Pular para o conteúdo principal

VENZONE, UDINE, ITÁLIA - Venha viver dentro das paredes. Caminhando ao redor de Venzone, você se depara com uma das cidades mais bonitas da Itália. Desfrute da paisagem, explore os caminhos e as igrejas do século 15 em torno da cidade. Tudo convida você a descobrir Venzone. Uma cidade medieval onde o tédio é raro.




CONHEÇA "VENZONE", UDINE, ITÁLIA
Venzone, a cidade velha completamente destruída por um terremoto em 1976 e reconstruído como era na Idade Média. Declarado Monumento Nacional, Venzone é um dos mais extraordinários exemplos de restauração arquitetônica e artística. Hoje, é a única cidade fortificada do século XIV preservada em Friuli Venezia Giulia. 
Venzone foi declarado Monumento Nacional em 1965 como única vila fortificada do século XIV na região; Mais tarde, descrito como um extraordinário exemplo de restauração arquitetônica e artística. 
Em 1976, eventos sísmicos levaram Venzone a ficar de joelhos: a maravilhosa vila medieval foi danificada muito seriamente; Mas o valor e a tenacidade dos habitantes do Friuli superaram a força da natureza. Os escombros foram removidos rapidamente e um projeto de reconstrução começou, com coragem, unidade, compreensão e esperança, queriam esquecer os danos deixados por aquele terrível terremoto. 
Apenas 8 anos mais tarde, graças à forte vontade dos habitantes, Venzone nasceu de novo junto com a sua catedral, o Duomo, símbolo do terremoto e da nova floração. 
A reconstrução dos outros edifícios e os tesouros históricos da aldeia, foi um desafio, sob todos os pontos de vista, e marcou a história. Venzone nasceu de novo "onde estava e como estava" e confirma hoje ser um exemplo de preservação e proteção do patrimônio cultural e da rede social e econômica da Região. 

Caminhando ao redor de Venzone, você se depara com uma das cidades mais bonitas da Itália, em uma aldeia onde é belo de viver devido à sua alta qualidade de vida desde 1991, ano em que este foi declarado pela associação internacional que reúne os Lions Clubes que vivem em cidades cercadas por muros. Deixe-se seduzir pelas impressionantes muralhas medievais e pelos numerosos monumentos históricos, como a Catedral de Santo André e a misteriosa e antiga Capela de São Miguel, sede das múmias históricas. 
Sua história remonta a 1647, quando o cadáver do "corcunda" foi descoberto, o primeiro de quarenta múmias encontradas nos túmulos da Catedral. A Câmara Municipal é um esplêndido exemplo de um palácio veneziano-gótico. 
Desfrute da paisagem, explore os caminhos do Parque Natural do Julian Pre-Alpes ou você pode fazer excelentes passeios ao longo do antigo caminho celta que liga as igrejas do século 15 em torno da cidade. 

Emerge no ecossistema Julian Pre-Alps graças à exposição "Florestas, Homem, Economia no Friuli Venezia Giulia" ou visite a exposição permanente "Tiere Motus - História de um Terremoto e seu Povo", que reconstrói os eventos relacionados com a edição de 1976 tremor de terra. 
Não perca a simulação realista do terremoto e o colapso da Catedral. Faça uma viagem através do tempo até a Idade Média, graças ao Festival da Abóbora. Todos os anos, no final de outubro, a cidade velha é cheia de homens de armas, cavaleiros e nobres, mendigos, músicos, malabaristas e muitos outros personagens relacionados com a Idade Média. No entanto, a estrela indiscutível é a abóbora, em cada forma, tamanho e receita. 

CONHECENDO VENZONE
Andando entre as paredes de Venzone, você aprecia numerosos detalhes artísticos e arquitetônicos. Os visitantes cuidadosos poderão observar os sinais deixados pelos eventos históricos diferentes que seguem uma rota de passeio da porta sul ao norte. 
Entrando do Portão Sul, um arco redondo datado de 1835, encontra-se a Casa Marcurele - Casa Marcuele - à direita, o edifício mais antigo da vila, construído no século XI em estilo românico com a sua janela de lanceta dupla. 
Mais ao norte, observa-se o Palazzo degli Scaligeri (século XIV) eo Palazzo Zinutti, palácio do século XVIII, com sua elegante galeria com parapeito de ferro forjado e seu portão de pedra em estilo barroco. 
Durante este percurso histórico, é necessário parar e admirar a Catedral - Duomo - Românico - estilo gótico do século XIV - considerado o símbolo da restauração após o terremoto em 1976. O Duomo foi consagrado em 1338 pelo Patriarca Bertrando, foi Construído na forma de um T-cruz com uma nave longitudinal e um transept grande com três presbiterios apsidal e duas torres. O órgão datado de 1792 encontra-se no interior, é o trabalho do mestre de órgãos, G. A. Callido e foi restaurado em 1996. 
No cemitério em frente à catedral, encontra-se uma capela Cappella di San Michele construído no século XIII e agora museu permanente dedicado às múmias de Venzone. 
Em 1647, a primeira de quase quarenta múmias - hoje conhecido como "o corcunda" - foi encontrado nos túmulos dentro e ao redor da catedral. A mumificação é um processo natural devido a condições ambientais especiais que ajudam o desenvolvimento de um raro molde parasítico chamado Hypha bombicina Pers: suas propriedades consiste em desidratar os tecidos inibindo a decomposição 
Caminhando em direção à praça principal do centro histórico, você verá primeiro uma casa, Casa Calderari (século XIV) à direita, com o seu convidativo pátio interno ea Câmara Municipal - Palazzo Comunale-, então, construído entre 1390 e 1410, e construído novamente Por volta de 1500; É uma joia da arquitetura veneziana flamboyant-gótico. O exterior do Palazzo está decorado com brasões de armas de algumas das famílias nobres mais antigas de Venzone e reforçada por cinco janelas de lanceta dupla de estilo veneziano flamboyant-gótico. 
Na Praça da Câmara Municipal (Piazza Municipio), pode admirar-se a elegante fachada do Palácio Radiussi (Palazzo Radiussi). Este edifício, a partir da primeira metade do século XV, tem uma janela tripla lanceta em estilo veneziano flamboyant-gótico e uma entrada de pedra do século XVII. 
Caminhando para o norte, você encontra Palazzo Orgnani Martina, um palácio do século XVIII nobre, o melhor preservado em Venzone. Entrando pelo portão de pedra, você vai admirar o pátio interno, reestruturado em 1700 com uma galeria de pedra e um elegante parapeito de ferro forjado. Hoje, o Palazzo, local dos principais museus, abriga muitas exposições interessantes e a biblioteca da cidade, localizada no piso térreo. No lado oposto da rua Via Mistruzzi, você enfrenta ex Palazzo Radiussi - ex Radiussi Palace - do século XV, decorado com uma varanda renascentista e uma janela de lanceta dupla flamboyant estilo gótico. 
Uma vez chegado ao norte da aldeia, você pega uma pequena rua ao longo das muralhas da cidade para chegar ao Palazzo Pozzo, outro palácio nobre do século XVII e ainda sobre o antigo convento de Santo Agostinho (século XV), com sua varanda e Hospedaria do século XVII. Continuando o seu caminho através da Via Alberton del Colle, você chega aos restos da Igreja de São João Batista - Chiesa di S. Giovanni Battista, construído no século XIV; Representam ainda hoje a violência do terremoto em 1976; Apenas a fachada frontal foi salva. A porta da frente da igreja tem características arquitetônicas de estilo gótico: capitais decorados com figuras e desenhos florais. A poucos passos e você está de volta na Praça da Câmara Municipal. 
No outro extremo da praça, você pode ver Saint Genesio Gateway (Porta di S. Genesio). Este é o único gateway com a torre defensiva da parede interna 1309 circundante permaneceu intacto ao longo dos séculos e agora completamente restaurado após o terremoto. 
Um fosso profundo e uma interessante parede dupla do século XIII cercam Venzone: a primeira muralha da cidade construída em um aterro onde o segundo foi elevado, com torres com secção retangular inserida; Mas no canto sudoeste, há uma torre poligonal. O canto noroeste da parede também é interessante: duas torres elevam-se sobre um cume e dominam o meio de comunicação mais importante. 
AS MÚMIAS DE VENZONE 
A mumificação das múmias de Venzone é um processo natural devido às condições ambientais especiais que aconteceram em algumas tumbas na Catedral, que ajudam o desenvolvimento de um raro molde parasitário chamado Hypha Bombicina Pers: suas propriedades consiste em desidratar os tecidos inibindo a decomposição. 
Os corpos datam de 1348 a 1881; Em 1881, o cemitério dentro da catedral foi desativado para ser transferido e estabelecido fora das paredes. O processo ocorre em média durante o primeiro ano após o enterro. 
A múmia mais antiga, "o Corcunda", foi descoberta em 1647 durante alguns trabalhos para ampliar a Catedral; O corpo foi encontrado em um túmulo (século XIV), localizado sob a capela do Rosário. As outras múmias datam do século XVIII ao século XIX. 
Em 1845, as múmias de Venzone foram movidas da cripta da catedral para a capela superior e, após o terremoto em 1976, somente 15 corpos de 21 foram extraídos quase intactos das ruínas da rotunda de Saint Michael. 
As Múmias de Venzone, cinco corpos agora visíveis, são mantidos na Cripta do Cemitério da Capela de São Miguel (século XIII), localizado no cemitério da Catedral de S. Andrea Apostolo. 
Endereço: Cemitério Capela de São Miguel, Piazzetta Duomo - 33010 VENZONE (UD) 
Abertura: exposição permanente. 
Horário de funcionamento : verão 09.00-19.00 / inverno 09.00-17.00. 
TIERE MOTUS. HISTÓRIA DE UM EARTQUAKE 
O museu permanente dedicado ao terremoto de 1976 orienta o visitante através dos passos significativos do renascimento iniciado no mesmo ano, no dia 6 de maio, que marcou a História do Friuli desde hoje. 
O título incomum combina duas palavras diferentes de duas línguas diferentes nobres e antigos peculiares da história desta terra: o Friulan Tiere (= terra, terra) eo Latin Motus (= movimento ). 
Tiere quer dizer identidade, emoções profundas e alto senso de pertença à terra e à cultura do Friuli. 
Motus quer significar uma profunda lembrança das origens e da Mãe História e, sobretudo, da força do povo para vencer as dores humanas e os acontecimentos naturais hostis durante dois mil anos. 
O Orcolat , a terrível criatura que personificou o terremoto nas tradições populares, foi reavivado graças à técnica da realidade virtual, para reproduzir fielmente a devastação sofrida pelo "Duomo", a Catedral de Venzone naquela noite, 6 de maio de 1976. As simulações através da animação gráfica 3D são fruto da colaboração de uma equipe, criada na Universidade de Udine, de especialistas em diversos campos, desde a engenharia sísmica até a computação gráfica. 
Endereço: Palazzo Orgnani-Martina, via Mistruzzi, 4 - 33010 VENZONE (UD) 
Abertura: exposição permanente 
Horário de abertura: sexta-feira 15.00-19.00, sábado e domingo 9.00-13.00 / 15.00-19.00.
Tudo convida você a descobrir Venzone: uma cidade medieval onde o tédio é raro. 
ESTE EH O BRASÃO DA CIDADE DE VENZONE, UDINE, ITÁLIA

VALEU PELA VISITA - SEMPRE VOLTE


Fonte / Fotos = msn.com / uol.com / Thymonthy Becker / Wikipédia / vezoneturismo.it / 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CABECEIRA GRANDE, MINAS GERAIS - Cidade Hospitaleira e aconchegante com ótima culinária e palco de festas tradicionais como a Expoagro, Moagem e Carro de Boi

CONHEÇA A CIDADE DE "CABECEIRA GRANDE", MINAS GERAIS, BRASIL imagem - Robson Sá SEJA BEM VINDO A CIDADE DE CABECEIRA GRANDE. ÚNICO MUNICÍPIO MINEIRO A FAZER DIVISA COM O DISTRITO FEDERAL. imagem - ? A CAPELA BOLÍVIA EH UM PATRIMÔNIO CULTURAL DA CIDADE DE CABECEIRA GRANDE, MG imagem - PMCG População estimada 2016 (1) - 6.901 Área da unidade territorial 2015 (km²) - 1.031,409 Densidade demográfica 2010 (hab/km²) - 6,26 Código do Município 3109451 Gentílico - cabeceirense Prefeito 2017 / ODILON DE OLIVEIRA E SILVA ORIGEM DO NOME UMA REFERÊNCIA A CABECEIRA DO RIO QUE MARGEIA A CIDADE.
Gentílico: cabeceirense Histórico Cabeceira Grande Minas Gerais - MG HISTÓRICO O desenvolvimento de Cabeceira Grande tornou-se mais acelerado com a construção de Brasília, que fica a 120 km de distância. Contribui bastante também para este desenvolvimento a abertura da estrada Unaí — Brasília, via Cabeceira Grande e Palmital. As primeiras doações de terras foram feitas pelos Srs. Trajano Caetano Costa…

REPRESA DE FURNAS, SÃO JOSÉ DA BARRA, MINAS GERAIS - Em 1963 fecharam o túnel que criou praias, formou cânions, inundou vilarejos mudando para sempre a história de 34 cidades mineira e formando o espetacular “Mar de Minas”

CONHEÇA A "REPRESA DE FURNAS", SÃO JOSÉ DA BARRA, MINAS GERAIS, BRASIL foto - Thymonthy Becker No dia 9 de janeiro de 1963 o túnel que desviou o curso do rio Grande para a construção da Usina de Furnas foi fechado e as águas que formaram um dos maiores reservatórios do mundo, criou praias, formou cânions e cachoeiras inundou vilarejos e mudou para sempre a história dos 34 municípios que ficam ao longo dos 1.440 km2 de extensão do Lago de Furnas. (Thymonthy Becker) A sede do município de Guapé ficou praticamente submersa, o que levou à construção de uma nova sede em local definido pela população. O distrito de São José da Barra, então pertencente a Alpinópolis e emancipado em 1994, ficou integralmente debaixo das águas e deu lugar à "Nova Barra", que a pedido do padre Ubirajara Cabral, pároco local, foi construída pela Central Elétrica de Furnas na forma de um banjo. (Thymonthy Becker) A maioria dos municípios possuía vocação agropecuária, mas com o alagamento das ár…

SERRA DO NAVIO, AMAPÁ - A História da Serra do Navio remonta aos anos 1950. A região era rica em manganês e outros minérios. Por isso, a brasileira ICOMI, com sede em Belo Horizonte e atuação em Minas Gerais, foi escolhida para explorar o minério e construir a vila operária, que daria origem à cidade de Serra do Navio. Cada vila tinha 330 casas, prédios coletivos (escolas, hospitais, refeitórios), abrigando até 1.500 pessoas, entre trabalhadores e familiares. Tinha ruas largas, postes de concreto para a fiação elétrica e telefônica, calçadas, parques, clubes com piscina, quadras esportivas, restaurante e lanchonete, drenagem de águas das chuvas e tratamento de água e esgoto. Todas as casas tinham mais de 90m² e contavam com saneamento e energia elétrica, proveniente de geradores da ICOMI.

CONHEÇA A CIDADE DE "SERRA DO NAVIO", AMAPÁ, BRASIL CONHEÇA A FAMOSA "LAGOA AZUL" DE SERRA DO NAVIO, AP A história da Lagoa Azul se mistura à criação da Serra do Navio e à atividade de exploração na década de 1950 A Amazônia é conhecida pelos rios, igarapés e cachoeiras. Mas, a maioria das pessoas nem imaginam que aqui existam lagoas de águas azul turquesa. A 208 quilômetros de Macapá, capital do Amapá, fica a Lagoa Azul, um paraíso que nasceu de uma mina abandonada. O lugar fica próximo à Vila Serra do Navio, cidade criada na década de 1950 para abrigar os trabalhadores de uma empresa de mineração. A lagoa azul e o passado da história da Serra do Navio estão entrelaçados. De acordo com a prefeitura da cidade, a cor marcante da lagoa, em tom azul anil, acontece por conta dos minérios da região especialmente o carbonato de manganês. O lugar era uma mineração. Hoje é possível chegar até lá através de trilhas ou de carro. A região é cercada por uma floresta tropical. O…

TOCANTINÓPOLIS, TOCANTINS - Com belíssimas praias, ilhas e trilhas, Tocantinópolis, “Terra do Padre João” sempre será Eterna Boa Vista

CONHEÇA A CIDADE DE "TOCANTINÓPOLIS, TOCANTINS, BRASIL foto - Thymonthy Becker A cidade de Tocantinópolis, Tocantins, vista da cidade de Porto Franco no Maranhão. O Rio Tocantins eh a divisa natural entre as duas cidades e os Estados. De balsa você vai de uma cidade a outra (de um estado a outro) em poucos minutos, por terra você deverá trafegar por 85 km
foto - Thymonthy Becker  Rua XV de Novembro em Tocantinópolis, Tocantins
foto - ?
Alunos do projeto Rondon em Tocantinópolis, Tocantins
foto - ?
foto - ?
praia de água doce em Tocantinópolis, Tocantins
foto - ?
foto - ?
praia da Santa em Tocantinópolis, Tocantins
foto - Dirceu Leno Orla do Porto em Tocantinópolis, Tocantins
Universidade Federal do Tocantins, Campos de Tocantinópolis, Tocantins
Praia do Nilson em Tocantinópolis, Tocantins
foto - ? Corredeiras do Rio Mumbuca em Tocantinópolis, Tocantins
foto - ?
foto - ?
O Rio Mumbuca passando por Tocantinópolis, Tocantins
foto - ?
A Ilha Santa, como eh conhecida, tem a imagem de de uma santa…

MERCÊS, MINAS GERAIS - Famosa por seu turismo de eventos, como o Jubileu de Nossa Senhora das Mercês, que acontece na segunda quinzena de setembro; as festividades do Carnaval; Torneio Leiteiro; e Festa da Virada, que movimentam a economia da cidade e da região.

CONHEÇA A CIDADE DE "MERCÊS", MINAS GERAIS, BRASIL SEJA MUITO BEM VINDO A CIDADE DE MERCÊS, MG. UMA CIDADE ABENÇOADA foto - Thymonthy Becker AQUI O TEMPLO DA ASSEMBLEIA DE DEUS EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker SEDE DO PODER LEGISLATIVO - CÂMARA DE VEREADORES DA CIDADE DE MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker ESCOLA MUNICIPAL EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker ESTAÇÃO RODOVIÁRIA DA CIDADE DE MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker IGREJA EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker MATRIZ DE NOSSA SENHORA DAS MERCÊS E SEU INTERIOR EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker HOMENS TRABALHANDO NO TELHADO DA MATRIZ EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker foto - Thymonthy Becker NA HORA CERTA foto - Thymonthy Becker INTERIOR DA MATRIZ EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker INTERIOR DA MATRIZ EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker INTERIOR DA MATRIZ EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker INTERIOR DA MATRIZ EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker INTERIOR DA MATRIZ EM MERCÊS, MG

ITUIUTABA, MINAS GERAIS - Com vários atrativos turísticos como cachoeiras, trilhas, museu, parques. artesanato regional e a famosa cachaça artesanal

CONHEÇA A CIDADE DE "ITUIUTABA", MINAS GERAIS, BRASIL BEM VINDO A CIDADE DE ITUIUTABA, MG. PORTAL DO TRIÂNGULO MINEIRO foto - ? População estimada 2016 (1) - 103.945 Área da unidade territorial 2015 (km²) - 2.598,046 Densidade demográfica 2010 (hab/km²) - 37,40 Código do Município 3134202 Gentílico - ituiutabano Prefeito 2017 / FUED JOSE DIB ORIGEM DO NOME O nome da cidade eh de origem indígena: I - rio, TUIU ­barrento; TABA - povoação, cidade. “Cidade do rio barrento”
Gentílico: ituiutabano HISTÓRICO Ituiutaba é uma fusão de vocábulos tupis que significa "povoação do rio Tijuco". Os primitivos habitantes do município eram ameríndios, pertencentes ao grupo Gê, também chamados caiapós. Uma das tribos que deixaram fama na região foi a dos panariás, muito bem estudada por Alexandre Barbosa, de Uberaba. Por fim ela foi aldeada na atual povoação de São Francisco de Sales, às margens do Rio Grande, no vizinho município de Campina Verde. Os panariás - assinala o his…

CARRANCAS, MINAS GERAIS - Um pequeno paraíso conhecido como Terra das Cachoeiras pois possui mais de 120 quedas d'água na Estrada Real. Considerada um dos novos pólos de Ecoturismo, é um lugar ideal para a prática de Montain Bike, Trekking e outros esportes que lhe propiciam o contato com a natureza. Tem o grande poço da esmeralda, além das grutas da toca e da cortina, ainda pode-se observar pinturas rupestres e um escorregador com cerca de dez metros que termina com um divertido mergulho.

CONHEÇA A CIDADE DE "CARRANCAS", MINAS GERAIS, BRASIL

MUITO BEM VINDO AO PARAÍSO. BEM VINDO A CARRANCAS. MINAS EH ISTO E MUITO MAIS. imagem "?" Com mais de 50 cachoeiras, a cidade está voltada para o ecoturismo – suas belas paisagens frequentemente servem de cenário para novelas. Há quedas d’água de fácil acesso, mas as mais bonitas ficam escondidas na mata fechada, aonde só se chega por trilhas (que devem ser percorridas com a ajuda de guia). Entre novembro e março, a chuva torna as cachoeiras perigosas. A maioria das pousadas está próxima de grutas e cachoeiras, e muitas têm piscinas naturais. Foto - ?
POÇO DO CORAÇÃO
O acesso é tranquilo: pegue a Estrada para Itutinga, entre à esquerda após a primeira ponte para chegar ao Complexo da Toca. O carro fica na portaria, e você segue a trilha até o para o escorregador (é bom ponto para banho, ao lado da Gruta da Toca). A partir dele, suba margeando o rio: há vários poços e pequenas quedas até a principal atração local, a …

TEMPLO DE SALOMÃO, JERUSALÉM, ISRAEL - Hoje, o que resta do templo, eh o Muro de Lamentações

CONHEÇA O "TEMPLO DE SALOMÃO", JERUSALÉM, ISRAEL O TEMPLO DE SALOMÃO (NO HEBRAICO בית המקדש, BEIT HAMIQDASH), FOI O PRIMEIRO TEMPLO EM JERUSALÉM, CONSTRUÍDO NO SÉCULO XI A.C.. E FUNCIONOU COMO UM LOCAL DE CULTO RELIGIOSO JUDAICO CENTRAL PARA A ADORAÇÃO A JAVÉ, DEUS DE ISRAEL. O REI DAVI, DA TRIBO DE JUDÁ, DESEJAVA CONSTRUIR UMA CASA PARA JEOVÁ (YHWH), ONDE A ARCA DA ALIANÇA FICASSE DEFINITIVAMENTE GUARDADA, AO INVÉS DE PERMANECER NA TENDA PROVISÓRIA OU TABERNÁCULO, EXISTENTE DESDE OS DIAS DE MOISÉS. O SEU FILHO SALOMÃO, CUJO NOME SIGNIFICA "PAZ", ENFATIZAVA A VONTADE DIVINA DE QUE A CASA DE DEUS FOSSE EDIFICADA EM PAZ, POR UM HOMEM PACÍFICO. O REI SALOMÃO COMEÇOU A CONSTRUIR O TEMPLO NO QUARTO ANO DE SEU REINADO SEGUINDO O PLANO ARQUITETÔNICO TRANSMITIDO POR DAVI, SEU PAI. O TRABALHO PROSSEGUIU POR SETE ANOS. Aqui, o Muro de Lamentações, o que restou do templo. O TEMPLO TINHA UMA PLANTA MUITO SIMILAR À TENDA OU TABERNÁCULO QUE ANTERIORMENTE SERVIA DE CENTRO DA ADORA…

ÁGUAS DO TREME LAKE RESORT, INHAÚMA, MINAS GERAIS - Com vista espetacular de colinas e cerrados, o hotel tem trilhas, pista de cooper e trenzinhos além de balonismo pescarias e passeios a cavalo

CONHEÇA O "ÁGUAS DO TREME LAKE RESORT ", INHAÚMA, MINAS GERAIS, BRASIL imagem - ATR BEM VINDO AO PARAÍSO. BEM VINDO A ÁGUAS DO TREME LAKE RESORT EM INHAÚMA NO CORAÇÃO DAS MINAS GERAIS imagem - ATR Águas do Treme é um oásis no meio do cerrado mineiro, cercado por suaves colinas de mata nativa. Um lugar calmo, ideal para uma experiência única no hotel ou na orla, com o sistema Day Use.  O complexo foi projetado para que o hóspede possa desfrutar de um ambiente agradável e cordial, relaxando ou praticando diversas atividades. imagem - ATR A CONSTRUÇÃO uma construção em estilo espanhol com charmoso pátio interno, é decorado com obras de arte modernas e peças mineiras do séc. XVIII. São 12 suítes e 2 ranchos, restaurantes, sauna panorâmica integrada à piscina de 1200m² e uma estrutura de lazer na orla do lago de 60 hectares. imagem - ATR Membro da Associação Roteiros de Charme e do Circuito das Grutas, é localizado em Inhaúma, a 83 km de BH, MG e oferece uma rara combinação de atrati…

ÁGUAS VERMELHAS, MINAS GERAIS - Entre as mais belas montanhas de Minas, uma cidade tranquila e acolhedora que promove o Festival de Inverno mais famoso da região, com boa música e o melhor da gastronomia regional

CONHEÇA A CIDADE DE "ÁGUAS VERMELHAS", MINAS GERAIS, BRASIL DA JANELA DO TREM foto - Angelo Carlos Ronchi
BOM DIA. BEM VINDO A CIDADE DE ÁGUAS VERMELHAS. CIDADE ONDE EM JUNHO ACONTECE O FESTIVAL DE INVERNO. FAMOSO NA REGIÃO. copyrigth "Mustafa-K" População estimada 2016 (1) - 13.513
Área da unidade territorial 2015 (km²) - 1.259,286
Densidade demográfica 2010 (hab/km²) - 10,10
Código do Município 3101003
Gentílico águas-vermelhense ORIGEM DO NOME
A ORIGEM DO NOME SE PRENDE AO FATO DA COR FERRUGINOSA DAS ÁGUAS QUE BANHA O MUNICÍPIO. AQUI, UMA DAS CASAS DA CIDADE copyrigth "Eraldo Peres" Gentílico: águas-vermelhense Histórico Águas Vermelhas Minas Gerais - MG Histórico Supõe-se terem sido índios da tribo tupis os primitivos habitantes da região Alto Rio Pardo, onde hoje se localiza o município de Águas Vermelhas, segundo inscrições existente ainda hoje na região. Grande parte das terras eram pertencentes ao conde da Ponte que possuía uma sesmaria, da qual desmemb…