Pular para o conteúdo principal

SERRO, MINAS GERAIS - Cidade encantada que parou no tempo




CONHEÇA A CIDADE DE "SERRO", MINAS GERAIS, BRASIL
Foto - PMS
SEJA BEM VINDO A UMA DAS CIDADE MAIS BONITA DAS MINAS GERAIS. SEJA BEM VINDO A CERRO. TIPICAMENTE COLONIAL
imagem - ?
População estimada 2016 (1) - 21.431
Área da unidade territorial 2015 (km²) - 1.217,813
Densidade demográfica 2010 (hab/km²) - 17,11
Código do Município 3167103
Gentílico - serrano
Prefeito 2017 / GUILHERME SIMOES NEVES
ORIGEM DO NOME
O primeiro nome de que se tem notícias foi "Arraial do Ribeirão das Minas de Santo Antônio do Bom Retiro do Serro do Frio”.
Os índios denominavam o lugar de Hivituruí, ou seja, grande serro do frio, como passou a ser conhecido. Mais tarde o topônimo foi mudado para Arraial das Lavras Velhas do Hivituruí, posteriormente vila do príncipe, atualmente serro referindo-se ao santo

Gentílico: serrano
HISTÓRICO
SERRO MINAS GERAIS Monografia - n.° 613 Ano: 1982 
ASPECTOS HISTÓRICOS 
O INÍCIO do povoamento do sertão dos Cataguases se deve ao espírito intrépido dos bandeirantes paulistas que, em fins do século XVII, iniciaram expedições em busca de ouro e de pedras preciosas, ou de índios para o trabalho escravo. 
Segundo alguns historiadores, foi Lucas de Freitas o primeiro civilizado a penetrar em terras do atual Município de Serro. Outros atribuem o feito a Antônio Ferreira Soares, descobridor do morro que, mais tarde, se chamou Gaspar Soares. Essa versão tem base na Revista do Arquivo Público Mineiro, que menciona Antônio Soares como descobridor das minas de Serro Frio, em 1702, coadjuvado por seu filho João Soares Ferreira, pelo escrivão Manuel Correia, pelo procurador régio Baltazar Lemos de Morais Navarro e por Lourenço Carlos Mascarenhas e Araújo, seguidos de inúmeros escravos. 
Entretanto, de acordo com o escritor serrano Nelson de Sena, os descobridores e primeiros habitantes da região do Serro Frio, que, atraídos pelas lavras do aurífero Hivituruí, aí se instalaram em 1703, foram os irmãos Corrêa Arzão, Baltazar Leme Lourenço Carlos, Gaspar Soares, Lucas de Azevedo Bartolomeu Bueno de Siqueira, Jerônimo Arzão e Pedro de Miranda. 
Passa ao pé da Cidade o histórico córrego dos Quatro Vinténs, onde foram levadas a efeito as primeiras bateadas. A existência de ouro a granel nesse córrego foi anunciada aos exploradores pela africana Jacinta Siqueira, que mandou construir a primeira igreja no lugar. 
Em 1720, estabeleceu-se a Casa de Fundição para a cobrança do quinto do ouro extraído das lavras. Em 1729 e 1730, Bernardo da Fonseca descobriu diamantes no lugar. 
Acusados de extravio e roubo de pedras, negros e pardos foram expulsos em 1732. 
A construção da cadeia teve lugar em 1735, seguida do calçamento das ruas. Sete anos depois, foi edificada a Igreja da Purificação. O Chafariz da Praia, construído em 1764, começou a funcionar em 1809.
DISTRITO DE PEDRO LESSA, SERRO, MG
Foto - PMS
Foto - PMS
DISTRITO DE MATO GROSSO, SERRO, MG
Foto - PMS
DISTRITO DE MATO GROSSO, SERRO, MG
Foto - PMS
DISTRITO DE MILHO VERDE, SERRO, MG
Foto - PMS
AQUI A IGREJA DE SANTA RITA
Sua edificação remonta ao século XVIII, sem data precisa, passando no século XIX por sucessivas reformas que caracterizaram sua atual fachada chanfrada. Em seu interior se destaca a singeleza da ornamentação marmorizada e o alar de São Sebastião confeccionado por ordem do Alferes Ângelo Martins de Siqueira pai da lendária Ana D'África. A igreja se localiza no alto de uma longa escadaria de onde se avistam o Pico do Itambé, com seus 2044 metros de altitude, e uma vista panorâmica do centro histórico do Serro. O arquiteto Silvio de Vasconcelos esteve neste adro e, em meio a uma revoada de andorinhas, registrou sua célebre frase: "Serro cidade encantada que parou no tempo".
imagem - Ricardo Moraleida
imagem - F. Baracho 
IGREJA DE NOSSA SENHORA DO CARMO
A Ordem Terceira do Carmo se erigiu autonomamente na Vila do Príncipe em 1761. As obras para a construção do templo iniciaram-se em 1768 e foram concluídas em 1781. Em 1817 o monumento recebeu a visita de Auguste Saint Hilaire, naturalista francês que fez as seguintes observações: " Lindo e bem arejado, acentuado ser o seu interior bastante claro e ornado de dourados e pinturas que longe de se poderem considerar obras primas lhe pareciam superior à ornamentação de muitas igrejas da França", declarou.
imagem - Ricardo Moraleida
CACHOEIRA CARIJÓ
imagem - José Gustavo A. Murta
CACHOEIRA DO LAJEADO
imagem - José Gustavo A. Murta
imagem - José Gustavo A. Murta
CAPELA DE SÃO JOSÉ
imagem - José Gustavo A. Murta
CAPELA DE SÃO MIGUEL. ESTA CAPELA FICA DENTRO DO CEMITÉRIO
imagem - Roberta Soriano
CAPELA DO DIVINO ESPÍRITO SANTO
imagem - Beatriz Barreto Tanezini
CASA DE CARIDADE
imagem - Roberta Soriano
CASA DO BARÃO DIAMANTINA
Sobrado construído no século XIX, com fins residenciais. Pertenceu a Francisco José Vasconcelos Lessa, o Barão de Diamantina.
imagem - José Gustavo A. Murta
imagem - Roberta Soriano
imagem - Roberta Soriano
ESCULTURAS NA PRAÇA
imagem - Roberta Soriano
AQUI SE FABRICA O TRADICIONAL E DELICIOSO QUEIJO "DO CERRO"
Serro é nome de queijo ... e queijo é sinônimo de Serro. A cidade se orgulha de produzir o mais saboroso e conhecido produto mineiro: o famoso "Queijo do Serro" artesanal, tipo Minas. No estado ele é conhecido também como "queijo minas" (não é curado nem frescal). O motivo do diferenciado sabor, comparável aos melhores do mundo, ou ainda não está devidamente explicado, ou está guardado a sete chaves. Os antigos o creditavam ao capim gordura, excelente pastagem nativa da região, hoje quase desaparecida. Como permaneceu a mesma qualidade, atualmente alguns apontam a composição do solo (terreno calcáreo e úmido) e o clima, como os responsáveis pelo delicado sabor.
Foto - PMS
imagem - ?
imagem - Beatriz Barreto Tanezini
imagem - ?
imagem - ?
imagem - Gildazio Fernandes
INTERIOR DA IGREJA DE NOSSA SENHORA DO CARMO
imagem - Roberta Soriano
imagem - José Gustavo A. Murta
MATRIZ DE NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO
A primeira Matriz da Vila do Príncipe foi edificada em 1713 sob orago de Santo Antônio. Já no ano de 1776 sua invocação era dedicada à Nossa Senhora da Conceição. A Igreja possui elementos barrocos revelando influência da Igreja de São Francisco de Assis, em Ouro Preto, de autoria de Aleijadinho. A atual Matriz foi construída sob embasamento de cantaria e paredes em pau-a-pique e taipa de pilão o que a torna uma das maiores edificações religiosas da arquitetura colonial brasileira.
imagem - José Gustavo A. Murta
LAJEADO
imagem - José Gustavo A. Murta
imagem - Roberta Soriano
imagem - Roberta Soriano
PRAÇA DA PREFEITURA
imagem - José Gustavo A. Murta
PRAÇA DA MATRIZ
imagem - José Gustavo A. Murta
SEDE DO GOVERNO MUNICIPAL E CÂMARA DE VEREADORES
Casarão do século XIX que, segundo a tradição local, foi construído para hospedar o imperador D. Pedro I, visita que nunca chegou a acontecer.
imagem - Roberta Soriano
IGREJA DE BOM JESUS DO MATOZINHOS
Último exemplar da arquitetura setecentista da Vila do Príncipe, a Igreja do Senhor Bom Jesus de Matozinhos, foi edificada pelas Irmandades de São Benedito e Nossa Senhora das Mercês. Possui pintura e linhas de talha definidas pelo rococó. Em seu interior encontram-se interessantes pinturas sobre o respaldo e forro da capela-mor, datadas de 1797, e atribuídas a Silvestre de Almeida Lopes.
imagem - Roberta Soriano
imagem - Roberta Soriano
imagem - Beatriz Barreto tanazini
imagem - José Gustavo A. Murta
imagem - Beatriz Barreto tanazini
imagem - Gildazio Fernandes
imagem - Gildazio Fernandes
imagem - Gilson de Sousa
IGREJA DE NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO
imagem - Beatriz Barreto tanazini
MUSEU REGIONAL CASA DOS OTTONI
Construção do Século XVIII, de aparência simples, com linhas arquitetônicas que lembram os velhos solares rurais mineiros. Abriga um Museu com peças de imaginária, utensílios e móveis de época. Aberto de terça a sábado de 10hs às 18 horas. Domingos de 08hs às 12hs. Está localizado na praça Cristiano Ottoni nº 72, no Bairro Praia. 
Contato - (38) 3541-1440
imagem - José Gustavo A. Murta
CACHOEIRA DO CARIJÓ
imagem - José Gustavo A. Murta
imagem - Fernando & Sabino
imagem - José Gustavo A. Murta
imagem - José Gustavo A. Murta
imagem - José Gustavo A. Murta
PICO DO ITAMBÉ NA ENTORNO DA CIDADE
imagem - José Gustavo A. Murta
imagem - José Gustavo A. Murta
imagem - José Gustavo A. Murta
ESTA EH A ABANDEIRA DA CIDADE DE SERRO, MINAS GERAIS
ESTE EH O BRASÃO DO MUNICÍPIO DE SERRO, MINAS GERAIS


 ACESSE: THYMONTHY BECKER COMUNICAÇÃO

VALEU PELA VISITA - A GENTE SE ENCONTRA POR AI


Fonte / Fotos = IBGE / Thymonthy Becker / Portal do Governo de Serro / Wikipédia / 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

MERCÊS, MINAS GERAIS - Famosa por seu turismo de eventos, como o Jubileu de Nossa Senhora das Mercês, que acontece na segunda quinzena de setembro; as festividades do Carnaval; Torneio Leiteiro; e Festa da Virada, que movimentam a economia da cidade e da região.

CONHEÇA A CIDADE DE "MERCÊS", MINAS GERAIS, BRASIL SEJA MUITO BEM VINDO A CIDADE DE MERCÊS, MG. UMA CIDADE ABENÇOADA foto - Thymonthy Becker AQUI O TEMPLO DA ASSEMBLEIA DE DEUS EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker SEDE DO PODER LEGISLATIVO - CÂMARA DE VEREADORES DA CIDADE DE MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker ESCOLA MUNICIPAL EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker ESTAÇÃO RODOVIÁRIA DA CIDADE DE MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker IGREJA EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker MATRIZ DE NOSSA SENHORA DAS MERCÊS E SEU INTERIOR EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker HOMENS TRABALHANDO NO TELHADO DA MATRIZ EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker foto - Thymonthy Becker NA HORA CERTA foto - Thymonthy Becker INTERIOR DA MATRIZ EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker INTERIOR DA MATRIZ EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker INTERIOR DA MATRIZ EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker INTERIOR DA MATRIZ EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker INTERIOR DA MATRIZ EM MERCÊS, MG

REPRESA DE FURNAS, SÃO JOSÉ DA BARRA, MINAS GERAIS - Em 1963 fecharam o túnel que criou praias, formou cânions, inundou vilarejos mudando para sempre a história de 34 cidades mineira e formando o espetacular “Mar de Minas”

CONHEÇA A "REPRESA DE FURNAS", SÃO JOSÉ DA BARRA, MINAS GERAIS, BRASIL foto - Thymonthy Becker No dia 9 de janeiro de 1963 o túnel que desviou o curso do rio Grande para a construção da Usina de Furnas foi fechado e as águas que formaram um dos maiores reservatórios do mundo, criou praias, formou cânions e cachoeiras inundou vilarejos e mudou para sempre a história dos 34 municípios que ficam ao longo dos 1.440 km2 de extensão do Lago de Furnas. A sede do município de Guapé ficou praticamente submersa, o que levou à construção de uma nova sede em local definido pela população. O distrito de São José da Barra, então pertencente a Alpinópolis e emancipado em 1994, ficou integralmente debaixo das águas e deu lugar à "Nova Barra", que a pedido do padre Ubirajara Cabral, pároco local, foi construída pela Central Elétrica de Furnas na forma de um banjo. A maioria dos municípios possuía vocação agropecuária, mas com o alagamento das áreas produtivas diversificaram suas ati…

FAROL DE ALEXANDRIA, ALEXANDRIA, EGITO - Uma das 7 maravilhas do mundo eh uma obra colossal

CONHEÇA O "FAROL DE ALEXANDRIA", ALEXANDRIA, EGITO A cidade de Alexandria foi fundada por Alexandre, o Grande, e tem muito mais a oferecer além de sua história e curiosidades. Localizada na costa mediterrânica do Egito, é conhecida mundialmente pelos seus pontos turísticos, como a Biblioteca de Alexandria, o Farol de Alexandria (uma das sete maravilhas do mundo antigo) e as Catacumbas de Kom el Shoqafaw (uma das sete maravilhas do mundo medieval). Outras atrações envolvem visitas à museus, jardins, mesquitas e ruínas antigas que contam a história de seu passado. O Farol de Alexandria é uma das sete maravilhas do mundo antigo. Foi construído para servir de referencial para os navegantes, na Ilha de Faros. Para servir de entrada no porto e informar os navegantes da proximidade de terras, Ptolomeu mandou construir o Farol de Alexandria. Este tinha lugar na Ilha de Faros e, por causa do nome da ilha, todas as construções até hoje, com o mesmo objetivo, são chamadas de farol. O e…

BELFAST, IRLANDA DO NORTE - A região tem uma história marcada por grandes conflitos e algumas das principais atrações estão nas ruas das grandes cidades

CONHEÇA "BELFAST", O LADO HISTÓRICO DA IRLANDA DO NORTE Para muitas pessoas, viajar pela Irlanda e Irlanda do Norte é sinônimo de conhecer paisagens naturais, casinhas de interior e ovelhas por todos os lados. Realmente esse é o tipo de paisagem mais frequente pelas estradas desses dois países. Mas o que muitos turistas não sabem ou até esquecem, é que a região tem uma história marcada por grandes conflitos e algumas das principais atrações estão nas ruas das grandes cidades.  É o caso de Belfast, capital da Irlanda do Norte. Se estiver pela ilha esmeralda, não deixe de passar pelo menos dois dias na cidade. O local se tornou capital do país quando a Irlanda se dividiu em duas, em 1920. Foi nessa época que ocorreu uma longa guerra política e religiosa entre protestantes a favor do Reino Unido e católicos separatistas. Depois de anos sangrentos, os cidadãos tentam levar uma vida normal, mas as marcas dessa disputa ainda estão por toda parte.  Apesar de ser marcada e conhecida…

O QUE FAZER NO PANTANAL BRASILEIRO - Em outras palavas: o Pantanal é imenso e merece planejamento para explorar a maior planície alagável do planeta, uma área de 210 mil km² e quase mil espécies de animais, segundo o ICMBio.

O QUE FAZER EM UM PASSEIO PELO PANTANAL BRASILEIRO
Localizada entre o noroeste do Mato Grosso do Sul e o sul do Mato Grosso, no Centro-Oeste brasileiro, a região é dividida em Pantanal Norte (MT), formada por destinos como Cáceres (220 km de Cuiabá), Poconé (102 km) e Barão de Melgaço (110 km); e Pantanal Sul (MS), com destaque para cidades como Miranda (198 km de Campo Grande), Aquidauana (130 km) e Corumbá (420 km).  Em outras palavas: o Pantanal é imenso e merece planejamento para explorar a maior planície alagável do planeta, uma área de 210 mil km² e quase mil espécies de animais, segundo o ICMBio.  CONFIRA ATRAÇÕES  Pantanal Norte  ⇒ Transpantaneira  A MT-060 tem 140 km de extensão, entre Poconé, portal do pantanal mato-grossense, e a localidade de Porto Jofre.  Essa estrada de terra com trechos precários é melhor aproveitada a bordo de carros 4×4. Com 123 pontes – a maioria delas em madeira -, a Transpantaneira é conhecida pelas áreas alagadas que atraem animais em busca de alimen…

SANTANA DO GARAMBÉU, MINAS GERAIS - Com um museu que traz um acervo com diversos objetos e documentos de antigos moradores da cidade, além da famosa Fazenda do Apiário, que proporciona um maravilhoso pôr do sol aos seus visitantes. A cidade cultiva o turismo ecológico por ser dona de belas e deliciosas cachoeiras.

CONHEÇA A CIDADE DE "SANTANA DO GARAMBÉU", MINAS GERAIS, BRASIL Às margens do Rio Grande, Santana do Garambéu está localizada na microrregião do Alto Rio Grande e faz parte do Circuito Serras de Ibitipoca, em Minas Gerais.  A Praça da Matriz de Santana do Garambéu possui um histórico casarão construído pelo fundador da cidade, Antônio Garambéu, e é um dos pontos turísticos mais interessantes da cidade. De propriedade particular, a visita deve ser agendada por meio da prefeitura da cidade.  (Instituto estrada real)  CHEGANDO NA CIDADE DE SANTANA DE GARAMBÉU, MG(Nilza Ribeiro) A cidade conta também com um museu que traz um acervo com diversos objetos e documentos de antigos moradores da cidade, além da famosa Fazenda do Apiário, que proporciona um maravilhoso pôr do sol aos seus visitantes.  A cidade cultiva o turismo ecológico por ser dona de belas e deliciosas cachoeiras. Nos limites do município é praticada a pesca às margens do Rio Grande. (Instituto estrada real)  CACHOEIRA…

PACUJÁ, CEARÁ - Uma cidade que encanta cada pessoa que passa por lá. Pessoas carismáticas, acolhedoras que tem uma peculiaridade interessante, são muito apaixonadas por política.

CONHEÇA A CIDADE DE "PACUJÁ, CEARÁ, BRASIL PACUJÁ, uma cidade que encanta cada pessoa que passa por lá. Pessoas carismáticas, acolhedoras que tem uma peculiaridade interessante, são muito apaixonadas por política.  Centro da cidade de Pacujá, CE(Alancardé Leopoldino) SERRINHA, PACUJÁ, CEARÁ  A Serrinha é uma espécie de “braço” da Serra da Ibiapaba que se prolonga pelos municípios de Pacujá, Graça, Cariré e Reriutaba. Esta serra, apesar de pequena, concentra um enorme potencial científico, ecológico e turístico.  Caverna Arenítica em Serrinhas, Pacujá, CE(PCdoB / Alancardé Leopoldino) Gruta do Limão ou Furna do Limão em Serrinha, Pacujá, CE(Alancardé Leopoldino) Pedra do Jacaré em Serrinha, Pacujá, CE(Alancardé Leopoldino) Icnofóssil Marinho de 420 Milhões de anos em Serrinha, Pacujá, CE(Alancardé Leopoldino) Numa área de aproximadamente mil hectares, podemos nos deparar com sítios arqueológicos onde foram encontrados artefatos em pedra, feitos pelo homem “pré-histórico”, datados de …

VIRGINÓPOLIS, MINAS GERAIS - Alem da festa da Jabuticaba que acontece anualmente, a cidade possui uma das maiores escadarias de igreja do mundo, com mais de 500 degraus

CONHEÇA A CIDADE DE "VIRGINÓPOLIS", MINAS GERAIS, BRASIL A cidade é regionalmente conhecida pela tradicional Festa da Jabuticaba, que ocorre anualmente em setembro. Um aspecto interessante é que, apesar da festa, a cidade não se configura como grande produtor da fruta.  Outro aspecto cultural interessante é a presença da Capela de Nossa Senhora do Patrocínio, que possui uma das maiores escadarias de igreja do mundo, com mais de 500 degraus, construídos pelos próprios moradores da cidade em mutirões realizados no fim da década de 1980.  CASARÃO NA CIDADE DE VIRGINÓPOLIS, MG(asminasgerais.com.br) CASARÃO EM VIRGINÓPOLIS, MG (asminasgerais.com.br) CENTRO DA CIDADE DE VIRGINÓPOLIS, MG (asminasgerais.com.br) PRAÇA EM VIRGINÓPOLIS, MG (asminasgerais.com.br) VIRGINÓPOLIS, MG(asminasgerais.com.br)
CASARÃO EM VIRGINÓPOLIS, MG(asminasgerais.com.br)
PRAÇA EM VIRGINÓPOLIS, MG(asminasgerais.com.br)
RUA CENTRAL DA CIDADE DE VIRGINÓPOLIS, MG(asminasgerais.com.br)
UMA DAS MAIORES ESCADARIAS …

TRÊS CORAÇÕES, MINAS GERAIS - Três boiadeiros vindos de Goiás se renderam aos encantos de três moças da localidade e conquistaram os três corações. Assim reza a lenda

CONHEÇA A CIDADE DE "TRÊS CORAÇÕES", MINAS GERAIS, BRASIL DA JANELA DO TREM CASA PELÉ A Casa Pelé foi construída baseada nas memórias de Dona Celeste Arantes do Nascimento e seu irmão Jorge, respectivamente mãe e tio do Pelé. Como não havia registro fotográfico nem descritivo da mesma, o resgate dessas informações foi de vital importância para o sucesso da obra. Na Casa, foram utilizadas técnicas de envelhecimento que transportaram uma obra construída recentemente para o ano de 1940, data de nascimento de Edson Arantes do Nascimento, o Rei Pelé. Os móveis e objetos existentes são fiéis à década de 40 e foram adquiridos através de uma pesquisa realizada durante três anos em fazendas, brechós e antiquários. O rádio tocando músicas da época, o fogão à lenha e as lâmpadas de baixa voltagem imprimem uma sensação de volta ao passado. Com aproximadamente 15.000 visitantes em apenas 8 meses de existência, a Casa já recebeu a visita de 28 países além de turistas de todas as regiões do…

TOCANTINÓPOLIS, TOCANTINS - Com belíssimas praias, ilhas e trilhas, Tocantinópolis, “Terra do Padre João” sempre será Eterna Boa Vista

CONHEÇA A CIDADE DE "TOCANTINÓPOLIS, TOCANTINS, BRASIL foto - Thymonthy Becker A cidade de Tocantinópolis, Tocantins, vista da cidade de Porto Franco no Maranhão. O Rio Tocantins eh a divisa natural entre as duas cidades e os Estados. De balsa você vai de uma cidade a outra (de um estado a outro) em poucos minutos, por terra você deverá trafegar por 85 km
foto - Thymonthy Becker  Rua XV de Novembro em Tocantinópolis, Tocantins
foto - ?
Alunos do projeto Rondon em Tocantinópolis, Tocantins
foto - ?
foto - ?
praia de água doce em Tocantinópolis, Tocantins
foto - ?
foto - ?
praia da Santa em Tocantinópolis, Tocantins
foto - Dirceu Leno Orla do Porto em Tocantinópolis, Tocantins
Universidade Federal do Tocantins, Campos de Tocantinópolis, Tocantins
Praia do Nilson em Tocantinópolis, Tocantins
foto - ? Corredeiras do Rio Mumbuca em Tocantinópolis, Tocantins
foto - ?
foto - ?
O Rio Mumbuca passando por Tocantinópolis, Tocantins
foto - ?
A Ilha Santa, como eh conhecida, tem a imagem de de uma santa…