Pular para o conteúdo principal

BONITO, MATO GROSSO DO SUL - Bonito eh polo do ecoturismo mundial com grutas, cavernas, cachoeiras e mais 30 opções turísticas para você




CONHEÇA A CIDADE DE "BONITO", MATO GROSSO DO SUL, BRASIL
QUER CONHECER UM LUGAR REALMENTE BONITO? ENTÃO VENHA PARA BONITO, MS.
A grande quantidade de calcário e restos de cascas de caramujo dão incrível coloração azul à agua do Rio Sucuri (Divulgacao)
Gentílico: bonitense
HISTÓRICO DA CIDADE DE BONITO, MS
O núcleo habitacional que se transformaria na sede do município de Bonito iniciou-se em terras da Fazenda Rincão Bonito, que possuía uma área de 10 léguas e meia e foi adquirida do Sr. Euzébio pelo Capitão Luiz da Costa Leite Falcão, que aí se aportara em 1869, e é considerado o desbravador de Bonito, tendo sido também seu primeiro escrivão e tabelião.
População estimada 2016 (1) - 21.267
Área da unidade territorial 2015 (km²) - 4.934,414
Densidade demográfica 2010 (hab/km²) - 3,97
Código do Município 5002209
Gentílico - bonitense
TURISMO NA CIDADE DE BONITO, MS
Bonito é um município brasileiro da região Centro-Oeste, situado no estado de Mato Grosso do Sul. Pólo do ecoturismo em nível mundial, suas principais atrações são as paisagens naturais, os mergulhos em rios de águas transparentes, cachoeiras, grutas, cavernas e dolinas. Juntamente com Jardim, Guia Lopes da Laguna e Bodoquena, é o principal município que integra o complexo turístico do Parque Nacional da Serra da Bodoquena, apresentando grande potencial turístico.
O aquário natural do Rio Sucuri, em Bonito
Com o objetivo de incrementar o ecoturismo o Programa de Desenvolvimento do Turismo, recentemente houve investimentos de mais de R$ 130 milhões em obras e programas de saneamento, pavimentação e incentivo ao ecoturismo na região da Serra da Bodoquena.
O Abismo das Anhumas é a atração mais impressionante de Bonito. Após descer 72 metros de altura de rapel, o visitante se depara com um espelho dágua cristalino (Valdemir Cunha)
Bonito reúne um conjunto de equipes, empresas, ONGs e órgãos governamentais que buscam organizar e coordenar o ecoturismo, visando sempre a sustentabilidade local e a conservação da natureza. A cidade tem seu próprio gestor de turismo, o Bonito Convention & Visitors Bureau, este que gerencia mais de 30 opções turísticas na região.
No passeio de bote pelo Rio Formoso, o turista enfrenta corredeiras leves e com pouco declive (Gabriela Aguerre)
Araras vermelhas sobrevoam região de Bonito. No Buraco das Araras, umas das atrações de Bonito, é possível ver as aves saindo de seus ninhos e criando um espetáculo que pode ser observado de luneta (André Turatti)
Abismo Anhumas
Eh uma das cavernas mais sensacionais do Vale do Anhumas, situado em Bonito no Mato Grosso do Sul. Da entrada até a base da caverna são 72 metros de descida vertical em rapel, uma técnica totalmente segura de descida em cordas. Todo o processo é feito com monitores e instrutores altamente treinados para garantir o máximo de segurança. Ao final do rapel, chegando à base da caverna, você encontrará um deck flutuante construído sobre um espelho de águas cristalinas. Este lago límpido atinge 80 metros de profundidade. Na noite anterior à descida é realizado um treinamento de rapel para que você se familiarize com o equipamento e segurança que envolve esta aventura.

Balneário Municipal de Bonito. O passeio até o lugar não é agenciado, mas pode ser procurado diretamente pelo turista (Fabiano Lucas)
Eh um circuito com 20 atividades diferentes. São 18 obstáculos e duas tirolesas, sendo a última uma tirolesa aquática. O passeio é realizado com total segurança utilizando um moderno sistema de vagão com cabo de vida contínuo, onde o cliente não se desconecta em nenhum momento durante os obstáculos.
A flutuação no Rio Prata, aquário natural gigante e de água claríssima, é uma das atrações principais de Bonito (Leo Feltran)
Ybirá Pe, em tupi guarani, caminho das árvores, é o primeiro circuito de arvorismo do MS, esta localizada a 8 km da praça das piraputangas em Bonito. Está às margens do rio Formoso e proporciona ao visitante o deslocamento entre as copas de árvores nativas através de travessias em cabo de aço, madeira, bambu e corda. Com altura entre zero e vinte metros, oferece a estrutura necessária para a atividade, com equipamentos individuais certificados, seguro e monitores capacitados. Coloca você em contato direto com a natureza e possibilita a manutenção e preservação da floresta, tendo o turismo de aventura como ferramenta de conservação. Diversas espécies de animais podem ser observadas durante o passeio. Ao final, relaxe e refresque-se nas águas cristalinas do rio Formoso.
O visitante que fizer a flutuação pelo Rio Prata pode nadar ao lado de pacus, piraputangas, dourados e pintados (Leo Feltran)
AS CAVERNAS DA CIDADE DE BONITO, MS
As cavernas em Bonito são úmidas, sendo que algumas possuem lagos em seu interior. Há também formas curiosas que descem dos tetos das mesmas, assim como outras formas nas partes de baixo. Em geral são escuras, sendo a casa de pequenos seres, dentre eles, os morcegos, que possuem um papel fundamental na disseminação de sementes, assim como um transportador de alimento para dentro das cavernas, proporcionando o início da cadeia alimentar nas mesmas. Entrar em uma caverna se torna um obstáculo pois elas não foram feitas para a ocupação humana, mas algumas possuem acesso fácil. Mesmo assim caminhar dentro de uma caverna só sem um guia pode acarretar danos no interior das cavernas. Detalhe: as cavernas são de propriedade federal.
Abismo das Anhumas. 
Sob uma pequena fenda no solo se esconde a maior caverna submersa do mundo com um espelho-dágua cristalino (Leo Feltran)
Bonito é simplesmente o melhor destino para mergulho fluvial do Brasil. Na nascente cristalina do Rio Baía Bonita, que forma o Aquário Natural, ou no Rio Sucuri, de leve correnteza, você nada lado a lado com diversas espécies de peixes coloridos. É uma típica “viagem família”, mas isso não quer dizer que o destino não tenha muita aventura – há passeios de botes em corredeiras, boia-cross, mergulho com cilindro e até rapel no incrível Abismo Anhumas, uma das maiores cavernas submersas do país. A preocupação com o meio ambiente, por aqui, é levada a sério. Ao explorar a cidade, parece até que muitas de suas atrações foram descobertas recentemente. Tanta beleza e organização, no caso, têm seu preço: ao planejar a viagem, leve em conta que os principais passeios custam caro (em alguns casos, os valores incluem guias, equipamentos para as flutuações e até almoço).
A água cristalina da Gruta do Lago Azul impressiona. O local também está cercado por estalactites, estalagmites e travertidos (Ichiro Guerra)
O passeio é composto de uma caminhada por trilha pela mata preservada, passando por cachoeiras cristalinas, pelo cênico Rio Salobra, por pontos de banhos em piscinas naturais e pela mais alta cachoeira do Estado: a Cachoeira Boca da Onça, com 156 metros de altura.
No Rio Sucuri, o calcário e as cascas de caramujo dão um tom impressionante de azul à água, que se mistura com tons verdes, vermelhos e amarelos da vegetação (Rico)
Para os praticantes e apreciadores radicais, o rapel de 90 metros de altura é pura aventura. Uma plataforma de 34 metros de comprimento projeta-se no abismo proporcionando uma descida repleta de adrenalina pelo paredão com inúmeras grutas e um magnífico visual sobre o canyon do Rio Salobra. O receptivo oferece duas piscinas de água corrente com peixes típicos da região que nadam junto com o visitante, relaxante hidromassagem e ducha natural.
No Aquário Natural, o visitante recebe treinamento de flutuação numa piscina natural antes de cair no Rio (Andre Sealle)
Localizado também na Fazenda São Geraldo, o passeio de bike do Rio Sucuri possui aproximadamente 02 horas de duração em meio à mata fechada. É possível observar animais da região e no final do percurso há uma parada para um delicioso banho de cachoeira.
Flutuação na nascente Olho-DÁgua, onde as águas são mais calmas e levam até o Rio Prata (Marcelo Krause)
UM DIA PERFEITO EM BONITO, MS
A Flutuação no Rio Sucuri, principal atração da cidade, pode ser feita pela manhã. Peixes como piraputangas e dourados nadarão ao seu lado. Depois da aventura, você pode curtir o resto do tempo na fazenda do lugar, ou partir para conhecer a impressionante Gruta do Lago Azul, na mesma região. Para finalizar, há dois bons programas: jantar na Casa do João, que serve receitas com peixes locais, e fim de noite no Taboa Bar, com a ótima cachaça que leva mel, canela, guaraná e ervas.
Com rios e lagoas cristalinas, Bonito é o maior playground do ecoturismo brasileiro (Divulgação)
O GUIA RECOMENDA
Cinco dias - Bonito tem muitas atrações – e você não consegue ver tantas no mesmo dia, por causa das distâncias e do tempo gasto para visitá-las. Depois de curtir a flutuação, aposte nas cachoeiras: a Boca da Onça, a mais alta do estado, e o Parque das Cachoeiras são imperdíveis.
A cachoeira Boca da Onça é a principal de um passeio de 3 km que passa por outras 10 cachoeiras, na Serra da Bodoquena (Divulgação)
No Abismo Anhumas, a diversão é para quem gosta de fortes emoções: uma descida de rapel leva a uma das maiores cavernas submersas do Brasil. Também não dá para voltar do destino sem mergulhar no belo Aqueário Natural, ou visitar a Gruta de São Miguel. Programe, também, um dia inteiro para visitar a vizinha cidade de Jardim, onde você confere a inesquecível Flutuação no Rio da Prata, a Lagoa Misteriosa e o Buraco das Araras. Se sobrar tempo, tire um dia para aproveitar as “praias” de Bonito, como o Balneário do Sol.
O Buraco das Araras é mais uma atração de Bonito, onde o turista pode observar as aves saindo de seus ninhos (LUCIANO CANDISANI)
COMO CHEGAR
A Azul é a única companhia aérea que opera uma linha regular a partir de Campo Grande, às quartas-feiras e aos domingos, sempre às 14h. Do aeroporto de Bonito até o Centro da cidade (12 km), um táxi custa, em média, R$ 60. De carro, partindo da capital, são quase 300 km de estrada em bom estado a partir da BR-060. A Cruzeiro do Sul (3255-1606) faz o trajeto de ônibus diariamente às 9h, 15h30 (menos aos domingos) e 18h30. A viagem dura cinco horas.
Parque das Cachoeiras. O percurso até o local leva três horas (ida e volta) e inclui seis cachoeiras (Fabiano Lucas)
ONDE FICAR
A maioria das hospedagens está no Centro, onde também ficam as agências e o comércio. Quase todos os hotéis da região têm área social reduzida e quartos simples. Quem prefere maior contato com a natureza pode fazer reserva no Zagaia Eco Resort ou no Santa Esmeralda.
Gruta de São Miguel, onde vivem morcegos. Uma trilha suspensa leva à entrada do local (Fabiano Lucas)
ONDE COMER
Os peixes mais famosos do Pantanal – como piraputanga, pacu, pintado e dourado – estão presentes na maioria dos cardápios da cidade. Vale prová-los no Cantinho do Peixe, onde são preparados com urucum e leite de coco. Se quiser experimentar carne de jacaré, vá ao Castellabate.
Parque das Cachoeiras, onde é possível chegar após mais de uma hora de caminhada em uma passarela de madeira no meio da vegetação (Fabiano Lucas)
SABORES
Há dez anos, o Palácio dos Sorvetes teve uma deliciosa ideia para atrair os turistas no inverno: assar o sorvete! Nesse doce entram salada de frutas, sorvete, chantilly e creme de leite. A cobertura sai do forno com textura de suspiro e o gelado não derrete. Virou um símbolo da casa.
A Buraco do Macaco,uma das muitas cachoeiras na região da Boca da Onça, em Bonito, Mato Grosso do Sul (Márcio Cabral)
O QUE FAZER
Para aproveitar as atrações ao máximo, é preciso ter planejamento. Primeira dica: monte uma programação diária, e compre as entradas para os passeios com antecedência - muitos lugares limitam o número de visitantes. Os vouchers para quase todas as atrações são vendidos exclusivamente nas agências de turismo da cidade, recomendadas pelos hotéis.
Abismo Anhumas: 
Debaixo dágua, os cones – formados pela sedimentação do calcário que goteja constantemente na lagoa – chegam a até 20 metros (Fabiano Lucas)
Os preços são tabelados, e os pacotes geralmente incluem almoço, lanche e equipamentos como máscara, snorkel e roupa de neoprene para as flutuações. Os preços publicados nas atrações não levam em conta o valor dos traslados, que devem ser negociados com as agências (quem chega de carro encontra facilmente os lugares, já que tudo é sinalizado). Os balneários do Sol e Municipal e a Praia da Figueira são as únicas atrações que não pedem a compra de ingresso antecipado nem o acompanhamento de guia.
A famosa Gruta do Lago Azul, atração maior de Bonito, Mato Grosso do Sul (Márcio Cabral)
SÓ TEM AQUI
Marca da cultura local, o tereré, bebida com mate e água fria, foi trazido pelos paraguaios. Guampa é o nome do recipiente, que tradicionalmente é feito de chifre de boi. E a bomba (o canudo) pode ter adereços com figuras dos símbolos das famílias.
Bonito (MS) não vive só de águas cristalinas. O Passeio de bote no Rio Formoso desce três cachoeiras e duas corredeiras por cerca de 1h30, com parada para banho ( Fundação de Turismo MS)
NOITE
Mesmo com um dia inteiro de atividades, vale guardar um pouquinho de energia para curtir a noite de Bonito. E ela pode começar cedo, às 19h, no Projeto Jiboia. Ali, todos os dias, um sujeito com uma cobra enrolada no pescoço dá praticamente um show de uma hora falando sobre a importância da preservação do animal (você nem percebe o tempo passar!).
Turistas praticando boia-cross, Bonito, Mato Grosso do Sul (Rico)
O programa completo no Abismo Anhumas, em Bonito (MS), combina rapel com mergulho (Divulgação)
O criador de cobras é Henrique Naufal, um paulista que descobriu a exótica paixão por serpentes em uma viagem à Austrália. No fim, ele mostra como o bicho é dócil, colocando-o no ombro dos turistas para uma foto. Depois de jantar em um dos restaurantes do centrinho, siga direto para o Bar Taboa, um símbolo da cidade. Andréa Fontoura, a proprietária, compra cachaça de produtores locais e fabrica infusões com frutas e especiarias. Há versões de coquetéis famosos feitos com a bebida, mas não deixe de experimentá-la na versão tradicional, que leva mel, canela, guaraná e ervas. Outras atrações do Taboa: as mesas na calçada, a música ao vivo e o horário de funcionamento – o lugar não tem hora para fechar.
O Rio Prata não tem vegetação abundante, por isso tem as águas mais cristalisnas entre todos os rios da região (Marcelo Krause)
Peixes e turistas nas transparências do Rio da Prata, em Bonito, Mato Grosso do Sul
QUANDO IR
A época de seca, entre junho e agosto, é a melhor para as flutuações – aproveite para acompanhar a programação do Festival de Inverno, em julho. Entre dezembro e janeiro, durante as férias escolares, a procura pelos passeios é enorme.
foto - h2o ecoturismo e aventura
O QUE LEVAR
Estar bem-preparado é tudo quando se trata de turismo ecológico. Por isso, aqui vão alguns itens essenciais para carregar na mochila durante os passeios: binóculos, câmera fotográfica, papete (melhor opção para trilhas e cachoeiras), água, protetor solar e repelente.
"Mais um ponto de louvor para a cidade de Bonito é a organização dos passeios turísticos. Todos eles são controlados por vouchers unificados. Então quando você chega no local, você entrega o voucher que contém preço, horário de saída, horário de passeio, o que levar e o que não levar. Um sistema unificado muito interessante controlado pelas agências e pontos turísticos, como vimos pela H2O Ecoturismo. Evita filas, correrias e aglomero nos pontos turísticos, além de respeitar exatamente o limite de pessoas que aquele passeio permite. Como são belezas naturais, o impacto ao meio ambiente de um turismo desenfreado seria gigante se não fossem os vouchers".
Por Bruna Fernandes
fotos/ Internet
ESTA EH A BANDEIRA DA CIDADE DE BONITO, MS
ESTE EH O BRASÃO DO MUNICÍPIO DE BONITO, MS


APAIXONE-SE



Fonte / Fotos = IBGE / Thymonthy Becker / viageaqui.abril.com.br / Wikipédia / Divulgação / Governo de Bonito, MG / 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

CONHEÇA 05 RESTAURANTES NA RODOVIA FERNÃO DIAS QUE MERECEM UMA PARADINHA - Vai pegar a estrada? Conheça cinco endereços para você comer bem na rodovia Fernão Dias, que liga a cidade de São Paulo a Belo Horizonte

CONHEÇA 05 RESTAURANTES NA RODOVIA FERNÃO DIAS ENTRE BELO HORIZONTE E SÃO PAULO, QUE MERECE SUA VISITA Com 562 km de trânsito intenso e traçado por vezes bem sinuoso, dirigir pela Fernão Dias é sempre um desafio. Mesmo agora com a pista duplicada. Porém, quem viaja entre São Paulo e Belo Horizonte encontra boa mesa pelo caminho. Em alguns casos, são restaurantes que, mais do que uma simples parada, valem a viagem.  Veja a lista de 5 restaurantes na rodovia Fernão Dias, entre São Paulo e Belo Horizonte, para você dar uma paradinha:  01 - FAZENDA PARAÍSO - ATIBAIA / SP  Aqui cabe uma licença poética, na verdade, o local está a 2,5 km da Fernão Dias (parte do caminho em estrada de chão), mas é tão bacana, que vale a pequena desviada.  Com acesso pelo km 52 da estrada (entre Atibaia e Mairiporã) e imersa no meio da mata, a antiga fazenda cafeeira erguida no fim do século 19 abriga hoje um restaurante e alambique.  Mais do que apenas comer e cair fora, aqui o negócio é passar umas horinhas …

29 CIDADES HISTÓRICAS DO BRASIL QUE VOCÊ PRECISA CONHECER - Veja uma seleção de cidades brasileiras construídas durante o período colonial que ainda mantêm grande parte do seu casario conservado

CONHEÇA 29 CIDADES HISTÓRICAS DO BRASIL QUE AINDA SE MANTÉM HISTÓRICAS. A história do Brasil é rica, abrangente e repleta de contradições. Desenvolver uma narrativa que aborde os detalhes sobre a conquista e a colonização do território brasileiro não é tarefa fácil.  O que é difícil para os historiadores pode ser fácil para os viajantes: ao passear pelas ruazinhas de pedra e casinhas bem conservadas de algumas cidades históricas, é natural sentirmos transportados para o período colonial.  É normal perceber que o tempo ali simplesmente parou, e fica mais fácil de entender todas as implicações históricas que fizeram estas cidadezinhas erguerem-se (normalmente, isso acontecia por causa dos interesses de exploração de minérios, como ouro e diamante) e estancarem no tempo (com o término da exploração desses recursos naturais).  Abaixo, uma seleção de cidades históricas brasileiras que ainda guardam o único tesouro que sobrou: a história. Perfeitas para quem não dispensa roteiros culturais,…

AS 10 MELHORES ILHAS DO MUNDO - Fernando de Noronha está entre elas, Providenciales, no Caribe, é a primeira da lista

CONHEÇA AS 10 ILHAS CONSIDERADAS AS MELHORES DO MUNDO O site colaborativo TripAdvisor divulgou a lista das ilhas que foram escolha dos viajantes pelo prêmio Traveler’s Choice Awards 2015. O ranking foi elaborado de acordo com as avaliações de viajantes usuários da página e do aplicativo.  Fernando de Noronha foi o único destino brasileiro que apareceu na lista. A ilha toma conta do décimo lugar na lista. Prepare-se para as nuances de azul e verde e veja na galeria abaixo as dez melhores ilhas do mundo, de acordo com os usuários do site. 01 - PROVIDENCIALES – TURKS E CAICOS (TURCAS E CAICOS)  As mais populosas ilhas do arquipélago britânico Turks e Caicos foram as mais votadas pelos viajantes. Apesar de pertencer ao Reino Unido, as ilhas ficam no Caribe e fazem a alegria de seus hóspedes com longas faixas de areia branca e um mar azul clarinho ideal para a prática de mergulho livre (Thinkstock) 02 - MAUI - HAVAÍ, EUA  A ilha no Havaí é um dos destinos preferidos dos amantes de ecoturismo…

CONHEÇA AS BEBIDAS TÍPICAS DE 25 PAÍSES - Tem para todos os gostos e sabores

CONHEÇA "25 BEBIDAS TÍPICAS DE 25 PAÍSES" BRASIL - CAIPIRINHA A caipirinha é feita de cachaça, limão, açúcar e gelo. Ela é servida na maioria dos bares e restaurantes brasileiros. BOLÍVIA – CHICHA A Chicha é um destilado produzido a partir da fermentação de milhos e outros cereais e foi criada pelos povos indígenas da região. ESCÓCIA - UÍSQUE Famoso no mundo inteiro, o uisque escocês possui características próprias. O puro malte é feito com 100% de cereais maltados provenientes de uma única destilação. ESPANHA - SANGRIA A Sangria é uma mistura de vinho com pedaços e sucos de fruta, açúcar e cubos de gelo. JAPÃO - SAQUÊ Feito de arroz, o saquê é uma bebida considerada essencial para diversas cerimônias comemorativas do Japão. Pode ser bebida quente ou fria. ARÁBIA SAUDITA - ARAK Sua produção é feita a partir da tâmara ou uva e é aromatizada com anis e outras especiarias típicas. Seu teor alcoólico é de 45%. GRÉCIA - OUZO A bebida grega é feita a partir do anis. Este licor tem uma gr…

NEWARK, NEW JERSEY, USA - The best American city. What Newark has the best, we show (A melhor cidade Americana. O que Newark tem de melhor, mostramos)

CONHEÇA 13 CEMITÉRIOS FAMOSOS QUE SÃO PONTOS TURÍSTICOS - Visitados por milhões de pessoas todos os anos

CONHEÇA OS "CEMITÉRIOS QUE SÃO PONTOS TURÍSTICOS" VISITADOS POR MILHÕES DE PESSOAS TODOS OS ANOS
01 - CEMITÉRIO DA CATEDRAL DE SANTO ANDRÉ, ST. ANDREWS, ESCÓCIA  Construída nos séculos XI e XII, a Catedral de Santo André foi a maior catedral escocesa durante vários séculos, mas depois de muitas guerras, o local foi destruído e se transformou em um cemitério  Lá os fãs de golfe podem visitar a sepultura do jogador profissional Young Tom Morris, já os apaixonados por cultura podem apreciar as esculturas medievais existentes no cemitério 
02 - CEMITÉRIO ALEGRE (CIMITIRUL VESEL), SĂPÂNŢA, ROMÊNIA  O apelido pode soar contraditório, mas o local é considerado um museu a céu aberto e um badalado ponto turístico  As lápides cinzas foram trocadas por muitas cores, e há desenhos de arte primitiva que descrevem a vida e obra das pessoas lá enterradas 
03 - PÈRE-LACHAISE, PARIS, FRANÇA  O Père-Lachaise foi construído por Napoleão, em 1804. O cemitério ocupa 44 hectares de uma área muito ar…

07 MOTIVOS PARA VOCÊ CONHECER E APAIXONAR POR SANTARÉM NO PARÁ - Tem praia o ano todo, o maior espetáculo natural tombado, muita comida boa e muita história pra contar

07 MOTIVOS PARA VOCÊ CONHECER A CIDADE DE SANTARÉM, PARÁ, BRASIL A cidade de Santarém completou 356 anos neste dia 22 de junho e, para celebrar a data, listamos sete motivos que tornam impossível não amar o lugar. Confira.  01 - SANTARÉM FAZ A DIFERENÇA.  Santarém é considerada o principal centro urbano, financeiro, comercial, turístico e cultural do oeste do estado do Pará. Além disso, é o terceiro município paraense mais populoso, ficando atrás apenas da capital Belém e de Ananindeua.  02 - O MUNICÍPIO TEM UM APELIDO FOFO.  A cidade também é conhecida como Pérola do Tapajós por conta das águas cristalinas do Rio Tapajós. (G1.com) 03 - AQUI DÁ PRAIA O ANO TODO.  Santarém possui uma grande extensão de praias de areias brancas e águas doces. Maracanã, Pajuçara, Lago do Juá, Carapanari… Cada uma com suas peculiaridades como dunas, formações rochosas e vegetações diferenciadas.  04 - TEM UM ESPETÁCULO NATURAL TOMBADO COMO PATRIMÔNIO.  Um dos maiores espetáculos naturais do país está em Sant…

OS MONUMENTOS MAIS FAMOSOS DO MUNDO - Conheça os 30 monumentos mais famosos do mundo - Do Brasil só o Cristo Redentor está na lista

CONHEÇA "OS MAIS FAMOSOS MONUMENTOS DO MUNDO" 01 - TORRE EIFFEL, PARIS, FRANÇA Embora tenham resistido no começo, os parisienses aceitaram e hoje adoram o monumento, entrelaçado em ferro e construído em 1889. 02 - ESTÁTUA DA LIBERDADE, NOVA YORK, ESTADOS UNIDOS Mais de um século depois que a França presenteou os EUA com a escultura, mais de três milhões de turistas ainda visitam a estátua todos os anos. 03 - COLISEU, ROMA, ITÁLIA Quando a monumental construção ficou pronta, em 82 d.C., 50 mil romanos puderam assistir as sangrentas lutas dos gladiadores que ali eram obrigados a se apresentar. 04 - EMPIRE STATE BUILDING, NOVA YORK, ESTADOS UNIDOS O arranha-céu tradicional da Big Apple é considerado um símbolo da Art Deco e atualmente é o quinto mais alto edifício dos Estados Unidos. 05 - BIG BEN, LONDRES, INGLATERRA Embora o nome se refira apenas ao relógio de 13 toneladas, a torre de relógio mais famosa do mundo têm ajudado os moradores da cidade a saber as horas desde 1859. 06 - G…

CINCO DESTINOS AO REDOR DO MUNDO QUE TODO FÃ DE GAME OF THRONES PRECISA CONHECER - As cidades que servem de cenários para o show estão recebendo cada vez mais visitantes que, de alguma forma, buscam entrar no universo de GOT.

CONHEÇA "CINCO DESTINOS AO REDOR DO MUNDO QUE TODO FÃ DE GAME OF THRONES PRECISA CONHECER" Quem assiste Game Of Thrones sabe que a série vai muito além de uma boa história: são tantos personagens, enredos, cenários e detalhes que a produção prende a atenção de espectadores do mundo inteiro. Até mesmo o turismo foi impactado com o sucesso da série: as cidades que servem de cenários para o show estão recebendo cada vez mais visitantes que, de alguma forma, buscam entrar no universo de GOT.  A melhor parte é que as cidades são tão incríveis que vale a visita mesmo sem um motivo específico – mas para quem quer explorar ainda mais o mundo dos reinos, a visita fica ainda mais interessante. Por isso, se você está buscando um destino incrível para as próximas férias, talvez devesse considerar esses lugares. Confira na galeria abaixo:  01 - MALTA  A 90 km de Silícia, na Itália, fica a Ilha de Malta. Banhado pelo Mar Mediterrâneo, o destino está cada vez mais famoso entre os explorador…

REPRESA DE FURNAS, SÃO JOSÉ DA BARRA, MINAS GERAIS - Em 1963 fecharam o túnel que criou praias, formou cânions, inundou vilarejos mudando para sempre a história de 34 cidades mineira e formando o espetacular “Mar de Minas”

CONHEÇA A "REPRESA DE FURNAS", SÃO JOSÉ DA BARRA, MINAS GERAIS, BRASIL foto - Thymonthy Becker No dia 9 de janeiro de 1963 o túnel que desviou o curso do rio Grande para a construção da Usina de Furnas foi fechado e as águas que formaram um dos maiores reservatórios do mundo, criou praias, formou cânions e cachoeiras inundou vilarejos e mudou para sempre a história dos 34 municípios que ficam ao longo dos 1.440 km2 de extensão do Lago de Furnas. A sede do município de Guapé ficou praticamente submersa, o que levou à construção de uma nova sede em local definido pela população. O distrito de São José da Barra, então pertencente a Alpinópolis e emancipado em 1994, ficou integralmente debaixo das águas e deu lugar à "Nova Barra", que a pedido do padre Ubirajara Cabral, pároco local, foi construída pela Central Elétrica de Furnas na forma de um banjo. A maioria dos municípios possuía vocação agropecuária, mas com o alagamento das áreas produtivas diversificaram suas ati…