Pular para o conteúdo principal

PORTO DE GALINHAS, IPOJUCA, PERNAMBUCO - Piscinas naturais com águas calmas, límpidas, mornas e inúmeros tons esverdeados. Porto de Galinhas eh mesmo uma pintura de Deus




CONHEÇA "PORTO DE GALINHAS", IPOJUCA, PERNAMBUCO, BRASIL
Não é a toa que Porto de Galinhas leva a fama de um dos mais badalados balneários do litoral de Pernambuco. O contraste das águas verdes, areias brancas e céu azul turquesa faz jus e merece o título, assim como uma visita em qualquer época do ano.
As praias são os destaques e, se você ainda não sabe o que fazer enquanto estiver por lá, confira nossas dicas de roteiros para 3, 5 e 7 dias em Porto de Galinhas aqui no Viajando.expedia.com.br. Localizada no município de Ipojuca, a 70 quilômetros de Recife, piscinas naturais com águas mornas e transparentes é o que não vai faltar na sua viagem.
Praia de Porto de Galinhas, um dos maiores hits do litoral brasileiro onde faz calor o ano todo (Otávio Dias de Oliveira)
Deve muito de sua fama ao imenso conjunto de recifes que fica próximo da orla. Por causa dele, a vila de pescadores transformou-se num respeitável pólo turístico a partir do início dos anos 90: viajantes de todos os cantos do Brasil aportavam na vila para embarcar em jangadas e conhecer os recifes e piscinas naturais.
Surgiram hotéis, pousadas, resorts, condomínios residenciais e casas de veraneio para atender a um número crescente de visitantes.
Tanta gente pisou nos recifes que a destruição da vida marinha foi inevitável. Nos últimos anos, o passeio praticamente foi relegado a segundo plano, perdendo espaço para os tours de bugue, as praias do sul ou mesmo as atividades dos resorts. 
Medidas foram tomadas, em 2014, para a recuperação desse patrimônio – agora, monitores controlam o acesso e limitam o tempo do passeio e a área visitada. Resta saber quanto tempo vai levar para que a medida dê resultado. Enquanto isso, os bugues, as praias e os resorts continuarão garantindo a diversão.
Praia Toquinho. Na maré baixa, a barreira de pedras forma uma boa piscina natural (José Eduardo Camargo)
Uma boa pedida para quem quer viajar para o Nordeste. Todos os anos, pelo menos 800 mil turistas (parte deles a bordo de ônibus de excursões) desembarcam em Porto de Galinhas em busca da boa rede hoteleira (com confortáveis resorts e também charmosas pousadinhas), da gastronomia nordestina e dos passeios de bugue e jangada
A praia do Serrambi, quase privativa, atrai quem gosta de mergulho graças às suas águas clarinhas e embarcações naufragadas (Divulgação)
É uma das praias mais frequentadas de todo o Nordeste. O motivo? Um centrinho cheio de lojas, bares e restaurantes, e a beleza de suas piscinas naturais, com águas calmas, límpidas e mornas em inúmeros tons esverdeados - jangadas levam até elas, mas quando a maré está bem baixa também dá para chegar a pé. Na areia predominam as barracas populares e o assédio de insistentes garçons.
A praia Muro Alto tem um grande "lago natural", de águas calmas e transparentes, limitado por um paredão de recifes (Divulgação)
UM DIA PERFEITO
O horário de saída para o passeio de jangada às piscinas naturais depende da maré baixa. De posse dessa informação, divida o dia em dois períodos. Reserve uma hora para fazer a clássica atividade, tempo necessário para a embarcação ir e voltar dos corais.
Vista aérea de Porto de Galinhas. Barcos e jangadas levam o turista até as piscinas naturais do local (Ricardo Rollo)
O outro período do dia pode ser dedicado ao passeio de bugue, chamado de “ponta a ponta”: pela areia ou por estradas asfaltadas, o roteiro contempla as praias de Muro Alto, Cupe, da Vila e Maracaípe. Para encerrar o dia, aposte nas criativas receitas do Beijupirá.
As piscinas naturais de Porto de Galinhas atraem mais de meio milhão de turistas todo ano
O GUIA RECOMENDA
No passeio de bugue você já identifica as praias para as quais deseja voltar. Como Maracaípe, por exemplo. Bem mais preservadas que as piscinas naturais de Porto de Galinhas, as piscinas de Maracaípe, a apenas 3 km da Vila, têm vida marinha mais presente. Na mesma praia, barqueiros navegam pelo Rio Maracaípe com o objetivo de mostrar cavalos-marinhos para os viajantes.
Praia Toquinho é delimitada pelo Rio Sirinhaém, que separa os municípios de Ipojuca e Tamandaré (Heudes Regis)
Da Barra de Sirinhaém, a 34 km de Porto, parte o passeio de catamarã até a Praia dos Carneiros, em Tamandaré, que dura seis horas. Mas a praia, com coqueiros, piscinas naturais e mar de águas transparentes, merece um dia inteiro só para ela. Nesse caso, faça o passeio de bugue a partir de Porto ou vá com carro próprio – são 62 km até lá.
Praia de Porto de Galinhas, que todo ano atrai mais de meio milhão de pessoas (Divulgação)
COMO CHEGAR
Boa notícia para quem viaja a Porto de Galinhas a partir do Aeroporto Internacional de Recife/Guararapes (porta de entrada do estado) ou do Centro de Recife: uma extensão da PE-009 (duplicada e pedagiada) foi construída, diminuindo a distância em 15 km – não é mais preciso atravessar as áreas urbanas de Cabo de Santo Agostinho e Ipojuca. Ainda assim, um trecho movimentado da BR-101 leva à PE-009. A pista duplicada termina em Nossa Senhora do Ó (dali até Porto são 11 km em pista simples com ótimas condições).
Jangadas levam os turistas às piscinas naturais com águas cristalinas (Pale Zuppani)
A Viação Cruzeiro (81/2101-9018; de R$ 7,40 a R$ 10,90; duas horas de viagem; saídas a cada hora) opera uma linha de ônibus que parte do terminal Cais de Santa Rita, no Centro de Recife, e vai direto ao centrinho de Porto.
No Biroska da Cachaça, a pista de dança é eclética – toca de forró a house (fecha de maio a julho) (Divulgação)
COMO CIRCULAR
Não é difícil se locomover por Porto de Galinhas. Quem está na Vila está perto de tudo. E alguns hotéis e pousadas mais afastados têm traslado até ali em horários determinados – a consistente frota de táxis também auxilia na locomoção pela região. Para conhecer as praias, uma boa pedida é fazer o passeio de bugue “ponta a ponta”, que passa por toda a orla. Se a Vila está toda asfaltada, algumas vias de acesso às praias ainda são de terra – em época de muita chuva, verdadeiras piscinas são formadas, dificultando a passagem.
A praia do Centro de Porto de Galinhas abriga o maior atrativo do destino: as piscinas naturais. Na orla predominam barracas e vendedores ambulantes (Divulgação)
ONDE FICAR
Em que pesem algumas exceções, a hotelaria se divide em três perfis gerais: resorts afastados da vila e próximos das praias do Cupe e de Muro Alto; pousadas de pequeno e médio porte, no centrinho da Vila; e hospedagens de proposta rústica ou voltadas para surfistas, na Praia de Maracaípe.
A maioria dos hotéis pé na areia está em áreas de mar agitado – como Maracaípe, Borete e parte das praias do Cupe e Muro Alto –, o que explica em certa razão os investimentos em grandes piscinas, no caso dos resorts. Novidade em 2014, o Enotel Acqua Club tem como principal trunfo um parque aquático voltado a crianças e adolescentes.
A praia Muro Alto tem um grande "lago natural", de águas calmas e transparentes, limitado por um paredão de recifes
Entre as pousadas próximas da praia e com vista para o mar, a Arandu tem preços mais baixos: R$ 200 na baixa e R$ 300 na alta temporada. Das mais novas, a Unaí tem boa relação custo-benefício: diárias a partir de R$ 139 na baixa e R$ 169 no verão.
As piscinas naturais e cristalinas de Porto de Galinhas são uma das atrações do povoado pernambucano
ONDE COMER
Peixes e frutos do mar predominam nos cardápios de Porto (como, por exemplo, no estrelado Beijupirá). A maioria dos restaurantes está concentrada na Vila de Porto de Galinhas. Na Praia do Cupe, a já famosa galinha ao molho pardo da Cabidela da Natália faz sucesso há duas décadas. Outras duas boas experiências gastronômicas locais são os caranguejos frescos do Estrela do Mar e os escondidinhos do Barcaxeira.
Batata, arroz e camarão, prato servido no Beijupirá, melhor restaurante de Porto de Galinhas, segundo o GUIA QUATRO RODAS (Divulgação)
SACOLINHA
Quem passa pelo calçadão da Rua da Esperança (a principal da Vila) não deixa de notar a sedutora e coloridíssima vitrine da loja Gatos de Rua. Descolado, o lugar vende itens que vão de roupas a chaveiros – boa parte feita a partir da reciclagem de garrafas pet.
Pontal de Maracaípe, de onde saem os passeios de jangada pelo Rio Maracaípe, uma das atrações de Porto de Galinhas (Jose Eduardo Camargo)
ARTES
O artesão Carcará, famoso por esculpir galinhas com raízes de coqueiros, agora tem uma exposição permanente, ao ar livre. É a Mitos do Mundo, com esculturas de famosos espalhadas pelas ruas da Vila. Amy Winehouse, Elvis Presley, Frida Kahlo e Michael Jackson convidam para uma foto.
O artista plástico Carcará em seu ateliê. Símbolos do lugar, galinhas de todos os tipos enchem as vitrines do povoado
NOITE
A Vila concentra o movimento. O eclético Birosca da Cachaça é point de paquera – especialmente às sextas e sábados, quando recebe DJs que tocam vários ritmos. Para curtir um bom forró, o Lua Morena (3552-1877) é a pedida certa às quartas e sábados – na quinta, o ritmo é o sertanejo.
No Café do Brasil, que fica no largo mais movimentado da vila, são servidos cafezinho, drinques e batidas de frutas (Ricardo Freire)

QUANDO IR
O clima é quente durante o ano inteiro. Entre setembro e novembro, o sol aparece com maior frequência e os preços são menores do que os praticados entre dezembro e março.
Por Fernando Leite / viajeaqui.abril.com.br / (fonte e fotos)
Se você busca um paraíso aqui na terra, fique sossegado, porque existe. E esta bem aqui no Brasil. E no nordeste. Mais precisamente em Pernambuco.
Estou falando de “PORTO DE GALINHAS”.
As piscinas naturais, mornas e cristalinas tornaram Porto de Galinhas um dos principais destinos do Nordeste
Sua fama se deve principalmente as piscinas de águas claras e mornas formadas entre corais, estuários, mangues, areia branca e coqueirais. Localizada em Ipojuca, a 70 quilômetros do Recife, é um dos principais pontos turísticos do litoral nordestino.
Inicialmente, a praia era chamada de Porto Rico.
Vista aérea da Praia Muro Alto. A formação do local – um lago limitado por um paredão de recifes – é ideal para a prática de caiaque e windsurf (Divulgação) 
Este porto era o principal ponto de comércio de escravos ilegais no nordeste brasileiro, muitas vezes os mesmos chegavam escondidos embaixo de engradados de galinhas d’angola.
A chegada dos escravos ilegais ao porto costumava ser anunciada pela frase “TEM GALINHA NOVA NO PORTO!”. Desta forma, a praia de Porto Rico ficou conhecida como Porto das “Galinhas”.
“PORTO DE GALINHAS” recebe todos os anos, meio milhão de turistas.
Venha conhecer esta belíssima praia brasileira. Você não irá se arrepender.
Lagosta no mar de Porto de Galinhas. O mergulho é uma das atrações da vila e inclui fotos subaquáticas (Divulgação)

VALEU PELA VISITA



Fonte / Fotos  = Thymonthy Becker / viajeaqui.abril.com.br / Portal de turismo da Bahia / IBGE / Divulgação / 



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

5 ESTRADAS BRASILEIRAS QUE VALE A PENA DIRIGIR POR ELAS - Viajar de carro pode ser muito bom, se for por uma dessas estradas. Confira cinco trechos que agradam tanto quanto o destino final de suas férias

CONHEÇA 05 ESTRADAS QUE VALE A PENA VOCÊ VIAJAR DE CARRO POR ELAS. Há quem diga que o importante não é o destino final, e sim o caminho até lá. Em uma viagem de carro, não costuma ser bem assim, considerando o péssimo estado do asfalto de nossas estradas, além do custos do pedágio, motoristas ruins e a falta de uma boa paisagem. Mesmo com todos esses problemas, é possível aproveitar um passeio automotivo pelo Brasil em uma das cinco estradas escolhidas pela Hertz, empresa especializada em aluguel de veículos: Confira ESTRADA REAL / MINAS GERAIS / RIO DE JANEIRO / SÃO PAULO  Também conhecida como Caminho Real, é uma das estradas mais famosas do Brasil, por ser um dos principais pontos turísticos do País. Tem 1.630 quilômetros de extensão, passando por Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo. Motivos não faltam para visita-la, com um circuito de 179 cidades históricas, passando por belas paisagens formadas pelos trechos de mata atlântica. Tem até atividades fora do carro, como caminhada…

VIRGINÓPOLIS, MINAS GERAIS - Alem da festa da Jabuticaba que acontece anualmente, a cidade possui uma das maiores escadarias de igreja do mundo, com mais de 500 degraus

CONHEÇA A CIDADE DE "VIRGINÓPOLIS", MINAS GERAIS, BRASIL A cidade é regionalmente conhecida pela tradicional Festa da Jabuticaba, que ocorre anualmente em setembro. Um aspecto interessante é que, apesar da festa, a cidade não se configura como grande produtor da fruta.  Outro aspecto cultural interessante é a presença da Capela de Nossa Senhora do Patrocínio, que possui uma das maiores escadarias de igreja do mundo, com mais de 500 degraus, construídos pelos próprios moradores da cidade em mutirões realizados no fim da década de 1980.  CASARÃO NA CIDADE DE VIRGINÓPOLIS, MG(asminasgerais.com.br) CASARÃO EM VIRGINÓPOLIS, MG (asminasgerais.com.br) CENTRO DA CIDADE DE VIRGINÓPOLIS, MG (asminasgerais.com.br) PRAÇA EM VIRGINÓPOLIS, MG (asminasgerais.com.br) VIRGINÓPOLIS, MG(asminasgerais.com.br)
CASARÃO EM VIRGINÓPOLIS, MG(asminasgerais.com.br)
PRAÇA EM VIRGINÓPOLIS, MG(asminasgerais.com.br)
RUA CENTRAL DA CIDADE DE VIRGINÓPOLIS, MG(asminasgerais.com.br)
UMA DAS MAIORES ESCADARIAS …

REPRESA DE FURNAS, SÃO JOSÉ DA BARRA, MINAS GERAIS - Em 1963 fecharam o túnel que criou praias, formou cânions, inundou vilarejos mudando para sempre a história de 34 cidades mineira e formando o espetacular “Mar de Minas”

CONHEÇA A "REPRESA DE FURNAS", SÃO JOSÉ DA BARRA, MINAS GERAIS, BRASIL foto - Thymonthy Becker No dia 9 de janeiro de 1963 o túnel que desviou o curso do rio Grande para a construção da Usina de Furnas foi fechado e as águas que formaram um dos maiores reservatórios do mundo, criou praias, formou cânions e cachoeiras inundou vilarejos e mudou para sempre a história dos 34 municípios que ficam ao longo dos 1.440 km2 de extensão do Lago de Furnas. (Thymonthy Becker) A sede do município de Guapé ficou praticamente submersa, o que levou à construção de uma nova sede em local definido pela população. O distrito de São José da Barra, então pertencente a Alpinópolis e emancipado em 1994, ficou integralmente debaixo das águas e deu lugar à "Nova Barra", que a pedido do padre Ubirajara Cabral, pároco local, foi construída pela Central Elétrica de Furnas na forma de um banjo. (Thymonthy Becker) A maioria dos municípios possuía vocação agropecuária, mas com o alagamento das ár…

ITUIUTABA, MINAS GERAIS - Com vários atrativos turísticos como cachoeiras, trilhas, museu, parques. artesanato regional e a famosa cachaça artesanal

CONHEÇA A CIDADE DE "ITUIUTABA", MINAS GERAIS, BRASIL BEM VINDO A CIDADE DE ITUIUTABA, MG. PORTAL DO TRIÂNGULO MINEIRO foto - ? População estimada 2016 (1) - 103.945 Área da unidade territorial 2015 (km²) - 2.598,046 Densidade demográfica 2010 (hab/km²) - 37,40 Código do Município 3134202 Gentílico - ituiutabano Prefeito 2017 / FUED JOSE DIB ORIGEM DO NOME O nome da cidade eh de origem indígena: I - rio, TUIU ­barrento; TABA - povoação, cidade. “Cidade do rio barrento”
Gentílico: ituiutabano HISTÓRICO Ituiutaba é uma fusão de vocábulos tupis que significa "povoação do rio Tijuco". Os primitivos habitantes do município eram ameríndios, pertencentes ao grupo Gê, também chamados caiapós. Uma das tribos que deixaram fama na região foi a dos panariás, muito bem estudada por Alexandre Barbosa, de Uberaba. Por fim ela foi aldeada na atual povoação de São Francisco de Sales, às margens do Rio Grande, no vizinho município de Campina Verde. Os panariás - assinala o his…

MONUMENTO HOLGER DANSKE, DINAMARCA - A tradição diz que a estátua ganhará vida quando a Dinamarca se encontrar em grande perigo e salvará a nação

CONHEÇA O "HERÓI LENDÁRIO DA DINAMARCA - HOLGER DANSKE ", DINAMARCA 
Explorar as criptas e catacumbas do Castelo de Kronborg é uma grande experiência. Escondido no porão do castelo, você vai conhecer o dinamarquês Holger (Holger Dansk), uma imponente estátua de pedra. Holger o dinamarquês, é uma figura lendária na cultura dinamarquesa. Se a Dinamarca se encontrar em apuros, ele vai acordar e defendê-la! HOLGER DANSKE, OU HOLGER, O DINAMARQUÊS, É UM HERÓI LENDÁRIO DA DINAMARCA. A PRIMEIRA REFERÊNCIA QUE TEMOS SOBRE A SUA EXISTÊNCIA APARECE EM ANTIGOS POEMAS FRANCESES, DE MEADOS DO SÉCULO XI. DE ACORDO COM A LENDA, ERA FILHO DE GODOFREDO, REI DA DINAMARCA. O SEU FILHO FOI MORTO POR CARLOS, O JOVEM, FILHO DE CARLOS MAGNO; EM BUSCA DE VINGANÇA, PROCUROU-O E MATOU-O. SÓ POR POUCO O IMPEDIRAM DE MATAR O PRÓPRIO CARLOS MAGNO. RESISTIU A CARLOS MAGNO DURANTE SETE ANOS, MAS FEZ A PAZ PARA LUTAR AO LADO DELE CONTRA OS SARRACENOS. DURANTE ESSA BATALHA MATOU O GIGANTE BREHUS. OS BARALHOS …

PONTE NOVA, MINAS GERAIS - No circuito turístico Montanhas e Fé da Estrada Real e Rota Imperial

CONHEÇA A CIDADE DE "PONTE NOVA", MINAS GERAIS, BRASIL Foto - Ronaldo Fernandes PARQUE MUNICIPAL NATURAL "TANCREDO NEVES" EM PONTE NOVA, MG
Foto - Isabella Ottoni
PONTE DA BARRINHA EM PONTE NOVA, MG
Foto - Ronaldo Fernandes
RIO PIRANGA EM PONTE NOVA, MG
Foto - Isabella Ottoni 
SEDE DA FAZENDA SANTA HELENA EM PONTE NOVA, MG
Foto - Ronaldo Fernandes
USINA SANTA HELENA EM PONTE NOVA, MG
Foto - Isabella Ottoni
VISTA GERAL DA CIDADE DE PONTE NOVA, MG
Foto - Ronaldo Fernandes
PONTE DE FERRO EM PONTE NOVA, MG
Foto - Ronaldo Fernandes
BEM VINDO A CIDADE DE PONTE NOVA. TERRA NATAL DE REINALDO - ÍDOLO DO CLUBE ATLÉTICO MINEIRO E DA DUPLA SERTANEJA VICTOR E LÉO
foto - ?
População estimada 2016 (1) - 60.188
Área da unidade territorial 2015 (km²) - 470,643
Densidade demográfica 2010 (hab/km²) - 121,94
Código do Município 3152105
Gentílico - ponte-novense
Prefeito 2017 / WAGNER MOL GUIMARÃES
ORIGEM DO NOME
A SEGUNDA metade do século XVIII, uma comissão incumbida oficialmente de abrir u…

CARRANCAS, MINAS GERAIS - Um pequeno paraíso conhecido como Terra das Cachoeiras pois possui mais de 120 quedas d'água na Estrada Real. Considerada um dos novos pólos de Ecoturismo, é um lugar ideal para a prática de Montain Bike, Trekking e outros esportes que lhe propiciam o contato com a natureza. Tem o grande poço da esmeralda, além das grutas da toca e da cortina, ainda pode-se observar pinturas rupestres e um escorregador com cerca de dez metros que termina com um divertido mergulho.

CONHEÇA A CIDADE DE "CARRANCAS", MINAS GERAIS, BRASIL

MUITO BEM VINDO AO PARAÍSO. BEM VINDO A CARRANCAS. MINAS EH ISTO E MUITO MAIS. imagem "?" Com mais de 50 cachoeiras, a cidade está voltada para o ecoturismo – suas belas paisagens frequentemente servem de cenário para novelas. Há quedas d’água de fácil acesso, mas as mais bonitas ficam escondidas na mata fechada, aonde só se chega por trilhas (que devem ser percorridas com a ajuda de guia). Entre novembro e março, a chuva torna as cachoeiras perigosas. A maioria das pousadas está próxima de grutas e cachoeiras, e muitas têm piscinas naturais. Foto - ?
POÇO DO CORAÇÃO
O acesso é tranquilo: pegue a Estrada para Itutinga, entre à esquerda após a primeira ponte para chegar ao Complexo da Toca. O carro fica na portaria, e você segue a trilha até o para o escorregador (é bom ponto para banho, ao lado da Gruta da Toca). A partir dele, suba margeando o rio: há vários poços e pequenas quedas até a principal atração local, a …

BOM JARDIM DE MINAS, MINAS GERAIS - Típica cidade mineira, com povo hospitaleiro, de clima ameno e muito aconchegante, traz no bojo de sua historia uma origem bucólica e religiosa com inúmeras atrações turísticas

CONHEÇA A CIDADE DE "BOM JARDIM DE MINAS", MINAS GERAIS, BRASIL Foto - Thymonthy Becker  BEM VINDO A CIDADE DE BOM JARDIM DE MINAS. PORTAL DA SERRA DA MANTIQUEIRA foto - Thymonthy Becker População estimada 2016 (1) - 6.648 Área da unidade territorial 2015 (km²) - 412,021 Densidade demográfica 2010 (hab/km²) - 15,78 Código do Município 3107505 Gentílico - bom-jardinense Prefeito 2017 / SERGIO MARTINS ORIGEM DO NOME O TOPÔNIMO ORIGINOU-SE DO NOME DA FAZENDA BOM JARDIM, PIONEIRA DA COMUNIDADE, E DO BELO "JARDIM" NELA CONSTRUÍDO PELOS SEUS PROPRIETÁRIOS. Bom Jardim de Minas Minas Gerais - MG HISTÓRICO O território onde se acha localizado o município, foi habitado por silvícolas de diversas tribos não identificados devidamente. Em 1770, Manoel Arriaga de Oliveira, sua mulher e seis filhos, chegaram à região, fundaram uma colônia que chamaram Campo Vermelho, tornando-se os primeiros moradores do lugar. O núcleo sofreu vários ataques dos índiso, sendo morto o filho do fundad…

PRACUÚBA, AMAPÁ - Com grande potencial turístico com suas grandes áreas de florestas, áreas inundáveis e múltiplos ambientes pesqueiros

CONHEÇA A CIDADE DE "PRACUÚBA", AMAPÁ, BRASIL No Estado do Amapá, o Município de Pracuúba, apresenta condições favoráveis à implantação de projetos do segmento turístico, não só por possui um dos maiores patrimônios naturais, praticamente intocados, mas por reunir uma síntese de ecossistemas nativos da Amazônia.  O governo do estado visa à implementação de projetos através das políticas públicas que tenham o cunho da viabilidade social, cultural, econômica e ambiental da localidade, para possibilitar o desenvolvimento turístico através de seu potencial e primar pela sustentabilidade no município. (Internet) Pracuúba que tem um grande potencial turístico, de condições técnicas, organizacionais e gerenciais para o desenvolvimento estrutural de atividades turística na localidade. E visa também descentralizar as ações de planejamento, de coordenação, de execução e de acompanhamento avaliados pelos órgãos responsáveis, motivando os segmentos organizados e a comunidade do municípi…

SERRA DO NAVIO, AMAPÁ - A História da Serra do Navio remonta aos anos 1950. A região era rica em manganês e outros minérios. Por isso, a brasileira ICOMI, com sede em Belo Horizonte e atuação em Minas Gerais, foi escolhida para explorar o minério e construir a vila operária, que daria origem à cidade de Serra do Navio. Cada vila tinha 330 casas, prédios coletivos (escolas, hospitais, refeitórios), abrigando até 1.500 pessoas, entre trabalhadores e familiares. Tinha ruas largas, postes de concreto para a fiação elétrica e telefônica, calçadas, parques, clubes com piscina, quadras esportivas, restaurante e lanchonete, drenagem de águas das chuvas e tratamento de água e esgoto. Todas as casas tinham mais de 90m² e contavam com saneamento e energia elétrica, proveniente de geradores da ICOMI.

CONHEÇA A CIDADE DE "SERRA DO NAVIO", AMAPÁ, BRASIL CONHEÇA A FAMOSA "LAGOA AZUL" DE SERRA DO NAVIO, AP A história da Lagoa Azul se mistura à criação da Serra do Navio e à atividade de exploração na década de 1950 A Amazônia é conhecida pelos rios, igarapés e cachoeiras. Mas, a maioria das pessoas nem imaginam que aqui existam lagoas de águas azul turquesa. A 208 quilômetros de Macapá, capital do Amapá, fica a Lagoa Azul, um paraíso que nasceu de uma mina abandonada. O lugar fica próximo à Vila Serra do Navio, cidade criada na década de 1950 para abrigar os trabalhadores de uma empresa de mineração. A lagoa azul e o passado da história da Serra do Navio estão entrelaçados. De acordo com a prefeitura da cidade, a cor marcante da lagoa, em tom azul anil, acontece por conta dos minérios da região especialmente o carbonato de manganês. O lugar era uma mineração. Hoje é possível chegar até lá através de trilhas ou de carro. A região é cercada por uma floresta tropical. O…