Pular para o conteúdo principal

CONHEÇA "MACUCO SAFARI" O PASSEIO DE BARCO DENTRO DAS CATARATAS DO IGUAÇU, PARANÁ - Imagine pegar um barco inflável, mas com um motor potentíssimo, e encarar uma das quedas d’água? Foi o que eu fiz! É possível pagar e agendar o passeio na hora e, dependendo da quantidade de turistas, você pode embarcar no mesmo momento




CONHEÇA O "MACUCO SAFARI", UM PASSEIO DE BARCO DENTRO DAS CATARATAS DE IGUAÇU, NO PARANÁ

Estive em Foz do Iguaçu, no Paraná, a convite da Itaipu Binacional. Entre os passeios mais especiais no local sem dúvidas foi o Macuco Safari, que acontece do lado brasileiro do Parque Nacional do Iguaçu. Do lado argentino, um passeio similar conhecido como Aventura Náutica é famoso por ser mais radical. 
Imagine pegar um barco inflável, mas com um motor potentíssimo, e encarar uma das quedas d’água? Foi o que eu fiz! É possível pagar e agendar o passeio na hora e, dependendo da quantidade de turistas, você pode embarcar no mesmo momento. Para proteger suas coisas, é possível guardá-los em armários disponíveis no front desk ou então no último estágio do passeio, antes de entrar de fato no barco que te leva até as cataratas. Os armários são grandes e, se não estiverem carregando muita coisa, ele acomoda pertences de 3 pessoas. 
COMEÇA A AVENTURA PELAS CATARATAS DO IGUAÇU 
O Macuco Safari acontece no interior do Parque Nacional do Iguaçu (cobra entrada) e começa com uma trilha na Mata Atlântica, percorrida por meio de uma carreta puxada por um carro elétrico – desenvolvidos especialmente para esse passeio, que tem como objetivo integrar o respeito entre o homem e a natureza – e que permite uma visão geral do cenário da nossa aventura. 
A primeira parte do percurso leva aproximadamente 20 minutos e percorre 3 km. Durante o caminho, um guia bilíngue explica sobre a fauna e a flora do Parque de uma forma leve e muito mais interessante que qualquer aula de geografia. Com sorte, os visitantes podem registrar momentos únicos de animais silvestres pelo caminho, incluindo onça (já pensou!?). 
Infelizmente não tive essa sorte e, segundo a guia que me acompanhou e trabalhava lá há 2 anos, encontrá-lo não é tão comum, mas, quem sabe é seu dia de sorte. No caminho também é possível ver orquídeas, palmitos – que estão entrando em extinção -, bromélias e árvores centenárias, onde fizemos rápidas pausas para observar com calma. 
A segunda parte do passeio é feita a pé, ainda em grupo, mas quem não tem disposição ou condições pode seguir no carrinho. Percorremos em 20 minutos uma trilha de cerca de 600 metros que nos levou até uma cachoeira batizada de Salto Macuco. Como visitamos a cidade em março e a temporada era de chuvas, a cachoeira estava bem cheia, assim como as cataratas, e era proibido mergulhar. 
O desvio da trilha para a cachoeira é bem curto, porém muito ingrime. Quem não tiver disposição pode aguardar no topo do caminho por alguns minutos. Eu fui, mas confesso que não achei a cachoeira extraordinária perto de toda a beleza que as Cataratas oferecem. 
Feito isso, caminhamos mais alguns metros e chegamos no auge da atração: o passeio de barco pelas Cataratas. Funcionários disponibilizam coletes salva-vidas e nos indicam o local de embarque, na plataforma situada na margem direita do Rio Iguaçu, cerca de 4 quilômetros depois das cataratas. Enquanto ouvíamos as instruções, algumas pessoas se acomodaram em banquinhos para deixar para trás meias e sapatos. 
Essa parada é bem estruturada. Além de armários, também tem banheiros, um restaurante e uma lojinha. 
Pegamos um dia bastante nublado, com garoas esporádicas, mas mesmo assim a atração teve bastante procura e foi incrivelmente maravilhosa e linda (e fria, apesar do clima por volta dos 26º C). Sim, preparem-se para se molhar da unha do dedo até o último fio de cabelo. Optamos por ir de capa – que amenizou o banho -, mas em dias de céu aberto vale a pena encarar o banho. A capa custou R$ 8. 
Os barcos infláveis bimotores de 150 cavalos, também conhecidos como speed boats, têm capacidade para 23 a 25 pessoas e são fabricados especificamente para aquele percurso. Os pilotos, todos profissionais experientes e eficientes, fazem com que o passeio seja 100% seguro. 
TRECHO MOLHADO E EMOCIONANTE DO MACUCO SAFARI
Na hora de entrar no barco, onde passaríamos os próximos 20 minutos, corri para o primeiro banquinho. Quanto mais emoção, melhor. Famílias com crianças devem se sentar mais no meio e perto do condutor. Na verdade, a adrenalina não muda muita coisa, mas lá na frente a visão liberada torna o passeio ainda mais impressionante. 
Os corajosos aventureiros são levados para sentir bem de perto o poder das quedas das Cataratas do Iguaçu, no Cânion das Cataratas. O percurso até chegar de fato na queda d’água é bem bonito e emocionante, já que enfrentamos a correnteza – que particularmente no dia da nossa visita estava muito mais forte por conta das chuvas nos dias anteriores. Passamos um pouco mais longe em um outro cânion, Três Mosqueteiros, onde fizemos uma rápida pausa para algumas fotos. 
Infelizmente a água estava com bastante barro, mais uma vez culpa das chuvas torrenciais dos dias anteriores. Mas mesmo sem uma água cristalina, o passeio não deixou de ser fantástico! 
O banho de cachoeira, se é que podemos chamar assim, é indescritível. A neblina, a água e o vento, combinados com a adrenalina pontuam o espetáculo, que tem seu ponto alto nos saltos batizados de Três Marias, não muito distante da Garganta do Diabo. 
Nesse momento, o piloto aproxima a embarcação da queda d’água para proporcionar um rápido e divertido banho. Bom, vocês podem ver no vídeo abaixo que eu literalmente não consegui parar de rir. 
A força da água é tão forte que é impossível ficar de olhos abertos em alguns minutos, a altura da queda também faz um barulho altíssimo quando cai no poço e no próprio barco. Vale a pena reparar em volta e caçar algum arco-íris por ali. 
Na volta até o pier, todos encharcados, bate aquele frio com o vento cortante devido a alta velocidade do barco. Todo o passeio dentro do rio dura aproximadamente 20 minutos. Pouco, porém vale a pena cada centavo dos R$ 198 investidos (um pouco salgado, né? Mas economize um pouquinho em outras coisas para não deixar esse passeio de lado). 
No retorno, você pode ver fotos e vídeos feitos por um dos profissionais que nos acompanham no percurso. O vídeo como o que está acima foi feito por eles, mas o pacote infelizmente não está incluso no preço. As fotos custam R$ 40 e o vídeo (sem fotos) custa R$ 60. De qualquer forma, se você tem uma GoPro ou uma câmera a prova d’água, poderá levá-la com você e fazer suas próprias imagens. 
Se acha que é muita emoção para você, fique tranquilo: o Macuco Safari segue regras nacionais de segurança e por isso mesmo está autorizado a funcionar, inclusive transportando crianças e idosos. Na contramão, O Macuco Safari não impõe limite de idade e funcionários contam que há famílias que levam até bebês. Mas, por experiência própria, recomendo que levem crianças acima de 6 anos, que têm o mínimo de senso de aventura. 
Dá pra lavar a alma e esquecer de qualquer problema. 
VEJA ABAIXO O MAPA DE TORO O PERCURSO DO MACUCO SAFARI: 
SERVIÇOS
Para entrar no Parque Nacional Iguaçu, brasileiros precisam desembolsar R$ 34,30 (+ taxa R$ 6), a partir de 12 anos. Crianças de 2 a 11 anos e idosos pagam apenas R$ 9. 
Estrangeiros que fazem parte do Mercosul (Argentina, Paraguai, Uruguai e Venezuela) pagam R$ 46,30 (+ taxa R$ 6), a partir de 12 anos. Crianças de 2 a 11 anos e idosos pagam apenas R$ 9. 
Outros estrangeiros pagam R$ 57,30 (+ taxa R$ 6), a partir de 12 anos. Crianças de 2 a 11 anos pagam apenas R$ 9. 
Macuco Safari: adultos R$ 198; crianças e idosos R$ 99. 
Horário: diariamente (inclusive domingos e feriados), das 9h às 17h30 – Saída a cada 15 minutos. 
Telefone: + 55 (45) 3529 6262 /+ 55 (45) 3574-4244 
E-mail: comercial@macucosafari.com.br

VALEU PELA VISITA - SEMPRE VOLTE



Fonte / Fotos = msn.com / Becker Thymonthy / RoadTrio / Macuco Safari / Loumar Turismo / 

O RoadTrio viajou para Foz do Iguaçu a convite da Itaipu Binacional e da Loumar Turismo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

IGUATAMA, MINAS GERAIS - Belo, pacato, acolhedor e cheio de histórias este Porto Real

CONHEÇA A CIDADE DE "IGUATAMA", MINAS GERAIS, BRASIL
Foto - Thymonthy Becker SEJA VOCÊ BEM VINDO A CIDADE DO PORTO REAL. SEJA BEM VINDO A TRANQUILA IGUATAMA. foto - Thymonthy Becker População estimada 2016 (1) - 8.182 Área da unidade territorial 2015 (km²) - 628,200
Densidade demográfica 2010 (hab/km²) - 12,78
Código do Município 3130309
Gentílico - iguatamense
Prefeito 2017 / IVONE RODRIGUES LEITE
ORIGEM DO NOME
IGUATAMA É UM NOME DE ORIGEM INDÍGENA "IGUATERAMA" - E SIGNIFICA "ENSEADA DA MINHA TERRA", NUMA CLARA ALUSÃO À CURVA DO RIO SÃO FRANCISCO QUE FICA EM FRENTE À CIDADE.
HISTÓRICO NO INICIO DO SÉCULO PASSADO, O GOVERNO IMPERIAL DETERMINOU A ABERTURA DE UMA ESTRADA QUE LIGASSE OS SERTÕES DE GOIÁS, TRIÂNGULO E OESTE DE MINAS ÀS CAPITAIS DA PROVÍNCIA E DO IMPÉRIO. NO LOCAL ONDE A MESMA CRUZOU O SÃO FRANCISCO, MANDOU INSTALAR UMA BALSA E JÁ EM 1830, HAVIA ALI TAMBÉM UM POSTO FISCAL. OS VIAJANTES PERNOITARAM AS MARGENS DO SÃO FRANCISCO, ONDE MUITOS …

VIRGINÓPOLIS, MINAS GERAIS - Alem da festa da Jabuticaba que acontece anualmente, a cidade possui uma das maiores escadarias de igreja do mundo, com mais de 500 degraus

CONHEÇA A CIDADE DE "VIRGINÓPOLIS", MINAS GERAIS, BRASIL A cidade é regionalmente conhecida pela tradicional Festa da Jabuticaba, que ocorre anualmente em setembro. Um aspecto interessante é que, apesar da festa, a cidade não se configura como grande produtor da fruta.  Outro aspecto cultural interessante é a presença da Capela de Nossa Senhora do Patrocínio, que possui uma das maiores escadarias de igreja do mundo, com mais de 500 degraus, construídos pelos próprios moradores da cidade em mutirões realizados no fim da década de 1980.  CASARÃO NA CIDADE DE VIRGINÓPOLIS, MG(asminasgerais.com.br) CASARÃO EM VIRGINÓPOLIS, MG (asminasgerais.com.br) CENTRO DA CIDADE DE VIRGINÓPOLIS, MG (asminasgerais.com.br) PRAÇA EM VIRGINÓPOLIS, MG (asminasgerais.com.br) VIRGINÓPOLIS, MG(asminasgerais.com.br)
CASARÃO EM VIRGINÓPOLIS, MG(asminasgerais.com.br)
PRAÇA EM VIRGINÓPOLIS, MG(asminasgerais.com.br)
RUA CENTRAL DA CIDADE DE VIRGINÓPOLIS, MG(asminasgerais.com.br)
UMA DAS MAIORES ESCADARIAS …

CONHEÇA OS LUGARES QUE VOCÊ (NÃO) DEVERIA VISITAR - Seja bem-vindo aos lugares mais bonitos e intocados da Terra. Infelizmente, você não pode visitá-los – a maioria deles está dentro de áreas proibidas e não recomendadas pelo governo dos Estados Unidos e da Inglaterra. Alguns desses locais não são inteiramente fechados, mas a viagem até lá é perigosa. Para garantir sua segurança e matar a curiosidade, selecionamos as melhores fotos de cada um deles

CONHEÇA OS LUGARES QUE VOCÊ NÃO DEVERIA VISITAR
ÁREAS PROIBIDAS PARA VOCÊ TURISTAR Seja bem-vindo aos lugares mais bonitos e intocados da Terra. Infelizmente, você não pode visitá-los – a maioria deles está dentro de áreas proibidas e não recomendadas pelo governo dos Estados Unidos e da Inglaterra. Alguns desses locais não são inteiramente fechados, mas a viagem até lá é perigosa. Para garantir sua segurança e matar a curiosidade, selecionamos as melhores fotos de cada um deles (© Richard Bradford/Shutterstock)
01 - AFEGANISTÃO Todo o turbulento país é classificado como não-seguro para visitação pelos Estados Unidos, sendo que várias de suas regiões estão dentro da zona vermelha do Ministério das Relações Exteriores da Inglaterra (FCO), incluindo o estonteante Corredor de Wakhan. Compreendendo uma área do nordeste do Afeganistão até o Tajiquistão, Paquistão e China, esse é um dos cantos mais remotos do mundo. As caminhadas por aqui não são fáceis, mas os mais audaciosos verão paisagens…

CARRANCAS, MINAS GERAIS - Um pequeno paraíso conhecido como Terra das Cachoeiras pois possui mais de 120 quedas d'água na Estrada Real. Considerada um dos novos pólos de Ecoturismo, é um lugar ideal para a prática de Montain Bike, Trekking e outros esportes que lhe propiciam o contato com a natureza. Tem o grande poço da esmeralda, além das grutas da toca e da cortina, ainda pode-se observar pinturas rupestres e um escorregador com cerca de dez metros que termina com um divertido mergulho.

CONHEÇA A CIDADE DE "CARRANCAS", MINAS GERAIS, BRASIL

MUITO BEM VINDO AO PARAÍSO. BEM VINDO A CARRANCAS. MINAS EH ISTO E MUITO MAIS. imagem "?" Com mais de 50 cachoeiras, a cidade está voltada para o ecoturismo – suas belas paisagens frequentemente servem de cenário para novelas. Há quedas d’água de fácil acesso, mas as mais bonitas ficam escondidas na mata fechada, aonde só se chega por trilhas (que devem ser percorridas com a ajuda de guia). Entre novembro e março, a chuva torna as cachoeiras perigosas. A maioria das pousadas está próxima de grutas e cachoeiras, e muitas têm piscinas naturais. Foto - ?
POÇO DO CORAÇÃO
O acesso é tranquilo: pegue a Estrada para Itutinga, entre à esquerda após a primeira ponte para chegar ao Complexo da Toca. O carro fica na portaria, e você segue a trilha até o para o escorregador (é bom ponto para banho, ao lado da Gruta da Toca). A partir dele, suba margeando o rio: há vários poços e pequenas quedas até a principal atração local, a …

REPRESA DE FURNAS, SÃO JOSÉ DA BARRA, MINAS GERAIS - Em 1963 fecharam o túnel que criou praias, formou cânions, inundou vilarejos mudando para sempre a história de 34 cidades mineira e formando o espetacular “Mar de Minas”

CONHEÇA A "REPRESA DE FURNAS", SÃO JOSÉ DA BARRA, MINAS GERAIS, BRASIL foto - Thymonthy Becker No dia 9 de janeiro de 1963 o túnel que desviou o curso do rio Grande para a construção da Usina de Furnas foi fechado e as águas que formaram um dos maiores reservatórios do mundo, criou praias, formou cânions e cachoeiras inundou vilarejos e mudou para sempre a história dos 34 municípios que ficam ao longo dos 1.440 km2 de extensão do Lago de Furnas. (Thymonthy Becker) A sede do município de Guapé ficou praticamente submersa, o que levou à construção de uma nova sede em local definido pela população. O distrito de São José da Barra, então pertencente a Alpinópolis e emancipado em 1994, ficou integralmente debaixo das águas e deu lugar à "Nova Barra", que a pedido do padre Ubirajara Cabral, pároco local, foi construída pela Central Elétrica de Furnas na forma de um banjo. (Thymonthy Becker) A maioria dos municípios possuía vocação agropecuária, mas com o alagamento das ár…

SERRA DO NAVIO, AMAPÁ - A História da Serra do Navio remonta aos anos 1950. A região era rica em manganês e outros minérios. Por isso, a brasileira ICOMI, com sede em Belo Horizonte e atuação em Minas Gerais, foi escolhida para explorar o minério e construir a vila operária, que daria origem à cidade de Serra do Navio. Cada vila tinha 330 casas, prédios coletivos (escolas, hospitais, refeitórios), abrigando até 1.500 pessoas, entre trabalhadores e familiares. Tinha ruas largas, postes de concreto para a fiação elétrica e telefônica, calçadas, parques, clubes com piscina, quadras esportivas, restaurante e lanchonete, drenagem de águas das chuvas e tratamento de água e esgoto. Todas as casas tinham mais de 90m² e contavam com saneamento e energia elétrica, proveniente de geradores da ICOMI.

CONHEÇA A CIDADE DE "SERRA DO NAVIO", AMAPÁ, BRASIL CONHEÇA A FAMOSA "LAGOA AZUL" DE SERRA DO NAVIO, AP A história da Lagoa Azul se mistura à criação da Serra do Navio e à atividade de exploração na década de 1950 A Amazônia é conhecida pelos rios, igarapés e cachoeiras. Mas, a maioria das pessoas nem imaginam que aqui existam lagoas de águas azul turquesa. A 208 quilômetros de Macapá, capital do Amapá, fica a Lagoa Azul, um paraíso que nasceu de uma mina abandonada. O lugar fica próximo à Vila Serra do Navio, cidade criada na década de 1950 para abrigar os trabalhadores de uma empresa de mineração. A lagoa azul e o passado da história da Serra do Navio estão entrelaçados. De acordo com a prefeitura da cidade, a cor marcante da lagoa, em tom azul anil, acontece por conta dos minérios da região especialmente o carbonato de manganês. O lugar era uma mineração. Hoje é possível chegar até lá através de trilhas ou de carro. A região é cercada por uma floresta tropical. O…

SÃO GONÇALO DO PARÁ, MINAS GERAIS - Aqui, na cidade dos doces, ainda se fabrica e vende doce de goiabada na caixinha de madeira

CONHEÇA A CIDADE DE "SÃO GONÇALO DO PARÁ", MINAS GERAIS, BRASIL
SÃO GONÇALO DO PARÁ É A TERRA DO DOCE. AQUI SE FABRICA DOCES DA MELHOR QUALIDADE, QUE SÃO DISTRIBUÍDOS POR TODO O BRASIL. AQUI TAMBÉM, EH A UNICA FABRICA DO BRASIL QUE AINDA FABRICA DOCE DE GOIABADA EM CAIXINHAS DE MADEIRA. (CONTRARIANDO A MÚSICA DE DUDU NOBRE) foto -PMSGP AQUI A ESCOLA ESTADUAL BENEDITO VALADARES foto - Dejair TERMINADAS AS CONSTRUÇÕES NO RIBEIRÃO, PARA LÁ SE TRANSFERIRAM EM 18 DE DEZEMBRO DE 1723. ENTRONIZARAM NUMA CAPELA RECÉM-CONSTRUÍDA A IMAGEM DE SÃO GONÇALO DO AMARANTE, QUE TRAZIAM EM SUAS BAGAGENS. ERA O SANTO A QUEM OS PORTUGUESES TINHAM UMA GRANDE DEVOÇÃO. FELIPE PROLONGOU SUAS ANDANÇAS E CHEGOU A UM LOCAL COM UMA GRANDE RESERVA DE MADEIRA DE LEI. NESTE LOCAL, INICIARIA A FORMAÇÃO DO PRIMITIVO ARRAIAL, QUE FUTURAMENTE LEVARIA O NOME DE SÃO GONÇALO DO PARÁ. EM 1735, DERAM POR ENCERRADAS TODAS AS CONSTRUÇÕES, INCLUSIVE DE UMA CAPELA COM A IMAGEM DE SÃO GONÇALO DO AMARANTE. HOUVE A SUGESTÃO DE SE…

HAVANA, SALINAS, MINAS GERAIS - Podia-se ver as pessoas indo à igreja, praça e mesmo para suas casas, porque não havia muros nem cercas. Como se o lugar fosse uma grande praça

CONHEÇA A COMUNIDADE DE "HAVANA", SALINAS, MINAS GERAIS, BRASIL foto - (acima) Thymonthy Becker AQUI PODEMOS VER A IGREJA E A PRAÇA DESTA. ESTE CALÇAMENTO NA FRENTE EH A RODOVIA, QUE NA PASSAGEM PELO DISTRITO EH TODA CALÇADA COM PEDRAS TIPO LAJOTAS.
O DISTRITO DE HAVANA PERTENCE A CIDADE DE SALINAS E FICA NO NORTE DAS MINAS GERAIS
O DISTRITO FICA AS MARGENS DA RODOVIA QUE LIGA TAIOBEIRAS A NOVORIZONTE foto - Thymonthy Becker O DISTRO TEM -0- (ZERO) HABITANTES.
HAVANA ESTA À 760 QUILÔMETROS DA CAPITAL FEDERAL
ESTÁ À 625 QUILÔMETROS DA CAPITAL MINEIRA
ESTÁ À 710 QUILÔMETROS DE DIVINÓPOLIS
HISTÓRICO A história do distrito está ligada a história da cidade de Novorizonte que foi criada em 1.995 (a mais nova das minas gerais)
Havia dois distritos de Salinas, MG. Um deles o distrito de Havana.
Um fazendeiro interessado na construção de uma igreja em homenagem a nossa senhora da conceição, se uniu a outros e numa grande chapada construíram a tal igreja. (hoje a cidade de Novorizonte). Es…

QUEIJO MINAS, PATRIMÔNIO CULTURAL - Uma potência da gastronomia brasileira inserida na cultura do que eh ser mineiro

CONHEÇA O "QUEIJO MINAS", PATRIMÔNIO CULTURAL E IMATERIAL O MODO ARTESANAL DA FABRICAÇÃO DO QUEIJO EM MINAS GERAIS FOI REGISTRADO QUINTA-FEIRA (15/05/2008) COMO PATRIMÔNIO CULTURAL IMATERIAL BRASILEIRO PELO CONSELHO CONSULTIVO DO INSTITUTO DO PATRIMÔNIO HISTÓRICO E ARTÍSTICO NACIONAL (IPHAN). foto ? NÃO ESTAMOS FALANDO DAQUELE QUEIJO MINAS TIPO FRESCAL, BRANQUINHO EMBALADO EM ÁGUA, MAS SIM, DO TÍPICO QUEIJO MINEIRO, MAIS FIRME COM CASQUINHA AMARELADA. foto ? O TIPO PERFEITO DE QUEIJO PARA COMBINAR COM GOIABADA. ESSE MODO DE PREPARAR O QUEIJO DATA DESDE O INÍCIO DA COLONIZAÇÃO, DURANTE A EXPLORAÇÃO DO OURO. COMO NA ÉPOCA, NÃO EXISTIAM FORMAS DE CONSERVAÇÃO DO LEITE, FOI INICIADA A PRODUÇÃO DE QUEIJOS PARA QUE EVITASSEM A PERDA DO ALIMENTO. foto ? FEITOS DE FORMA ARTESANAL, OS QUEIJOS NECESSITAM DE MUITO CUIDADO DURANTE O SEU MANUSEIO, UMA VEZ QUE O ELEMENTO QUE DARÁ SABOR, CONSISTÊNCIA FIRME CARACTERÍSTICA AO PRODUTO É O LEITE CRU. EM OUTRA ETAPA A ATENÇÃO DEVE SE VOLTAR PARA O …

RECREIO, MINAS GERAIS - Aqui você encontrará cachoeiras com queda d'água de aproximadamente 20 metros de altura, piscinas naturais para adultos, tobogã (formado pelas pedras), vegetação nativa com ampla área verde pra você curtir suas férias em Recreio

CONHEÇA A CIDADE DE "RECREIO", MINAS GERAIS, BRASIL


foto - ? foto - ? foto - ? BEM VINDO A RECREIO / CIDADE DO MENINO DEUS
foto - ? Trens de minério com pelo menos três locomotivas diesel da FCA passam pela linha nas ruas da cidade de Recreio, Minas Gerais, paisagem não atípica de várias cidades por onde a velha Leopoldina construiu suas linhas. "Tudo isto no meio da rua, disputando espaço com pessoas, bicicletas, motocicletas e carros, um perigo danado (e um convívio pacífico, por mais incrível que possa parecer)" foto - Estaçoesferroviarias.com.br
Menino mijando na Praça Botafogo em recreio, Minas Geraisfoto - Cidades do meu Brasil RECREIO OFERECE MUITAS OPÇÕES DE TURISMO, LAZER E DESCANSO. SEU PONTO TURÍSTICO MAIS FREQUENTADO É A CACHOEIRA DOS MONOS, QUE ATRAI VISITANTES PELA LIMPIDEZ DE SUAS ÁGUAS E PELA VARIEDADE DA FLORA E DA SUA FAUNA. Carroça de Boi em tamanho natural em Recreio, Minas Gerais foto - Cidades do meu Brasil AQUI VOCÊ ENCONTRARÁ, CACHOEIRAS COM QUEDA D…