Pular para o conteúdo principal

NATAL, RIO GRANDE DO NORTE - Passeio de Bugue, dunas douradas, lagoas e formas divertidas de escorregar pela areia diante de um mar em diferentes tons de azul. Isso eh Natal




CONHEÇA A CIDADE DE "NATAL", RIO GRANDE DO NORTE, BRASIL, DA JANELA DO TREM
EM NATAL (RN), O SOL BRILHA CERCA DE 300 DIAS POR ANO, COM CHUVAS CONCENTRADAS DE ABRIL A JULHO. A CAPITAL DO RIO GRANDE DO NORTE É UM DESTINO PERFEITO PARA QUEM GOSTA DE CALOR E HOSPITALIDADE
PONTA NEGRA (ACIMA) E O IRRESISTÍVEL MORRO DO CARECA, EM NATAL, NO RIO GRANDE DO NORTE
A partir do recém-inaugurado Aeroporto Internacional Governador Aluízio Alves, em São Gonçalo do Amarante, uma boa maneira de chegar a Natal é pela Ponte Newton Navarro. Do alto dos 55 m sobre o Rio Potengi aparecem algumas das principais atrações da capital: o mar em diferentes tons de azul, as dunas douradas da vizinha Genipabu e o Forte dos Reis Magos (que data de 1628). Embora a Via Costeira – ladeada pela areia e pela vegetação do Parque das Dunas – concentre os melhores hotéis, é para Ponta Negra que a maioria dos turistas se dirige.
O FORTE DOS REIS MAGOS ABRIGA O MARCO DE TOUROS, DE 1501, CONSIDERADO O MAIS ANTIGO DOCUMENTO HISTÓRICO DO BRASIL (A PEÇA TERIA SIDO O PRIMEIRO MARCO DA POSSE DA COROA PORTUGUESA NO PAÍS).
Com o Morro do Careca como cartão-postal e melhores condições para banho, a praia reúne hospedagens mais próximas de bares e restaurantes. Natal funciona ainda como ponto de partida para passeios pelo litoral potiguar, sem os quais uma visita à cidade não é completa. Planeje-se para ver os recifes de corais de Maracajaú, ao norte, e as praias de Pipa, ao sul.
O FORTE DOS REIS MAGOS, EM FORMA DE ESTRELA, FOI CONSTRUÍDO SOBRE RECIFES COM CASCALHO DE OSTRAS, AREIA, PEDRAS E ÓLEO DE BALEIA.
UM DIA PERFEITO
Para quem tem apenas um dia em Natal, o passeio de bugue até Genipabu é o melhor programa. Dunas, lagoas e formas divertidas de escorregar pela areia preenchem praticamente o dia todo (o almoço, pago à parte, é na Praia de Muriú). No jantar, escolha entre os pratos preparados com capricho do novo restaurante A Cozinharia ou as cerca de 130 receitas regionais no bufê por quilo do estrelado Mangai. Encerre a noite no agito de Ponta Negra, onde bares e baladas tocam forró, rock ou sertanejo, dependendo do dia da semana – basta chegar e decidir qual faz mais o seu estilo.
BUGUES E VANS FAZEM PASSEIOS DE NATAL ATÉ A PRAIA DA PIPA
O GUIA RECOMENDA
Caminhe pela orla de Ponta Negra e relaxe na praia. No almoço, prove os pescados do Manary ou os crustáceos do Camarões Potiguar. À tarde, aventure-se numa das trilhas do Parque das Dunas e prove as tapiocas da Casa de Taipa.
AS PISCINAS NATURAIS DE MARACAJAÚ, A 57 KM DE NATAL, ESTÃO ENTRE AS MAIS BONITAS DO PAÍS
Reserve um dia para fazer o passeio de van até Maracajaú ou Perobas – em ambos, você desfruta de belas piscinas naturais. Em outro dia, visite o histórico Forte dos Reis Magos e, em Parnamirim, o Cajueiro de Pirangi. Aliás, aproveite a visita para almoçar no estrelado Paçoca de Pilão, ali perto.
EM DEZEMBRO, A MICARETA CARNATAL LEVA TRIOS ELÉTRICOS E CERCA DE 300 MIL FOLIÕES ÀS RUAS
Inclua na rota um passeio de quadriciclo pelas lagoas Alcaçuz, Amarela e Juventude. Por fim, uma escapada até Pipa inclui parada na Praia do Amor e passeio de barco para ver golfinhos.
PRAIA DE PONTA NEGRA E MORRO DO CARECA AO FUNDO
COMO CHEGAR
De Fortaleza, pegue a CE-040 até Aracati e, lá, a BR-304, que leva para Natal, num trajeto total de 552 km. De João Pessoa, são 184 km pela duplicada BR-101. Com operação iniciada em junho de 2014, o Aeroporto Internacional Governador Aluízio Alves fica em São Gonçalo do Amarante, a 23 km do Centro de Natal e a 40 km de Ponta Negra, e recebe voos de todo o Brasil.
A PONTE NEWTON NAVARRO SOBRE O RIO POTENGI, CONHECIDA TAMBÉM COMO PONTE FORTE-REDINHA OU PONTE NOVA
Do aeroporto até a Cidade Alta o táxi sai por R$ 80; até Ponta Negra, a corrida custa R$ 100 (de van, sai R$ 35 por pessoa). Mais econômicos e demorados, os ônibus urbanos levam até o Shopping Midway Mall, no bairro Tirol (linha R; R$ 2,50). Da rodoviária também há táxis até Ponta Negra por R$ 35; de ônibus, a passagem custa R$ 2,35.
VISTA DO MIRANTE DO MAIOR CAJUEIRO DO MUNDO, EM PIRANGI DO NORTE
COMO CIRCULAR
Ponta Negra é a região mais turística da cidade. Da praia, uma caminhada de cerca de 500 metros leva ao Alto de Ponta Negra, local que concentra o movimento à noite. O corredor formado pelas avenidas Engenheiro Roberto Freire, Senador Salgado Filho e Hermes da Fonseca, com trânsito intenso nos horários de pico, liga o bairro à região central (com atrações históricas e restaurantes), formada por bairros como Cidade Alta, Ribeira e Petrópolis.
PASSEIO DE BUGUE DE NATAL ATÉ GENIPABU, NO RIO GRANDE NO NORTE
De Ponta Negra até Santos Reis (onde está o Forte dos Reis Magos), passando pelas praias de Barreira d’Água, Areia Preta e dos Artistas, o caminho é pela Via Costeira (a dos resorts). Para circular entre essas regiões, use ônibus e táxis. Para conhecer os arredores, como as praias do sul, é bom estar de carro ou contratar receptivos.
MORRO DO CARECA, NO BAIRRO DE PONTA NEGRA, EM NATAL, RIO GRANDE DO NORTE
ONDE FICAR
O principal setor hoteleiro é Ponta Negra, que concentra pousadas, flats e hotéis (além de muitos bares e restaurantes). Os resorts alinham-se na Via Costeira. E há hospedagens mais distantes do burburinho, nas praias dos municípios de Parnamirim, Nísia Floresta e São José do Mipibu – todas no litoral sul. Depois de Salvador, Natal é a capital do Nordeste com maior concentração de pousadas e hotéis com diárias abaixo de R$ 250 no GUIA BRASIL 2015.
Natal tem ainda uma das melhores infraestruturas hoteleiras para crianças. No GUIA BRASIL 2015, são 14 hospedagens com recreação infantil o ano todo, o maior índice entre as capitais. Há resorts e também hotéis mais econômicos com brinquedotecas, como o Sesc Enseada.
ONDE COMER
A comida típica nordestina é bem-representada pelos estrelados Âncora Caipira, Mangai e Paçoca de Pilão. Uma nova geração de chefs talentosos vem dando as caras em restaurantes como A Cozinharia e Between Food & Gallery, que estreiam nesta edição do GUIA BRASIL. Dois polos gastronômicos concentram a maioria dos endereços: Ponta Negra, a região mais procurada pelos turistas, e Petrópolis, na parte mais antiga da cidade.
COMIDA TÍPICA
Camarão - O Rio Grande do Norte é o segundo maior produtor de camarão do país (só perde para o Ceará). Em Natal ele aparece em receitas variadas, com preços mais amigáveis que no resto do Brasil. Quase toda oferta local chega de criações nas lagoas próximas à cidade. Onde comer: Nos restaurantes de pescados indicados – Camarões Potiguar e suas filiais são casas especializadas.
CAMARÃO DO CHEF, FEITO À MILANESA E SERVIDO SOBRE ARROZ CREMOSO DE MANJERICÃO, GRATINADO COM MOLHO DE TOMATE, ORÉGANO E QUEIJO MUSSARELA, SERVIDO NO RESTAURANTE CAMARÕES, EM NATAL, RIO GRANDE DO NORTE
Ginga com Tapioca - A receita é simples: peixes miúdos desprezados pelos pescadores são fritos no dendê e espetados em palitos de coqueiro. Depois, são servidos com tapioca. Também chamada de "sanduíche", é uma espécie de "arroz com feijão" dos locais – os nativos da Praia Redinha se orgulham em servir o quitute há 50 anos. Onde comer: Nos bares do Mercado Público de Redinha, a 8 km do Centro de Natal.
PRAIA DE BÚZIOS EM NATAL, RN
O QUE FAZER EM NATAL, RN
O programa clássico é subir e descer, a bordo de um bugue, as famosas dunas de Genipabu. Também de bugue, dá para fazer um bate-volta até Pipa, ao sul, visita obrigatória para quem gosta de praia. Para os destinos do litoral norte, casos de Maracajaú, Touros e Galinhos, os roteiros são feitos em vans. Se o tempo estiver curto, aposte no Natal Bus e, num único dia, conheça algumas das principais atrações da capital. Todos os passeios são organizados pelas agências Marazul (3219-2221/3219-6480) e NatalVans (3642-1883).
PONTA NEGRA É A MAIS FAMOSA E MELHOR PRAIA DO PERÍMETRO URBANO DE NATAL
FOTOGRAFIA EM NATAL, RN
Para fugir de mar e dunas, o Parque da Cidade Dom Nivaldo Monte (Avenida Prefeito Omar O’Grady, 8080, Candelária) rende cliques alternativos. Enquadra-se a torre (que lembra um olho) desenhada por Oscar Niemeyer. E, lá do alto (quinta a domingo, das 15h às 17h40), bairros de Natal e o Parque das Dunas.
PRAIA DO COTOVELO
É TUDO VERDADE
Fundado em 1965, o Centro de Lançamento da Barreira do Inferno, em Parnamirim, foi a primeira base de foguetes da América do Sul. No Centro de Cultura Espacial (acesso pela Avenida Praia de Pirangi, sentido litoral sul; 8h/12h e 13h/15h30; 3216-1400), há réplicas de foguetes.
NOITE EM NATAL, RN
Ponta Negra e Alto de Ponta Negra concentram os ritmos da capital. A casa noturna mais eclética é o Pepper’s Hall (Avenida Engenheiro Roberto Freire, 3071, Ponta Negra; 3236-2886). Na parte alta do bairro, os bares Decky e Taverna Pub Medieval têm noites com bandas de pop rock ao vivo, e a casa Rastapé (Rua Aristides Porpino Filho, 2198; 3219-0181) é o lugar para quem quer dançar forró. Em direção ao Centro, o Whiskritório tem rock e a Pink Elephant (Avenida Hermes da Fonseca, 754, Tirol; 8118-0123) toca de música eletrônica a sertaneja.
QUANDO IR
Aqui, o sol brilha cerca de 300 dias por ano, com chuvas concentradas de abril a julho. Entre o final de novembro e o começo de dezembro, o Carnatal agita a cidade. De agosto a novembro e em março, o tempo é bom e as diárias e os passeios são mais baratos.
Por Luiz Giannoni
BEM VINDO A CIDADE DO SOL. A LONDRES BRASILEIRA. BEM VINDO A NATAL.
AQUI AS DUNAS DE AREIA.
imagem - ?
AQUI A COLINA CAPITOLINA / DOADA POR MUSSOLINI EM NATAL, RN
imagem - Wikipédia
AEROPORTO INTERNACIONAL DA CIDADE DE NATAL, RN
imagem - Wikipédia
TEATRO ALBERTO MARANHÃO DA CIDADE DE NATAL, RN
MONUMENTO TOMBADO PELO PATRIMÔNIO HISTÓRICO E ARTÍSTICO DO RN, O TEATRO ALBERTO MARANHÃO CONSERVA LINHAS E ELEMENTOS DA ARQUITETURA FRANCESA DO FINAL DO SÉCULO PASSADO, ALÉM DA CERÂMICA BELGA COMO REVESTIMENTO DO PISO DE ENTRADA E DA PLATÉIA. SUA CONSTRUÇÃO TEVE INÍCIO EM 1898, OBEDECENDO PLANTA DO ENGENHEIRO JOSÉ DE BERREDO, NO GOVERNO FERREIRA CHAVES, SOB A DIREÇÃO DO MAJOR THEODÓSIO PAIVA.
imagem - Wikipédia
EM UM DIA DE MICARETA NA CIDADE DE NATAL, RN
imagem - Wikipédia
CENTRO DE TURISMO EM NATAL, RN
imagem - Wikipédia
PARQUE DAS DUNAS EM NATAL, RN
imagem - Wikipédia
MATERNIDADE ESCOLA EM NATAL, RN
imagem - Wikipédia
MEMORIAL CÂMARA CASCUDO DA CIDADE DE NATAL, RN
imagem - Wikipédia
CIDADE ALTA, NATAL, RN
imagem - Wikipédia
PONTE NEGRA EM NATAL, RN
imagem - Wikipédia
CATEDRAL METROPOLITANA DA CIDADE DE NATAL, RN
É UMA CATEDRAL DEDICADA A NOSSA SENHORA DA APRESENTAÇÃO. FOI INAUGURADA EM 21 DE NOVEMBRO DE 1988 E FICA LOCALIZADA EM NATAL, CAPITAL DO RIO GRANDE DO NORTE. ELA POSSUI UMA FORMA TRAPEZOIDAL BASTANTE PECULIAR.
imagem - Wikipédia
IGREJA DO CRISTO REI DA CIDADE DE NATAL, RN
imagem - Geraldo Maia
IGREJA DE SANTO ANTÔNIO DA CIDADE DE NATAL, RN
imagem - Geraldo Maia
IGREJA DO ROSÁRIO EM NATAL, RN
imagem - Geraldo Maia
SOLAR BELA VISTA EM NATAL, RN
imagem - Geraldo Maia
RELÓGIO DO SOL NA CIDADE DE NATAL, RN
imagem - Wikipédia
PORTO DA CIDADE DE NATAL, RN
imagem - Wikipédia
imagem - Geraldo Maia
imagem - Wikipédia
CONHEÇA UM POUCO MAIS DA CIDADE DE NATAL, RN
imagem - Geraldo Maia
imagem - Geraldo Maia
imagem - Roberto freire
imagem - Geraldo Maia
imagem - Geraldo Maia
imagem - Geraldo Maia
imagem - Geraldo Maia
imagem - Geraldo Maia
imagem - Geraldo Maia
imagem - ?
MUSEU CAFÉ FILHO EM NATAL, RN
imagem - Geraldo Maia
BELÍSSIMA ARQUITETURA DO PALÁCIO FELIPE CAMARÃO - SEDE DO PODER EXECUTIVO - PREFEITURA MUNICIPAL DA CIDADE DE NATAL, RN
imagem - Geraldo Maia
PALÁCIO POTEGI NA CIDADE DE  NATAL, RN
imagem - Geraldo Maia
MONUMENTO A INDEPENDÊNCIA EM NATAL, RN
imagem - Geraldo Maia
REITORIA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE NATAL, RN
imagem - Wikipédia
MUSEU DA AERONÁUTICA EM NATAL, RN
imagem - Wikipédia
FORTALEZA DOS REIS MAGO EM NATAL, RN
A FORTALEZA DA BARRA DO RIO GRANDE, POPULARMENTE CONHECIDA COMO FORTE DOS REIS MAGOS OU FORTALEZA DOS REIS MAGOS, FOI O MARCO INICIAL DA CIDADE — FUNDADA EM 25 DE DEZEMBRO DE 1599 —, NO LADO DIREITO DA BARRA DO POTENGI (HOJE PRÓXIMO À PONTE NEWTON NAVARRO). RECEBEU ESSE NOME EM FUNÇÃO DA DATA DE INÍCIO DA SUA CONSTRUÇÃO, 6 DE JANEIRO DE 1598, DIA DE REIS, PELO CALENDÁRIO CATÓLICO.
imagem - Geraldo Maia
imagem - Lana Maria
imagem - Geraldo Maia
imagem - Lana Maria
imagem - Wikipédia
FAB
imagem - Sílvio Assunção
AS BELAS PRAIAS DE NATAL, RN
imagem - ?
imagem - ?
imagem - ?
imagem - ?
ESTA EH A PRAIA DOS ARTISTAS EM NATAL, RN
imagem - Geraldo Maia
ESTA EH A PRAIA DO MEIO EM NATAL, RN
imagem - Geraldo Maia
MORRO DO CARECA EM NATAL, RN
imagem - Wikipédia
CENTRO HISTÓRICO DA CIDADE DE NATAL, RN
imagem - ?
imagem - ?
imagem - ?
imagem - ?
SANTA CRUZ DA BICA EM NATAL, RN
imagem - Geraldo Maia
PRAÇA GENTIL FERREIRA DA CIDADE DE NATAL, RN
imagem - Geraldo Maia
PRAÇA PEDRO SEGUNDO EM NATAL, RN
imagem - Geraldo Maia
PRAÇA ANDRÉ DE ALBUQUERQUE EM NATAL, RN
imagem - Wikipédia
RIO POTENGI EM NATAL, RN
imagem - Geraldo Maia
IGREJA DE NOSSA SENHORA DOS NAVEGANTES NA CIDADE DE NATAL, RN
imagem - Geraldo Maia
BELOS CASARÕES NA CIDADE DE NATAL, RN
imagem - Geraldo Maia
imagem - Geraldo Maia
FAROL DA MÃE LUÍSA NA CIDADE DE NATAL, RN
SITUA-SE NO BAIRRO DE MÃE LUÍSA, O QUAL TEM SEU NOME EM HOMENAGEM A UMA VELHA PARTEIRA QUE TAMBÉM DEU SEU NOME AO FAROL. TORRE EM TIJOLO CILÍNDRICA COM LANTERNA E DUPLA GALERIA. SUA CONSTRUÇÃO TEVE INÍCIO EM 1949 E FOI CONCLUÍDA DOIS ANOS DEPOIS, EM 1951. O FAROL POSSUI UMA TORRE DE CONCRETO DE 37 METROS DE ALTURA E UMA ESCADARIA, ESTA, COM 151 DEGRAUS EM ESPIRAL.
imagem - Geraldo Maia
População estimada 2016 (1) - 877.662
Área da unidade territorial 2015 (km²) - 167,264
Densidade demográfica 2010 (hab/km²) - 4.805,24
Código do Município 2408102
Gentílico - Natalense
ORIGEM DO NOME DA CIDADE DE NATAL, RN
PARA ALGUNS ESCRITORES O NOME NATAL É EXPLICADO EM DUAS VERSÕES: A PRIMEIRA REFERE-SE AO DIA EM QUE A ESQUADRA PENETROU NA BARRA DO POTENGI E A SEGUNDA TEM LIGAÇÃO DIRETA COM A DATA DA DEMARCAÇÃO DO SÍTIO PRIMITIVO DA CIDADE, REALIZADA POR JERÔNIMO DE ALBUQUERQUE, NO DIA 25 DE DEZEMBRO DE 1599.
Gentílico - Natalense
HISTÓRICO DA CIDADE DE NATAL, RN
Tudo começou com as Capitanias Hereditárias quando o Rei de Portugal Dom João III, em 1530, dividiu o Brasil em lotes. As terras que hoje compreendem ao Rio Grande do Norte couberam a João de Barros e Aires da Cunha. A primeira expedição portuguesa aconteceu cinco anos depois com o objetivo de colonizar as terras. Antes disso, os franceses já aportavam por aqui para contrabandear o pau-brasil. E esse foi o principal motivo do fracasso da primeira tentativa de colonização. Os índios potiguares ajudavam os franceses a combater os colonizadores, impedindo, a fixação dos portugueses em terras potiguares.
Passados 62 anos, em 25 de dezembro de 1597, uma nova expedição portuguesa, desta vez comandada por Mascarenhas Homem e Jerônimo de Albuquerque, chegou para expulsar os franceses e reconquistar a capitania. Como estratégia de defesa, contra o ataque dos índios e dos corsários franceses, doze dias depois os portugueses começam a construir um forte que foi chamado de Fortaleza dos Reis Magos, por ter sido iniciada no dia dos Santos Reis. O forte foi projetado pelo Padre Gaspar de Samperes, o mesmo arquiteto que projetou a Igreja Matriz de Nossa Senhora da Apresentação.
Concluído o forte, logo se formou um povoado que, segundo alguns historiadores, foi chamado de Cidade dos Reis. Depois, Cidade do Natal. O nome da cidade é explicado em duas versões: refere-se ao dia que a esquadra entrou na barra do Potengi ou a data da demarcação do sítio, realizada por Jerônimo de Albuquerque no dia 25 de dezembro de 1599.
Com o domínio holandês, em 1633, a rotina do povoado foi totalmente mudada. Durante 21 anos, o forte passou a se chamar Forte de Kenlen e Natal Nova Amsterdã. Com a saída dos holandeses, a cidade volta à normalidade. Nos primeiros 100 anos de sua existência, Natal apresentou crescimento lento. Porém, no final do século XIX, a cidade já possuía uma população de mais de 16 mil habitantes.
ESTA EH A BANDEIRA DA CIDADE DE NATAL, RIO GRANDE DO NORTE
ESTE EH O BRASÃO DO MUNICÍPIO DE NATAL, RN

VALEU PELA VISITA - SEMPRE VOLTE



fotos / fonte = Portal da Prefeitura Municipal de Natal / Thymonthy Becker / viajeaqui.abril.com.br / IBGE /


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

5 ESTRADAS BRASILEIRAS QUE VALE A PENA DIRIGIR POR ELAS - Viajar de carro pode ser muito bom, se for por uma dessas estradas. Confira cinco trechos que agradam tanto quanto o destino final de suas férias

CONHEÇA 05 ESTRADAS QUE VALE A PENA VOCÊ VIAJAR DE CARRO POR ELAS. Há quem diga que o importante não é o destino final, e sim o caminho até lá. Em uma viagem de carro, não costuma ser bem assim, considerando o péssimo estado do asfalto de nossas estradas, além do custos do pedágio, motoristas ruins e a falta de uma boa paisagem. Mesmo com todos esses problemas, é possível aproveitar um passeio automotivo pelo Brasil em uma das cinco estradas escolhidas pela Hertz, empresa especializada em aluguel de veículos: Confira ESTRADA REAL / MINAS GERAIS / RIO DE JANEIRO / SÃO PAULO  Também conhecida como Caminho Real, é uma das estradas mais famosas do Brasil, por ser um dos principais pontos turísticos do País. Tem 1.630 quilômetros de extensão, passando por Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo. Motivos não faltam para visita-la, com um circuito de 179 cidades históricas, passando por belas paisagens formadas pelos trechos de mata atlântica. Tem até atividades fora do carro, como caminhada…

VIRGINÓPOLIS, MINAS GERAIS - Alem da festa da Jabuticaba que acontece anualmente, a cidade possui uma das maiores escadarias de igreja do mundo, com mais de 500 degraus

CONHEÇA A CIDADE DE "VIRGINÓPOLIS", MINAS GERAIS, BRASIL A cidade é regionalmente conhecida pela tradicional Festa da Jabuticaba, que ocorre anualmente em setembro. Um aspecto interessante é que, apesar da festa, a cidade não se configura como grande produtor da fruta.  Outro aspecto cultural interessante é a presença da Capela de Nossa Senhora do Patrocínio, que possui uma das maiores escadarias de igreja do mundo, com mais de 500 degraus, construídos pelos próprios moradores da cidade em mutirões realizados no fim da década de 1980.  CASARÃO NA CIDADE DE VIRGINÓPOLIS, MG(asminasgerais.com.br) CASARÃO EM VIRGINÓPOLIS, MG (asminasgerais.com.br) CENTRO DA CIDADE DE VIRGINÓPOLIS, MG (asminasgerais.com.br) PRAÇA EM VIRGINÓPOLIS, MG (asminasgerais.com.br) VIRGINÓPOLIS, MG(asminasgerais.com.br)
CASARÃO EM VIRGINÓPOLIS, MG(asminasgerais.com.br)
PRAÇA EM VIRGINÓPOLIS, MG(asminasgerais.com.br)
RUA CENTRAL DA CIDADE DE VIRGINÓPOLIS, MG(asminasgerais.com.br)
UMA DAS MAIORES ESCADARIAS …

REPRESA DE FURNAS, SÃO JOSÉ DA BARRA, MINAS GERAIS - Em 1963 fecharam o túnel que criou praias, formou cânions, inundou vilarejos mudando para sempre a história de 34 cidades mineira e formando o espetacular “Mar de Minas”

CONHEÇA A "REPRESA DE FURNAS", SÃO JOSÉ DA BARRA, MINAS GERAIS, BRASIL foto - Thymonthy Becker No dia 9 de janeiro de 1963 o túnel que desviou o curso do rio Grande para a construção da Usina de Furnas foi fechado e as águas que formaram um dos maiores reservatórios do mundo, criou praias, formou cânions e cachoeiras inundou vilarejos e mudou para sempre a história dos 34 municípios que ficam ao longo dos 1.440 km2 de extensão do Lago de Furnas. (Thymonthy Becker) A sede do município de Guapé ficou praticamente submersa, o que levou à construção de uma nova sede em local definido pela população. O distrito de São José da Barra, então pertencente a Alpinópolis e emancipado em 1994, ficou integralmente debaixo das águas e deu lugar à "Nova Barra", que a pedido do padre Ubirajara Cabral, pároco local, foi construída pela Central Elétrica de Furnas na forma de um banjo. (Thymonthy Becker) A maioria dos municípios possuía vocação agropecuária, mas com o alagamento das ár…

MONUMENTO HOLGER DANSKE, DINAMARCA - A tradição diz que a estátua ganhará vida quando a Dinamarca se encontrar em grande perigo e salvará a nação

CONHEÇA O "HERÓI LENDÁRIO DA DINAMARCA - HOLGER DANSKE ", DINAMARCA 
Explorar as criptas e catacumbas do Castelo de Kronborg é uma grande experiência. Escondido no porão do castelo, você vai conhecer o dinamarquês Holger (Holger Dansk), uma imponente estátua de pedra. Holger o dinamarquês, é uma figura lendária na cultura dinamarquesa. Se a Dinamarca se encontrar em apuros, ele vai acordar e defendê-la! HOLGER DANSKE, OU HOLGER, O DINAMARQUÊS, É UM HERÓI LENDÁRIO DA DINAMARCA. A PRIMEIRA REFERÊNCIA QUE TEMOS SOBRE A SUA EXISTÊNCIA APARECE EM ANTIGOS POEMAS FRANCESES, DE MEADOS DO SÉCULO XI. DE ACORDO COM A LENDA, ERA FILHO DE GODOFREDO, REI DA DINAMARCA. O SEU FILHO FOI MORTO POR CARLOS, O JOVEM, FILHO DE CARLOS MAGNO; EM BUSCA DE VINGANÇA, PROCUROU-O E MATOU-O. SÓ POR POUCO O IMPEDIRAM DE MATAR O PRÓPRIO CARLOS MAGNO. RESISTIU A CARLOS MAGNO DURANTE SETE ANOS, MAS FEZ A PAZ PARA LUTAR AO LADO DELE CONTRA OS SARRACENOS. DURANTE ESSA BATALHA MATOU O GIGANTE BREHUS. OS BARALHOS …

ITUIUTABA, MINAS GERAIS - Com vários atrativos turísticos como cachoeiras, trilhas, museu, parques. artesanato regional e a famosa cachaça artesanal

CONHEÇA A CIDADE DE "ITUIUTABA", MINAS GERAIS, BRASIL BEM VINDO A CIDADE DE ITUIUTABA, MG. PORTAL DO TRIÂNGULO MINEIRO foto - ? População estimada 2016 (1) - 103.945 Área da unidade territorial 2015 (km²) - 2.598,046 Densidade demográfica 2010 (hab/km²) - 37,40 Código do Município 3134202 Gentílico - ituiutabano Prefeito 2017 / FUED JOSE DIB ORIGEM DO NOME O nome da cidade eh de origem indígena: I - rio, TUIU ­barrento; TABA - povoação, cidade. “Cidade do rio barrento”
Gentílico: ituiutabano HISTÓRICO Ituiutaba é uma fusão de vocábulos tupis que significa "povoação do rio Tijuco". Os primitivos habitantes do município eram ameríndios, pertencentes ao grupo Gê, também chamados caiapós. Uma das tribos que deixaram fama na região foi a dos panariás, muito bem estudada por Alexandre Barbosa, de Uberaba. Por fim ela foi aldeada na atual povoação de São Francisco de Sales, às margens do Rio Grande, no vizinho município de Campina Verde. Os panariás - assinala o his…

MONJOLOS, MINAS GERAIS - O município possui alto potencial de ecoturismo, pois conta com diversas cachoeiras, corredeiras, grutas e trilhas, todas cercadas por uma vasta e bela vegetação e que proporcionam deliciosos passeios de bike, motos, jipes ou até mesmo simples caminhadas.

CONHEÇA A CIDADE DE "MONJOLOS", MINAS GERAIS, BRASIL Situada na região central mineira, na Bacia do Rio das Velhas em um vale da Serra do Cabral, Monjolos integra, além da Estrada Real, o Circuito dos Diamantes.  A 265 km da capital mineira, o município possui alto potencial de ecoturismo, pois conta com diversas cachoeiras, corredeiras, grutas e trilhas, todas cercadas por uma vasta e bela vegetação e que proporcionam deliciosos passeios de bike, motos, jipes ou até mesmo simples caminhadas.
Rio Pardinho em Monjolos, MG(Instituto estrada Real)  A Área de Preservação Ambiental do Vale do Fundo apresenta uma densa mata virgem banhada por deleitáveis nascentes e cascatas. Ainda pouco explorada, a Gruta do Pau-Ferro possui grandes galerias com estalactites e estalagmites.  A cidade ainda possui um Centro de Artesanato, onde é exposto e vendido todo o artesanato da região. A Igreja Matriz Nossa Senhora do Livramento, a Ponte Férrea do Rio Pardo e o Monumento a Monjolos também aju…

CARRANCAS, MINAS GERAIS - Um pequeno paraíso conhecido como Terra das Cachoeiras pois possui mais de 120 quedas d'água na Estrada Real. Considerada um dos novos pólos de Ecoturismo, é um lugar ideal para a prática de Montain Bike, Trekking e outros esportes que lhe propiciam o contato com a natureza. Tem o grande poço da esmeralda, além das grutas da toca e da cortina, ainda pode-se observar pinturas rupestres e um escorregador com cerca de dez metros que termina com um divertido mergulho.

CONHEÇA A CIDADE DE "CARRANCAS", MINAS GERAIS, BRASIL

MUITO BEM VINDO AO PARAÍSO. BEM VINDO A CARRANCAS. MINAS EH ISTO E MUITO MAIS. imagem "?" Com mais de 50 cachoeiras, a cidade está voltada para o ecoturismo – suas belas paisagens frequentemente servem de cenário para novelas. Há quedas d’água de fácil acesso, mas as mais bonitas ficam escondidas na mata fechada, aonde só se chega por trilhas (que devem ser percorridas com a ajuda de guia). Entre novembro e março, a chuva torna as cachoeiras perigosas. A maioria das pousadas está próxima de grutas e cachoeiras, e muitas têm piscinas naturais. Foto - ?
POÇO DO CORAÇÃO
O acesso é tranquilo: pegue a Estrada para Itutinga, entre à esquerda após a primeira ponte para chegar ao Complexo da Toca. O carro fica na portaria, e você segue a trilha até o para o escorregador (é bom ponto para banho, ao lado da Gruta da Toca). A partir dele, suba margeando o rio: há vários poços e pequenas quedas até a principal atração local, a …

SERRA DO NAVIO, AMAPÁ - A História da Serra do Navio remonta aos anos 1950. A região era rica em manganês e outros minérios. Por isso, a brasileira ICOMI, com sede em Belo Horizonte e atuação em Minas Gerais, foi escolhida para explorar o minério e construir a vila operária, que daria origem à cidade de Serra do Navio. Cada vila tinha 330 casas, prédios coletivos (escolas, hospitais, refeitórios), abrigando até 1.500 pessoas, entre trabalhadores e familiares. Tinha ruas largas, postes de concreto para a fiação elétrica e telefônica, calçadas, parques, clubes com piscina, quadras esportivas, restaurante e lanchonete, drenagem de águas das chuvas e tratamento de água e esgoto. Todas as casas tinham mais de 90m² e contavam com saneamento e energia elétrica, proveniente de geradores da ICOMI.

CONHEÇA A CIDADE DE "SERRA DO NAVIO", AMAPÁ, BRASIL CONHEÇA A FAMOSA "LAGOA AZUL" DE SERRA DO NAVIO, AP A história da Lagoa Azul se mistura à criação da Serra do Navio e à atividade de exploração na década de 1950 A Amazônia é conhecida pelos rios, igarapés e cachoeiras. Mas, a maioria das pessoas nem imaginam que aqui existam lagoas de águas azul turquesa. A 208 quilômetros de Macapá, capital do Amapá, fica a Lagoa Azul, um paraíso que nasceu de uma mina abandonada. O lugar fica próximo à Vila Serra do Navio, cidade criada na década de 1950 para abrigar os trabalhadores de uma empresa de mineração. A lagoa azul e o passado da história da Serra do Navio estão entrelaçados. De acordo com a prefeitura da cidade, a cor marcante da lagoa, em tom azul anil, acontece por conta dos minérios da região especialmente o carbonato de manganês. O lugar era uma mineração. Hoje é possível chegar até lá através de trilhas ou de carro. A região é cercada por uma floresta tropical. O…

BOM JARDIM DE MINAS, MINAS GERAIS - Típica cidade mineira, com povo hospitaleiro, de clima ameno e muito aconchegante, traz no bojo de sua historia uma origem bucólica e religiosa com inúmeras atrações turísticas

CONHEÇA A CIDADE DE "BOM JARDIM DE MINAS", MINAS GERAIS, BRASIL Foto - Thymonthy Becker  BEM VINDO A CIDADE DE BOM JARDIM DE MINAS. PORTAL DA SERRA DA MANTIQUEIRA foto - Thymonthy Becker População estimada 2016 (1) - 6.648 Área da unidade territorial 2015 (km²) - 412,021 Densidade demográfica 2010 (hab/km²) - 15,78 Código do Município 3107505 Gentílico - bom-jardinense Prefeito 2017 / SERGIO MARTINS ORIGEM DO NOME O TOPÔNIMO ORIGINOU-SE DO NOME DA FAZENDA BOM JARDIM, PIONEIRA DA COMUNIDADE, E DO BELO "JARDIM" NELA CONSTRUÍDO PELOS SEUS PROPRIETÁRIOS. Bom Jardim de Minas Minas Gerais - MG HISTÓRICO O território onde se acha localizado o município, foi habitado por silvícolas de diversas tribos não identificados devidamente. Em 1770, Manoel Arriaga de Oliveira, sua mulher e seis filhos, chegaram à região, fundaram uma colônia que chamaram Campo Vermelho, tornando-se os primeiros moradores do lugar. O núcleo sofreu vários ataques dos índiso, sendo morto o filho do fundad…

MARILÂNDIA, ITAPECERICA, MINAS GERAIS - Com altitude acima de 1.000 metros, cercada de paisagens que são verdadeiros cartões postais e muita história para você viver neste paraíso

CONHEÇA O DISTRITO DE "MARILÂNDIA", ITAPECERICA, MINAS GERAIS, BRASIL
Estação Rodoviária de Marilândia, MG MARILÂNDIA / MINAS GERAIS
foto - Thymonthy Becker  BEM VINDO AO DISTRITO DE MARILÂNDIA, MG. NO CENTRO OESTE DO ESTADO DAS MINAS GERAIS. AQUI, CHEGANDO NO DISTRITO. foto - Thymonthy Becker MARILÂNDIA EH UM ANTIGO DISTRITO QUE EMBORA ESTEJA PRÓXIMO A DIVINÓPOLIS, PERTENCE A CIDADE DE ITAPECERICA O DISTRITO TEM APROXIMADAMENTE 4.000 HABITANTES (FONTE - PEDRO GUIMARÃES) O DISTRITO ESTÁ A 780 QUILÔMETROS DE BRASÍLIA. ESTA À 170 QUILÔMETROS DA CAPITAL DAS MINAS GERAIS ESTÁ À 25 QUILÔMETROS DE DIVINÓPOLIS A HISTÓRIA DO DISTRITO DE MARILÂNDIA, MINAS GERAIS  A história de Marilândia começa como a maioria das cidades das Minas Gerias, com a construção de uma igreja. Um fazendeiro, dono das terras onde hoje encontra-se o distrito, determinou que seus escravos construíssem um santuário e que este fosse dedicado a nossa senhora do desterro da volta. O santuário foi construído no alto da …