Pular para o conteúdo principal

SABARÁ, MINAS GERAIS - O primeiro povoamento das Minas Gerais eh a terra do Eldorado perdido




CONHEÇA A CIDADE DE "SABARÁ", MINAS GERAIS, BRASIL
copyrigth "Borbosa"
População estimada 2016 (1) - 135.196
Área da unidade territorial 2015 (km²) - 302,419
Densidade demográfica 2010 (hab/km²) - 417,87
Código do Município 3156700
Gentílico - sabaraense
Prefeito 2017 / WANDER JOSÉ GODDARD BORGES
Gentílico: sabaraense
HISTÓRICO
"Sabará" é oriundo do termo tupi itá'berab'uçú ("pedra grande brilhante"), que designava a mítica "serra das esmeraldas" procurada pelos bandeirantes.
Tão logo os portugueses chegaram ao Brasil, em 1500, tímidas expedições começaram a explorar o território. Já em 1503, Américo Vespúcio organizou a primeira incursão conhecida, partindo da cidade de Cabo Frio, no Estado do Rio de Janeiro. Várias outras se sucederam, aumentando a frequência no decorrer dos tempos. Não se sabe ao certo quando os primeiros exploradores alcançaram a região de Sabará. 
Muitos foram os personagens na corrida pelas riquezas que os rincões do Brasil escondiam. A "bandeira" organizada por Fernão Dias partiu de São Paulo em 1674 e tinha como finalidade alcançar Sabarabuçu, o eldorado. Fernão Dias morreu em 1681, nas proximidades de Caeté, cidade vizinha. Seu genro, Borba Gato, continuaria seu trabalho e se tornaria uma das figuras mais importantes da história de Sabará e da descoberta do ouro em Minas Gerais.
As incursões seguiam a orientação dos índios, grandes conhecedores dos recantos brasileiros. Eles contavam sobre uma terra distante, rica em pedras preciosas e ouro. A mais fabulosa serra estava lá, em algum lugar e se chamava Sabarabuçu. Era ela a maior justificativa para o imenso sacrifício de desbravar a natureza hostil. Mais que orientadores, os índios transportavam cargas e serviam de interlocutores entre os exploradores e as várias tribos encontradas no caminho.
Embora fracassada em seu objetivo específico, encontrar grandes veios de ouro e pedras preciosas, a "bandeira" de Fernão Dias foi importantíssima, pois criou pousos e revelou grande parte do imenso território de Minas. Seu trabalho possibilitou que as riquezas enfim fossem descobertas poucos anos depois, trazendo levas de trabalhadores à região.
Há indícios de que Borba Gato, quando chegou a Sabará, assistiu uma missa numa pequena capela existente. Segundo os historiadores, o capitão Matias Cardoso de Albuquerque teria atingido as margens do rio das Velhas anteriormente, uma vez que era líder da equipe de Vanguarda da Bandeira das Esmeraldas. Tinha como objetivo abrir caminho e preparar terreno para os demais exploradores do grupo. Cardoso de Albuquerque chegou a uma encosta fértil, abastecida por fontes de água pura.
O lugar, batizado Roça Grande, se tornou pouso obrigatório na travessia para o sertão. É um dos mais antigos de Minas Gerais e tem importância indiscutível no surgimento de Sabará. Coube a denominação de arraial de Santo Antônio do Bom Retiro da Roça Grande até ser instituída a freguesia em 1707. O patrimônio foi doado por Manoel de Borba Gato.
A abundância de ouro alimentou a ganância e consequentemente gerou muitos conflitos. As densas florestas forneciam madeira para a construção de igrejas, sobrados, pontes. Os espaços abertos na mata se transformavam em lavouras diversas. Já em 1702 o arraial da Barra do Sabará, próximo à Roça Grande, era um movimentado centro de comércio de gado, cavalos, escravos e mantimentos, além de ser o mais populoso das Minas Gerais.
Os imigrantes que chegavam iam se estabelecendo por toda parte, formando novos povoados, dentre eles o arraial do Pompeu e o arraial do Raposo. Este último foi desmembrado em três freguesias: Santo Antônio do Rio Acima, Rio das Pedras e Congonhas do Sabará (hoje município de Nova Lima). A prosperidade fez com que o arraial de Sabará fosse elevado à Villa Real em 1711, absorvendo muitos arraiais vizinhos. A Comarca do Rio das Velhas foi instalada em 1714, com sede na vila. Sua imensa área fazia limite com Pernambuco, Bahia, Espírito Santo, Rio de Janeiro e Goiás. A posição estratégica fez da Villa Real do Sabará o mais importante empório comercial de Minas Gerais no século XVIII e em mais da metade do século XIX. Além disso, era o maior centro de ourivesaria do Brasil, possuindo o melhor artesanato não só de alfaias sacras, como de jóias de todo gênero".
Sabará tem origem num arraial de bandeirantes que apareceu no fim do século XVII. O povoado cresceu e foi criada a freguesia em 1707, que foi elevada à vila e município em 1711, com o nome de Vila Real de Nossa Senhora da Conceição do Sabará. É cidade desde 1838.
CAPELA DO SENHOR BOM JESUS
copyrigth "Luis Macedo"
UM DOS MUITOS CASARÕES DE SABARÁ
copyrigth "Fernando Bezerra"
REGIÃO CENTRAL
copyrigth "Jairo Nunes"
SABARÁ PRESERVA MUITOS DO CHAFARIZ QUE ALI EXISTEM. ESTE EH O CHAFARIZ DA PRAÇA GETÚLIO VARGAS
copyrigth "SgTrangel"
PONTE COBERTA
copyrigth "?"
FAMOSO CHAFARIZ DA RUA KAQUENDE
copyrigth "Luzia Cruz Frata"
SABARÁ ENTRE AS MONTANHAS DAS MINAS GERAIS
copyrigth "?"
ANTIGA ESTAÇÃO FERROVIÁRIA
copyrigth "Jairo Nunes"
BELÍSSIMA ARQUITETURA DA IGREJA DO "Ó"
copyrigth "Luis Macedo"
INACABADA IGREJA DO ROSÁRIO
copyrigth "Luzia Cruz Frata"
MATRIZ DE NOSSA SENHORA DO CARMO
copyrigth "Laura Sayalero"
IGREJINHA DE SANTO ANTONIO DE POMPEU
copyrigth "Luis Macedo"
BELA "TOMADA" DA MATRIZ
copyrigth "Diogo Cabral"
VISTA PARCIAL DA CIDADE
copyrigth "Pedro rezende"
VISÃO DA REGIÃO CENTRAL
copyrigth "?"
PIRÂMIDE ENERGÉTICA. ACREDITA-SE QUE AQUI, HA UMA GRANDE CONCENTRAÇÃO DE ENERGIA.
copyrigth "Betto Fernandes"
PONTE SOBRE O RIBEIRÃO GAIA
copyrigth "Pedro rezende"
PRAÇA SANTA RITA
copyrigth "Fernando Bezerra"
BAIRRO RESIDENCIAL MANGUEIRAS
copyrigth "Jairo Nunes"
RIO DAS VELHAS (NA REGIÃO DE SABARÁ)
copyrigth "Samuel Marcos"
RUA CLARCK
copyrigth "Luis Macedo"
FAMOSA RUA DOM PEDRO II - SÓ CASARÕES DE RARA BELEZA.
copyrigth "Barbosa"
UMA DAS LADEIRAS DA CIDADE
copyrigth "?"
SANTA CASA DE SABARÁ
copyrigth "Fernando Bezerra"
SERRA DA PIEDADE (NA REGIÃO DE SABARÁ)
copyrigth "Jairo Nunes"
TOTEM NA ESTRADA REAL
copyrigth "Luk-Boh"
RIACHO NA ZONA RURAL
copyrigth "Jairo Nunes"
ZONA RURAL DA CIDADE
copyrigth "Jairo Nunes"
COLUNAS DE UMA EX FUTURA CONSTRUÇÃO
copyrigth "By Thymonthy Becker"
AS COLUNAS QUE NUNCA FORAM
copyrigth "By Thymonthy Becker"
CHAMINÉ DA INDUSTRIA LAVANDER
copyrigth "By Thymonthy Becker"
AQUI, A BANDEIRA DA CIDADE DE SABARÁ, MINAS GERAIS
ESTE EH O BRASÃO DO MUNICÍPIO DE SABARÁ, MINAS GERAIS
FAÇA COMO OS VENCEDORES. PULE, E PEÇA A DEUS PARA VOAR.

Fonte / Fotos = IBGE / Thymonthy Becker / Portal do Governo de Sabará / Wikipédia /

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

MERCÊS, MINAS GERAIS - Famosa por seu turismo de eventos, como o Jubileu de Nossa Senhora das Mercês, que acontece na segunda quinzena de setembro; as festividades do Carnaval; Torneio Leiteiro; e Festa da Virada, que movimentam a economia da cidade e da região.

CONHEÇA A CIDADE DE "MERCÊS", MINAS GERAIS, BRASIL SEJA MUITO BEM VINDO A CIDADE DE MERCÊS, MG. UMA CIDADE ABENÇOADA foto - Thymonthy Becker AQUI O TEMPLO DA ASSEMBLEIA DE DEUS EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker SEDE DO PODER LEGISLATIVO - CÂMARA DE VEREADORES DA CIDADE DE MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker ESCOLA MUNICIPAL EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker ESTAÇÃO RODOVIÁRIA DA CIDADE DE MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker IGREJA EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker MATRIZ DE NOSSA SENHORA DAS MERCÊS E SEU INTERIOR EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker HOMENS TRABALHANDO NO TELHADO DA MATRIZ EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker foto - Thymonthy Becker NA HORA CERTA foto - Thymonthy Becker INTERIOR DA MATRIZ EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker INTERIOR DA MATRIZ EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker INTERIOR DA MATRIZ EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker INTERIOR DA MATRIZ EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker INTERIOR DA MATRIZ EM MERCÊS, MG

REPRESA DE FURNAS, SÃO JOSÉ DA BARRA, MINAS GERAIS - Em 1963 fecharam o túnel que criou praias, formou cânions, inundou vilarejos mudando para sempre a história de 34 cidades mineira e formando o espetacular “Mar de Minas”

CONHEÇA A "REPRESA DE FURNAS", SÃO JOSÉ DA BARRA, MINAS GERAIS, BRASIL foto - Thymonthy Becker No dia 9 de janeiro de 1963 o túnel que desviou o curso do rio Grande para a construção da Usina de Furnas foi fechado e as águas que formaram um dos maiores reservatórios do mundo, criou praias, formou cânions e cachoeiras inundou vilarejos e mudou para sempre a história dos 34 municípios que ficam ao longo dos 1.440 km2 de extensão do Lago de Furnas. A sede do município de Guapé ficou praticamente submersa, o que levou à construção de uma nova sede em local definido pela população. O distrito de São José da Barra, então pertencente a Alpinópolis e emancipado em 1994, ficou integralmente debaixo das águas e deu lugar à "Nova Barra", que a pedido do padre Ubirajara Cabral, pároco local, foi construída pela Central Elétrica de Furnas na forma de um banjo. A maioria dos municípios possuía vocação agropecuária, mas com o alagamento das áreas produtivas diversificaram suas ati…

FAROL DE ALEXANDRIA, ALEXANDRIA, EGITO - Uma das 7 maravilhas do mundo eh uma obra colossal

CONHEÇA O "FAROL DE ALEXANDRIA", ALEXANDRIA, EGITO A cidade de Alexandria foi fundada por Alexandre, o Grande, e tem muito mais a oferecer além de sua história e curiosidades. Localizada na costa mediterrânica do Egito, é conhecida mundialmente pelos seus pontos turísticos, como a Biblioteca de Alexandria, o Farol de Alexandria (uma das sete maravilhas do mundo antigo) e as Catacumbas de Kom el Shoqafaw (uma das sete maravilhas do mundo medieval). Outras atrações envolvem visitas à museus, jardins, mesquitas e ruínas antigas que contam a história de seu passado. O Farol de Alexandria é uma das sete maravilhas do mundo antigo. Foi construído para servir de referencial para os navegantes, na Ilha de Faros. Para servir de entrada no porto e informar os navegantes da proximidade de terras, Ptolomeu mandou construir o Farol de Alexandria. Este tinha lugar na Ilha de Faros e, por causa do nome da ilha, todas as construções até hoje, com o mesmo objetivo, são chamadas de farol. O e…

BELFAST, IRLANDA DO NORTE - A região tem uma história marcada por grandes conflitos e algumas das principais atrações estão nas ruas das grandes cidades

CONHEÇA "BELFAST", O LADO HISTÓRICO DA IRLANDA DO NORTE Para muitas pessoas, viajar pela Irlanda e Irlanda do Norte é sinônimo de conhecer paisagens naturais, casinhas de interior e ovelhas por todos os lados. Realmente esse é o tipo de paisagem mais frequente pelas estradas desses dois países. Mas o que muitos turistas não sabem ou até esquecem, é que a região tem uma história marcada por grandes conflitos e algumas das principais atrações estão nas ruas das grandes cidades.  É o caso de Belfast, capital da Irlanda do Norte. Se estiver pela ilha esmeralda, não deixe de passar pelo menos dois dias na cidade. O local se tornou capital do país quando a Irlanda se dividiu em duas, em 1920. Foi nessa época que ocorreu uma longa guerra política e religiosa entre protestantes a favor do Reino Unido e católicos separatistas. Depois de anos sangrentos, os cidadãos tentam levar uma vida normal, mas as marcas dessa disputa ainda estão por toda parte.  Apesar de ser marcada e conhecida…

O QUE FAZER NO PANTANAL BRASILEIRO - Em outras palavas: o Pantanal é imenso e merece planejamento para explorar a maior planície alagável do planeta, uma área de 210 mil km² e quase mil espécies de animais, segundo o ICMBio.

O QUE FAZER EM UM PASSEIO PELO PANTANAL BRASILEIRO
Localizada entre o noroeste do Mato Grosso do Sul e o sul do Mato Grosso, no Centro-Oeste brasileiro, a região é dividida em Pantanal Norte (MT), formada por destinos como Cáceres (220 km de Cuiabá), Poconé (102 km) e Barão de Melgaço (110 km); e Pantanal Sul (MS), com destaque para cidades como Miranda (198 km de Campo Grande), Aquidauana (130 km) e Corumbá (420 km).  Em outras palavas: o Pantanal é imenso e merece planejamento para explorar a maior planície alagável do planeta, uma área de 210 mil km² e quase mil espécies de animais, segundo o ICMBio.  CONFIRA ATRAÇÕES  Pantanal Norte  ⇒ Transpantaneira  A MT-060 tem 140 km de extensão, entre Poconé, portal do pantanal mato-grossense, e a localidade de Porto Jofre.  Essa estrada de terra com trechos precários é melhor aproveitada a bordo de carros 4×4. Com 123 pontes – a maioria delas em madeira -, a Transpantaneira é conhecida pelas áreas alagadas que atraem animais em busca de alimen…

SANTANA DO GARAMBÉU, MINAS GERAIS - Com um museu que traz um acervo com diversos objetos e documentos de antigos moradores da cidade, além da famosa Fazenda do Apiário, que proporciona um maravilhoso pôr do sol aos seus visitantes. A cidade cultiva o turismo ecológico por ser dona de belas e deliciosas cachoeiras.

CONHEÇA A CIDADE DE "SANTANA DO GARAMBÉU", MINAS GERAIS, BRASIL Às margens do Rio Grande, Santana do Garambéu está localizada na microrregião do Alto Rio Grande e faz parte do Circuito Serras de Ibitipoca, em Minas Gerais.  A Praça da Matriz de Santana do Garambéu possui um histórico casarão construído pelo fundador da cidade, Antônio Garambéu, e é um dos pontos turísticos mais interessantes da cidade. De propriedade particular, a visita deve ser agendada por meio da prefeitura da cidade.  (Instituto estrada real)  CHEGANDO NA CIDADE DE SANTANA DE GARAMBÉU, MG(Nilza Ribeiro) A cidade conta também com um museu que traz um acervo com diversos objetos e documentos de antigos moradores da cidade, além da famosa Fazenda do Apiário, que proporciona um maravilhoso pôr do sol aos seus visitantes.  A cidade cultiva o turismo ecológico por ser dona de belas e deliciosas cachoeiras. Nos limites do município é praticada a pesca às margens do Rio Grande. (Instituto estrada real)  CACHOEIRA…

PACUJÁ, CEARÁ - Uma cidade que encanta cada pessoa que passa por lá. Pessoas carismáticas, acolhedoras que tem uma peculiaridade interessante, são muito apaixonadas por política.

CONHEÇA A CIDADE DE "PACUJÁ, CEARÁ, BRASIL PACUJÁ, uma cidade que encanta cada pessoa que passa por lá. Pessoas carismáticas, acolhedoras que tem uma peculiaridade interessante, são muito apaixonadas por política.  Centro da cidade de Pacujá, CE(Alancardé Leopoldino) SERRINHA, PACUJÁ, CEARÁ  A Serrinha é uma espécie de “braço” da Serra da Ibiapaba que se prolonga pelos municípios de Pacujá, Graça, Cariré e Reriutaba. Esta serra, apesar de pequena, concentra um enorme potencial científico, ecológico e turístico.  Caverna Arenítica em Serrinhas, Pacujá, CE(PCdoB / Alancardé Leopoldino) Gruta do Limão ou Furna do Limão em Serrinha, Pacujá, CE(Alancardé Leopoldino) Pedra do Jacaré em Serrinha, Pacujá, CE(Alancardé Leopoldino) Icnofóssil Marinho de 420 Milhões de anos em Serrinha, Pacujá, CE(Alancardé Leopoldino) Numa área de aproximadamente mil hectares, podemos nos deparar com sítios arqueológicos onde foram encontrados artefatos em pedra, feitos pelo homem “pré-histórico”, datados de …

VIRGINÓPOLIS, MINAS GERAIS - Alem da festa da Jabuticaba que acontece anualmente, a cidade possui uma das maiores escadarias de igreja do mundo, com mais de 500 degraus

CONHEÇA A CIDADE DE "VIRGINÓPOLIS", MINAS GERAIS, BRASIL A cidade é regionalmente conhecida pela tradicional Festa da Jabuticaba, que ocorre anualmente em setembro. Um aspecto interessante é que, apesar da festa, a cidade não se configura como grande produtor da fruta.  Outro aspecto cultural interessante é a presença da Capela de Nossa Senhora do Patrocínio, que possui uma das maiores escadarias de igreja do mundo, com mais de 500 degraus, construídos pelos próprios moradores da cidade em mutirões realizados no fim da década de 1980.  CASARÃO NA CIDADE DE VIRGINÓPOLIS, MG(asminasgerais.com.br) CASARÃO EM VIRGINÓPOLIS, MG (asminasgerais.com.br) CENTRO DA CIDADE DE VIRGINÓPOLIS, MG (asminasgerais.com.br) PRAÇA EM VIRGINÓPOLIS, MG (asminasgerais.com.br) VIRGINÓPOLIS, MG(asminasgerais.com.br)
CASARÃO EM VIRGINÓPOLIS, MG(asminasgerais.com.br)
PRAÇA EM VIRGINÓPOLIS, MG(asminasgerais.com.br)
RUA CENTRAL DA CIDADE DE VIRGINÓPOLIS, MG(asminasgerais.com.br)
UMA DAS MAIORES ESCADARIAS …

TRÊS CORAÇÕES, MINAS GERAIS - Três boiadeiros vindos de Goiás se renderam aos encantos de três moças da localidade e conquistaram os três corações. Assim reza a lenda

CONHEÇA A CIDADE DE "TRÊS CORAÇÕES", MINAS GERAIS, BRASIL DA JANELA DO TREM CASA PELÉ A Casa Pelé foi construída baseada nas memórias de Dona Celeste Arantes do Nascimento e seu irmão Jorge, respectivamente mãe e tio do Pelé. Como não havia registro fotográfico nem descritivo da mesma, o resgate dessas informações foi de vital importância para o sucesso da obra. Na Casa, foram utilizadas técnicas de envelhecimento que transportaram uma obra construída recentemente para o ano de 1940, data de nascimento de Edson Arantes do Nascimento, o Rei Pelé. Os móveis e objetos existentes são fiéis à década de 40 e foram adquiridos através de uma pesquisa realizada durante três anos em fazendas, brechós e antiquários. O rádio tocando músicas da época, o fogão à lenha e as lâmpadas de baixa voltagem imprimem uma sensação de volta ao passado. Com aproximadamente 15.000 visitantes em apenas 8 meses de existência, a Casa já recebeu a visita de 28 países além de turistas de todas as regiões do…

TOCANTINÓPOLIS, TOCANTINS - Com belíssimas praias, ilhas e trilhas, Tocantinópolis, “Terra do Padre João” sempre será Eterna Boa Vista

CONHEÇA A CIDADE DE "TOCANTINÓPOLIS, TOCANTINS, BRASIL foto - Thymonthy Becker A cidade de Tocantinópolis, Tocantins, vista da cidade de Porto Franco no Maranhão. O Rio Tocantins eh a divisa natural entre as duas cidades e os Estados. De balsa você vai de uma cidade a outra (de um estado a outro) em poucos minutos, por terra você deverá trafegar por 85 km
foto - Thymonthy Becker  Rua XV de Novembro em Tocantinópolis, Tocantins
foto - ?
Alunos do projeto Rondon em Tocantinópolis, Tocantins
foto - ?
foto - ?
praia de água doce em Tocantinópolis, Tocantins
foto - ?
foto - ?
praia da Santa em Tocantinópolis, Tocantins
foto - Dirceu Leno Orla do Porto em Tocantinópolis, Tocantins
Universidade Federal do Tocantins, Campos de Tocantinópolis, Tocantins
Praia do Nilson em Tocantinópolis, Tocantins
foto - ? Corredeiras do Rio Mumbuca em Tocantinópolis, Tocantins
foto - ?
foto - ?
O Rio Mumbuca passando por Tocantinópolis, Tocantins
foto - ?
A Ilha Santa, como eh conhecida, tem a imagem de de uma santa…