Pular para o conteúdo principal

KRAK DOS CAVALEIROS, HOMS, SÍRIA - O castelo de sonhos mais admirável do mundo" eh um patrimônio mundial da UNESCO




CONHEÇA O CASTELO "KRAK DOS CAVALEIROS", HOMS, SÍRIA, DA JANELA DO TREM

Eles não tinham o romantismo de um Don Quixote de la Mancha, tampouco a nobreza dos medievais Cavaleiros da Távola Redonda. Não eram guerreiros que protegiam seus senhores, mas tão bravos e guerreiros quanto quaisquer outros. Eram os cavaleiros sem moinhos, das Cruzadas, militares, comandados por religiosos cristãos, europeus, ocidentais sob as ordens supremas do Papa. Seus objetivos eram apenas religiosos: recuperar do controle muçulmano a cidade de Jerusalém, assim como outros lugares de peregrinação situados na Palestina - o então território conhecido pelos cristãos como Terra Santa. Nada mais, nada menos do que mais uma guerra religiosa, desta vez contra povos pagãos, hereges cristãos, os inimigos políticos do Papado.
HOMS 
Eh uma cidade industrial no centro da Síria e próximo a ela fica o Crac dos Cavaleiros (em árabe, Qala'at al-Hosn), um impressionante castelo-fortaleza da época dos cruzados, uma das principais atrações turísticas da Síria, a 65 quilômetros de Damasco, perto da fronteira com o Líbano. Os franceses o chamavam de "Krak des Chevaliers" expressão que designa um tipo de fortificação característica dos Séculos XII e XIII para promover a defesa dos "Reinos Latinos do Oriente" (*). Alguns exemplos principais eram o Krak dos Cavaleiros – para a defesa do limite Nordeste do Condado de Tripoli, o Krak de Montreal, em al-Chawbak - que defendia o limite Sudeste do Reino de Jerusalém - e o Krak de Moab, em al-Karak, também no Reino de Jerusalém.

PAUL Theroux o descreveu como o melhor exemplo de um “castelo de sonhos” do imaginário infantil. E para T. E. Lawrence ("Lawrence da Arábia"), o Krak dos Cavaleiros era "o castelo mais admirável do mundo".
Ainda que sem ser exatamente um símbolo romântico do feudalismo, o Krak des Chevaliers - erguido sobre um esporão rochoso do deserto sírio - tem forma e função mais que perfeitas, ou seja, a defesa contra cercos, o alojamento de tropas e guarda de arsenal. O fato é que o castelo foi uma das maiores fortalezas dos Cruzados na Terra Santa e uma das mais importantes construções militares da antiguidade. É um dos mais bem preservados exemplares da arquitetura militar da Idade Média na região, é classificado pela UNESCO como Patrimônio Mundial desde 2006.

Seu desenho original tinha apenas uma muralha, mas o castelo foi reforçado na segunda metade do século 12, quando a ele foi adicionada uma segunda. A primeira muralha ao redor do castelo cerca um segundo anel de muralhas e torres construídos em volta da prédio central. 
A planta, de forma concêntrica, proporcionava aos cavaleiros ampla defesa do perímetro externo contra ataques de muçulmanos, assim como proporcionava dupla proteção, pois se fosse invadida a primeira muralha seria possível recuar em direção ao centro do forte contando com a proteção da segunda. Como as muralhas internas eram mais altas do que as externas, os defensores sempre conseguiriam dominar seus inimigos num plano mais alto.

O castelo tem duas partes: um paredão externo com 13 torres e um interno, ambos, evidentemente, para impedirem a entrada de invasores. Ambos os paredões são separados por um fosso cuja água era usada para dar de beber e banhar os cavalos. Era água limpa, agora estagnada. Através da entrada principal um imponente portão na parede de 5 metros de espessura dá entrada ao castelo e ao seu primeiro pátio interno. Um corredor coberto por delicados trabalhos de entalhe em pedra leva a um Hall com abóbodas onde podem ser vistas as antigas latrinas. A Capela foi convertida em mesquita após a tomada do castelo pelo Sultão Beybar, e onde é possível ver o púlpito original. No último pavimento está a Torre da Filha do Rei, de onde se tem uma belíssima vista.
Fossos, ponte levadiça, vãos para jogar óleo fervente, seteiras para bombardear com pedras e uma passagem com quatro portões e uma grade de ferro que vinha do teto e que fechavam completamente a passagem ao castelo eram os principais elementos construtivos a dificultarem os assaltos. Uma série de ziguezagues fazia com que os invasores se movimentassem devagar, ao passo que aberturas elevadas estratégicas permitiam que os cavaleiros banhassem seus inimigos com flechas, pedras e madeira queimando.

A primitiva fortificação foi mandada construir pelo emir de Alepo, e foi conquistada por Raimundo IV de Tolosa em 1099 durante a Primeira Cruzada, mas veio a ser abandonada quando os cruzados seguiram o seu caminho até Jerusalém. O local foi reocupado por Tancredo, príncipe da Galileia em 1110, e Raimundo II, Conde de Trípoli, cedeu-o aos cavaleiros da Ordem dos Hospitalários em 1142. Durante o século e meio que se seguiu os Hospitalários construíram uma imponente fortaleza - a maior da Terra Santa - que resistiu a pelo menos doze assaltos muçulmanos, até ter sido conquistada pelos mamelucos do sultanato do Egito, pelas forças do sultão Baibars em 8 de abril de 1271.
KRAK DOS CAVALEIROS
foto - ?
Tombado como Patrimônio Mundial pela UNESCO, o imponente castelo medieval representa o que de melhor foi criado na era dos castelos, desdobrando-se como um dos mais belos e bem protegidos. Durante as Cruzadas, sediou a Ordem religiosa dos Hospitalários e se tornou símbolo de resistência cristã na Terra Santa.
foto - ?
Sua construção parece ter sido um projeto sem-fim. Os Hospitalários receberam uma primitiva construção em 1141 e teriam feito ao menos duas grandes obras que só findaram em meados do século XIII. Na década de 1930, abandonado e quase em ruínas, passou por grande reforma para lhe trazer de volta sua antiga glória. Em 2008 foi tombado como Patrimônio da Humanidade pela UNESCO.
foto - ?
A surpreendente construção foi um formidável centro de defesa e controle regional para os cruzados. Construído no alto de um monte no sul da atual Síria, serviu aos propósitos das Cruzadas nos séculos XII e XIII. Estrategicamente posicionado no flanco do antigo Reino Jerusalém, foi um dos grandes responsáveis pela sustentação cristã na “Terra Santa”.
foto - ?
O KRAK DOS CAVALEIROS (EM LÍNGUA FRANCESA, "KRAK DES CHEVALIERS"; DESIGNADO PELOS MUÇULMANOS COMO "QALAJAT AL-HUSN") LOCALIZA-SE NA ATUAL SÍRIA, 65 QUILÔMETROS A OESTE DA CIDADE DE HOMS, PERTO DA FRONTEIRA DO LÍBANO.
A EXPRESSÃO "KRAK" OU "KARAK" DESIGNA UM TIPO DE FORTIFICAÇÃO ERGUIDA NO SÉCULO XII E NO SÉCULO XIII PELAS CRUZADAS, NAS REGIÕES DAS ATUAIS SÍRIA E PALESTINA, PARA ASSEGURAR A DEFESA DOS CHAMADOS "REINOS LATINOS DO ORIENTE". OS PRINCIPAIS ERAM O KRAK DOS CAVALEIROS, QUE DEFENDIA O LIMITE NORDESTE DO CONDADO DE TRIPOLI, O KRAK DE MONTREAL, EM AL-CHAWBAK, DEFENDENDO O LIMITE SUDESTE DO REINO DE JERUSALÉM, E O KRAK DE MOAB, EM AL-KARAK, TAMBÉM NO REINO DE JERUSALÉM.
O KRAK DOS CAVALEIROS FOI ERGUIDO SOBRE UM ESPORÃO ROCHOSO DO DESERTO SÍRIO COM A FUNÇÃO DE PROTEGER A ROTA QUE UNIA A CIDADE SÍRIA DE HOMS (SOB DOMÍNIO MUÇULMANO) À DE TRÍPOLI (LÍBANO), CAPITAL DO CONDADO DE TRÍPOLI, NA COSTA DO MAR MEDITERRÂNEO.
ATUALMENTE É UMA DOS MAIS BEM PRESERVADOS EXEMPLARES DA ARQUITETURA MILITAR DA IDADE MÉDIA NA REGIÃO, ESTANDO CLASSIFICADO PELA UNESCO COMO PATRIMÔNIO MUNDIAL DESDE 2008.
O CASTELO FOI ERGUIDO EM DUAS ETAPAS. NA PRIMEIRA, FORAM LEVANTADAS AS MURALHAS EXTERIORES E UM NÚCLEO INTERNO, COMPOSTO POR PEQUENAS EDIFICAÇÕES DE PLANTA QUADRADA, DE MODO QUE, EM 1170, AS OBRAS ESTAVAM CONCLUÍDAS. EM 1202, UM TERREMOTO AFETOU PARTE DO CONJUNTO, DE MANEIRA QUE, POUCO TEMPO DEPOIS, INICIOU-SE UMA GRANDE REESTRUTURAÇÃO DAS DEFESAS, CONFERINDO-LHE A ATUAL FEIÇÃO: UMA MURALHA EXTERIOR DE TRINTA METROS DE LARGURA, AMPARADA POR SETE TORRES COM 8 A 10 METROS DE LARGURA, DEFININDO UMA FORTIFICAÇÃO CONCÊNTRICA. AS ESCARPAS DO ESPORÃO FORAM APROVEITADAS COM FINS TÁTICOS.
NOS DIAS DE HOJE
EM NOSSOS DIAS, O CASTELO ENCONTRA-SE PRESERVADO EM BOAS CONDIÇÕES, SENDO CONSIDERADO UM DOS MAIS BELOS EXEMPLOS DE ARQUITETURA MILITAR EUROPÉIA NA REGIÃO. PERTENCE AO GOVERNO SÍRIO, QUE O MANTÉM ABERTO COMO ATRAÇÃO TURÍSTICA. ENTRE OS DESTAQUES ENCONTRAM-SE A DUPLA CINTURA DE MURALHAS QUE ENVOLVE OS EDIFÍCIOS DE HABITAÇÃO, UMA CAPELA EM ESTILO ROMÂNICO, UMA GRANDE SALA E UMA GALERIA EM ESTILO GÓTICO QUE DATA DO SÉCULO XIII.

fonte e fotos = Wikipédia / Thymonthy Becker / interata.squarespace.com / Divulgação / 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

REPRESA DE FURNAS, SÃO JOSÉ DA BARRA, MINAS GERAIS - Em 1963 fecharam o túnel que criou praias, formou cânions, inundou vilarejos mudando para sempre a história de 34 cidades mineira e formando o espetacular “Mar de Minas”

CONHEÇA A "REPRESA DE FURNAS", SÃO JOSÉ DA BARRA, MINAS GERAIS, BRASIL foto - Thymonthy Becker No dia 9 de janeiro de 1963 o túnel que desviou o curso do rio Grande para a construção da Usina de Furnas foi fechado e as águas que formaram um dos maiores reservatórios do mundo, criou praias, formou cânions e cachoeiras inundou vilarejos e mudou para sempre a história dos 34 municípios que ficam ao longo dos 1.440 km2 de extensão do Lago de Furnas. (Thymonthy Becker) A sede do município de Guapé ficou praticamente submersa, o que levou à construção de uma nova sede em local definido pela população. O distrito de São José da Barra, então pertencente a Alpinópolis e emancipado em 1994, ficou integralmente debaixo das águas e deu lugar à "Nova Barra", que a pedido do padre Ubirajara Cabral, pároco local, foi construída pela Central Elétrica de Furnas na forma de um banjo. (Thymonthy Becker) A maioria dos municípios possuía vocação agropecuária, mas com o alagamento das ár…

SERRA DO NAVIO, AMAPÁ - A História da Serra do Navio remonta aos anos 1950. A região era rica em manganês e outros minérios. Por isso, a brasileira ICOMI, com sede em Belo Horizonte e atuação em Minas Gerais, foi escolhida para explorar o minério e construir a vila operária, que daria origem à cidade de Serra do Navio. Cada vila tinha 330 casas, prédios coletivos (escolas, hospitais, refeitórios), abrigando até 1.500 pessoas, entre trabalhadores e familiares. Tinha ruas largas, postes de concreto para a fiação elétrica e telefônica, calçadas, parques, clubes com piscina, quadras esportivas, restaurante e lanchonete, drenagem de águas das chuvas e tratamento de água e esgoto. Todas as casas tinham mais de 90m² e contavam com saneamento e energia elétrica, proveniente de geradores da ICOMI.

CONHEÇA A CIDADE DE "SERRA DO NAVIO", AMAPÁ, BRASIL CONHEÇA A FAMOSA "LAGOA AZUL" DE SERRA DO NAVIO, AP A história da Lagoa Azul se mistura à criação da Serra do Navio e à atividade de exploração na década de 1950 A Amazônia é conhecida pelos rios, igarapés e cachoeiras. Mas, a maioria das pessoas nem imaginam que aqui existam lagoas de águas azul turquesa. A 208 quilômetros de Macapá, capital do Amapá, fica a Lagoa Azul, um paraíso que nasceu de uma mina abandonada. O lugar fica próximo à Vila Serra do Navio, cidade criada na década de 1950 para abrigar os trabalhadores de uma empresa de mineração. A lagoa azul e o passado da história da Serra do Navio estão entrelaçados. De acordo com a prefeitura da cidade, a cor marcante da lagoa, em tom azul anil, acontece por conta dos minérios da região especialmente o carbonato de manganês. O lugar era uma mineração. Hoje é possível chegar até lá através de trilhas ou de carro. A região é cercada por uma floresta tropical. O…

TOCANTINÓPOLIS, TOCANTINS - Com belíssimas praias, ilhas e trilhas, Tocantinópolis, “Terra do Padre João” sempre será Eterna Boa Vista

CONHEÇA A CIDADE DE "TOCANTINÓPOLIS, TOCANTINS, BRASIL foto - Thymonthy Becker A cidade de Tocantinópolis, Tocantins, vista da cidade de Porto Franco no Maranhão. O Rio Tocantins eh a divisa natural entre as duas cidades e os Estados. De balsa você vai de uma cidade a outra (de um estado a outro) em poucos minutos, por terra você deverá trafegar por 85 km
foto - Thymonthy Becker  Rua XV de Novembro em Tocantinópolis, Tocantins
foto - ?
Alunos do projeto Rondon em Tocantinópolis, Tocantins
foto - ?
foto - ?
praia de água doce em Tocantinópolis, Tocantins
foto - ?
foto - ?
praia da Santa em Tocantinópolis, Tocantins
foto - Dirceu Leno Orla do Porto em Tocantinópolis, Tocantins
Universidade Federal do Tocantins, Campos de Tocantinópolis, Tocantins
Praia do Nilson em Tocantinópolis, Tocantins
foto - ? Corredeiras do Rio Mumbuca em Tocantinópolis, Tocantins
foto - ?
foto - ?
O Rio Mumbuca passando por Tocantinópolis, Tocantins
foto - ?
A Ilha Santa, como eh conhecida, tem a imagem de de uma santa…

CARRANCAS, MINAS GERAIS - Um pequeno paraíso conhecido como Terra das Cachoeiras pois possui mais de 120 quedas d'água na Estrada Real. Considerada um dos novos pólos de Ecoturismo, é um lugar ideal para a prática de Montain Bike, Trekking e outros esportes que lhe propiciam o contato com a natureza. Tem o grande poço da esmeralda, além das grutas da toca e da cortina, ainda pode-se observar pinturas rupestres e um escorregador com cerca de dez metros que termina com um divertido mergulho.

CONHEÇA A CIDADE DE "CARRANCAS", MINAS GERAIS, BRASIL

MUITO BEM VINDO AO PARAÍSO. BEM VINDO A CARRANCAS. MINAS EH ISTO E MUITO MAIS. imagem "?" Com mais de 50 cachoeiras, a cidade está voltada para o ecoturismo – suas belas paisagens frequentemente servem de cenário para novelas. Há quedas d’água de fácil acesso, mas as mais bonitas ficam escondidas na mata fechada, aonde só se chega por trilhas (que devem ser percorridas com a ajuda de guia). Entre novembro e março, a chuva torna as cachoeiras perigosas. A maioria das pousadas está próxima de grutas e cachoeiras, e muitas têm piscinas naturais. Foto - ?
POÇO DO CORAÇÃO
O acesso é tranquilo: pegue a Estrada para Itutinga, entre à esquerda após a primeira ponte para chegar ao Complexo da Toca. O carro fica na portaria, e você segue a trilha até o para o escorregador (é bom ponto para banho, ao lado da Gruta da Toca). A partir dele, suba margeando o rio: há vários poços e pequenas quedas até a principal atração local, a …

NOVA YORK, NOVA YORK, ESTADOS UNIDOS - A mais rica e influente cidade do planeta pulsa dinamismo e agito cultural. Você já viu essas ruas, praças e edifícios em dezenas de filmes, mas uma visita in loco é sempre um encontro com o inusitado e o fascinante.

CONHEÇA A CIDADE DE "NOVA YORK", NEW YORK, ESTADO UNIDOS DE AMÉRICA Nova York, a mais rica e influente cidade do planeta pulsa dinamismo e agito cultural. Você já viu essas ruas, praças e edifícios em dezenas de filmes, mas uma visita in loco é sempre um encontro com o inusitado e o fascinante. É impressionante perceber que a verticalidade de seus arranha-céus, como o Empire State Building, combina perfeitamente com as linhas horizontais da Brooklyn Bridge ou os gramados do Central Park. Os musicais nas casas ao longo da Broadway complementam a grandiosidade de super-museus como o MoMA, o Metropolitan e o New Museum ou os disputados eventos esportivos em templos sagrados como o Yankee Stadium e o Madison Square Garden.  As praias de Nova York não têm a beleza das praias brasileiras, mas podem ser uma boa opção para tomar sol e se refrescar durante o verão Pôr do sol no East River State Park, com a vista de Manhattan ao fundo Seus restaurantes estão entre os melhores do mundo,…

TOMBOS, MINAS GERAIS - Na cachoeira três tombos, verdadeira obra da natureza de imensurável beleza que constitui um cartão postal

CONHEÇA A CIDADE DE "TOMBOS", MINAS GERAIS, BRASIL Foto - PMT BEM VINDO A CIDADE DE TOMBOS. ENTRE AS MONTANHAS DE MINAS / NAS QUEDAS DAS CACHOEIRAS foto - ? População estimada 2016 (1) - 8.899 Área da unidade territorial 2015 (km²) - 285,125 Densidade demográfica 2010 (hab/km²) - 33,45 Código do Município 3169208 Gentílico - tomboense Prefeito 2017 / LUCIENE TEIXEIRA DE MORAES ORIGEM DO NOME O primitivo nome do povoado foi Arraial Novo. A partir de 1852 passou a denominar-se Nossa Senhora da Conceição dos Tombos do Carangola, sendo este topônimo alusivo à padroeira local e à cachoeira formada pelo rio Carangola, composta de três quedas consecutivas ou três tombos, conforme linguagem popular. Documentos datados de 1864 citam o povoado com a denominação reduzida para Tombos do Carangola. Na Divisão Administrativa do Brasil, referente ao ano de 1911, permanece esta última denominação. O texto da Lei que elevou o Distrito a Município reduz o topônimo à denominação atual.
G…

CORREIA DE ALMEIDA, BARBACENA, MINAS GERAIS - Correia de Almeida, a jóia da rodovia 040 eh muito aconchegante e acolhedora. Devido a sua proximidade com a cidade de Barbacena a que pertence, seus moradores dizem que Correia de Almeida eh um bairro de Barbacena

CONHEÇA O DISTRITO DE "CORREIA DE ALMEIDA", BARBACENA, MINAS GERAIS, BRASIL SEJA BEM VINDO A CORREIA DE ALMEIDA. ALI, NA BR 040. PERTINHO DE BARBACENA. Aqui podemos ver as casas e comércio, que ficam de frente para a 040 em Correia de Almeida, MG
foto - Thymonthy Becker CORREIA DE ALMEIDA TEM APROXIMADAMENTE 1.000 HABITANTES (INFORMAÇÃO DE MORADOR) CORREIA DE ALMEIDA ESTÁ A 910 Km DE BRASÍLIA ESTÁ A 185 Km DE BELO HORIZONTE SE ENCONTRA Á 240 Km DE DIVINÓPOLIS CORREIA DE ALMEIDA EH UMA CIDADE BEM ANTIGA. SURGIU COMO A MAIORIA DOS CANTINHOS DE MINAS, COMO LOCAL DE DESCANSO DOS QUE PENETRAVAM NO SERTÃO MINEIRO EM BUSCA DE OURO. DEVIDO A SUA PROXIMIDADE COM A CIDADE DE BARBACENA A QUE PERTENCE, SEUS MORADORES DIZEM QUE CORREIA DE ALMEIDA EH UM BAIRRO DE BARBACENA. Uma das muitas ruas de Correia de Almeida, Minas Gerais
foto - Thymonthy Becker Uma das ruas que ficam mais distantes da BR 040 em Correia de Almeida, Minas Gerais
foto - Thymonthy Becker Avenida principal da movimentada Co…

BRAGANÇA, PARÁ - Bragança respira Fé, Tradição e Cultura, nas belezas de suas praias, manguezais, rios, igarapés e ilhas

CONHEÇA A CIDADE DE "BRAGANÇA", PARÁ, BRASIL Bragança, localizada na região nordeste do Pará, a 210 quilômetros de Belém, capital do Estado, é um dos municípios mais procurados pelos turistas ao longo do ano, em especial durante as férias escolares.
Lar da Marujada, manifestação cultural que reúne milhares de pessoas no município para festejar São Benedito, Bragança tem praias oceânicas belíssimas, pra quem quiser aproveitar em qualquer época do ano.

A cidade, de origem portuguesa, guarda na sua cultura características religiosas marcantes e também festeja São Sebastião e Nossa Senhora de Nazaré.
Suas fronteiras são estratégicas. Assim, o município oferece o maior número de opções aos turistas: ao Norte está o oceano Atlântico, ao Sul, o município de Santa Luzia do Pará, a Leste os municípios de Augusto Corrêa e Vizeu e a Oeste, Tracuateua.

Na língua tupi, Caeté quer dizer 'mato grande' e, por estar localizada à margem esquerda do rio Caeté, Bragança é carinhosamente…

FAGUNDES, SANTO ANTÔNIO DO AMPARO, MINAS GERAIS - Bem no meio do mar de Montanhas de Minas, quase despercebido, se não fosse a placa na BR 381 indicando que por aquela estrada de terra de aproximadamente 10 km, que te permite contemplar a paisagem, observar as montanhas, passar próximo aos riachos e cachoeiras, passando por mata-burros e pontes de tábua, subindo e descendo os morros e montanhas das Gerais, se chega a Fagundes

CONHEÇA A COMUNIDADE DOS "FAGUNDES", SANTO ANTÔNIO DO AMPARO, MINAS GERAIS, BRASIL SEJA MUITO BEM VINDO AO POVOADO DOS FAGUNDES. CAPRICHOSAMENTE ENTRE AS VERDES MONTANHAS DAS MINAS GERAIS. foto - Thymonthy Becker  SÍNTESE  FAGUNDES TEM APROXIMADAMENTE 850 HABITANTES (INFORMAÇÃO DE MORADOR) O DISTRITO ESTÁ À 805 km DE BRASÍLIA (DISTRITO FEDERAL) FAGUNDES ESTÁ À 206 km DE BELO HORIZONTE ENCONTRA-SE À 131 km DE DIVINÓPOLIS. ORIGEM DO NOME Eh uma homenagem ao primeiro morador da localidade onde hoje encontra-se Fagundes. FAGUNDES PERTENCE A CIDADE DE SANTO ANTÔNIO DO AMPARO. IGREJA DE SANTO ANTÔNIO foto - Thymonthy Becker  foto - Thymonthy Becker 
foto - Thymonthy Becker 
ESPAÇO CULTURAL
foto - Thymonthy Becker 
CONHEÇA UM POUCO MAIS DE FAGUNDES
foto - Thymonthy Becker 
foto - Thymonthy Becker 
foto - Thymonthy Becker
foto - Thymonthy Becker 
foto - Thymonthy Becker 
foto - Thymonthy Becker
foto - Thymonthy Becker 
foto - Thymonthy Becker 
foto - Thymonthy Becker 
foto - Thymonthy Becker 

VIEIRAS, MINAS GERAIS - Sua arquitetura pitoresca guarda traços singelos e aconchegantes. A cidade preserva os movimentos culturais e religiosos, atraindo muitos turistas para estas festividades

CONHEÇA A CIDADE DE "VIEIRAS", MINAS GERAIS, BRASIL DISTRITO DE SANTO ANTÔNIO DA GLÓRIA, VIEIRAS, MG  O Distrito de Santo Antonio do Glória é um belo exemplar do interior de minas Gerais.  Lugar de gente simples e hospitaleira.  Localizado às margens da BR 116, conta com fácil acesso por meio de estradas vicinais, estando a aproximadamente 360 Km da capital do Estado, e a 18 Km do Município de Vieiras, a quem pertence, fazendo limites como os municípios de Eugenópolis, Miradouro, São Francisco do Glória e Pedra Dourada.  O forte de sua economia está na piscicultura ornamental, abastecendo grande parte do mercado nacional, bem como na cafeicultura, horticultura, pecuária leiteira e de corte, e também em pequenos laticínios.  Sua arquitetura pitoresca guarda traços singelos e aconchegantes.  A comunidade preserva os movimentos culturais e religiosos, atraindo muitos ás festividades típicas.  Santo Antonio do Glória é o verdadeiro “cantinho mineiro”!  Créditos / Dra. Larissa de O…