Pular para o conteúdo principal

PARQUE ESTADUAL DE TERRA RONCA, GOIÁS - A mais espetacular atração subterrânea com mais de 200 cavernas




CONHEÇA O "PARQUE ESTADUAL DA TERRA RONCA", GOIÁS, BRASIL
O número é incerto, mas estima-se que o Parque Estadual de Terra Ronca, em Goiás, guarda cerca de 300 grutas. Entre as que são abertas a visitação duas se destacam. A primeira é a Angélica, com acesso por trilha tranquila, tem 17 km de extensão e cerca de dez salões que ostentam formações como estalactites e estalagmites. 
A segunda gruta que merece destaque é a Terra Ronca 1, que é cortada por um rio e tem entrada rente à estrada que atravessa o parque – seu interior chega a 90 metros de altura e desemboca em um altar onde é realizada a Festa do Bom Jesus da Lapa (sempre no dia 6 de agosto). 
Para aproveitar bem a viagem, é essencial dormir por aqui, numa das hospedarias que rodeiam o Povoado São João, (leia em Hotéis). Os guias são indispensáveis. Na mala, coloque roupas leves, tênis, lanche e repelente.
A lavoura chegou no limite do Parque Estadual de Terra Ronca, Goiás
PARQUE ESTADUAL DE TERRA RONCA / GOIÁS / BRASIL
600 milhões de anos atrás, a natureza se encarregava de formar uma das mais espetaculares atrações subterrâneas do hemisfério sul: as Cavernas de “Terra Ronca”, hoje consagradas como um dos maiores complexos espeleológicos, não só do Brasil, como da América Latina e também do mundo.
O nome do Parque soa estranho: “Terra Ronca”. A expressão deriva do rugido dos rios que atravessam as cavernas, e do burburinho das cachoeiras que despencam em suas entranhas.
Camufladas entre a paisagem ressequida do cerrado, e emolduradas pelo suave contorno da Serra Geral de Goiás, as cavernas do Parque, oferecem um ecoturismo de grande aventura, recheado de emoção e adrenalina.
Pouco conhecido e quase inexplorado o Parque de Terra Ronca vem despertando interesse de espeleólogos, geólogos, biólogos, turistas, e, particularmente, dos aventureiros, amantes da natureza e dos esportes radicais.
No complexo, estão grandes sistemas de cavernas do Brasil. São mais de 60 cavernas “molhadas” atravessadas por rios, e 200 “cavernas secas”, mas apenas algumas foram exploradas, entre elas a Angélica, Terra Ronca I e II, São Vicente, São Bernardo, Lapa do Bezerra e São Mateus.
Sete delas constam da lista das trinta maiores cavernas do Brasil. A Angélica, com 14.100 metros de extensão é a 4ª colocada do país. São várias cavernas esculpidas por rios, com formações moldadas durante milhões de anos, desde que a região era banhada pelo mar, no período Pré-Cambriano superior.
O parque da Terra Ronca foi criado em 1989 para preservar o complexo de cavernas, berço de incríveis formações calcárias, como as gigantescas colunas de estalactites, estalagmites (formadas por gotinhas impregnadas por calcário que pingam por milhares e milhares de anos).
As nascentes de águas límpidas, que correm dentro das grutas, oferecem um espetáculo à parte, os “bagres cegos”, que por viverem na escuridão das cavernas, ficaram albinos e cegos. Até nas pocinhas é possível ver essa rara espécie de peixe, cuja atrofia dos órgãos da visão e a despigmentação, representam não apenas um exemplo vivo de uma fauna ameaçada de extinção, mas um patrimônio genético inigualável para estudos sobre a evolução biológica das espécies
A região do parque fica no Planalto Central Brasileiro, a noroeste de Goiás, na divisa com o estado da Bahia. A melhor opção para se chegar até o Parque de Terra Ronca é partir da Capital Federal rumo ao nordeste Goiano. Seguindo pela BR 020, o caminho é por Formosa, Alvorado do Norte e Posse. Em Posse, deixa-se a BR 020 em direção a Guarani de Goiás. O Parque de Terra Ronca fica aproximadamente 40 km de Guarani de Goiás.
A cidade base para esse santuário natural subterrâneo é São Domingos, que fica 400 km de Brasília e aproximadamente uns 50 km de distância das cavernas.
Muitos preferem se hospedar em pousadas rurais e familiares (algumas bem simples) no povoado de São João Evangelista, ou em campings mais próximos das cavernas. Todavia, conhecer ou se hospedar na histórica cidade de São Domingos é uma experiência que vale a pena.
São Domingos tem sua origem relacionada com o garimpo do ouro no século 17º. O cartão postal da cidade são os casarões e a Matriz de São Domingos, do século 19º. São Domingos é banhado pelos rios: Maravilha e São Domingos, cuja represa formou um lago, onde as famílias fazem piquenique e a criançada se diverte em suas prainhas.
A pequena cidade de São Domingos oferece pouca infra-estrutura de turismo para a exploração das cavernas, e o visitante deve estar imbuído de espírito de aventura para enfrentar as esburacadas estradas de terra. Mas acredite o passeio lhe trará grandes recordações e qualquer dificuldade será apenas um detalhe.
A Caverna “Terra Ronca”, que deu nome ao parque, é a mais importante e espetacular caverna do complexo e também a mais visitada. A Terra Ronca é dividida em Terra Ronca 1 e 2, em razão de um desabamento ocorrido há milhares de anos que dividiu o acesso da caverna em dois.
Camufladas entre a paisagem ressequida do cerrado, e emolduradas pelo suave contorno da Serra Geral de Goiás, as cavernas do Parque, oferecem um ecoturismo de grande aventura, recheado de emoção e adrenalina.
A 485 km de Brasília, o município goiano de São Domingos é a principal porta de entrada para o Parque Estadual de Terra Ronca (PETeR), uma área de 57 mil hectares, considerada uma dos maiores concentrações de cavernas da América Latina e um dos destinos deste tipo mais respeitados do planeta.
A área protegida, com corredores subterrâneos formados há 600 milhões de anos, abriga 200 cavernas secas e outras 60 molhadas, cujo acesso exige cruzar rios interiores que rasgam a escuridão.
Dentro do parque, apenas 17 grutas estão abertas para visitação. E isso já é suficiente para vivenciar uma das experiências cênicas mais impactantes do Brasil. Só para ter a dimensão, o PETeR abriga sete das 30 maiores cavernas do País, com extensões que ultrapassam mais de 14 km de canais interligados.
A formação rochosa que dá nome ao parque está a 50 km de São Domingos e tem números grandiosos. Sua entrada, uma das maiores bocas naturais de caverna no Brasil, tem 96 m de altura - o mesmo que um prédio de 36 andares - e 120 m de largura - equivalente ao comprimento de um campo de futebol.
O local é acessado por uma trilha breve, com rochas de calcário e árvores típicas do Cerrado, como gameleiras. Cortada pelo Rio da Lapa, cuja transposição é obrigatória em alguns trechos, a caverna de Terra Ronca abriga salões iluminados naturalmente e outros mais profundos, que exigem o uso de luz artificial.
A 8 km dali, a caverna São Bernardo 2 faz o nível da adrenalina subir. Com 2 km de extensão e dona de um dos cenários mais impactantes de um complexo de três grutas, o local tem boca de 40 m de diâmetro com acesso por uma dolina, como são chamadas as depressões formadas pela infiltração de água ou pelo desmoronamento do teto de uma caverna.
Passada a etapa da descida íngreme a 45º até o interior da São Bernardo, o visitante ainda precisa cruzar um rio pouco convidativo (tanto por sua velocidade quanto pela baixa temperatura), caminhar com água até a cintura e se equilibrar entre rochas para atravessar áreas mais perigosas. Tudo isso sob total escuridão: a única luz vem do capacete de cada um dos visitantes.
Os destaques dali são o encontro das águas dos rios São Bernardo e Palmeira, dentro da própria caverna, e o Salão de Pérolas, onde repousa uma espécie de ninho de pedras brancas arredondadas, que dão nome ao local.
Já a Lapa da Angélica, com pouco mais de 14 km de extensão, é a mais extensa de todo o parque e é uma das dez maiores do Brasil, segundo o Cadastro Nacional de Cavernas, divulgado pela Sociedade Brasileira de Espeleologia.
Ainda que seja uma das atrações de fácil acesso, essa caverna é exigente, sobretudo com quem não está acostumado a andar em terrenos escorregadios e de teto baixo. Em certos trechos, é necessário o uso de cordas.
A Angélica é conhecida pela grande quantidade de salões naturais e cortinas, com estalactites e estalagmites milenares de formas surreais.
Essa e todas as outras cavernas da região de Terra Ronca ainda são ilustres desconhecidas do viajante brasileiro com alma mais aventureira. Inclusive entre os próprios goianos, que ainda veem o destino como um paraíso distante e exótico. E olha que Goiás está entre os cinco estados com o maior número de cavernas do País: são 718, para ser mais exato, segundo o Cadastro de Cavernas do Brasil.

VALEU PELA VISITA - SEMPRE VOLTE



fonte / fotos - uol.com.br / Thymonthy Becker / Divulgação / Governo de Goiás / 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SERRA DO NAVIO, AMAPÁ - A História da Serra do Navio remonta aos anos 1950. A região era rica em manganês e outros minérios. Por isso, a brasileira ICOMI, com sede em Belo Horizonte e atuação em Minas Gerais, foi escolhida para explorar o minério e construir a vila operária, que daria origem à cidade de Serra do Navio. Cada vila tinha 330 casas, prédios coletivos (escolas, hospitais, refeitórios), abrigando até 1.500 pessoas, entre trabalhadores e familiares. Tinha ruas largas, postes de concreto para a fiação elétrica e telefônica, calçadas, parques, clubes com piscina, quadras esportivas, restaurante e lanchonete, drenagem de águas das chuvas e tratamento de água e esgoto. Todas as casas tinham mais de 90m² e contavam com saneamento e energia elétrica, proveniente de geradores da ICOMI.

CONHEÇA A CIDADE DE "SERRA DO NAVIO", AMAPÁ, BRASIL CONHEÇA A FAMOSA "LAGOA AZUL" DE SERRA DO NAVIO, AP A história da Lagoa Azul se mistura à criação da Serra do Navio e à atividade de exploração na década de 1950 A Amazônia é conhecida pelos rios, igarapés e cachoeiras. Mas, a maioria das pessoas nem imaginam que aqui existam lagoas de águas azul turquesa. A 208 quilômetros de Macapá, capital do Amapá, fica a Lagoa Azul, um paraíso que nasceu de uma mina abandonada. O lugar fica próximo à Vila Serra do Navio, cidade criada na década de 1950 para abrigar os trabalhadores de uma empresa de mineração. A lagoa azul e o passado da história da Serra do Navio estão entrelaçados. De acordo com a prefeitura da cidade, a cor marcante da lagoa, em tom azul anil, acontece por conta dos minérios da região especialmente o carbonato de manganês. O lugar era uma mineração. Hoje é possível chegar até lá através de trilhas ou de carro. A região é cercada por uma floresta tropical. O…

REPRESA DE FURNAS, SÃO JOSÉ DA BARRA, MINAS GERAIS - Em 1963 fecharam o túnel que criou praias, formou cânions, inundou vilarejos mudando para sempre a história de 34 cidades mineira e formando o espetacular “Mar de Minas”

CONHEÇA A "REPRESA DE FURNAS", SÃO JOSÉ DA BARRA, MINAS GERAIS, BRASIL foto - Thymonthy Becker No dia 9 de janeiro de 1963 o túnel que desviou o curso do rio Grande para a construção da Usina de Furnas foi fechado e as águas que formaram um dos maiores reservatórios do mundo, criou praias, formou cânions e cachoeiras inundou vilarejos e mudou para sempre a história dos 34 municípios que ficam ao longo dos 1.440 km2 de extensão do Lago de Furnas. (Thymonthy Becker) A sede do município de Guapé ficou praticamente submersa, o que levou à construção de uma nova sede em local definido pela população. O distrito de São José da Barra, então pertencente a Alpinópolis e emancipado em 1994, ficou integralmente debaixo das águas e deu lugar à "Nova Barra", que a pedido do padre Ubirajara Cabral, pároco local, foi construída pela Central Elétrica de Furnas na forma de um banjo. (Thymonthy Becker) A maioria dos municípios possuía vocação agropecuária, mas com o alagamento das ár…

BARCELONA, ESPANHA - Barcelona é um dos principais destinos de quem vai para a Espanha. O destino, capital da Catalunha, é jovem, acolhedor, respira cultura e boa gastronomia e, diferente de outras cidades espanholas, os moradores locais recebem os turistas de braços abertos

CONHEÇA 10 LUGARESIMPERDÍVEIS EM BARCELONA, ESPANHA
Barcelona é um dos principais destinos de quem vai para a Espanha. O destino, capital da Catalunha, é jovem, acolhedor, respira cultura e boa gastronomia e, diferente de outras cidades espanholas, os moradores locais recebem os turistas de braços abertos.  Se você está de passagem pela primeira vez, o RoadTrio reuniu 10 destaques que não podem faltar no seu roteiro. 
01 - PARC DE LA CIUTADELLA  O Parc de la Ciutadella foi o primeiro parque público de Barcelona e está muito bem conservado. Nos dias de sol, os catalães aproveitam a área verde para passear com cachorros, pegar um bronze, correr, levar a criançada para brincar e fazer pique-nique.  Com cerca de 280.000 m2, o parque e abriga o zoológico da cidade, o Parlamento da Catalunha, museus e a famosa fonte desenhada por Josep Fontserè em colaboração com Antoni Gaudí – com certeza você já viu várias fotos delas pelas redes sociais. Outra atração é o Castell dels Tres Dragons, muito …

UMBURATIBA, MINAS GERAIS - Se existisse uma lista de cidades serenas e calmas, com certeza o nome de Umburatiba estaria nela e com destaque. Pequeno e afastado das grandes cidades, o município tem o privilégio de ser um dos poucos lugares onde os costumes do interior ainda prevalecem. Com 168 km de distância, Umburatiba é a cidade mineira mais próxima do mar

CONHEÇA A CIDADE DE "UMBURATIBA, MINAS GERAIS , BRASIL  Se existisse uma lista de cidades serenas e calmas, com certeza o nome de Umburatiba estaria nela e com destaque. Pequeno e afastado das grandes cidades, o município tem o privilégio de ser um dos poucos lugares onde os costumes do interior ainda prevalecem. Mas apesar de seu jeito pacato, a cidade carrega um acervo de curiosidades, no mínimo, interessantes.  Praça da Igreja Matriz da cidade de Umburatiba, MG(Portal Bertópolis em Foco / Facebook)  CURIOSIDADES SOBRE UMBURATIBA, MINAS GERAIS 01 - O território onde hoje se situa Umburatiba começou a ser ocupado depois que o político provincial Teófilo Otoni liderou uma colonização que buscava em Minas uma saída para o mar.  02 - Quando ainda era um povoado o local era chamado de Comercinho dos Gangás. Esse nome foi inspirado no apelido do comerciante José Rodrigues de Oliveira que era conhecido como Gangás, um dos primeiros habitantes da região.  03 - Com 168 km de distância, Um…

VIRGINÓPOLIS, MINAS GERAIS - Alem da festa da Jabuticaba que acontece anualmente, a cidade possui uma das maiores escadarias de igreja do mundo, com mais de 500 degraus

CONHEÇA A CIDADE DE "VIRGINÓPOLIS", MINAS GERAIS, BRASIL A cidade é regionalmente conhecida pela tradicional Festa da Jabuticaba, que ocorre anualmente em setembro. Um aspecto interessante é que, apesar da festa, a cidade não se configura como grande produtor da fruta.  Outro aspecto cultural interessante é a presença da Capela de Nossa Senhora do Patrocínio, que possui uma das maiores escadarias de igreja do mundo, com mais de 500 degraus, construídos pelos próprios moradores da cidade em mutirões realizados no fim da década de 1980.  CASARÃO NA CIDADE DE VIRGINÓPOLIS, MG(asminasgerais.com.br) CASARÃO EM VIRGINÓPOLIS, MG (asminasgerais.com.br) CENTRO DA CIDADE DE VIRGINÓPOLIS, MG (asminasgerais.com.br) PRAÇA EM VIRGINÓPOLIS, MG (asminasgerais.com.br) VIRGINÓPOLIS, MG(asminasgerais.com.br)
CASARÃO EM VIRGINÓPOLIS, MG(asminasgerais.com.br)
PRAÇA EM VIRGINÓPOLIS, MG(asminasgerais.com.br)
RUA CENTRAL DA CIDADE DE VIRGINÓPOLIS, MG(asminasgerais.com.br)
UMA DAS MAIORES ESCADARIAS …

OS 30 LUGARES MAIS INCRÍVEIS DO MUNDO QUE FORAM ABANDONADOS - E se você, ao invés de visitar destinos badalados e altamente procurado pelos turistas, desse uma chance pra lugares abandonados e marcados pelo tempo? Castelos, aeroportos e até paisagens naturais perigosas, que não podem ser ocupadas pelo homem, podem mudar a sua visão de mundo, além de apresentar uma série de histórias impactantes e outras que podem ser imaginadas livremente. E inclua aqui muito terror, suspense e, por quê não, romance!

CONHEÇA OS 30 LUGARES MAIS INCRÍVEIS DO MUNDO QUE FORAM ABANDONADOS E se você, ao invés de visitar destinos badalados e altamente procurado pelos turistas, desse uma chance pra lugares abandonados e marcados pelo tempo?  Castelos, aeroportos e até paisagens naturais perigosas, que não podem ser ocupadas pelo homem, podem mudar a sua visão de mundo, além de apresentar uma série de histórias impactantes e outras que podem ser imaginadas livremente. E inclua aqui muito terror, suspense e, por quê não, romance!  Na nossa galeria abaixo, há uma seleção especial com vários lugares abandonados e (quase) esquecidos pelo ser humano e pela natureza. Entre estações ferroviárias ocupadas pelos nazistas na Europa, cidades futurísticas que não deram certo na China e até uma vila engolida por um vulcão na Itália, há experiências que, com certeza, irão marcá-lo pela vida inteira. Divirta-se!  01 - CHERNOBYL, PRIPYAT, UCRÂNIA  Os cenários da cidade ucraniana de Pripyat tornaram-se melancólicos depois d…

CARRANCAS, MINAS GERAIS - Um pequeno paraíso conhecido como Terra das Cachoeiras pois possui mais de 120 quedas d'água na Estrada Real. Considerada um dos novos pólos de Ecoturismo, é um lugar ideal para a prática de Montain Bike, Trekking e outros esportes que lhe propiciam o contato com a natureza. Tem o grande poço da esmeralda, além das grutas da toca e da cortina, ainda pode-se observar pinturas rupestres e um escorregador com cerca de dez metros que termina com um divertido mergulho.

CONHEÇA A CIDADE DE "CARRANCAS", MINAS GERAIS, BRASIL

MUITO BEM VINDO AO PARAÍSO. BEM VINDO A CARRANCAS. MINAS EH ISTO E MUITO MAIS. imagem "?" Com mais de 50 cachoeiras, a cidade está voltada para o ecoturismo – suas belas paisagens frequentemente servem de cenário para novelas. Há quedas d’água de fácil acesso, mas as mais bonitas ficam escondidas na mata fechada, aonde só se chega por trilhas (que devem ser percorridas com a ajuda de guia). Entre novembro e março, a chuva torna as cachoeiras perigosas. A maioria das pousadas está próxima de grutas e cachoeiras, e muitas têm piscinas naturais. Foto - ?
POÇO DO CORAÇÃO
O acesso é tranquilo: pegue a Estrada para Itutinga, entre à esquerda após a primeira ponte para chegar ao Complexo da Toca. O carro fica na portaria, e você segue a trilha até o para o escorregador (é bom ponto para banho, ao lado da Gruta da Toca). A partir dele, suba margeando o rio: há vários poços e pequenas quedas até a principal atração local, a …

OLÍMPIO NORONHA, MINAS GERAIS - Pequeno paraíso localizado na região sudoeste de Minas Gerais, Olímpio Noronha fica a 354 km de Belo Horizonte e é ponto certo para quem deseja descansar da vida corrida das grandes metrópoles. Dona de um povo simples e acolhedor, a cidade possui entre seus destaques turísticos a antiga estação ferroviária, que, extinta em 1966, hoje abriga uma residência. A Cachoeira da Usina também é um ponto forte do município, exibindo gélidas águas que servem de refresco durante o verão. Apesar de pacata, a cidade possui manifestações culturais que movimentam o local, como o carnaval e o rodeio da cidade.

CONHEÇA A CIDADE DE "OLÍMPIO NORONHA", MINAS GERAIS, BRASIL Pequeno paraíso localizado na região sudoeste de Minas Gerais, Olímpio Noronha fica a 354 km de Belo Horizonte e é ponto certo para quem deseja descansar da vida corrida das grandes metrópoles.  Dona de um povo simples e acolhedor, a cidade possui entre seus destaques turísticos a antiga estação ferroviária, que, extinta em 1966, hoje abriga uma residência. A Cachoeira da Usina também é um ponto forte do município, exibindo gélidas águas que servem de refresco durante o verão.  Apesar de pacata, a cidade possui manifestações culturais que movimentam o local, como o carnaval e o rodeio da cidade. Vista parcial da cidade de Olímpio Noronha, MG(Instituto Estrada real / Prefeitura Municipal) 
Coreto da praça da cidade de Olímpio Noronha, MG (Prefeitura Municipal)  Vista aérea da matriz da cidade de Olímpio Noronha, MG (José Antônio)  Vista parcial da cidade de Olímpio Noronha, MG (Prefeitura Municipal)  Olímpio Noronha, MG (…

BARÃO DE COCAIS, MINAS GERAIS - No século XIX, viveu seu apogeu, com a mineração aurífera subterrânea, mecanizada e industrializada. As ruínas do Gongo Soco fazem memória a uma autêntica vila inglesa encravada nas montanhas de Minas e conserva ainda o emblemático Cemitério dos Ingleses, onde eram enterrados apenas os trabalhadores britânicos. Ali são encontradas ainda hoje lápides com inscrições em inglês e ornamentadas por desenhos apurados. O conjunto das ruínas foi tombado como patrimônio histórico pelo IEPHA, em 1995.

CONHEÇA A CIDADE DE "BARÃO DE COCAIS", MINAS GERAIS, BRASIL
As ruínas e pinturas rupestres encontradas na cidade são de surpreender qualquer visitante. Seis mil anos antes do povoamento da região, Barão de Cocais, situada nas proximidades da Serra do Caraça, a aproximadamente 90 km da capital mineira, já era habitado por indígenas.  Os vestígios estão no sítio arqueológico Pedra Pintada, que possui pinturas rupestres com desenhos semelhantes aos das grutas de Altamira, no norte da Espanha, e Lascaux, no sul da França. O sítio arqueológico está localizado no distrito de Cocais, que oferece aos visitantes boas oportunidades para a prática do ecoturismo, além de belas construções históricas dos séculos 18 e 19, apresentando aspectos de um vilarejo colonial. (Instituto Estrada Real) BEM VINDO A  BARÃO DE COCAIS. A CIDADE PORTAL DA SERRA DO CARAÇA AQUI, O BELÍSSIMO COLÉGIO DO CARAÇA copyright "PMBC" AQUI, NA ENTRADA DO COLÉGIO DO CARAÇA, CUJO INCÊNDIO DESTRUIU Copyright &quo…

BICAS, MINAS GERAIS - Com trilhas, cachoeiras e cantar dos pássaros num Horto Florestal com vistas deslumbrantes

CONHEÇA A CIDADE DE "BICAS", MINAS GERAIS, BRASIL
Como um de seus pontos turísticos, existe o Santuário Ecológico da Água Santa, onde, segundo tradição, pessoas que no local entravam em contato com suas águas eram curadas de suas moléstias. Foto - Thymonthy Becker BEM VINDO A CIDADE DE BICAS / A CIDADE DOS BARÕES Copyright "?" AQUI, A IGREJA NA PRAÇA foto "By Thymonthy Becker" A BELÍSSIMA MATRIZ DE SÃO JOSÉ foto "By Thymonthy Becker" AQUI O LAGO ARTIFICIAL NA FRENTE DA MATRIZ foto "By Thymonthy Becker" ESTA EH A TORRE. MUITO BONITA MESMO. foto "By Thymonthy Becker" AQUI A MATRIZ VISTA DE LADO foto "By Thymonthy Becker" A PRAÇA DA MATRIZ foto "By Thymonthy Becker" O TRADICIONAL CORETO DA PRAÇA foto "By Thymonthy Becker" RUA DO CENTRO DA CIDADE foto "By Thymonthy Becker" OUTRA PRAÇA foto "By Thymonthy Becker" CACHORRO SACIANDO A SEDE foto "By Thymonthy Becker" ESTE EH BAR DO POMBA. foto "…