CATEDRAL DE SÃO NICOLAU - ST NICHOLAS NAVAL CATHEDRAL, SANKT-PETERBURG, RÚSSIA - Um cartão postal da cidade visitado por turistas do mundo inteiro. Eh uma grande igreja ortodoxa no estilo do barroco, localizada em São Petersburgo, Rússia. Ela pertence à diocese de São Petersburgo da Rússia. A catedral foi construída em 1753-1762 pelo arquiteto Savva Chevakinsky como uma igreja regimental na quadra do mar regimental no lugar de uma igreja anterior de madeira.




CONHEÇA A CATEDRAL DE SÃO NICOLAU SÃO PETERSBURGO, RÚSSIA - OLHANDO DA JANELA DO TREM
É UMA GRANDE IGREJA ORTODOXA NO ESTILO DO BARROCO, LOCALIZADA EM SÃO PETERSBURGO, RÚSSIA. ELA PERTENCE À DIOCESE DE SÃO PETERSBURGO DA RÚSSIA.
A CATEDRAL FOI CONSTRUÍDA EM 1753-1762 PELO ARQUITETO SAVVA CHEVAKINSKY COMO UMA IGREJA REGIMENTAL NA QUADRA DO MAR REGIMENTAL NO LUGAR DE UMA IGREJA ANTERIOR DE MADEIRA.
ST. NICHOLAS NAVAL CATEDRAL É COMPOSTA POR DUAS IGREJAS SEPARADAS. 
A MENOR, A IGREJA DE SÃO NICOLAU, ESTÁ LOCALIZADA NO PRIMEIRO ANDAR, ENQUANTO A IGREJA DA EPIFANIA ESTA NO SEGUNDO ANDAR. O ALTAR DA IGREJA SUPERIOR FOI CONSAGRADO NA PRESENÇA DA IMPERATRIZ CATARINA II, QUE DISSE QUE A IGREJA RECÉM-CONSTRUÍDA PODERIA SER CHAMADA DE UMA CATEDRAL.
O PRINCIPAL SANTUÁRIO E ÍCONE DA CATEDRAL DE ST. NICHOLAS FOI FEITO NO SÉCULO XVII COM UMA PORÇÃO DE SUAS RELÍQUIAS, ESTÁ LOCALIZADO NA PARTE INFERIOR DA IGREJA.
EM 1908, O OBELISCO TSUSHIMA FOI ERIGIDO NO JARDIM EM FRENTE DA IGREJA EM MEMÓRIA DOS MORTOS NA BATALHA DE TSUSHIMA.
A CATEDRAL DE SÃO NICOLAU TEM A FORMA DE UMA CRUZ E É DECORADA POR COLUNAS CORÍNTIAS, ARQUITRAVES DE ESTUQUE, UMA CIMALHA DE LARGURA E É COROADA POR CINCO CÚPULAS DOURADAS. NA IGREJA PODE-SE ACOMODAR ATÉ 5.000 PESSOAS.
EM 2000, UMA CAPELA FOI CONSAGRADA NA CAMADA INFERIOR DA TORRE DO SINO.
NA IGREJA SUPERIOR, HÁ PLACAS MEMORIAIS PARA A TRIPULAÇÃO DO SUBMARINO NUCLEAR K-278 KOMSOMOLETS E PARA OUTROS SUBMARINOS SOVIÉTICOS. 
DESDE 2000, A COMEMORAÇÃO DO SUBMARINO K-141 KURSK É REALIZADA NA CATEDRAL POR MARINHEIROS

Fonte dos textos e fotos: Wikipédia / Thymonthy Becker / Divulgação /


Comentários