grandes cidades.  É o caso de Belfast, capital da Irlanda do Norte. Se estiver pela ilha esmeralda, não deixe de passar pelo menos dois dias na cidade. O local se tornou capital do país quando a Irlanda se dividiu em duas, em 1920. Foi nessa época que ocorreu uma longa guerra política e religiosa entre protestantes a favor do Reino Unido e católicos separatistas. Depois de anos sangrentos, os cidadãos tentam levar uma vida normal, mas as marcas dessa disputa ainda estão por toda parte.  Apesar de ser marcada e conhecida…

O QUE FAZER NO PANTANAL BRASILEIRO - Em outras palavas: o Pantanal é imenso e merece planejamento para explorar a maior planície alagável do planeta, uma área de 210 mil km² e quase mil espécies de animais, segundo o ICMBio.

O QUE FAZER EM UM PASSEIO PELO PANTANAL BRASILEIRO
Localizada entre o noroeste do Mato Grosso do Sul e o sul do Mato Grosso, no Centro-Oeste brasileiro, a região é dividida em Pantanal Norte (MT), formada por destinos como Cáceres (220 km de Cuiabá), Poconé (102 km) e Barão de Melgaço (110 km); e Pantanal Sul (MS), com destaque para cidades como Miranda (198 km de Campo Grande), Aquidauana (130 km) e Corumbá (420 km).  Em outras palavas: o Pantanal é imenso e merece planejamento para explorar a maior planície alagável do planeta, uma área de 210 mil km² e quase mil espécies de animais, segundo o ICMBio.  CONFIRA ATRAÇÕES  Pantanal Norte  ⇒ Transpantaneira  A MT-060 tem 140 km de extensão, entre Poconé, portal do pantanal mato-grossense, e a localidade de Porto Jofre.  Essa estrada de terra com trechos precários é melhor aproveitada a bordo de carros 4×4. Com 123 pontes – a maioria delas em madeira -, a Transpantaneira é conhecida pelas áreas alagadas que atraem animais em busca de alimen…

SANTANA DO GARAMBÉU, MINAS GERAIS - Com um museu que traz um acervo com diversos objetos e documentos de antigos moradores da cidade, além da famosa Fazenda do Apiário, que proporciona um maravilhoso pôr do sol aos seus visitantes. A cidade cultiva o turismo ecológico por ser dona de belas e deliciosas cachoeiras.

CONHEÇA A CIDADE DE "SANTANA DO GARAMBÉU", MINAS GERAIS, BRASIL Às margens do Rio Grande, Santana do Garambéu está localizada na microrregião do Alto Rio Grande e faz parte do Circuito Serras de Ibitipoca, em Minas Gerais.  A Praça da Matriz de Santana do Garambéu possui um histórico casarão construído pelo fundador da cidade, Antônio Garambéu, e é um dos pontos turísticos mais interessantes da cidade. De propriedade particular, a visita deve ser agendada por meio da prefeitura da cidade.  (Instituto estrada real)  CHEGANDO NA CIDADE DE SANTANA DE GARAMBÉU, MG(Nilza Ribeiro) A cidade conta também com um museu que traz um acervo com diversos objetos e documentos de antigos moradores da cidade, além da famosa Fazenda do Apiário, que proporciona um maravilhoso pôr do sol aos seus visitantes.  A cidade cultiva o turismo ecológico por ser dona de belas e deliciosas cachoeiras. Nos limites do município é praticada a pesca às margens do Rio Grande. (Instituto estrada real)  CACHOEIRA…

PACUJÁ, CEARÁ - Uma cidade que encanta cada pessoa que passa por lá. Pessoas carismáticas, acolhedoras que tem uma peculiaridade interessante, são muito apaixonadas por política.

CONHEÇA A CIDADE DE "PACUJÁ, CEARÁ, BRASIL PACUJÁ, uma cidade que encanta cada pessoa que passa por lá. Pessoas carismáticas, acolhedoras que tem uma peculiaridade interessante, são muito apaixonadas por política.  Centro da cidade de Pacujá, CE(Alancardé Leopoldino) SERRINHA, PACUJÁ, CEARÁ  A Serrinha é uma espécie de “braço” da Serra da Ibiapaba que se prolonga pelos municípios de Pacujá, Graça, Cariré e Reriutaba. Esta serra, apesar de pequena, concentra um enorme potencial científico, ecológico e turístico.  Caverna Arenítica em Serrinhas, Pacujá, CE(PCdoB / Alancardé Leopoldino) Gruta do Limão ou Furna do Limão em Serrinha, Pacujá, CE(Alancardé Leopoldino) Pedra do Jacaré em Serrinha, Pacujá, CE(Alancardé Leopoldino) Icnofóssil Marinho de 420 Milhões de anos em Serrinha, Pacujá, CE(Alancardé Leopoldino) Numa área de aproximadamente mil hectares, podemos nos deparar com sítios arqueológicos onde foram encontrados artefatos em pedra, feitos pelo homem “pré-histórico”, datados de …

VIRGINÓPOLIS, MINAS GERAIS - Alem da festa da Jabuticaba que acontece anualmente, a cidade possui uma das maiores escadarias de igreja do mundo, com mais de 500 degraus

CONHEÇA A CIDADE DE "VIRGINÓPOLIS", MINAS GERAIS, BRASIL A cidade é regionalmente conhecida pela tradicional Festa da Jabuticaba, que ocorre anualmente em setembro. Um aspecto interessante é que, apesar da festa, a cidade não se configura como grande produtor da fruta.  Outro aspecto cultural interessante é a presença da Capela de Nossa Senhora do Patrocínio, que possui uma das maiores escadarias de igreja do mundo, com mais de 500 degraus, construídos pelos próprios moradores da cidade em mutirões realizados no fim da década de 1980.  CASARÃO NA CIDADE DE VIRGINÓPOLIS, MG(asminasgerais.com.br) CASARÃO EM VIRGINÓPOLIS, MG (asminasgerais.com.br) CENTRO DA CIDADE DE VIRGINÓPOLIS, MG (asminasgerais.com.br) PRAÇA EM VIRGINÓPOLIS, MG (asminasgerais.com.br) VIRGINÓPOLIS, MG(asminasgerais.com.br)
CASARÃO EM VIRGINÓPOLIS, MG(asminasgerais.com.br)
PRAÇA EM VIRGINÓPOLIS, MG(asminasgerais.com.br)
RUA CENTRAL DA CIDADE DE VIRGINÓPOLIS, MG(asminasgerais.com.br)
UMA DAS MAIORES ESCADARIAS …

TRÊS CORAÇÕES, MINAS GERAIS - Três boiadeiros vindos de Goiás se renderam aos encantos de três moças da localidade e conquistaram os três corações. Assim reza a lenda

CONHEÇA A CIDADE DE "TRÊS CORAÇÕES", MINAS GERAIS, BRASIL DA JANELA DO TREM CASA PELÉ A Casa Pelé foi construída baseada nas memórias de Dona Celeste Arantes do Nascimento e seu irmão Jorge, respectivamente mãe e tio do Pelé. Como não havia registro fotográfico nem descritivo da mesma, o resgate dessas informações foi de vital importância para o sucesso da obra. Na Casa, foram utilizadas técnicas de envelhecimento que transportaram uma obra construída recentemente para o ano de 1940, data de nascimento de Edson Arantes do Nascimento, o Rei Pelé. Os móveis e objetos existentes são fiéis à década de 40 e foram adquiridos através de uma pesquisa realizada durante três anos em fazendas, brechós e antiquários. O rádio tocando músicas da época, o fogão à lenha e as lâmpadas de baixa voltagem imprimem uma sensação de volta ao passado. Com aproximadamente 15.000 visitantes em apenas 8 meses de existência, a Casa já recebeu a visita de 28 países além de turistas de todas as regiões do…

TOCANTINÓPOLIS, TOCANTINS - Com belíssimas praias, ilhas e trilhas, Tocantinópolis, “Terra do Padre João” sempre será Eterna Boa Vista

CONHEÇA A CIDADE DE "TOCANTINÓPOLIS, TOCANTINS, BRASIL foto - Thymonthy Becker A cidade de Tocantinópolis, Tocantins, vista da cidade de Porto Franco no Maranhão. O Rio Tocantins eh a divisa natural entre as duas cidades e os Estados. De balsa você vai de uma cidade a outra (de um estado a outro) em poucos minutos, por terra você deverá trafegar por 85 km
foto - Thymonthy Becker  Rua XV de Novembro em Tocantinópolis, Tocantins
foto - ?
Alunos do projeto Rondon em Tocantinópolis, Tocantins
foto - ?
foto - ?
praia de água doce em Tocantinópolis, Tocantins
foto - ?
foto - ?
praia da Santa em Tocantinópolis, Tocantins
foto - Dirceu Leno Orla do Porto em Tocantinópolis, Tocantins
Universidade Federal do Tocantins, Campos de Tocantinópolis, Tocantins
Praia do Nilson em Tocantinópolis, Tocantins
foto - ? Corredeiras do Rio Mumbuca em Tocantinópolis, Tocantins
foto - ?
foto - ?
O Rio Mumbuca passando por Tocantinópolis, Tocantins
foto - ?
A Ilha Santa, como eh conhecida, tem a imagem de de uma santa…