Pular para o conteúdo principal

VOLTA REDONDA, RIO DE JANEIRO - Volta Redonda conhecida como a "Cidade do Aço", tida hoje como a de melhor qualidade de vida no interior do estado do Rio, segundo pesquisa feita pela Universidade Federal Fluminense. O Zoológico Municipal, localizado no bairro Vila Santa Cecília, a Fazenda Santa Cecília do Ingá é a maior área verde da cidade, Sede da Fazenda Três Poços eh um dos atrativos afastado do centro urbano. Possui em seu entorno a Fundação Osvaldo Aranha, alguns morros e um grande jardim com árvores de grande e médio porte, além de arbustos e flores. O Morro Bela Vista, situado em bairro residencial do Bela Vista, possui 435 metros de altitude, oferecendo vista parcial da Usina Presidente Vargas e de grande parte da área do município.




CONHEÇA A CIDADE DE VOLTA REDONDA, RIO DE JANEIRO, BRASIL - OLHANDO DA JANELA DO TREM
Volta Redonda conhecida como a "Cidade do Aço", tida hoje como a de melhor qualidade de vida no interior do estado do Rio, segundo pesquisa feita pela Universidade Federal Fluminense. O Zoológico Municipal, localizado no bairro Vila Santa Cecília, conta com uma área de 150 mil metros quadrados. É também conhecido como "Horto Municipal" e oficialmente nomeado "Parque Municipal da Criança". A Fazenda Santa Cecília do Ingá é a maior área verde da cidade, o local foi transformado num Parque Natural Municipal, aberto à visitação pública. Sede da Fazenda Três Poços o atrativo é afastado do centro urbano, no bairro Três Poços, em área arborizada, com alamedas e canteiros gramados. (Guia do Turismo Brasil/Skyscraper-Natto Motta)
Possui em seu entorno a Fundação Osvaldo Aranha, alguns morros e um grande jardim com árvores de grande e médio porte, além de arbustos e flores. O Morro Bela Vista, situado em bairro residencial do Bela Vista, possui 435 metros de altitude, oferecendo vista parcial da Usina Presidente Vargas e de grande parte da área do município. Praça Sávio Gama, a praça que homenageia o primeiro prefeito do município, abriga quatro jardins que fazem parte do "Projeto de Paisagismo" com o objetivo de mostrar à população os estilos de jardins existentes no mundo. A Praça Oscar Cardoso às margens da Rodovia dos Metalúrgicos é a maior do município, possui um chafariz interativo bastante frequentado pela população durante os dias de calor. (Guia do Turismo Brasil/Skyscraper-Natto Motta)
O Obelisco Getúlio Vargas é um monumento em formato quadrangular, pesando mais de 900 toneladas de granito e medindo 27 metros de altura é tombado pelo Patrimônio Histórico do município. O Memorial 9 de Novembro, de autoria do arquiteto Oscar Niemeyer, foi inaugurado no dia 1º de maio de 1989, na Praça Juarez Antunes, na Vila Santa Cecília, em homenagem aos três operários da CSN. Memorial Volta Redonda, localizado na interseção da Rodovia Presidente Dutra com a Rodovia dos Metalúrgicos, no bairro Rio das Flores o monumento, de autoria do arquiteto Roberto Pimenta da Cruz, é uma alegoria à curva do Rio Paraíba do Sul e à divisa constante do Brasão de Armas do município. (Guia do Turismo Brasil/Skyscraper-Natto Motta)
CURVA DO RIO PARAÍBA (BARREIRA CRAVO) 
Trata-se de um acidente geográfico formado a milhões de anos, quando o Rio Paraíba escavou o seu leito “definitivo”, como o conhecemos hoje. Devido à semelhança com uma curva bem delineada, que a população da vila de Santo Antônio chamava “volta redonda”, mais tarde deu nome definitivo ao munícipio. 
O brasão da cidade apresenta a curva estilizada (divisa) com a inscrição “Flumen fulmini flexit” que deve ser traduzida como: o rio (flumen) ante o rio (fulmini) curvou-se (flexit). (Prefeitura Municipal)
ESPAÇO DAS ARTES ZÉLIA ARBEX 
O Espaço das Artes Zélia Arbex foi inaugurado no dia 27 de dezembro de 2004, com 200 metros quadrados de área construída, todo em vidro e estrutura metálica. Na prática, é como se fosse três galerias de artes em uma só, com capacidade de expor mais de cem obras. É considerado o ponto turístico mais visitado da cidade, chegando a 20 mil visitantes ao ano. Zélia Arbex foi uma conceituada artista plástica da região. (Prefeitura Municipal)
MEMORIAL ZUMBI 
O Memorial Zumbi dos Palmares, projetado e assinado pelo Arquiteto Selso Dal Bello, foi inaugurado em 01/06/1990 para ser um centro cultural destinado a resgatar os valores da cultura africana e promover ações afirmativas. (Prefeitura Municipal)
MEMORIAL 9 DE NOVEMBRO / MONUMENTO AOS OPERÁRIOS MORTOS DURANTE A GREVE DA CSN DE 1988 
Praça Pref. Juarez Antunes, o monumento foi inaugurado em 1º de maio de 1989, projetado pelo maior expoente da Arquitetura brasileira o Arquiteto Oscar Niemayer, em homenagem aos operários William, Valmir e Barroso mortos, durante a greve de 1988 da CSN em 09/11/1988. (Prefeitura Municipal)
MEMORIAL GETÚLIO VARGAS (BIBLIOTECA MUNICIPAL) 
O Memorial foi construído em 26/12/1992 para abrigar a Biblioteca Municipal Raul de Leoni que funcionava na Ilha São João. No projeto inicial, constava um  grande salão no subsolo, onde seria a sede da Biblioteca Municipal e um Teatro Municipal com um mezanino na parte superior (Prefeitura Municipal/Skyscraper-Natto Motta)
CINEMA 9 DE ABRIL 
O projeto arquitetônico, arrojado para a época, tem assinaturas dos arquitetos Ricardo Tommasi e Glauco Oliveiros. Ele é ainda hoje considerado um dos maiores da América Latina (Prefeitura Municipal)

CHAMINÉ CENTENÁRIA
A chaminé centenária do antigo engenho de cana foi construída em 1903 pelo proprietário da Fazenda Santa Cecília, Dr. José Rodrigues Peixote, para produzir açúcar, rapaduras e aguardente de cana. (Prefeitura Municipal)
PRAÇA BRASIL 
A construção da praça foi iniciada em 02/02/1954 e sua inauguração ocorreu em 24/01/1957, com a presença do Presidente da República Juscelino Kubitschek Oliveira. A pedra fundamental desta obra foi lançada pelo então presidente Getúlio Vargas (Prefeitura Municipal)
MEMORIAL DOS EXPEDICIONÁRIOS 
Inaugurado em 21/09/1991, em homenagem aos ex-combatentes brasileiros da 2ª Guerra Mundial, o memorial contou com a participação da Orquestra Sinfônica Brasileira no evento de inauguração (Prefeitura Municipal)
PARQUE NATURAL MUNICIPAL DO INGÁ 
O parque natural municipal do Ingá (antiga Fazenda Santa Cecília do Ingá), foi adquirida em 1955 pela Prefeitura Municipal de Volta Redonda com o objetivo do aproveitamento de seus recursos hídricos para o abastecimento de parte do núcleo urbano. Em 1988 foi transformada em área de proteção ambiental, pela lei orgânica do município (Prefeitura Municipal)
CONHEÇA MAIS DE VOLTA REDONDA, RIO DE JANEIRO (Skyscraper-Natto Motta)
Monumento na chegada da cidade (Skyscraper-Natto Motta)
Rua central da cidade (Skyscraper-Natto Motta-Laerso Junior)
Calçadão de Volta Redonda, RJ (Skyscraper-Natto Motta)
Ponto de ônibus (Skyscraper-Natto Motta)
Hotel Bela Vista (Skyscraper-Natto Motta-L.F. Mania)
Volta Redonda, RJ (Skyscraper-Natto Motta)
Cia Siderúrgica Nacional (CSN) (Skyscraper-Natto Motta)
Estação Rodoviária (Skyscraper-Natto Motta)
Parcial da cidade de Volta Redonda com a floresta Cicuta ao Fundo (Wikipédia)
Bairro Laranjal (Skyscraper-Natto Motta)
Chaminé na praça central (Prefeitura Municipal)
Cia Siderúrgica Nacional e rodovia Lúcio Meira (Prefeitura Municipal)
Igreja de Santa Cecília (Vicente A. Queiroz)
Volta Redonda, RJ (Skyscraper/Natto Motta)
Memorial ao Ex Combatente (Prefeitura Municipal)
Memorial à Getúlio Vargas (Prefeitura Municipal)
Prefeitura Municipal de Volta Redonda, RJ (Wikipédia)
Panorama da cidade de Volta Redonda, RJ (Wikipédia)
Praça Brasil (Prefeitura Municipal)
Rodovia Presidente Dutra em Volta Redonda, RJ (Wikipédia)
Estação Rodoviária (Prefeitura Municipal)
Cia Siderúrgica Nacional (Wikipédia)
Centro de Volta Redonda, RJ (Wikipédia)
Centro de Volta Redonda, RJ (Wikipédia)
Bairro Santa Cecília (Wikipédia)
Fazenda em Volta Redonda, RJ (Prefeitura Municipal)
Volta Redonda, RJ (Prefeitura Municipal)
Zoológico da cidade de Volta Redonda, RJ (Prefeitura Municipal)
Ônibus que circula em Volta Redonda, RJ (Wikipédia)
Parcial da cidade de Volta Redonda, RJ (Prefeitura Municipal)
DADOS GERAL DA CIDADE DE VOLTA REDONDA, RIO DE JANEIRO
Código do Município - 3306305 
Gentílico - volta-redondense 
Prefeito 2017 / ELDERSON FERREIRA DA SILVA 
População estimada [2017] - 265.201 pessoas 
População no último censo [2010] - 257.803 pessoas 
Densidade demográfica [2010] - 1.412,75 
Salário médio mensal dos trabalhadores formais [2015] - 2,5 salários mínimos 
Pessoal ocupado [2015] - 80.825 pessoas 
População ocupada [2015] - 30,7 % 
Área da unidade territorial [2016] - 182,483 km² 
Esgotamento sanitário adequado [2010] - 96,1 % 
Arborização de vias públicas [2010] - 63,4 % 
Urbanização de vias públicas [2010] - 75,1 
POSIÇÃO GEOGRÁFICA DA CIDADE DE VOLTA REDONDA NO ESTADO
HISTÓRICO DA CIDADE DE VOLTA REDONDA, RIO DE JANEIRO
História 
Corria o ano de 1727, quando os jesuítas, após demarcarem a Fazenda Santa Cruz, na baixada que ainda hoje guarda este nome, cruzaram a Serra do Mar abrindo caminho para a colonização do Médio Vale do Paraíba. No ano seguinte foi aberta uma estrada ligando Rio de Janeiro a São Paulo. 
Somente em 1744, no entanto, os primeiros desbravadores denominaram a curiosa curva do Rio Paraíba do Sul, de Volta Redonda, quando a região era explorada apenas por garimpeiros em busca de ouro e pedras preciosas. Grandes fazendas foram instaladas na região, com alguns nomes que ficaram até hoje, como Três Poços, Belmonte, Santa Cecília, Retiro e Santa Rita. Entre 1860 e 1870, a navegação pelo Rio Paraíba do Sul viveu seu período áureo entre Resende e Barra do Piraí. Ao mesmo tempo, os trilhos da Estrada de Ferro D. Pedro II chega à Barra do Piraí e Barra Mansa. 
Por volta de 1875, o povoado de Santo Antônio de Volta Redonda começa a ter grande impulso, contando perto de duas dezenas de estabelecimentos comerciais. As primeiras aspirações de autonomia do lugarejo surgem em 1874, quando os moradores pleiteiam a elevação do povoado à categoria de freguesia Somente no ano de 1926 Volta Redonda conseguiria o seu estabelecimento definitivo como oitavo distrito de Barra Mansa. 
Em 1941 tem início o ciclo de industrialização de Volta Redonda, escolhida como local para instalação da Usina Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), em plena II Guerra Mundial, marcando as bases da industrialização brasileira. 
Este interessante acidente geográfico - a volta redonda - que havia sido berço de nações indígenas como a dos Puris e Acaris, que teve a presença de grandes exploradores, barões do café, escravos, barqueiros e agricultores, cedia lugar aos operários vindos das mais diversas regiões. Seus novos moradores perceberam a desvantagem da dependência do distrito para com o município-sede em 1954. Após uma série de marchas políticas, Volta Redonda conquista sua emancipação em 17 de julho, marcando um novo ciclo no desenvolvimento de sua história. Em 1973, o município foi considerado Área de Segurança Nacional, situação que prevaleceu até 15 de novembro de 1985, quando foram restabelecidas a eleições direta para prefeito.
ESTA EH A BANDEIRA DA CIDADE DE VOLTA REDONDA, RIO DE JANEIRO
ESTE EH O BRASÃO DA CIDADE DE VOLTA REDONDA, RIO DE JANEIRO

Fonte dos textos e fotos: IBGE / Thymonthy Becker / Charlie Styforlamber / Wikipédia / Governo de Volta Redonda, RJ / guiadoturismobrasil.com / 

Comentários

Páginas que receberam mais visitas

BAEPENDI, MINAS GERAIS - A terra de "Nhá Chica". Na natureza preservada no município estão cerca de 40% do parque ecológico do papagaio, é local ideal para fazer trilhas e acampar em paradisíacos lugares. Baependi é uma das poucas cidades que podem ser visitadas durante qualquer época do ano, sem se preocupar com a programação que irá encontrar pois, o verão é bem definido, sendo um convite para se deslumbrar com as mais de cinqüenta cachoeiras que cercam a cidade e o inverno pouco chuvoso propicia inúmeras opções para enfrentar trilhas e acampar em paradisíacos lugares

COLORADO, RIO GRANDE DO SUL - Colorado é uma pequena cidade do Alto Jacuí. Fundada por imigrantes italianos e alemães. O espetáculo, belezas naturais, cores, aromas que seduzem à primeira vista. O município tem como base da economia a produção agrícola. A região possui uma relação muito próxima com as águas e com a geração de energia elétrica, a partir da formação do maior lago artificial do Estado – os Alagados do Passo Real e da Barragem de Ernestina. Bonitas e agradáveis, as cidades proporcionam atrações diversificadas, eventos, muitas festas, gastronomia, artesanato.

REPRESA DE FURNAS, SÃO JOSÉ DA BARRA, MINAS GERAIS - No dia 9 de janeiro de 1963 o túnel que desviou o curso do rio Grande para a construção da Usina de Furnas foi fechado e as águas que formaram um dos maiores reservatórios do mundo, criou praias, formou cânions e cachoeiras, inundou vilarejos e mudou para sempre a história dos 34 municípios que ficam ao longo dos 1.440 km2 de extensão do Lago de Furnas que abrange também parte do Parque Nacional da Serra da Canastra. O Lago de Furnas, também conhecido como "O MAR DE MINAS", é quatro vezes maior que a Baía de Guanabara, no Rio de Janeiro

BRASÍLIA, DF, BRASIL - Brasília é formada por gente de todos os lugares, todas as idades e de muitas gerações. É uma mistura de sotaques do Nordeste, Sudeste, Norte e Sul do país e até de estrangeiros. Por conta de seu rápido crescimento, já é a quarta cidade mais populosa do país. A maioria dos moradores, 52%, é mulher e tem em média 30 anos. Os primeiros habitantes que chegaram a Brasília vieram, principalmente, atraídos pelos empregos na construção civil e ajudaram na construção da capital. Eles eram chamados de candangos e aqui construíram e criaram famílias

TOMBOS, MINAS GERAIS - Na cachoeira três tombos, verdadeira obra da natureza de imensurável beleza que constitui um cartão postal da cidade com 62 metros de altura. A Gruta Pedra Santa localizada no distrito de Catuné, uma obra construída pela própria natureza. Ao longo do tempo a grande pedra foi desintegrando-se e formou-se um grande salão, onde ergueu-se a capela em Honra a Nossa Senhora de Lourdes. Praças diversas, museu municipal que funciona na antiga estação ferroviária, usina hidrelétrica de Tombos e os dois distritos “Catuné” e “Água Santa” valem uma visita à cidade de Tombos

IGATU, ANDARAÍ, BAHIA - Eh uma verdadeira cidade de pedra. "Sagrada" pra quem viveu lá durante o auge do ciclo do diamante. O trajeto até a vila já é uma atração: a estrada de acesso pela BA-142 é cheia de mirantes naturais. Ao chegar, a impressão é de ter voltado no tempo, quando igatu era chamada de Xique Xique e famosa pela extração de diamantes. Hoje não há farmácias, o hospital mais próximo fica em Andaraí, a 12 km. Em outros tempos quem diria? Cabarés, cassinos, lojas, cadeia, cartório, cinema...

SERRA DO NAVIO, AMAPÁ - A História da Serra do Navio remonta aos anos 1950. A região era rica em manganês e outros minérios. Por isso, a brasileira ICOMI, com sede em Belo Horizonte e atuação em Minas Gerais, foi escolhida para explorar o minério e construir a vila operária, que daria origem à cidade de Serra do Navio. Cada vila tinha 330 casas, prédios coletivos (escolas, hospitais, refeitórios), abrigando até 1.500 pessoas, entre trabalhadores e familiares. Tinha ruas largas, postes de concreto para a fiação elétrica e telefônica, calçadas, parques, clubes com piscina, quadras esportivas, restaurante e lanchonete, drenagem de águas das chuvas e tratamento de água e esgoto. Todas as casas tinham mais de 90m² e contavam com saneamento e energia elétrica, proveniente de geradores da ICOMI.

RIO DE JANEIRO, BRASIL - Do primeiro ao último minuto do ano, não falta o que fazer, o que visitar e o que rever no Estado do Rio de Janeiro, que não por acaso ostenta o rótulo de Maravilhoso. Além das praias e de seus outros dois ícones geográficos – o Corcovado e o Pão de Açúcar – o Rio vem ganhando uma série de atrativos culturais e gastronômicos. Quem deixa a capital e percorre o litoral fluminense encontra praias de beleza raríssima. Ao norte, na Região dos Lagos, estão as dunas de Cabo Frio, as águas translúcidas e frias de Arraial do Cabo, boas para mergulho, a badalação de Búzios e as trilhas rurais de Rio das Ostras

GRAMADO, RIO GRANDE DO SUL - Faltava neve à Gramado para que ela assumisse de vez o título de “Suíça brasileira”. Não falta mais: o Snowland, primeiro parque de neve artificial indoor das Américas, trouxe esportes de inverno à cidade, que já era famosa pelas construções enxaimel (aquelas de paredes esquadrinhadas com tirantes de madeira), pelas fondues nos bons restaurantes suíços e pelo climinha gostoso da Serra Gaúcha.

CAMPO BELO, MINAS GERAIS - A primeira cidade do Brasil a ter um time de Rugby (Campo Belo Rugby - CBR) A cidade tem paisagens deslumbrantes com campos a perder de vista. Ideal para a prática de esportes de aventura, ecoturismo, esportes náuticos com várias cachoeiras, praias de água doce além da tradicional e boa comida mineira. Uma cidade tranquila, acolhedora com boas opções para hospedagem