terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

PARQUE NATURAL DA SERRA DO CARAÇA, MINAS GERAIS - Patrimônio natural e histórico com trilhas e cachoeiras - além de lobos-guarás, que podem ser vistos ao anoitecer




CONHEÇA O "PARQUE NATURAL DA SERRA DO CARAÇA", MINAS GERAIS, BRASIL
Caraça é o nome de um trecho da Serra do Espinhaço localizado nos municípios de Catas Altas e Santa Bárbara, no estado de Minas Gerais - Brasil, aonde funcionou um colégio no qual estudaram grandes personalidades da história brasileira como os presidentes do Brasil Arthur Bernardes e Affonso Pena. 
Hoje, o Caraça é uma Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN), que abrange uma área de 11.233 hectares, cujo nome conhecido também como Santuário do Caraça. 
A palavra Caraça se deve à forma que tem parte da serra, que lembra a imagem de um rosto de um gigante deitado. 
BIBLIOTECA DO CARAÇA
A serra é formada por picos e morros como: Trindade, Conceição, Olaria, Canjerana, Carapuça, Inficionado e do Sol, este último o ponto mais alto chegando a uma altitude de 2.072m
As águas que descem das montanhas formam belas cascatas e cachoeiras como Cascatinha, Cascatona, Bocaína e Belchior, com suas águas intensamente ferruginosas. 
No Caraça há também dois lagos: o Tanque Grande e o Tanque São Luís. 
O disco "Missa do Quilombo" de Milton Nascimento, artista brasileiro consagrado internacionalmente, foi gravado ao vivo, em março de 1982, nas dependências da Igreja de Nossa Senhora Mãe dos Homens, no Santuário.
A Cachoeira Cascatona é uma das atrações do Parque Natural do Caraça, em Minas Gerais (Eugenio Savio)
Detalhe da Cachoeira Cascatona, uma das melhores da região (Ana Raquel S. Hernandes / Flickr / ana_raquel)
Vista de longe, a silhueta da Serra do Caraça forma um grande rosto de perfil, uma enorme cara – a caraça. Na sede do parque sobrevivem prédios erguidos entre os anos de 1774 e 1775 para sediar uma pousada de tropeiros da Estrada Real, depois transformada em seminário. 
A construção abriga hoje uma biblioteca com cerca de 30 mil volumes e um museu com objetos da escola e do claustro. A igreja Nossa Senhora Mãe dos Homens (1876), em estilo neogótico, integra o conjunto e tem órgão com 700 tubos e vitrais franceses. 
Patrimônio natural e histórico, Santuário do Caraça em Santa Bárbara (MG) possui trilhas e cachoeiras - além de lobos-guarás, que podem ser vistos ao anoitecer
Igreja Nossa Senhora Mãe dos Homens, do Parque Natural do Caraça, em Santa Bárbara, Minas Gerais (Ana Raquel S. Hernandes / Flickr / ana_raquel)
No parque, áreas de transição entre Cerrado e Mata Atlântica espalham-se pela Serra do Espinhaço, em altitudes entre 1 300 m e 2 000 m. Para alcançar as cachoeiras, piscinas naturais e grutas, há trilhas sinalizadas de duração e dificuldade variadas. 
Partindo da sede, uma reta de 2 km leva até a Cascatinha, com piscinas para banho. outra trilha de 2,5 km leva ao Banho do Belchior, corredeira entre pedras. A 1,5 km da sede, uma estradinha segue até a “piscina”, área aberta com lago de água natural, quiosques e churrasqueiras. A 3 km da sede, a Cachoeira Taboões tem queda-d’água baixa. 
Muita tranquilidade - é o que o visitante pode encontrar em uma visita ao Parque Natural do Caraça, em Santa Bárbara, Minas Gerais (Ana Raquel S. Hernandes / Flickr / ana_raquel)
Santuário Nossa Senhora Mãe dos Homens, do Parque Natural do Caraça, em Santa Bárbara, Minas Gerais (Ana Raquel S. Hernandes / Flickr / ana_raquel)
Para chegar à Cascatona, sequência de quedas d’água com 80 m de desnível, são 6 km (duas horas de ida). Na sede, monitores orientam sobre os passeios, mas os guias só acompanham os visitantes para os picos (agende). 
E a maior atração fica para a noite, quando espécimes de lobo-guará, animal ameaçado de extinção e símbolo do parque, aparecem no adro da igreja para receber comida dos padres. Os lobos costumam aparecer quando a noite cai. Mas podem chegar depois do fechamento dos portões do parque (21h). Por isso, convém reservar uma vaga na pousada do santuário (bem simples).
IGREJA NO PARQUE NATURAL DO CARAÇA
LOBO GUARÁ 
É chamado Guará porque em tupi-guarani, a língua dos indígenas, guará significa “vermelho”. Tem o corpo todo dourado; as patas e os pelos da nuca pretos; a cauda, o papo e um pouco do rosto brancos. É branco também o pavilhão das orelhas, que se movimentam como um radar, captando todos os sons e movimentos.
A maior atração do Santuário do Caraças, Santa Bárbara, Minas Gerais, é quando chega a noite e os lobos guará fazem uma visita aos padres, que os alimentam no adro da igreja (Xara/Acervo MTur)
COMO CHEGAR
Quem chega de Belo Horizonte pela BR-381 deve pegar a saída para Santa Bárbara à direita – a estrada para o parque (19 km) começa 5 km depois de Barão de Cocais. De Santa Bárbara, são 7 km até a estrada do parque, no sentido da BR-381. 
Na época de estio, a Cachoeira da Cascatona perde a força, mas não o encanto (Leonardo Guimarães Diniz / Flickr / leogdiniz)
MELHOR ÉPOCA
Inverno (de maio a setembro), o período é mais seco, bom para fazer caminhadas. O verão (de outubro a abril) é ideal para banhos nas cachoeiras e poços. 
Patrimônio natural e histórico, o Santuário do Caraça possui trilhas e cachoeiras - além de lobos-guarás, que podem ser vistos ao anoitecer (NELIO RODRIGUES)
INFORMAÇÕES
A sede abre todos os dias, das 8h às 17h. O museu funciona de segunda a sexta, sob reserva, e sábado e domingo, das 9h às 11h40 e das 13h às 16h45. Ligue antes para confirmar, os horários podem mudar.
Santa Bárbara e Catas Altas dividem o Parque Natural do Caraça, a visita à igreja gótica e o museu do santuário é praticamente obrigatória (Sérigio Mourão)


Fonte / Fotos = Serradocaraca.tur.br / viagemeturismo.abril.com.br / Thymonthy Becker / santuariodocaraca.com.br /


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os lugares por onde o Trem mais passou esta semana