Pular para o conteúdo principal

GUANHÃES, MINAS GERAIS - Guanhães, cidade hospitaleira, que mantém vivas suas tradições culturais. Durante o ano, são realizadas várias festas religiosas, entre elas a de São Miguel, padroeiro da cidade. Cavalgadas, apresentação de marujadas, festas juninas, apresentações de teatro, feira de artesanato, o Arraial e a festa de aniversário da cidade são outros bons exemplos da cultura em movimento. Na arquitetura, a cidade preserva vários casarões antigos espalhados e que guardam a história da cidade




CONHEÇA A CIDADE DE "GUANHÃES", MINAS GERAIS, BRASIL DA JANELA DO TREM
Guanhães, cidade hospitaleira, que mantém vivas suas tradições culturais. Durante o ano, são realizadas várias festas religiosas, entre elas a de São Miguel, padroeiro da cidade. Cavalgadas, apresentação de marujadas, festas juninas, apresentações de teatro, feira de artesanato, o Arraial e a festa de aniversário da cidade são outros bons exemplos da cultura em movimento. 
Na arquitetura, a cidade preserva vários casarões antigos espalhados e que guardam a história da cidade, como, por exemplo, o casarão da Rua Francisco Nunes, onde eram comercializados os escravos trazidos para a região no século 19.
A casa da Cultura Laet Berto, a Igreja Matriz de São Miguel e Almas, a Capela da Associação de Caridade Nossa Senhora do Carmo, o Coreto Municipal, entre outros prédios de valor histórico são testemunhas da história da cidade. No meio rural de Guanhães belas fazendas Coloniais também podem ser encontradas. Várias em ótimo estado de conservação que ajudam a contar muito da história do município.
Na culinária, Guanhães segue os passos da boa culinária mineira. Pratos como frango caipira com quiabo, tutu de feijão, canjiquinha com costelinha de porco, vaca atolada, entre outros, podem ser encontrados facilmente nos restaurantes. As deliciosas quitandas, queijos, requeijões, mel e doces também estão à venda nas melhores padarias e supermercados da cidade. Quem preferir, pode adquirir os produtos diretamente do produtor, na Feira de Artesanato Mãos que criam e Mercado Municipal.
COMEÇA O DIA EM GUANHÃES
foto - ?
VEJA QUE MAJESTOSA ESTA CATEDRAL DE SÃO MIGUEL ARCANJO E ALMAS
foto - ?
foto - Vicente A. Queiroz
Anualmente, durante o mês de julho, a cidade promove o "Inverno Cultural", com vernissages, shows, oficinas culturais e apresentações teatrais, visando divulgar e "aquecer" a cultura local.
Dentre os atrativos naturais, destacam-se as cachoeiras da região e a lagoa Grande, ideal para a prática de esportes náuticos e pescarias.
VEJA A BELA CIDADE DE GUANHÃES
foto - ?

AS 07 MARAVILHAS DE GUANHÃES 
Guanhães também tem suas 7 maravilhas. Sete melhores, neste caso, porque são inúmeras as maravilhas que você encontrará nesta cidade. Aqui você terá muitas cachoeiras para seu lazer, trilhas para seu ecoturismo, monumentos históricos e bens tombados pelo patrimônio, gastronomia de boa qualidade, alem claro, de gente bonita e acolhedora. 
VEJA 7 MARAVILHAS DE GUANHÃES QUE VOCÊ PRECISA VISITAR
1º LUGAR: LAGOA GRANDE 
Localizada a 12 km de Guanhães. Sua margem direita pertence à Fazenda Lagoa Grande e a esquerda à Cenibra Florestal. A Lagoa fica numa área particular e foi formada por uma tromba d’água e sua cabeceira é alimentada por quatro nascentes.
2º LUGAR: PEDRA DA GAFURINA 
A APA - Área de Preservação Ambiental da Pedra da Gafurina está localizada no Distrito de Farias, a 35 Km do centro de Guanhães.
3º LUGAR: CACHOEIRA DA FUMAÇA 
Situada entre os distritos de Sapucaia e Taquaral, a 38 km do centro de Guanhães, a cachoeira está cercada de bela fauna e flora, com bromelidário e orquidário natural.
4º LUGAR: CACHOEIRA DAS POMBAS 
Localizada a 12 km do centro de Guanhães, em área particular de grande beleza natural, a cachoeira deságua numa piscina. Possui fauna de aves e roedores de grande porte e flora de mata nativa. Há quadras esportivas, chalés e área de camping.
5º LUGAR: CRISTO 
Localizado no alto do Bairro Santa Tereza, o monumento ao Cristo Redentor foi tombado pela Lei Nº 2.007, de 17/12/02. 
Antigamente, havia no local um Cristo de madeira, adquirido em São Paulo por José Emídio Neto, que doou ao município como realização de um antigo sonho pessoal. Ele conseguiu a área com os herdeiros de Jorge Teixeira e lá foi edificado um monumento de madeira. O monumento foi abençoado por Dom Antonio Felipe da Cunha, na época Bispo da Diocese de Guanhães. A missa foi celebrada pelos padres Saint Clair e Domingos do Carmo. 
Segundo relatos, a imagem ficou no local por algum tempo, vindo a ser destruída posteriormente num ato de vandalismo, cujos autores não foram descobertos pelas autoridades competentes. Diante desse acontecimento, a comunidade se uniu no sentido de adquirir um novo monumento.
O transporte das peças do monumento foi doação do senhor Emídio Neto. As 145 peças ficaram depositadas no pátio da Autoveg, por um período superior a 6 meses, aguardando recursos financeiros para sua edificação no local já popularmente denominado como “Monte Cristo”. Nesse período, algumas peças sofreram a ação do tempo, mas não ficaram comprometidas. Diante dessa situação, inúmeras pessoas solicitaram ao senhor Sebastião Magalhães de Sena, que de 1987 a 1989, havia assumido a coordenação da reforma da Igreja Matriz de São Miguel e Almas, que este assumisse também a obra de edificação do Cristo. 
Em 06 de maio de 1996, a obra de edificação do monumento do Cristo Redentor foi iniciada. A obra foi entregue em 29 de setembro de 1998, dia do padroeiro da cidade, quando foram retirados os andaimes após a conclusão da pintura. 
O monumento possui 21 metros desde a base até o topo e pesa 10 mil quilos. Com o preenchimento, o Cristo pesa aproximadamente 20 mil quilos.
6º LUGAR: CATEDRAL 
A Capela da Associação de Caridade Nossa Senhora do Carmo foi tombada pela Lei Nº 1,766, de 21/05/96, e passou por uma restauração no início de 2009. 
Construída ao lado do antigo hospital, em meados da década de 20, pelo Monsenhor Antônio Pinheiro Brandão, a capela era um espaço muito procurado pelos familiares e amigos de enfermos que estavam em tratamento no antigo hospital.
Com a desativação da capela e demolição do antigo hospital, peças como turíbulo, âmbula, patena, ostensório e um velho sino, foram guardadas. Algumas estão no Hospital Regional e outras na Casa de Cultura Laet Berto. 
O altar-mor, datado de 1720, é Barroco e foi doado à Capela em 1924. Ele fazia parte de uma igreja já demolida e que ficava localizada à Rua das Cavalhadas, no Serro (MG). O altar foi doado ao Monsenhor Antônio Pinheiro Brandão e veio do Serro até Guanhães transportado em carro de boi.
7º LUGAR: MATRIZ DE SÃO MIGUEL E ALMAS 
A igreja Matriz de São Miguel e Almas, localizada na Praça JK, foi tombada como patrimônio Histórico Municipal pela Lei 1.914, de 22/12/00. Além da parte externa da igreja, foram tombados todos os bens móveis e imóveis de relevante valor histórico que compõem seu conjunto, como: o lustre central, os retábulos laterais direito e esquerdo, o retábulo lateral direito estilo neogótico, o altar-mor, o quadro situado sobre o centro do corpo da Igreja, de São Miguel em combate, a pintura sobre o coro, e as pinturas nos dois ócolos laterais dentro da nave, após o arco do Cruzeiro (duas rocalhas pintadas). 
A história da igreja matriz faz parte da história de Guanhães. Por meio do Alvará Régio de D. João VI, de 26/01/1811, foi autorizada a construção da igreja.
ARTE E CULTURA / IMAGEM DE SÃO MIGUEL 
Os bens móveis de que trata a lei de Tombamento da Igreja Matriz dizem respeito à imagem de Nossa Senhora das Dores, a imagem de madeira policromada de São Sebastião, a imagem policromada de São Miguel, (foto) a imagem articulada de madeira de Nosso Senhor Morto, e a imagem de madeira de Nosso Senhor dos Passos.
CORETO MAESTRO AUGUSTO NUNES COELHO 
O Coreto Público, situado à Praça JK, foi tombado pela Lei 1.852, de 19/06/98. Em 22 de dezembro de 2000, o Coreto recebeu o nome de Coreto Maestro Augusto Nunes Coelho, o senhor Dú.
CASA DA CULTURA, ANTIGA CADEIA PÚBLICA 
Construída no início do século XX, a Casa da Cultura Laet Berto serviu durante muitos anos como Cadeia Pública Municipal, abrigou a Biblioteca Pública e a Administração Fazendária do Estado. Em 1997, foi requerida a cessão do antigo prédio para a Coordenadoria de Cultura.
O prédio foi tombado como patrimônio pela Lei 1.852, de 19/06/98 e a Casa da Cultura Laet Berto foi criada pela Lei 1.854, de 19/06/98. Já, o tombamento Cultural da Casa de Cultura, foi realizado pela Lei 2.946, de 04/03/03, por possuir relevante valor arquitetônico, cultural e histórico. 
O prédio da Casa da Cultura abrigou a primeira e a terceira cadeia pública de Guanhães. Na época, existiam na cidade dois partidos políticos: os “Pelados” e os “Cabeludos”. Certa vez, membros desses dois partidos entraram em conflito e dois membros foram presos. À noite, os dois partidos se uniram, foram até a cadeia, libertaram os dois membros e atearam fogo no prédio.
Permaneceram os escombros por longos anos, passando a segunda Cadeia e Tribunal de Júri a funcionar na Rua Francisco Nunes, em frente à antiga residência do senhor Bernardo Café. Quando esta foi desativada, uma verba possibilitou a construção do prédio atual. 
As madeiras da demolição da segunda Cadeia e Tribunal de Júri foram doadas para a construção da Santa Casa de Misericórdia Nossa Senhora do Carmo, obra do saudoso Monsenhor Pinheiro Brandão.
SÍTIO DO CANDONGA 
O Sítio do Candonga foi tombado como bem cultural, por possuir valor arquitetônico, natural, paisagístico e histórico. Seu dossiê de tombamento destaca que por “sítio paisagístico, histórico e arquitetônico do Candonga” entende-se uma área de aproximadamente 7,26 quilômetros quadrados, localizada na porção sudeste do município de Guanhães (MG). A área assume especial importância por incluir as várias galerias associadas à antiga Mina da Candonga e restos de mata original preservada. 
A mina foi construída sobre depósito de características peculiares, servindo de modelo exploratório durante o período do seu funcionamento. A presença de pequenos de floresta original é fator importante, na medida em que a região encontra-se em alto grau de degradação. 
O conjunto tombado por lei municipal abrange, portanto, desde os restos de mata como as diversas bocas das galerias da Mina do Candonga, bem como a sede da fazenda de mesmo nome. Além disso, destaca-se a presença na área de lápides preservadas da primeira metade do século XIX, em local que deve corresponder ao antigo cemitério e passível de estudos ainda mais aprofundados.
Sugeriu-se o tombamento da sede da Fazenda do Candonga, localizada em área rural do município de Guanhães, devido ao seu valor histórico e arquitetônico, sendo exemplar representativo do sistema construtivo e da estética de sua época. 
Consiste em um bem cultural peculiar, detentor de extrema ligação com a história da região, testemunho material do período relevante das explorações auríferas no estado. 
Apesar de modificado e degradado internamente, manteve o seu partido intacto e a maioria dos seus elementos estilísticos externos originais, justificando assim a preservação de sua volumetria no contexto da paisagem e de suas fachadas, que retratam a história da arquitetura secular e colonial mineira. 
Recomendou-se o tombamento da fachada e volumetria, uma vez que o interior das edificações encontra-se bastante alterado, modificado e destruído, estando os vestígios de sua condição original em estado precário.
BELEZAS NATURAIS 
Guanhães (MG) faz parte dos Circuitos da Estrada Real e das Trilhas do Rio Doce. O município possui grande potencial para a exploração do ecoturismo, turismo de aventura e rural.
Ao visitar Guanhães, o turista vai encontrar cachoeiras praticamente intocadas, duas áreas de preservação ambiental que abrigam espécies exóticas da fauna e da flora e guardam vestígios do período colonial, além de vários outros atrativos.
PARQUE ESTADUAL SERRA DA CANDONGA 
Situado em área de domínio da Mata Atlântica, com relevo suavemente ondulado, o Parque abriga cerca de 20 nascentes que formam os córregos Barra Mansa, Barreira e Conquista. 
Além das belezas naturais, o Parque preserva uma fazenda histórica e bocas de minas, de onde era extraído o ouro no Período Colonial. 
O Parque abriga ainda a Pedra da Candonga ou do Urubu, um ponto de referência por estar próximo às antigas minas de ouro do Candonga.
A riqueza da flora é fácil de ser conferida. Imponentes exemplares de sucupira, jacarandá, ipê, braúna, quaresmeira, peroba-rosa, canela, angico, dentre outras, integram a cobertura vegetal arbórea nativa. 
A fauna é composta por macacos, quatis, pacas, capivaras, tatus, catitus, entre outros, além de aves como jacus, sabiás, trinca-ferros, curiós, seriemas, bem-te-vis, etc. 
Algumas espécies ameaçadas de extinção também fazem do Parque a sua morada, como a onça-pintada, o lobo-guará e o tamanduá-bandeira.
A área abriga um maciço de granito chamado de Pedra da Gafurina, tombada como Patrimônio Natural Paisagístico pelo Decreto nº 3.341, de 17 de março de 2008. Próximo à Pedra da Gafurina há uma reentrância na rocha que se assemelha a uma caverna, conhecida como “capixaba”. 
Ao visitar a Pedra da Gafurina, o turista poderá admirar as belezas da cachoeira de mesmo nome, além de percorrer por trilhas ecológicas, num verdadeiro turismo de aventura. É necessário guia. 
Gafurina significa “cabelo mal arrumado”. Outra referência é ao nome de uma artista com o sobrenome Gafurini. 
O local possui beleza surpreendente, atraindo visitantes de vários lugares, entre eles romeiros, que procuram a Santa Cruz no dia 03 de maio, entre outras datas.
CACHOEIRA DO SERENO: 
Localizada no povoado da Barreira, fica a 37 km do centro de Guanhães. Registro de trilha de tropeiros e de transporte de ouro para o município de Santa Bárbara, margeada pelo Ribeirão da Barreira
foto - guanhaes.net
OPÇÕES DE HOSPEDAGEM / CARAVELLE HOTEL -
O Caravelle Hotel prioriza a excelência no atendimento, optando por prestar o melhor serviço dentro de sua categoria na hotelaria de Guanhães.
Aqui o hóspede dispõe de um preço justo por uma excelente qualidade. Contamos com ambientes modernos e inovadores proporcionando assim conforto e economia na medida certa.
Trabalhamos com a intenção de oferecer aos nossos clientes um serviço de alto padrão de qualidade, por isso, o hotel conta com uma infra-estrutura moderna e eficiente para o pronto atendimento de seus hóspedes.
SANTORINI HOTEL
Apresentando um novo conceito de comodidade e bem-estar e serviços completos de hotelaria, o Santorini Hotel oferece completa estrutura para atender com excelência às mais diversas necessidades. Além de confortáveis acomodações, dispõe de internet wi-fi grátis, TV a cabo, área de alimentação, estacionamento e recepção 24 horas.


HOTEL ESTRELA DALVA
Endereço: Rua Santa Efigênia, 262, Centro, CEP 39740-000, Guanhães (MG) 
Telefone: (33) 3421-2333 
HOTEL ESTRELA DE OURO
Endereço: Av.Governador Milton Campos, 1920, Centro, CEP 39740-000, Guanhães (MG) 
Telefone: (33) 3421-2042 
GRANDE HOTEL
Endereço: Rua Dr Odilon Behrens, 147, Centro, CEP 39740-000, Guanhães (MG) 
Telefone: (33) 3421-1354 
HOTEL COLUNA 
Travessa Dr. Brito, 21, Centro, CEP 39740-000, Guanhães (MG) 
(33) 3421-1396 
HOTEL POUSO ALEGRE
Av. Milton Campos, 2548, Centro, CEP 39740-000, Guanhães (MG) 
(33) 3421-1424 
HOTEL MARÍLIA
Endereço: Av. Governador Milton Campos, 2818, Centro, CEP 39740-000, Guanhães (MG) 
Telefone: (33) 3421-1155 
HOTEL SANTIAGO
Endereço: Av. Governador Milton Campos, 3212, Centro, CEP 39740-000, Guanhães (MG) 
Telefone: (33) 3421-1574 
PRINCIPAIS EVENTOS REALIZADOS AO LONGO DO ANO: 
ANIVERSÁRIO DA CIDADE
Realização: Prefeitura Municipal de Guanhães 
Data: 25 de outubro 
Local: Local: Ao lado do Clube Guanhães 
Informações: (33) 3421-2482 
Descrição do evento: 
São três dias de festa que marcam as comemorações do aniversário da cidade, com atrações locais, bandas de música sertaneja, axé e forró, barracas e muita diversão.
CARNA GUANHÃES 
Realização: Prefeitura Municipal de Guanhães 
Data: no Carnaval 
Local: área na Avenida Alberto Caldeira 
Informações: (33) 3421-2482 
Descrição do evento: 
Nos cinco dias de folia, o Carna Guanhães reúne visitantes de toda região, shows com bandas, desfile e concurso de blocos caricatos, rua de lazer para crianças e matinê.
FESTA DO PADROEIRO SÃO MIGUEL 
Realização: Paróquia de São Miguel e Almas 
Local: Igreja Matriz de São Miguel e Almas 
Data: 29 de setembro 
Informações: (33) 3421-1651 
Descrição do evento: 
Festa religiosa em comemoração ao padroeiro da cidade São Miguel e Almas. São realizadas novenas com barraquinhas e comidas típicas, apresentação da Banda Santa Cecília, marujadas, caboclinhos e queima de fogos.
FESTA DE NOSSA SENHORA APARECIDA 
Realização: Paróquia Nossa Senhora Aparecida 
Data: 12 de outubro 
Local: Igreja Matriz Nossa Senhora Aparecida 
Informações: (33) 3421-3792 
Descrição do evento: 
Festa religiosa realizada no dia 12 de outubro, com novena, barraquinhas, várias atrações como bandas de música, cavalgada, marujada e procissão. O encerramento é feito com bela queima de fogos.
ENCONTRO DE TRILHEIROS 
Realização: Clube Guanhães Off-Road 
Data: 19 de setembro 
Local: Clube Real Madri 
Informações: (33) 3421-0224 (com Everaldo) 
Descrição do evento: 
Encontro de pessoas apaixonadas pelo esporte de aventura, que reforma os laços de amizade entre os participantes. O evento, a cada ano, vem atraindo mais participantes de vários locais do país. Além das trilhas, há shows à noite.
foto - ?
foto - ?
foto - ?
foto - ?
foto - Portal guanhaes.net
foto - Portal guanhaes.net
Vindo visitar Guanhães, você poderá fazer turismo em belíssimas cachoeiras, fauna e flora com espécies exóticas e muito mais.
Sua economia esta baseada no comércio, serviço e agropecuária.
O padroeiro da cidade é São Miguel das Almas Correntes.
Programe suas próximas férias, para uma visita a Guanhães.
CACHOEIRA DO SERENO
]foto - Portal guanhaes.net
CACHOEIRA DA FUMAÇA
foto - ?
CACHOEIRA DAS POMBAS
foto - ?
CACHOEIRA DOS WITUS
foto - ?
LAGOA GRANDE
foto - Portal guanhaes.net
GUANHÃES ENCRAVADA NAS MONTANHAS DE MINAS
foto - Portal guanhaes.net
ACESSO AO AEROPORTO
foto - ?
ZONA RURAL DE GUANHÃES
foto - ?
foto - Portal guanhaes.net
Um povo hospitaleiro, comidas típicas de ótima qualidade, ótimos hotéis e muitos passeios ecológicos para você estar em contato com a natureza.
Suas férias será inesquecível e com certeza, você retornará.
ESTA É A PEDRA CAFURINA
foto - ?
População estimada 2016 (1) - 33.815
Área da unidade territorial 2015 (km²) - 1.075,124
Densidade demográfica 2010 (hab/km²) - 29,08
Código do Município 3128006
Gentílico - guanhanense
Gentílico: guanhanense
Histórico
Guanhães
Minas Gerais - MG
HISTÓRICO
Os primitivos habitantes da região onde hoje se acha localizado o Município de Guanhães, foram os índios guanahães, de origem tapuia e do grupo selvagem dos caingangue de Minas Gerais. 
Sendo a região habitada pelos índios guanahães, principalmente às margens do rio de igual nome, passou então a chamar-se Guanhães.
No século XVII, vários conquistadores à procura de ouro e pedras preciosas, atingiram o Rio das Velhas, onde se estabeleceram com fazendas de gado e culturas em geral. Nenhum obstáculo os deteve. Em meados de 1714 foi criada a Comarca de Vila do Príncipe. 
O tempo foi passando, e as jazidas se esgotando e os mineradores se dispersaram para outras regiões. Do Serro, descendo os Rios Guanhães e Santo Antônio, outros bandeirantes localizaram veios em Conceição e no Córrego das Almas, formando novos núcleos de povoação. Foi o serrano João Azevedo Leme que encontrou ouro nos "Descobertos auríferos do Graypu". A notícia despertou interesse e foi assim que ele fundou, nas imediações do local onde encontrara ouro, o Povoado de São Miguel e Almas. 
O Rio Guanhães, o maior caudal que passava nas vizinhanças do novo arraial, lhe deu o nome: São Miguel de Guanhães. O povoado virou distrito, vila e cidade, a qual foi progredindo lentamente com a riqueza aurífera da terra. 
Em 1824, o fazendeiro Capitão Venâncio Gomes Chaves e outros, formaram a empresa para a exploração das lavras do Condonga, auxiliados nos trabalhos de mineração por Francisco José de Queiroz, até que em 1837, o povoado teve grande desenvolvimento com a exploração das lavras pela Companhia Inglesa "The Candonga Gold Co. Limited". Depois do Condonga, a mais importante mineração do município foi a da Fazenda das Almas, na propriedade do Capitão Francisco Nunes Coelho. 
Mais tarde outra lavra foi descoberta em São Miguel e Almas, à qual deram o nome de "Mexirico", devidos às intrigas entre seus exploradores. 
Para José Coelho da Rocha, o primeiro habitante de São Miguel e Almas, assim como para outros moradores, coube a glória da constituição do primitivo núcleo e de seu patrimônio, com a doação de terrenos. Sob a invocação de São Miguel, surgiu a primeira capela, a de São Miguel e Almas, erigida pelo Alvará Régio do Príncipe D. João VI, de 26 de janeiro de 1811, sendo, porém, instituída canonicamente pela provisão de 17 de junho de 1828. A Paróquia foi criada no dia 14 de julho de 1832. O aniversário de Guanhães é comemorado a 25 de outubro, data em que foi elevado à categoria de município.
Gentílico: guanhanense
ESTA É A BANDEIRA DA CIDADE DE GUANHÃES, MINAS GERAIS
ESTE É O BRASÃO DA CIDADE DE GUANHÃES, MINAS GERAIS
SEMPRE VOLTE. ESPERAMOS VOCÊ



fonte / fotos = Wikipédia / IBGE / Thymonthy Becker / guanhaes.net / Governo de Guanhães, MG / Divulgação / 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SERRA DO NAVIO, AMAPÁ - A História da Serra do Navio remonta aos anos 1950. A região era rica em manganês e outros minérios. Por isso, a brasileira ICOMI, com sede em Belo Horizonte e atuação em Minas Gerais, foi escolhida para explorar o minério e construir a vila operária, que daria origem à cidade de Serra do Navio. Cada vila tinha 330 casas, prédios coletivos (escolas, hospitais, refeitórios), abrigando até 1.500 pessoas, entre trabalhadores e familiares. Tinha ruas largas, postes de concreto para a fiação elétrica e telefônica, calçadas, parques, clubes com piscina, quadras esportivas, restaurante e lanchonete, drenagem de águas das chuvas e tratamento de água e esgoto. Todas as casas tinham mais de 90m² e contavam com saneamento e energia elétrica, proveniente de geradores da ICOMI.

CONHEÇA A CIDADE DE "SERRA DO NAVIO", AMAPÁ, BRASIL CONHEÇA A FAMOSA "LAGOA AZUL" DE SERRA DO NAVIO, AP A história da Lagoa Azul se mistura à criação da Serra do Navio e à atividade de exploração na década de 1950 A Amazônia é conhecida pelos rios, igarapés e cachoeiras. Mas, a maioria das pessoas nem imaginam que aqui existam lagoas de águas azul turquesa. A 208 quilômetros de Macapá, capital do Amapá, fica a Lagoa Azul, um paraíso que nasceu de uma mina abandonada. O lugar fica próximo à Vila Serra do Navio, cidade criada na década de 1950 para abrigar os trabalhadores de uma empresa de mineração. A lagoa azul e o passado da história da Serra do Navio estão entrelaçados. De acordo com a prefeitura da cidade, a cor marcante da lagoa, em tom azul anil, acontece por conta dos minérios da região especialmente o carbonato de manganês. O lugar era uma mineração. Hoje é possível chegar até lá através de trilhas ou de carro. A região é cercada por uma floresta tropical. O…

REPRESA DE FURNAS, SÃO JOSÉ DA BARRA, MINAS GERAIS - Em 1963 fecharam o túnel que criou praias, formou cânions, inundou vilarejos mudando para sempre a história de 34 cidades mineira e formando o espetacular “Mar de Minas”

CONHEÇA A "REPRESA DE FURNAS", SÃO JOSÉ DA BARRA, MINAS GERAIS, BRASIL foto - Thymonthy Becker No dia 9 de janeiro de 1963 o túnel que desviou o curso do rio Grande para a construção da Usina de Furnas foi fechado e as águas que formaram um dos maiores reservatórios do mundo, criou praias, formou cânions e cachoeiras inundou vilarejos e mudou para sempre a história dos 34 municípios que ficam ao longo dos 1.440 km2 de extensão do Lago de Furnas. (Thymonthy Becker) A sede do município de Guapé ficou praticamente submersa, o que levou à construção de uma nova sede em local definido pela população. O distrito de São José da Barra, então pertencente a Alpinópolis e emancipado em 1994, ficou integralmente debaixo das águas e deu lugar à "Nova Barra", que a pedido do padre Ubirajara Cabral, pároco local, foi construída pela Central Elétrica de Furnas na forma de um banjo. (Thymonthy Becker) A maioria dos municípios possuía vocação agropecuária, mas com o alagamento das ár…

BARCELONA, ESPANHA - Barcelona é um dos principais destinos de quem vai para a Espanha. O destino, capital da Catalunha, é jovem, acolhedor, respira cultura e boa gastronomia e, diferente de outras cidades espanholas, os moradores locais recebem os turistas de braços abertos

CONHEÇA 10 LUGARESIMPERDÍVEIS EM BARCELONA, ESPANHA
Barcelona é um dos principais destinos de quem vai para a Espanha. O destino, capital da Catalunha, é jovem, acolhedor, respira cultura e boa gastronomia e, diferente de outras cidades espanholas, os moradores locais recebem os turistas de braços abertos.  Se você está de passagem pela primeira vez, o RoadTrio reuniu 10 destaques que não podem faltar no seu roteiro. 
01 - PARC DE LA CIUTADELLA  O Parc de la Ciutadella foi o primeiro parque público de Barcelona e está muito bem conservado. Nos dias de sol, os catalães aproveitam a área verde para passear com cachorros, pegar um bronze, correr, levar a criançada para brincar e fazer pique-nique.  Com cerca de 280.000 m2, o parque e abriga o zoológico da cidade, o Parlamento da Catalunha, museus e a famosa fonte desenhada por Josep Fontserè em colaboração com Antoni Gaudí – com certeza você já viu várias fotos delas pelas redes sociais. Outra atração é o Castell dels Tres Dragons, muito …

UMBURATIBA, MINAS GERAIS - Se existisse uma lista de cidades serenas e calmas, com certeza o nome de Umburatiba estaria nela e com destaque. Pequeno e afastado das grandes cidades, o município tem o privilégio de ser um dos poucos lugares onde os costumes do interior ainda prevalecem. Com 168 km de distância, Umburatiba é a cidade mineira mais próxima do mar

CONHEÇA A CIDADE DE "UMBURATIBA, MINAS GERAIS , BRASIL  Se existisse uma lista de cidades serenas e calmas, com certeza o nome de Umburatiba estaria nela e com destaque. Pequeno e afastado das grandes cidades, o município tem o privilégio de ser um dos poucos lugares onde os costumes do interior ainda prevalecem. Mas apesar de seu jeito pacato, a cidade carrega um acervo de curiosidades, no mínimo, interessantes.  Praça da Igreja Matriz da cidade de Umburatiba, MG(Portal Bertópolis em Foco / Facebook)  CURIOSIDADES SOBRE UMBURATIBA, MINAS GERAIS 01 - O território onde hoje se situa Umburatiba começou a ser ocupado depois que o político provincial Teófilo Otoni liderou uma colonização que buscava em Minas uma saída para o mar.  02 - Quando ainda era um povoado o local era chamado de Comercinho dos Gangás. Esse nome foi inspirado no apelido do comerciante José Rodrigues de Oliveira que era conhecido como Gangás, um dos primeiros habitantes da região.  03 - Com 168 km de distância, Um…

VIRGINÓPOLIS, MINAS GERAIS - Alem da festa da Jabuticaba que acontece anualmente, a cidade possui uma das maiores escadarias de igreja do mundo, com mais de 500 degraus

CONHEÇA A CIDADE DE "VIRGINÓPOLIS", MINAS GERAIS, BRASIL A cidade é regionalmente conhecida pela tradicional Festa da Jabuticaba, que ocorre anualmente em setembro. Um aspecto interessante é que, apesar da festa, a cidade não se configura como grande produtor da fruta.  Outro aspecto cultural interessante é a presença da Capela de Nossa Senhora do Patrocínio, que possui uma das maiores escadarias de igreja do mundo, com mais de 500 degraus, construídos pelos próprios moradores da cidade em mutirões realizados no fim da década de 1980.  CASARÃO NA CIDADE DE VIRGINÓPOLIS, MG(asminasgerais.com.br) CASARÃO EM VIRGINÓPOLIS, MG (asminasgerais.com.br) CENTRO DA CIDADE DE VIRGINÓPOLIS, MG (asminasgerais.com.br) PRAÇA EM VIRGINÓPOLIS, MG (asminasgerais.com.br) VIRGINÓPOLIS, MG(asminasgerais.com.br)
CASARÃO EM VIRGINÓPOLIS, MG(asminasgerais.com.br)
PRAÇA EM VIRGINÓPOLIS, MG(asminasgerais.com.br)
RUA CENTRAL DA CIDADE DE VIRGINÓPOLIS, MG(asminasgerais.com.br)
UMA DAS MAIORES ESCADARIAS …

OS 30 LUGARES MAIS INCRÍVEIS DO MUNDO QUE FORAM ABANDONADOS - E se você, ao invés de visitar destinos badalados e altamente procurado pelos turistas, desse uma chance pra lugares abandonados e marcados pelo tempo? Castelos, aeroportos e até paisagens naturais perigosas, que não podem ser ocupadas pelo homem, podem mudar a sua visão de mundo, além de apresentar uma série de histórias impactantes e outras que podem ser imaginadas livremente. E inclua aqui muito terror, suspense e, por quê não, romance!

CONHEÇA OS 30 LUGARES MAIS INCRÍVEIS DO MUNDO QUE FORAM ABANDONADOS E se você, ao invés de visitar destinos badalados e altamente procurado pelos turistas, desse uma chance pra lugares abandonados e marcados pelo tempo?  Castelos, aeroportos e até paisagens naturais perigosas, que não podem ser ocupadas pelo homem, podem mudar a sua visão de mundo, além de apresentar uma série de histórias impactantes e outras que podem ser imaginadas livremente. E inclua aqui muito terror, suspense e, por quê não, romance!  Na nossa galeria abaixo, há uma seleção especial com vários lugares abandonados e (quase) esquecidos pelo ser humano e pela natureza. Entre estações ferroviárias ocupadas pelos nazistas na Europa, cidades futurísticas que não deram certo na China e até uma vila engolida por um vulcão na Itália, há experiências que, com certeza, irão marcá-lo pela vida inteira. Divirta-se!  01 - CHERNOBYL, PRIPYAT, UCRÂNIA  Os cenários da cidade ucraniana de Pripyat tornaram-se melancólicos depois d…

CARRANCAS, MINAS GERAIS - Um pequeno paraíso conhecido como Terra das Cachoeiras pois possui mais de 120 quedas d'água na Estrada Real. Considerada um dos novos pólos de Ecoturismo, é um lugar ideal para a prática de Montain Bike, Trekking e outros esportes que lhe propiciam o contato com a natureza. Tem o grande poço da esmeralda, além das grutas da toca e da cortina, ainda pode-se observar pinturas rupestres e um escorregador com cerca de dez metros que termina com um divertido mergulho.

CONHEÇA A CIDADE DE "CARRANCAS", MINAS GERAIS, BRASIL

MUITO BEM VINDO AO PARAÍSO. BEM VINDO A CARRANCAS. MINAS EH ISTO E MUITO MAIS. imagem "?" Com mais de 50 cachoeiras, a cidade está voltada para o ecoturismo – suas belas paisagens frequentemente servem de cenário para novelas. Há quedas d’água de fácil acesso, mas as mais bonitas ficam escondidas na mata fechada, aonde só se chega por trilhas (que devem ser percorridas com a ajuda de guia). Entre novembro e março, a chuva torna as cachoeiras perigosas. A maioria das pousadas está próxima de grutas e cachoeiras, e muitas têm piscinas naturais. Foto - ?
POÇO DO CORAÇÃO
O acesso é tranquilo: pegue a Estrada para Itutinga, entre à esquerda após a primeira ponte para chegar ao Complexo da Toca. O carro fica na portaria, e você segue a trilha até o para o escorregador (é bom ponto para banho, ao lado da Gruta da Toca). A partir dele, suba margeando o rio: há vários poços e pequenas quedas até a principal atração local, a …

OLÍMPIO NORONHA, MINAS GERAIS - Pequeno paraíso localizado na região sudoeste de Minas Gerais, Olímpio Noronha fica a 354 km de Belo Horizonte e é ponto certo para quem deseja descansar da vida corrida das grandes metrópoles. Dona de um povo simples e acolhedor, a cidade possui entre seus destaques turísticos a antiga estação ferroviária, que, extinta em 1966, hoje abriga uma residência. A Cachoeira da Usina também é um ponto forte do município, exibindo gélidas águas que servem de refresco durante o verão. Apesar de pacata, a cidade possui manifestações culturais que movimentam o local, como o carnaval e o rodeio da cidade.

CONHEÇA A CIDADE DE "OLÍMPIO NORONHA", MINAS GERAIS, BRASIL Pequeno paraíso localizado na região sudoeste de Minas Gerais, Olímpio Noronha fica a 354 km de Belo Horizonte e é ponto certo para quem deseja descansar da vida corrida das grandes metrópoles.  Dona de um povo simples e acolhedor, a cidade possui entre seus destaques turísticos a antiga estação ferroviária, que, extinta em 1966, hoje abriga uma residência. A Cachoeira da Usina também é um ponto forte do município, exibindo gélidas águas que servem de refresco durante o verão.  Apesar de pacata, a cidade possui manifestações culturais que movimentam o local, como o carnaval e o rodeio da cidade. Vista parcial da cidade de Olímpio Noronha, MG(Instituto Estrada real / Prefeitura Municipal) 
Coreto da praça da cidade de Olímpio Noronha, MG (Prefeitura Municipal)  Vista aérea da matriz da cidade de Olímpio Noronha, MG (José Antônio)  Vista parcial da cidade de Olímpio Noronha, MG (Prefeitura Municipal)  Olímpio Noronha, MG (…

BARÃO DE COCAIS, MINAS GERAIS - No século XIX, viveu seu apogeu, com a mineração aurífera subterrânea, mecanizada e industrializada. As ruínas do Gongo Soco fazem memória a uma autêntica vila inglesa encravada nas montanhas de Minas e conserva ainda o emblemático Cemitério dos Ingleses, onde eram enterrados apenas os trabalhadores britânicos. Ali são encontradas ainda hoje lápides com inscrições em inglês e ornamentadas por desenhos apurados. O conjunto das ruínas foi tombado como patrimônio histórico pelo IEPHA, em 1995.

CONHEÇA A CIDADE DE "BARÃO DE COCAIS", MINAS GERAIS, BRASIL
As ruínas e pinturas rupestres encontradas na cidade são de surpreender qualquer visitante. Seis mil anos antes do povoamento da região, Barão de Cocais, situada nas proximidades da Serra do Caraça, a aproximadamente 90 km da capital mineira, já era habitado por indígenas.  Os vestígios estão no sítio arqueológico Pedra Pintada, que possui pinturas rupestres com desenhos semelhantes aos das grutas de Altamira, no norte da Espanha, e Lascaux, no sul da França. O sítio arqueológico está localizado no distrito de Cocais, que oferece aos visitantes boas oportunidades para a prática do ecoturismo, além de belas construções históricas dos séculos 18 e 19, apresentando aspectos de um vilarejo colonial. (Instituto Estrada Real) BEM VINDO A  BARÃO DE COCAIS. A CIDADE PORTAL DA SERRA DO CARAÇA AQUI, O BELÍSSIMO COLÉGIO DO CARAÇA copyright "PMBC" AQUI, NA ENTRADA DO COLÉGIO DO CARAÇA, CUJO INCÊNDIO DESTRUIU Copyright &quo…

BICAS, MINAS GERAIS - Com trilhas, cachoeiras e cantar dos pássaros num Horto Florestal com vistas deslumbrantes

CONHEÇA A CIDADE DE "BICAS", MINAS GERAIS, BRASIL
Como um de seus pontos turísticos, existe o Santuário Ecológico da Água Santa, onde, segundo tradição, pessoas que no local entravam em contato com suas águas eram curadas de suas moléstias. Foto - Thymonthy Becker BEM VINDO A CIDADE DE BICAS / A CIDADE DOS BARÕES Copyright "?" AQUI, A IGREJA NA PRAÇA foto "By Thymonthy Becker" A BELÍSSIMA MATRIZ DE SÃO JOSÉ foto "By Thymonthy Becker" AQUI O LAGO ARTIFICIAL NA FRENTE DA MATRIZ foto "By Thymonthy Becker" ESTA EH A TORRE. MUITO BONITA MESMO. foto "By Thymonthy Becker" AQUI A MATRIZ VISTA DE LADO foto "By Thymonthy Becker" A PRAÇA DA MATRIZ foto "By Thymonthy Becker" O TRADICIONAL CORETO DA PRAÇA foto "By Thymonthy Becker" RUA DO CENTRO DA CIDADE foto "By Thymonthy Becker" OUTRA PRAÇA foto "By Thymonthy Becker" CACHORRO SACIANDO A SEDE foto "By Thymonthy Becker" ESTE EH BAR DO POMBA. foto "…