Pular para o conteúdo principal

POÇOS DE CALDAS, MINAS GERAIS - Com um cenário belíssimo e clima de montanha, Poços te convida para um passeio inesquecível




CONHEÇA A CIDADE DE "POÇOS DE CALDAS", MINAS GERAIS, BRASIL
Foto - Eucurtopocos.com.br

Com um clima de montanha, ameno durante todo o ano, as noites são sempre agradáveis e no inverno as temperaturas baixam até 0° C nos dias mais frios. O clima convida aos prazeres da boa cozinha mineira, dos doces de leite e queijos mineiros, um dos pontos fortes da cidade. Poços vai dos restaurantes típicos até a cozinha requintada com menu internacional. 
Descansar e relaxar ficam por conta das famosas águas da cidade. Banhos especiais com águas sulfurosas e termais aliviam qualquer stress. Um passeio pelas praças com direito à água mineral das fontes da cidade é uma ótima pedida. Os poços-caldense são uma atração à parte, atenciosos e prestativos, uma mostra da qualidade de vida e desenvolvimento da cidade.
Foto - PMPC
Foto - PMPC
Em um cenário belíssimo também há música por todos os lados, seja nas praças ou nos pontos turísticos há sempre uma variedade de estilos musicais a escolher. 
As grandes obras da década de 30, o Parque José Affonso Junqueira, os chalés e os antigos casarões marcam um período significativo da arquitetura local e compõem o Patrimônio Histórico do município. A centenária Festa de São Benedito é outro grande atrativo cultural da região, realizada de 1º a 13 de maio, sendo considerada Patrimônio Imaterial de Poços de Caldas. 
Cachoeiras e cascatas, trilhas, mata exuberante, são um convite ao voo livre a ao turismo ecológico. Hotéis, pousadas aconchegantes e belíssimas paisagens dão o clima perfeito para uma viagem inesquecível. 
Seja bem-vindo!
Foto - PMPC
MONUMENTO AO CRISTO REDENTOR 
Monumento ao Cristo redentor no alto da Serra de São Domingos. Idealizado e concretizado por José Raphael dos Santos Neto, cópia do monumento do Rio de Janeiro. Foi inaugurado em 13 de maio de 1958, empreitado pela firma Ottaviano Papais, de Campinas. Possui uma altura de 30 metros, sendo 14 metros de pedestal e 16 metros da estátua. As peças foram transportadas de Campinas para Poços de Caldas em cinco caminhões, pesando 21 toneladas. O peso total do monumento é de aproximadamente 500 toneladas, sendo que a imagem pesa 120 toneladas. Cada mão da imagem pesa 400 kg. Do chão ao primeiro patamar do pedestal sobe-se 52 degraus. 
Localização: Alto da Serra de São Domingos 
Horário de Visitação: Acesso Livre
Foto - PMPC
MONUMENTO A MAURO RAMOS DE OLIVEIRA
Homenagem ao Bicampeão Mundial Mauro Ramos de Oliveira, nascido em Poços de Caldas e que conquistou a Taça Jules Rimet na Copa do Mundo do Chile. Sobre a base em formato de tronco de pirâmide, a estátua de um jogador erguendo a Taça “Jules Rimet”. Na parte da frente da base, uma placa retangular de alumínio apresentando o desenho da taça em relevo dourado.
Localização: Praça Brasil (Praça das rosas)
Horário de visitação: acesso livre
Foto - PMPC
FONTE DOS AMORES
Inaugurado em 1929, o monumento da Fonte dos Amores é composto de um grupo em mármore branco representando dois jovens enlaçados, simbolizando o amor, da autoria do escultor Giulio Starace. Junto à estátua foi colocada uma placa de bronze com versos de Alberto de Oliveira.
Localização: Rua Piauí, 1.
Horário de visitação: segunda a sexta: 8h às 17h30 | Sábados, domingos e feriados: 8h às 18h
Foto - PMPC
RELÓGIO FLORAL JOHN CANTA
O Relógio Floral, situado na praça Getúlio Vargas, está colocado sob um canteiro inclinado, no chão, e seus ponteiros giram sobre os números recortados em buchinhos, sendo a parte central do mostrador ornamentada de plantas rasteiras variadas, formando belo colorido. O relógio foi idealizado pelo casal John e Elisabeth Canta, em 6 de novembro de 1972. Paisagista formada em Kyoto (Japão), D. Elisabeth, nascida na Áustria, veio com o marido para nossa cidade em 1959, onde se estabeleceram. Foi ela quem projetou parte da jardinagem do relógio, assim como toda a Praça Getúlio Vargas.
Localização: Praça Getúlio Vargas
Horário de visitação: Acesso Livre
Foto - PMPC
 PALACE CASINO 
O prédio do Palace Casino faz parte Conjunto Arquitetônico e Paisagístico do Parque José Afonso Junqueira, um projeto suntuoso encomendado pelo governo de Minas Gerais no final da década de 20 para promover melhorias nos serviços termais e incrementar o turismo na cidade. Para isso, foram contratados especialistas de renome para os projetos, como o arquiteto Eduardo Pederneiras para a construção dos prédios, e o paisagista Dieberger para executar as praças e jardins. O projeto consistia basicamente na construção de um balneário suntuoso e moderno, um luxuoso cassino e um hotel. As edificações e as praças foram tombadas pela Constituição Estadual em 1984 e pelo município em 1985. O Palace Casino representa a época áurea do cassinismo em Poços de Caldas e no Brasil. O prédio é composto por auditório, Salão do Café, Salão Azul, Salão Nobre e Teatro. De decoração suntuosa e apurada, os salões Nobre e Azul destacam-se por suas arcadas, balaustradas, mísulas, cartelas e guirlandas filetadas em dourado. Utilizado até o ano passado como um Centro de Eventos, atualmente encontra-se fechado para reforma. O projeto está sendo financiado pela Codemig e acompanhado pelo IEPHA e CONDEPHACT. 
Endereço: Parque José Affonso Junqueira, s/n – Centro 
Telefone: (35) 3697-2300 
E-mail: cit@pocosdecaldas.mg.gov.br 
Horário de funcionamento: Na data de hoje encontra-se fechado para reforma.
Foto - PMPC
PALACE HOTEL 
Compondo também o Complexo Hidrotermal e Hoteleiro, o antigo prédio do Palace Hotel foi inaugurado em 1925, passando por uma remodelação e sendo reinaugurado em 1931, juntamente com o Palace Casino e Thermas Antônio Carlos. De grande importância, participou da história do Brasil na Velha República e no Estado Novo. Hospedou e hospeda grandes nomes da sociedade brasileira além de ilustres chefes de Estado de vários países. O Palace Hotel destaca-se como uma atração à parte para os visitantes de Poços de Caldas, em virtude de sua tradição, requinte, imponência e beleza arquitetônica. Endereço: Praça Pedro Sanches, s/n – Centro 
Telefone: (35) 3722-3636 
E-mail: palacehotel@carltonhoteis.com.br 
Horário de atendimento: aberto diariamente
Foto - PMPC
THERMAS ANTÔNIO CARLOS 
Principal ícone de Poços de Caldas, o prédio simboliza tanto o maior atrativo natural do município, as águas sulfurosas, quanto a sua própria história. Considerado o primeiro estabelecimento crenoterápico suntuoso construído no Brasil, o prédio foi projetado no final da década de 20 pelo Arquiteto Eduardo Pederneiras e também é parte integrante do Conjunto Arquitetônico e Paisagístico. O edifício impõe-se por sua monumentalidade, evidenciada pelos grandes vãos em arco pleno e pela escadaria na entrada social. Sua arquitetura reflete o gosto eclético, com predominância de elementos decorativos do repertório neoclássico. Abriga as salas de banho, vestiários, duchas, saunas, salas de inalações e pulverizações, todos com equipamentos e mobiliários originais. A Sala de Mecanoterapia é um museu vivo, com aparelhos importados da Alemanha, ainda em funcionamento, atendendo a comunidade e turistas. O prédio também abriga o Museu do Termalismo e uma biblioteca com livros e documentos sobre a crenoterapia, possuindo em seu acervo alguns documentos únicos no mundo. A água sulfurosa utilizada vem da Fonte Pedro Botelho, localizada ao lado do prédio. A água chega a superfície a 45°C e nas banheiras a 37°C, e tem como propriedade ação sedativa, descongestionante, desinflamante, anti-séptica, cicatrizante, desintoxicante, anti-alérgica e expectorante. As Thermas também tem serviço de fisioterapia e presta atendimento a população através do SUS. Atualmente encontra-se em reforma e o projeto está sendo financiado pela Codemig e acompanhado pelo IEPHA e CONDEPHACT. 
Endereço: Praça Pedro Sanches, s/n 
Telefone: (35) 3697-2317 
E-mail: thermas@pocosdecaldas.mg.gov.br
Foto - PMPC
PREFEITURA MUNICIPAL 
Construído na administração do prefeito Francisco Escobar, o prédio foi projetado em 1911, por Otto Piffer e erguido em local estratégico, compondo o conjunto arquitetônico que compreendia os prédios do “Cine-Theatro Polytheama” e Grande Hotel. Abrigou, no pavimento superior, durante anos a Câmara Municipal. Passou por algumas intervenções no seu interior, sendo a mais significativa, a construção do anexo, em 1972, onde hoje é o Gabinete do Prefeito. Imóvel tombado através da Lei Municipal nº. 8351/2007. Proteção conferida aos bens de valor excepcional que devam ser preservados por suas características originais. 
Endereço: Av. Francisco Salles, 343. Centro 
Telefone: (35) 3697-2000 
E-mail: cit@pocosdecaldas.mg.gov.br 
Horário de funcionamento: de segunda à sexta, das 12h às 18h.
Foto - PMPC
CAFÉ CONCERTO 
Bem Cultural Tombado 
Localizado no Parque José Affonso Junqueira, compõe com o Palace Casino, Palace Hotel e a Thermas Antônio Carlos as grandes obras do arquiteto Eduardo Pederneiras. Construído na década de 30, destaca-se pelo pergolado na fachada. Apresenta arquitetura simples, com forma retangular e anexo na face posterior, chanfrado nas laterais. Funcionou como biblioteca por vários anos e após a revitalização do Parque passou a ser utilizado como Café. Endereço: Parque José Affonso Junqueira, s/n 
Telefone: (35) 3712-2600 
Horário de funcionamento: sábados e domingos das 10h às 22h. Segunda a sexta das 13h às 21h (exceto terça-feira)
Foto - PMPC
ANTIGA ESTAÇÃO FERROVIÁRIA 
O ramal de Caldas da antiga Estrada de Ferro Mogiana foi inaugurado pelo Imperador Dom Pedro II, em 1886, impulsionando o desenvolvimento e o turismo na cidade. Projetado por João Batista Pansini, fugia aos padrões de outras edificações destinadas para o mesmo fim. O edifício apresentava referências aos chalés que tanto marcaram época na arquitetura local e que foram projetados pelo mesmo arquiteto. Construído originalmente em alvenaria de tijolos aparentes, em estilo inglês, em 1930 teve seu corpo central demolido quando, então, foi construída a edificação atual composta por quatro blocos: um para a plataforma de embarque, outro para administração e serviços e os demais para armazéns, mantendo ainda alguns elementos originais. Atualmente abriga a Secretaria Municipal de Turismo e Cultura, juntamente com o Centro de Informações Turísticas e o Circuito Caminho Gerais. Imóvel tombado através da Lei Municipal nº. 5376/93. 
Endereço: Praça Paul Harris, s/n. 
Telefone: (35) 3697-2300 
Site: www.pocosdecaldas.mg.gov.br | e-mail: cit@pocosdecaldas.mg.gov.br 
Horário de funcionamento: de sábado a segunda das 8h às 17h30 domingo das 8h às 13h
Foto - PMPC
BOM DIA. BEM VINDO A CIDADE DAS ROSAS
copyrigth "Enioprado"
População estimada 2016 (1) - 164.912
Área da unidade territorial 2015 (km²) - 547,061
Densidade demográfica 2010 (hab/km²) - 278,54
Código do Município 3151800
Gentílico - poços-caldense
Prefeito 2017 / SERGIO ANTONIO CARVALHO DE AZEVEDO
Gentílico: poços-caldense
HISTÓRICO
A história de Poços de Caldas começou a ser escrita a partir da descoberta de suas primeiras fontes e nascentes, no século XVIII. As águas raras e com poder de cura foram responsáveis pela prosperidade da cidade quando as terras começaram a ser ocupadas por ex-garimpeiros, que passaram a se dedicar à criação de gado. Na época, 1818, a região onde hoje se situa Poços de Caldas pertencia ao capitão José Bernardes Junqueira. Quando o senador Joaquim Floriano Godoy declarou de utilidade pública os terrenos junto aos poços de água sulfurosa, determinou também a desapropriação do local. O próprio capitão se encarregou de doar 96 hectares de suas terras para a fundação da cidade. O ato foi assinado no dia 6 de novembro de 1872, data em que se comemora o aniversário de Poços de Caldas.
Desde 1886 funcionava na cidade uma casa de banho, utilizada para tratamento de doenças cutâneas. Ela se servia da água sulfurosa e termal da Fonte dos Macacos. Em 1889 foi fundado, por Pedro Sanches, outro estabelecimento para o mesmo fim, captando água da Fonte Pedro Botelho. Ali, a água sulfurosa subia até os depósitos por pressão natural. O balneário não existe mais. Em seu lugar foram construídas, no final dos anos 20, as Thermas Antônio Carlos, um dos mais belos prédios da cidade.
Em outubro de 1886, Poços recebeu o Imperador Dom Pedro II. Ele veio acompanhado da imperatriz Tereza Cristina para a inauguração de um ramal da Estrada de Ferro Mojiana. Três anos depois a cidade foi desmembrada do distrito de Caldas e elevada à categoria de vila e município. Seu nome tem relação com a história da família real portuguesa. Na época em que foram descobertos os poços de água sulfurosa e térmica, a cidade de Caldas da Rainha, em Portugal, já era uma importante terma utilizada para tratamentos e muito frequentada pela família real. Caldas possui o mais antigo hospital termal em funcionamento no mundo, desde o século XVI. Como as fontes eram poços utilizados por animais, veio o nome Poços de Caldas.
Na década de 40, era dos cassinos, Poços recebia a visita da aristocracia brasileira, que frequentava os salões do Palace Casino e do Palace Hotel. O presidente Getúlio Vargas tinha uma suíte especial no hotel com a mesma decoração da que ele usava no Palácio do Catete, no Rio de Janeiro, então capital do país. O quarto ainda hoje preserva os móveis e o estilo da época, mas uma das maiores atrações do hotel continua sendo sua piscina térmica, construída num suntuoso salão sustentado por colunas de mármore de carrara.
Entre os artistas que passaram pelo Palace Casino naquela época estiveram Silvio Caldas, Carmem Miranda, Orlando Silva e Carlos Galhardo. Estiveram também em Poços de Caldas personagens ilustres como Rui Barbosa, Santos Dumont, o poeta Olavo Bilac e o romancista João do Rio. Entre os políticos, o interventor de Minas Gerais durante o Estado Novo, Benedito Valadares e o presidente Juscelino Kubitschek, entre outros, foram também presenças constantes.
A proibição do jogo, em 1946, e a descoberta do antibiótico tiveram forte impacto para o turismo na cidade. O termalismo deixou de ser a maneira mais eficaz de tratar as doenças para as quais era indicado e os cassinos foram fechados. A economia de Poços sofreu um grande abalo, mas a fase ruim foi superada com a mudança de foco no turismo. A classe média e grandes grupos passaram a frequentar as termas, a visitar as fontes e outros pontos de atração da cidade. Além disso, a cidade abrigou várias indústrias, impulsionando a economia.
Hoje, Poços de Caldas possui um dos melhores IDHs (Índice de Desenvolvimento Humano) do Estado e um fluxo maciço de turistas.
Em 2006, a cidade foi tema de enredo de Carnaval da escola de samba carioca Beija-Flor de Nilópolis.
UMA DAS BELAS ARQUITETURAS DA CIDADE
copyrigth "Altemiro Olinto Cristo"
COMUNICAÇÃO ESCRITA DA CIDADE 
Jornais
  • Jornal da Mantiqueira
  • Jornal da Cidade
  • Jornal de Poços
  • Jornal Folha Popular
  • Jornal Brand News

Revistas

  • Agito Vip Magazine
  • A Recreativa (cruzadinha)
  • In Magazine
  • LaCréme
  • Poços Hoje
OUTRA BELA ARQUITETURA
copyrigth "Montanha"
O município situa-se num planalto elíptico, com área aproximada de 750 km², altitude média de 1300 m e campos suavemente ondulados. É rodeado de montanhas com altitudes entre 1600 m e 1800 m.
MAIS UMA BELA ARQUITETURA
copyrigth "Montanha"
O CENTRO DA CIDADE
copyrigth "Zepaulo"
POÇOS DE CALDAS ENCRAVADA NAS MONTANHAS DE MINAS
copyrigth "Iazea"
BAIRRO DA CIDADE
copyrigth "Jair Teixiera, Sp,Br"
ESTAÇÃO FERROVIARIA DE POÇOS DE CALDAS
copyrigth "Jair Teixiera,Sp,Br"
FONTE DAS ROSAS
Foto -  "Altemiro Olinto Cristo"
FONTE DOS AMORES
copyrigth "Zilio"
HOTEL COM BELÍSSIMA ARQUITETURA
copyrigth "Zekinha"
IGREJA DE SÃO BENEDITO
O culto ao patrono da arte culinária São Benedito, o santo negro que traz nos braços o menino Jesus, existe desde o final do século XIX em Poços de Caldas. A primeira capela de São Benedito data de 1905, e foi edificada onde atualmente se encontra a praça da matriz. Como o espaço era pequeno para o número de fiéis, que foi crescendo a cada ano, mais tarde, em 1925, iniciaram a construção do novo santuário, onde se localiza hoje, no alto do morro as ruas São Paulo e Rio de Janeiro. O dia do santo, 13 de maio, é comemorado com muita festa na cidade. O auge são as manifestações folclóricas, entre as quais se destacam os bailados de congos e caiapós.
Endereço: Rua São Paulo, s/n
Telefone: (35) 3712-7180
Horário de funcionamento: terças, quintas e sábados, às 20h
copyrigth "Beatriz Barreto Tane..."
IGREJA METODISTA
A Igreja Metodista de Poços de Caldas foi a segunda igreja a se firmar na cidade, fundada em 1906. A Igreja é a principal expoente do Metodismo, religião de fé cristã protestante, no Brasil. O metodismo é de origem Anglo-Americana, organizado pelo reverendo inglês John Wesley que enfatizou o estudo metódico da Bíblia, e busca a relação pessoal entre o indivíduo e Deus. Endereço: Rua São Paulo, 302
Telefone: (35) 3714-3815
Horário de funcionamento: diariamente das 8h30 às 12h e às 14h às 18h
Foto -  "Altemiro Olinto Cristo"
IGREJA DE NOSSA SENHORA APARECIDA
Foto -  "Altemiro Olinto Cristo"
IGREJA DE NOSSA SENHORA DA SAÚDE
Edificada na Praça Monsenhor Faria de Castro, área onde anteriormente se localizava o Cemitério Municipal, a antiga Matriz começou a funcionar em 21 de setembro de 1913, após bênção inaugural. Posteriormente foram concluídos o coro, os capitéis das colunas, a pintura do teto e o reboco das paredes externas. A fachada e a torre foram concluídas em 1915. Mais tarde foram edificadas as capelas laterais, por Otto Piffer. A antiga Matriz foi inaugurada oficialmente em 7 de setembro de 1920. Pequena para abrigar os fiéis, a igreja foi demolida e em 25 de julho de 1937, o Monsenhor Faria de Castro iniciou a construção da atual Basílica. Projetada pelo engenheiro-arquiteto Otávio Lotufo, em estilo neorromânico, o templo foi inspirado numa igreja, da cidade de Dieppe, na França e atrai a atenção dos visitantes pela sua austera simplicidade. Imóvel tombado através do Decreto Municipal nº. 5564/94
Endereço: Praça Monsenhor Faria de Castro, s/n
Telefone: (35) 3721-2357
Horário de funcionamento: diariamente das 7h às 19h
copyrigth "Zekinha"
IGREJA DE NOSSA SENHORA DAS GRAÇAS
Foto -  "Altemiro Olinto Cristo"
JARDIM DAS FONTES
copyrigth "Zilio"
PEDRA BALÃO
copyrigth "Luzia Cruz frata"
UMA BONITA PRAÇA DA CIDADE
copyrigth "Zilio"
PRAÇA AURELIANO MIRANDA DE CARVALHO
copyrigth "Marco Aurelio de Car..."
REGIÃO CENTRAL DA CIDADE
copyrigth "Jfaz mendoza"
REPRESA BARTOLAN
copyrigth "Aroldinho dos Reis"
SERRA DO CRISTO
copyrigth "Daniel Carneiro"
VISTA PARCIAL DA CIDADE
Foto -  "Altemiro Olinto Cristo"
VEJA QUE BELA RUA ARBORIZADA
copyrigth "Zilio"
ESTA EH A ZONA RURAL DA CIDADE
copyrigth "Julio Marricchi"
VISÃO GERAL DA CIDADE
copyrigth "Zekinha"
ESTA EH A BANDEIRA DO MUNICÍPIO DE POÇOS DE CALDAS, MG
ESTE EH O BRASÃO DO MUNICÍPIO DE POÇOS DE CALDAS, MG

ATE UM DIA QUALQUER

Fonte / Fotos = IBGE / Wikipédia / Thymonthy Becker / Portal do Governo de Poços de Caldas / eucurtopocos.com.br /

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

5 ESTRADAS BRASILEIRAS QUE VALE A PENA DIRIGIR POR ELAS - Viajar de carro pode ser muito bom, se for por uma dessas estradas. Confira cinco trechos que agradam tanto quanto o destino final de suas férias

CONHEÇA 05 ESTRADAS QUE VALE A PENA VOCÊ VIAJAR DE CARRO POR ELAS. Há quem diga que o importante não é o destino final, e sim o caminho até lá. Em uma viagem de carro, não costuma ser bem assim, considerando o péssimo estado do asfalto de nossas estradas, além do custos do pedágio, motoristas ruins e a falta de uma boa paisagem. Mesmo com todos esses problemas, é possível aproveitar um passeio automotivo pelo Brasil em uma das cinco estradas escolhidas pela Hertz, empresa especializada em aluguel de veículos: Confira ESTRADA REAL / MINAS GERAIS / RIO DE JANEIRO / SÃO PAULO  Também conhecida como Caminho Real, é uma das estradas mais famosas do Brasil, por ser um dos principais pontos turísticos do País. Tem 1.630 quilômetros de extensão, passando por Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo. Motivos não faltam para visita-la, com um circuito de 179 cidades históricas, passando por belas paisagens formadas pelos trechos de mata atlântica. Tem até atividades fora do carro, como caminhada…

VIRGINÓPOLIS, MINAS GERAIS - Alem da festa da Jabuticaba que acontece anualmente, a cidade possui uma das maiores escadarias de igreja do mundo, com mais de 500 degraus

CONHEÇA A CIDADE DE "VIRGINÓPOLIS", MINAS GERAIS, BRASIL A cidade é regionalmente conhecida pela tradicional Festa da Jabuticaba, que ocorre anualmente em setembro. Um aspecto interessante é que, apesar da festa, a cidade não se configura como grande produtor da fruta.  Outro aspecto cultural interessante é a presença da Capela de Nossa Senhora do Patrocínio, que possui uma das maiores escadarias de igreja do mundo, com mais de 500 degraus, construídos pelos próprios moradores da cidade em mutirões realizados no fim da década de 1980.  CASARÃO NA CIDADE DE VIRGINÓPOLIS, MG(asminasgerais.com.br) CASARÃO EM VIRGINÓPOLIS, MG (asminasgerais.com.br) CENTRO DA CIDADE DE VIRGINÓPOLIS, MG (asminasgerais.com.br) PRAÇA EM VIRGINÓPOLIS, MG (asminasgerais.com.br) VIRGINÓPOLIS, MG(asminasgerais.com.br)
CASARÃO EM VIRGINÓPOLIS, MG(asminasgerais.com.br)
PRAÇA EM VIRGINÓPOLIS, MG(asminasgerais.com.br)
RUA CENTRAL DA CIDADE DE VIRGINÓPOLIS, MG(asminasgerais.com.br)
UMA DAS MAIORES ESCADARIAS …

ITUIUTABA, MINAS GERAIS - Com vários atrativos turísticos como cachoeiras, trilhas, museu, parques. artesanato regional e a famosa cachaça artesanal

CONHEÇA A CIDADE DE "ITUIUTABA", MINAS GERAIS, BRASIL BEM VINDO A CIDADE DE ITUIUTABA, MG. PORTAL DO TRIÂNGULO MINEIRO foto - ? População estimada 2016 (1) - 103.945 Área da unidade territorial 2015 (km²) - 2.598,046 Densidade demográfica 2010 (hab/km²) - 37,40 Código do Município 3134202 Gentílico - ituiutabano Prefeito 2017 / FUED JOSE DIB ORIGEM DO NOME O nome da cidade eh de origem indígena: I - rio, TUIU ­barrento; TABA - povoação, cidade. “Cidade do rio barrento”
Gentílico: ituiutabano HISTÓRICO Ituiutaba é uma fusão de vocábulos tupis que significa "povoação do rio Tijuco". Os primitivos habitantes do município eram ameríndios, pertencentes ao grupo Gê, também chamados caiapós. Uma das tribos que deixaram fama na região foi a dos panariás, muito bem estudada por Alexandre Barbosa, de Uberaba. Por fim ela foi aldeada na atual povoação de São Francisco de Sales, às margens do Rio Grande, no vizinho município de Campina Verde. Os panariás - assinala o his…

MONUMENTO HOLGER DANSKE, DINAMARCA - A tradição diz que a estátua ganhará vida quando a Dinamarca se encontrar em grande perigo e salvará a nação

CONHEÇA O "HERÓI LENDÁRIO DA DINAMARCA - HOLGER DANSKE ", DINAMARCA 
Explorar as criptas e catacumbas do Castelo de Kronborg é uma grande experiência. Escondido no porão do castelo, você vai conhecer o dinamarquês Holger (Holger Dansk), uma imponente estátua de pedra. Holger o dinamarquês, é uma figura lendária na cultura dinamarquesa. Se a Dinamarca se encontrar em apuros, ele vai acordar e defendê-la! HOLGER DANSKE, OU HOLGER, O DINAMARQUÊS, É UM HERÓI LENDÁRIO DA DINAMARCA. A PRIMEIRA REFERÊNCIA QUE TEMOS SOBRE A SUA EXISTÊNCIA APARECE EM ANTIGOS POEMAS FRANCESES, DE MEADOS DO SÉCULO XI. DE ACORDO COM A LENDA, ERA FILHO DE GODOFREDO, REI DA DINAMARCA. O SEU FILHO FOI MORTO POR CARLOS, O JOVEM, FILHO DE CARLOS MAGNO; EM BUSCA DE VINGANÇA, PROCUROU-O E MATOU-O. SÓ POR POUCO O IMPEDIRAM DE MATAR O PRÓPRIO CARLOS MAGNO. RESISTIU A CARLOS MAGNO DURANTE SETE ANOS, MAS FEZ A PAZ PARA LUTAR AO LADO DELE CONTRA OS SARRACENOS. DURANTE ESSA BATALHA MATOU O GIGANTE BREHUS. OS BARALHOS …

REPRESA DE FURNAS, SÃO JOSÉ DA BARRA, MINAS GERAIS - Em 1963 fecharam o túnel que criou praias, formou cânions, inundou vilarejos mudando para sempre a história de 34 cidades mineira e formando o espetacular “Mar de Minas”

CONHEÇA A "REPRESA DE FURNAS", SÃO JOSÉ DA BARRA, MINAS GERAIS, BRASIL foto - Thymonthy Becker No dia 9 de janeiro de 1963 o túnel que desviou o curso do rio Grande para a construção da Usina de Furnas foi fechado e as águas que formaram um dos maiores reservatórios do mundo, criou praias, formou cânions e cachoeiras inundou vilarejos e mudou para sempre a história dos 34 municípios que ficam ao longo dos 1.440 km2 de extensão do Lago de Furnas. (Thymonthy Becker) A sede do município de Guapé ficou praticamente submersa, o que levou à construção de uma nova sede em local definido pela população. O distrito de São José da Barra, então pertencente a Alpinópolis e emancipado em 1994, ficou integralmente debaixo das águas e deu lugar à "Nova Barra", que a pedido do padre Ubirajara Cabral, pároco local, foi construída pela Central Elétrica de Furnas na forma de um banjo. (Thymonthy Becker) A maioria dos municípios possuía vocação agropecuária, mas com o alagamento das ár…

SERRA DO NAVIO, AMAPÁ - A História da Serra do Navio remonta aos anos 1950. A região era rica em manganês e outros minérios. Por isso, a brasileira ICOMI, com sede em Belo Horizonte e atuação em Minas Gerais, foi escolhida para explorar o minério e construir a vila operária, que daria origem à cidade de Serra do Navio. Cada vila tinha 330 casas, prédios coletivos (escolas, hospitais, refeitórios), abrigando até 1.500 pessoas, entre trabalhadores e familiares. Tinha ruas largas, postes de concreto para a fiação elétrica e telefônica, calçadas, parques, clubes com piscina, quadras esportivas, restaurante e lanchonete, drenagem de águas das chuvas e tratamento de água e esgoto. Todas as casas tinham mais de 90m² e contavam com saneamento e energia elétrica, proveniente de geradores da ICOMI.

CONHEÇA A CIDADE DE "SERRA DO NAVIO", AMAPÁ, BRASIL CONHEÇA A FAMOSA "LAGOA AZUL" DE SERRA DO NAVIO, AP A história da Lagoa Azul se mistura à criação da Serra do Navio e à atividade de exploração na década de 1950 A Amazônia é conhecida pelos rios, igarapés e cachoeiras. Mas, a maioria das pessoas nem imaginam que aqui existam lagoas de águas azul turquesa. A 208 quilômetros de Macapá, capital do Amapá, fica a Lagoa Azul, um paraíso que nasceu de uma mina abandonada. O lugar fica próximo à Vila Serra do Navio, cidade criada na década de 1950 para abrigar os trabalhadores de uma empresa de mineração. A lagoa azul e o passado da história da Serra do Navio estão entrelaçados. De acordo com a prefeitura da cidade, a cor marcante da lagoa, em tom azul anil, acontece por conta dos minérios da região especialmente o carbonato de manganês. O lugar era uma mineração. Hoje é possível chegar até lá através de trilhas ou de carro. A região é cercada por uma floresta tropical. O…

IGUATAMA, MINAS GERAIS - Belo, pacato, acolhedor e cheio de histórias este Porto Real

CONHEÇA A CIDADE DE "IGUATAMA", MINAS GERAIS, BRASIL
Foto - Thymonthy Becker SEJA VOCÊ BEM VINDO A CIDADE DO PORTO REAL. SEJA BEM VINDO A TRANQUILA IGUATAMA. foto - Thymonthy Becker População estimada 2016 (1) - 8.182 Área da unidade territorial 2015 (km²) - 628,200
Densidade demográfica 2010 (hab/km²) - 12,78
Código do Município 3130309
Gentílico - iguatamense
Prefeito 2017 / IVONE RODRIGUES LEITE
ORIGEM DO NOME
IGUATAMA É UM NOME DE ORIGEM INDÍGENA "IGUATERAMA" - E SIGNIFICA "ENSEADA DA MINHA TERRA", NUMA CLARA ALUSÃO À CURVA DO RIO SÃO FRANCISCO QUE FICA EM FRENTE À CIDADE.
HISTÓRICO NO INICIO DO SÉCULO PASSADO, O GOVERNO IMPERIAL DETERMINOU A ABERTURA DE UMA ESTRADA QUE LIGASSE OS SERTÕES DE GOIÁS, TRIÂNGULO E OESTE DE MINAS ÀS CAPITAIS DA PROVÍNCIA E DO IMPÉRIO. NO LOCAL ONDE A MESMA CRUZOU O SÃO FRANCISCO, MANDOU INSTALAR UMA BALSA E JÁ EM 1830, HAVIA ALI TAMBÉM UM POSTO FISCAL. OS VIAJANTES PERNOITARAM AS MARGENS DO SÃO FRANCISCO, ONDE MUITOS …

CARRANCAS, MINAS GERAIS - Um pequeno paraíso conhecido como Terra das Cachoeiras pois possui mais de 120 quedas d'água na Estrada Real. Considerada um dos novos pólos de Ecoturismo, é um lugar ideal para a prática de Montain Bike, Trekking e outros esportes que lhe propiciam o contato com a natureza. Tem o grande poço da esmeralda, além das grutas da toca e da cortina, ainda pode-se observar pinturas rupestres e um escorregador com cerca de dez metros que termina com um divertido mergulho.

CONHEÇA A CIDADE DE "CARRANCAS", MINAS GERAIS, BRASIL

MUITO BEM VINDO AO PARAÍSO. BEM VINDO A CARRANCAS. MINAS EH ISTO E MUITO MAIS. imagem "?" Com mais de 50 cachoeiras, a cidade está voltada para o ecoturismo – suas belas paisagens frequentemente servem de cenário para novelas. Há quedas d’água de fácil acesso, mas as mais bonitas ficam escondidas na mata fechada, aonde só se chega por trilhas (que devem ser percorridas com a ajuda de guia). Entre novembro e março, a chuva torna as cachoeiras perigosas. A maioria das pousadas está próxima de grutas e cachoeiras, e muitas têm piscinas naturais. Foto - ?
POÇO DO CORAÇÃO
O acesso é tranquilo: pegue a Estrada para Itutinga, entre à esquerda após a primeira ponte para chegar ao Complexo da Toca. O carro fica na portaria, e você segue a trilha até o para o escorregador (é bom ponto para banho, ao lado da Gruta da Toca). A partir dele, suba margeando o rio: há vários poços e pequenas quedas até a principal atração local, a …

MONJOLOS, MINAS GERAIS - O município possui alto potencial de ecoturismo, pois conta com diversas cachoeiras, corredeiras, grutas e trilhas, todas cercadas por uma vasta e bela vegetação e que proporcionam deliciosos passeios de bike, motos, jipes ou até mesmo simples caminhadas.

CONHEÇA A CIDADE DE "MONJOLOS", MINAS GERAIS, BRASIL Situada na região central mineira, na Bacia do Rio das Velhas em um vale da Serra do Cabral, Monjolos integra, além da Estrada Real, o Circuito dos Diamantes.  A 265 km da capital mineira, o município possui alto potencial de ecoturismo, pois conta com diversas cachoeiras, corredeiras, grutas e trilhas, todas cercadas por uma vasta e bela vegetação e que proporcionam deliciosos passeios de bike, motos, jipes ou até mesmo simples caminhadas.
Rio Pardinho em Monjolos, MG(Instituto estrada Real)  A Área de Preservação Ambiental do Vale do Fundo apresenta uma densa mata virgem banhada por deleitáveis nascentes e cascatas. Ainda pouco explorada, a Gruta do Pau-Ferro possui grandes galerias com estalactites e estalagmites.  A cidade ainda possui um Centro de Artesanato, onde é exposto e vendido todo o artesanato da região. A Igreja Matriz Nossa Senhora do Livramento, a Ponte Férrea do Rio Pardo e o Monumento a Monjolos também aju…

LEOPOLDINA, MINAS GERAIS - Cachoeiras e trilhas nas Montanhas Mágicas das Minas Gerais

CONHEÇA A CIDADE DE "LEOPOLDINA", MINAS GERAIS, BRASIL  BEM VINDO A CIDADE DE LEOPOLDINA, MG. TERRA DA PALETADA foto - SG Trangel População estimada 2016 (1) - 53.252 Área da unidade territorial 2015 (km²) - 943,076 Densidade demográfica 2010 (hab/km²) - 54,22 Código do Município 3138401 Gentílico - leopoldinense Prefeito 2017 / JOSE ROBERTO DE OLIVEIRA ORIGEM DO NOME Ao ser criado o Município, teve o nome de Leopoldina, em homenagem à, Leopoldina de Bragança e Bourbon, segunda filha de D. Pedro II
Gentílico: leopoldinense HISTÓRICO O topônimo foi uma homenagem à segunda filha de Pedro II, princesa Leopoldina, em substituição ao antigo de "Feijão Cru", quando da criação do município. A primitiva denominação viera dos primórdios do desbravamento, quando os primeiros brancos, em busca de terras fáceis e ótimas, acamparam à margem de um ribeirão; na manhã seguinte, verificaram não ter o cozinheiro da comitiva prestado a devida atenção ao fogo, que se improvisara para af…