Pular para o conteúdo principal

ANDRELÂNDIA, MINAS GERAIS - Andrelândia eh conhecida por seu povo hospitaleiro, belos casarões coloniais, igrejas de estilo barroco, belas cachoeiras, montanhas e grutas. Graças a beleza natural de seus arredores, Andrelândia faz parte do Circuito das Montanhas Mágicas da Mantiqueira. Nas montanhas mágicas de andrelândia você terá muitas opções de lazer e aventuras ecológicas. São trilhas, grutas, paisagens deslumbrantes, cenários de cinema e muitas cachoeiras para você se aventurar




CONHEÇA A CIDADE DE "ANDRELÂNDIA", MINAS GERAIS, BRASIL - OLHANDO DA JANELA DO TREM
foto - Jorge A. Ferreira Jr.
Localizada a 257 km de Belo Horizonte, 421 km de São Paulo e a 287 km do Rio de Janeiro, Andrelândia está situada na Serra da Mantiqueira, ao sul de Minas Gerais.
Andrelândia e entorno são conhecida por seu povo hospitaleiro, belos casarões coloniais, igrejas de estilo barroco, belas cachoeiras, montanhas e grutas.
Graças a beleza natural de seus arredores, Andrelândia passou a fazer parte do Circuito das Montanhas Mágicas da Mantiqueira, em 2001.
foto - Geraldo Almeida
NAS MONTANHAS MÁGICAS DE ANDRELÂNDIA VOCÊ TERÁ MUITAS OPÇÕES DE LAZER E AVENTURAS ECOLÓGICAS. SÃO TRILHAS NAS MONTANHAS MÁGICAS, GRUTAS, PAISAGENS DESLUMBRANTES, CENÁRIOS DE CINEMA E MUITAS CACHOEIRAS PARA VOCÊ SE AVENTURAR.
CACHOEIRA DO APIÁRIO
foto: José Resende 
foto: José Resende 
foto: José Resende 
foto: José Resende 
SEJA BEM VINDO A CIDADE DE ANDRELÂNDIA. DE BRAÇOS ABERTOS PARA RECEBER VOCÊ. NAS MONTANHAS MÁGICAS
foto - Thymonthy Becker
AQUI A SANTA CASA DE MISERICÓRDIA
foto - Thymonthy Becker 
CAPELA DA SANTA CASA DE MISERICÓRDIA
foto - Thymonthy Becker 
FUNDAÇÃO GUAIRÁ
O sobrado do Barão do Cabo Verde, que data de 1835, foi doado à Fundação Guairá em dezembro de 2002, época em que estava ameaçado de demolição. Mais conhecido como Casarão, o imóvel foi tombado pelo Patrimônio Histórico Municipal e reformado para sediar a Fundação. Abriga ainda um Museu, que preserva em seu interior o mobiliário, a prataria e todos os itens da época.
foto - Thymonthy Becker 
ESTAÇÃO RODOVIÁRIA
foto - Thymonthy Becker 
LABORATÓRIO DE ANÁLISES CLINICAS
foto - Thymonthy Becker 
HOTEL MÔNICA ( Onde me hospedei quando estive aqui )
foto - Thymonthy Becker 
IGREJA DE NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO
Construída pelos escravos da irmandade do Rosário em 1817, possui uma belíssima pintura no forro da nave-mor.
foto - Thymonthy Becker 
IGREJA DE SÃO BENEDITO
A igreja foi inaugurada no dia 27 de setembro de 1936 e permaneceu dedicada ao padroeiro São Benedito, até a derrubada da capela e construção da atual igreja, em 15 de dezembro de 1989. Possui arquitetura moderna, imitando a mão do Papa João Paulo II.
foto - Thymonthy Becker 
foto - Thymonthy Becker 
foto - Thymonthy Becker 
MATRIZ DE NOSSA SENHORA DO PORTO DA ETERNA SALVAÇÃO
A partir da Igreja Matriz em 1749, iniciou-se o povoamento do Arraial do Turvo, que mais tarde passaria a se chamar Andrelândia. O estilo arquitetônico é o barroco, e no princípio, contava apenas com o corpo central. Mantendo o interior preservado, passou por uma grande reforma, que trouxe algumas modificações como o acréscimo de dois novos corpos. Em 1918, foi construída uma torre central que em 1954 foi demolida para dar espaço a duas torres laterais, sendo também o piso, nesta época, trocado por ladrilhos.
Possui uma bonita fachada e abriga em seu interior esculturas portuguesas, do início do século XIX, além dos púlpitos em madeira trabalhada, que possuem medalhões dourados com pintura azul, vermelha e arabescos. Os visitantes podem vislumbrar ainda os altares laterais, um de cada lado, de madeira, enfeitados com ornatos dourados, tendo ao centro um grande nicho e dois pequenos nas laterais, que guardam à direita a imagem de São Sebastião e à esquerda a de Santo Antônio.
foto - Thymonthy Becker 
foto - Thymonthy Becker 
foto - Thymonthy Becker 
AGÊNCIA DO BANCO DO BRASIL
foto - Thymonthy Becker 
SEDE DO PODER EXECUTIVO E LEGISLATIVO - PREFEITURA E CÂMARA DE VEREADORES -
foto - Thymonthy Becker 
SEDE DO PODER JUDICIÁRIO - FÓRUM -
foto - Thymonthy Becker 
PASSAGEM DE NÍVEL NO CENTRO DA CIDADE - FERROVIA -
foto - Thymonthy Becker 
CRISTO REDENTOR
Localizado em um ponto alto da cidade, na Praça Diógenes Salgado, no bairro Rosário, o Cristo Redentor proporciona aos visitantes uma bela vista panorâmica e se o passeio for à tardinha, pode ser acompanhado de um admirável pôr-do-sol. Além disso, o local, por sua tranqüilidade e proximidade com a natureza, é ideal para piqueniques e passeios de fim de semana.
Construído em 1966, o Cristo, que de cima protege e abençoa Andrelândia, tem aproximadamente 15 metros de altura. De fácil acesso, pois se situa dentro dos limites da cidade, é o lugar perfeito para relaxar e escutar os sons da natureza como o canto dos pássaros ou o sopro dos ventos.
foto - Thymonthy Becker 
DEUS E EU
foto - Thymonthy Becker 
CONHEÇA UM POUCO MAIS DA BELA CIDADE DE ANDRELÂNDIA
foto - Thymonthy Becker 
foto - Thymonthy Becker 
foto - Thymonthy Becker 
foto - Thymonthy Becker 
foto - Thymonthy Becker 
foto - Thymonthy Becker 
foto - Thymonthy Becker 
foto - Thymonthy Becker 
foto - Thymonthy Becker 
foto - Thymonthy Becker 
foto - Thymonthy Becker 
foto - Thymonthy Becker 
foto - Thymonthy Becker 
foto - Thymonthy Becker 
foto - Thymonthy Becker 
foto - Thymonthy Becker 
foto - Thymonthy Becker 
foto - Thymonthy Becker 
foto - Thymonthy Becker 
foto - Thymonthy Becker 
foto - Thymonthy Becker 
VISTA DO QUARTO DO HOTEL ONDE ME HOSPEDEI
foto - Thymonthy Becker 
PATRIMÔNIO HISTÓRICO E CULTURAL
Visando a valorização dos casarões da primeira metade do século XVIII, Andrelândia deu um importante passo na preservação da memória da cidade, com o tombamento das casas antigas pelo patrimônio histórico municipal. Entre os imóveis, estão a sede da Prefeitura, sobrados e casas que guardam as lembranças do que foi Andrelândia antigamente. Com a ação, a cidade cuida do que resta de um importante período histórico em que os fazendeiros da época, que foram os primeiros povoadores, expressavam nas construções os sinais de sua cultura.
foto - Thymonthy Becker 
foto - Thymonthy Becker
foto - Thymonthy Becker 
foto - Thymonthy Becker 
foto - Thymonthy Becker 
foto - Thymonthy Becker 
foto - Thymonthy Becker 
foto - Thymonthy Becker 
foto - Thymonthy Becker 
ENTORNO DA CIDADE
foto - Thymonthy Becker 
foto - Thymonthy Becker 
LATICÍNIO ROSENA - ONDE FUI MEDIR A QUALIDADE DO AR -
foto - Thymonthy Becker 
A CHAMINÉ ONDE COLETAMOS A FUMAÇA
foto - Thymonthy Becker 
O CAVALO DA PAREDE
foto - Thymonthy Becker 
População estimada 2016 (1) - 12.507
Área da unidade territorial 2015 (km²) - 1.005,285
Densidade demográfica 2010 (hab/km²) - 12,11
Código do Município 3102803
Gentílico - andrelandense
ORIGEM DO NOME
Depois de chamar-se Porto do Turvo até 1930, o município recebe o topônimo Andrelândia, em homenagem ao fundador do povoado.
A CIDADE 
A maravilha do campo e da cidade em um só lugar, assim é Andrelândia. A cidade possui belezas naturais exuberantes e riquíssimas construções históricas, que são um retrato da vida do local imortalizado no tempo. Suas cachoeiras, pedreiras e grutas permitiram que, desde 2001 começasse a compor o Circuito das Montanhas Mágicas da Mantiqueira, possibilitando sua participação na política de desenvolvimento do turismo do governo do estado de Minas Gerais.
Gentílico: andrelandense
Histórico
Andrelândia
Minas Gerais - MG
HISTÓRICO
Em 1749, André da Silveira e Manoel Caetano da Costa requereram ao Bispo de Mariana, autorização para construir uma capela no lugar denominado, Turvo Grande e Pequeno, pertencente à freguesia de Aiuruoca. A capela dedicada a Nossa Senhora do Porto Turvo constituiu-se em um núcleo populacional, tornado-se Freguesia de Nossa Senhora do Parto Turvo, em 1833.
Nessa época passou a residir no local, Antonio Belfort de Arantes. Entre outros melhoramentos, construiu justamente com seu filho Antonio Belfort Ribeiro de Arantes, posteriormente Visconde de Arantes, um prédio para instalação da Câmara e da Cadeia consideradas indispensáveis ao desenvolvimento da cidade.Em 1864, foi criada a Vila Bela do Turvo, vindo para povoação do Porto do Turvo, a sede da Vila Rio Preto.
Depois de chamar-se Porto do Turvo até 1930, o município recebe o topônimo Andrelândia, em homenagem ao fundador do povoado. Os naturais do lugar são chamados de Andrelândence.
Gentílico: andrelandence
ESTA EH A BANDEIRA DA CIDADE DE ANDRELÂNDIA, MINAS GERAIS
ESTE EH O BRASÃO DO MUNICÍPIO DE ANDRELÂNDIA, MINAS GERAIS


VALEU PELA VISITA - SEMPRE
ATÉ A PRÓXIMA




fotos dos textos e fotos: Thymonthy Becker / Wikipédia / IBGE / Governo de Andrelândia, MG / 

Comentários

Páginas que receberam mais visitas

BAEPENDI, MINAS GERAIS - A terra de "Nhá Chica". Na natureza preservada no município estão cerca de 40% do parque ecológico do papagaio, é local ideal para fazer trilhas e acampar em paradisíacos lugares. Baependi é uma das poucas cidades que podem ser visitadas durante qualquer época do ano, sem se preocupar com a programação que irá encontrar pois, o verão é bem definido, sendo um convite para se deslumbrar com as mais de cinqüenta cachoeiras que cercam a cidade e o inverno pouco chuvoso propicia inúmeras opções para enfrentar trilhas e acampar em paradisíacos lugares

COLORADO, RIO GRANDE DO SUL - Colorado é uma pequena cidade do Alto Jacuí. Fundada por imigrantes italianos e alemães. O espetáculo, belezas naturais, cores, aromas que seduzem à primeira vista. O município tem como base da economia a produção agrícola. A região possui uma relação muito próxima com as águas e com a geração de energia elétrica, a partir da formação do maior lago artificial do Estado – os Alagados do Passo Real e da Barragem de Ernestina. Bonitas e agradáveis, as cidades proporcionam atrações diversificadas, eventos, muitas festas, gastronomia, artesanato.

REPRESA DE FURNAS, SÃO JOSÉ DA BARRA, MINAS GERAIS - No dia 9 de janeiro de 1963 o túnel que desviou o curso do rio Grande para a construção da Usina de Furnas foi fechado e as águas que formaram um dos maiores reservatórios do mundo, criou praias, formou cânions e cachoeiras, inundou vilarejos e mudou para sempre a história dos 34 municípios que ficam ao longo dos 1.440 km2 de extensão do Lago de Furnas que abrange também parte do Parque Nacional da Serra da Canastra. O Lago de Furnas, também conhecido como "O MAR DE MINAS", é quatro vezes maior que a Baía de Guanabara, no Rio de Janeiro

BRASÍLIA, DF, BRASIL - Brasília é formada por gente de todos os lugares, todas as idades e de muitas gerações. É uma mistura de sotaques do Nordeste, Sudeste, Norte e Sul do país e até de estrangeiros. Por conta de seu rápido crescimento, já é a quarta cidade mais populosa do país. A maioria dos moradores, 52%, é mulher e tem em média 30 anos. Os primeiros habitantes que chegaram a Brasília vieram, principalmente, atraídos pelos empregos na construção civil e ajudaram na construção da capital. Eles eram chamados de candangos e aqui construíram e criaram famílias

TOMBOS, MINAS GERAIS - Na cachoeira três tombos, verdadeira obra da natureza de imensurável beleza que constitui um cartão postal da cidade com 62 metros de altura. A Gruta Pedra Santa localizada no distrito de Catuné, uma obra construída pela própria natureza. Ao longo do tempo a grande pedra foi desintegrando-se e formou-se um grande salão, onde ergueu-se a capela em Honra a Nossa Senhora de Lourdes. Praças diversas, museu municipal que funciona na antiga estação ferroviária, usina hidrelétrica de Tombos e os dois distritos “Catuné” e “Água Santa” valem uma visita à cidade de Tombos

IGATU, ANDARAÍ, BAHIA - Eh uma verdadeira cidade de pedra. "Sagrada" pra quem viveu lá durante o auge do ciclo do diamante. O trajeto até a vila já é uma atração: a estrada de acesso pela BA-142 é cheia de mirantes naturais. Ao chegar, a impressão é de ter voltado no tempo, quando igatu era chamada de Xique Xique e famosa pela extração de diamantes. Hoje não há farmácias, o hospital mais próximo fica em Andaraí, a 12 km. Em outros tempos quem diria? Cabarés, cassinos, lojas, cadeia, cartório, cinema...

SERRA DO NAVIO, AMAPÁ - A História da Serra do Navio remonta aos anos 1950. A região era rica em manganês e outros minérios. Por isso, a brasileira ICOMI, com sede em Belo Horizonte e atuação em Minas Gerais, foi escolhida para explorar o minério e construir a vila operária, que daria origem à cidade de Serra do Navio. Cada vila tinha 330 casas, prédios coletivos (escolas, hospitais, refeitórios), abrigando até 1.500 pessoas, entre trabalhadores e familiares. Tinha ruas largas, postes de concreto para a fiação elétrica e telefônica, calçadas, parques, clubes com piscina, quadras esportivas, restaurante e lanchonete, drenagem de águas das chuvas e tratamento de água e esgoto. Todas as casas tinham mais de 90m² e contavam com saneamento e energia elétrica, proveniente de geradores da ICOMI.

RIO DE JANEIRO, BRASIL - Do primeiro ao último minuto do ano, não falta o que fazer, o que visitar e o que rever no Estado do Rio de Janeiro, que não por acaso ostenta o rótulo de Maravilhoso. Além das praias e de seus outros dois ícones geográficos – o Corcovado e o Pão de Açúcar – o Rio vem ganhando uma série de atrativos culturais e gastronômicos. Quem deixa a capital e percorre o litoral fluminense encontra praias de beleza raríssima. Ao norte, na Região dos Lagos, estão as dunas de Cabo Frio, as águas translúcidas e frias de Arraial do Cabo, boas para mergulho, a badalação de Búzios e as trilhas rurais de Rio das Ostras

GRAMADO, RIO GRANDE DO SUL - Faltava neve à Gramado para que ela assumisse de vez o título de “Suíça brasileira”. Não falta mais: o Snowland, primeiro parque de neve artificial indoor das Américas, trouxe esportes de inverno à cidade, que já era famosa pelas construções enxaimel (aquelas de paredes esquadrinhadas com tirantes de madeira), pelas fondues nos bons restaurantes suíços e pelo climinha gostoso da Serra Gaúcha.

CAMPO BELO, MINAS GERAIS - A primeira cidade do Brasil a ter um time de Rugby (Campo Belo Rugby - CBR) A cidade tem paisagens deslumbrantes com campos a perder de vista. Ideal para a prática de esportes de aventura, ecoturismo, esportes náuticos com várias cachoeiras, praias de água doce além da tradicional e boa comida mineira. Uma cidade tranquila, acolhedora com boas opções para hospedagem