Pular para o conteúdo principal

SOROCABA, SÃO PAULO - Parques, monumentos, museus, zôo; noites agitadas com cinemas, bares, teatros e turismo de negócios




CONHEÇA A CIDADE DE "SOROCABA", SÃO PAULO, BRASIL, DA JANELA DO TREM
A CIDADE 
Sorocaba é um município situado no interior do estado de São Paulo. A cidade está localizada na região sudoeste do estado, a apenas 87 quilômetros de distância da capital. Para chegar lá, o acesso é feito através das rodovias Castelo Branco (SP-280) e Raposo Tavares (SP-270). São 449,122 km² de área onde 55% é urbana e 45% rural. Trata-se do terceiro município mais populoso do interior.
É comum atrair a visita de turistas, que podem contar com diversas opções para lazer e cultura na cidade. Entre elas, os parques abertos ao público, igrejas históricas, monumentos, museus, mausoléus e memoriais, Esplanada Shopping, Sorocaba Shopping, Shopping Panorâmico, cinco grandes hipermercados, spas e fazendas de cavalos (haras).
foto - Cláudio de Castro
Para quem busca interagir com a natureza, o jardim zoológico municipal, Zoológico Municipal Quinzinho de Barros, é um dos maiores da América do Sul. As noites podem ser agitadas em casas noturnas da cidade ou em apresentações teatrais, cinemas, bares e restaurantes, sendo alguns de cozinha internacional.
Há muitas opções para de hospedagem, variando entre de hotéis baratos até padrão 4 estrelas. Entre os mais famosos estão o Transamerica, Ibis e o Alpha Inn. Sorocaba possui também, infraestrutura extensiva de transporte público, composto de frota e de dois terminais de ônibus urbano.
PONTOS TURÍSTICOS
MUSEU DA ESTRADA DE FERRO
O Museu da Estrada de Ferro Sorocabana preserva a história de uma das principais estradas de ferro que foi útil durante séculos. No acervo, o visitant encontra maquinário, documentos, fotos, quadros e outras relíquias, inclusive com a efígie de Dom Pedro II. 

O local é de fácil acesso, localizado no bairro Jardim Maylasky, engenheiro que participou da criação da Companhia Sorocabana em 1870. O horário de funcionamento é segunda a sexta, das 8h às 17h e a entrada é franca. 
Telefone: (15) 3231-1026 
Endereço: 
Rua Álvaro Soares, 553. Centro de Sorocaba SP.
foto - Miguel
BIBLIOTECA INFANTIL
A Biblioteca Infantil Municipal "Renato Sêneca de Sá Fleury" está instalada em prédio tombado pelo Conselho do Patrimônio Histórico de Sorocaba. Sua construção data de 1897. 
foto - Zaquel proença
foto - Zaquel proença
É o único imóvel público do Centro que mantém as características do final do século XIX, além do jardim interno e quintal, com um Circo e Cozinha Caipira, utilizados para atividades culturais, cursos e apresentações artísticas. Seu acervo reúne diversos livros, revistas, gibiteca, fonoteca e brinquedoteca. 
Endereço: Rua da Penha, 673 - Centro 
Telefone: (15) 3231.5723 
Horário de funcionamento: Segunda a sexta, das 8h às 17h. 
Entrada: Gratuita
CAPELA DE NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO APARECIDA
A Capela de Nossa Senhora Aparecida foi construída em 1785, no atual bairro de Aparecidinha. É a segunda no Brasil dedicada à devoção de nossa Senhora Aparecida, sendo a primeira localizada no município de Aparecida, no Vale do Paraíba. 

As construções em taipa são as atrações desse bairro histórico, distante 14 km do Centro de Sorocaba. Duas vezes ao ano, são realizadas as Romarias de Aparecidinha, de tradição bicentenária. 
Anualmente, a imagem da Padroeira do Brasil sai da Catedral Metropolitana de Sorocaba e segue em procissão até a chamada "Igreja de Aparecidinha", no segundo domingo de julho, e retorna à Catedral no dia 1º de janeiro. 
Endereço: Largo Antônio José Silva, s/nº, Aparecidinha 
Telefone: (15) 3225.1005
CAPELA DO DIVINO 
A construção, erguida em 1877, recebeu este nome por conta da vinda da imagem do Divino Espírito Santo, trazida de Portugal em 1881. No passado, o bairro onde está localizada servia de trajeto para tropeiros vindos do Sul.
foto - José Wilson 
Endereço
Largo do Divino - Av. Luiz Mendes de Almeida, s/nº, Jd. São Paulo 
Telefone: (15) 3221.1295
CASA ALUÍSIO DE ALMEIDA 
Patrimônio da Prefeitura, o prédio era a residência do Monsenhor Luiz Castanho de Almeida, o principal pesquisador da história de Sorocaba, sob o pseudônimo Aluísio de Almeida.
O local preserva objetos e mobiliários pertencentes ao historiador, manuscritos, livros, artigos e originais que contam a história da cidade. 
O prédio histórico é sede do Instituto Histórico, Geográfico e Genealógico de Sorocaba (IHGGS), entidade cultural fundada em 1954 e que mantém uma biblioteca e o Museu da Imagem e do Som.
Endereço
Rua Ruy Barbosa, 84, Vila Hortência 
Telefone: (15) 3231.1669 
Horário de funcionamento: segunda a sexta, das 8h às 12h e das 13h às 17h 
Entrada: Gratuita
FLONA DE IPANEMA 
Localizada atualmente no município de Iperó, a Floresta Nacional de Ipanema (Flona) tem importância histórica para Sorocaba, anos antes da fundação da cidade.
Afonso Sardinha, seu filho homônimo e o técnico em minas Clemente Álvares, por volta de 1589, começaram a procurar ouro no Morro de Araçoiaba.
A extração de minério de ferro no local originou a primeira siderúrgica da América Latina, a Real Fábrica de São João de Ipanema, fundada em 1818 pelo o sueco Frederico Luiz Guilherme de Varnhagem, período em que a área se encontrava no território de Sorocaba.
Decretada Floresta Nacional em 1992 pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), a Flona oferece mais de 5 mil hectares de Mata Atlântica, com trechos de Cerrado e Várzea, trilhas ecológicas, visitas aos altos fornos e construções históricas, o primeiro Cemitério Protestante do Brasil, entre outras atrações.
Endereço
Acesso pela saída 99-B da Rodovia Castello Branco ou pelo Km 112 da Rodovia Raposo Tavares
Entrada 
R$ 5,00 por pessoa (crianças até 12 anos e acima de 65 anos estão isentos da taxa de entrada). As trilhas são feitas somente através de agendamento prévio e a taxa do monitor na trilha varia conforme a trilha escolhida.

MUSEU HISTÓRICO DE SOROCABA 
Segundo o historiador Aluísio de Almeida, um Museu é uma instituição viva, em continuo crescimento. A finalidade do Museu Histórico Sorocabano é colecionar, conservar e apresentar em exposição para fins de estudo e educação, os objetos e documentos de significação histórica, cultural e cientifica de nossa cidade e região. 
O Casarão onde hoje hospeda o Museu foi construído pelos escravos de João de Almeida Pedroso, em 1780. Passaram-se pelo Casarão oito moradores. O último deles foi Joaquim Eugenio Monteiro de Barros, o ?Quinzinho de Barros?, de cujos filhos a Prefeitura conseguiu este patrimônio, que dá nome ao Parque Zoológico Quinzinho de Barros.
Segundo a história, em 1842 o Casarão recebeu a visita mais importante de toda a sua existência. A Marquesa de Santos, que vivia com o Coronel Rafael Tobias de Aguiar, e que por causa da Revolução Liberal ocorrida naquele ano, ali se asilou, pois na casa de Tobias, na cidade, era grande o movimento dos revolucionários.
foto - Zaquel proença
O acervo do Museu está dividido cronologicamente em sete ambientes, exceto o primeiro deles, que é usado para exposição de telas itinerantes. São eles: Arqueologia e Pré-História; Cestaria Indígena; Acervo da Fabrica de Ferro de Ipanema, História da Bandeira (Historia da Fundação de Sorocaba); História da Família Joaquim Eugenio Monteiro de Barros e a Passagem Secreta; Sala da Marquesa (Louça e Móveis da Época). No Jardim do Museu podemos observar alguns instrumentos da época como Teares, Máquina de fazer pão, Telhas, Trole (Carroça), Bonde, Escada de Bombeiros, Tachos de Óleo e um Ford 1929. 
Endereço
O Museu Histórico Sorocabano está situado dentro do Zoológico Municipal Quinzinho de Barros, na Rua Theodoro Kaisel, 883 " Vila Hortência " CEP 18020-268 T. (15) 3227-2825. Na mesma quadra do Zoológico.
A entrada fica na mesma linha da entrada do Zôo, deslocando-se apenas uns 50 metros. Localizada, a 10 minutos do centro da cidade, com acesso pela Avenida Coronel Nogueira Padilha, considerada uma das principais vias de acesso da cidade. 
Para visitação pública, o Museu está aberto de terça a domingo das 9h às 16h30, fechando para almoço das 12h às 13h. Para pesquisas, de segunda a sexta das 8h30 às 16h30, fechando para almoço das 12h às 13h. 
Entrada: franca. (grátis)
Observações: 
1.Possui uma sala de silêncio excelente para estudo. 
2.Para consultar documentos da Câmara e Livros de Cemitério é necessário usar luvas e máscara. 
ZOOLÓGICO MUNICIPAL 
O Zoológico de Sorocaba, fundado em 20 de Outubro de 1968, é um dos principais atrativos da cidade e região. Seu nome, Parque Zoológico Municipal Quinzinho de Barros, é uma homenagem a Joaquim Eugênio Monteiro de Barros, antigo proprietário da área onde o Zoológico está instalado.
Muitas são as motivações que levam as pessoas visitarem o Zoológico, como a curiosidade em conhecer os animais e seus hábitos, a realização de pesquisas, lazer e entretenimento.
Reconhecido nacionalmente como um dos zoológicos mais completos do país, destacam-se em seus objetivos o apoio em oferecer recreação saudável e contato com a natureza, programas de educação ambiental, colaboração com pesquisas, gerando conhecimento sobre comportamento, reprodução e fisiologia, e atuando junto ao esforço conservacionista mundial, através de planos de manejo, tanto em cativeiro como na natureza. 
E o visitante deve ficar atento às seguintes normas do Zôo:
Não é permitido: 
- Animais de qualquer espécie; 
- Bolas, bicicletas (com exceção de triciclos infantis), patins, patinetes, skates; 
- Aparelhos de som de qualquer espécie; 
- Sair para adquirir mercadoria e retornar ao Zôo com o mesmo ingresso; 
- Churrasco (lanches frios são permitidos); 
- Vender mercadorias de qualquer espécie dentro do zôo, mesmo tendo pago ingresso; 
- Coletar latinhas ou qualquer outro material dos containeres de lixo. 
Maiores Informações 
Entrar em contato pelo telefone 15 - 3227-5454.
Como chegar:
Rua Teodoro Kaisel, 883 - Vila Hortência - Sorocaba - Mapa
foto - ?
BEM VINDO A CIDADE DE SOROCABA. A MANCHESTER PAULISTA
imagem - Lavigne
População estimada 2016 (1) - 652.481
Área da unidade territorial 2015 (km²) - 450,382
Densidade demográfica 2010 (hab/km²) - 1.304,18
Código do Município - 3552205
Gentílico - sorocabano
ORIGEM DO NOME
Sorocaba, que no tupi-guarani, significa terra ("aba") fendida ou rasgada (çoro). Terra Rasgada
Gentílico: sorocabano 
HISTÓRICO 
Em fins do século XVI, Afonso Sardinha, “O Velho”, seu filho, “O Moço”, e Clemente Álvares estiveram no morro Araçoiaba à procura de ouro. Encontraram minério de ferro e comunicaram o fato ao Governador Geral que levantou o pelourinho da Vila de Nossa Senhora do Monte Serrat, mandando mineiros explorarem a região. Nada encontrando, transferiu a Vila para Itavuvu, ficando sob a invocação de São Felipe, em homenagem ao Rei da Espanha. 
O Capitão Baltazar Fernandes construiu, em 1654, a igreja de Nossa Senhora da Ponte, atual igreja de São Bento, e sua casa de moradia no lajeado, fundando nova povoação com o nome de Sorocaba, que no tupi-guarani, significa terra (“aba”) fendida ou rasgada (çoro). 
Para promover o povoamento, doou à igreja, grande gleba de terras aos Beneditos de Paranaíba, com a condição de construírem o convento e manterem uma escola. Alguns anos depois o pelourinho de Itavuvu foi transferido para Sorocaba constituindo a Vila de Nossa Senhora da Ponte de Sorocaba. 
O primeiro ciclo a marcar a vida econômica de Sorocaba foi o bandeirismo, quando os Sorocabanos aprofundaram-se além das linhas de Tordesilhas, montando entrepostos comerciais e de mineração. Outro ciclo iniciou-se com o Coronel Cristóvão Pereira de Abreu, que conduziu por Sorocaba a primeira tropa de muares. Mas tarde, Sorocaba tornou-se sede das feiras de muares. A Cidade, por força da sua privilegiada situação geográfica, transformou-se no eixo geo-econômico, entre as regiões norte e sul do Brasil, empenhados na mineração e na exploração das reservas florestais o norte; e na produção de animais de carga e de corte - o sul. 
Apareceram em 1852, as primeiras tentativas fabris. No entanto, o comércio do algodão cru revertia melhores lucros aos sorocabanos. 
A cultura do algodão desenvolveu-se grandemente, a ponto de Luís Matheus Mailasky, o maior comprador de algodão da zona, construiu em 1870, a Estrada de Ferro Sorocabana (inaugurada em 1875), para escoar a produção local. A ferrovia foi um dos fatores de desenvolvimento industrial, que teve início com a Real Fábrica de Ferro São João do Ipanema, primeira metalúrgica da América Latina, onde saiu um dos grandes Sorocabanos, Francisco Adolfo de Varnhagem, o Visconde de Porto Seguro. 
A partir da queda das exportações do algodão, os Sorocabanos passaram a aproveitar a produção local. Assim Manoel José da Fonseca inaugurou, em 1882, a Fábrica de Tecido Nossa Senhora da Ponte; logo em 1890 apareceram as Fábricas Santa Rosália e Votorantin que deram início ao parque industrial de Sorocaba, justificando o título de “Manchester Paulista”.
foto - ?
AQUI A FACULDADE DE DIREITO
imagem - Wikipédia
ESTAÇÃO FERROVIÁRIA
A Estação Ferroviária foi inaugurada em 1875, como o ponto final da Estrada de Ferro Sorocabana que, não por acaso, tem esse nome: a ideia original dos donos era ligar Sorocaba a São Paulo pelo caminho mais curto. A Sorocabana teve grande importância para o desenvolvimento econômico de Sorocaba e do Brasil, principalmente entre o final do século XIX e o início do XX.
imagem - PMS
imagem - Fábio Barros
CONHEÇA UM POUCO MAIS DA CIDADE DE SOROCABA
imagem - Fábio Barros
AQUI PASSA A LINHA IMAGINÁRIA DO TRÓPICO DE CAPRICÓRNIO
imagem - Wikipédia
imagem - Fábio Barros
imagem - Fábio Barros
imagem - Fábio Barros
imagem - PMS
imagem - PMS
imagem - Fábio Barros
imagem - Lavigne
imagem - ?
imagem - Wikipédia
imagem - Fábio Barros
imagem - Fábio Barros
imagem - Wikipédia
imagem - Fábio Barros
imagem - Fábio Barros
imagem - Fábio Barros
HOSPITAL
imagem - Fábio Barros
MERCADO MUNICIPAL
O Mercado Municipal foi inaugurado em 1938 como principal centro comercial de Sorocaba. Construído em estilo art-decó, o prédio substituiu outro que existia no local, que já não comportava o volume de mercadorias.
Considerado um dos cartões-postais da cidade, o Mercado vende uma grande variedade de produtos, como frios, laticínios, açougue, peixaria, grãos, hortifrutigranjeiros, especiarias, entre outros.
Ao lado do Mercado, na Praça Nicolau Scarpa, encontra-se a Torre do Relógio, doada pela comunidade japonesa em 1954, durante as comemorações do Terceiro Centenário de Sorocaba.
imagem - Fábio Barros
PARQUE MUNICIPAL E ZOOLÓGICO
imagem - Wikipédia
imagem - Wikipédia
imagem - Wikipédia
imagem - Fábio Barros
BIBLIOTECA MUNICIPAL
O acervo reúne obras raras da literatura e valioso material sobre a memória de Sorocaba, com livros, jornais, revistas, entre outras publicações. Dispõe de mais de 4 mil volumes em livros impressos no sistema Braile e 390 títulos de livros falados.
imagem - Wikipédia
imagem - Fábio Barros
PRAÇA DOS TRÉS PODERES
imagem - Fábio Barros
RIO SOROCABA
imagem - Wikipédia
SEDE DO PODER LEGISLATIVO - CÂMARA DE VEREADORES -
imagem - Fábio Barros
SEDE DO PODER EXECUTIVO - PREFEITURA -
imagem - Fábio Barros
imagem - Fábio Barros
TEATRO MUNICIPAL
Projetado pelo arquiteto Luiz Arthur Guimarães Navarrete, O Teatro Municipal "Teotônio Vilela" foi inaugurado em 29 de janeiro de 1983. Conta com dois espaços cênicos, um interno, com 435 poltronas, e o Teatro de Arena, edificado sobre o lago e com capacidade para 600 pessoas.
O hall de entrada abriga o acervo da Coleção de Objetos Cênicos "Osório T. Morais", que preserva objetos e documentação dos espetáculos ali exibidos.
imagem - Fábio Barros
ESTAÇÃO RODOVIÁRIA
imagem - Wikipédia
TRILHA PARA CAMINHADA
imagem - Fábio Barros
CASARÃO
imagem - Fábio Barros
AGÊNCIA DOS CORREIOS E TELÉGRAFOS
imagem - Fábio Barros
imagem - Fábio Barros
ESCOLA PÚBLICA
imagem - Fábio Barros
PRAÇA DOS TRÉS PODERES
imagem - Fábio Barros
PARQUE CAMPOLIM
imagem - Fábio Barros
imagem - Fábio Barros
ROTATÓRIA CASTELINHO
imagem - Fábio Barros
CATEDRAL METROPOLITANA
A Catedral Metropolitana de Sorocaba é a segunda matriz da cidade, sendo a primeira a Igreja de Sant'Anna. É a primeira obra edificada em pedras do município, sendo que a primeira missa foi realizada em 11 de fevereiro de 1783. Em 1841, inaugurou-se o relógio, adquirido do Rio de Janeiro, que hoje funciona na torre da Igreja de São Carlos Borromeu.
Passou por algumas reformas ao longo dos anos, até ser totalmente restaurada em 2002, recebendo nova pintura, iluminação e novo projeto de paisagismo, além de um sistema de iluminação cênica na fachada, desde agosto de 2010. Na fachada estão quatro evangelistas (Mateus, Marcos, Lucas e João), o brasão da Arquidiocese de Sorocaba e a inscrição D.O.M, do latim Deo Optimo Maximo (em português, "Ao Deus Supremo").
imagem - Fábio Barros
IGREJA DE NOSSA SENHORA DO CARMO
imagem - Fábio Barros
MOSTEIRO DE SÃO BENTO
Construída pelos escravos do fundador de Sorocaba, Baltazar Fernandes, em 1654, foi a primeira capela de Nossa Senhora da Ponte, padroeira da cidade. Doada aos monges beneditinos de Santana de Parnaíba, em abril de 1660, passou a igreja de Sant'Ana, com a construção de uma nova matriz.
O Mosteiro guarda algumas preciosidades, como o altar-mor esculpido com madeira, com lâminas de ouro aplicadas no retábulo, trazido de Portugal no século XVIII.
imagem - Fábio Barros
imagem - PMS
imagem - PMS
imagem - PMS
USINA DE CULTURA
imagem- João Rapim
imagem - Fábio Barros
OPÇÃO DE HOSPEDAGEM
HOTEL PITANGUEIRAS
O haras que deu origem ao hotel-fazenda é apenas um dos itens da diversificada área de lazer, que agrega também duas gostosas hidromassagens perto da piscina. 
Tudo aqui tem conservação impecável - a começar pelas acomodações. Decoradas com bom gosto, são equipadas com boas camas-box e TV de LCD. 


Endereço 
Rod. João Leme dos Santos (estr. p/ Salto de Pirapora), km 110, 14 km 
(15) 3229-4300 
hotelpitangueiras.com.br

ESTA EH A BANDEIRA DA CIDADE DE SOROCABA, SÃO PAULO
ESTE EH O BRASÃO DO MUNICÍPIO DE SOROCABA, SÃO PAULO

fonte / fotos = Thymonthy Becker / Wikipédia / IBGE / Portal da Prefeitura Municipal / sorocaba.com.br / viajeaqui.abril.com.br / Divulgação / 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SERRA DO NAVIO, AMAPÁ - A História da Serra do Navio remonta aos anos 1950. A região era rica em manganês e outros minérios. Por isso, a brasileira ICOMI, com sede em Belo Horizonte e atuação em Minas Gerais, foi escolhida para explorar o minério e construir a vila operária, que daria origem à cidade de Serra do Navio. Cada vila tinha 330 casas, prédios coletivos (escolas, hospitais, refeitórios), abrigando até 1.500 pessoas, entre trabalhadores e familiares. Tinha ruas largas, postes de concreto para a fiação elétrica e telefônica, calçadas, parques, clubes com piscina, quadras esportivas, restaurante e lanchonete, drenagem de águas das chuvas e tratamento de água e esgoto. Todas as casas tinham mais de 90m² e contavam com saneamento e energia elétrica, proveniente de geradores da ICOMI.

CONHEÇA A CIDADE DE "SERRA DO NAVIO", AMAPÁ, BRASIL CONHEÇA A FAMOSA "LAGOA AZUL" DE SERRA DO NAVIO, AP A história da Lagoa Azul se mistura à criação da Serra do Navio e à atividade de exploração na década de 1950 A Amazônia é conhecida pelos rios, igarapés e cachoeiras. Mas, a maioria das pessoas nem imaginam que aqui existam lagoas de águas azul turquesa. A 208 quilômetros de Macapá, capital do Amapá, fica a Lagoa Azul, um paraíso que nasceu de uma mina abandonada. O lugar fica próximo à Vila Serra do Navio, cidade criada na década de 1950 para abrigar os trabalhadores de uma empresa de mineração. A lagoa azul e o passado da história da Serra do Navio estão entrelaçados. De acordo com a prefeitura da cidade, a cor marcante da lagoa, em tom azul anil, acontece por conta dos minérios da região especialmente o carbonato de manganês. O lugar era uma mineração. Hoje é possível chegar até lá através de trilhas ou de carro. A região é cercada por uma floresta tropical. O…

REPRESA DE FURNAS, SÃO JOSÉ DA BARRA, MINAS GERAIS - Em 1963 fecharam o túnel que criou praias, formou cânions, inundou vilarejos mudando para sempre a história de 34 cidades mineira e formando o espetacular “Mar de Minas”

CONHEÇA A "REPRESA DE FURNAS", SÃO JOSÉ DA BARRA, MINAS GERAIS, BRASIL foto - Thymonthy Becker No dia 9 de janeiro de 1963 o túnel que desviou o curso do rio Grande para a construção da Usina de Furnas foi fechado e as águas que formaram um dos maiores reservatórios do mundo, criou praias, formou cânions e cachoeiras inundou vilarejos e mudou para sempre a história dos 34 municípios que ficam ao longo dos 1.440 km2 de extensão do Lago de Furnas. (Thymonthy Becker) A sede do município de Guapé ficou praticamente submersa, o que levou à construção de uma nova sede em local definido pela população. O distrito de São José da Barra, então pertencente a Alpinópolis e emancipado em 1994, ficou integralmente debaixo das águas e deu lugar à "Nova Barra", que a pedido do padre Ubirajara Cabral, pároco local, foi construída pela Central Elétrica de Furnas na forma de um banjo. (Thymonthy Becker) A maioria dos municípios possuía vocação agropecuária, mas com o alagamento das ár…

TEMPLO DE SALOMÃO, JERUSALÉM, ISRAEL - Hoje, o que resta do templo, eh o Muro de Lamentações

CONHEÇA O "TEMPLO DE SALOMÃO", JERUSALÉM, ISRAEL O TEMPLO DE SALOMÃO (NO HEBRAICO בית המקדש, BEIT HAMIQDASH), FOI O PRIMEIRO TEMPLO EM JERUSALÉM, CONSTRUÍDO NO SÉCULO XI A.C.. E FUNCIONOU COMO UM LOCAL DE CULTO RELIGIOSO JUDAICO CENTRAL PARA A ADORAÇÃO A JAVÉ, DEUS DE ISRAEL. O REI DAVI, DA TRIBO DE JUDÁ, DESEJAVA CONSTRUIR UMA CASA PARA JEOVÁ (YHWH), ONDE A ARCA DA ALIANÇA FICASSE DEFINITIVAMENTE GUARDADA, AO INVÉS DE PERMANECER NA TENDA PROVISÓRIA OU TABERNÁCULO, EXISTENTE DESDE OS DIAS DE MOISÉS. O SEU FILHO SALOMÃO, CUJO NOME SIGNIFICA "PAZ", ENFATIZAVA A VONTADE DIVINA DE QUE A CASA DE DEUS FOSSE EDIFICADA EM PAZ, POR UM HOMEM PACÍFICO. O REI SALOMÃO COMEÇOU A CONSTRUIR O TEMPLO NO QUARTO ANO DE SEU REINADO SEGUINDO O PLANO ARQUITETÔNICO TRANSMITIDO POR DAVI, SEU PAI. O TRABALHO PROSSEGUIU POR SETE ANOS. Aqui, o Muro de Lamentações, o que restou do templo. O TEMPLO TINHA UMA PLANTA MUITO SIMILAR À TENDA OU TABERNÁCULO QUE ANTERIORMENTE SERVIA DE CENTRO DA ADORA…

TOCANTINÓPOLIS, TOCANTINS - Com belíssimas praias, ilhas e trilhas, Tocantinópolis, “Terra do Padre João” sempre será Eterna Boa Vista

CONHEÇA A CIDADE DE "TOCANTINÓPOLIS, TOCANTINS, BRASIL foto - Thymonthy Becker A cidade de Tocantinópolis, Tocantins, vista da cidade de Porto Franco no Maranhão. O Rio Tocantins eh a divisa natural entre as duas cidades e os Estados. De balsa você vai de uma cidade a outra (de um estado a outro) em poucos minutos, por terra você deverá trafegar por 85 km
foto - Thymonthy Becker  Rua XV de Novembro em Tocantinópolis, Tocantins
foto - ?
Alunos do projeto Rondon em Tocantinópolis, Tocantins
foto - ?
foto - ?
praia de água doce em Tocantinópolis, Tocantins
foto - ?
foto - ?
praia da Santa em Tocantinópolis, Tocantins
foto - Dirceu Leno Orla do Porto em Tocantinópolis, Tocantins
Universidade Federal do Tocantins, Campos de Tocantinópolis, Tocantins
Praia do Nilson em Tocantinópolis, Tocantins
foto - ? Corredeiras do Rio Mumbuca em Tocantinópolis, Tocantins
foto - ?
foto - ?
O Rio Mumbuca passando por Tocantinópolis, Tocantins
foto - ?
A Ilha Santa, como eh conhecida, tem a imagem de de uma santa…

CARRANCAS, MINAS GERAIS - Um pequeno paraíso conhecido como Terra das Cachoeiras pois possui mais de 120 quedas d'água na Estrada Real. Considerada um dos novos pólos de Ecoturismo, é um lugar ideal para a prática de Montain Bike, Trekking e outros esportes que lhe propiciam o contato com a natureza. Tem o grande poço da esmeralda, além das grutas da toca e da cortina, ainda pode-se observar pinturas rupestres e um escorregador com cerca de dez metros que termina com um divertido mergulho.

CONHEÇA A CIDADE DE "CARRANCAS", MINAS GERAIS, BRASIL

MUITO BEM VINDO AO PARAÍSO. BEM VINDO A CARRANCAS. MINAS EH ISTO E MUITO MAIS. imagem "?" Com mais de 50 cachoeiras, a cidade está voltada para o ecoturismo – suas belas paisagens frequentemente servem de cenário para novelas. Há quedas d’água de fácil acesso, mas as mais bonitas ficam escondidas na mata fechada, aonde só se chega por trilhas (que devem ser percorridas com a ajuda de guia). Entre novembro e março, a chuva torna as cachoeiras perigosas. A maioria das pousadas está próxima de grutas e cachoeiras, e muitas têm piscinas naturais. Foto - ?
POÇO DO CORAÇÃO
O acesso é tranquilo: pegue a Estrada para Itutinga, entre à esquerda após a primeira ponte para chegar ao Complexo da Toca. O carro fica na portaria, e você segue a trilha até o para o escorregador (é bom ponto para banho, ao lado da Gruta da Toca). A partir dele, suba margeando o rio: há vários poços e pequenas quedas até a principal atração local, a …

ÁGUAS DO TREME LAKE RESORT, INHAÚMA, MINAS GERAIS - Com vista espetacular de colinas e cerrados, o hotel tem trilhas, pista de cooper e trenzinhos além de balonismo pescarias e passeios a cavalo

CONHEÇA O "ÁGUAS DO TREME LAKE RESORT ", INHAÚMA, MINAS GERAIS, BRASIL imagem - ATR BEM VINDO AO PARAÍSO. BEM VINDO A ÁGUAS DO TREME LAKE RESORT EM INHAÚMA NO CORAÇÃO DAS MINAS GERAIS imagem - ATR Águas do Treme é um oásis no meio do cerrado mineiro, cercado por suaves colinas de mata nativa. Um lugar calmo, ideal para uma experiência única no hotel ou na orla, com o sistema Day Use.  O complexo foi projetado para que o hóspede possa desfrutar de um ambiente agradável e cordial, relaxando ou praticando diversas atividades. imagem - ATR A CONSTRUÇÃO uma construção em estilo espanhol com charmoso pátio interno, é decorado com obras de arte modernas e peças mineiras do séc. XVIII. São 12 suítes e 2 ranchos, restaurantes, sauna panorâmica integrada à piscina de 1200m² e uma estrutura de lazer na orla do lago de 60 hectares. imagem - ATR Membro da Associação Roteiros de Charme e do Circuito das Grutas, é localizado em Inhaúma, a 83 km de BH, MG e oferece uma rara combinação de atrati…

PONTE NOVA, MINAS GERAIS - No circuito turístico Montanhas e Fé da Estrada Real e Rota Imperial

CONHEÇA A CIDADE DE "PONTE NOVA", MINAS GERAIS, BRASIL Foto - Ronaldo Fernandes PARQUE MUNICIPAL NATURAL "TANCREDO NEVES" EM PONTE NOVA, MG
Foto - Isabella Ottoni
PONTE DA BARRINHA EM PONTE NOVA, MG
Foto - Ronaldo Fernandes
RIO PIRANGA EM PONTE NOVA, MG
Foto - Isabella Ottoni 
SEDE DA FAZENDA SANTA HELENA EM PONTE NOVA, MG
Foto - Ronaldo Fernandes
USINA SANTA HELENA EM PONTE NOVA, MG
Foto - Isabella Ottoni
VISTA GERAL DA CIDADE DE PONTE NOVA, MG
Foto - Ronaldo Fernandes
PONTE DE FERRO EM PONTE NOVA, MG
Foto - Ronaldo Fernandes
BEM VINDO A CIDADE DE PONTE NOVA. TERRA NATAL DE REINALDO - ÍDOLO DO CLUBE ATLÉTICO MINEIRO E DA DUPLA SERTANEJA VICTOR E LÉO
foto - ?
População estimada 2016 (1) - 60.188
Área da unidade territorial 2015 (km²) - 470,643
Densidade demográfica 2010 (hab/km²) - 121,94
Código do Município 3152105
Gentílico - ponte-novense
Prefeito 2017 / WAGNER MOL GUIMARÃES
ORIGEM DO NOME
A SEGUNDA metade do século XVIII, uma comissão incumbida oficialmente de abrir u…

ÁGUAS VERMELHAS, MINAS GERAIS - Entre as mais belas montanhas de Minas, uma cidade tranquila e acolhedora que promove o Festival de Inverno mais famoso da região, com boa música e o melhor da gastronomia regional

CONHEÇA A CIDADE DE "ÁGUAS VERMELHAS", MINAS GERAIS, BRASIL DA JANELA DO TREM foto - Angelo Carlos Ronchi
BOM DIA. BEM VINDO A CIDADE DE ÁGUAS VERMELHAS. CIDADE ONDE EM JUNHO ACONTECE O FESTIVAL DE INVERNO. FAMOSO NA REGIÃO. copyrigth "Mustafa-K" População estimada 2016 (1) - 13.513
Área da unidade territorial 2015 (km²) - 1.259,286
Densidade demográfica 2010 (hab/km²) - 10,10
Código do Município 3101003
Gentílico águas-vermelhense ORIGEM DO NOME
A ORIGEM DO NOME SE PRENDE AO FATO DA COR FERRUGINOSA DAS ÁGUAS QUE BANHA O MUNICÍPIO. AQUI, UMA DAS CASAS DA CIDADE copyrigth "Eraldo Peres" Gentílico: águas-vermelhense Histórico Águas Vermelhas Minas Gerais - MG Histórico Supõe-se terem sido índios da tribo tupis os primitivos habitantes da região Alto Rio Pardo, onde hoje se localiza o município de Águas Vermelhas, segundo inscrições existente ainda hoje na região. Grande parte das terras eram pertencentes ao conde da Ponte que possuía uma sesmaria, da qual desmemb…

BRAGANÇA, PARÁ - Bragança respira Fé, Tradição e Cultura, nas belezas de suas praias, manguezais, rios, igarapés e ilhas

CONHEÇA A CIDADE DE "BRAGANÇA", PARÁ, BRASIL Bragança, localizada na região nordeste do Pará, a 210 quilômetros de Belém, capital do Estado, é um dos municípios mais procurados pelos turistas ao longo do ano, em especial durante as férias escolares.
Lar da Marujada, manifestação cultural que reúne milhares de pessoas no município para festejar São Benedito, Bragança tem praias oceânicas belíssimas, pra quem quiser aproveitar em qualquer época do ano.

A cidade, de origem portuguesa, guarda na sua cultura características religiosas marcantes e também festeja São Sebastião e Nossa Senhora de Nazaré.
Suas fronteiras são estratégicas. Assim, o município oferece o maior número de opções aos turistas: ao Norte está o oceano Atlântico, ao Sul, o município de Santa Luzia do Pará, a Leste os municípios de Augusto Corrêa e Vizeu e a Oeste, Tracuateua.

Na língua tupi, Caeté quer dizer 'mato grande' e, por estar localizada à margem esquerda do rio Caeté, Bragança é carinhosamente…

TOMBOS, MINAS GERAIS - Na cachoeira três tombos, verdadeira obra da natureza de imensurável beleza que constitui um cartão postal

CONHEÇA A CIDADE DE "TOMBOS", MINAS GERAIS, BRASIL Foto - PMT BEM VINDO A CIDADE DE TOMBOS. ENTRE AS MONTANHAS DE MINAS / NAS QUEDAS DAS CACHOEIRAS foto - ? População estimada 2016 (1) - 8.899 Área da unidade territorial 2015 (km²) - 285,125 Densidade demográfica 2010 (hab/km²) - 33,45 Código do Município 3169208 Gentílico - tomboense Prefeito 2017 / LUCIENE TEIXEIRA DE MORAES ORIGEM DO NOME O primitivo nome do povoado foi Arraial Novo. A partir de 1852 passou a denominar-se Nossa Senhora da Conceição dos Tombos do Carangola, sendo este topônimo alusivo à padroeira local e à cachoeira formada pelo rio Carangola, composta de três quedas consecutivas ou três tombos, conforme linguagem popular. Documentos datados de 1864 citam o povoado com a denominação reduzida para Tombos do Carangola. Na Divisão Administrativa do Brasil, referente ao ano de 1911, permanece esta última denominação. O texto da Lei que elevou o Distrito a Município reduz o topônimo à denominação atual.
G…