Pular para o conteúdo principal

SANTOS, SÃO PAULO - Assim é Santos, localizada em uma ilha, onde a cordialidade, a segurança e a diversidade de cenários se aliam a uma riqueza cultural, histórica e ecológica, transformando a cidade em um destino único, que encanta e apaixona. E tudo isso a apenas 70 km de São Paulo, a maior metrópole brasileira, perto dos principais aeroportos nacionais e internacionais, e com fácil acesso por modernas rodovias. Bela e esportiva, Santos é ainda uma das principais rotas de cruzeiros marítimos e se destaca no turismo de negócios, com um dos mais completos complexos de eventos do Brasil. Apaixone-se também. Santos é mesmo um presente!




CONHEÇA A CIDADE DE "SANTOS", SÃO PAULO, BRASIL - DA JANELA DO TREM
Assim é Santos, localizada em uma ilha, onde a cordialidade, a segurança e a diversidade de cenários se aliam a uma riqueza cultural, histórica e ecológica, transformando a cidade em um destino único, que encanta e apaixona.
E tudo isso a apenas 70 km de São Paulo, a maior metrópole brasileira, perto dos principais aeroportos nacionais e internacionais, e com fácil acesso por modernas rodovias.
Bela e esportiva, Santos é ainda uma das principais rotas de cruzeiros marítimos e se destaca no turismo de negócios, com um dos mais completos complexos de eventos do Brasil.
Apaixone-se também. Santos é mesmo um presente!
TRANSATLÂNTICOS ANCORADOS NO PORTO DE SANTOS
O passeio de bonde deixou de ser motivo exclusivo para visitar o Centro Histórico de Santos. Em processo de revitalização, a região atraiu novos bares, restaurantes e baladas que lhe emprestaram vida própria. Sem falar nas obras de restauro de teatros e igrejas, que embelezam as proximidades da Praça Mauá. A tendência, aliás, é que Santos se atualize mais do que nunca: a lotação dos hotéis é apenas um dos indicativos de que, com o pré-sal, o movimento de executivos e turistas só deve aumentar.
URBANIZADAS, AS PRAIAS DE APARECIDA, PONTA DA PRAIA, EMBARÉ, BOQUEIRÃO, GONZADA, POMPEIA E JOSÉ MENINO ESTÃO FREQUENTEMENTE POLUÍDAS
MUSEU PELÉ 
Inaugurado em junho deste ano em Santos (SP), o Museu Pelé abriga 180 itens do acervo pessoal do ex-jogador. Os dois casarões antigos, com mais de 4 mil m² de área, ficam no bairro do Valongo, na região central da cidade do litoral paulista, e contam com áreas interativas, exposições temporárias e 2.545 peças relacionadas à história do Rei do Futebol. 
Entre os itens mais importantes da exposição, está a Bola de Ouro especial que Pelé recebeu na festa de gala da Fifa, em janeiro. Na área interativa, um gol virtual recebe cobranças de pênaltis dos visitantes e contabiliza a velocidade da bola no momento do chute. Veja, na galeria acima, mais fotos e informações sobre a atração.
ENDEREÇO: 
Largo Marquês de Monte Alegre nº 2, Valongo, Santos (SP). 
HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO: 
de terça a domingo, das 10h às 18h. 
INGRESSO: 
R$ 18, com desconto de 50% para estudantes do ensino superior e de instituições particulares, pessoas com mais de 60 anos, portadores de deficiência e professores da rede pública. Crianças com idade igual ou inferior a 10 anos, acompanhadas dos pais ou responsáveis, e estudantes do ensino fundamental e médio da rede pública têm isenção total.
O MUSEU PELÉ, QUE CONTA A HISTÓRIA DO REI DO FUTEBOL, É UMA DAS ATRAÇÕES MAIS NOVAS DA CIDADE
CENTRO HISTÓRICO 
Revitalizado, o charmoso bairro pode ser explorado a pé ou no passeio de bonde. Deixe o carro em um dos estacionamentos ao redor da Praça Mauá e caminhe atento à bela arquitetura do Conjunto do Carmo, do Teatro Coliseu e da Igreja Nossa Senhora do Rosário. Os simpáticos velhinhos do programa Vovô Sabe Tudo trabalham como guias turísticos e contam um pouco da história do lugar. Entre uma parada e outra, não deixe de tomar um cafezinho, produto símbolo da cidade. À noite, bares e casas noturnas mantêm o movimento da região.
foto - ?
foto - ?
foto - ?
foto - ?
foto - ?
foto - ?
foto - ?
MUSEU DO CAFÉ 
O imponente prédio em estilo neoclássico do Museu do Café em Santos (SP) sediou a Bolsa de Café, onde as negociações do produto, principal fonte de riqueza do país na época, foram feitas até 1957. 
No salão do pregão, com cadeiras de jacarandá, vale observar com calma os elementos de referência maçônica no piso (estrela de Davi) e nos painéis feitos por Benedicto Calixto (pedra triangular, martelo e colher de pedreiro).
O SALÃO DO PREGÃO COM CADEIRAS DE JACARANDÁ, DATADAS DE 1922, É O PONTO ALTO DA VISITA AO PRÉDIO DA BOLSA DO CAFÉ
O PRÉDIO DA BOLSA DO CAFÉ ABRIGA VITRAL FEITO POR BENEDITO CALIXTO
O passeio continua no andar de cima, com exposições ligadas ao universo da bebida. No final, prove o expresso na Cafeteria do Museu do Café. 
Duas vezes por mês, sempre às quintas-feiras, também abre para visitas das 18h às 21h - veja a programação especial no site oficial.
BONECO DE CERA REPRESENTANDO "JACINTO", ESTIVADOR DO PORTO DE SANTOS NO INÍCIO DO SÉCULO 20, NA BOLSA OFICIAL DO CAFÉ

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO: 
De terça a sábado, das 9h às 17h. Aos domingos, funciona das 10h às 17h. Nos meses de dezembro e fevereiro, abre de segunda a sábado, das 9h às 17h, e aos domingos, das 10h às 17h. 
Rua XV de Novembro, 95 (Centro Histórico) 
(13) 3213-1750 
www.museudocafe.com.br
PAINEL DE COTAÇÃO, EM MADEIRA, NA ENTRADA DO SALÃO DO PREGÃO DA ANTIGA BOLSA OFICIAL DO CAFÉ, EDIFÍCIO HISTÓRICO RESTAURADO, QUE ABRIGA O MUSEU DO CAFÉ
foto - ?
FUNDAÇÃO PINACOTECA BENEDICTO CALIXTO 
O casarão de estilo neoclássico da Fundação Pinacoteca Benedicto Calixto, em Santos (SP), exibe 53 obras do pintor (1853-1927), nascido em Itanhaém (SP). 
Entre elas há óleos sobre tela que representam a cidade de Santos, aquarelas, óleos sobre madeira e carvão sobre papel. Antes de se tornar pinacoteca, a construção de 1900 teve sua arquitetura modificada por um barão do café, foi um pensionato feminino e até um cortiço.
O CASARÃO DO INÍCIO DO SÉCULO 20, EM ESTILO NEOCLÁSSICO, QUE ABRIGA A FUNDAÇÃO PINACOTECA BENEDITO CALIXTO, EXIBE CERCA DE 40 TRABALHOS DO PINTOR NASCIDO EM ITANHAÉM
Entrada gratuita. 
Horário de funcionamento: 
De terça a domingo, das 9h às 18h. 
Av. Bartolomeu de Gusmão, 15 (Boqueirão) 
Boqueirão 
(13) 3288-2260 
www.pinacoteca.unisanta.br
MEMORIAL DAS CONQUISTAS DO SANTOS FUTEBOL CLUBE 
No Memorial das Conquistas do Santos Futebol Clube, a trajetória do centenário alvinegro praiano é ilustrada por fotos, taças e outras relíquias. Na ala dedicada ao Rei Pelé, painéis mostram as estatísticas assombrosas do camisa 10, como os 1091 gols marcados em 1114 jogos pelo Santos.
O MEMORIAL DAS CONQUISTAS DO SANTOS F.C., LOCALIZADO NO ESTÁDIO URBANO CALDEIRA, REÚNE FOTOS, RELÍQUIAS E TAÇAS QUE ILUSTRAM A TRAJETÓRIA DO PEIXE DESDE SUA FUNDAÇÃO

Há, também, uma vitrine dedicada a Neymar. A visita simples contempla apenas o memorial e as arquibancadas da Vila Belmiro (R$ 8). 
Na visita monitorada (R$ 13), você conhece o vestiário, a sala de imprensa e o gramado do estádio. Em dias de jogos, o passeio fica restrito ao memorial, que fecha quatro horas antes da partida.
INFORMAÇÕES 
Horário de funcionamento: 
De terça-feira a domingo, das 9h às 18h. De dezembro a fevereiro, funciona de segunda a domingo, das 9h às 18h. 
Formas de pagamento: 
Cartões de débito: Maestro, Visa Electron. 
Rua Princesa Isabel, 77 (Vila Belmiro) 
(13) 3225-7989 
www.santosfc.com.br
PASSEIO DE BONDE 
Os antigos bondes que rodavam pela cidade na primeira metade do século 20 foram restaurados para se transformar numa das principais atrações turísticas de Santos. 
Eles partem da Praça Mauá, no Centro, e passam por cerca de 40 pontos de interesse histórico, como o Santuário Santo Antônio do Valongo, o Museu do Café, o Conjunto do Carmo, o Monte Serrat e o Teatro Coliseu. Um guia explica sobre os lugares e conta as suas curiosidades.
O BONDE TURÍSTICO DA PRAÇA VISCONDE DE MAUÁ PASSA PELAS PRINCIPAIS CONSTRUÇÕES HISTÓRICAS DO CENTRO
DE BONDINHO FUNICULAR CHEGA-SE AO MONTE SERRAT, ONDE FICAM O SANTUÁRIO DE N. S. DO MONTE SERRAT E UM MIRANTE
imagem - Maria Luiza Silva
INFORMAÇÕES 
Horário de funcionamento: 
De terça-feira a domingo, das 11h às 17h. 
Saídas a cada 30 minutos da Praça Mauá
DURANTE O PASSEIO DE BONDE, O BILHETEIRO SOBE PARA COBRAR OS INGRESSOS
LINHA CONHEÇA SANTOS 
Micro-ônibus percorrem, em cerca de duas horas, pontos importantes da cidade. Vila Belmiro, Orquidário, Praça Mauá, Monte Serrat, porto, Aquário e Pinacoteca estão no passeio, que ocorre aos sábados, domingos e feriados, de hora em hora, entre 9h e 17h (você pode desembarcar em oito atrações e embarcar no horário seguinte, com a mesma passagem). Em janeiro e fevereiro também há saídas de 2ª/6ª às 10h30, 14h e 16h. O ponto de embarque é sempre a Praça da Bandeira, no Gonzaga - do mesmo local partem outros dois roteiros, também com duração média de duas horas.

TEATRO COLISEU 
Inaugurada em 1924, a construção neoclássica foi reaberta em 2006 após restauro, readquirindo a importância do palco que já recebeu Heitor Villa-Lobos e Carmen Miranda (o teatro foi novamente interditado em abril de 2013, com previsão de reabertura em abril de 2014). santos.sp.gov.br/agendacultural; ingressos: 4062-0016. 
Pça. José Bonifácio/R. Amador Bueno, 237 (Centro Histórico) Centro

CALÇADÃO 
O calçadão da orla de Santos, um dos maiores orgulhos da cidade, é também um dos programas preferidos de santistas e turistas. Já bateu recordes: seu jardim foi considerado o maior do mundo em extensão no Guinness Book (edição de 2001). Mas as bem-cuidadas flores, plantas e palmeiras não são as únicas atrações. De ponta a ponta, de José Menino à Ponta da Praia, são mais de 7 km de ciclovia (leia mais em Passeios). Ao longo da orla, dividida pelos canais que deságuam no mar, você encontra bibliotecas públicas, salas de cinema e quadras esportivas.
No Canal 1 está o Parque do Emissário, onde os surfistas aproveitam as boas ondas. Entre os canais 2 e 3, em frente à Avenida Ana Costa, a Praça das Bandeiras é o ponto de partida da Linha Conheça Santos. No Canal 4, de frente para a igreja do Embaré ficam os quiosques famosos por vender sucos naturais e, principalmente, sanduíches generosos, até de madrugada. A Fonte do Sapo, no Canal 5, é ponto de encontro de crianças, que aproveitam o lugar para brincar, patinar e andar de bicicleta. E entre os canais 6 e 7 ficam o Aquário e diversos barzinhos que servem petiscos à beira-mar - desse ponto também dá para observar o entra e sai dos navios no porto.
ORLA DE SANTOS 
O litoral da cidade compreende, do sul para o norte, as praias José Menino, Gonzaga, Boqueirão, Embaré, Aparecida e Ponta da Praia. São quase 8 km de extensão com faixa contínua de areia, longa e plana. Há sempre famílias e casais caminhando ou tomando sol, esportistas correndo ou andando de bicicleta, na areia ou no calçadão, e turistas observando o vai e vem dos transatlânticos na altura do Píer do Pescador, na Ponta da Praia (trecho com os piores índices de balneabilidade).
SURFE 
Santos pode não ser famosa por suas ondas, mas é um ótimo lugar para aprender a surfar. Na cidade vive o recordista mundial de títulos Picuruta Salazar, que já acumula 160 troféus desde 1972. Na escola que leva seu nome, no Parque do Emissário, ele e outros dois professores ensinam a surfar em quatro ou cinco aulas (de R$ 300 a R$ 350). Para a modalidade stand up paddle, o surfe com remos, uma aula basta (R$ 100).
PASSEIO DE BICICLETA 
Pedalar é uma ótima maneira de conhecer a cidade, que tem ruas planas e bem-sinalizadas e cerca de 30 km de ciclovias - 8 km contornam as praias, de ponta a ponta. Você pode alugar uma bicicleta por meio do sistema Bike Santos: elas estão em estações distribuídas por diversos pontos da cidade, como ao longo da orla (em frente à Praça da Bandeira e ao Aquário Municipal). Viagens de até 30 minutos são grátis; depois, paga-se R$ 5 por cada 30 minutos (para evitar o pagamento, é necessário dar um intervalo de 15 minutos entre cada viagem). Para usar o serviço é preciso fazer um cadastro no site mobilicidade.com.br/bikesantos.asp, onde também há um mapa das estações e instruções de uso. Outra opção é o passeio guiado que parte da Praia José Menino, passa por monumentos da orla e termina no Aquário (agendar na Caiçara Expedições, 3466-6905; R$ 40, inclui aluguel da bike, capacete e guia).

CAFETERIA DO MUSEU DO CAFÉ 
Na cafeteria do Museu do Café de Santos, há sete tipos de pó à venda, incluindo o orgânico, das regiões cafeeiras conhecidas como Sul de Minas Gerais, Serro, também em Minas, e Mogiana Paulista (entre R$ 48 e R$ 660 o quilo). 
Sabonetes, cremes e outros produtos feitos à base de café também estão nas prateleiras.
INFORMAÇÕES 
Horário de funcionamento: 
2ª/sáb 9h/18h, dom 10h/18h 
Formas de pagamento: 
Cartões de Crédito: American Express, Diners, Elo, Mastercard, Visa; Cartões de Débito: Maestro, Rede Shop, Visa Electron 
Rua 15 de Novembro, 95 (Centro Histórico) 
(13) 3213-1750
CASA DE CÂMARA E CADEIA
Monumento arquitetônico de grande valor histórico, possui mais de 2 mil m², tendo sido projetado em 1836 e concluído 30 anos depois.
Abrigou a Câmara, a cadeia, o Fórum, delegacias de Polícia e foi cenário da proclamação, em 1894, da primeira e única Constituição Municipal do país.
Construída em pedra e cal, o edifício segue o estilo Brasil Colônia.
Praça dos Andradas, s/nº
Centro Histórico - Tel: (55 13) 3219-7456 - Entrada gratuita
Aberta de segunda a sexta-feira, das 9h às 22h; sábados e domingos, das 10h às 18h.
Equipamento com acessibilidade para portadores de necessidades especiais
ORQUIDÁRIO MUNICIPAL 
Reaberto no final de 2012 após processo de revitalização, tem cerca de 400 animais de 70 espécies circulando livremente, como pavões, cutias, jabutis e saracuras. Há, também, cerca de quatro mil orquídeas de mais de 100 espécies. O ingresso custa R$ 5 (ou R$ 8, com direito a um ingresso para o Aquário Municipal).
INFORMAÇÕES 
Horário de funcionamento: 3ª/dom 9h/18h; jan/fev, 2ª/dom 9h/19h 
Pça. Washington (José Menino) - José Menino 
santos.sp.gov.br.
ALFÂNDEGA
A Alfândega do Porto de Santos é um órgão que fiscaliza todos os produtos que entram e saem do Porto, cerca de 30% da balança comercial brasileira, ou seja, mais de ¼ da economia do Brasil passa pelo Porto de Santos.
Seu prédio foi construído em 1934 no estilo art déco, caracterizado pelas linhas retas e formas geométricas. Nas 66 janelas há grades de ferro com desenhos que imitam folhas e grãos de café em homenagem ao ‘ouro verde do Brasil’, que colaborou expressivamente para o desenvolvimento da cidade e do país.
Horário: Visitas aos sábados, domingos, feriados e pontos facultativos, das 11h às 17h
Valor: Gratuito - Classificação: Livre
Informações: (55 13) 3201-8000, ramal 8054
Local: Praça da República, s/nº - Centro Histórico
Equipamento com acessibilidade para portadores de necessidades especiais
SEJA BEM VINDO A CIDADE QUE TEM O MAIOR PORTO DA AMÉRICA LATINA. 
AQUI A RODOVIA ANCHIETA
imagem - Wikipédia
A ORLA DE SANTOS GANHOU FAMA POR SEUS BEM-CUIDADOS JARDINS QUE, SOMADOS, CHEGAM A 6KM
imagem - Bruno SP
A CIDADE A BEIRA MAR
imagem - Urbano Santista
IMAGEM DE TODA A ORLA DA PRAIA
imagem - Tiger 38
A PRIA EM UM FINAL DE SEMANA
imagem - Thiger 38
VISTA PARCIAL DA CIDADE
imagem - Tiger 38
imagem - Tiger 38
INTERIOR DO SHOPPING PRAIAMAR
imagem - Tiger 38
OS COQUEIROS DA PRAIA
imagem - Maria Luiza Silva
UMA BONITA CENA
imagem - Maria Luiza Silva
A PRAÇA DA ORLA
imagem - Maria Luiza Silva
NO QUEBRA MAR
imagem - Ludka 08
O JARDIM FRONTAL / O MAIOR DO MUNDO
imagem - Ludka 08
CARGUEIRO DEIXANDO O PORTO
imagem - Maria Luiza Silva
A BOLSA DO CAFÉ
imagem - Wikipédia
A CATEDRAL DE SANTOS
imagem - Wikipédia
VISTA PARCIAL
imagem - Wikipédia
MUSEU DA PESCA
imagem - Wikipédia
A LONGA PRAIA
imagem - Urbano santista
O OUTRO LADO DA PRAIA
imagem - Urbano Santista
CANAL Nº 4
imagem - Wikipédia
A CICLOVIA
imagem - Wikipédia
AQUI O JARDIM FRONTAL DE PRAIA. O MAIOR EM EXTENSÃO DO PLANETA.
imagem - Wikipédia
Construção histórica restaurada, onde funciona a Secretaria de Turismo da Prefeitura de Santos
IGREJA E CONVENTO DA ORDEM TERCEIRA DO CARMO
IGREJA E CONVENTO DE SANTO ANTÔNIO DO VALONGO
IGREJA DE NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO
TEATRO GUARANY
Banhistas apreciam o pôr do sol na orla da cidade de Santos (SP)
O CENTRO FINANCEIRO
imagem - Maria Luiza Silva
GASTRONOMIA
EMPADAS, BOLINHOS DE BACALHAU E PASTÉIS DO BAR DO TONINHO, ELEITO O MELHOR SALGADO PELO JÚRI DE VEJA PRAIA O MELHOR DA BAIXADA SANTISTA GUIA 2008-2009
PIZZA DE MUZZARELA DE BÚFALA E ABOBRINHA DA PIZZARIA DO PORTO, NA RUA 15 DE NOVEMBRO, NO CENTRO ANTIGO
PAELLA À MARINHEIRA DO RESTAURANTE VISTA AO MAR, ELEITO O MELHOR PESCADO PELO JÚRI DE VEJA PRAIA O MELHOR DA BAIXADA SANTISTA GUIA 2008-2009
PRAÇA DAS BANDEIRAS
imagem - ?
ESTÁDIO DO SANTOS FUTEBOL CLUBE - VILA BELMIRO
imagem - ?

imagem - ?
imagem - Divulgação
A PRAIA AZUL, O JARDIM FRONTAL E O PASSEIO
imagem - ?
AS CURVAS DA ESTRADA DE SANTOS
imagem - baixaki
AQUÁRIO MUNICIPAL
imagem - guiadeprais
O AQUÁRIO MUNICIPAL DE SANTOS TEM 30 TANQUES COM 150 ESPÉCIES DE ÁGUA DOCE E SALGADA
OS PINGUINS NO AQUÁRIO DE SANTOS
ENTARDECER EM SANTOS
imagem - Criss Cristina
População estimada 2016 (1) - 434.359
Área da unidade territorial 2015 (km²) - 280,674
Densidade demográfica 2010 (hab/km²) - 1.494,26
Código do Município 3548500
Gentílico - santista
ORIGEM DO NOME
QUANDO EM 1546 OCORREU A TRANSFERÊNCIA DO PORTO PARA ENGUAGUAÇU, NO LAGAMAR INTERNO, DEFRONTE AO OUTEIRO, O POVOADO RECEBEU A PRIMEIRA DENOMINAÇÃO EM LÍNGUA PORTUGUESA - PORTO DA VILA SÃO VICENTE OU, AINDA, PORTO DE SÃO VICENTE.
BRÁS CUBAS, A 1º DE NOVEMBRO DE 1543, FUNDOU A IRMANDADE PARA EDIFICAÇÃO DO HOSPITAL DE SANTA CASA DE MISERICÓRDIA DE TODOS SANTOS. EM CONSEQÜÊNCIA, O POVOADO RECEBEU A SEGUNDA DENOMINAÇÃO, PORTO DE SANTOS E, MAIS TARDE, SANTOS.
Gentílico: santista
HISTÓRICO
O litoral paulista e a Ilha de São Vicente foram descobertos no início do ano de 1502, com a ilha sendo habitada poucos anos depois por elementos europeus. Desta ocupação espontânea surgiram dois pequenos núcleos urbanos, o primeiro; o Povoado de São Vicente, elevado a Vila, por Martim Afonso de Sousa, em 1532; o segundo: chamado Nova Povoação, fundado, por volta de 1540 por Brás Cubas, quando transferiu o porto que atendia a região, situado na Ponta da Praia, para o outro lado da ilha junto a um pequeno morro que foi chamado, depois, de Outeiro de Santa Catarina.
Brás Cubas fixou-se no Brasil, dedicando-se a várias atividades na Capitania de São Vicente, criada pelo Rei D. João III, em 1535, que a doou a Martim Afonso de Sousa.
Na ausência do donatário, eram designadas várias pessoas para governar a Capitania. Brás Cubas foi uma delas, nomeado em 8 de junho de 1545. Interessado em promover a Nova Povoação, Brás Cubas elevou-a à condição de vila, em data não conhecida, exatamente por falta de documentos. Sabe-se que tal fato deu-se entre 19 de junho de 1545 e 3 de janeiro de 1547. Lembre-se que a condição de vila, segundo as leis portuguesas, dava a esta o direito de ter Câmara Municipal, símbolos de autonomia como pelourinho, estandarte, território demarcado e foral. O título de cidade cabia à Capital, Lisboa; a núcleos urbanos importantes, como Porto, ou sedes de bispado, como Braga.
Recorde-se que a primeira cidade do Brasil foi a sua Capital, Salvador, fundada na Bahia, em 1549, por Tomé de Sousa, governador-geral. São Vicente foi a primeira vila e assim permaneceu até o final do século XIX.
A vila do Porto de Santos, depois simplesmente Vila de Santos, sendo o principal porto do litoral paulista, teve desenvolvimento acima das outras vilas litorâneas. Em sua história estão registradas a economia açucareira, a dispersão bandeirante e a época do café. Santos ficou famosa por ser pátria de uma plêiade de figuras notáveis: os Gusmões, José Feliciano Fernandes Pinheiro (Visconde de S. Leopoldo) e os irmãos Andradas. Foi por causa de um deles, José Bonifácio, o Patriarca da Independência, que a Assembleia Provincial (equivalente hoje à Assembleia Estadual) resolveu aprovar uma lei que elevava a Vila de Santos à condição de Cidade, assinada pelo presidente da Província de São Paulo, Venâncio José Lisboa, em 26 de janeiro de 1839.
Como vimos anteriormente à falta de uma data exata da elevação do Povoado de Santos a Vila, os governos municipais decidiram comemorar em 26 de janeiro o Dia da Cidade.
Muitas pessoas perguntam-se: "Santos, em 1996, festejou 450 anos e agora, em 1998, comemorou 159?". A escolha do ano de 1546 como o da elevação do Povoado a Vila foi, até certo ponto, política. O que não exclui a possibilidade, por um milagroso resgate, de se descobrir um documento com a data certa e que pode, até, ser 1546.
Em resumo, Santos passou pelas três fases de categorias urbanas. Povoado de Santos de, aproximadamente, 1540 até 1546, quando foi feita Vila, condição na qual permaneceu até 26 de janeiro de 1839. Assim, Santos manteve-se durante quase 300 anos. Em 26 de janeiro de 1998, festeja-se o Dia da Cidade. E os 452 anos? Ora, neles estão incluídos os 159 anos como Cidade.
ESTA EH A BANDEIRA DA CIDADE DE SANTOS, SÃO PAULO
AQUI O BRASÃO DO MUNICÍPIO DE SANTOS, SÃO PAULO

VALEU POR VIAJAR COM A GENTE


fonte dos textos e fotos: Wikipédia / IBGE / Thymonthy Becker / Divulgação / viajeaqui.abril.com.br / turismosantos.com.br / 

Comentários

Páginas que receberam mais visitas

BAEPENDI, MINAS GERAIS - A terra de "Nhá Chica". Na natureza preservada no município estão cerca de 40% do parque ecológico do papagaio, é local ideal para fazer trilhas e acampar em paradisíacos lugares. Baependi é uma das poucas cidades que podem ser visitadas durante qualquer época do ano, sem se preocupar com a programação que irá encontrar pois, o verão é bem definido, sendo um convite para se deslumbrar com as mais de cinqüenta cachoeiras que cercam a cidade e o inverno pouco chuvoso propicia inúmeras opções para enfrentar trilhas e acampar em paradisíacos lugares

COLORADO, RIO GRANDE DO SUL - Colorado é uma pequena cidade do Alto Jacuí. Fundada por imigrantes italianos e alemães. O espetáculo, belezas naturais, cores, aromas que seduzem à primeira vista. O município tem como base da economia a produção agrícola. A região possui uma relação muito próxima com as águas e com a geração de energia elétrica, a partir da formação do maior lago artificial do Estado – os Alagados do Passo Real e da Barragem de Ernestina. Bonitas e agradáveis, as cidades proporcionam atrações diversificadas, eventos, muitas festas, gastronomia, artesanato.

REPRESA DE FURNAS, SÃO JOSÉ DA BARRA, MINAS GERAIS - No dia 9 de janeiro de 1963 o túnel que desviou o curso do rio Grande para a construção da Usina de Furnas foi fechado e as águas que formaram um dos maiores reservatórios do mundo, criou praias, formou cânions e cachoeiras, inundou vilarejos e mudou para sempre a história dos 34 municípios que ficam ao longo dos 1.440 km2 de extensão do Lago de Furnas que abrange também parte do Parque Nacional da Serra da Canastra. O Lago de Furnas, também conhecido como "O MAR DE MINAS", é quatro vezes maior que a Baía de Guanabara, no Rio de Janeiro

BRASÍLIA, DF, BRASIL - Brasília é formada por gente de todos os lugares, todas as idades e de muitas gerações. É uma mistura de sotaques do Nordeste, Sudeste, Norte e Sul do país e até de estrangeiros. Por conta de seu rápido crescimento, já é a quarta cidade mais populosa do país. A maioria dos moradores, 52%, é mulher e tem em média 30 anos. Os primeiros habitantes que chegaram a Brasília vieram, principalmente, atraídos pelos empregos na construção civil e ajudaram na construção da capital. Eles eram chamados de candangos e aqui construíram e criaram famílias

TOMBOS, MINAS GERAIS - Na cachoeira três tombos, verdadeira obra da natureza de imensurável beleza que constitui um cartão postal da cidade com 62 metros de altura. A Gruta Pedra Santa localizada no distrito de Catuné, uma obra construída pela própria natureza. Ao longo do tempo a grande pedra foi desintegrando-se e formou-se um grande salão, onde ergueu-se a capela em Honra a Nossa Senhora de Lourdes. Praças diversas, museu municipal que funciona na antiga estação ferroviária, usina hidrelétrica de Tombos e os dois distritos “Catuné” e “Água Santa” valem uma visita à cidade de Tombos

IGATU, ANDARAÍ, BAHIA - Eh uma verdadeira cidade de pedra. "Sagrada" pra quem viveu lá durante o auge do ciclo do diamante. O trajeto até a vila já é uma atração: a estrada de acesso pela BA-142 é cheia de mirantes naturais. Ao chegar, a impressão é de ter voltado no tempo, quando igatu era chamada de Xique Xique e famosa pela extração de diamantes. Hoje não há farmácias, o hospital mais próximo fica em Andaraí, a 12 km. Em outros tempos quem diria? Cabarés, cassinos, lojas, cadeia, cartório, cinema...

SERRA DO NAVIO, AMAPÁ - A História da Serra do Navio remonta aos anos 1950. A região era rica em manganês e outros minérios. Por isso, a brasileira ICOMI, com sede em Belo Horizonte e atuação em Minas Gerais, foi escolhida para explorar o minério e construir a vila operária, que daria origem à cidade de Serra do Navio. Cada vila tinha 330 casas, prédios coletivos (escolas, hospitais, refeitórios), abrigando até 1.500 pessoas, entre trabalhadores e familiares. Tinha ruas largas, postes de concreto para a fiação elétrica e telefônica, calçadas, parques, clubes com piscina, quadras esportivas, restaurante e lanchonete, drenagem de águas das chuvas e tratamento de água e esgoto. Todas as casas tinham mais de 90m² e contavam com saneamento e energia elétrica, proveniente de geradores da ICOMI.

RIO DE JANEIRO, BRASIL - Do primeiro ao último minuto do ano, não falta o que fazer, o que visitar e o que rever no Estado do Rio de Janeiro, que não por acaso ostenta o rótulo de Maravilhoso. Além das praias e de seus outros dois ícones geográficos – o Corcovado e o Pão de Açúcar – o Rio vem ganhando uma série de atrativos culturais e gastronômicos. Quem deixa a capital e percorre o litoral fluminense encontra praias de beleza raríssima. Ao norte, na Região dos Lagos, estão as dunas de Cabo Frio, as águas translúcidas e frias de Arraial do Cabo, boas para mergulho, a badalação de Búzios e as trilhas rurais de Rio das Ostras

GRAMADO, RIO GRANDE DO SUL - Faltava neve à Gramado para que ela assumisse de vez o título de “Suíça brasileira”. Não falta mais: o Snowland, primeiro parque de neve artificial indoor das Américas, trouxe esportes de inverno à cidade, que já era famosa pelas construções enxaimel (aquelas de paredes esquadrinhadas com tirantes de madeira), pelas fondues nos bons restaurantes suíços e pelo climinha gostoso da Serra Gaúcha.

CAMPO BELO, MINAS GERAIS - A primeira cidade do Brasil a ter um time de Rugby (Campo Belo Rugby - CBR) A cidade tem paisagens deslumbrantes com campos a perder de vista. Ideal para a prática de esportes de aventura, ecoturismo, esportes náuticos com várias cachoeiras, praias de água doce além da tradicional e boa comida mineira. Uma cidade tranquila, acolhedora com boas opções para hospedagem