terça-feira, 6 de junho de 2017

INGAZEIRA, PERNAMBUCO - Banhada pelo imponente Rio Pajeú com as tradicionais festas populares e municipais cercada de belezas únicas




CONHEÇA A CIDADE DE "INGAZEIRAS", PERNAMBUCO, BRASIL
O município de Ingazeira está inserido na grande Depressão Sertaneja, cortada pelo vale formado pelo Rio Pajeú e seus afluentes, com paisagem típica do semi-árido nordestino, caracterizada por uma superfície plana, suavemente ondulada, cortada por vales estreitos, com vertentes dissecadas. Elevações residuais, cristas e outeiros pontuam o horizonte, testemunhando a intensa erosão que atingiram o sertão nordestino desde eras geológicas anteriores. 
O município de Ingazeira encontra-se totalmente inserido na Bacia Secundária do Rio Pajeú, sendo este seu rio mais importante. 
RIO PAJEÚ QUE ABASTECE A CIDADE DE INGAZEIRA, PR (Osmano Morais Mascena)
RIO PAJEÚ QUE PASSA PELA CIDADE DE INGAZEIRA, PE (Osmano Morais Mascena)
MATRIZ DE SÃO JOSÉ DA CIDADE DE INGAZEIRA, PE (Wikipédia)
VISTA AÉREA DA CIDADE DE INGAZEIRA, PE (Osmano Morais Mascena)
PRAÇA DA CIDADE DE INGAZEIRA, PE (Ana Cristina)
CASARÃO ANTIGO EM INGAZEIRA, PE (Osmano Morais Mascena)
AVENIDA 20 DE DEZEMBRO EM INGAZEIRA, PE (Osmano Morais Mascena)
USINA EM INGAZEIRA, PE (Osmano Morais Mascena)
USINA EM INGAZEIRO, PE (Osmano Morais Mascena)
CRUZEIRO NO ALTO DO MORRO EM INGAZEIRA, PE (Osmano Morais Mascena)
ENTORNO DA CIDADE DE INGAZEIRA, PE (Osmano Morais Mascena)
HOSPITAL B.B. GALVÃO EM INGAZEIRA, PE (Osmano Morais Mascena)
VISTA PARCIAL DA CIDADE DE INGAZEIRA, PE (Osmano Morais Mascena)
PRAÇA EM INGAZEIRA, PE (Osmano Morais Mascena)
PREFEITURA DE INGAZEIRA, PE (pmi)
ENTORNO DA CIDADE DE INGAZEIRA, PE (Osmano Morais Mascena)
ZONA RURAL DE INGAZEIRA, PE (Osmano Morais Mascena)
PREFEITURA MUNICIPAL DE INGAZEIRA, PE (ferias.tur.br)
RUA CENTRAL EM INGAZEIRA, PE (pmi)
SALÃO DA FAMÍLIA PAROQUIAL DE INGAZEIRA, PE (Osmano Morais Mascena)
População estimada 2016 (1) - 4.549 
População 2010 - 4.496 
Área da unidade territorial 2015 (km²) - 243,669 
Densidade demográfica 2010 (hab/km²) - 18,45 
Código do Município 2607109 
Gentílico - ingazeirense 
Prefeito 2017 / LINO OLEGÁRIO DE MORAIS 
ORIGEM DO NOME DA CIDADE DE INGAZEIRO, PE 
O município leva o nome de uma árvore típica da região, a Ingazeira

Gentílico: ingazeirense 
Histórico 
Ingazeira Pernambuco - PE 
HISTÓRICO DA CIDADE DE INGAZEIRA, PE 
O fundador da Fazenda Ingazeira, chamava-se Agostinho Nogueira de Carvalho, que era irmão de José Nicolau, estabelecido na Fazenda Cachoeira, Espírito Santo, da família cearense do Carcará. Os filhos de Agostinho, foram: Agostinho, Dona Iná, que se casou com o coronel Francisco Miguel de Siqueira, vindo de baixo, chefe político e alta personagem, porem maléfica, por cobiça e orgulho. Morreu o coronel Francisco Miguel de Siqueira, em 1878, motivado pela queda de animal na entrada da Ingazeira quando voltava de Afogados, a qual tinha prometido exterminar. Sua filha Leopoldina de Almeida Barbosa, foi esposa do Sr. Antonio Italiano, estabelecido no Riachão, na terra que era do tenente Pedrosa, genro e sobrinho do coronel Francisco Miguel. 
Em 1820 Agostinho Nogueira de Carvalho, iniciou a construção de uma capela dedicada a São José da Ingazeira. Morrendo no ano de 1832, seu filho do mesmo nome continuou a obra. Somente em 1849 foi esta, mediante auxílio da província posta mais ou menos no ponto a que vemos hoje. Tinha sido elevada a categoria de matriz, em 1836, para a Freguesia das Cabeceiras do Pajeu. O vigário Plácido era zeloso e ativo. Os sucessores não foram tanto. No ano de 1859 passou frei Caetano que convocou a população a reconciliação, enterraram todas as armas (bacamartes, facas, etc.) todas em Poço Fundo e em cima ergueram o Cruzeiro, por traz da Igreja. O coronel Francisco Miguel desfeiteava os sacerdotes que por ali se sucediam. Insultou o padre João Vasco na igreja e este se retirou chorando e saiu do lugar. Mais tarde (1876) exigiu do padre Pedro, último vigário da ingazeira e primeiro de Afogados, que demorasse a iniciar a missa porque chegava de viagem e queria esfriar os pés e descansar o corpo. 
Ali, no meado do século XVII estiveram missionários capuchinhos do Convento da Penha do Recife, onde Antonio de Oliveira, os tinha ido buscar para sua fazenda. Andou frei Theodosio, pelo Planalto da Borborema e cabeceiras do Pajeu. Ainda hoje se vê derrabado e seco, o tronco da baraúna, debaixo da qual foi dito a primeira missa nessa região da Ingazeira. Antonio de Oliveira tinha sua fazenda na confluência do Xucuru e Parahiba, (hoje município de Monteiro-PB), possuía uma gangorra no lugar São Pedro, onde construíram uma capela. 
Gentílico: ingazeirense
ESTA EH A BANDEIRA DA CIDADE DE INGAZEIRA, PERNAMBUCO
ESTE EH O BRASÃO DO MUNICÍPIO DE INGAZEIRA, PERNAMBUCO

VALEU PELA VISITA - SEMPRE VOLTE



Fonte / Fotos = IBGE / Thymonthy Becker / Governo de Ingazeira, PE / Wikipédia / 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

POSTAGENS CAMPEÃS DE VISUALIZAÇÕES