Pular para o conteúdo principal

ILHA DE COTIJUBA, BELÉM, PARÁ - Refúgio natural e paradisíaco com 15 km de praias de água doce e morna que encantam os visitantes




CONHEÇA A "ILHA DE COTIJUBA", BELÉM, PARÁ, BRASIL
foto - Niani
Ilha em Belém é destino inexplorado em plena região metropolitana.
Cotijuba é uma das 42 ilhas que fazem parte do arquipélago de Belém.
O local tem 15 km de praias de água doce pouco conhecidas.
foto - ?
Cotijuba é uma das 42 ilhas que fazem parte do arquipélago de Belém. Quem vê a Metrópole da Amazônia com seus 1,2 milhões de habitantes, não imagina que basta atravessar o rio para chegar até o que os pesquisadores da área de turismo chamam de "ilha ideal".
foto - ?
Os 15 quilômetros de praias de água doce e morna são banhados pelas Baías do Marajó e do Guajará, o que atribui a cada balneário características particulares que encantam os visitantes.
foto - Niani
Segundo o geógrafo Odimar Melo, os veranistas buscam as amenidades naturais da ilha de Cotijuba para fugir do ritmo acelerado que impera do outro lado do rio.
foto - Niani
O turista "cria nesse lugar um refúgio natural e paradisíaco onde a natureza ainda se apresenta pouco transformada. Cotijuba, assim, se encaixa no conceito de ilha ideal ou ilha verdadeira, ou seja, aquelas que podem ser visitadas plenamente em um único dia".
foto - Niani
O pesquisador explica que as peculiaridades naturais de Cotijuba criam um imaginário social da "busca pelas aventuras da ilha" que oferece descanso e lazer, em um espaço próximo e ao mesmo tempo exótico, que desperta a curiosidade do homem urbano e a sensação de harmonia com o meio ambiente.
foto - ?
Para chegar até a Ilha de Cotijuba é preciso atravessar a Baía de Guajará de barco. Há um navio mantido pela Companhia de Transportes de Belém (CTBel) e várias pequenas embarcações ofertadas pela Cooperativa de Barqueiro da Ilha de Cotijuba (Cooperbic) que realizam esse trajeto.
foto - ?
Os barcos partem diariamente do Trapiche de Icoaraci, em Belém, e a viagem dura, em média, 45 minutos. Há ainda uma terceira opção de acesso a Ilha em um navio que parte da Praça do Pescador, localizada no Complexo Ver-o-peso.
foto - ?
Durante a travessia, os turistas têm a oportunidade de visualizar plenamente o contraste entre a Belém continental e o arquipélago que a circunda. Segundo o pesquisador da área de geografia da Universidade Federal do Pará (UFPA), Odimar Melo, nenhuma cidade do Brasil apresenta um número tão grande de ilhas quanto Belém.
foto - ?
O geógrafo chama atenção ainda para o fato desses locais abrigarem variedades de espécies de fauna e flora amazônicas e comportarem um contingente populacional que aumenta continuamente devido as relações que mantêm com a sede administrativa.
foto - ?
Contribuição histórica para a Amazônia
A ilha foi batizada pelos seus primeiros habitantes, os índios tupinambás, e seu nome significa "trilha dourada", uma referência ao solo argiloso do lugar. Atualmente, a população de Cotijuba é estimada em pouco mais de mil pessoas que praticam a pesca e a agricultura de subsistência, o extrativismo e, mais recentemente, atividades ligadas ao turismo.
foto - ?
A primeira referência histórica da Ilha faz alusão a construção de um engenho no lugar, um dos primeiros instalados na Amazônia ainda no século XVIII. As ruínas do engenho ainda são visitadas por pesquisadores e curiosos, mas Cotijuba é conhecida mesmo por ter sido a Ilha presídio do Pará durante várias décadas do século passado.
foto - ?
Um projeto idealizado pelos moradores da ilha pretende instalar nas ruínas um ecomuseu que conte a importância do local para a história do estado, reforçando a educação ambiental entre moradores e turistas.
foto - Tito Garcez
Em 1990, a ilha também passou a ser parte de uma Área de Proteção Ambiental (APA) que garante a preservação de alguns pontos em Ilhas de Belém. Um dos impactos dessa medida para a população local e os turistas que chegam para conhecer Cotijuba é a proibição do uso de veículos motorizados.
foto - Tito Garcez
Apenas recentemente, motocicletas foram permitidas e também foi autorizado o uso de carros para o transporte de pacientes e para a garantia da segurança na ilha.
foto - ?
Das 42 ilhas do arquipélago de Belém, Cotijuba é a terceira maior em dimensão territorial. Com 1,6 mil hectar, ela está há 22 quilômetros da sede municipal. Apesar de ser cortada por cerca de seis igarapés – pequenos rios - e de possuir dezesseis lagos, Cotijuba é mais visitada por suas doze praias de água doce.
foto - ?
Segundo a Coordenadoria Municipal de Turismo de Belém (Belemtur), em Cotijuba são 15 km de praias pouco exploradas e as localizadas na Baía do Marajó são as favoritas para banho. A principal delas é a Praia do Vai-quem-quer.
foto - ?
Não é difícil deduzir de onde surgiu esse nome. Há cerca de nove quilômetros do porto, esse é o maior balneário da Ilha, mas também o menos frequentado devido a distância e ao acesso, embora todos garantam que a viagem vale a pena.
foto - ?
Para chegar lá é preciso utilizar uma das charmosas charretes ou pegar o bondinho da ilha, que é puxado por um pequeno trator. Há uma parada onde eles se concentram logo na entrada da ilha. Mais recentemente, passou também é a ser oferecido o serviço de mototáxi para alcançar a praia de Vai-quem-quer. O curso médio dessas passagens é de R$ 5 por pessoa.
foto - ?
No lugar, apenas algumas pousadas oferecem o serviço de restaurante e não há moradores próximos. O que torna esse local quase deserto na maior parte do ano. “A melhor descrição do local é bucólico. Você fica em cabanas, dorme em redes – se desejar – e fica em uma praia bonita, bem cuidada e preservada. 
foto - ?
Passar o final de semana lá é excelente, com a vantagem de que, na verdade, você está há pouco tempo de viagem de Belém”, assegura o engenheiro Hussein Geaces, de 27 anos, um dos visitantes do lugar.
foto - ?
Para o professor Ricardo Pereira, de 30 anos, o lugar também é ideal para práticas esportivas e contemplação da natureza. “Quando era criança, vinha acampar na praia. Passávamos dois, três dias aqui. Hoje prefiro jogar futebol, vôlei e passear com amigos. O lugar é tão grande que é possível aproveitar como se a praia fosse particular”, assegura.
foto - ?
Mais frequentada é a Praia do Farol que é também a mais próxima do terminal fluvial do lugar e possui um número maior de pousadas, bares e restaurantes. Durante a época das férias e os feriados prolongados as pousadas costumam organizar shows com música ao vivo aos visitantes do local, onde é possível também conhecer mais sobre os ritmos favoritos dos paraenses, incluindo o carimbó, o siriá e o tecnobrega.
foto - Criscolto
“Toda a minha família vai a Cotijuba há muitos anos e sempre ficamos na Praia do Farol por ser a mais fácil para levar crianças, já que não é preciso andar muito para chegar no lugar, e lá existem mais opções de hospedagem. Além disso, como dá para ir andando, não se gasta nada. Nem mesmo com as charretes”, lembra a estudante Thaís Siqueira.
foto - Felipe Pamplona
Outra praia famosa é a Praia Funda. Formada por uma enseada e pouco movimentada, seu nome faz referência ao terreno íngreme, principal característica responsável pelo fato de suas águas serem profunda já nos primeiros passos em direção ao rio. Por isso, lá, crianças podem brincar de se balançar e se lançar dentro das águas, sem risco de cair na parte rasa e se machucar.
foto - ?
As outras praias que ficam de frente para a Baía do Marajó são a Praia da Pedra Branca e Flexeira. Há também as praias do Cravo e do Cemitério. “Na prática, não há limites entre cada praia. Os moradores é que apontam a fronteira de cada uma e nomeiam o lugar.
foto - ?
A impressão, dependendo do ponto, é que se trata de um único local que sofre pequenas modificações em alguns trechos ficando mais ou menos movimentado e mais ou menos fundo”, explica Ricardo Pereira.
foto - Mara Hermes
Segundo Pereira, esta variedade é um das grandes atrativos da ilha. “Podemos ira para a Praia do Farol, que é mais agitada, aproveitar a movimentação e os shows e, em seguida, passar para as mais distantes como a Vai-quem-quer ou a Praia do Amor e ainda a da Saudade, que ficam ali pertinho e são bem calmas e tranquilas”, recomenda.
foto - Tito Garcez 
As demais praias são estreitas, menos acessíveis e, algumas são intercaladas por áreas de mangue e várzea, onde a população cabocla local pratica a pesca de curral do camarão e diversas espécies de peixe.
foto - ?
Seja para aproveitar a movimentação da Praia do Farol, a tranquilidade dos locais mais afastados ou ainda ou ainda conhecer os resquícios de sua importância histórica, Cotijuba tem muitas atrações que cativam os turistas. Assim como uma de suas praias mais famosas, para Cotijuba "vai quem quer", mas quem conhece o lugar acaba retornando, para aproveitar novamente a natureza desta ilha tão perto de Belém.
foto - ?
Esta maravilha da natureza é a ilha de cotijuba, que fica em Belém do Pará.
Isto sim é um paraíso na terra. Paraíso que você pode vir a conhecer.
foto - ?
Venha passar suas férias aqui, e descubra que o paraíso existe é lindo e trará você de volta as origens. O passeio já começa com você, pegando um barco típico, para vir até a ilha.
foto - ?
Depois é só se deliciar com esta maravilha. Difícil será você conseguir deixar a ilha.  Este por do sol, todos os dias lhe fará um convite à ficar.
foto - ?


Fonte / Fotos  = g1.com / internet / Thymonthy Becker / IBGE / 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SERRA DO NAVIO, AMAPÁ - A História da Serra do Navio remonta aos anos 1950. A região era rica em manganês e outros minérios. Por isso, a brasileira ICOMI, com sede em Belo Horizonte e atuação em Minas Gerais, foi escolhida para explorar o minério e construir a vila operária, que daria origem à cidade de Serra do Navio. Cada vila tinha 330 casas, prédios coletivos (escolas, hospitais, refeitórios), abrigando até 1.500 pessoas, entre trabalhadores e familiares. Tinha ruas largas, postes de concreto para a fiação elétrica e telefônica, calçadas, parques, clubes com piscina, quadras esportivas, restaurante e lanchonete, drenagem de águas das chuvas e tratamento de água e esgoto. Todas as casas tinham mais de 90m² e contavam com saneamento e energia elétrica, proveniente de geradores da ICOMI.

CONHEÇA A CIDADE DE "SERRA DO NAVIO", AMAPÁ, BRASIL CONHEÇA A FAMOSA "LAGOA AZUL" DE SERRA DO NAVIO, AP A história da Lagoa Azul se mistura à criação da Serra do Navio e à atividade de exploração na década de 1950 A Amazônia é conhecida pelos rios, igarapés e cachoeiras. Mas, a maioria das pessoas nem imaginam que aqui existam lagoas de águas azul turquesa. A 208 quilômetros de Macapá, capital do Amapá, fica a Lagoa Azul, um paraíso que nasceu de uma mina abandonada. O lugar fica próximo à Vila Serra do Navio, cidade criada na década de 1950 para abrigar os trabalhadores de uma empresa de mineração. A lagoa azul e o passado da história da Serra do Navio estão entrelaçados. De acordo com a prefeitura da cidade, a cor marcante da lagoa, em tom azul anil, acontece por conta dos minérios da região especialmente o carbonato de manganês. O lugar era uma mineração. Hoje é possível chegar até lá através de trilhas ou de carro. A região é cercada por uma floresta tropical. O…

REPRESA DE FURNAS, SÃO JOSÉ DA BARRA, MINAS GERAIS - Em 1963 fecharam o túnel que criou praias, formou cânions, inundou vilarejos mudando para sempre a história de 34 cidades mineira e formando o espetacular “Mar de Minas”

CONHEÇA A "REPRESA DE FURNAS", SÃO JOSÉ DA BARRA, MINAS GERAIS, BRASIL foto - Thymonthy Becker No dia 9 de janeiro de 1963 o túnel que desviou o curso do rio Grande para a construção da Usina de Furnas foi fechado e as águas que formaram um dos maiores reservatórios do mundo, criou praias, formou cânions e cachoeiras inundou vilarejos e mudou para sempre a história dos 34 municípios que ficam ao longo dos 1.440 km2 de extensão do Lago de Furnas. (Thymonthy Becker) A sede do município de Guapé ficou praticamente submersa, o que levou à construção de uma nova sede em local definido pela população. O distrito de São José da Barra, então pertencente a Alpinópolis e emancipado em 1994, ficou integralmente debaixo das águas e deu lugar à "Nova Barra", que a pedido do padre Ubirajara Cabral, pároco local, foi construída pela Central Elétrica de Furnas na forma de um banjo. (Thymonthy Becker) A maioria dos municípios possuía vocação agropecuária, mas com o alagamento das ár…

BARCELONA, ESPANHA - Barcelona é um dos principais destinos de quem vai para a Espanha. O destino, capital da Catalunha, é jovem, acolhedor, respira cultura e boa gastronomia e, diferente de outras cidades espanholas, os moradores locais recebem os turistas de braços abertos

CONHEÇA 10 LUGARESIMPERDÍVEIS EM BARCELONA, ESPANHA
Barcelona é um dos principais destinos de quem vai para a Espanha. O destino, capital da Catalunha, é jovem, acolhedor, respira cultura e boa gastronomia e, diferente de outras cidades espanholas, os moradores locais recebem os turistas de braços abertos.  Se você está de passagem pela primeira vez, o RoadTrio reuniu 10 destaques que não podem faltar no seu roteiro. 
01 - PARC DE LA CIUTADELLA  O Parc de la Ciutadella foi o primeiro parque público de Barcelona e está muito bem conservado. Nos dias de sol, os catalães aproveitam a área verde para passear com cachorros, pegar um bronze, correr, levar a criançada para brincar e fazer pique-nique.  Com cerca de 280.000 m2, o parque e abriga o zoológico da cidade, o Parlamento da Catalunha, museus e a famosa fonte desenhada por Josep Fontserè em colaboração com Antoni Gaudí – com certeza você já viu várias fotos delas pelas redes sociais. Outra atração é o Castell dels Tres Dragons, muito …

UMBURATIBA, MINAS GERAIS - Se existisse uma lista de cidades serenas e calmas, com certeza o nome de Umburatiba estaria nela e com destaque. Pequeno e afastado das grandes cidades, o município tem o privilégio de ser um dos poucos lugares onde os costumes do interior ainda prevalecem. Com 168 km de distância, Umburatiba é a cidade mineira mais próxima do mar

CONHEÇA A CIDADE DE "UMBURATIBA, MINAS GERAIS , BRASIL  Se existisse uma lista de cidades serenas e calmas, com certeza o nome de Umburatiba estaria nela e com destaque. Pequeno e afastado das grandes cidades, o município tem o privilégio de ser um dos poucos lugares onde os costumes do interior ainda prevalecem. Mas apesar de seu jeito pacato, a cidade carrega um acervo de curiosidades, no mínimo, interessantes.  Praça da Igreja Matriz da cidade de Umburatiba, MG(Portal Bertópolis em Foco / Facebook)  CURIOSIDADES SOBRE UMBURATIBA, MINAS GERAIS 01 - O território onde hoje se situa Umburatiba começou a ser ocupado depois que o político provincial Teófilo Otoni liderou uma colonização que buscava em Minas uma saída para o mar.  02 - Quando ainda era um povoado o local era chamado de Comercinho dos Gangás. Esse nome foi inspirado no apelido do comerciante José Rodrigues de Oliveira que era conhecido como Gangás, um dos primeiros habitantes da região.  03 - Com 168 km de distância, Um…

VIRGINÓPOLIS, MINAS GERAIS - Alem da festa da Jabuticaba que acontece anualmente, a cidade possui uma das maiores escadarias de igreja do mundo, com mais de 500 degraus

CONHEÇA A CIDADE DE "VIRGINÓPOLIS", MINAS GERAIS, BRASIL A cidade é regionalmente conhecida pela tradicional Festa da Jabuticaba, que ocorre anualmente em setembro. Um aspecto interessante é que, apesar da festa, a cidade não se configura como grande produtor da fruta.  Outro aspecto cultural interessante é a presença da Capela de Nossa Senhora do Patrocínio, que possui uma das maiores escadarias de igreja do mundo, com mais de 500 degraus, construídos pelos próprios moradores da cidade em mutirões realizados no fim da década de 1980.  CASARÃO NA CIDADE DE VIRGINÓPOLIS, MG(asminasgerais.com.br) CASARÃO EM VIRGINÓPOLIS, MG (asminasgerais.com.br) CENTRO DA CIDADE DE VIRGINÓPOLIS, MG (asminasgerais.com.br) PRAÇA EM VIRGINÓPOLIS, MG (asminasgerais.com.br) VIRGINÓPOLIS, MG(asminasgerais.com.br)
CASARÃO EM VIRGINÓPOLIS, MG(asminasgerais.com.br)
PRAÇA EM VIRGINÓPOLIS, MG(asminasgerais.com.br)
RUA CENTRAL DA CIDADE DE VIRGINÓPOLIS, MG(asminasgerais.com.br)
UMA DAS MAIORES ESCADARIAS …

OS 30 LUGARES MAIS INCRÍVEIS DO MUNDO QUE FORAM ABANDONADOS - E se você, ao invés de visitar destinos badalados e altamente procurado pelos turistas, desse uma chance pra lugares abandonados e marcados pelo tempo? Castelos, aeroportos e até paisagens naturais perigosas, que não podem ser ocupadas pelo homem, podem mudar a sua visão de mundo, além de apresentar uma série de histórias impactantes e outras que podem ser imaginadas livremente. E inclua aqui muito terror, suspense e, por quê não, romance!

CONHEÇA OS 30 LUGARES MAIS INCRÍVEIS DO MUNDO QUE FORAM ABANDONADOS E se você, ao invés de visitar destinos badalados e altamente procurado pelos turistas, desse uma chance pra lugares abandonados e marcados pelo tempo?  Castelos, aeroportos e até paisagens naturais perigosas, que não podem ser ocupadas pelo homem, podem mudar a sua visão de mundo, além de apresentar uma série de histórias impactantes e outras que podem ser imaginadas livremente. E inclua aqui muito terror, suspense e, por quê não, romance!  Na nossa galeria abaixo, há uma seleção especial com vários lugares abandonados e (quase) esquecidos pelo ser humano e pela natureza. Entre estações ferroviárias ocupadas pelos nazistas na Europa, cidades futurísticas que não deram certo na China e até uma vila engolida por um vulcão na Itália, há experiências que, com certeza, irão marcá-lo pela vida inteira. Divirta-se!  01 - CHERNOBYL, PRIPYAT, UCRÂNIA  Os cenários da cidade ucraniana de Pripyat tornaram-se melancólicos depois d…

CARRANCAS, MINAS GERAIS - Um pequeno paraíso conhecido como Terra das Cachoeiras pois possui mais de 120 quedas d'água na Estrada Real. Considerada um dos novos pólos de Ecoturismo, é um lugar ideal para a prática de Montain Bike, Trekking e outros esportes que lhe propiciam o contato com a natureza. Tem o grande poço da esmeralda, além das grutas da toca e da cortina, ainda pode-se observar pinturas rupestres e um escorregador com cerca de dez metros que termina com um divertido mergulho.

CONHEÇA A CIDADE DE "CARRANCAS", MINAS GERAIS, BRASIL

MUITO BEM VINDO AO PARAÍSO. BEM VINDO A CARRANCAS. MINAS EH ISTO E MUITO MAIS. imagem "?" Com mais de 50 cachoeiras, a cidade está voltada para o ecoturismo – suas belas paisagens frequentemente servem de cenário para novelas. Há quedas d’água de fácil acesso, mas as mais bonitas ficam escondidas na mata fechada, aonde só se chega por trilhas (que devem ser percorridas com a ajuda de guia). Entre novembro e março, a chuva torna as cachoeiras perigosas. A maioria das pousadas está próxima de grutas e cachoeiras, e muitas têm piscinas naturais. Foto - ?
POÇO DO CORAÇÃO
O acesso é tranquilo: pegue a Estrada para Itutinga, entre à esquerda após a primeira ponte para chegar ao Complexo da Toca. O carro fica na portaria, e você segue a trilha até o para o escorregador (é bom ponto para banho, ao lado da Gruta da Toca). A partir dele, suba margeando o rio: há vários poços e pequenas quedas até a principal atração local, a …

OLÍMPIO NORONHA, MINAS GERAIS - Pequeno paraíso localizado na região sudoeste de Minas Gerais, Olímpio Noronha fica a 354 km de Belo Horizonte e é ponto certo para quem deseja descansar da vida corrida das grandes metrópoles. Dona de um povo simples e acolhedor, a cidade possui entre seus destaques turísticos a antiga estação ferroviária, que, extinta em 1966, hoje abriga uma residência. A Cachoeira da Usina também é um ponto forte do município, exibindo gélidas águas que servem de refresco durante o verão. Apesar de pacata, a cidade possui manifestações culturais que movimentam o local, como o carnaval e o rodeio da cidade.

CONHEÇA A CIDADE DE "OLÍMPIO NORONHA", MINAS GERAIS, BRASIL Pequeno paraíso localizado na região sudoeste de Minas Gerais, Olímpio Noronha fica a 354 km de Belo Horizonte e é ponto certo para quem deseja descansar da vida corrida das grandes metrópoles.  Dona de um povo simples e acolhedor, a cidade possui entre seus destaques turísticos a antiga estação ferroviária, que, extinta em 1966, hoje abriga uma residência. A Cachoeira da Usina também é um ponto forte do município, exibindo gélidas águas que servem de refresco durante o verão.  Apesar de pacata, a cidade possui manifestações culturais que movimentam o local, como o carnaval e o rodeio da cidade. Vista parcial da cidade de Olímpio Noronha, MG(Instituto Estrada real / Prefeitura Municipal) 
Coreto da praça da cidade de Olímpio Noronha, MG (Prefeitura Municipal)  Vista aérea da matriz da cidade de Olímpio Noronha, MG (José Antônio)  Vista parcial da cidade de Olímpio Noronha, MG (Prefeitura Municipal)  Olímpio Noronha, MG (…

BARÃO DE COCAIS, MINAS GERAIS - No século XIX, viveu seu apogeu, com a mineração aurífera subterrânea, mecanizada e industrializada. As ruínas do Gongo Soco fazem memória a uma autêntica vila inglesa encravada nas montanhas de Minas e conserva ainda o emblemático Cemitério dos Ingleses, onde eram enterrados apenas os trabalhadores britânicos. Ali são encontradas ainda hoje lápides com inscrições em inglês e ornamentadas por desenhos apurados. O conjunto das ruínas foi tombado como patrimônio histórico pelo IEPHA, em 1995.

CONHEÇA A CIDADE DE "BARÃO DE COCAIS", MINAS GERAIS, BRASIL
As ruínas e pinturas rupestres encontradas na cidade são de surpreender qualquer visitante. Seis mil anos antes do povoamento da região, Barão de Cocais, situada nas proximidades da Serra do Caraça, a aproximadamente 90 km da capital mineira, já era habitado por indígenas.  Os vestígios estão no sítio arqueológico Pedra Pintada, que possui pinturas rupestres com desenhos semelhantes aos das grutas de Altamira, no norte da Espanha, e Lascaux, no sul da França. O sítio arqueológico está localizado no distrito de Cocais, que oferece aos visitantes boas oportunidades para a prática do ecoturismo, além de belas construções históricas dos séculos 18 e 19, apresentando aspectos de um vilarejo colonial. (Instituto Estrada Real) BEM VINDO A  BARÃO DE COCAIS. A CIDADE PORTAL DA SERRA DO CARAÇA AQUI, O BELÍSSIMO COLÉGIO DO CARAÇA copyright "PMBC" AQUI, NA ENTRADA DO COLÉGIO DO CARAÇA, CUJO INCÊNDIO DESTRUIU Copyright &quo…

BICAS, MINAS GERAIS - Com trilhas, cachoeiras e cantar dos pássaros num Horto Florestal com vistas deslumbrantes

CONHEÇA A CIDADE DE "BICAS", MINAS GERAIS, BRASIL
Como um de seus pontos turísticos, existe o Santuário Ecológico da Água Santa, onde, segundo tradição, pessoas que no local entravam em contato com suas águas eram curadas de suas moléstias. Foto - Thymonthy Becker BEM VINDO A CIDADE DE BICAS / A CIDADE DOS BARÕES Copyright "?" AQUI, A IGREJA NA PRAÇA foto "By Thymonthy Becker" A BELÍSSIMA MATRIZ DE SÃO JOSÉ foto "By Thymonthy Becker" AQUI O LAGO ARTIFICIAL NA FRENTE DA MATRIZ foto "By Thymonthy Becker" ESTA EH A TORRE. MUITO BONITA MESMO. foto "By Thymonthy Becker" AQUI A MATRIZ VISTA DE LADO foto "By Thymonthy Becker" A PRAÇA DA MATRIZ foto "By Thymonthy Becker" O TRADICIONAL CORETO DA PRAÇA foto "By Thymonthy Becker" RUA DO CENTRO DA CIDADE foto "By Thymonthy Becker" OUTRA PRAÇA foto "By Thymonthy Becker" CACHORRO SACIANDO A SEDE foto "By Thymonthy Becker" ESTE EH BAR DO POMBA. foto "…