Pular para o conteúdo principal

OURO PRETO, MINAS GERAIS - Conjunto arquitetônico inigualável como o Casario Colonial, Casa de Contos, Museu da Inconfidência, Matriz do Pilar e Igreja de São Francisco




CONHEÇA A CIDADE DE "OURO PRETO", MINAS GERAIS, BRASIL
Tombada como Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco, Ouro Preto guarda um conjunto arquitetônico inigualável entre as cidades históricas brasileiras. Os viajantes ficam fascinados ao caminhar pelas inúmeras ladeiras de pedra do Centro, para conhecer o expressivo casario colonial e construções como a Casa dos Contos, o Museu da Inconfidência, a Matriz de Nossa Senhora do Pilar e a Igreja de São Francisco de Assis.
Torres das igrejas de São Francisco de Assis (à direita), e de Nossa Senhora do Carmo na Praça Minas Gerais, Ouro Preto
Rua Bernardo de Vasconcelos, no Centro Histórico de Ouro Preto (MG); na região há dezenas de lojinhas que vendem pedras preciosas
Igreja São Francisco de Assis, em Ouro Preto (MG); a foto está no livro "Patrimônio Material - Centros Históricos, Conjunto Arquitetônico, Santuários e Ruínas"
Mas o lugar que tanto atrai pela história também mostra sua vocação artística nos diversos ateliês, nas lojas de pedras preciosas e nas feiras de artesanato. E a programação cultural, com eventos como a Mostra de Cinema, o Festival de Inverno, o Tudo é Jazz e o Fórum das Letras, revela que Ouro Preto não vive apenas do passado. Aliás, a animação é renovada todos os anos, durante o movimentado carnaval de rua.
Rua de Ouro Preto coberta com o tradicional tapete de serragem, confeccionado para a Procissão da Ressurreição que ocorre durante a Semana Santa na cidade
Fundada no fim do século 17, Ouro Preto é tombada como Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco e preserva um dos mais belos conjuntos arquitetônicos do país, com casarões, igrejas e palácios construídos durante o Ciclo do Ouro
Vista geral da cidade - para ver Ouro Preto do alto, é preciso ter fôlego para encarar suas históricas ladeiras (crédito da foto)
UM DIA PERFEITO
Visite o Museu da Inconfidência, a Igreja São Francisco de Assis e garimpe artesanato na Feira do Largo de Coimbra, em frente. Faça uma pausa na Cafeteria e Livraria Cultural e siga para a Rua Brigadeiro Musqueira, onde estão a Igreja Nossa Senhora do Carmo, o Museu do Oratório e o Teatro Municial. Conheça a Igreja Matriz de Nossa Senhora do Pilar e jante no Bené da Flauta, no lugar onde morou Mestre Athaíde, pintor do barroco mineiro.
Ouro Preto, que tanto atrai pela história, também mostra sua vocação artística nos diversos ateliês, nas lojas de pedras preciosas e nas feiras de artesanato espalhadas pelo Centro
Museu da Inconfidência, na Praça Tiradentes
A fachada arredondada da igreja Nossa Senhora do Rosário dos Pretos tem origem arquitetônica misteriosa: não se sabe ao certo quem projetou a construção
O GUIA RECOMENDA
Com quase uma semana, visite uma das minas de ouro, como a de Santa Rita, a Igreja Nossa Senhora do Rosário dos Pretos e o Museu de Ciência e Técnica. Passeie pelo Vale dos Contos e almoce em um dos restaurantes de comida mineira. Embarque no passeio de trem até Mariana, no qual uma locomotiva com vagões panorâmicos ladeia cachoeiras e montanhas até chegar ao destino, a 18 km.
A Igreja São Francisco de Paula foi a última construída durante o período colonial brasileiro, entre 1804 e 1898
Teto da Igreja de São Francisco de Assis, pintado por Ataíde Manoel da Costa
A Igreja de São Francisco de Assis em Ouro Preto, foi projetada por Aleijadinho
Vale pegar a estrada até Congonhas, a 63 km, para conhecer a Basílica do Senhor Bom Jesus de Matosinhos e seus 12 profetas, esculpidos por Aleijadinho. No mesmo dia, programe uma parada no Museu das Reduções, em Amarantina. E, de volta a Ouro Preto, faça um roteiro pelos ateliês e curta o clima da cidade no Chopp Real ou numa das mesinhas do bar e brechó Barroco & Barraco.
Igreja da Ordem Terceira de São Francisco, com teto pintado por mestre Ataíde
Casa e morros da cidade de Ouro Preto
Museu da Inconfidência
COMO CHEGAR
De carro, a partir de Belo Horizonte, siga pela BR-040 até o trevo da BR-356, via de acesso a Ouro Preto. Quem vem do Rio de Janeiro pega a BR-040 sentido Belo Horizonte até Conselheiro Lafaiete e, de lá, segue pela Mg-443 até a cidade. A partir de são Paulo, comece pela BR-381 (Fernão Dias) e entre na BR-265 no sentido Barbacena, até a BR-040. Dali, siga o mesmo trajeto de quem vem do Rio.

Igreja Nossa Senhora das Mercês e Misericórdia

Casa em Ouro Preto
Locomotiva do Trem da Vale, que liga as cidades de Ouro Preto e Mariana
De ônibus, a viagem leva duas horas a partir de Belo Horizonte (Pássaro verde, 3073-7575; R$ 28; todos os dias, a cada hora). Do Rio, são oito horas de viagem (a partir de R$ 84,00; quatro saídas por dia; 21/3907-3900) e, de são Paulo, o trajeto leva 10h40 (a partir de R$ 103; duas saídas diárias; 11/2142-7100) – a viação Útil faz os trajetos a partir das duas cidades.
Em Ouro Preto, uma corrida de táxi da rodoviária até a Praça Tiradentes, no Centro, custa até R$ 15.

Fachada da Igreja Matriz Nossa Senhora do Pilar

Altar-mor da Igreja Matriz Nossa Senhora do Pilar
Rua do Centro Histórico da cidade; fundada no fim do século 17, Ouro Preto viveu um período de glória durante o Ciclo do Ouro em Minas Gerais
COMO CIRCULAR
Apesar das intermináveis ladeiras, é melhor explorar o Centro Histórico a pé – ruas estreitas, várias vias de mão única e estacionamento proibido na Praça Tiradentes desestimulam o uso de carro. Táxis (sem taxímetro) são boa alternativa para se deslocar até pousadas e atrações mais distantes.
O Museu da Inconfidência, na Praça Tiradentes, exibe as supostas traves de madeira da forca de Tiradentes e o livro original com a declaração de sua condenação
Fachada da Igreja de Santa Efigênia ou Igreja de Nossa Senhora do Rosário da Cruz, no bairro do Alto da Cruz do Padre Faria
ONDE FICAR
Para ficar perto das principais atrações, lojas e restaurantes da cidade, vale se hospedar nas imediações da Praça Tiradentes, no Centro Histórico. Ali você consegue visitar os melhores museus e algumas das principais igrejas sem subir muitas ladeiras. Para quem curte o clima de campo, há boas opções nos distritos de Cachoeira do Campo, Glaura e Santo Antônio do Leite, além do Sesc Estalagem, na beira da Rodovia dos Inconfidentes.
Altar da Igreja Nossa Senhora do Pilar; há mais de 400 quilos de ouro ornamentando o interior da Matriz
O altar da Igreja de São Francisco de Assis é totalmente coberto de ouro
As janelas de alguns hotéis enquadram belas igrejas. Os quartos 201, 202, 301 e 302 do Solar do Rosário têm vista para a Nossa Senhora do Rosário dos Pretos. Quer ver a Igreja Nossa Senhora do Carmo? Suítes 4, 5, 7 e 8 do Hotel do Teatro.
Interior da Igreja Matriz de Nossa Senhora do Pilar, um dos maiores exemplos de arte barroca no Brasil
Estátua de Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes, no alto do monumento da Praça Tiradentes e, ao fundo, fachada do Museu da Inconfidência
TÍPICO
As repúblicas são moradias estudantis, mas também hospedam turistas. A maior procura ocorre durante o Carnaval, quando são organizados pacotes que incluem festas, abadá para brincar nos blocos e muita cerveja. Mais informações em carnavalouropreto.com.
Pico do Itacolomi, uma das visões que se tem da cidade de Ouro Preto (MG)
Casarão do Hotel Solar do Rosário, em Ouro Preto (MG)
LUGARZINHO
O casarão na esquina da Praça Tiradentes com a Rua Cláudio Manoel é ponto estratégico. Ali ficam um Centro de Informações Turísticas, um posto para contratação de guias, uma galeria de arte e a Cafeteria e Livraria Cultural, com títulos de história e arte.
A Igreja São Francisco de Paula não tem fachada ornamentada e nem o interior muito rebuscado, mas como ela fica em cima de um monte e tem uma bela visão panorâmica da cidade de Ouro Preto
Ouro Preto também é berço de obras barrocas, com destaque para a arte sacra de Antônio Francisco Lisboa, o Aleijadinho
QUANDO IR
O clima é úmido no verão e seco no inverno. Mas o principal é levar em conta o calendário: Carnaval, Semana Santa, Mostra de Cinema (junho), Festival de Inverno (julho) e 12 de Outubro lotam a região e fazem subir o preço das diárias.
Veja também nossa sugestão para toda a região no Roteiro Rodoviário Cidade Históricas de Minas Gerais.
Por Luiz Giannoni
Ouro Preto (MG) tem um conjunto arquitetônico inigualável
Vista da cidade de Ouro Preto, MG
População estimada 2016 (1) - 74.356
Área da unidade territorial 2015 (km²) - 1.245,865
Densidade demográfica 2010 (hab/km²) - 56,41
Código do Município 3146107
Gentílico - ouro-pretano
Prefeito 2017 / JULIO ERNESTO DE GRAMMONT MACHADO DE ARA
Gentílico: ouro-pretano
HISTÓRICO
A origem de Ouro Preto está no arraial do Padre Faria, fundado pelo bandeirante Antônio Dias de Oliveira, pelo Padre João de Faria Fialho e pelo Coronel Tomás Lopes de Camargo e um irmão deste, por volta de 1698.
Pela junção desses vários arraiais, tornando-se sede de conselho, foi elevada à categoria de vila em 1711 com o nome de Vila Rica. Em 1720 foi escolhida para capital da nova capitania de Minas Gerais. Em 1823, após a Independência do Brasil, Vila Rica recebeu o título de Imperial Cidade, conferido por D. Pedro I do Brasil, tornando-se oficialmente capital da então província das Minas Gerais e passando a ser designada como Imperial Cidade de Ouro Preto. Em 1839 foi criada a Escola de Farmácia e em 1876 a Escola de Minas. Foi sede do movimento revolucionário conhecido como Inconfidência Mineira. Foi a capital da província e mais tarde do estado, até 1897. A antiga capital de Minas conservou grande parte de seus monumentos coloniais e em 1933 foi elevada a Patrimônio Nacional, sendo, cinco anos depois, tombada pela instituição que hoje é o IPHAN. Em 5 de setembro de 1980, na quarta sessão do Comitê do Patrimônio Mundial da UNESCO, realizada em Paris, Ouro Preto foi declarada Patrimônio Cultural da Humanidade.
Nenhum outro município brasileiro acumulou tantos fatos históricos relevantes à construção da memória nacional como este vasto município. Destacam-se, como marcos importantes da história brasileira:
- Última década do século XVII e princípio do XVIII - clímax das explorações paulistas, sendo descoberto o "ouro preto";
- 1708 - Guerra dos Emboabas; os atritos entre paulistas e 'forasteiros' atinge o ponto alto no distrito de Cachoeira do Campo;
- 1720 - Revolta liderada por Filipe dos Santos; motins contra o Quinto da Coroa Portuguesa;
- 1789 - Inconfidência Mineira; confabulação entre determinados segmentos da sociedade mineradora de então para tornar Minas livre do jugo português.
Em 1897 Ouro Preto perde o status de capital mineira, especialmente por não apresentar alternativas viáveis ao desenvolvimento físico urbano, sendo a sede transferida para o antigo Curral Del'Rey (onde uma nova cidade, Belo Horizonte, planejada e espaçosa, estava sendo preparada). A vetusta cidade continuou polarizando seus distritos, sendo, contudo, o município somente a sombra do que foi outrora o Termo de Vila Rica.
CASA DOS CONTOS
copyrigth "Jose Gustavo A. Murt..."
Deve-se ao espírito intrépido e aventureiro dos bandeirantes paulistas o início do povoamento de Minas Gerais em fins do século XVII. Os sertões das Gerais, que viriam integrar o território do país em formação, atraíam então inúmeras expedições, em busca de ouro e pedras preciosas.
CASARÕES
copyrigth "Gui Torres"
OURO PRETO ENCRAVADA NAS MONTANHAS DAS MINAS GERAIS
copyrigth "?"
IGREJA DE NOSSA SENHORA DAS MERCÊS E PERDÕES
copyrigth "Jose Gustavo A. Murt..."
IGREJA DE SÃO FRANCISCO DE ASSIS
copyrigth "Tiago Soares"
IGREJA DE SÃO FRANCISCO DE PAULO
copyrigth "wolffystyle"
MATRIZ DE NOSSA SENHORA DO PILAR
copyrigth "Luis Macedo"
MINA DO CHICO REI
copyrigth "Roberta Soriano e Ar..."
MUSEU DOS INCONFIDENTES
copyrigth "Geraldo Salomão"
VISTA PARCIAL
copyrigth "Roberta Soriano e Ar..."
PEDRA "CABEÇA DE DINOSSAURO REX"
copyrigth "Geraldo Salomão"
PICO DO ITACOLOMI
copyrigth "Cristiano M. da Cost"
RUA DO CONDE
copyrigth "Miraflores"
RUA DO PILAR
copyrigth "Altamiro Olinto Criss..."
TELHADOS
copyrigth "?"
VALE DO RIO FUNIL
copyrigth "Publio Athayde"
VIELAS
copyrigth "WolffYstile"
VISÃO DAS LADEIRAS
copyrigth "Edgard Thomaz"
VISTA PARCIAL
copyrigth "Marcelo e Salgado"
CACHOEIRA
copyrigth "Jose Gustavo A. Murt..."
BECOS
copyrigth "Fernando e Sabino"
ESTA EH A BANDEIRA DA CIDADE DE OURO PRETO, MINAS GERAIS
ESTE EH O BRASÃO DO MUNICÍPIO DE OURO PRETO, MINAS GERAIS 
SEMPRE VOLTE. SUA VISITA AGRADEÇO

Fonte / Fotos = IBGE / Thymonthy Becker / Wikipédia / Portal do Governo de Ouro Preto / viagemeturismo.abril.com.br / 


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SÃO PETERSBURGO, RÚSSIA - O elegante desenho urbano estabelecido sobre uma extensa rede de canais e ilhotas é repleto de edifícios barrocos, palácios extravagantes e igrejas luxuosas. Os óbvios destaques são o Museu Hermitage, um dos melhores do planeta em arte ocidental, o Palácio de Catarina e a Catedral de Pedro e Paulo, mas boa parte da diversão está em caminhar por suas agradáveis ruas e canais.

CONHEÇA A CIDADE DE "SÃO PETERSBURGO", RÚSSIA - CIDADE SEDE DA COPA DO MUNDO 2018 DE FUTEBOL DA LIGA FIFA Palácio Mariinsky, sede da Assembleia Legislativa e Petersburgo, Rússia Fortaleza de São Pedro e São Paulo em São Petersburgo, Rússia Estação Chornaya Rechka em São Petersburgo, Rússia Quando ainda não era conhecido como O Grande, o jovem príncipe Pedro passava boa parte de seu tempo entre homens do povo, absorvendo ideias que vinham de terras distantes e despendendo tempo construindo barcos e criando estratégias militares com seus exércitos de brinquedo. Quando ele se tornou o czar de todas as Rússias, hábil general e o homem que tirou o país da era medieval, resolveu construir uma nova capital, moderna e com refinados ares europeus, num grande pântano no Báltico. Nascia São Petersburgo. Renomeada Petrogrado e posteriormente Leningrado, quando a perestroika de Mikhail Gorbachev acelerou a queda do comunismo o nome original retornaria aos mapas.  O Palácio de Catarina, co…

CONHEÇA A MAIOR RODA GIGANTE DO MUNDO, EM DUBAI - Com 201 metros de altura, terá capacidade para 1.400 passageiros em 48 cápsulas. Toda terá 9 mil toneladas de aço, o que é mais do que a Torre Eiffel e pesará mais do que o equivalente a oito Airbus A380s.

CONHEÇA A "MAIOR RODA GIGANTE DO MUNDO", DUBAI, EMIRADOS ÁRABES UNIDOS A maior roda gigante do mundo está sendo construída em Dubai, a Ain Dubai ('Ayn' é a decima sexta letra do alfabeto árabe, e é traduzida como 'olho'). O olho de Dubai com 201 metros irá superar os 165 metros do Singapore Flyer, atualmente a mais alta roda-gigante do mundo.  Com vistas panorâmicas sobre a costa de Dubai, incluindo o Burj Al Arab, a Palm Jumeirah e o Burj Khalifa, o projeto incluirá áreas de entretenimento, com uma variedade de lojas e restaurantes, um hotel de luxo cinco estrelas e edifícios residenciais privados.  A roda gigante faz parte do projeto Bluewaters Island e os responsáveis pelo seu desenvolvimento esperam atrair mais de 3 milhões de visitantes por ano.  O complexo de 1 bilhão será construído perto Jumeirah Beach Residence, ligado à beira mar por uma ponte de pedestres e ao continente por uma ponte de Sheikh Zayed Road, com um sistema de teleférico para o transp…

BELO HORIZONTE, MINAS GERAIS - Inspirada nas cidades de Paris e Washington, com largas avenidas, ruas simétricas e arborizadas, Belo Horizonte foi planejada a partir de uma nova concepção estética urbana

CONHEÇA A CIDADE DE "BELO HORIZONTE", CAPITAL DAS MINAS GERAIS, BRASIL
MINEIRÃO E MINEIRINHO NA PAMPULHA EM BELO HORIZONTE, MG SEJA BEM VINDO A CAPITAL DA MINAS GERAIS. SEJA BEM VINDO A BELO HORIZONTE. A CIDADE JARDIM imagem - Paulo Yuji Takarada ROTEIRO IDEAL PARA UM FIM DE SEMANA EM BELO HORIZONTE, MG Belo Horizonte é uma cidade que mistura modernidade com ares de interior. Localizada entre montanhas, rodeada por cachoeiras e cidades históricas, a capital de Minas Gerais conta com um valioso patrimônio arquitetônico que mistura construções clássicas e as linhas curvilíneas de Oscar Niemeyer. Suas praças dividem o espaço com ótimos museus, como o Memorial Minas Gerais – Vale, que mal se instalou na Praça da Liberdade e já recebeu o prêmio de Novidade do Ano no GUIA QUATRO RODAS Brasil. Projetada por Niemeyer, a Casa do Baile faz parte do Complexo Arquitetônico da Pampulha, em Belo Horizonte, Minas Gerais (Acervo Setur-MG) A gastronomia não fica de fora. Tem pra todos os gostos…

CAMPO GRANDE, MATO GROSSO DO SUL - Com ruas largas e arborizadas, não perdeu o jeito de cidade do interior. Ela é porta de entrada para o Pantanal Sul, a Serra da Bodoquena e o Parque Nacional das Emas (em Goiás)

CONHEÇA A CIDADE DE "CAMPO GRANDE", MATO GROSSO DO SUL, BRASIL Vista parcial da cidade de Campo Grande, MS (Wikipédia) Com ruas largas e arborizadas, não perdeu o jeito de cidade do interior. Ela é porta de entrada para o Pantanal Sul, a Serra da Bodoquena e o Parque Nacional das Emas (em Goiás). A temática pantaneira está presente nas pinturas que decoram alguns prédios e na gastronomia. Imigrantes paraguaios, bolivianos e japoneses também deixaram sua marca. O fuso horário marca uma hora a menos em relação a Brasília.  Polo de turismo de negócios, campo Grande surpreende por ser planejada, com trânsito organizado, muitas áreas verdes e vida social agitada (Tiago Moser) TREM DO PANTANAL Apesar do nome, o passeio entre Campo Grande (saídas aos sábados às 8h) e Miranda (chegada às 18h) não chega a explorar as paisagens típicas do Pantanal. A parada em Aquidauana está reservada para o almoço e, em Taunay e Piraputanga, há venda de artesanato. O trecho de volta, entre Miranda e C…

CURITIBA, PARANÁ - Verde, limpa, organizada. Esta é a impressão geral de Curitiba se comparada à maioria das outras capitais do Brasil. É verdade que nos últimos tempos ela deixou de ser uma “cidade-modelo”, mas mesmo assim surpreende pela beleza e conservação de seus parques, museus, construções históricas e outros pontos turísticos

CONHEÇA A CIDADE DE "CURITIBA", PARANÁ, BRASIL Seu povo, um admirável cadinho que reuniu estrangeiros de todas as partes do mundo e brasileiros de todos os recantos, ensina no dia-a-dia a arte do encontro e da convivência. Curitiba renasce a cada dia com a esperança e o trabalho nas veias, como nas alvoradas de seus pioneiros.  Cadeia de Montanhas da Serra do Mar vista do centro de Curitiba (Wikipédia) ROTEIRO PARA 48 HORAS EM CURITIBA COM MUSEUS, PARQUES E RESTAURANTES Verde, limpa, organizada. Esta é a impressão geral de Curitiba (PR), se comparada à maioria das outras capitais do Brasil.  É verdade que nos últimos tempos ela deixou de ser uma “cidade-modelo”, mas mesmo assim surpreende pela beleza e conservação de seus parques, museus, construções históricas e outros pontos turísticos.  Iluminação cênica do Paço da Liberdade em Curitiba, PR (Orlando Kissner/SMCS) No charme das construções e na gastronomia, o visitante sente a forte influência cultural da imigração europeia –…

JAÍBA, MINAS GERAIS - Reconhecida por seu projeto de irrigação, Jaíba tem um grande e ainda pouco explorado potencial de energia solar. É a região do estado onde se encontram os mais altos níveis de radiação solar

CONHEÇA A CIDADE DE "JAÍBA", MINAS GERAIS, BRASIL Reconhecida por seu projeto de irrigação, Jaíba localiza-se no norte do Estado de Minas Gerais, a 629 km da capital Belo Horizonte e a 207 km de Montes Claros, maior cidade da região. Jaíba está numa região de clima quente, relevo predominantemente plano e um grande e ainda pouco explorado seu potencial energia solar.  A região de Jaíba possui destaque em termos de seu potencial de energia solar. É a região do estado onde se encontram os mais altos níveis de radiação solar, segundo o Atlas Solarimétrico de Minas Gerais (2012). É, ainda, uma das melhores regiões do país neste quesito. (Jaíba Solar)   Sada Bioenergética em Jaíba, MG (Igreja Assembléia de Deus) Rua central de Jaíba, MG (Prefeitura Municipal) Ribeirão em Jaíba, MG (Prefeitura Municipal) Estação de Bombeamento do projeto Jaíba em Jaíba, MG (prefeitura Municipal) Hospital 2 irmãos na cidade de Jaíba, MG (Eric Micael) Entorno da cidade de Jaíba, MG (Prefeitura Munici…

ALASKA, ESTADOS UNIDOS DE AMÉRICA - O Alasca é terra de superlativos. O maior estado americano abriga o maior pico, o maior parque nacional e a maior floresta dos Estados Unidos. Lá, há glaciares mais extensos do que países inteiros, baleias-jubarte de até 15 metros, ursos de quase 500 quilos. Geleiras, lagoas, vulcões, montanhas e florestas

CONHEÇA O "ALASKA", USA,  E SAIBA O QUE TEM DE BOM SE PARA FAZER LÁ Conheça nosso roteiro para conhecer umas das regiões mais quentes no roteiro turismo americano - mesmo com as baixas temperaturas O Alasca é terra de superlativos. O maior estado americano abriga o maior pico, o maior parque nacional e a maior floresta dos Estados Unidos. Lá, há glaciares mais extensos do que países inteiros, baleias-jubarte de até 15 metros, ursos de quase 500 quilos. Geleiras, lagoas, vulcões, montanhas, florestas: ao mesmo tempo que sua paisagem natural é uma das mais remotas e selvagens do planeta, ela é facilmente alcançada por voos abundantes, cruzeiros confortáveis com múltiplos roteiros que transitam pela costa (maior do que a do resto dos EUA inteiro somada) e a Alaska Highway, uma rodovia ampla e moderna que percorre mais de 2 mil quilômetros. E não, não é tão gelado quando a gente imagina: no verão, o termômetro pode bater até 30 graus.  COMO CHEGAR NO ALASKA Com a American Airline…

FAROL DE ALEXANDRIA, ALEXANDRIA, EGITO - Uma das 7 maravilhas do mundo eh uma obra colossal

CONHEÇA O "FAROL DE ALEXANDRIA", ALEXANDRIA, EGITO A cidade de Alexandria foi fundada por Alexandre, o Grande, e tem muito mais a oferecer além de sua história e curiosidades. Localizada na costa mediterrânica do Egito, é conhecida mundialmente pelos seus pontos turísticos, como a Biblioteca de Alexandria, o Farol de Alexandria (uma das sete maravilhas do mundo antigo) e as Catacumbas de Kom el Shoqafaw (uma das sete maravilhas do mundo medieval). Outras atrações envolvem visitas à museus, jardins, mesquitas e ruínas antigas que contam a história de seu passado. O Farol de Alexandria é uma das sete maravilhas do mundo antigo. Foi construído para servir de referencial para os navegantes, na Ilha de Faros. Para servir de entrada no porto e informar os navegantes da proximidade de terras, Ptolomeu mandou construir o Farol de Alexandria. Este tinha lugar na Ilha de Faros e, por causa do nome da ilha, todas as construções até hoje, com o mesmo objetivo, são chamadas de farol. O e…

SILVEIRÂNIA, MINAS GERAIS - Vista do alto da Serra dos Caramonas, Silveirânia oferece um aspecto deveras pitoresco e deslumbrante, impressionando-nos como se fosse um bando branco de pombas, pousado sobre tapete verdejante da relva, tal a disposição simétrica do casario que margina o lado esquerdo do ribeirão S. Manuel.

CONHEÇA A CIDADE DE "SILVEIRÂNIA", MINAS GERAIS, BRASIL Conheça a história do pico mais alto da região, que faz parte da derivação da Serra da Mantiqueira e se destaca como acidente natural, contribuindo para composição de embelezamento de uma região que já é linda por natureza...  Vista do alto da Serra dos Caramonas, Silveirânia oferece um aspecto deveras pitoresco e deslumbrante, impressionando-nos como se fosse um bando branco de pombas, pousado sobre tapete verdejante da relva, tal a disposição simétrica do casario que margina o lado esquerdo do ribeirão S. Manuel.  Rodovia de acesso à cidade de Silveirânia, MG (Antrbns) Pico do João Felix em Silveirânia, MG (Roberto Mosqueiro) Silveirânia, MG  encravada nas Montanhas de Minas (Prefeitura Municipal) Entorno da cidade de Silveirânia, MG (Prefeitura Municipal) Campo de Futebol e Silveirânia, MG (Antrbns) Casa paroquial da cidade de Silveirânia, MG (Jeani Goulart) Escola Estadual da cidade de Silveirânia, MG (Antrbns) Entor…

TOCANTINS, MINAS GERAIS - Entre as montanhas de Minas uma cidade hospitaleira, tranquila e que comemora anualmente a festa do Tocantinense ausente

CONHEÇA A CIDADE DE "TOCANTINS", MINAS GERAIS, BRASIL Foto - PMT BEM VINDO A CIDADE DE TOCANTINS. A MELHOR CIDADE DO MUNDO ( LEMA MUNICIPAL ) foto - Thymonthy Becker População estimada 2016 (1) - 16.703 Área da unidade territorial 2015 (km²) - 173,866 Densidade demográfica 2010 (hab/km²) - 91,01 Código do Município 3169000 Gentílico - tocantinense Prefeito 2017 / IEDER WASHINGTON DE OLIVEIRA ORIGEM DO NOME DA CIDADE DE TOCANTINS, MG A origem do topônimo deve-se a presença dos índios chamados “Tocantins”, primitivos habitantes da região. O gentílico é “Tocantinense”.
Gentílico: tocantinense HISTÓRICO DA CIDADE DE TOCANTINS, MG Consta que, na margem do rio que corta a região, habitava uma tribo de índios chamados Tocantins. E a história de tocantins relaciona-se com a de São Manoel do Pomba atual Rio Pomba, a que pertenceu em tempos idos. O primeiro núcleo originou-se mais ou menos em 1812, quando da doação do patrimônio da cidade, feita pelo capitão José Antônio Machado…