Pular para o conteúdo principal

BANANAL, SÃO PAULO - Estância que eh um parque cultural de valor inestimável




CONHEÇA A CIDADE DE "BANANAL", SÃO PAULO, BRASIL
Uma das cidades mais ricas do Ciclo do Café, é hoje uma das bases para conhecer a bela região da Serra da Bocaina. A estrada que leva à Serra tem trechos asfaltados e, dependendo da época, pode ser percorrida por carros de passeio. As condições da via são informadas pela associação de turismo local, a Abatur, que tem sede no sobrado Aguiar Valim, no Centro Histórico.
Do rico período impulsionado pela economia do café sobraram poucos edifícios preservados na cidade. O passeio a pé pode começar na Praça da Matriz, que reúne a Igreja do Senhor Bom Jesus do Livramento, do início do século 19, um charmoso coreto e um chafariz europeu de ferro, instalado em 1880. Na mesma praça estão o Solar da Matriz, de 1811 (apenas visita externa), e o sobrado Aguiar Vallim, de 1860 - no térreo fica a Casa do Artesão, com produtos como o típico crochê de barbante. A poucas quadras, a antiga estação ferroviária é de 1889, com bela estrutura metálica importada da Bélgica.
A Casa do Artesão funciona de segunda-feira a quinta-feira e aos domingo, das 9h às 17h; sexta-feira e sábado, das 9h às 19h. Telefone: (21) 3116-1602.
SEJA VINDO A HISTÓRICA E TURÍSTICA CIDADE DE BANANAL
foto - João BC Reis
População estimada 2016 (1) - 10.821
Área da unidade territorial 2015 (km²) - 616,426
Densidade demográfica 2010 (hab/km²) - 16,58
Código do Município 3504909
Gentílico - bananalense
ORIGEM DO NOME
Bananal eh de origem indígena que vem de Banani e significa "rio sinuoso".
Gentílico: bananalense
Histórico
BANANAL SÃO PAULO 
HISTÓRICO 
Em meados do século XVII, a região era ocupada por remanescentes de tribos indígenas, semi­civilizadas, que atrairam povoadores diversos, aos quais foram concedidas sesmarias. Numa destas, seu donatário, João Barbosa de Camargo, construiu, em 1783, a primeira capela dedicada ao Senhor Bom Jesus do Livramento, doando-lhe um terreno de meia légua em quadra. 
Entre os primeiros residentes da localidade, destacou-se o Comendador Antônio Barbosa da Silva que promoveu o desenvolvimento de Bananal, cujo nome de origem indígena vem de Banani e significa "rio sinuoso". 
Alguns anos depois, a cafeicultura fortaleceu a economia da região, fazendo surgir grandes fazendas e melhoramentos públicos no núcleo urbano, tais como a implantação de um ramal e estação da Estrada de Ferro Central do Brasil. O prestígio da Câmara Municipal chegou a endossar um empréstimo do Governo Imperial junto aos banqueiros londrinos, por exigência destes. 
Com a queda do café, as lavouras foram substituídas por algodão e principalmente, a criação de gado leiteiro, principais fontes de renda atualmente.
AQUI O TRADICIONAL CORETO DA PRAÇA
foto - J. Augusto
MATRIZ DO SENHOR BOM JESUS DO LIVRAMENTO
Erguida em 1785 por João Barbosa de Camargo sua esposa, como forma de pagamento de uma promessa, a capela foi o marco inicial da cidade de Bananal. Para o melhor acesso dos fieis foi doada o terreno para a construção da nova igreja da matriz.
A nova igreja da Matriz foi construída em 1811, em estilo colonial. Em 1834 a igreja encontrava-se em péssimo estado, uma reforma foi iniciada sem o auxilio da iniciativa pública. Em 1836, a Lei Provincial nº. 9 aprovou a provisão de recursos para o arremate das terras do patrimônio da Matriz e a aplicação do dinheiro na reforma.
foto - Vicente A. Queiroz
foto - ?
IGREJA DE NOSSA SENHORA DA GLÓRIA
foto - Altemiro Olinto Cristo
IGREJA DO ROSÁRIO
foto - Altemiro Olinto Cristo
CHAFARIZ
A inauguração do Chafariz é datada em 1º de janeiro de 1880, graças à iniciativa de Alfredo Campos da Paz. Seus encanamentos e reservatórios ficaram conhecidos como “Água do Marcos”.
O Chafariz é de ferro, fornecido pela Fundição Central de Alegria & Cia., seu formato é de coluna e com adornos barrocos. Como na época Bananal não tinha água encanada, o Chafariz servia para abastecer a população da cidade.
foto - MS Romelo
ESTAÇÃO FERROVIÁRIA
Toda a estrutura da estação foi criada na Bélgica e trazida para o Brasil em parte para serem montadas na cidade. Tem cerca de 400m², é toda feita de metal, placas de aço pré-fabricadas, almofadadas, duplas, parafusadas, com dois andares, assoalho de pinho de Riga, sala de visitas e outras dependências.
A via férrea de bitola estreita foi concluída apenas no ultimo quartel do século XIX, pelos fazendeiros preocupados em ligar Bananal a Barra Mansa e Rio de Janeiro. Através da Estrada de Ferro Pedro II, eles promoveram os escoamento rápido do café de suas fazendas até o porto carioca.
Tanto a fabricação como o transporte foi financiado pelos Barões do café, vendo a necessidade de maior agilidade para o envio da produção de suas fazendas para os portos do Rio.
Eis como a estrutura foi descrita na época: “A estação a ser montada é elegantíssima e já se acha na estação do Rialto. Na verdade, e seja dito de passagem, não temos conhecimento de edifício no gênero. É ela totalmente metálica, inclusive o telhado, de chapas almofadadas duplas com acabamento delicado, e seus assoalhos são de autênticos Pinho de Riga”.
foto - Kazoberto
foto - Jorge A. Ferreira Jr
foto - ?
SEDE DO PODER LEGISLATIVO - CÂMARA DE VEREADORES -
foto - Kazoberto
SEDE DO PODER JUDICIÁRIO - FÓRUM DE JUSTIÇA -
foto - ?
CASARÕES DE FAZENDAS
foto - ?
FAZENDA RESGATE
A Fazenda Resgate foi adquirida inicialmente pelo brigadeiro Gabriel Monteiro de Barros, filho do visconde de Congonhas do Campo.casado com a bananalense Alda Romana de Oliveira Arruda. No Inicio do século XIX foi vendida para José de Aguiar Toledo e herdada por Manoel de Aguiar Valim.
Com o passar dos tempos a fazenda foi crescendo a partir do momento em que Aguiar Valim comprava outras terras ao redor. Manoel trouxe para refinar os ambientes artesãos europeus, tornando-se uma das fazendas mais suntuosas da região.
A data de construção da casa da fazenda eh desconhecida, estima-se que foi construída em 1818 e seu nome é uma referência ao resgate dos negros escravizados na guerra. Conforme informação de descendentes de Avalim, a construção ou reforma teria sido obra do arquiteto Mr. Bruce de nacionalidade inglesa.
foto - ?
FAZENDA BOA VISTA
Uma linda fazenda datada de 1840, que foi sede de um grande fazendeiro do ciclo cafeeiro e que teve o maior número de escravos da região, um casarão estilo neoclássico em forma de U, e que também é muito assediada por novelas globais assim como: Sinhá Moça, Um Só Coração, Cabocla entre outras. Vale á pena conhecer essa fazenda. Custo de visitação de R$ 6,00 por pessoa, mas almoçando ou tomando o café da manhã na fazenda não tem custo de visitação.
foto - ?
foto - Gerson Brasil
SOLAR
foto - Luciano Jose de Almeida
foto - Luciano José de Almeida
foto - Sandra Cheminand
FAZENDA
foto - ?
HOTEL
foto - Sandra Cheminand
foto - RTO
CASARÃO E SEU INTERIOR
foto - Jorge A. Ferreira Jr
foto - ?
CONHEÇA UM POUCO MAIS DA BONITA E HISTÓRICA CIDADE DE BANANAL
foto - Gerson Brazil
foto - ?
foto - Sandra Cheminand
foto - Edson Walter cavalari
foto - Kazoberto
foto - Edson Walter cavalari
foto - ?
foto - Kazoberto
foto - ?
foto - Jorge A. Ferreira Jr
foto - Edson Walter Cavalari
foto - Jorge A. Ferreira Jr
foto - ?
UMA DAS MUITAS CACHOEIRAS DE REGIÃO
foto - IC Motta
REPRESA
foto - Fernando e Sabino
foto - Sandra Cheminand
foto - Edu Campos
SERRA BOCAINA
Bananal fica localizado na Serra da Bocaina, no meio do caminho do Rio - São Paulo. Essa parte da serra é formada por paisagens deslumbrantes, composta de muitos rios, montanhas, cachoeiras, tanques de criações de truta e mirantes onde pode ser visto tanto a cidade de Bananal como Angra dos Reis.
Na Serra da Bocaina você encontra a Estação Ecológica de Bananal localizada a 25 km do centro da cidade na Rodovia SP – 247, com entrada no km 15. A estação é integrada à Unidade de Conservação através do Instituto Florestal, que é administrada pela Secretaria do Meio Ambiente de São Paulo.
A Serra da Bocaina abriga parte da Mata Atlântica com uma vegetação diversificada que já cobriu todo o litoral brasileiro e hoje é Patrimônio da Humanidade declarada pela UNESCO.
Na Serra você encontra temperaturas entre 20°C e 30°C podendo chegar no inverno a 0°C e uma alta pluviosidade. Com essas características climáticas, você pode encontrar espécie de plantas como por exemplos bromélias e raros animais como o sagüi-da-serra-escuro, o bugio, a onça-parda e o cachorro-do-mato, entre outros.
foto - Sandra Cheminand
foto - Moacir Nunes de Castro

foto - Edu Campos
foto - Sandra Cheminand
foto - Sandra Cheminand
ESTA EH A BANDEIRA DA CIDADE DE BANANAL, SÃO PAULO
ESTE EH O BRASÃO DO MUNICÍPIO DE BANANAL, SÃO PAULO

VALEU PELA VISITA
fonte / fotos = Wikipédia / viajeaqui.abril.com.br / Thymonthy Becker / Portal da Prefeitura de bananal / IBGE / 


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

MERCÊS, MINAS GERAIS - Famosa por seu turismo de eventos, como o Jubileu de Nossa Senhora das Mercês, que acontece na segunda quinzena de setembro; as festividades do Carnaval; Torneio Leiteiro; e Festa da Virada, que movimentam a economia da cidade e da região.

CONHEÇA A CIDADE DE "MERCÊS", MINAS GERAIS, BRASIL SEJA MUITO BEM VINDO A CIDADE DE MERCÊS, MG. UMA CIDADE ABENÇOADA foto - Thymonthy Becker AQUI O TEMPLO DA ASSEMBLEIA DE DEUS EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker SEDE DO PODER LEGISLATIVO - CÂMARA DE VEREADORES DA CIDADE DE MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker ESCOLA MUNICIPAL EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker ESTAÇÃO RODOVIÁRIA DA CIDADE DE MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker IGREJA EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker MATRIZ DE NOSSA SENHORA DAS MERCÊS E SEU INTERIOR EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker HOMENS TRABALHANDO NO TELHADO DA MATRIZ EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker foto - Thymonthy Becker NA HORA CERTA foto - Thymonthy Becker INTERIOR DA MATRIZ EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker INTERIOR DA MATRIZ EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker INTERIOR DA MATRIZ EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker INTERIOR DA MATRIZ EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker INTERIOR DA MATRIZ EM MERCÊS, MG

CASTELOS ABANDONADOS PELO MUNDO - Conheça fortalezas esquecidas, belíssimos castelos, outrora habitados por reis e príncipes, hoje estão abandonados ao redor do mundo

CONHEÇA OS CASTELOS QUE JÁ FORAM HABITADOS POR REIS E HOJE ESTÃO ABANDONADOS PELO MUNDO CASTELO DE DUNNOTTAR, PERTO DE STONEHAVEN, ABERDEEMSHIRE, ESCÓCIA  Em cima de uma rocha no Mar do Norte, o Castelo de Dunnottar é mais conhecido como o lugar em que eram escondidas as joias da coroa escocesa – A honras de Escócia -, quando Oliver Cromwell invadiu o país em 1650. O lugar foi construído no século XIV  CASTELO DUNLUCE, CONDADO DE ANTRIM, IRLANDA DO NORTE  O castelo foi construído sobre uma rocha de basalto no distante norte da Irlanda, ainda no século VXIII. Mas hoje só restam as ruínas do que foi erguido no século XVI. Dunluce foi o lar de Earl de Antrim até ele ser derrotado por apoiar o rei Católico Jaimes II contra o Protestante William III, na batalha de Boyne, em 1690. Depois disso, o castelo foi se transformando em ruínas. O lugar é cercado por pedras íngremes por todos os lados e só pode ser alcançado por uma ponte. No século XVIII, uma das paredes da ala norte caiu no mar, mas …

CONHEÇA "MACUCO SAFARI" O PASSEIO DE BARCO DENTRO DAS CATARATAS DO IGUAÇU, PARANÁ - Imagine pegar um barco inflável, mas com um motor potentíssimo, e encarar uma das quedas d’água? Foi o que eu fiz! É possível pagar e agendar o passeio na hora e, dependendo da quantidade de turistas, você pode embarcar no mesmo momento

CONHEÇA O "MACUCO SAFARI", UM PASSEIO DE BARCO DENTRO DAS CATARATAS DE IGUAÇU, NO PARANÁ

Estive em Foz do Iguaçu, no Paraná, a convite da Itaipu Binacional. Entre os passeios mais especiais no local sem dúvidas foi o Macuco Safari, que acontece do lado brasileiro do Parque Nacional do Iguaçu. Do lado argentino, um passeio similar conhecido como Aventura Náutica é famoso por ser mais radical.  Imagine pegar um barco inflável, mas com um motor potentíssimo, e encarar uma das quedas d’água? Foi o que eu fiz! É possível pagar e agendar o passeio na hora e, dependendo da quantidade de turistas, você pode embarcar no mesmo momento. Para proteger suas coisas, é possível guardá-los em armários disponíveis no front desk ou então no último estágio do passeio, antes de entrar de fato no barco que te leva até as cataratas. Os armários são grandes e, se não estiverem carregando muita coisa, ele acomoda pertences de 3 pessoas.  COMEÇA A AVENTURA PELAS CATARATAS DO IGUAÇU  O Macuco Safari a…

CÂNION DO FUNIL - O extremo oeste de Minas Gerais aos poucos vem se revelando. Como é possível uma porção tão pequena de um estado tão grande apresentar tantas possibilidades de exploração? Lentamente nosso foco vai se movendo para o lado mineiro da força.

CONHEÇA O "CÂNION DO FUNIL", PRESIDENTE KUBITSCHEK, MINAS GERAIS, BRASIL A natureza favoreceu um dos mais belos cartões postais das Minas Gerais, o Cânion do Funil. Sendo um dos principais atrativos da região de cerrado, o local é marcado pela fauna e flora. Sua paisagem única é composta de serras, cachoeiras, riachos e cascatas que encantam a todos os turistas, formando uma belíssima paisagem misturada à sua vasta vegetação nativa.  Tamanha a beleza do lugar, que foi um dos lugares escolhidos recentemente para a gravação de 1 Minissérie e 2 Filmes Longa Metragens. O local, que é herança de família a mais de 100 anos, atualmente é gerenciado pelo proprietário Fabiano que também é guia no local. Por ser uma área particular, o local vem sendo cuidado e preservado a aproximadamente 6 anos. Sendo proibida a pesca, e a caça de animais nativos da região, e possível encontrar várias espécies ameaçadas de extinção no local, um exemplo é a águia-chilena (Geranoaetus melanoleucus). (c…

ESTRELA DALVA, MINAS GERAIS - Cidade encantadora e acolhedora, Simples, mas humanizada graças ao seu povo gentil. Tem um restaurante do Paulo Roberto e uma pousada do Paraná que é um verdadeiro calor em atendimento

CONHEÇA A CIDADE DE "ESTRELA DALVA", MINAS GERAIS, BRASIL Cidade encantadora e acolhedora, Simples, mas humanizada graças ao seu povo gentil. Simplesmente quem conhece não esquece e quer sempre voltar. Tem um restaurante do Paulo Roberto e uma pousada do Paraná que é um verdadeiro calor em atendimento.  Estrela Dalva, MG (Prefeitura Municipal) HINO DE UM FILHO PARA A CIDADE Estrela Dalva Oh, terra de minha vida, minha Estrela querida; brilhante, linda, altaneira, em nossa terra Mineira! Natureza exuberante, que encanta quem te conhece... Estrela Dalva: um recanto de paz! Um canto de amor em prece! Autor: Paulo Marcelo Ribeiro de Araujo, cantor, compositor e poeta, natural de Estrela Dalva, MG  Por: Paulo Marcelo  Prefeitura Municipal de Estrela Dalva, MG (Raymundo P. Netto) Câmara de Vereadores de Estrela Dalva, MG (Raymundo P. Netto) Pórtico de entrada da cidade de Estrela Dalva, MG (Raymundo P. Netto) Igreja do Divino Espírito Santo da Comunidade de Água Viva em Estrela Dalva, MG…

FAROL DE ALEXANDRIA, ALEXANDRIA, EGITO - Uma das 7 maravilhas do mundo eh uma obra colossal

CONHEÇA O "FAROL DE ALEXANDRIA", ALEXANDRIA, EGITO A cidade de Alexandria foi fundada por Alexandre, o Grande, e tem muito mais a oferecer além de sua história e curiosidades. Localizada na costa mediterrânica do Egito, é conhecida mundialmente pelos seus pontos turísticos, como a Biblioteca de Alexandria, o Farol de Alexandria (uma das sete maravilhas do mundo antigo) e as Catacumbas de Kom el Shoqafaw (uma das sete maravilhas do mundo medieval). Outras atrações envolvem visitas à museus, jardins, mesquitas e ruínas antigas que contam a história de seu passado. O Farol de Alexandria é uma das sete maravilhas do mundo antigo. Foi construído para servir de referencial para os navegantes, na Ilha de Faros. Para servir de entrada no porto e informar os navegantes da proximidade de terras, Ptolomeu mandou construir o Farol de Alexandria. Este tinha lugar na Ilha de Faros e, por causa do nome da ilha, todas as construções até hoje, com o mesmo objetivo, são chamadas de farol. O e…

PORTO COVO, LISBOA, PORTUGAL - Uma vilinha encantadora de pouco mais de mil habitantes, tem um ar vintage, uma combinação de sonho de casas brancas + enseadas de águas transparentes + bons restaurantes

AO SUL DE LISBOA, PORTO COVO É O MELHOR DO VERÃO EM PORTUGAL A rua principal da vila: (acima) pouco mais de mil habitantes (Bruno Barata/Reprodução) A pracinha da cidade, (abaicxo) com barracas de tererê: passeio à moda antiga (Bruno Barata/Reprodução) A Costa Vicentina é um dos segredos mais bem guardados de Portugal: um trecho de cerca de 100 quilômetros de parque natural que margeia o Atlântico de norte a sul unindo os mais bonitos trechos de litoral entre o Alentejo e o Algarve.  Uma região onde os campos de oliveiras chegam quase ao mar, as dunas desenham lindas paisagens e o mar molda baías ora pequeninas, ora extensas, sempre de areias fininhas e águas transparentes.  Casinha típica de Porto Covo: fachada branca e portas e janelas coloridas (Bruno Barata/Reprodução) A Ilha do Pessegueiro, ao sul da vila: inspiração de música (Bruno Barata/Reprodução) Porto Covo, uma vilinha encantadora de pouco mais de mil habitantes, é a primeira parada na região para quem vem de Lisboa (são cerca…

REPRESA DE FURNAS, SÃO JOSÉ DA BARRA, MINAS GERAIS - Em 1963 fecharam o túnel que criou praias, formou cânions, inundou vilarejos mudando para sempre a história de 34 cidades mineira e formando o espetacular “Mar de Minas”

CONHEÇA A "REPRESA DE FURNAS", SÃO JOSÉ DA BARRA, MINAS GERAIS, BRASIL foto - Thymonthy Becker No dia 9 de janeiro de 1963 o túnel que desviou o curso do rio Grande para a construção da Usina de Furnas foi fechado e as águas que formaram um dos maiores reservatórios do mundo, criou praias, formou cânions e cachoeiras inundou vilarejos e mudou para sempre a história dos 34 municípios que ficam ao longo dos 1.440 km2 de extensão do Lago de Furnas. A sede do município de Guapé ficou praticamente submersa, o que levou à construção de uma nova sede em local definido pela população. O distrito de São José da Barra, então pertencente a Alpinópolis e emancipado em 1994, ficou integralmente debaixo das águas e deu lugar à "Nova Barra", que a pedido do padre Ubirajara Cabral, pároco local, foi construída pela Central Elétrica de Furnas na forma de um banjo. A maioria dos municípios possuía vocação agropecuária, mas com o alagamento das áreas produtivas diversificaram suas ati…

GIETHOORN, HOLANDA - Uma cidade que parece ter saído de um cenário de filme. O lugar é uma boa oportunidade para quem estiver pelo país e quiser conhecer algo diferente, romântico, bucólico e charmoso. E as melhores - e únicas - formas de chegar ao centro são de barco, bicicleta ou a pé.

CONHEÇA "GIETHOORN" A CIDADE HOLANDESA QUE NÃO TEM RUAS Uma cidade que parece ter saído de um cenário de filme. É dessa forma que se define Giethoorn, um vilarejo na Holanda. O lugar é uma boa oportunidade para quem estiver pelo país e quiser conhecer algo diferente, romântico, bucólico e charmoso. A melhor parte é que ao se aproximar de Giethoorn, é preciso procurar um lugar para estacionar o seu carro. Você não precisará dele para explorar essa deliciosa cidade. É que lá os automóveis são proibidos de circular e as melhores – e únicas – formas de chegar ao centro são de barco, bicicleta ou a pé.  Localizada no leste da Holanda, Giethoorn (pronuncia-se “Rit-rôrn”, com ênfase nos “r”) foi fundada por refugiados no século XIII. Seus poucos habitantes viveram dias tranquilos até 1958, quando o cineasta Bert Haanstra utilizou o vilarejo como cenário para o filme Fanfare. Com o sucesso da produção cinematográfica, a cidade entrou na mira de turistas do mundo inteiro.  A CIDADE S…

BRELA, CROÁCIA - Uma pequena cidade de águas claras que entrou na lista da Forbes como uma das dez mais belas praias do mundo. Com certeza esse título não foi dado à toa. Localizada entre o mar Adriático e a montanha Biokovo, a água é tão azul que você tem a impressão que vai sair de lá tingido.

CONHEÇA "BRELA", CROÁCIA, O VERDADEIRO PARAÍSO A melhor parte de praticar Parasailing é ver as praias de cima Quem estiver cansado de ficar apenas tomando sol ou dentro da água, existem diversas opções de entretenimento O verão europeu está no auge e com ele as suas praias são invadidas pelos turistas. Ultimamente, a Croácia tem entrado com mais frequência na lista das pessoas que vão ao velho continente. Por que será? A beleza exótica do país é de deixar qualquer um de boca aberta. Porém, muitos esquecem que existem lugares até mais bonitos que as tradicionais praias da Ilha de Hvar.  O RoadTrio escolheu desfrutar de Brela, uma pequena cidade de águas claras que entrou na lista da Forbes como uma das dez mais belas praias do mundo. Com certeza esse título não foi dado à toa. Localizada entre o mar Adriático e a montanha Biokovo, a água é tão azul que você tem a impressão que vai sair de lá tingido.  As praias de Brela são rodeadas de rochas, montanhas e muita vegetação (Foto: …