Pular para o conteúdo principal

ACRE, BRASIL - Paulistas, sulistas, nordestinos e indígenas, formaram uma população com identidade cultural própria, de sabores, costumes e lendas




CONHEÇA O ESTADO DO "ACRE", BRASIL DA JANELA DO TREM

Em 1903, após firmar o acordo de construção da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré, pagar 2 milhões de libras esterlinas e entregar algumas terras no Mato Grosso ao governo da Bolívia, o Brasil anexou definitivamente o território do Acre (que seria alçado à condição de estado em 1962), então praticamente dominado por seringalistas brasileiros. Havia pelo menos 100 anos eles dominavam o mercado da borracha por lá.
Eram paulistas, sulistas e nordestinos, que, junto da população indígena, formaram uma população com identidade cultural própria. Exemplo disso são as peculiares misturas de sabores da culinária local, com influências até das cozinhas síria e libanesa, representadas em pratos como quibe de macaxeira e arroz (para o café da manhã) e carne de sol com pirarucu. Rio Branco, capital desde 1920, concentra quase 50% da população do estado, que hoje soma 733.559 habitantes.
NOVO MERCADO VELHO EM RIO BRANCO, ACRE
Ela fica bem na tríplice fronteira com a Bolívia e o Peru, às margens do Rio Acre, lugar de calor intenso e chuvas fortes durante todo o ano. Nas redondezas, há belas praias fluviais de areia branca. A segunda cidade mais populosa é Cruzeiro do Sul, considerada o principal destino turístico do estado, por preservar construções históricas do ciclo da borracha e, principalmente, por ser vizinha ao Parque Nacional Serra do Divisor, criado em 1989. Ainda há pouca infra-estrutura hoteleira na região, mas o Acre, por suas dezenas de rios amazônicos, é bastante procurado por praticantes de pesca esportiva.
O NOVO MERCADO VELHO REÚNE LOJAS DE ERVAS MEDICINAIS, PRODUTOS RELIGIOSOS E ARTESANATO EM RIO BRANCO (AC)

A PRAÇA POVOS DA FLORESTA EM RIO BRANCO (AC) FOI CONSTRUÍDA PARA HOMENAGEAR O LÍDER SERINGUEIRO CHICO MENDES

RIO BRANCO (CAPITAL DO ACRE)
Bastante úmida, com chuvas e calor intenso o ano todo, Rio Branco fica na tríplice fronteira entre Brasil, Peru e Bolívia. Atualmente, o Acre tem fuso horário de uma hora a menos em relação a Brasília. Em 2010, a população do estado aprovou em referendo a volta das duas horas a menos de diferença (que vigoraram de 1913 a 2008), mas o assunto ainda tramita no Senado - e vem gerando polêmica.
PARQUE NACIONAL DA SERRA DO DIVISOR, O MAIS ISOLADO DO BRASIL, EM MÂNCIO LIMA, ACRE, NA DIVISA COM O PERU
BEM VINDO AO ESTADO DO ACRE. / A UNIÃO DA TRADIÇÃO COM A MODERNIDADE
imagem - Wikipédia
SÍNTESE
Capital - Rio Branco
População estimada 2016(2) - 816.687
Área 2015 (km²) - 164.123,712
Densidade demográfica 2010 (hab/km²) - 4,47
Rendimento nominal mensal domiciliar per capita da população residente 2015 (Reais)(1) - 752
Número de Municípios - 22
ORIGEM DO NOME
O NOME, QUE PASSOU DO RIO AO TERRITÓRIO, EM 1904, E AO ESTADO, EM 1962, ORIGINA-SE, TALVEZ, DO TUPI A'KIR Ü "RIO VERDE" OU DA FORMA A'KIR, DE KER, "DORMIR, SOSSEGAR". MAS É QUASE CERTO QUE SEJA UMA DEFORMAÇÃO DE AQUIRI, MODO PELO QUAL OS EXPLORADORES DA REGIÃO GRAFARAM UMÁKÜRÜ, UAKIRY, VOCÁBULO DO DIALETO IPURINÃ. HÁ TAMBÉM A HIPÓTESE DE AQUIRI DERIVAR DE YASI'RI, YSI'RI, "ÁGUA CORRENTE, VELOZ".
HISTÓRIA DO ESTADO DO ACRE, BRASIL
Só em 1877 começaram a chegar ao Acre — que na época era território boliviano — os primeiros colonizadores quase todos nordestinos em busca da borracha encontrada na floresta amazônica. No final do século XIX, já havia na região 50 mil brasileiros. Os seringueiros entraram em luta com as tropas para ocupar a região e, em 1903, sob a liderança do gaúcho plácido de castro, proclamaram o estado independente do acre. O governo brasileiro ocupou então a região e, em seguida, entrou em conversações diplomáticas com a Bolívia. Como resultado, o acre foi comprado pelo Brasil à Bolívia.
Criado como território federal em 1904, o acre foi elevado à categoria de estado em 1962.
Um planalto com altitude média de 200m domina grande parte do Acre. Juruá, Tarauacá, Muru, Embirá e Xapuri são seus rios mais importantes. A economia do estado se baseia na extração da borracha e da castanha, na pecuária e na agricultura. Com duas horas a menos em relação ao fuso horário de Brasília (DF), nela se localiza o último povoamento do Brasil a ver o sol nascer, na serra da moa, na fronteira com o peru. A intensa atividade extrativista, que atingiu o auge no século XX, atrai brasileiros de várias regiões para o estado.
Da mistura de tradições sulistas, paulistas, nordestinas e indígenas surgiu uma culinária diversificada, que junta a carne-de-sol com o pirarucu, peixe típico da região, pratos regados com tucupi, molho feito de mandioca. O transporte fluvial, concentrado nos rios Juruá e moa, a oeste do estado, e Tarauacá e Envira, a noroeste, é um dos principais meio de circulação, juntamente com a BR-364, que liga rio branco à cruzeiro do sul e que foi recentemente asfaltada e dotada de pontes onde antes existiam travessias por balsas.
VISTA DA CAPITAL RIO BRANCO A CAPITAL DO ESTADO DO ACRE, BR
imagem - Wikipédia
ROTAS TURÍSTICAS DO ESTADO DO ACRE, BR
CAMINHOS DE CHICO MENDES NO ACRE, BR
Este roteiro permitirá ao turista conhecer e vivenciar o dia-a-dia de um seringal tradicional da primeira metade do século XX e conhecer o modo de vida dos seringueiros e extrativistas. O turista entrará em contato com a natureza amazônica e a história de Chico Mendes, que liderou a luta dos povos da floresta e ficou conhecido mundialmente pela defesa da Amazônia. Nascido num seringal, o sindicalista viveu e morreu defendendo a preservação dos recursos naturais. Sua luta à região vai se deparar com grandes áreas de floresta nativa e uma população que vive dos recursos desta floresta.
ESTRADA DA BORRACHA NO ESTADO DO ACRE, BR
FACHADA DA CASA DE CHICO MENDES NO ESTADO DO ACRE, BR
FUNDAÇÃO CHICO MENDES NO ESTADO DO ACRE, BR
IGREJA DE SÃO SEBASTIÃO EM XAPURI NO ESTADO DO ACRE, BR
CAMINHOS DA REVOLUÇÃO NO ESTADO DO ACRE, BR
Entre final do século XIX e início do século XX, o Brasil passou por um importante momento histórico: a Revolução Acreana. O combate entre os seringueiros brasileiros, que exploravam terras bolivianas, e forças da Bolívia, que cobravam impostos sobre esse uso, teve como consequência a criação do território do Acre, que, posteriormente, se tornou um estado brasileiro. Neste roteiro turístico, é possível conhecer a região que serviu de palco para essa revolução e que guarda, até hoje, traços de sua história.
EM PORTO



CAMINHOS DO PACÍFICO NO ESTADO DO ACRE, BR
O roteiro Caminho do Pacífico é desenvolvido com foco no fortalecimento turístico dos municípios fronteiriços acreanos com os vizinhos países Peru e Bolívia, num chamado à integração latino-americana. A diversão começa na capital acreana, Rio Branco, passando por diversas paisagens dominadas pelo verde, rica fauna e grande riqueza cultural pelos municípios de Epitaciolândia, Brasiléia e Assis Brasil, localizado na tríplice fronteira. Esse roteiro possibilita a conexão das rotas turísticas acreanas com a Rota Internacional Amazônia - Andes - Pacífico.



CAMINHOS DO GEOGLIFOS NO ESTADO DO ACRE, BR
Na parte oriental do Estado do Acre, principalmente na região de Rio Branco e qo longo do divisor de águas onde se encontra a rodovia BR 317, têm sido encontradas estrutura de terra de formatos geométricos - círculos, retângulos, hexágonos, octágonos e outros - de dimensões, feitas por populações que lá viveram há cerca de 1.000 anos.



CAMINHOS DAS ALDEIAS NO ESTADO DO ACRE, BR
O Roteiro explora a riqueza do Vale do Juruá, com suas diversas etnias indígenas e seu inexplorável "Tesouro Verde". É neste maravilhoso cenário que conheceremos a cidade de Cruzeiro do Sul e o parque Nacional da Serra do Divisor. O Parque Nacional da Serra do Divisor é considerado por diversos pesquisadores como a região de maior biodiversidade do planeta, desbravando-os através de caminhadas ecológicas.



UM GIRO PELA CAPITAL, RIO BRANCO, DO ESTADO DO ACRE, BR
imagem - Sérgio Vale
imagem - Sérgio Vale
imagem - Davi Sopchaki
INAUGURADO EM 1930, O PALÁCIO RIO BRANCO FOI INSPIRADO NA ARQUITETURA GREGA
PALÁCIO RIO BRANCO, SEDE DO GOVERNO ESTADUAL, EM RIO BRANCO, ACRE
IPÊ ROXO NO ACRE, BRASIL
BIBLIOTECA PÚBLICA EM RIO BRANCO (AC)
MEMORIAL DOS AUTONOMISTAS EM RIO BRANCO, NO ACRE
PALÁCIO RIO BRANCO, SEDE DO GOVERNO ACREANO
ÍNDIO DO POVO HUNI KUIN, EM JORDÃO, ACRE
TRECHO DA RODOVIA INTEROCEÂNICA, QUE LIGA RIO BRANCO NO ACRE AOS PORTOS PERUANOS DE ILO, MATARANI E SAN JUAN DE MARCONA
YAWANAWÁ, TRIBO INDÍGENA NO ACRE
RIO CROA, NAS PROXIMIDADES DE CRUZEIRO DO SUL, É AFLUENTE DO MAIS IMPORTANTE RIO DO OESTE ACREANO: O RIO JURUÁ
ASSIS BRASIL, NO ACRE, GANHOU ESSE NOME EM HOMENAGEM A JOAQUIM FRANCISCO DE ASSIS BRASIL, EMBAIXADOR QUE TEVE PAPEL DE DESTAQUE, JUNTO COM O BARÃO DO RIO BRANCO E PLÁCIDO DE CASTRO, NA QUESTÃO DO ACRE, QUE CULMINOU COM A ASSINATURA DO TRATADO DE PETRÓPOLIS, ENTRE BRASIL E BOLÍVIA, GARANTINDO ASSIM A POSSE DO TERRITÓRIO DO ACRE E O DIREITO DA EXPLORAÇÃO DA BORRACHA
AS MESINHAS EXTERNAS SÃO BASTANTES DISPUTADAS POR FREQUENTADORES DO NOVO MERCADO VELHO, ÀS MARGENS DO RIO ACRE, EM RIO BRANCO, ACRE
TACACÁ, PRATO TÍPICO DA REGIÃO AMAZÔNICA
ALDEIA NOVA ESPERANÇA, DA ETNIA YAWANAWÁ, NAS PROXIMIDADES DE TARAUACÁ (AC)
PALÁCIO RIO BRANCO, CARTÃO-POSTAL DE RIO BRANCO, CAPITAL DO ACRE

A CENTENÁRIA IGREJA DE SÃO SEBASTIÃO, EM XAPURI, ACRE
INAUGURADA EM 2006, A PASSARELA GOVERNADOR JOAQUIM MACEDO VIROU UM CARTÃO-POSTAL DA CIDADE DE RIO BRANCO, ACRE
imagem - Davi Sopchaki
AQUI A SEDE DA OAB NO ESTADO DO ACRE, BR
imagem - Fialho
CATEDRAL DE NOSSA SENHORA DA GLORIA NA CIDADE DE CRUZEIRO DO SUL, ACRE, BRASIL
imagem - Wikipédia
ANTEPASSADOS
NA REGIÃO DO ATUAL ESTADO DO ACRE FORAM ENCONTRADOS INÚMEROS GEOGLIFOS (ESTRUTURAS FEITAS NO SOLO), COM IDADE VARIÁVEL EM ATÉ 2100 ANOS. PELA COMPLEXIDADE REMONTAM À CIVILIZAÇÕES PRÉ-COLOMBIANAS DE ELEVADO GRAU DE CONHECIMENTO EM VÁRIAS ÁREAS E DOMÍNIO DE AVANÇADAS TÉCNICAS DE MOVIMENTAÇÃO DE TERRA E ÁGUA. AS ÚLTIMAS ESCAVAÇÕES FIZERAM UMA DESCOBERTA IMPORTANTE EM XAPURI: UM BURACO DE ESTEIO EM BOAS CONDIÇÕES FOI LOCALIZADO EM UM GEOGLIFO DE FORMATO REDONDO, REFORÇANDO A TESE DE QUE OS ÍNDIOS DAQUELA ÉPOCA PODERIAM TER USADO FORTIFICAÇÕES PALIÇADAS PARA HABITAÇÃO E SEGURANÇA
UNIVERSIDADE FEDERAL EM RIO BRANCO, ACRE, BRASIL
imagem - Wikipédia
BR 364
imagem - ?
CIDADE DE TARAUACÁ, ACRE, BR
imagem - Wikipédia
ESTÁDIO ARENA DA FLORESTA NO ESTADO DO ACRE, BR
imagem - Fialho
imagem - Fialho
O ACRE, BRASIL
0 ACRE, CENTRO DA PAN-AMAZÔNIA, ESTÁ INTEGRADO AOS DEMAIS ESTADOS DO BRASIL, À BOLÍVIA E AO PERU. NESSA REGIÃO, NUM RAIO DE 750 QUILÔMETROS, VIVEM 30 MILHÕES DE PESSOAS DE DIFERENTES CULTURAS. COM UMA HISTÓRIA SINGULAR, O ACRE REPRESENTA, DESDE O SÉCULO 19, A UNIÃO DA TRADIÇÃO COM A MODERNIDADE NA CONSTRUÇÃO DO DESENVOLVIMENTO HUMANO. EM SEUS 16 MILHÕES DE HECTARES DE FLORESTA TROPICAL, COM A MAIOR BIODIVERSIDADE DA TERRA, VIVEM 700 MIL HABITANTES, METADE DOS QUAIS MORANDO NA FLORESTA. DENTRE ELES, 15 MIL SÃO ÍNDIOS, DONOS DE 32 RESERVAS INDÍGENAS, 14 DIFERENTES NAÇÕES QUE MANTÉM PRESERVADAS AS TRADIÇÕES DE SUAS ETNIAS. COMUNIDADES INTEIRAS SE ORGANIZAM A PARTIR DA UNIDADE DE UMA PRODUÇÃO FAMILIAR QUE SE UTILIZA DOS RIOS COMO PRINCIPAL MEIO DE TRANSPORTE E DA PRÓPRIA FLORESTA COMO FONTE ALIMENTAR. E UMA SOCIEDADE ÚNICA DE PRESERVAÇÃO DE VALORES E COSTUMES DA "FLORESTANIA", QUE SÃO OS PRINCÍPIOS DE RESPEITO AO MEIO AMBIENTE E A MULTIPLICIDADE SÓCIO-CULTURAL.
CIDADE DE SENA MADUREIRA, ACRE, BRASIL
imagem -Jezaflu
imagem - Jezaflu
CIDADE DE MARECHAL THALMATURGO, ACRE, BRASIL
imagem - Jezaflu
CIDADE DE JORDÃO, ACRE, BRASIL
imagem - Blog Fala Jordão
CIDADE SENADOR GUIOMARD, ACRE, BRASIL
imagem - Jezaflu
CIDADE DE SANTA ROSA DO PURUS, ACRE, BRASIL
imagem - Jezaflu
CIDADE DE RODRIGUES ALVES, ACRE, BRASIL
imagem - Jezaflu
CIDADE DE PORTO WALTER, ACRE, BRASIL
imagem - Jezaflu
PRAÇA RODRIGUES ALVES NO ESTADO DO ACRE, BR
imagem - Fialho
O TRADICIONAL CORETO DA PRAÇA
imagem - Fialho
PASSARELA / SÍMBOLO DA CAPITAL RIO BRANCO, NO ACRE, BRASIL
imagem - Wikipédia
UNIDADE DE ARTE NO ESTADO DO ACRE, BR
imagem - Wikipédia
UPA / SEGUNDO DISTRITO NO ACRE, BR
imagem - Sérgio Vale
SBORBA
imagem - Fialho
CONHEÇA UM POUCO DO PARQUE DA MATERNIDADE NA CAPITAL RIO BRANCO, ACRE, BRASIL
imagem - Fialho
imagem - Fialho
imagem - Fialho
imagem - Fialho
imagem - Fialho
imagem - Fialho
imagem - Fialho
BIBLIOTECA DA FLORESTA NA CAPITAL RIO BRANCO, ACRE, BRASIL
imagem - Fialho
imagem - Fialho
AVENIDA / NA CAPITAL DO ACRE, BR
imagem - Fialho
AVENIDA BRASIL / NA CAPITAL DO ACRE, BR
imagem - Fialho
AVENIDA CEARÁ / NA CAPITAL DO ACRE, BR
imagem - Fialho
PARQUE TUCUMÃ / NA CAPITAL DO ACRE, BR
imagem - Fialho
BIBLIOTECA PÚBLICA / NA CAPITAL DO ACRE, BR
imagem - Fialho
imagem - Fialho
imagem - Sérgio Vale
PRAÇA DA BIBLIOTECA PÚBLICA NO ESTADO DO ACRE, BR
imagem - Fialho
imagem - Fialho
VISÃO PARCIAL DA CAPITAL DO ESTADO DO ACRE, BR
imagem - Fialho
VIA CHICO MENDES NA CAPITAL DO ESTADO DO ACRE, BR
imagem - Fialho
USINA DE ARTE / NA CAPITAL DO ESTADO DO ACRE, BR
imagem - Fialho
PRAÇA DO PALÁCIO RIO BRANCO / NA CAPITAL DO ACRE, BR
imagem - Wikipédia
VIA VERDE / EM RIO BRANCO, ACRE, BR
imagem - Fialho
imagem - Fialho
PRAÇA DA REVOLUÇÃO / NA CAPITAL DO ESTADO DO ACRE, BR
imagem - Fialho
imagem - Fialho
PRAÇA RODRIGUES ALVES / NA CAPITAL DO ACRE, BR
imagem - Fialho
PALÁCIO DAS SECRETARIAS - NA CAPITAL DO ESTADO DO ACRE, BR
imagem - Fialho
RUA BENJAMIM CONSTANT EM RIO BRANCO, ACRE, BR
imagem - Fialho
CASAS
imagem - Davi Sopchaki
PASSARELAimagem - Davi Sopchaki
ESTE EH O BRASÃO DA POLICIA MILITAR DO ESTADO DO ACRE, BRASIL
AQUI O BRASÃO DA CORPORAÇÃO DE BOMBEIROS DO ACRE, BRASIL
ESTA EH A BANDEIRA DO ESTADO DO ACRE, BRASIL
AQUI O BRASÃO DO ESTADO DO ACRE, BRASIL

                                             ATÉ A PRÓXIMA. A GENTE SE VÊ



fonte/fotos - Wikipédia / Thymonthy Becker / viajeaqui.abril.com.br / IBGE / Portal do Governo do Acre / 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

MERCÊS, MINAS GERAIS - Famosa por seu turismo de eventos, como o Jubileu de Nossa Senhora das Mercês, que acontece na segunda quinzena de setembro; as festividades do Carnaval; Torneio Leiteiro; e Festa da Virada, que movimentam a economia da cidade e da região.

CONHEÇA A CIDADE DE "MERCÊS", MINAS GERAIS, BRASIL SEJA MUITO BEM VINDO A CIDADE DE MERCÊS, MG. UMA CIDADE ABENÇOADA foto - Thymonthy Becker AQUI O TEMPLO DA ASSEMBLEIA DE DEUS EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker SEDE DO PODER LEGISLATIVO - CÂMARA DE VEREADORES DA CIDADE DE MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker ESCOLA MUNICIPAL EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker ESTAÇÃO RODOVIÁRIA DA CIDADE DE MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker IGREJA EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker MATRIZ DE NOSSA SENHORA DAS MERCÊS E SEU INTERIOR EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker HOMENS TRABALHANDO NO TELHADO DA MATRIZ EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker foto - Thymonthy Becker NA HORA CERTA foto - Thymonthy Becker INTERIOR DA MATRIZ EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker INTERIOR DA MATRIZ EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker INTERIOR DA MATRIZ EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker INTERIOR DA MATRIZ EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker INTERIOR DA MATRIZ EM MERCÊS, MG

REPRESA DE FURNAS, SÃO JOSÉ DA BARRA, MINAS GERAIS - Em 1963 fecharam o túnel que criou praias, formou cânions, inundou vilarejos mudando para sempre a história de 34 cidades mineira e formando o espetacular “Mar de Minas”

CONHEÇA A "REPRESA DE FURNAS", SÃO JOSÉ DA BARRA, MINAS GERAIS, BRASIL foto - Thymonthy Becker No dia 9 de janeiro de 1963 o túnel que desviou o curso do rio Grande para a construção da Usina de Furnas foi fechado e as águas que formaram um dos maiores reservatórios do mundo, criou praias, formou cânions e cachoeiras inundou vilarejos e mudou para sempre a história dos 34 municípios que ficam ao longo dos 1.440 km2 de extensão do Lago de Furnas. A sede do município de Guapé ficou praticamente submersa, o que levou à construção de uma nova sede em local definido pela população. O distrito de São José da Barra, então pertencente a Alpinópolis e emancipado em 1994, ficou integralmente debaixo das águas e deu lugar à "Nova Barra", que a pedido do padre Ubirajara Cabral, pároco local, foi construída pela Central Elétrica de Furnas na forma de um banjo. A maioria dos municípios possuía vocação agropecuária, mas com o alagamento das áreas produtivas diversificaram suas ati…

FAROL DE ALEXANDRIA, ALEXANDRIA, EGITO - Uma das 7 maravilhas do mundo eh uma obra colossal

CONHEÇA O "FAROL DE ALEXANDRIA", ALEXANDRIA, EGITO A cidade de Alexandria foi fundada por Alexandre, o Grande, e tem muito mais a oferecer além de sua história e curiosidades. Localizada na costa mediterrânica do Egito, é conhecida mundialmente pelos seus pontos turísticos, como a Biblioteca de Alexandria, o Farol de Alexandria (uma das sete maravilhas do mundo antigo) e as Catacumbas de Kom el Shoqafaw (uma das sete maravilhas do mundo medieval). Outras atrações envolvem visitas à museus, jardins, mesquitas e ruínas antigas que contam a história de seu passado. O Farol de Alexandria é uma das sete maravilhas do mundo antigo. Foi construído para servir de referencial para os navegantes, na Ilha de Faros. Para servir de entrada no porto e informar os navegantes da proximidade de terras, Ptolomeu mandou construir o Farol de Alexandria. Este tinha lugar na Ilha de Faros e, por causa do nome da ilha, todas as construções até hoje, com o mesmo objetivo, são chamadas de farol. O e…

BELFAST, IRLANDA DO NORTE - A região tem uma história marcada por grandes conflitos e algumas das principais atrações estão nas ruas das grandes cidades

CONHEÇA "BELFAST", O LADO HISTÓRICO DA IRLANDA DO NORTE Para muitas pessoas, viajar pela Irlanda e Irlanda do Norte é sinônimo de conhecer paisagens naturais, casinhas de interior e ovelhas por todos os lados. Realmente esse é o tipo de paisagem mais frequente pelas estradas desses dois países. Mas o que muitos turistas não sabem ou até esquecem, é que a região tem uma história marcada por grandes conflitos e algumas das principais atrações estão nas ruas das grandes cidades.  É o caso de Belfast, capital da Irlanda do Norte. Se estiver pela ilha esmeralda, não deixe de passar pelo menos dois dias na cidade. O local se tornou capital do país quando a Irlanda se dividiu em duas, em 1920. Foi nessa época que ocorreu uma longa guerra política e religiosa entre protestantes a favor do Reino Unido e católicos separatistas. Depois de anos sangrentos, os cidadãos tentam levar uma vida normal, mas as marcas dessa disputa ainda estão por toda parte.  Apesar de ser marcada e conhecida…

O QUE FAZER NO PANTANAL BRASILEIRO - Em outras palavas: o Pantanal é imenso e merece planejamento para explorar a maior planície alagável do planeta, uma área de 210 mil km² e quase mil espécies de animais, segundo o ICMBio.

O QUE FAZER EM UM PASSEIO PELO PANTANAL BRASILEIRO
Localizada entre o noroeste do Mato Grosso do Sul e o sul do Mato Grosso, no Centro-Oeste brasileiro, a região é dividida em Pantanal Norte (MT), formada por destinos como Cáceres (220 km de Cuiabá), Poconé (102 km) e Barão de Melgaço (110 km); e Pantanal Sul (MS), com destaque para cidades como Miranda (198 km de Campo Grande), Aquidauana (130 km) e Corumbá (420 km).  Em outras palavas: o Pantanal é imenso e merece planejamento para explorar a maior planície alagável do planeta, uma área de 210 mil km² e quase mil espécies de animais, segundo o ICMBio.  CONFIRA ATRAÇÕES  Pantanal Norte  ⇒ Transpantaneira  A MT-060 tem 140 km de extensão, entre Poconé, portal do pantanal mato-grossense, e a localidade de Porto Jofre.  Essa estrada de terra com trechos precários é melhor aproveitada a bordo de carros 4×4. Com 123 pontes – a maioria delas em madeira -, a Transpantaneira é conhecida pelas áreas alagadas que atraem animais em busca de alimen…

SANTANA DO GARAMBÉU, MINAS GERAIS - Com um museu que traz um acervo com diversos objetos e documentos de antigos moradores da cidade, além da famosa Fazenda do Apiário, que proporciona um maravilhoso pôr do sol aos seus visitantes. A cidade cultiva o turismo ecológico por ser dona de belas e deliciosas cachoeiras.

CONHEÇA A CIDADE DE "SANTANA DO GARAMBÉU", MINAS GERAIS, BRASIL Às margens do Rio Grande, Santana do Garambéu está localizada na microrregião do Alto Rio Grande e faz parte do Circuito Serras de Ibitipoca, em Minas Gerais.  A Praça da Matriz de Santana do Garambéu possui um histórico casarão construído pelo fundador da cidade, Antônio Garambéu, e é um dos pontos turísticos mais interessantes da cidade. De propriedade particular, a visita deve ser agendada por meio da prefeitura da cidade.  (Instituto estrada real)  CHEGANDO NA CIDADE DE SANTANA DE GARAMBÉU, MG(Nilza Ribeiro) A cidade conta também com um museu que traz um acervo com diversos objetos e documentos de antigos moradores da cidade, além da famosa Fazenda do Apiário, que proporciona um maravilhoso pôr do sol aos seus visitantes.  A cidade cultiva o turismo ecológico por ser dona de belas e deliciosas cachoeiras. Nos limites do município é praticada a pesca às margens do Rio Grande. (Instituto estrada real)  CACHOEIRA…

PACUJÁ, CEARÁ - Uma cidade que encanta cada pessoa que passa por lá. Pessoas carismáticas, acolhedoras que tem uma peculiaridade interessante, são muito apaixonadas por política.

CONHEÇA A CIDADE DE "PACUJÁ, CEARÁ, BRASIL PACUJÁ, uma cidade que encanta cada pessoa que passa por lá. Pessoas carismáticas, acolhedoras que tem uma peculiaridade interessante, são muito apaixonadas por política.  Centro da cidade de Pacujá, CE(Alancardé Leopoldino) SERRINHA, PACUJÁ, CEARÁ  A Serrinha é uma espécie de “braço” da Serra da Ibiapaba que se prolonga pelos municípios de Pacujá, Graça, Cariré e Reriutaba. Esta serra, apesar de pequena, concentra um enorme potencial científico, ecológico e turístico.  Caverna Arenítica em Serrinhas, Pacujá, CE(PCdoB / Alancardé Leopoldino) Gruta do Limão ou Furna do Limão em Serrinha, Pacujá, CE(Alancardé Leopoldino) Pedra do Jacaré em Serrinha, Pacujá, CE(Alancardé Leopoldino) Icnofóssil Marinho de 420 Milhões de anos em Serrinha, Pacujá, CE(Alancardé Leopoldino) Numa área de aproximadamente mil hectares, podemos nos deparar com sítios arqueológicos onde foram encontrados artefatos em pedra, feitos pelo homem “pré-histórico”, datados de …

VIRGINÓPOLIS, MINAS GERAIS - Alem da festa da Jabuticaba que acontece anualmente, a cidade possui uma das maiores escadarias de igreja do mundo, com mais de 500 degraus

CONHEÇA A CIDADE DE "VIRGINÓPOLIS", MINAS GERAIS, BRASIL A cidade é regionalmente conhecida pela tradicional Festa da Jabuticaba, que ocorre anualmente em setembro. Um aspecto interessante é que, apesar da festa, a cidade não se configura como grande produtor da fruta.  Outro aspecto cultural interessante é a presença da Capela de Nossa Senhora do Patrocínio, que possui uma das maiores escadarias de igreja do mundo, com mais de 500 degraus, construídos pelos próprios moradores da cidade em mutirões realizados no fim da década de 1980.  CASARÃO NA CIDADE DE VIRGINÓPOLIS, MG(asminasgerais.com.br) CASARÃO EM VIRGINÓPOLIS, MG (asminasgerais.com.br) CENTRO DA CIDADE DE VIRGINÓPOLIS, MG (asminasgerais.com.br) PRAÇA EM VIRGINÓPOLIS, MG (asminasgerais.com.br) VIRGINÓPOLIS, MG(asminasgerais.com.br)
CASARÃO EM VIRGINÓPOLIS, MG(asminasgerais.com.br)
PRAÇA EM VIRGINÓPOLIS, MG(asminasgerais.com.br)
RUA CENTRAL DA CIDADE DE VIRGINÓPOLIS, MG(asminasgerais.com.br)
UMA DAS MAIORES ESCADARIAS …

TRÊS CORAÇÕES, MINAS GERAIS - Três boiadeiros vindos de Goiás se renderam aos encantos de três moças da localidade e conquistaram os três corações. Assim reza a lenda

CONHEÇA A CIDADE DE "TRÊS CORAÇÕES", MINAS GERAIS, BRASIL DA JANELA DO TREM CASA PELÉ A Casa Pelé foi construída baseada nas memórias de Dona Celeste Arantes do Nascimento e seu irmão Jorge, respectivamente mãe e tio do Pelé. Como não havia registro fotográfico nem descritivo da mesma, o resgate dessas informações foi de vital importância para o sucesso da obra. Na Casa, foram utilizadas técnicas de envelhecimento que transportaram uma obra construída recentemente para o ano de 1940, data de nascimento de Edson Arantes do Nascimento, o Rei Pelé. Os móveis e objetos existentes são fiéis à década de 40 e foram adquiridos através de uma pesquisa realizada durante três anos em fazendas, brechós e antiquários. O rádio tocando músicas da época, o fogão à lenha e as lâmpadas de baixa voltagem imprimem uma sensação de volta ao passado. Com aproximadamente 15.000 visitantes em apenas 8 meses de existência, a Casa já recebeu a visita de 28 países além de turistas de todas as regiões do…

MACAIA, BOM SUCESSO, MINAS GERAIS - Com jeitinho de cidade beira-mar onde o céu eh mais azul e as plantas são mais verdes

CONHEÇA O DISTRITO DE "MACAIA", BOM SUCESSO, MINAS GERAIS, BRASIL, DA JANELA DO TREM BEM VINDO A ESTE PEQUENO PARAÍSO. UM POVOADO CERCADO DE VERDE E ÁGUA. foto - PMBS AQUI PODEMOS VER AS ÁGUAS DA REPRESA DO FUNIL, BANHANDO O DISTRITO DE MACAIA. foto - Thymonthy Becker 
MACAIA ESTÁ À 853 KM DA CAPITAL DA FEDERAÇÃO ( 10 HORAS E 40 MINUTOS) ESTÁ À 213 KM (02 HORAS E 50 MINUTOS) DA CAPITAL DO ESTADO DAS MINAS GERAIS. ESTÁ À 141 KM (01 HORA E 55 MINUTOS DE DIVINÓPOLIS) O DISTRITO POSSUI 900 HABITANTES, APROXIMADAMENTE (informação de morador) AQUI A ESTRADA QUE MARGEIA A REPRESA DO FUNIL, CHEGANDO EM MACAIA. foto - Thymonthy Becker
MACAIA ERA UM POVOADO QUE EXISTIA NO FUNDO DO VALE, NAS PROXIMIDADES DA CIDADE DE "BOM SUCESSO", A QUE PERTENCE. COM A CONSTRUÇÃO DA REPRESA DO FUNIL, PARTE DO POVOADO FICOU DEBAIXO D'ÁGUA. A CIDADE FOI REMANEJADA UM POUCO PARA CIMA DO LIMITE DA ÁGUA. COM CERTEZA COMPLICOU A VIDA DE MUITOS "MACAENSES". MAS AS ÁGUAS DA REPRESA, FORMA…