Pular para o conteúdo principal

PETRA, WADI MUSA, JORDÂNIA - Petra eh um deleite para os Arqueólogos, um prazer para o viajante que gosta de imaginar como era a vida 20 séculos atrás




CONHEÇA A CIDADE PERDIDA DE "PETRA", JORDÂNIA
AS LEMBRANÇAS 
As lembranças que guardava ou achava que guardava do filme Indiana Jones e a Última Cruzada, de 1989 (e que o turismo da Jordânia muito capitalizou), o terceiro da saga de Steven Spielberg e George Lucas, lançado quando eu nem tinha idade para achar Harrison Ford galã do cinema, e quando eu ainda pensava que alguns lugares maravilhosos pertenciam às telas do cinema, como cenários que depois se desmontam e cuja beleza resistiria apenas enquanto o filme vivesse e dele se lembrassem. O mundo é muito mais bonito do que o cinema, mas eu aprendi isso algum tempo depois. 
Petra marcou. Indiana e seu pai, vivido por Sean Connery, passavam por um desfiladeiro compridíssimo até chegar a um portal absurdo. Depois eu soube: esse portal chama-se Al-Khazneh, ou o Tesouro, e é apenas uma das maravilhas construídas por um povo que viveu ali há mais de 2 mil anos e sobre o qual se ensina muito pouco, os nabateus.

Pequenos seres humanos se aproximam do Mausoléu da Urna, um dos monumentos de Petra que sobreviveram a mais de 20 séculos

ESTRELA DE NOVELA 
As ruínas de Petra são como um grande parque temático, um deleite para os arqueólogos, um prazer para o viajante que gosta de imaginar como era a vida em um lugar tão remoto, construído há tanto tempo, mais de 20 séculos atrás. Os nabateus não foram os primeiros a habitar o local, mas sim os que, a partir do século 6 a.C., construíram seus principais e monumentais edifícios. Em seu apogeu, Petra chegou a ter 30 mil habitantes. No século 1 foi invadida pelos romanos, que deram feições novas à cidade, como ruas cercadas por colunas (romanas, of course) e banhos coletivos. Durante o período bizantino, alguns prédios viraram igrejas. Terremotos atingiram a região nos séculos 4 e 6. Os demais registros históricos remontam às Cruzadas.

O Tesouro é o primeiro edifício que se avista ao sair desfiladeiro Al-Siq. Com 40 metros de altura, já abrigou a tumba do rei Aretas IV e foi cenário do filme Indiana Jones e a Última Cruzada
Desfiladeiro de al-Siq, em Petra
Petra, o principal cartão-postal da Jordânia está localizado a cerca de 3 horas e meia da capital, Amã. Chamada de “cidade rosa”, Petra (pedra, em grego) foi fundada por volta de 312 a.C. pelo povo dos nabateus, uma tribo nômade árabe. A cidade, então, se transformou em um ponto estratégico das rotas de caravanas, que transportavam incenso, mirra e especiarias pelo Oriente Médio. Foi esquecida pelo tempo e somente os beduínos locais sabiam sua localização, até ser redescoberta em 1812, pelo explorador suíço Johan Ludwig Burckhardt.

Desfiladeiro de al-Siq, Petra

Os mercadores nabateus escavaram na rocha templos, depósitos e tumbas, formando uma verdadeira cidade troglodita
Para conhecê-la a fundo, serão necessários de dois a três dias, já que suas atrações estão espalhadas por 5,2 quilômetros quadrados, repletos de túmulos, templos, cisternas, teatros etc. A entrada é feita pelo “Siq”, um estreito com mais de um quilômetro de comprimento, ladeado por imponentes paredes com 80 metros de altura. Ao fim deste caminho, aparece Al-Khazneh (Tesouro), uma fachada imponente com 30 metros de largura e 43 de altura esculpida na própria rocha de um rosa poeirento – elas foi esculpida no início do século 1 para ser o túmulo de um importante rei nabateu. O ponto de saída para os visitantes é o povoado de Wadi Musa, onde se encontram restaurantes, casas de câmbio, lojinhas de suvenires, além de hotéis. Carros não podem circular no local, mas se pode alugar carruagens ou cavalos. Patrimônio da Humanidade pela Unesco em 1985, Petra foi eleita uma das novas sete maravilhas do mundo e cenário de Indiana Jones e a Última Cruzada, alem de locação da novela brasileira Viver a Vida.

Dromedários foram fundamentais nas caravanas comerciais dos nabateus. Hoje, no entanto, apesar de ainda serem importantes para os povos nômades, sua função na área de Petra está mais restrita a alegrar turistas com boas fotos e passeios

COMO CHEGAR 
Várias companhias aéreas fazem a viagem - Air France, British Airlines, Emirates, Iberia, Lufthansa, TAM. Você pode desembarcar no Aeroporto Internacional Queen Alia em Amã e pegar um táxi comum ou coletivo rumo ao sul pela Rodovia do Deserto até Wadi Musa, cidade que fica bem ao lado de Petra. Dá para fazer tudo caminhando.
foto - Wikipédia
PETRA (DO GREGO ΠΈΤΡΑ, PETRA; ÁRABE: البتراء, AL-BITRĀ/AL-BATRĀ)
É UM IMPORTANTE ENCLAVE ARQUEOLÓGICO NA JORDÂNIA, SITUADO NA BACIA ENTRE AS MONTANHAS QUE FORMAM O FLANCO LESTE DE WADI ARABA, O GRANDE VALE QUE VAI DO MAR MORTO AO GOLFO DE AQABA, PERTO DO MONTE HOR E DO DESERTO DE ZIN.
A REGIÃO ONDE SE ENCONTRA PETRA FOI OCUPADA POR VOLTA DO ANO 1200 A.C. PELA TRIBO DOS EDOMITAS, RECEBENDO O NOME DE EDOM. COMO A CIDADE SE SITUAVA PERTO DO MONTE HOR, É MUITO POSSÍVEL QUE OS HORITAS, UM POVO MENCIONADO NA BÍBLIA (GÊNESIS 14:6, 36:20, DEUTERONÓMIO 2:12), HABITASSEM ESSA REGIÃO AINDA ANTES DA CHEGADA DOS EDOMITAS. A REGIÃO SOFREU NUMEROSAS INCURSÕES POR PARTE DAS TRIBOS ISRAELITAS, MAS PERMANECEU SOB DOMÍNIO EDOMITA ATÉ À ANEXAÇÃO PELO IMPÉRIO PERSA.
foto - Wikipédia
Por 600 anos, uma cidade encravada no deserto da Jordânia foi considerada lenda, como Atlântida ou Tróia. Apesar de dezenas relatos ancestrais, que descreviam com precisão os monumentos grandiosos esculpidos em rocha, ninguém foi capaz de localizá-la até o início do século XIX.
Segundo essas mesmas narrações, Petra surgiu pelas mãos dos nabateus, que apareceram no Oriente Próximo por volta do século VI a.C., durante o Império Persa. Segundo os historiadores Estrabão e Diodoro da Sicília, os nabateus eram cerca de 10 mil beduínos que viviam do transporte de especiarias, incenso, mirra e plantas aromáticas. Eles levavam a carga da Arábia Feliz, atuais Iêmen e Omã, até o Mediterrâneo.
Interior da sala do tesouro
A CIDADE DE PETRA ERA DENOMINADA SELA EM EDOMITA, NOME QUE SÍGNIFICA "PEDRA", "PENHASCO" OU "ROCHA" IMPORTANTE ROTA COMERCIAL ENTRE A PENÍNSULA ARÁBICA E DAMASCO (SÍRIA) DURANTE O SÉCULO VI A.C., EDOM FOI COLONIZADA PELOS NABATEUS (UMA DAS TRIBOS ÁRABES), O QUE FORÇOU OS EDOMITAS A MUDAREM-SE PARA O SUL DA PALESTINA, QUE PASSOU A TER O NOME DE IDUMEIA, NOME DERIVADO DOS IDUMEUS OU EDOMITAS.
foto - Wikipédia
O ANO 312 A.C. É APONTADO COMO DATA DO ESTABELECIMENTO DOS NABATEUS NO ENCLAVE DE PETRA E DA NOMEAÇÃO DESTA COMO SUA CAPITAL. DURANTE O PERÍODO DE INFLUÊNCIA HELENÍSTICA DOS SELÊUCIDAS E DOS PTOLOMAICOS, PETRA E A REGIÃO ENVOLVENTE FLORESCERAM MATERIAL E CULTURALMENTE, GRAÇAS AO AUMENTO DAS TROCAS COMERCIAIS PELA FUNDAÇÃO DE NOVAS CIDADES: RABBATH 'AMMON (A MODERNA AMÃ) E GERASA (ATUALMENTE JERASH).
foto - Wikipédia
DEVIDO AOS CONFLITOS ENTRE SELÊUCIDAS E PTOLOMAICOS, OS NABATEUS GANHARAM O CONTROLE DAS ROTAS DE COMÉRCIO ENTRE A ARÁBIA E A SÍRIA. SOB DOMÍNIO NABATEU, PETRA CONVERTEU-SE NO EIXO DO COMÉRCIO DE ESPECIARIAS, SERVINDO DE PONTO DE ENCONTRO ENTRE AS CARAVANAS PROVENIENTES DE AQABA E AS DE CIDADES DE DAMASCO E PALMIRA.
O ESTILO ARQUITETÓNICO DOS NABATEUS, DE INFLUÊNCIA GRECO-ROMANA E ORIENTAL, REVELA A SUA NATUREZA ATIVA E COSMOPOLITA. ESTE POVO ACREDITAVA QUE PETRA SE ENCONTRAVA SOB A PROTEÇÃO DO DEUS DHÛ SHARÂ (DUSARES, EM GREGO).
A 6 DE DEZEMBRO DE 1985, PETRA FOI RECONHECIDA COMO PATRIMÔNIO DA HUMANIDADE PELA UNESCO.
foto - Wikipédia
O EDIFÍCIO DA CÂMARA DO TESOURO, EM PETRA, FOI UTILIZADO COMO CENÁRIO NO FILME INDIANA JONES E A ÚLTIMA CRUZADA. O INTERIOR MOSTRADO NO FILME NÃO CORRESPONDE, NO ENTANTO, AO INTERIOR DO DITO EDIFÍCIO, TENDO SIDO FABRICADO EM ESTÚDIO.
O FILME "TRANSFORMERS 2" TAMBÉM TEVE CENAS GRAVADAS NA CIDADE DE PETRA.
NO FILME "MORTAL KOMBAT: A ANIQUILIÇÃO", RAYDEN ENTRA PARA FALAR COM OS DEUSES ANTIGOS, ONDE FOI TAMBÉM GRAVADO NA CIDADE DE PETRA.
PETRA É FAMOSA PRINCIPALMENTE PELOS SEUS MONUMENTOS ESCAVADOS NA ROCHA, QUE APRESENTAM FACHADAS DE TIPO HELENÍSTICO (COMO O CÉLEBRE EL KHAZNEH).
PERITOS NO DOMÍNIO DA HIDRÁULICA, OS NABATEUS DOTARAM A CIDADE DE UM ENORME SISTEMA DE TÚNEIS E DE CÂMARAS DE ÁGUA. UM TEATRO, CONSTRUÍDO À IMAGEM DOS MODELOS GRECO-ROMANOS, DISPUNHA DE CAPACIDADE PARA 4000 ESPECTADORES.
TINTIM, HERÓI DA BANDA DESENHADA BELGA, VISITA PETRA NO ÁLBUM DE BANDA DESENHADA COKE EN STOCK ("CARVÃO NO PORÃO").
EM NOVEMBRO DE 2009, A CIDADE DE PETRA FOI PALCO PARA A NOVELA BRASILEIRA "VIVER A VIDA (TELENOVELA)" DE MANOEL CARLOS. ENTRE OS DESTAQUES NA CIDADE, FOI REALIZADO O PETRA FASHION DAYS, DESFILE DE MODA À CÉU ABERTO EM FRENTE AS RUINAS DA CÂMARA DO TESOURO (AL KHAZNEH). NA VERDADE O DESFILE NÃO FOI REALIZADO NO LOCAL. A REDE GLOBO ENVIOU JUNTO COM OS ATORES, UMA EQUIPE QUE FOTOGRAFOU TODO O CENÁRIO COM TÉCNICAS DE 3D. AS IMAGENS FORAM INSERIDAS POR COMPUTADOR, ATRÁS DO PALCO MONTADO EM ESTÚDIO PARA O DESFILE, QUE CONTOU COM AS PERSONAGENS HELENA (TAÍS ARAÚJO) E LUCIANA (ALINNE MORAES).
Petra, na Jordânia, é um dos destinos mais procurados do país e também pode ser acessado a partir de Israel
INFORMAÇÕES AO VISITANTE 
Línguas: Árabe 
Moeda: Dinar jordaniano 
Visto: É necessário. 
Saúde: Nenhuma vacina é obrigatória, mas recomendam-se vacinas preventivas de hepatite, poliomielite, tétano e febre tifóide 
Embaixada oficial no Brasil: 
SHIS, QI 09, conj. 18, casa 14, Lago Sul - Brasília, DF 
61 3248-5414 
Melhor época para visitar: 
A melhor época para visita é durante Abril/Maio e Setembro/Outubro

por Gabriela Aguerre (Guia de viagem Abril)


fonte / fotos = Thymonthy Becker / viajeaqui.abril.com.br / Wikipédia / Divulgação / 


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

MERCÊS, MINAS GERAIS - Famosa por seu turismo de eventos, como o Jubileu de Nossa Senhora das Mercês, que acontece na segunda quinzena de setembro; as festividades do Carnaval; Torneio Leiteiro; e Festa da Virada, que movimentam a economia da cidade e da região.

CONHEÇA A CIDADE DE "MERCÊS", MINAS GERAIS, BRASIL SEJA MUITO BEM VINDO A CIDADE DE MERCÊS, MG. UMA CIDADE ABENÇOADA foto - Thymonthy Becker AQUI O TEMPLO DA ASSEMBLEIA DE DEUS EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker SEDE DO PODER LEGISLATIVO - CÂMARA DE VEREADORES DA CIDADE DE MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker ESCOLA MUNICIPAL EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker ESTAÇÃO RODOVIÁRIA DA CIDADE DE MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker IGREJA EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker MATRIZ DE NOSSA SENHORA DAS MERCÊS E SEU INTERIOR EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker HOMENS TRABALHANDO NO TELHADO DA MATRIZ EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker foto - Thymonthy Becker NA HORA CERTA foto - Thymonthy Becker INTERIOR DA MATRIZ EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker INTERIOR DA MATRIZ EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker INTERIOR DA MATRIZ EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker INTERIOR DA MATRIZ EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker INTERIOR DA MATRIZ EM MERCÊS, MG

CASTELOS ABANDONADOS PELO MUNDO - Conheça fortalezas esquecidas, belíssimos castelos, outrora habitados por reis e príncipes, hoje estão abandonados ao redor do mundo

CONHEÇA OS CASTELOS QUE JÁ FORAM HABITADOS POR REIS E HOJE ESTÃO ABANDONADOS PELO MUNDO CASTELO DE DUNNOTTAR, PERTO DE STONEHAVEN, ABERDEEMSHIRE, ESCÓCIA  Em cima de uma rocha no Mar do Norte, o Castelo de Dunnottar é mais conhecido como o lugar em que eram escondidas as joias da coroa escocesa – A honras de Escócia -, quando Oliver Cromwell invadiu o país em 1650. O lugar foi construído no século XIV  CASTELO DUNLUCE, CONDADO DE ANTRIM, IRLANDA DO NORTE  O castelo foi construído sobre uma rocha de basalto no distante norte da Irlanda, ainda no século VXIII. Mas hoje só restam as ruínas do que foi erguido no século XVI. Dunluce foi o lar de Earl de Antrim até ele ser derrotado por apoiar o rei Católico Jaimes II contra o Protestante William III, na batalha de Boyne, em 1690. Depois disso, o castelo foi se transformando em ruínas. O lugar é cercado por pedras íngremes por todos os lados e só pode ser alcançado por uma ponte. No século XVIII, uma das paredes da ala norte caiu no mar, mas …

CONHEÇA "MACUCO SAFARI" O PASSEIO DE BARCO DENTRO DAS CATARATAS DO IGUAÇU, PARANÁ - Imagine pegar um barco inflável, mas com um motor potentíssimo, e encarar uma das quedas d’água? Foi o que eu fiz! É possível pagar e agendar o passeio na hora e, dependendo da quantidade de turistas, você pode embarcar no mesmo momento

CONHEÇA O "MACUCO SAFARI", UM PASSEIO DE BARCO DENTRO DAS CATARATAS DE IGUAÇU, NO PARANÁ

Estive em Foz do Iguaçu, no Paraná, a convite da Itaipu Binacional. Entre os passeios mais especiais no local sem dúvidas foi o Macuco Safari, que acontece do lado brasileiro do Parque Nacional do Iguaçu. Do lado argentino, um passeio similar conhecido como Aventura Náutica é famoso por ser mais radical.  Imagine pegar um barco inflável, mas com um motor potentíssimo, e encarar uma das quedas d’água? Foi o que eu fiz! É possível pagar e agendar o passeio na hora e, dependendo da quantidade de turistas, você pode embarcar no mesmo momento. Para proteger suas coisas, é possível guardá-los em armários disponíveis no front desk ou então no último estágio do passeio, antes de entrar de fato no barco que te leva até as cataratas. Os armários são grandes e, se não estiverem carregando muita coisa, ele acomoda pertences de 3 pessoas.  COMEÇA A AVENTURA PELAS CATARATAS DO IGUAÇU  O Macuco Safari a…

CÂNION DO FUNIL - O extremo oeste de Minas Gerais aos poucos vem se revelando. Como é possível uma porção tão pequena de um estado tão grande apresentar tantas possibilidades de exploração? Lentamente nosso foco vai se movendo para o lado mineiro da força.

CONHEÇA O "CÂNION DO FUNIL", PRESIDENTE KUBITSCHEK, MINAS GERAIS, BRASIL A natureza favoreceu um dos mais belos cartões postais das Minas Gerais, o Cânion do Funil. Sendo um dos principais atrativos da região de cerrado, o local é marcado pela fauna e flora. Sua paisagem única é composta de serras, cachoeiras, riachos e cascatas que encantam a todos os turistas, formando uma belíssima paisagem misturada à sua vasta vegetação nativa.  Tamanha a beleza do lugar, que foi um dos lugares escolhidos recentemente para a gravação de 1 Minissérie e 2 Filmes Longa Metragens. O local, que é herança de família a mais de 100 anos, atualmente é gerenciado pelo proprietário Fabiano que também é guia no local. Por ser uma área particular, o local vem sendo cuidado e preservado a aproximadamente 6 anos. Sendo proibida a pesca, e a caça de animais nativos da região, e possível encontrar várias espécies ameaçadas de extinção no local, um exemplo é a águia-chilena (Geranoaetus melanoleucus). (c…

ESTRELA DALVA, MINAS GERAIS - Cidade encantadora e acolhedora, Simples, mas humanizada graças ao seu povo gentil. Tem um restaurante do Paulo Roberto e uma pousada do Paraná que é um verdadeiro calor em atendimento

CONHEÇA A CIDADE DE "ESTRELA DALVA", MINAS GERAIS, BRASIL Cidade encantadora e acolhedora, Simples, mas humanizada graças ao seu povo gentil. Simplesmente quem conhece não esquece e quer sempre voltar. Tem um restaurante do Paulo Roberto e uma pousada do Paraná que é um verdadeiro calor em atendimento.  Estrela Dalva, MG (Prefeitura Municipal) HINO DE UM FILHO PARA A CIDADE Estrela Dalva Oh, terra de minha vida, minha Estrela querida; brilhante, linda, altaneira, em nossa terra Mineira! Natureza exuberante, que encanta quem te conhece... Estrela Dalva: um recanto de paz! Um canto de amor em prece! Autor: Paulo Marcelo Ribeiro de Araujo, cantor, compositor e poeta, natural de Estrela Dalva, MG  Por: Paulo Marcelo  Prefeitura Municipal de Estrela Dalva, MG (Raymundo P. Netto) Câmara de Vereadores de Estrela Dalva, MG (Raymundo P. Netto) Pórtico de entrada da cidade de Estrela Dalva, MG (Raymundo P. Netto) Igreja do Divino Espírito Santo da Comunidade de Água Viva em Estrela Dalva, MG…

FAROL DE ALEXANDRIA, ALEXANDRIA, EGITO - Uma das 7 maravilhas do mundo eh uma obra colossal

CONHEÇA O "FAROL DE ALEXANDRIA", ALEXANDRIA, EGITO A cidade de Alexandria foi fundada por Alexandre, o Grande, e tem muito mais a oferecer além de sua história e curiosidades. Localizada na costa mediterrânica do Egito, é conhecida mundialmente pelos seus pontos turísticos, como a Biblioteca de Alexandria, o Farol de Alexandria (uma das sete maravilhas do mundo antigo) e as Catacumbas de Kom el Shoqafaw (uma das sete maravilhas do mundo medieval). Outras atrações envolvem visitas à museus, jardins, mesquitas e ruínas antigas que contam a história de seu passado. O Farol de Alexandria é uma das sete maravilhas do mundo antigo. Foi construído para servir de referencial para os navegantes, na Ilha de Faros. Para servir de entrada no porto e informar os navegantes da proximidade de terras, Ptolomeu mandou construir o Farol de Alexandria. Este tinha lugar na Ilha de Faros e, por causa do nome da ilha, todas as construções até hoje, com o mesmo objetivo, são chamadas de farol. O e…

PORTO COVO, LISBOA, PORTUGAL - Uma vilinha encantadora de pouco mais de mil habitantes, tem um ar vintage, uma combinação de sonho de casas brancas + enseadas de águas transparentes + bons restaurantes

AO SUL DE LISBOA, PORTO COVO É O MELHOR DO VERÃO EM PORTUGAL A rua principal da vila: (acima) pouco mais de mil habitantes (Bruno Barata/Reprodução) A pracinha da cidade, (abaicxo) com barracas de tererê: passeio à moda antiga (Bruno Barata/Reprodução) A Costa Vicentina é um dos segredos mais bem guardados de Portugal: um trecho de cerca de 100 quilômetros de parque natural que margeia o Atlântico de norte a sul unindo os mais bonitos trechos de litoral entre o Alentejo e o Algarve.  Uma região onde os campos de oliveiras chegam quase ao mar, as dunas desenham lindas paisagens e o mar molda baías ora pequeninas, ora extensas, sempre de areias fininhas e águas transparentes.  Casinha típica de Porto Covo: fachada branca e portas e janelas coloridas (Bruno Barata/Reprodução) A Ilha do Pessegueiro, ao sul da vila: inspiração de música (Bruno Barata/Reprodução) Porto Covo, uma vilinha encantadora de pouco mais de mil habitantes, é a primeira parada na região para quem vem de Lisboa (são cerca…

REPRESA DE FURNAS, SÃO JOSÉ DA BARRA, MINAS GERAIS - Em 1963 fecharam o túnel que criou praias, formou cânions, inundou vilarejos mudando para sempre a história de 34 cidades mineira e formando o espetacular “Mar de Minas”

CONHEÇA A "REPRESA DE FURNAS", SÃO JOSÉ DA BARRA, MINAS GERAIS, BRASIL foto - Thymonthy Becker No dia 9 de janeiro de 1963 o túnel que desviou o curso do rio Grande para a construção da Usina de Furnas foi fechado e as águas que formaram um dos maiores reservatórios do mundo, criou praias, formou cânions e cachoeiras inundou vilarejos e mudou para sempre a história dos 34 municípios que ficam ao longo dos 1.440 km2 de extensão do Lago de Furnas. A sede do município de Guapé ficou praticamente submersa, o que levou à construção de uma nova sede em local definido pela população. O distrito de São José da Barra, então pertencente a Alpinópolis e emancipado em 1994, ficou integralmente debaixo das águas e deu lugar à "Nova Barra", que a pedido do padre Ubirajara Cabral, pároco local, foi construída pela Central Elétrica de Furnas na forma de um banjo. A maioria dos municípios possuía vocação agropecuária, mas com o alagamento das áreas produtivas diversificaram suas ati…

GIETHOORN, HOLANDA - Uma cidade que parece ter saído de um cenário de filme. O lugar é uma boa oportunidade para quem estiver pelo país e quiser conhecer algo diferente, romântico, bucólico e charmoso. E as melhores - e únicas - formas de chegar ao centro são de barco, bicicleta ou a pé.

CONHEÇA "GIETHOORN" A CIDADE HOLANDESA QUE NÃO TEM RUAS Uma cidade que parece ter saído de um cenário de filme. É dessa forma que se define Giethoorn, um vilarejo na Holanda. O lugar é uma boa oportunidade para quem estiver pelo país e quiser conhecer algo diferente, romântico, bucólico e charmoso. A melhor parte é que ao se aproximar de Giethoorn, é preciso procurar um lugar para estacionar o seu carro. Você não precisará dele para explorar essa deliciosa cidade. É que lá os automóveis são proibidos de circular e as melhores – e únicas – formas de chegar ao centro são de barco, bicicleta ou a pé.  Localizada no leste da Holanda, Giethoorn (pronuncia-se “Rit-rôrn”, com ênfase nos “r”) foi fundada por refugiados no século XIII. Seus poucos habitantes viveram dias tranquilos até 1958, quando o cineasta Bert Haanstra utilizou o vilarejo como cenário para o filme Fanfare. Com o sucesso da produção cinematográfica, a cidade entrou na mira de turistas do mundo inteiro.  A CIDADE S…

BRELA, CROÁCIA - Uma pequena cidade de águas claras que entrou na lista da Forbes como uma das dez mais belas praias do mundo. Com certeza esse título não foi dado à toa. Localizada entre o mar Adriático e a montanha Biokovo, a água é tão azul que você tem a impressão que vai sair de lá tingido.

CONHEÇA "BRELA", CROÁCIA, O VERDADEIRO PARAÍSO A melhor parte de praticar Parasailing é ver as praias de cima Quem estiver cansado de ficar apenas tomando sol ou dentro da água, existem diversas opções de entretenimento O verão europeu está no auge e com ele as suas praias são invadidas pelos turistas. Ultimamente, a Croácia tem entrado com mais frequência na lista das pessoas que vão ao velho continente. Por que será? A beleza exótica do país é de deixar qualquer um de boca aberta. Porém, muitos esquecem que existem lugares até mais bonitos que as tradicionais praias da Ilha de Hvar.  O RoadTrio escolheu desfrutar de Brela, uma pequena cidade de águas claras que entrou na lista da Forbes como uma das dez mais belas praias do mundo. Com certeza esse título não foi dado à toa. Localizada entre o mar Adriático e a montanha Biokovo, a água é tão azul que você tem a impressão que vai sair de lá tingido.  As praias de Brela são rodeadas de rochas, montanhas e muita vegetação (Foto: …