Pular para o conteúdo principal

29 CIDADES HISTÓRICAS DO BRASIL QUE VOCÊ PRECISA CONHECER - Veja uma seleção de cidades brasileiras construídas durante o período colonial que ainda mantêm grande parte do seu casario conservado




CONHEÇA 29 CIDADES HISTÓRICAS DO BRASIL QUE AINDA SE MANTÉM HISTÓRICAS.
A história do Brasil é rica, abrangente e repleta de contradições. Desenvolver uma narrativa que aborde os detalhes sobre a conquista e a colonização do território brasileiro não é tarefa fácil. 
O que é difícil para os historiadores pode ser fácil para os viajantes: ao passear pelas ruazinhas de pedra e casinhas bem conservadas de algumas cidades históricas, é natural sentirmos transportados para o período colonial. 
É normal perceber que o tempo ali simplesmente parou, e fica mais fácil de entender todas as implicações históricas que fizeram estas cidadezinhas erguerem-se (normalmente, isso acontecia por causa dos interesses de exploração de minérios, como ouro e diamante) e estancarem no tempo (com o término da exploração desses recursos naturais). 
Abaixo, uma seleção de cidades históricas brasileiras que ainda guardam o único tesouro que sobrou: a história. Perfeitas para quem não dispensa roteiros culturais, sem abrir mão de muito charme. 
REGIÃO SUDESTE 
01 - OURO PRETO / MINAS GERAIS 
O conjunto arquitetônico da cidade é tão impressionante que não deu outra escolha: foi tombado como Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco. Suas ruas bem conservadas encantam universitários, que se acumulam entre repúblicas estudantis e agitam as ruas durante o Carnaval. As boas atrações incluem um passeio de trem até a cidade de Mariana, festivais completos e, é claro, igrejas que impressionam por sua riqueza arquitetônica – como a Igreja N. S. Do Carmo e a Igreja Matriz de N. S. Do Pilar. 
02 - SÃO JOÃO DEL REI / MINAS GERAIS 
A colonização portuguesa fica bem nítida nessa cidade, sobretudo no Centro Histórico – marcado por casas coloniais e a Ponte da Cadeia. Por aqui, o comércio é bem movimentado e valorizado. Igrejas também estão entre os roteiros favoritos dos visitantes, como a de Nossa Senhora das Mercês (foto) e São Francisco de Assis. Sua ferrovia, que nunca parou de funcionar desde a inauguração, está entre as mais antigas e bem conservadas do país, conduzindo a passeios charmosos até cidades vizinhas. 
03 - DIAMANTINA / MINAS GERAIS 
Com muitas construções barrocas bem preservadas, Diamantina consagrou-se como uma das cidades históricas mais conhecidas e visitadas pelos turistas de todo o país. Terra natal de Juscelino Kubitschek e repleta de vielas e becos que guardam casarios coloniais, a cidade foi declarada Patrimônio da Humanidade pela Unesco em 1999 – e também abriga belezas naturais que valem a viagem. 
04 - TIRADENTES / MINAS GERAIS 
Antiga Vila de São José do Rio das Mortes, pertencente ao Ciclo do Ouro no Estado, Tiradentes é uma das cidades históricas mais bem conservadas do país. O destino valoriza muito o turismo religioso, com igrejas bem conservadas e o Museu da Liturgia. Mas não é só isso que chama a atenção: o passeio de charrete por suas ruas de pedras encanta famílias com crianças. Seu forte, no entanto, é na gastronomia, com restaurantes estrelados e repletos de pratos bem elaborados que valorizam a culinária mineira – como o Pau de Angu. 
05 - MARIANA / MINAS GERAIS 
Vizinha de Ouro Preto, Mariana foi a primeira vila do estado, a primeira capital e, de quebra, a cidade mais rica do Ciclo do Ouro. Suas belas igrejas atraem os turistas, como as de São Francisco de Assis (à esquerda) e a de Nossa Senhora do Carmo. Vale esticar a viagem até a Catedral Basílica da Sé, que abriga um órgão alemão com mais de mil tubos ainda em funcionamento, e a mina da Passagem, cercada por bons restaurantes. O desastre ambiental causado pela mineradora Samarco, em novembro de 2015, não danificou o centro histórico da cidade – mas atingiu igrejas, trechos da Estrada Real e alguns monumentos de vilas e distritos próximos. 
06 - CONGONHAS / MINAS GERAIS 
Obras do barroco marcam presença no lugar. Uma das mais emblemáticas é, sem dúvida, a Basílica Bom Jesus de Matosinho, que surgiu a partir de uma promessa do imigrante português Feliciano Mendes. À frente, esculturas dos doze profetas esculpidas em pedra-sabão por Aleijadinho, como a de Ezequiel, dão as boas vindas. Durante a Semana Santa, fiéis ocupam suas ruas íngremes em procissões e outras homenagens à Paixão de Cristo. 
07 - SABARÁ / MINAS GERAIS 
Localizada a 25 quilômetros da capital Belo Horizonte, essa pequena cidade abriga construções históricas e barrocas que preservam seu clima interiorano. Por aqui, procissões ganham inúmeros adeptos durante a Semana Santa, que percorrem seu Centro até atrações como a Igreja Nossa Senhora do Ó. O Museu do Ouro é outra boa pedida, com sua arquitetura datada de quase trezentos anos e artigos bem preservados. 
08 - SANTA BÁRBARA / MINAS GERAIS 
Paisagens bucólicas se formam à beira da Serra do Caraça, tornando a cidade repleta de ambientes tranquilos e acolhedores. Suas origens também estão calcadas no Ciclo do Ouro mineiro, visto que minas da região foram exploradas em larga escala pelos bandeirantes no século 18. Vale esticar até o Parque Natural da cidade, com belas trilhas, cachoeiras e prédios históricos bem conservados. 
09 - PETRÓPOLIS / RIO DE JANEIRO 
O clima ameno da região serrana do Rio de Janeiro encantou Dom Pedro II, que instalou um belo refúgio de verão na cidade. Hoje, ele atende pelo nome de Museu Imperial e guarda relíquias do Segundo Reinado. As belas montanhas que cercam o lugar, bem como seu clima sossegado e as inúmeras pousadas de charme, atraem turistas em busca de requinte e boa gastronomia – uma de suas marcas registradas. 
10 - PARATY / RIO DE JANEIRO 
Fundada em 1667 no entorno da Igreja de Nossa Senhora dos Remédios, a cidade foi um dos importantes pólos econômicos do país graças ao engenho de cana-de-açúcar. Suas ruas de pedras irregulares não intimidam os turistas, que se acumulam para fazer passeios de barco e ver casarios coloniais bem conservados, sobretudo no belíssimo Centro Histórico. É aqui que acontece a FLIP, o evento literário mais importante do Brasil. 
11 - SÃO LUIZ DO PARAITINGA / SÃO PAULO 
Com um patrimônio arquitetônico formado por casas dos séculos 18 e 19, essa pequena cidade soube dar a volta por cima depois das enchentes que devastaram a região em 2010. Festivais temáticos, como a Festa do Divino, seguem cativando a atenção dos turistas. Além de suas charmosas construções históricas, há muitas atrações naturais nos arredores que valem uma esticadinha na viagem. 
REGIÃO NORDESTE 
12 - OLINDA PERNAMBUCO 
Fundada em 1535, essa bela cidade já foi considerada a capital do Estado. Seu Centro Histórico, repleto de casinhas bem conservadas do período colonial, é tombado como Patrimônio Cultural da Humanidade desde 1982. Ao caminhar por suas ruas, os visitantes se deparam com belos edifícios antigos – restaurados depois da invasão dos holandeses durante o século 18 e abertos à visitação. Uma de suas grandes atrações é a Igreja do Carmo – a mais antiga igreja carmelita do Brasil. No Carnaval, as ruas ficam tomadas por foliões. 
13 - PENEDO / ALAGOAS 
Considerada o primeiro povoado do Estado, essa cidade foi erguida às marges do Rio São Francisco e encantava os exploradores, tornando-se um polo importante para o comércio e que cultuava a moda europeia. Hoje, suas raízes estão preservadas em seu belo Centro Histórico, marcado por um conjunto arquitetônico significativo, repleto de museus e igrejas. O passeio de barco até a foz do rio mais emblemático do país também encanta os turistas. 
14 - SALVADOR / BAHIA 
É claro que a primeira capital do Brasil não poderia estar de fora dessa lista. Salvador foi o grande centro político e financeiro do país entre 1549 e 1763 – foi ali que se deu início essa mistura de povos, de culturas, de religiões e de raças que é a sociedade brasileira. Em 1558, foi fundado na cidade o primeiro mercado de escravos da América, com o objetivo de vender negros recém-chegados da África para os senhores dos engenhos de canas-de-açúcar. Hoje, o Centro Histórico da cidade preserva seus edifícios renascentistas e casarões com mais de dois andares – típicos de cidades abastadas. 
15 - CACHOEIRA / BAHIA 
Localizada a cerca de 110 km da capital Salvador, essa pequena e charmosa cidade do Recôncavo Baiano luta para colocar seus patrimônios históricos entre os mais bem conservados do país. É aqui que fica o maior conjunto arquitetônico barroco do Estado, com fachadas, edifícios e casarios que provocam a sensação de estar voltando no tempo. A história conta que a cidade abrigou os primeiros eventos que resultariam na independência do Brasil. No entanto, é na religiosidade que se encontra o ponto forte do destino, com eventos de religiões de matriz africana tomando suas ruas. 
16 - MUCUGÊ / BAHIA 
Fundada no final do século 18, a cidade é considerada uma das mais antigas da região da Chapada Diamantina, tendo sido um dos polos mais importantes da exploração do ouro e do diamante no país. Sua herança histórica está bem preservada nas casas e edifícios datados do período colonial, que são cercados por ruas de paralelepípedo. Um dos pontos fortes do turismo local são as famosas festas juninas, repletas de boas atrações. 
17 - RIO DE CONTAS / BAHIA 
O conjunto arquitetônico da cidade é considerado um dos mais importantes da Bahia, com belos casarões coloniais e ruas com calçamento pé de moleque. Antigo Pouso dos Creoulos, o destino serviu como rota de fuga de escravos no final do século 17. Esse período está bem preservado no Acervo Público local, que reúne diversas cartas de alforria, sentenças eclesiásticas e certidões originais de escravos. Outra boa atração é o caminho de pedras da Estrada Rural, lugar onde o ouro da região era escoado. 
18 - PORTO SEGURO / BAHIA 
A história conta que foi aqui que a colonização do país se iniciou. Até hoje, suas ruas preservam referências ao descobrimento, que incluem até mesmo as ruínas da primeira igreja e da primeira escola construídas em terras tupiniquins. Muitas de suas antigas construções seguem preservadas, sobretudo na Costa do Descobrimento, que inclui a região de Santa Cruz Cabrália – onde a primeira missa do país teria se realizado. O turismo local é muito movimentado graças às viagens de formatura de adolescentes do Ensino Médio. 
19 - VALENÇA / BAHIA 
Considerada o ponto de partida para conhecer o Morro de São Paulo, essa pequena cidade baiana tem lá seus encantos. No Centro Histórico, casas coloridas e construções do período colonial se encontram em um bom estado de conservação. Suas ruas de pedras irregulares aumentam a sensação de nostalgia, reforçada por pequenas igrejas em seu entorno. 
20 - SÃO CRISTOVÃO / SERGIPE 
Fundada em 1590, a cidade está entre as mais antigas do país, além de ter sido marcada como a capital do Estado até o ano de 1855. Localizada nos arredores de Aracaju, ela possui um rico e bem preservado conjunto arquitetônico colonial, de influência espanhola, que marca o charmoso Centro Histórico. Suas atrações encantam os turistas, sobretudo a Praça de São Francisco – tombada como Patrimônio da Humanidade pela Unesco em 2010. 
21 - LARANJEIRAS / SERGIPE 
O conjunto arquitetônico da cidade inclui muitas construções barrocas, sobretudo em igrejas como a de Nossa Senhora da Conceição da Comandaroba. Durante o período colonial, a região foi considerada um dos mais importantes centros de comercialização de escravos do país – uma história triste contada no Museu Afro-Brasileiro. Uma das grandes atrações do turismo local são as festas folclóricas, que ocupam suas ruas e divertem os visitantes. 
22 - SÃO LUÍS / MARANHÃO 
A capital do Estado se difere da maior parte das cidades brasileiras, visto que foi colonizada por franceses. Durante o século 17, navegadores de Cancale e Saint-Mailo se estabeleceram na região e a batizaram com uma singela homenagem ao Rei Luís 13. Na época, a economia era impulsionada pela plantação e exportação de cana-de-açúcar, cacau e tabaco. Hoje, a principal herança desse povo, juntamente com portugueses e holandeses, encontra-se preservada em seu Centro Histórico, com diversas construções que remetem ao passado. 
23 - ALCÂNTARA / MARANHÃO 
O apelido de “cidade que parou no tempo” faz jus à sua identidade. Aqui, muitas de suas construções do período colonial se encontram em ruínas, como a Igreja de São Matias. Por volta do século 18, a região viveu seus tempos de glória graças à plantação e ao comércio de cana-de-açúcar e algodão. Até hoje, construções desse período se encontram bem preservadas, revelando a riqueza de barões que aqui viveram. 
REGIÃO SUL 
24 - LAPA / PARANÁ 
A história dessa bela cidade data de 1769, ano em que tropeiros da região decidiram fundá-la. Seu Centro preserva um conjunto arquitetônico impressionante, repleto de atrações graciosas e interessantes, como o Museu das Armas. Um dos grandes episódios que marcaram o lugar foi a Revolução Federalista de 1894, marcado pela batalha do Cerco da Lapa – que impediu o avanço de tropas contrárias à República e tornou famoso o apelido de “Cidade dos Heróis”. 
25 - SÃO FRANCISCO DO SUL / SANTA CATARINA 
A cidade mais antiga do Estado foi fundada em 1504 pelos portugueses e preserva até hoje uma série de construções temáticas, muitas delas tombadas pelo IPHAN. Influências espanholas, africanas e francesas se misturam em elementos de suas edificações, concentradas em seu charmoso Centro Histórico. Atrações como o Museu Nacional reúne embarcações de todo o litoral da região. 
26 - SÃO MIGUEL DAS MISSÕES / RIO GRANDE DO SUL 
A história do sul do país se difere das demais regiões. Até o final do século 19, portugueses não demonstravam grande interesse pelos pampas do Rio Grande – por isso a dificuldade de encontrar registros históricos que antecedem o período. A missão dos jesuítas, que evangelizaram os indígenas, se encontra bem preservada na cidade: as ruínas do sítio arqueológico são tombadas como Patrimônio Histórico da Humanidade pela Unesco. 
27 - ANTÔNIO PRADO / RIO GRANDE DO SUL 
Fundada em maio de 1886, a cidade ficou marcada como a sexta e última colônia da imigração italiana no sul do país. As construções temáticas do lugar seguem bem preservadas e conferem um charme especial à região, que inclui uma boa gastronomia típica e vinícolas que tornam tudo ainda mais atrativo. Atrações como o Museu Municipal guardam peças e objetos que preservam a história dos imigrantes. 
REGIÃO CENTRO OESTE 
28 - PIRENÓPOLIS / GOIÁS 
Fundada por bandeirantes por volta do século 18, a cidade possui diversas casas coloniais bem preservadas. Muitas dessas construções conservam os detalhes originais, sendo rodeadas por ruas e ladeiras de pedra. Nos arredores da região, o turismo se intensifica ainda mais graças às suas belas cachoeiras e reservas ecológicas, ideais para quem busca roteiros de aventura 
29 - GOIÁS / GOIÁS 
Palco de uma das mais tradicionais festas do Centro-Oeste, a Procissão do Fogaréu, que ocorre na Semana Santa e atrai fiéis para uma espécie de corrida pelas ruas e becos propositalmente escuros da cidade, Goiás foi a primeira capital do estado. Hoje é Patrimônio Mundial da Humanidade pela Unesco e seu centro histórico, encantador e ainda pouco conhecido pelas multidões de turistas, nos transporta diretamente para o século 18.

VALEU PELA VISITA - SEMPRE VOLTE



Fonte / Fotos - viagemeturismo.abril.com.br (Por Camila Honorato) / Thymonthy Becker

Comentários

  1. Eu acho lindo toda essa história presente no nosso país. É quase sempre uma história triste e de exploração, mas ficamos com algumas marcas lindas, como essas cidades que transportam qualquer um pra séculos atrás.

    Vidas em Preto e Branco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito show de bola mesmo. E pensar que com tão pouca tecnologia da época, se construía essa magníficas obras arquitetônicas. Valeu Menina. Abração

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

MERCÊS, MINAS GERAIS - Famosa por seu turismo de eventos, como o Jubileu de Nossa Senhora das Mercês, que acontece na segunda quinzena de setembro; as festividades do Carnaval; Torneio Leiteiro; e Festa da Virada, que movimentam a economia da cidade e da região.

CONHEÇA A CIDADE DE "MERCÊS", MINAS GERAIS, BRASIL SEJA MUITO BEM VINDO A CIDADE DE MERCÊS, MG. UMA CIDADE ABENÇOADA foto - Thymonthy Becker AQUI O TEMPLO DA ASSEMBLEIA DE DEUS EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker SEDE DO PODER LEGISLATIVO - CÂMARA DE VEREADORES DA CIDADE DE MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker ESCOLA MUNICIPAL EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker ESTAÇÃO RODOVIÁRIA DA CIDADE DE MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker IGREJA EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker MATRIZ DE NOSSA SENHORA DAS MERCÊS E SEU INTERIOR EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker HOMENS TRABALHANDO NO TELHADO DA MATRIZ EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker foto - Thymonthy Becker NA HORA CERTA foto - Thymonthy Becker INTERIOR DA MATRIZ EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker INTERIOR DA MATRIZ EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker INTERIOR DA MATRIZ EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker INTERIOR DA MATRIZ EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker INTERIOR DA MATRIZ EM MERCÊS, MG

CASTELOS ABANDONADOS PELO MUNDO - Conheça fortalezas esquecidas, belíssimos castelos, outrora habitados por reis e príncipes, hoje estão abandonados ao redor do mundo

CONHEÇA OS CASTELOS QUE JÁ FORAM HABITADOS POR REIS E HOJE ESTÃO ABANDONADOS PELO MUNDO CASTELO DE DUNNOTTAR, PERTO DE STONEHAVEN, ABERDEEMSHIRE, ESCÓCIA  Em cima de uma rocha no Mar do Norte, o Castelo de Dunnottar é mais conhecido como o lugar em que eram escondidas as joias da coroa escocesa – A honras de Escócia -, quando Oliver Cromwell invadiu o país em 1650. O lugar foi construído no século XIV  CASTELO DUNLUCE, CONDADO DE ANTRIM, IRLANDA DO NORTE  O castelo foi construído sobre uma rocha de basalto no distante norte da Irlanda, ainda no século VXIII. Mas hoje só restam as ruínas do que foi erguido no século XVI. Dunluce foi o lar de Earl de Antrim até ele ser derrotado por apoiar o rei Católico Jaimes II contra o Protestante William III, na batalha de Boyne, em 1690. Depois disso, o castelo foi se transformando em ruínas. O lugar é cercado por pedras íngremes por todos os lados e só pode ser alcançado por uma ponte. No século XVIII, uma das paredes da ala norte caiu no mar, mas …

CONHEÇA "MACUCO SAFARI" O PASSEIO DE BARCO DENTRO DAS CATARATAS DO IGUAÇU, PARANÁ - Imagine pegar um barco inflável, mas com um motor potentíssimo, e encarar uma das quedas d’água? Foi o que eu fiz! É possível pagar e agendar o passeio na hora e, dependendo da quantidade de turistas, você pode embarcar no mesmo momento

CONHEÇA O "MACUCO SAFARI", UM PASSEIO DE BARCO DENTRO DAS CATARATAS DE IGUAÇU, NO PARANÁ

Estive em Foz do Iguaçu, no Paraná, a convite da Itaipu Binacional. Entre os passeios mais especiais no local sem dúvidas foi o Macuco Safari, que acontece do lado brasileiro do Parque Nacional do Iguaçu. Do lado argentino, um passeio similar conhecido como Aventura Náutica é famoso por ser mais radical.  Imagine pegar um barco inflável, mas com um motor potentíssimo, e encarar uma das quedas d’água? Foi o que eu fiz! É possível pagar e agendar o passeio na hora e, dependendo da quantidade de turistas, você pode embarcar no mesmo momento. Para proteger suas coisas, é possível guardá-los em armários disponíveis no front desk ou então no último estágio do passeio, antes de entrar de fato no barco que te leva até as cataratas. Os armários são grandes e, se não estiverem carregando muita coisa, ele acomoda pertences de 3 pessoas.  COMEÇA A AVENTURA PELAS CATARATAS DO IGUAÇU  O Macuco Safari a…

CÂNION DO FUNIL - O extremo oeste de Minas Gerais aos poucos vem se revelando. Como é possível uma porção tão pequena de um estado tão grande apresentar tantas possibilidades de exploração? Lentamente nosso foco vai se movendo para o lado mineiro da força.

CONHEÇA O "CÂNION DO FUNIL", PRESIDENTE KUBITSCHEK, MINAS GERAIS, BRASIL A natureza favoreceu um dos mais belos cartões postais das Minas Gerais, o Cânion do Funil. Sendo um dos principais atrativos da região de cerrado, o local é marcado pela fauna e flora. Sua paisagem única é composta de serras, cachoeiras, riachos e cascatas que encantam a todos os turistas, formando uma belíssima paisagem misturada à sua vasta vegetação nativa.  Tamanha a beleza do lugar, que foi um dos lugares escolhidos recentemente para a gravação de 1 Minissérie e 2 Filmes Longa Metragens. O local, que é herança de família a mais de 100 anos, atualmente é gerenciado pelo proprietário Fabiano que também é guia no local. Por ser uma área particular, o local vem sendo cuidado e preservado a aproximadamente 6 anos. Sendo proibida a pesca, e a caça de animais nativos da região, e possível encontrar várias espécies ameaçadas de extinção no local, um exemplo é a águia-chilena (Geranoaetus melanoleucus). (c…

ESTRELA DALVA, MINAS GERAIS - Cidade encantadora e acolhedora, Simples, mas humanizada graças ao seu povo gentil. Tem um restaurante do Paulo Roberto e uma pousada do Paraná que é um verdadeiro calor em atendimento

CONHEÇA A CIDADE DE "ESTRELA DALVA", MINAS GERAIS, BRASIL Cidade encantadora e acolhedora, Simples, mas humanizada graças ao seu povo gentil. Simplesmente quem conhece não esquece e quer sempre voltar. Tem um restaurante do Paulo Roberto e uma pousada do Paraná que é um verdadeiro calor em atendimento.  Estrela Dalva, MG (Prefeitura Municipal) HINO DE UM FILHO PARA A CIDADE Estrela Dalva Oh, terra de minha vida, minha Estrela querida; brilhante, linda, altaneira, em nossa terra Mineira! Natureza exuberante, que encanta quem te conhece... Estrela Dalva: um recanto de paz! Um canto de amor em prece! Autor: Paulo Marcelo Ribeiro de Araujo, cantor, compositor e poeta, natural de Estrela Dalva, MG  Por: Paulo Marcelo  Prefeitura Municipal de Estrela Dalva, MG (Raymundo P. Netto) Câmara de Vereadores de Estrela Dalva, MG (Raymundo P. Netto) Pórtico de entrada da cidade de Estrela Dalva, MG (Raymundo P. Netto) Igreja do Divino Espírito Santo da Comunidade de Água Viva em Estrela Dalva, MG…

PORTO COVO, LISBOA, PORTUGAL - Uma vilinha encantadora de pouco mais de mil habitantes, tem um ar vintage, uma combinação de sonho de casas brancas + enseadas de águas transparentes + bons restaurantes

AO SUL DE LISBOA, PORTO COVO É O MELHOR DO VERÃO EM PORTUGAL A rua principal da vila: (acima) pouco mais de mil habitantes (Bruno Barata/Reprodução) A pracinha da cidade, (abaicxo) com barracas de tererê: passeio à moda antiga (Bruno Barata/Reprodução) A Costa Vicentina é um dos segredos mais bem guardados de Portugal: um trecho de cerca de 100 quilômetros de parque natural que margeia o Atlântico de norte a sul unindo os mais bonitos trechos de litoral entre o Alentejo e o Algarve.  Uma região onde os campos de oliveiras chegam quase ao mar, as dunas desenham lindas paisagens e o mar molda baías ora pequeninas, ora extensas, sempre de areias fininhas e águas transparentes.  Casinha típica de Porto Covo: fachada branca e portas e janelas coloridas (Bruno Barata/Reprodução) A Ilha do Pessegueiro, ao sul da vila: inspiração de música (Bruno Barata/Reprodução) Porto Covo, uma vilinha encantadora de pouco mais de mil habitantes, é a primeira parada na região para quem vem de Lisboa (são cerca…

FAROL DE ALEXANDRIA, ALEXANDRIA, EGITO - Uma das 7 maravilhas do mundo eh uma obra colossal

CONHEÇA O "FAROL DE ALEXANDRIA", ALEXANDRIA, EGITO A cidade de Alexandria foi fundada por Alexandre, o Grande, e tem muito mais a oferecer além de sua história e curiosidades. Localizada na costa mediterrânica do Egito, é conhecida mundialmente pelos seus pontos turísticos, como a Biblioteca de Alexandria, o Farol de Alexandria (uma das sete maravilhas do mundo antigo) e as Catacumbas de Kom el Shoqafaw (uma das sete maravilhas do mundo medieval). Outras atrações envolvem visitas à museus, jardins, mesquitas e ruínas antigas que contam a história de seu passado. O Farol de Alexandria é uma das sete maravilhas do mundo antigo. Foi construído para servir de referencial para os navegantes, na Ilha de Faros. Para servir de entrada no porto e informar os navegantes da proximidade de terras, Ptolomeu mandou construir o Farol de Alexandria. Este tinha lugar na Ilha de Faros e, por causa do nome da ilha, todas as construções até hoje, com o mesmo objetivo, são chamadas de farol. O e…

GIETHOORN, HOLANDA - Uma cidade que parece ter saído de um cenário de filme. O lugar é uma boa oportunidade para quem estiver pelo país e quiser conhecer algo diferente, romântico, bucólico e charmoso. E as melhores - e únicas - formas de chegar ao centro são de barco, bicicleta ou a pé.

CONHEÇA "GIETHOORN" A CIDADE HOLANDESA QUE NÃO TEM RUAS Uma cidade que parece ter saído de um cenário de filme. É dessa forma que se define Giethoorn, um vilarejo na Holanda. O lugar é uma boa oportunidade para quem estiver pelo país e quiser conhecer algo diferente, romântico, bucólico e charmoso. A melhor parte é que ao se aproximar de Giethoorn, é preciso procurar um lugar para estacionar o seu carro. Você não precisará dele para explorar essa deliciosa cidade. É que lá os automóveis são proibidos de circular e as melhores – e únicas – formas de chegar ao centro são de barco, bicicleta ou a pé.  Localizada no leste da Holanda, Giethoorn (pronuncia-se “Rit-rôrn”, com ênfase nos “r”) foi fundada por refugiados no século XIII. Seus poucos habitantes viveram dias tranquilos até 1958, quando o cineasta Bert Haanstra utilizou o vilarejo como cenário para o filme Fanfare. Com o sucesso da produção cinematográfica, a cidade entrou na mira de turistas do mundo inteiro.  A CIDADE S…

BRELA, CROÁCIA - Uma pequena cidade de águas claras que entrou na lista da Forbes como uma das dez mais belas praias do mundo. Com certeza esse título não foi dado à toa. Localizada entre o mar Adriático e a montanha Biokovo, a água é tão azul que você tem a impressão que vai sair de lá tingido.

CONHEÇA "BRELA", CROÁCIA, O VERDADEIRO PARAÍSO A melhor parte de praticar Parasailing é ver as praias de cima Quem estiver cansado de ficar apenas tomando sol ou dentro da água, existem diversas opções de entretenimento O verão europeu está no auge e com ele as suas praias são invadidas pelos turistas. Ultimamente, a Croácia tem entrado com mais frequência na lista das pessoas que vão ao velho continente. Por que será? A beleza exótica do país é de deixar qualquer um de boca aberta. Porém, muitos esquecem que existem lugares até mais bonitos que as tradicionais praias da Ilha de Hvar.  O RoadTrio escolheu desfrutar de Brela, uma pequena cidade de águas claras que entrou na lista da Forbes como uma das dez mais belas praias do mundo. Com certeza esse título não foi dado à toa. Localizada entre o mar Adriático e a montanha Biokovo, a água é tão azul que você tem a impressão que vai sair de lá tingido.  As praias de Brela são rodeadas de rochas, montanhas e muita vegetação (Foto: …

TOMBOS, MINAS GERAIS - Na cachoeira três tombos, verdadeira obra da natureza de imensurável beleza que constitui um cartão postal

CONHEÇA A CIDADE DE "TOMBOS", MINAS GERAIS, BRASIL Foto - PMT BEM VINDO A CIDADE DE TOMBOS. ENTRE AS MONTANHAS DE MINAS / NAS QUEDAS DAS CACHOEIRAS foto - ? População estimada 2016 (1) - 8.899 Área da unidade territorial 2015 (km²) - 285,125 Densidade demográfica 2010 (hab/km²) - 33,45 Código do Município 3169208 Gentílico - tomboense Prefeito 2017 / LUCIENE TEIXEIRA DE MORAES ORIGEM DO NOME O primitivo nome do povoado foi Arraial Novo. A partir de 1852 passou a denominar-se Nossa Senhora da Conceição dos Tombos do Carangola, sendo este topônimo alusivo à padroeira local e à cachoeira formada pelo rio Carangola, composta de três quedas consecutivas ou três tombos, conforme linguagem popular. Documentos datados de 1864 citam o povoado com a denominação reduzida para Tombos do Carangola. Na Divisão Administrativa do Brasil, referente ao ano de 1911, permanece esta última denominação. O texto da Lei que elevou o Distrito a Município reduz o topônimo à denominação atual.
G…