Pular para o conteúdo principal

BOM JARDIM DE MINAS, MINAS GERAIS - Típica cidade mineira, com povo hospitaleiro, de clima ameno e muito aconchegante, traz no bojo de sua historia uma origem bucólica e religiosa com inúmeras atrações turísticas com belos visuais, cannions e matas e com uma riquíssima fauna e flora. Com uma visão de 360 ° com um visual incrível de toda a região, a Serra da Bandeira é o ponto mais alto do município, está a 1.733 metros de altitude e possui um cruzeiro em seu cume, construído em 1982. Vale a pena subir a serra. Em Bom Jardim de Minas, a abundância de nascentes que descem as montanhas esconde uma cachoeira a cada dobra de morro, os caprichosos e refrescantes recantos esculpidos pelas águas da Mantiqueira ao longo do tempo valem a visita




CONHEÇA A CIDADE DE "BOM JARDIM DE MINAS", MINAS GERAIS, BRASIL - OLHANDO DA JANELA DO TREM
Foto - Thymonthy Becker 
Foto - Thymonthy Becker 
BEM VINDO A CIDADE DE BOM JARDIM DE MINAS. PORTAL DA SERRA DA MANTIQUEIRA
foto - Thymonthy Becker
ESTA EH A IGREJA DO SENHOR DOS PASSOS. FICA DENTRO DO CEMITÉRIO.
foto - Thymonthy Becker
foto - Thymonthy Becker
foto - Thymonthy Becker
AQUI ELA VISTA BEM DE FRENTE.
foto - Thymonthy Becker
ESTA AQUI EH A IGREJA DE NOSSA SENHORA APARECIDA.
foto - Thymonthy Becker
AQUI A TORRE DA IGREJA.
foto - Thymonthy Becker
A IGREJA DE LADO.
foto - Thymonthy Becker
AQUI A IGREJA DE BOM JESUS DE MATOZINHO 
INTERESSANTE QUE ELA SE PARECE COM UM CÔMODO DE COMÉRCIO. ESTA IGREJA FICA NA MESMA PRAÇA ONDE SE ENCONTRA A IGREJA DE NOSSA SENHORA APARECIDA, QUE VOCÊ VIU ACIMA.
foto - Thymonthy Becker
AQUI A TORRE DA IGREJA DO BOM JESUS DE MATOZINHO. ELA FICA SEPARADA DA IGREJA
foto - Thymonthy Becker
AQUI AS COLORIDAS CASAS DE UMA DAS RUAS.
foto - Thymonthy Becker
AQUI UMA GRUTA QUE ESTA NA PRAÇA DA IGREJA.
foto - Thymonthy Becker
AQUI UMA OUTRA RUA DA CIDADE.
foto - Thymonthy Becker
RUA COM UMA VISÃO PARCIAL DA CIDADE
foto - Thymonthy Becker
O OUTRO LADO DA CIDADE.
foto - Thymonthy Becker
ESTE EH O EDUCANDÁRIO INFANTIL MUNICIPAL
foto - Thymonthy Becker
AQUI O CRISTO DE BRAÇOS ABERTOS ABENÇOANDO A CIDADE, SEUS VISITANTES E TURISTAS.
foto - Thymonthy Becker
foto - Thymonthy Becker
AQUI A SEDE DO PODER EXECUTIVO. - PREFEITURA - FICOU BEM LEGAL O FORMATO DO PRÉDIO.
foto - Thymonthy Becker
foto - Thymonthy Becker
A FERROVIA DO AÇO
foto - Thymonthy Becker
foto - Thymonthy Becker
UMA DAS RUAS CENTRAIS.
foto - Thymonthy Becker
AQUI UM BELO CASARÃO VERDE.
foto - Thymonthy Becker
AQUI OUTRO CASARÃO AZUL.
foto - Thymonthy Becker
MAIS UM DOS MUITOS CASARÕES QUE ESTA ACONCHEGANTE CIDADE POSSUÍ.
foto - Thymonthy Becker
RUA, PRAÇA E O CASARÃO ROSA DA ESQUINA. CENA DE CINEMA.
foto - Thymonthy Becker
VEJA AS CONSTRUÇÕES ANTIGAS DE AMBOS OS LADOS DA RUA QUE TEM UMA PRAÇA EM TODA SUA EXTENSÃO.
foto - Thymonthy Becker
VISÃO PARCIAL
foto - Thymonthy Becker
foto - Thymonthy Becker
CHEGANDO / SAINDO
foto - Thymonthy Becker
A PRAÇA DIVIDINDO A RUA.
foto - Thymonthy Becker
VEJA ESTE CASARÃO DA ESQUINA. PARECE CASA DE FAZENDEIRO DO TEMPO DO BRASIL COLÔNIA.
foto - Thymonthy Becker
RUA CENTRAL.
foto - Thymonthy Becker
OLHA A ORLA DESTA PRAÇA. MUITO BEM CUIDADA.
foto - Thymonthy Becker
VEJA AQUI A ORLA DA PRAÇA NO CONTEXTO DA RUA CALÇADA COM PEDRAS TIPO "LAJOTAS"
foto - Thymonthy Becker
A AGÊNCIA DOS CORREIOS E TELÉGRAFOS.
foto - Thymonthy Becker
OS DOIS LEÕES GUARDIÕES DA PRAÇA.
foto - Thymonthy Becker
PARTE DA PRAÇA
foto - Thymonthy Becker
ESTA PRAÇA ESTA SEM ÁRVORES, POR ENQUANTO, EU ACHO.
foto - Thymonthy Becker
VEJA AS CASAS COLORIDAS.
foto - Thymonthy Becker
ESTA CASA AZUL ESTA NA MESMA PRAÇA ONDE ESTÃO AS IGREJAS DE NOSSA SENHORA APARECIDA E A IGREJA DE BOM JESUS DO MATOZINHO. PRATICAMENTE ENTRE ELAS.
foto - Thymonthy Becker
ESTE BURRO ESTAVA NA PORTA DA IGREJA
foto - Thymonthy Becker
OLHA A RUA PRAÇA QUE LEGAL.
foto - Thymonthy Becker
AQUI PODEMOS VER O MORRO DO CAXAMBU AO FUNDO
foto - Thymonthy Becker
MAIS UMA PRACINHA
foto - Thymonthy Becker
AQUI O FLECHA DE PRATA NA PORTA DO LATICÍNIOS BOM JARDIM, ONDE FUI FAZER A MEDIÇÃO DA QUALIDADE DO AR. EH A ENGEQUISA TORNANDO A VIDA POSSÍVEL
foto - Thymonthy Becker
foto - Thymonthy Becker
foto - Thymonthy Becker
ENTORNO DA CIDADE
foto - Thymonthy Becker
foto - Thymonthy Becker
TURISMO
Foto - PMBJM
CRISTO 
No alto do morro do Caxambu á 1.370 metros de altitude de frente para a cidade está o monumento Cristo Redentor, de braços abertos abençoando a cidade e dando boas vindas aos visitantes. Construído em 1988, o monumento Cristo é tombado pelo Patrimônio Histórico Municipal. Com uma visão de 360 graus do mirante do Cristo avista várias cidades e montanhas da região um belo local para contemplação da natureza. Para os mais aventureiros, nas matas que descem da montanha possui diversas cachoeiras escondidas nas florestas com águas límpidas e cristalinas. Atrativos: Morro do Caxambu, Mirantes, Monumento Cristo e Cachoeiras.
Foto - PMBJM
CULTURAL 
No alto da colina com uma vista privilegiada da cidade se encontra a Antiga Igreja Matriz do Senhor Bom Jesus do Matozinhos construída em 1790 tombada pelo patrimônio histórico municipal, com seu vasto acervo de Imagem Sacras, próximo a Antiga Matriz temos a Gruta de pedra com a imagem de Nossa Senhora Aparecida. Na parte central da cidade temos a Capelinha de Nossa Senhora Aparecida em seu estilo neo-clássico e a Matriz do Bom Jesus de Matozinhos, onde se encontra a Imagem do Senhor Bom Jesus de Matozinhos, venerada em Bom Jardim de Minas desde 1781. Seguindo o trajeto, indo em direção ao centro histórico da cidade com seus belíssimos casarões que vão do século XVIII até o inicio do século XX, além de conhecermos o Recanto do Saber e da Experiência Dr. Celso Nardy Chaves, que foi a sede da antiga Fazenda do Bom Jardim de propriedade do fundador da cidade Coronel Antonio Correa de Lacerda. E é no centro da cidade que encontraremos o Acervo Cultural Antoninho Guido de Paula, além de diversos imóveis tombados, praças, comércios de produtos típicos como artesanatos, queijos e doces.
Foto - PMBJM
Foto - PMBJM
PACAU 
A cerca de 12 Kms da sede do município, a localidade do Pacau é local mais frio do município com suas matas de floresta ombrófila mixta, o frio tenso que ocorre na região é propícia para criação de Trutas como ocorre nos Trutários da localidade. No Pacau encontra-se também a Serra da Mira com 1.630 mts de altitude lugar perfeito para saltos de paraglider, alem da Gruta da Mira terminando no paredão da serra com uma vista privilegiada. É no Pacau que se desenvolveu os mitos folclóricos da casa mal assombrada e a luz da Serra, já havendo publicação em revistas de ufologia sobre o fenômeno. Além da Cachoeira do Pacau com 90 metros de queda descendo ao lado do maior túnel ferroviário da América Latina, o “Tunelão”, com extensão de 8.645 metros, além disso pela Serra do Pacau é que se passava o Caminho do Comércio, importante trecho que ligava as duas vias da Estrada Real. Atrativos: Serra da Mira, Gruta da Mira, Fazenda do Pacau, Cachoeira do Escorrega, Cachoeira dos Penas, Vila do Pacau, Vale de Araucárias, Recanto das Trutas, Casa mau assombrada, Pedreira do Pacau, Cachoeira do Pacau.
Foto - PMBJM
Foto - Raymundo P. Netto
PARAÍSO PERDIDO / PITANGUEIRAS 
Belíssima caminhada nas serras de Bom Jardim de Minas, este é um roteiro de maior duração, pois reúne vários tipos de atrativos: grutas, cachoeiras, mirantes e formações rochosas surpreendentes. A vegetação é densa e diversificada e nele é possível tomar refrescantes banhos de cachoeira e fazer uma bela caminhada nas montanhas da Serra do Governo com mirantes com visão para várias serras da região. Atrativos: Poço do Coração, Cercas de pedras, Cachoeiras do Paraíso Perdido, Serra do Governo, Gruta do Chapadão, Cachoeira do Geraisinho e Cachoeira das Pitangueiras.
Foto - PMBJM
TABOÃO 
Escondida no vale do Rio do Peixe o belo e charmoso distrito de Taboão possuí diversos atrativos naturais e culturais. Casarões coloniais e sua linda igreja Matriz cercados de montanhas compõe a vila. Cercado de cachoeiras no entorno da vila, foi recém criado no distrito uma Unidade de Conservação com três Cachoeiras (Crianças, Presépio e Remanso), gruta, matas e belas formações rochosas, o Parque Municipal de Taboão vem se estruturando para receber melhor os turistas que visita a localidade. Além da Serra da Bandeira o ponto mais alto do município com 1.733 metros de altitude com uma visão espetacular. Atrativos: Vila de Taboão, Matriz de São Sebastião, Parque Municipal de Taboâo (Cachoeira das Crianças, Presépio e Remanso), Complexo das Três Barras (Gruta e Cachoeiras), Rio do Peixe, Cachoeira do Joel e Serra da Bandeira.
Foto - PMBJM
TOCA DO BICHINHO via Capoeira Grande/Souza 
Este roteiro se estende no antigo ramal ferroviário Bom Jardim - Lima Duarte ás margens do Rio Grande, com uma estrada bem pavimentada este é o roteiro mais visitado do município, seus atrativos começa ás margens da estrada a partir de 2 Kms do centro da cidade. Passa pelos bucólicos vilarejos de Dois Córregos, Capoeira Grande e Souza do Rio Grande. No Souza com opção de passeio de bote no Rio Grande. Atrativos: Ponte de Ferro, Cachoeira da Fumaça, Paredão do Rio Grande, Toca do Bichinho, Buraco do Inferno (local para Rapel), Cachoeira dos Dois Córregos, Vila dos Dois Córregos, Cachoeira do Tito Venço, vista da Serra do Cruz, Vila da Capoeira Grande, Souza do Rio Grande, Pedreiras do Souza e Cachoeira do Cedro.
Foto - PMBJM
População estimada 2016 (1) - 6.648
Área da unidade territorial 2015 (km²) - 412,021
Densidade demográfica 2010 (hab/km²) - 15,78
Código do Município 3107505
Gentílico - bom-jardinense
Prefeito 2017 / SERGIO MARTINS
ORIGEM DO NOME
O TOPÔNIMO ORIGINOU-SE DO NOME DA FAZENDA BOM JARDIM, PIONEIRA DA COMUNIDADE, E DO BELO "JARDIM" NELA CONSTRUÍDO PELOS SEUS PROPRIETÁRIOS.
Bom Jardim de Minas
Minas Gerais - MG
HISTÓRICO
O território onde se acha localizado o município, foi habitado por silvícolas de diversas tribos não identificados devidamente. Em 1770, Manoel Arriaga de Oliveira, sua mulher e seis filhos, chegaram à região, fundaram uma colônia que chamaram Campo Vermelho, tornando-se os primeiros moradores do lugar. O núcleo sofreu vários ataques dos índiso, sendo morto o filho do fundador, o que provocou a mudança da família para as margens do córrego do Milho Branco, onde se formou nova povoação.
Manoel Arriaga e companheiros, receberam no novo aglomerado o patrício Antônio Corrêa de Lacerda, sua esposa Ana de Souza Guarda, espanhola, seus muitos filhos, além de outras famílias, dedicando-se à mineração, cultivo da terra e atividade pastoril. A Fazenda Bom Jardim, propriedade das famílias "Arriaga de Oliveira e Corrêa de Lacerda", liderava a evolução do arraial, denominado, em 1856, de Senhor Bom Jesus do Bom Jardim, em 1938, Bom Jardim e mudado em 1943, para Bom Jardim de Minas.
O topônimo originou-se do nome da Fazenda Bom Jardim, pioneira da comunidade, e do belo "jardim" nela construído pelos seus proprietários.
Gentílico: bomjardinense
ESTA EH A BANDEIRA DA CIDADE DE BOM JARDIM DE MINAS, MG
ESTE EH O BRASÃO DO MUNICÍPIO DE BOM JARDIM DE MINAS, MG

A GENTE SE ENCONTRA UM DIA QUALQUER EM ALGUM LUGAR DE MINAS.
ATÉ LÁ.
Fotos de minha propriedade foram tiradas em Abril / 2012 e junho / 2013

Fonte dos textos e fotos: IBGE / Thymonthy Becker / Portal do Governo de Bom Jardim de Minas / Wikipédia / bomjardimdeminas.tur.br / 



Comentários

  1. Há um erro aí, a Vila do Morangal pertence a Liberdade - MG, o ribeirão do Carvão é que faz os limites municipais entre Bom Jardim e Liberdade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Blz Bom Jardim de Minas? Já fiz a retirada do texto incorreto. Valeu pela ajuda Amigo. Abraços e tudo de bom

      Excluir

Postar um comentário

VALEU POR VIAJAR COM A GENTE

Páginas que receberam mais visitas

BAEPENDI, MINAS GERAIS - A terra de "Nhá Chica". Na natureza preservada no município estão cerca de 40% do parque ecológico do papagaio, é local ideal para fazer trilhas e acampar em paradisíacos lugares. Baependi é uma das poucas cidades que podem ser visitadas durante qualquer época do ano, sem se preocupar com a programação que irá encontrar pois, o verão é bem definido, sendo um convite para se deslumbrar com as mais de cinqüenta cachoeiras que cercam a cidade e o inverno pouco chuvoso propicia inúmeras opções para enfrentar trilhas e acampar em paradisíacos lugares

COLORADO, RIO GRANDE DO SUL - Colorado é uma pequena cidade do Alto Jacuí. Fundada por imigrantes italianos e alemães. O espetáculo, belezas naturais, cores, aromas que seduzem à primeira vista. O município tem como base da economia a produção agrícola. A região possui uma relação muito próxima com as águas e com a geração de energia elétrica, a partir da formação do maior lago artificial do Estado – os Alagados do Passo Real e da Barragem de Ernestina. Bonitas e agradáveis, as cidades proporcionam atrações diversificadas, eventos, muitas festas, gastronomia, artesanato.

REPRESA DE FURNAS, SÃO JOSÉ DA BARRA, MINAS GERAIS - No dia 9 de janeiro de 1963 o túnel que desviou o curso do rio Grande para a construção da Usina de Furnas foi fechado e as águas que formaram um dos maiores reservatórios do mundo, criou praias, formou cânions e cachoeiras, inundou vilarejos e mudou para sempre a história dos 34 municípios que ficam ao longo dos 1.440 km2 de extensão do Lago de Furnas que abrange também parte do Parque Nacional da Serra da Canastra. O Lago de Furnas, também conhecido como "O MAR DE MINAS", é quatro vezes maior que a Baía de Guanabara, no Rio de Janeiro

BRASÍLIA, DF, BRASIL - Brasília é formada por gente de todos os lugares, todas as idades e de muitas gerações. É uma mistura de sotaques do Nordeste, Sudeste, Norte e Sul do país e até de estrangeiros. Por conta de seu rápido crescimento, já é a quarta cidade mais populosa do país. A maioria dos moradores, 52%, é mulher e tem em média 30 anos. Os primeiros habitantes que chegaram a Brasília vieram, principalmente, atraídos pelos empregos na construção civil e ajudaram na construção da capital. Eles eram chamados de candangos e aqui construíram e criaram famílias

TOMBOS, MINAS GERAIS - Na cachoeira três tombos, verdadeira obra da natureza de imensurável beleza que constitui um cartão postal da cidade com 62 metros de altura. A Gruta Pedra Santa localizada no distrito de Catuné, uma obra construída pela própria natureza. Ao longo do tempo a grande pedra foi desintegrando-se e formou-se um grande salão, onde ergueu-se a capela em Honra a Nossa Senhora de Lourdes. Praças diversas, museu municipal que funciona na antiga estação ferroviária, usina hidrelétrica de Tombos e os dois distritos “Catuné” e “Água Santa” valem uma visita à cidade de Tombos

IGATU, ANDARAÍ, BAHIA - Eh uma verdadeira cidade de pedra. "Sagrada" pra quem viveu lá durante o auge do ciclo do diamante. O trajeto até a vila já é uma atração: a estrada de acesso pela BA-142 é cheia de mirantes naturais. Ao chegar, a impressão é de ter voltado no tempo, quando igatu era chamada de Xique Xique e famosa pela extração de diamantes. Hoje não há farmácias, o hospital mais próximo fica em Andaraí, a 12 km. Em outros tempos quem diria? Cabarés, cassinos, lojas, cadeia, cartório, cinema...

SERRA DO NAVIO, AMAPÁ - A História da Serra do Navio remonta aos anos 1950. A região era rica em manganês e outros minérios. Por isso, a brasileira ICOMI, com sede em Belo Horizonte e atuação em Minas Gerais, foi escolhida para explorar o minério e construir a vila operária, que daria origem à cidade de Serra do Navio. Cada vila tinha 330 casas, prédios coletivos (escolas, hospitais, refeitórios), abrigando até 1.500 pessoas, entre trabalhadores e familiares. Tinha ruas largas, postes de concreto para a fiação elétrica e telefônica, calçadas, parques, clubes com piscina, quadras esportivas, restaurante e lanchonete, drenagem de águas das chuvas e tratamento de água e esgoto. Todas as casas tinham mais de 90m² e contavam com saneamento e energia elétrica, proveniente de geradores da ICOMI.

RIO DE JANEIRO, BRASIL - Do primeiro ao último minuto do ano, não falta o que fazer, o que visitar e o que rever no Estado do Rio de Janeiro, que não por acaso ostenta o rótulo de Maravilhoso. Além das praias e de seus outros dois ícones geográficos – o Corcovado e o Pão de Açúcar – o Rio vem ganhando uma série de atrativos culturais e gastronômicos. Quem deixa a capital e percorre o litoral fluminense encontra praias de beleza raríssima. Ao norte, na Região dos Lagos, estão as dunas de Cabo Frio, as águas translúcidas e frias de Arraial do Cabo, boas para mergulho, a badalação de Búzios e as trilhas rurais de Rio das Ostras

GRAMADO, RIO GRANDE DO SUL - Faltava neve à Gramado para que ela assumisse de vez o título de “Suíça brasileira”. Não falta mais: o Snowland, primeiro parque de neve artificial indoor das Américas, trouxe esportes de inverno à cidade, que já era famosa pelas construções enxaimel (aquelas de paredes esquadrinhadas com tirantes de madeira), pelas fondues nos bons restaurantes suíços e pelo climinha gostoso da Serra Gaúcha.

CAMPO BELO, MINAS GERAIS - A primeira cidade do Brasil a ter um time de Rugby (Campo Belo Rugby - CBR) A cidade tem paisagens deslumbrantes com campos a perder de vista. Ideal para a prática de esportes de aventura, ecoturismo, esportes náuticos com várias cachoeiras, praias de água doce além da tradicional e boa comida mineira. Uma cidade tranquila, acolhedora com boas opções para hospedagem