Pular para o conteúdo principal

ÁGUA BRANCA, ALAGOAS - Turismo de aventura com trilhas do cangaço, cachoeiras, esportes radicais e um centro histórico apaixonante




CONHEÇA A CIDADE DE "ÁGUA BRANCA", ALAGOAS, BRASIL
Foto - PMAB
ÁGUA BRANCA, ALAGOAS - DESCUBRA, CONHEÇA E APAIXONE
Do artesanato a culinária regional, comércio e turismo, diversos segmentos para receber bem o turista, para que os visitantes possam conhecer e desfrutar das maravilhas da região serrana. 
Apostando no circuito do frio, que atrai turistas de cidades vizinhas e outros destinos de Alagoas, o município se prepara para melhor recepcionar seus visitantes. Além das pousadas existentes, moradores e proprietários de imóveis interessados em hospedar turistas, contam com a assessoria do programa Casa e Café, do Sebrae, especializado em treinamentos para adequação da estrutura de receptivos.
Foto - PMAB
A Prefeitura também programa disponibilizar áreas para camping, além de divulgar orientações sobre roteiros alternativos de hospedagem, em cidades vizinhas. 
Para o turista que visitar Água Branca a Prefeitura programa oferecer uma série de atrativos, como trilhas ecológicas por roteiros do cangaço, caminhadas por serras e outros passeios inesquecíveis, tendo como cenário o casario histórico da região.
Foto - PMAB
População estimada 2016 (1) - 20.422
Área da unidade territorial 2015 (km²) - 468,846
Densidade demográfica 2010 (hab/km²) - 42,62
Código do Município 2700102
Gentílico - água-branquense
Prefeito 2017 / JOSÉ CARLOS DE CARVALHO
ORIGEM DO NOME
O topônimo Água Branca é proveniente do fato de haver, ali, uma fonte de água muito clara. 

Gentílico: água-branquense
Histórico
Água Branca 
Alagoas - AL
HISTÓRICO 
O território de Água Branca, em meados do século XVII, fazia parte das sesmarias que compreendiam também os atuais municípios de Mata Grande, Piranhas e Delmiro Gouveia. 
Para diferenciar de Mata Grande, do qual durante muito tempo foi povoado, chamou-se primitivamente Mata Pequena ou Matinha de Água Branca.
A penetração em terras do município deve-se a três irmãos de família Vieira Sandes, vindos de Itiúba, povoação do Rio São Francisco. 
Atraído pelas boas pastagens oferecidas pela zona da caatinga, e pela riqueza da região serrana, o capitão Faustino Vieira Sandes desbravou o município, instalando uma fazenda de gado. 
Gentílico: água-branquense
Foto - PMAB
CASA DO BARÃO DE ÁGUA BRANCA EM ÁGUA BRANCA, AL
Casa de nº 01, situada à Rua Barão de Água Branca onde residiu o Capitão-Mor Joaquim Antônio de Siqueira Torres (Barão de Água Branca). 
O Capitão-Mor Joaquim Antônio de Siqueira Torres, recebeu do Papa Leão XIII, a comenda de São Gregório por ter construído no ano de 1871, com recursos próprios, a Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição, um dos mas belos templos do Estado de Alagoas e ter ordenado a padre dois filhos: Pe. Cícero de Siqueira Torres e Joaquim Antônio de Siqueira Torres. Recebeu também do imperador D. Pedro II o título honorifico de Barão de Água Branca. Preocupado com a educação dos filhos , formou em Direito o Bacharel Miguel Archanjo de Siqueira Torres, que exerceu o cargo de Juiz de Direito desta Comarca, o Engenheiro Agrônomo Antônio Vieira Torres, que foi Coletor Federal no município e o Engenheiro Luiz de Siqueira Torres, que exerceu mandatos de senador e vice-governador do Estado de Alagoas.
Foto - PMAB
CENTRO HISTÓRICO DE ÁGUA BRANCA, ALAGOAS
O Centro histórico da cidade é representado pelas Igrejas, Casarios, Casa do Barão de Água Branca, Praça de Nossa Senhora do Rosário, Praça da Matriz e Praça Fernandes Lima. Este conjunto arquitetônico é um dos maiores atrativos. Além da beleza é realmente uma grande obra de arte. Pois possui na sua arquitetura o estilo Barroco e Colonial 
Fonte: Por Edvaldo de Araújo Feitosa
Foto - PMAB
Foto - PMAB
Foto - PMAB
Foto - PMAB
IGREJA DE NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO DE ÁGUA BRANCA, AL
(1º construção feita em plena mata) equidistante de três núcleos de povoamento: Várzea do Pico, Olaria e Boqueirão, construída no ano de 1770 pelo Major Francisco Casado de Melo, apresentando características do Século XVII, isto é: fachada com frontão triangular, telhado a beira-seveira. Na parte interna destaca-se um arco cruzeiro com capitéis elegantes, chave em ogiva e altares laterais com detalhes em madeira ao seu redor. 
Possui para a devoção de seus fiéis as imagens de: 
Santo Antônio - Século XIX, com grande resplendor em prata 
Nossa Senhora das Dores - Século XIX 
Nossa Senhora da Apresentação - Século XIX 
São Sebastião Popular 
Nossa Senhora do Rosário, com menino vestido, princípios do Século XIX, formando assim um patrimônio religioso de grande valia.
Foto - PMAB
IGREJA MATRIZ DE NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO DE ÁGUA BRANCA, AL
De estilo barroco, foi construída no ano de 1871 (Século XIX), pelo Capitão-mor, Joaquim Antônio de Siqueira Torres (Barão de Água Branca) com uma área de 1.100 m² .Sua beleza encantadora nos faz dizer principal cartão postal da cidade. 
No seu interior encontramos as imagens de: 
São José - com resplendor dourado. 
São João Menino. 
Senhor dos Passos. 
São Joaquim - Com rico resplendor dourado. 
Senhor Morto - em talha bastante simples com braços móveis. 
Santa Ana com Nossa Senhora Menina - Século XIX 
Nossa Senhora da Soledade - Século XIX 
Nossa Senhora da Conceição - com coroa de prata. (padroeira deste município) 
Estas imagens foram esculpidas pelo imaginário Antônio Pedro da cidade de Penedo estado de Alagoas. O maior evento cultural / religioso desta cidade acontece no dia 08 de dezembro de cada ano subseqüente (Festa da Padroeira Nossa Senhora da Conceição) e também aniversário do seu benfeitor (Barão de Água Branca)
Foto - PMAB
Foto - PMAB
ARTESANATO EM ÁGUA BRANCA, AL 
Madeira
Encontramos miniaturas de móveis, carros, jangadas, peão (brinquedos), colheres de pau, gamela, cachimbo, casas, pilão, cabides, (utensílios), quadros, estátuas (obra-de-arte) em diversos tamanhos. Os artesãos que com seu talento, transformam a madeira em obra de arte, pela técnica de esculpir, utilizando ferramentas simples como: serrote, formão, martelo e estilete são: Cristiano Guimarães, Daniel e Claudionor Guimarães da Silva (Nozinho)
Foto - PMAB
Tecido
A diversidade é grande. Pois no artesanato em tecido temos: pontos de cruz, singeleza, rendas, bordados, tricô e crochê, que são produzidos em toalhas, panos de prato e colchas. Nas comunidades (Tinguí, Lagoa do Feijão, Sítio Covões, Salgadinho, Papa Terra, Alto dos Coelhos, Várzea do Pico). Na cidade encontramos vários artesãos, que contribuem para o desenvolvimento artesanal deste município.
Foto - ?
Tela
Nas artes plásticas, pinturas de cartazes (tela) destacamos os artistas da terra que na maioria das vezes expõem os seus trabalhos nas feiras de ciências e culturas organizadas pelas escolas e município. Destacamos alguns nomes desta arte: Gilberto (Gil Artes) Reginaldo Enoque dos Santos, Reginaldo Medeiros, Egídio Sandes e Maria Cristiane Lima de Souza (Ana)
Foto - ?
Couro
Até hoje esse trabalho é feito nos moldes tradicionais da cultura popular desse povo. 
Na cidade existem cinco tendas. Duas situadas à rua São Bento s/n, uma pertencente ao artesão Sr. Severino Batista de Oliveira e outra ao Sr. Jean Araújo da Silva (toquinha). Duas situadas à rua Cônego Nicodemos s/n, uma pertencente ao Sr. José de Augusto e a outra ao Sr. Mauro Raimundo Gomes, e outra situada à rua Sto Antônio pertencente ao Sr. Manuel de Aia, que produzem os seguintes produtos: alpargatas, sandálias, chapéus cintos e sapatos.
Foto - ?
Na comunidade Tabuleiro que fica uma distância de aproximadamente 8Km da cidade, encontramos os artesãos: Hélio Eduardo da Silva, João Eduardo da Silva e as artesãs: Auxiliadora da Conceição Dias e Maria Creuza da Conceição que produzem: cintos, selas e arreios para animais.
Foto - ?
Porcelana Fria
Assim chamamos os produtos de um trabalho artesanal em que os artesãos utilizam como matéria prima: maisena, vaselina, água e tinta de tingir tecido, que são produtos de fácil aquisição no comercio local.
Na cidade existem as artesãs que são: Jane, Salete Zuza, Sandra, Sandra Regina, Cíntia Daniela, que são as pioneiras nessa arte.
Foto - ?
Bijuterias
Inovação artesanal que possui um futuro promissor pela inovação das peças produzidas e pelo preço acessível. 
Na cidade encontramos a artesã Srª Márcia Freire que procura em outros centros comerciais, pedras preciosas e utensílios que o suporte a confecção dos produtos.
Foto - ?
Palha de Ouricurizeiro e Bananeira 
O artesanato em palha é produzido em simples residências nas comunidades da Serra do Ouricuri, Serra das Viúvas, Sítio Baixa do Pico e Várzea, que ficam a uma distância de aproximadamente 4Km da cidade. Os produtos são: bolsas, chapéus, vassouras, tapetes, esteiras e abanos, que são colocados em feiras populares da região. A matéria prima utilizada na confecção desses produtos são: palhas de ouricurizeiro (planta da família das palmáceas) e palhas de bananeiras (planta da família das musáceas) que após cortadas sofrem um processo de secagem natural para extração da umidade.
As artesãs que com toda simplicidade fazem dessa arte o seu meio complementar de sobrevivência são: Maria José de Araújo, Maria do Carmo de Araújo e Maria de Lourdes da Conceição.
Foto - ?
Cipó
O artesanato em cipó está centralizado nas comunidades: Serra do Paraíso, Serra da Laranjeira e Sitio Baixa do Pico que ficam a uma distância de aproximadamente 4Km da cidade. Os produtos são: cestas, caçuá, caqueiras, cadeiras, balaios etc. A matéria prima utilizada na confecção destes produtos é o cipó (planta da família das sarmentosas ou trepadeiras) existentes nas serras da região hoje ameaçado de extinção por não haver interesse em planejar o seu cultivo. Sobrevivem desta obra de arte a artesã "Dona Jú" e os artesãos: Abel Rufino dos Santos, José Lima dos Santos e Valdomiro dos Santos.
Foto - ?
Barro
O artesanato em barro é uma arte milenar conhecida desde os tempos mais remotos. No município de Água Branca existem as comunidades: Sítio Olaria, Sítio Onça e Sítio Campo Verde, todas pioneiras na fabricação artesanal dos produtos em barro. Os processos de fabricação vai desde a extração do barro passando por destorroamento, peneiramento, adição do barro vermelho (para reduzir os efeitos da expansão que produz trincas nas peças queimadas), água, moldagem das peças, secagem a sobra, forno e queima. Merece destaque as artesãs: Maria Júlia da Conceição Irací Maria da Conceição, Maria São Pedro, Sebastiana dos Santos Cordeiro e Maria Vieira dos Santos.
Foto - ?
Fuchico
Atividade artesanal que consiste em aproveitar retalhos de tecidos para confeccionar o fuchico, uma linda flor de tecido com um arranjo central de miçanga.
Foto - ?
CONHEÇA MAIS DA CIDADE DE ÁGUA BRANCA, ALAGOAS
Foto - ?
TRILHA DO CANGAÇO EM ÁGUA BRANCA, AL
Foto - alagoas24horas.com.br
ESPORTES RADICAIS EM ÁGUA BRANCA, AL
Foto - alagoas24horas.com.br
TRILHA DA ILHA DA COBRA, ÁGUA BRANCA, AL
Foto - alagoas24horas.com.br
CENTRO HISTÓRICO DE ÁGUA BRANCA, AL
Foto - PMAB
ACESSO À CIDADE DE ÁGUA BRANCA, AL
Foto - ?
SERRA DO CAVALO, ÁGUA BRANCA, AL
Foto - ?
Foto - PMAB
MIRANTE EM ÁGUA BRANCA, AL
Foto - ?
VISTA PARCIAL DE ÁGUA BRANCA, AL
Foto - PMAB
Foto - PMAB
CACHOEIRA VAI E VEM EM ÁGUA BRANCA, AL
Foto - ?
ESTA EH A BANDEIRA DA CIDADE DE ÁGUA BRANCA, ALAGOAS
ESTE EH O BRASÃO DO MUNICÍPIO DE ÁGUA BRANCA, ALAGOAS
VALEU PELA VISITA, SEMPRE VOLTE



Fonte / Fotos = IBGE / Thymonthy Becker / Governo de Água Branca, AL, / Wikipédia / alagoas24horas.com.br / 


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

MERCÊS, MINAS GERAIS - Famosa por seu turismo de eventos, como o Jubileu de Nossa Senhora das Mercês, que acontece na segunda quinzena de setembro; as festividades do Carnaval; Torneio Leiteiro; e Festa da Virada, que movimentam a economia da cidade e da região.

CONHEÇA A CIDADE DE "MERCÊS", MINAS GERAIS, BRASIL SEJA MUITO BEM VINDO A CIDADE DE MERCÊS, MG. UMA CIDADE ABENÇOADA foto - Thymonthy Becker AQUI O TEMPLO DA ASSEMBLEIA DE DEUS EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker SEDE DO PODER LEGISLATIVO - CÂMARA DE VEREADORES DA CIDADE DE MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker ESCOLA MUNICIPAL EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker ESTAÇÃO RODOVIÁRIA DA CIDADE DE MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker IGREJA EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker MATRIZ DE NOSSA SENHORA DAS MERCÊS E SEU INTERIOR EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker HOMENS TRABALHANDO NO TELHADO DA MATRIZ EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker foto - Thymonthy Becker NA HORA CERTA foto - Thymonthy Becker INTERIOR DA MATRIZ EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker INTERIOR DA MATRIZ EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker INTERIOR DA MATRIZ EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker INTERIOR DA MATRIZ EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker INTERIOR DA MATRIZ EM MERCÊS, MG

CASTELOS ABANDONADOS PELO MUNDO - Conheça fortalezas esquecidas, belíssimos castelos, outrora habitados por reis e príncipes, hoje estão abandonados ao redor do mundo

CONHEÇA OS CASTELOS QUE JÁ FORAM HABITADOS POR REIS E HOJE ESTÃO ABANDONADOS PELO MUNDO CASTELO DE DUNNOTTAR, PERTO DE STONEHAVEN, ABERDEEMSHIRE, ESCÓCIA  Em cima de uma rocha no Mar do Norte, o Castelo de Dunnottar é mais conhecido como o lugar em que eram escondidas as joias da coroa escocesa – A honras de Escócia -, quando Oliver Cromwell invadiu o país em 1650. O lugar foi construído no século XIV  CASTELO DUNLUCE, CONDADO DE ANTRIM, IRLANDA DO NORTE  O castelo foi construído sobre uma rocha de basalto no distante norte da Irlanda, ainda no século VXIII. Mas hoje só restam as ruínas do que foi erguido no século XVI. Dunluce foi o lar de Earl de Antrim até ele ser derrotado por apoiar o rei Católico Jaimes II contra o Protestante William III, na batalha de Boyne, em 1690. Depois disso, o castelo foi se transformando em ruínas. O lugar é cercado por pedras íngremes por todos os lados e só pode ser alcançado por uma ponte. No século XVIII, uma das paredes da ala norte caiu no mar, mas …

CONHEÇA "MACUCO SAFARI" O PASSEIO DE BARCO DENTRO DAS CATARATAS DO IGUAÇU, PARANÁ - Imagine pegar um barco inflável, mas com um motor potentíssimo, e encarar uma das quedas d’água? Foi o que eu fiz! É possível pagar e agendar o passeio na hora e, dependendo da quantidade de turistas, você pode embarcar no mesmo momento

CONHEÇA O "MACUCO SAFARI", UM PASSEIO DE BARCO DENTRO DAS CATARATAS DE IGUAÇU, NO PARANÁ

Estive em Foz do Iguaçu, no Paraná, a convite da Itaipu Binacional. Entre os passeios mais especiais no local sem dúvidas foi o Macuco Safari, que acontece do lado brasileiro do Parque Nacional do Iguaçu. Do lado argentino, um passeio similar conhecido como Aventura Náutica é famoso por ser mais radical.  Imagine pegar um barco inflável, mas com um motor potentíssimo, e encarar uma das quedas d’água? Foi o que eu fiz! É possível pagar e agendar o passeio na hora e, dependendo da quantidade de turistas, você pode embarcar no mesmo momento. Para proteger suas coisas, é possível guardá-los em armários disponíveis no front desk ou então no último estágio do passeio, antes de entrar de fato no barco que te leva até as cataratas. Os armários são grandes e, se não estiverem carregando muita coisa, ele acomoda pertences de 3 pessoas.  COMEÇA A AVENTURA PELAS CATARATAS DO IGUAÇU  O Macuco Safari a…

CÂNION DO FUNIL - O extremo oeste de Minas Gerais aos poucos vem se revelando. Como é possível uma porção tão pequena de um estado tão grande apresentar tantas possibilidades de exploração? Lentamente nosso foco vai se movendo para o lado mineiro da força.

CONHEÇA O "CÂNION DO FUNIL", PRESIDENTE KUBITSCHEK, MINAS GERAIS, BRASIL A natureza favoreceu um dos mais belos cartões postais das Minas Gerais, o Cânion do Funil. Sendo um dos principais atrativos da região de cerrado, o local é marcado pela fauna e flora. Sua paisagem única é composta de serras, cachoeiras, riachos e cascatas que encantam a todos os turistas, formando uma belíssima paisagem misturada à sua vasta vegetação nativa.  Tamanha a beleza do lugar, que foi um dos lugares escolhidos recentemente para a gravação de 1 Minissérie e 2 Filmes Longa Metragens. O local, que é herança de família a mais de 100 anos, atualmente é gerenciado pelo proprietário Fabiano que também é guia no local. Por ser uma área particular, o local vem sendo cuidado e preservado a aproximadamente 6 anos. Sendo proibida a pesca, e a caça de animais nativos da região, e possível encontrar várias espécies ameaçadas de extinção no local, um exemplo é a águia-chilena (Geranoaetus melanoleucus). (c…

ESTRELA DALVA, MINAS GERAIS - Cidade encantadora e acolhedora, Simples, mas humanizada graças ao seu povo gentil. Tem um restaurante do Paulo Roberto e uma pousada do Paraná que é um verdadeiro calor em atendimento

CONHEÇA A CIDADE DE "ESTRELA DALVA", MINAS GERAIS, BRASIL Cidade encantadora e acolhedora, Simples, mas humanizada graças ao seu povo gentil. Simplesmente quem conhece não esquece e quer sempre voltar. Tem um restaurante do Paulo Roberto e uma pousada do Paraná que é um verdadeiro calor em atendimento.  Estrela Dalva, MG (Prefeitura Municipal) HINO DE UM FILHO PARA A CIDADE Estrela Dalva Oh, terra de minha vida, minha Estrela querida; brilhante, linda, altaneira, em nossa terra Mineira! Natureza exuberante, que encanta quem te conhece... Estrela Dalva: um recanto de paz! Um canto de amor em prece! Autor: Paulo Marcelo Ribeiro de Araujo, cantor, compositor e poeta, natural de Estrela Dalva, MG  Por: Paulo Marcelo  Prefeitura Municipal de Estrela Dalva, MG (Raymundo P. Netto) Câmara de Vereadores de Estrela Dalva, MG (Raymundo P. Netto) Pórtico de entrada da cidade de Estrela Dalva, MG (Raymundo P. Netto) Igreja do Divino Espírito Santo da Comunidade de Água Viva em Estrela Dalva, MG…

FAROL DE ALEXANDRIA, ALEXANDRIA, EGITO - Uma das 7 maravilhas do mundo eh uma obra colossal

CONHEÇA O "FAROL DE ALEXANDRIA", ALEXANDRIA, EGITO A cidade de Alexandria foi fundada por Alexandre, o Grande, e tem muito mais a oferecer além de sua história e curiosidades. Localizada na costa mediterrânica do Egito, é conhecida mundialmente pelos seus pontos turísticos, como a Biblioteca de Alexandria, o Farol de Alexandria (uma das sete maravilhas do mundo antigo) e as Catacumbas de Kom el Shoqafaw (uma das sete maravilhas do mundo medieval). Outras atrações envolvem visitas à museus, jardins, mesquitas e ruínas antigas que contam a história de seu passado. O Farol de Alexandria é uma das sete maravilhas do mundo antigo. Foi construído para servir de referencial para os navegantes, na Ilha de Faros. Para servir de entrada no porto e informar os navegantes da proximidade de terras, Ptolomeu mandou construir o Farol de Alexandria. Este tinha lugar na Ilha de Faros e, por causa do nome da ilha, todas as construções até hoje, com o mesmo objetivo, são chamadas de farol. O e…

PORTO COVO, LISBOA, PORTUGAL - Uma vilinha encantadora de pouco mais de mil habitantes, tem um ar vintage, uma combinação de sonho de casas brancas + enseadas de águas transparentes + bons restaurantes

AO SUL DE LISBOA, PORTO COVO É O MELHOR DO VERÃO EM PORTUGAL A rua principal da vila: (acima) pouco mais de mil habitantes (Bruno Barata/Reprodução) A pracinha da cidade, (abaicxo) com barracas de tererê: passeio à moda antiga (Bruno Barata/Reprodução) A Costa Vicentina é um dos segredos mais bem guardados de Portugal: um trecho de cerca de 100 quilômetros de parque natural que margeia o Atlântico de norte a sul unindo os mais bonitos trechos de litoral entre o Alentejo e o Algarve.  Uma região onde os campos de oliveiras chegam quase ao mar, as dunas desenham lindas paisagens e o mar molda baías ora pequeninas, ora extensas, sempre de areias fininhas e águas transparentes.  Casinha típica de Porto Covo: fachada branca e portas e janelas coloridas (Bruno Barata/Reprodução) A Ilha do Pessegueiro, ao sul da vila: inspiração de música (Bruno Barata/Reprodução) Porto Covo, uma vilinha encantadora de pouco mais de mil habitantes, é a primeira parada na região para quem vem de Lisboa (são cerca…

REPRESA DE FURNAS, SÃO JOSÉ DA BARRA, MINAS GERAIS - Em 1963 fecharam o túnel que criou praias, formou cânions, inundou vilarejos mudando para sempre a história de 34 cidades mineira e formando o espetacular “Mar de Minas”

CONHEÇA A "REPRESA DE FURNAS", SÃO JOSÉ DA BARRA, MINAS GERAIS, BRASIL foto - Thymonthy Becker No dia 9 de janeiro de 1963 o túnel que desviou o curso do rio Grande para a construção da Usina de Furnas foi fechado e as águas que formaram um dos maiores reservatórios do mundo, criou praias, formou cânions e cachoeiras inundou vilarejos e mudou para sempre a história dos 34 municípios que ficam ao longo dos 1.440 km2 de extensão do Lago de Furnas. A sede do município de Guapé ficou praticamente submersa, o que levou à construção de uma nova sede em local definido pela população. O distrito de São José da Barra, então pertencente a Alpinópolis e emancipado em 1994, ficou integralmente debaixo das águas e deu lugar à "Nova Barra", que a pedido do padre Ubirajara Cabral, pároco local, foi construída pela Central Elétrica de Furnas na forma de um banjo. A maioria dos municípios possuía vocação agropecuária, mas com o alagamento das áreas produtivas diversificaram suas ati…

GIETHOORN, HOLANDA - Uma cidade que parece ter saído de um cenário de filme. O lugar é uma boa oportunidade para quem estiver pelo país e quiser conhecer algo diferente, romântico, bucólico e charmoso. E as melhores - e únicas - formas de chegar ao centro são de barco, bicicleta ou a pé.

CONHEÇA "GIETHOORN" A CIDADE HOLANDESA QUE NÃO TEM RUAS Uma cidade que parece ter saído de um cenário de filme. É dessa forma que se define Giethoorn, um vilarejo na Holanda. O lugar é uma boa oportunidade para quem estiver pelo país e quiser conhecer algo diferente, romântico, bucólico e charmoso. A melhor parte é que ao se aproximar de Giethoorn, é preciso procurar um lugar para estacionar o seu carro. Você não precisará dele para explorar essa deliciosa cidade. É que lá os automóveis são proibidos de circular e as melhores – e únicas – formas de chegar ao centro são de barco, bicicleta ou a pé.  Localizada no leste da Holanda, Giethoorn (pronuncia-se “Rit-rôrn”, com ênfase nos “r”) foi fundada por refugiados no século XIII. Seus poucos habitantes viveram dias tranquilos até 1958, quando o cineasta Bert Haanstra utilizou o vilarejo como cenário para o filme Fanfare. Com o sucesso da produção cinematográfica, a cidade entrou na mira de turistas do mundo inteiro.  A CIDADE S…

BRELA, CROÁCIA - Uma pequena cidade de águas claras que entrou na lista da Forbes como uma das dez mais belas praias do mundo. Com certeza esse título não foi dado à toa. Localizada entre o mar Adriático e a montanha Biokovo, a água é tão azul que você tem a impressão que vai sair de lá tingido.

CONHEÇA "BRELA", CROÁCIA, O VERDADEIRO PARAÍSO A melhor parte de praticar Parasailing é ver as praias de cima Quem estiver cansado de ficar apenas tomando sol ou dentro da água, existem diversas opções de entretenimento O verão europeu está no auge e com ele as suas praias são invadidas pelos turistas. Ultimamente, a Croácia tem entrado com mais frequência na lista das pessoas que vão ao velho continente. Por que será? A beleza exótica do país é de deixar qualquer um de boca aberta. Porém, muitos esquecem que existem lugares até mais bonitos que as tradicionais praias da Ilha de Hvar.  O RoadTrio escolheu desfrutar de Brela, uma pequena cidade de águas claras que entrou na lista da Forbes como uma das dez mais belas praias do mundo. Com certeza esse título não foi dado à toa. Localizada entre o mar Adriático e a montanha Biokovo, a água é tão azul que você tem a impressão que vai sair de lá tingido.  As praias de Brela são rodeadas de rochas, montanhas e muita vegetação (Foto: …