sábado, 7 de janeiro de 2017

LAGO BAIKAL, RÚSSIA - O lago mais profundo e importante do mundo, símbolo natural da Rússia e patrimônio mundial




CONHEÇA O "LAGO BAIKAL", RÚSSIA
O Lago Baikal, que em russo significa “Lago Rico”, está na parte sul da Sibéria, Rússia, uma vasta região ao norte da Ásia. O Baikal é muitas vezes referido como “O Olho Azul da Sibéria” e é o lago mais profundo do mundo, com até 1.642m de profundidade máxima e 744m de profundidade média. É o sexto em tamanho, com uma área de superfície de 31.722 km². O Lago Baikal é considerado o lago de água potável mais volumoso do mundo. Cerca de 20% da água doce do planeta está ali. Chega a ter 636 quilômetros de comprimento e 79 quilômetros de largura.
O lago Baikal é um dos lagos mais importantes do mundo, e um dos símbolos naturais da Rússia e é reconhecido como Patrimônio Mundial pela UNESCO desde 1996.
O passado
Ainda não está estabelecida a origem exata do nome do lago, sabe-se que foi formado há 25/30 milhões de anos, portanto, um dos lagos mais antigos do mundo. Cada povo que o habitou em suas margens no passado distante, deu-lhe um nome diferente. Os chineses o chamam como “Beihai” (o Mar do Norte), os mongóis – “Tengis”, os buryat-mongóis –“Baygaal-Lama” (um grande lago). O povo Evenki o chamou como “Lamu” (mar), e este nome foi usado pelos primeiros exploradores russos da Sibéria. Já no século XVII os russos começaram a usar o nome “Baygaal” (como buryat-mongóis), mas a pronúncia era um pouco outra – Baikal.
Curiosidades
Nesse lago há um imenso depósito de barcos submersos, regiões conhecidas como o “Cemitério de Barcos” – grande parte dos navios enferrujados são rebocadores antes usados no transporte de terra, madeira, combustível e demais materiais de construção da linha férrea de Baikal-Amur. A água precipitada no interior do Lago Baikal gerou uma nova baía, que logo foi batizada de “Baía Proval”. Técnicos em sismologia detectam que o solo submerso do lago mantém um movimento constante de deslizamento, movimento responsável pela abertura de um abismo que, em alguns milhões de anos, aprofundaria uma fenda que repartiria a Ásia em duas porções e uniria o lago ao Oceano Ártico.
Todos os anos o Lago Baikal se congela desde finais de janeiro, permanecendo congelado quatro ou cinco meses. Excepcionalmente durante os invernos frios o gelo pode vir a ter uma espessura de 1,2 metros e às suas margens podem-se ver cavernas de gelo.
Potência
A quantidade total de água doce do Lago Baikal ascende a 23.000 km cúbicos, ou um quinto do volume total de água doce da Terra e o único reservatório aberto para o engarrafamento de água potável. A água é limpa e tão transparente que se podem ver pequenos objetos a 40/50 m de profundidade.
O LAGO BAIKAL OU LAGO BAICAL (RUSSO: О́ЗЕРО БАЙКА́Л (OZERO BAYKAL)) É UM LAGO NO SUL DA SIBÉRIA, RÚSSIA, ENTRE OBLAST DE IRKUTSK NO NOROESTE E BURYATIA NO SUDESTE, PERTO DE IRKUTSK.
foto - ?
COM 636 KM DE COMPRIMENTO E 80 KM DE LARGURA, É O MAIOR LAGO DE ÁGUA DOCE DA ÁSIA, O MAIOR EM VOLUME DE ÁGUA DO MUNDO, O MAIS ANTIGO (25 MILHÕES DE ANOS) E O MAIS PROFUNDO DA TERRA, COM 1680 METROS DE PROFUNDIDADE.
foto - ?
A SUPERFÍCIE DO LAGO BAIKAL É DE 31 500 KM². É TÃO GRANDE QUE SE TODOS OS RIOS NA TERRA DEPOSITASSEM AS SUAS ÁGUAS NO SEU INTERIOR, LEVARIA PELO MENOS UM ANO PARA ENCHER. ALGUNS SÍTIOS ULTRAPASSAM OS 1600 M DE PROFUNDIDADE (DADOS MAIS RECENTES INDICAM 1680 M), SENDO RESPONSÁVEL POR 20% DA ÁGUA DOCE LÍQUIDA DO PLANETA.
foto - ?
DESAGUAM NELE CERCA DE 300 RIOS. É UM HABITAT RICO EM BIODIVERSIDADE, COM CERCA DE 1.085 ESPÉCIES DE PLANTAS E 1550 ESPÉCIES E VARIEDADES DE ANIMAIS, SENDO CONHECIDO COMO AS "GALÁPAGOS" DA RÚSSIA. MAIS DE 60% DOS ANIMAIS SÃO ENDÉRMICOS: POR EXEMPLO, DAS 52 ESPÉCIES DE PEIXES, 27 SÃO ENDÊMICAS.
foto - ?
SEGUNDO INFORMAÇÕES DA AGÊNCIA OFICIAL ITAR-TASS, ÀS 15H50 LOCAIS DO DIA 29 DE JULHO DE 2008, O SUBMARINO MIR-2 TOCOU O PONTO MAIS BAIXO DO LAGO, 1680 METROS DE PROFUNDIDADE. A FINALIDADE DA EXPEDIÇÃO É EXPLORAR O FUNDO DO LAGO, COLHENDO AMOSTRAS DO SOLO, O QUE PERMITIRÁ MELHORAR AS PESQUISAS.

Fonte / Fotos = Wikipédia / Divulgação / Thymonthy Becker / Google / 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Os lugares por onde o Trem mais passou esta semana