Pular para o conteúdo principal

SÃO JOÃO DEL REI, MINAS GERAIS - Entre as cidades históricas mineiras, São João Del Rei é uma das que mais se desenvolveu economicamente, com trânsito e comércio movimentado. Mas ainda conserva bela parte do seu patrimônio, como a igreja de São Francisco de Assis e a Catedral Nossa Senhora do Pilar. O moderno Memorial Tancredo Neves tem recursos digitais que contam a história do ex-presidente e de Minas Gerais.




CONHEÇA A CIDADE DE "SÃO JOÃO DEL REI", MINAS GERAIS, BRASIL - OLHANDO DA JANELA DO TREM
Entre as cidades históricas mineiras, São João del Rei é uma das que mais se desenvolveu economicamente, com trânsito e comércio movimentado.
Mas ainda conserva bela parte do seu patrimônio, como a igreja de São Francisco de Assis e a Catedral Nossa Senhora do Pilar. O moderno Memorial Tancredo Neves tem recursos digitais que contam a história do ex-presidente e de Minas Gerais.
COMO CHEGAR
Saia de Belo Horizonte pela BR-040. Após Congonhas, vire à direita na BR-383 e siga para São João Del Rei. Para quem for viajar de ônibus, a Viação Sandra
SUGESTÕES DE ROTEIROS
2 dias – Aproveite o primeiro dia para caminhar pelas estreitas ruas do Centro Histórico, entrando e saindo de igrejas e museus. No dia seguinte, a pedida é embarcar em um passeio de maria-fumaça em direção a vizinha Tiradentes. Enquanto aguarda o regresso, dá tempo de admirar as charmosas construções coloniais da pequena cidade.
4 dias – Se tiver dois dias a mais, pode conhecer cidades próximas a São João del Rei, com o intuito de fazer compras. Todas os municípios são acessados pela BR-363. A 17 km, Coronel Xavier Chaves tem tradição na confecção de rendas. Enormes esculturas de madeira colocaram Prados, distante 29 km, no cenário turístico mineiro. Mais distante, Resende Costa, a 37 km, tem várias lojas de tear.

COMIDA TÍPICA MINEIRA
Cada receita aqui tem sabor de história: algumas remontam à escravidão, outras ao Ciclo do Ouro, tudo temperado com influências indígenas, portuguesas e africanas.
O feijão-tropeiro (feijão cozido, farinha de mandioca e linguiça) era a alimentação básica dos trabalhadores que transportavam mercadorias em lombo de burro. A galinha caipira com quiabo e angu (fubá e água), herança indígena, era usada para alimentar escravos.
A lista de delícias é longa: tutu de feijão, frango ao molho pardo (com sangue da ave), frango com ora-pro-nóbis (folha de uma trepadeira típica) e frango com quiabo (em geral, refogado em banha de porco). Os acompanhamentos clássicos são torresmo, couve e angu. Ideal para os dias frios, o bambá de couve é feito com caldo de carne engrossado com fubá, couve, ovos e linguiça. Os doces caseiros (de leite, goiaba, abóbora ou mamão) costumam fazer par com o queijo branco.
Muitas pessoas famosas, que fazem parte da história do País, nasceram em São João del Rei como o presidente Tancredo Neves e Tiradentes, mártir da inconfidência mineira. Atualmente, a cidade é bem conhecida pelo grande numero de estudantes que migram para lá para estudar em suas faculdades, inclusive a UFSJ.
BEM VINDO A CIDADE UNIVERSITÁRIA DE SÃO JOÃO DEL REI. BELA E HISTÓRICA
foto - ?

foto - ?
MEMORIAL TANCREDO NEVES / SOLAR DOS NEVES
As nove salas do casarão do século 17 reúnem fotos e documentos sobre a trajetória política do Brasil e do ex-presidente Tancredo Neves.
Vale a pena visitar! Um grande homem, uma grande homenagem, um grandioso memorial. Impossível não se emocionar com tamanha bravura e dedicação! Um marco na história que infelizmente pouco durou, mas permanece nas lembranças e corações brasileiros.
foto - Wikipédia
foto - ?
foto - ?
ESCOLA ESTADUAL
foto - Jurandir Lima
SEDE DO PODER EXECUTIVO - PREFEITURA -
foto - Alzira Agostini Haddad
CHAFARIZ
foto - ?
IGREJA DE SÃO FRANCISCO DE ASSIS
A Igreja de São Francisco de Assis é um templo católico fundado pela Venerável Ordem Terceira de São Francisco de Assis. A igreja, começada em 1774, é um dos principais marcos da arquitetura colonial mineira.
A Venerável Ordem Terceira de São Francisco de Assis, ou ainda Venerável Ordem Terceira da Penitência de São Francisco de Assis, foi fundada em 8 de março de 1749 na então Vila de São João Del Rei. A ordem foi canonicamente ereta pelo então Bispo de Mariana Dom Frei Manoel da Cruz.
A igreja da ordem é um majestoso templo, um dos mais belos do Barroco Mineiro. Nesta obra trabalharam os mestres Francisco de Lima Cerqueira, Aniceto de Sousa Lopes e Antônio Francisco Lisboa, o Aleijadinho, autor da portada principal.
foto - Thymonthy Becker 
foto - Thymonthy Becker 
foto - Thymonthy Becker 
TORRE DAS ANTENAS
foto - ?
IGREJA DE NOSSA SENHORA DO CARMO
Localiza-se no Largo do Carmo da cidade. É uma das principais igrejas coloniais desta cidade mineira.
Erguida na fase áurea do rococó, a igreja traz inovações do estilo: a portada ricamente decorada por elementos escultóricos e as torres octogonais ligeiramente recuadas do plano da fachada.
O interior apresenta obra de talha de magnífica execução, mas sem o douramento comum às igrejas coloniais mineiras. No consistório há um conjunto de mesa com oito pés e cadeiras de alto espaldar em jacarandá, típico do período setecentista, atribuído ao artista Manuel Rodrigues Coelho, que realizou a capela-mor, os púlpitos e o medalhão do arco cruzeiro.
Um bonito portão de ferro forjado emoldura a entrada do cemitério próximo à igreja.
foto - Thymonthy Becker 
foto - Thymonthy Becker 
foto - Thymonthy Becker 
ESTAÇÃO FERROVIÁRIA
foto - Wikipédia
foto - ?
CONHEÇA UM POUCO MAIS DA CIDADE DE SÃO JOÃO DEL REI
foto - ?
foto - ?
foto - Jurandir Lima
foto - Jurandir Lima
 foto - Marcelo Máximo
foto - ?
foto - ?
foto - ?
foto - ?
foto - ?
foto - ?
LARGO DA CRUZ
foto - ?
RUA DAS CASAS TORTAS
foto - Wikipédia
CENTRO HISTÓRICO / PATRIMÔNIO CULTURAL
A cidade de São João Del Rei possui vasta herança patrimonial, tanto de "pedra e cal" quanto bens intangíveis.
A cidade não se resume apenas no estilo colonial, é possível encontrar diversos estilos arquitetônicos, desde o barroco até os atuais com grandes edificações
foto - ?
foto - ?
foto - ?
foto - ?
foto - ?
foto - ?
foto - ?
foto - ?
foto - ?
foto - ?
foto - ?
foto - ?
foto - ?
foto - ?
foto - Thymonthy Becker 
foto - Thymonthy Becker 
foto - Thymonthy Becker 
foto - Thymonthy Becker 
foto - Thymonthy Becker 
foto - Jurandir Lima
foto - Jurandir lima
foto - Jurandir Lima
O CARRO DO BATENTE / ENGEQUISA SEMPRE PRESENTE
foto - Thymonthy Becker 
foto - Jurandir Lima
foto - ?
foto - ?
foto - ?
foto - ?
foto - ?
foto - ?
UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL REI
foto - Thymonthy Becker 
foto - Thymonthy Becker 
foto - Thymonthy Becker 
População estimada 2016 (1) - 89.832
Área da unidade territorial 2015 (km²) - 1.452,002
Densidade demográfica 2010 (hab/km²) - 57,68
Código do Município 3162500
Gentílico - são-joanense
ORIGEM DO NOME
O nome da cidade eh uma homenagem a Dom João V e ao desbravador da região “Tomé Portes Del Rei”
Gentílico: são-joanense
HISTÓRICO
Em busca de esmeraldas, a bandeira de Fernão Dias Pais Leme foi, no ano de 1674, forçada a passar a estação chuvosa na Serra Negra, onde fundou o primitivo arraial das Minas Gerais ? Ibituruna, distante doze léguas da atual cidade de São João Del Rei, a cujo município pertenceu até 1922. Os cascalhos auríferos da bacia do rio das Mortes, que ?assoalhavam o caminho trilhado pelos bandeirantes?, denunciaram os grandes depósitos de ouro da região. Os primeiros povoadores de São João Del Rei foram os paulistas.
Em fins do século XVII, Tomé Portes Del Rei, procedente de Taubaté, fixou-se às margens do rio da Mortes, localidade a que chamavam, por ser passagem de todas as embarcações, do ?Porto Real , e teve início o primeiro arraial. Em 1702, porém, falecia Tomé Portes Del Rei, a quem, desde 1701, havia sido conferido o direito de cobrança de passagem no rio das Mortes. Sucedeu-o seu genro Antônio Garcia da Cunha. Até 1703, a importância do povoado decorria de sua situação como ponto de ligação com os Sertões do Caeté e a região das minas do Carmo, Ouro Preto e Sabará. De 1703 a 1704, o português Manuel João de Barcelos descobriu, nas fraldas dos montes, ricas manchas de ouro e os paulistas Pedro do Rosário e Lourenço da Costa iniciaram ali os trabalhos de faiscação. Forasteiros e aventureiros começaram a afluir para o local. E nas encostas das serras, atualmente denominado Morro da Forca, erigiram os paulistas a primeira igreja, consagrada à Nossa Senhora do Pilar. Assim, por sua posição geográfica e pela sua riqueza aurífera, surgiu o arraial do Rio das Mortes.
Na guerra entre os paulistas e emboabas, ainda no início do século XVIII, foi o arraial do Rio das Mortes fortemente abalado com a morte e o afastamento dos paulistas, aos quais foram usurpadas as minas. Apesar dessas lutas e disputas, a povoação continuou a prosperar. Em 8 de julho de 1713, foi criada a vila, que recebeu, em homenagem a D. João V e Tomé Portes Del Rei, o nome de São João Del Rei.
ESTA EH A BANDEIRA DA CIDADE DE SÃO JOÃO DEL REI, MINAS GERAIS
ESTE EH O BRASÃO DO MUNICÍPIO DE SÃO JOÃO DEL REI, MINAS GERAIS


VALEU PELA VISITA. SEMPRE VOLTE




fonte dos textos e fotos: Wikipédia / viajeaqui.abril.com.br / Thymonthy Becker / IBGE / Governo de São João Del rei, MG / 

Comentários

Páginas que receberam mais visitas

BAEPENDI, MINAS GERAIS - A terra de "Nhá Chica". Na natureza preservada no município estão cerca de 40% do parque ecológico do papagaio, é local ideal para fazer trilhas e acampar em paradisíacos lugares. Baependi é uma das poucas cidades que podem ser visitadas durante qualquer época do ano, sem se preocupar com a programação que irá encontrar pois, o verão é bem definido, sendo um convite para se deslumbrar com as mais de cinqüenta cachoeiras que cercam a cidade e o inverno pouco chuvoso propicia inúmeras opções para enfrentar trilhas e acampar em paradisíacos lugares

COLORADO, RIO GRANDE DO SUL - Colorado é uma pequena cidade do Alto Jacuí. Fundada por imigrantes italianos e alemães. O espetáculo, belezas naturais, cores, aromas que seduzem à primeira vista. O município tem como base da economia a produção agrícola. A região possui uma relação muito próxima com as águas e com a geração de energia elétrica, a partir da formação do maior lago artificial do Estado – os Alagados do Passo Real e da Barragem de Ernestina. Bonitas e agradáveis, as cidades proporcionam atrações diversificadas, eventos, muitas festas, gastronomia, artesanato.

REPRESA DE FURNAS, SÃO JOSÉ DA BARRA, MINAS GERAIS - No dia 9 de janeiro de 1963 o túnel que desviou o curso do rio Grande para a construção da Usina de Furnas foi fechado e as águas que formaram um dos maiores reservatórios do mundo, criou praias, formou cânions e cachoeiras, inundou vilarejos e mudou para sempre a história dos 34 municípios que ficam ao longo dos 1.440 km2 de extensão do Lago de Furnas que abrange também parte do Parque Nacional da Serra da Canastra. O Lago de Furnas, também conhecido como "O MAR DE MINAS", é quatro vezes maior que a Baía de Guanabara, no Rio de Janeiro

BRASÍLIA, DF, BRASIL - Brasília é formada por gente de todos os lugares, todas as idades e de muitas gerações. É uma mistura de sotaques do Nordeste, Sudeste, Norte e Sul do país e até de estrangeiros. Por conta de seu rápido crescimento, já é a quarta cidade mais populosa do país. A maioria dos moradores, 52%, é mulher e tem em média 30 anos. Os primeiros habitantes que chegaram a Brasília vieram, principalmente, atraídos pelos empregos na construção civil e ajudaram na construção da capital. Eles eram chamados de candangos e aqui construíram e criaram famílias

TOMBOS, MINAS GERAIS - Na cachoeira três tombos, verdadeira obra da natureza de imensurável beleza que constitui um cartão postal da cidade com 62 metros de altura. A Gruta Pedra Santa localizada no distrito de Catuné, uma obra construída pela própria natureza. Ao longo do tempo a grande pedra foi desintegrando-se e formou-se um grande salão, onde ergueu-se a capela em Honra a Nossa Senhora de Lourdes. Praças diversas, museu municipal que funciona na antiga estação ferroviária, usina hidrelétrica de Tombos e os dois distritos “Catuné” e “Água Santa” valem uma visita à cidade de Tombos

IGATU, ANDARAÍ, BAHIA - Eh uma verdadeira cidade de pedra. "Sagrada" pra quem viveu lá durante o auge do ciclo do diamante. O trajeto até a vila já é uma atração: a estrada de acesso pela BA-142 é cheia de mirantes naturais. Ao chegar, a impressão é de ter voltado no tempo, quando igatu era chamada de Xique Xique e famosa pela extração de diamantes. Hoje não há farmácias, o hospital mais próximo fica em Andaraí, a 12 km. Em outros tempos quem diria? Cabarés, cassinos, lojas, cadeia, cartório, cinema...

SERRA DO NAVIO, AMAPÁ - A História da Serra do Navio remonta aos anos 1950. A região era rica em manganês e outros minérios. Por isso, a brasileira ICOMI, com sede em Belo Horizonte e atuação em Minas Gerais, foi escolhida para explorar o minério e construir a vila operária, que daria origem à cidade de Serra do Navio. Cada vila tinha 330 casas, prédios coletivos (escolas, hospitais, refeitórios), abrigando até 1.500 pessoas, entre trabalhadores e familiares. Tinha ruas largas, postes de concreto para a fiação elétrica e telefônica, calçadas, parques, clubes com piscina, quadras esportivas, restaurante e lanchonete, drenagem de águas das chuvas e tratamento de água e esgoto. Todas as casas tinham mais de 90m² e contavam com saneamento e energia elétrica, proveniente de geradores da ICOMI.

RIO DE JANEIRO, BRASIL - Do primeiro ao último minuto do ano, não falta o que fazer, o que visitar e o que rever no Estado do Rio de Janeiro, que não por acaso ostenta o rótulo de Maravilhoso. Além das praias e de seus outros dois ícones geográficos – o Corcovado e o Pão de Açúcar – o Rio vem ganhando uma série de atrativos culturais e gastronômicos. Quem deixa a capital e percorre o litoral fluminense encontra praias de beleza raríssima. Ao norte, na Região dos Lagos, estão as dunas de Cabo Frio, as águas translúcidas e frias de Arraial do Cabo, boas para mergulho, a badalação de Búzios e as trilhas rurais de Rio das Ostras

GRAMADO, RIO GRANDE DO SUL - Faltava neve à Gramado para que ela assumisse de vez o título de “Suíça brasileira”. Não falta mais: o Snowland, primeiro parque de neve artificial indoor das Américas, trouxe esportes de inverno à cidade, que já era famosa pelas construções enxaimel (aquelas de paredes esquadrinhadas com tirantes de madeira), pelas fondues nos bons restaurantes suíços e pelo climinha gostoso da Serra Gaúcha.

CAMPO BELO, MINAS GERAIS - A primeira cidade do Brasil a ter um time de Rugby (Campo Belo Rugby - CBR) A cidade tem paisagens deslumbrantes com campos a perder de vista. Ideal para a prática de esportes de aventura, ecoturismo, esportes náuticos com várias cachoeiras, praias de água doce além da tradicional e boa comida mineira. Uma cidade tranquila, acolhedora com boas opções para hospedagem