XAPURI, ACRE - Segundo a Organização Mundial de Turismo (OMT), os roteiros de turismo ecológico e cultural estão entre os que mais crescem no mundo, transformando pequenas localidades em receptoras de grande número de visitantes. Assim eh o município de Xapuri, recheado de situações, locais e monumentos históricos, cachoeiras, trilhas, pousada na floresta, praias de água doce, museus e seringais, recebendo assim muitas turistas de vários estados brasileiros.




CONHEÇA A CIDADE DE XAPURI, ACRE, BRASIL - OLHANDO DA JANELA DO TREM
O turismo pode se transformar numa das principais alternativas de atividade econômica para as comunidades da Amazônia. Segundo a Organização Mundial de Turismo (OMT), os roteiros de turismo ecológico e cultural estão entre os que mais crescem no mundo, transformando pequenas localidades em receptoras de grande número de visitantes. (Wikipédia)
Rua da cidade de Xapuri, Ac (Altemiro Olinto Cristo)
POUSADA SERINGAL CACHOEIRA EM XAPURI, AC
Construída às margens de um lago, com decoração rústica e clima aconchegante, a pousada conta com 32 leitos, divididos em 3 chalés e 2 quartos coletivos, chamados de “belichários”. Dois chalés são para casal e o terceiro chalé tem acomodação para família de até 4 pessoas. Os belichários são divididos por gênero e cada um possui acomodação para 12 pessoas. (Wikipédia)
Pousada Seringal Cachoeira na cidade de Xapuri, AC (Divulgação)
Na pousada, o turista pode conhecer um pouco mais sobre a história do Seringal Cachoeira; contratar um guia para realizar trilhas na floresta; alugar uma bicicleta e fazer um passeio ciclístico pela região; participar do circuito de aventura, com rapel, arborismo e tirolesa; saborear um tambaqui assado ou um filé ao molho de castanha, acompanhados por sucos de frutas da Amazônia, como cupuaçu, graviola, acerola, caju e cajá. 
Artefatos na Pousada Seringal Cachoeira em Xapuri, AC (Divulgação)

CASA BLANCA NA CIDADE DE XAPURI, ACRE
Construída em madeira com dois pavimentos, era o local onde funcionava a intendência Boliviana. Atualmente sedia o Museu Casa Branca. (Wikipédia/Paulo Roberto Witos)
IGREJA DE SÃO SEBASTIÃO EM XAPURI, AC
Construção em estilo colonial, construída em meio à Revolução Acreana. (Wikipédia)
MUSEU CHICO MENDES DA CIDADE DE XAPURI, AC
Instalado na casa onde vivia o seringueiro, sindicalista e ambientalista. Tombado pelo Iphan como Monumento Histórico e Cultural, a casa de Chico Mendes recebeu uma reforma, financiada pelo Governo do Acre, mantendo suas características originais. Textos pendurados nas paredes e no teto do lugar narram como aconteceu a morte do seringueiro, em 1988. Na mesma rua, fica a Fundação Chico Mendes, que traz um acervo com suas fotos históricas e pertences pessoais. (Wikipédia)
PRAIAS DO INFERNO E ZAIRE EM XAPURI, AC
Duas praias do Rio Acre, localizadas próximas ao centro da cidade. Nelas, acontecem o Festival de Praia e Esportes. (Wikipédia/Eduardo de Araujo Marques)
Centro Cultural Chico Mendes em Xapuri, AC (Jesaflu Jesus)
Parque ambiental Chico Mendes em Xapuri, AC (Paulo Roberto Witos)
Rua da cidade de Xapuri, AC (José Carlos Sá)
Pastos na zona rural da cidade de Xapuri, AC (Eiji Matsumoto)
Rua da cidade de Xapuri, AC (Altemiro Olinto Cristo)
Comércio no centro da cidade de Xapuri, AC (Altemiro Olinto Cristo)
Entorno da cidade de Xapuri, AC (Michele Wesz Andres)
Rodovia para a cidade de Xapuri, AC (Michele Wesz Andres)
Museu da cidade de Xapuri, AC (José Carlos Sá)
Ponte em Xapuri, AC (André Bonacin)
Pórtico de entrda para a cidade de Xapuri, AC (Michele Wesz Andres)
Praça da cidade de Xapuri, AC (J. Guedes Fotografia)
Posto da Polícia Rodoviária Federal da cidade de Xapuri, AC (Altemiro Olinto Cristo)
Rio Acre na cidade de Xapuri, AC (André Bonacin)
Rua de Xapuri, AC  (J. Guedes Fotografia)
Rua de Xapuri, AC (José Carlos Sá)
Ruínas de uma igreja na cidade de Xapuri, AC (Eduardo de Araújo Marques)
Comércio de Xapuri, AC (José Carlos Sá)
Loja Maçônica da cidade de Xapuri, AC (Altemiro Olinto Cristo)
Rua da cidade de Xapuri, AC (Predador)
Vista aérea da cidade de Xapuri, AC (Jesaflu Jesus)
Encontro do Rio Acre com o Rio Xapuri na cidade de Xapuri, AC (André Bonacin)
DADOS GERAIS SOBRE O MUNICÍPIO DE XAPURI, ACRE
Código do Município - 1200708 
Gentílico - xapuriense 
Prefeito 2017 / FRANCISCO UBIRACY MACHADO DE VASCONCELOS 
População estimada [2017] - 18.174 pessoas 
População no último censo [2010] - 16.091 pessoas 
Densidade demográfica [2010] - 3,01 hab/km² 
Salário médio mensal dos trabalhadores formais [2015] - 1,9 salários mínimos 
Pessoal ocupado [2015] - 815 pessoas 
População ocupada [2015] - 4,6 % 
Área da unidade territorial [2016] - 5.347,468 km² 
Esgotamento sanitário adequado [2010] - 27,7 % 
Arborização de vias públicas [2010] - 14,7 % 
Urbanização de vias públicas [2010] - 4,5 % 
Fonte: IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas - 
POSIÇÃO GEOGRÁFICA DA CIDADE DE XAPURI NO ESTADO DO ACRE
HISTÓRICO DA CIDADE DE XAPURI, ACRE
História 
O povoado surgiu logo depois de Volta da Empreza (Rio Branco), no ano de 1883, em um local estratégico na confluência do rio Xapuri com o rio Acre. 
A localidade tornou-se um dos principais entrepostos comerciais do Acre no Ciclo da Borracha. 
Durante o período da Revolução Acreana, Xapuri foi ocupada por autoridades bolivianas que passaram a chamá-la de Mariscal Sucre. Em 6 de agosto de 1903, as tropas do Coronel Plácido de Castro tomaram o povoado marcando o início da última vitoriosa etapa da Revolução Acreana, que culminou com a Anexação do Acre ao Brasil. 
Seu nome deriva da tribo indígena dos Xapurys. 
Na década de 1980 a cidade também foi palco do movimento de resistência dos seringueiros em defesa dos seringais nativos da região. O principal líder desse movimento, cuja luta culminou na criação das reservas extrativistas, foi o sindicalista xapuriense Chico Mendes.
Fonte: IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas - 
ESTA EH A BANDEIRA DA CIDADE DE XAPURI, ACRE
ESTE EH O BRASÃO DO MUNICÍPIO DE XAPURI, ACRE

Fonte dos textos e fotos: IBGE - Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas - / Wikipédia / Thymonthy Thymberthy Becker / Charlie Styforlamber / 

Comentários