Pular para o conteúdo principal

BRAGANÇA, PARÁ - Bragança respira Fé, Tradição e Cultura, nas belezas de suas praias, manguezais, rios, igarapés e ilhas




CONHEÇA A CIDADE DE "BRAGANÇA", PARÁ, BRASIL
Bragança, localizada na região nordeste do Pará, a 210 quilômetros de Belém, capital do Estado, é um dos municípios mais procurados pelos turistas ao longo do ano, em especial durante as férias escolares.
Lar da Marujada, manifestação cultural que reúne milhares de pessoas no município para festejar São Benedito, Bragança tem praias oceânicas belíssimas, pra quem quiser aproveitar em qualquer época do ano.

A cidade, de origem portuguesa, guarda na sua cultura características religiosas marcantes e também festeja São Sebastião e Nossa Senhora de Nazaré.
Suas fronteiras são estratégicas. Assim, o município oferece o maior número de opções aos turistas: ao Norte está o oceano Atlântico, ao Sul, o município de Santa Luzia do Pará, a Leste os municípios de Augusto Corrêa e Vizeu e a Oeste, Tracuateua.

Na língua tupi, Caeté quer dizer 'mato grande' e, por estar localizada à margem esquerda do rio Caeté, Bragança é carinhosamente chamada de a 'Pérola do Caeté'.
A força da cultura bragantina, o valor da história e da cultura do município, somados às privilegiadas características naturais, colocam Bragança na rota dos turistas neste veraneio, que encontram na bela praia de Ajuruteua um porto seguro para o lazer, a diversão, a tranqüilidade e, claro, sol e areia branca à vontade. Afinal, a praia tem mais de 100 quilômetros de extensão.

Ajuruteua fica a 36 quilômetros e seu acesso é pela PA-458, partindo de Bragança, em um trajeto de 30 minutos de carro.
Outro lugar de beleza inesquecível em Bragança é a ilha de Canela, que abriga um dos maiores ninhais de guarás do mundo. A revoada dos guarás, pássaro típico da Amazônia, é um dos espetáculos mais encantadores proporcionados aos turistas.

Na ilha, que é uma Unidade de Preservação Ambiental, vivem cerca 40 mil espécies de pássaros, entre guarás, garças e maçaricos.
Belos igarapés completam a paisagem bragantina, oferecendo um passeio fluvial pelo rio Caeté, que nasce na localidade de Bonito mas tem sua plenitude em Bragança.

Seu percurso é de 60 quilômetros, desde a nascente até a foz e seus afluentes são os rios Jenipaú-Açu, Água Preta, na margem direita e Cipó-Apara, na margem esquerda, onde também encontramos os igarapés Anauera e do Meio.
No limite entre Bragança e o município de Augusto Corrêa está, ainda, o rio Arapucu.

O rio Tracuateua, cujo afluente é o igarapé Açaiteua, limita Bragança a oeste com os municípios de Primavera e Capanema.
Se ainda houver pique, não deixe de visitar a praia Campo do Meio, que oferece infraestrutura de bares, restaurantes e lanchonetes, além de ambiente próprio para quem gosta de agitar. As praias do Farol Velho e do Pilão também são muito atraentes e devem ser visitadas, assim como a Vila dos Pescadores.

AQUI O RIO CAETÉ QUE BANHA A CIDADE DE BRAGANÇA, PA
imagem - Lúcio Coutinho
População estimada 2016 (1) - 122.881
Área da unidade territorial 2015 (km²) - 2.091,930
Densidade demográfica 2010 (hab/km²) - 54,13
Código do Município 1501709
Gentílico - bragantino
ORIGEM DO NOME
De origem portuguesa, o topônimo, segundo Xavier Fernandes, deriva-se Brigância e, segundo outros, de beneguerença.
Outros creem ser uma homenagem a cidade de Bragança em Portugal.
Gentílico: bragantino
HISTÓRICO
Bragança, inicialmente habitada pelos índios apotiangas da nação dos tupinambás, está localizada à margem esquerda do rio Caeté, razão pela qual é chamada de “Pérola do Caeté”. É uma das cidades mais antigas do Estado do Pará, com quase quatro séculos de história.
Há controvérsia em referência aos primeiros visitantes dessa cidade. Há registro informando que seus primeiros visitantes foram os franceses, em 1613, com a expedição do Senhor de La Ravardière.
Porém, na Enciclopédia dos Municípios Brasileiros consta que “decerto foram os franceses os primeiros europeus que, em explorações marítimas, investigaram os meandros da costa paraense, entre o rio Gurupi e a cidade de Belém.”
No território do município de Bragança, entretanto, não figura fundação alguma, pelo menos com segurança, que lhe possa dar qualquer menção de antecedência.
O município bragantino fazia parte da capitania do Gurupi. Esse local foi doado por Felipe III, de Espanha, para Gaspar de Souza, Governador-Geral do Brasil, através de carta de 9 de fevereiro de 1622.
Em 1633, Francisco Coelho de Carvalho deu ao seu filho Feliciano Coelho de Carvalho a mesma capitania. Doação essa que foi reprovada pela coroa espanhola, em virtude da reclamação de Álvaro de Souza, filho de Gaspar de Souza, à Corte de Madri. Álvaro de Sousa procurou desenvolver e impulsionar a sua capitania, fundando o povoado, à margem direita do rio Caeté.
Ao governador e capitão general do Grão-Pará, Francisco Xavier de Mendonça Furtado, deve o município atual a sua criação, cuja sede ficou desde 1753 com a denominação de Bragança.
Os prédios históricos instalados nas ruas do município de Bragança, tais como a Igreja de São Benedito, do século XVIII, a catedral de Nossa Senhora do Rosário, construída na segunda metade do século XIX, o Instituto de Santa Teresinha, entre outros, traduzem parte da sua história marcada pela colonização portuguesa.
AQUI A PRAÇA DAS BANDEIRAS EM BRAGANÇA, PA
imagem - Gi Morais
CONHEÇA UM POUCO MAIS DESTA BELÍSSIMA CIDADE DE BRAGANÇA, PA
imagem -  Wikipédia
imagem - ?
imagem - ?
imagem - Gi Morais
imagem - Niani
O CORETO DA PRAÇA EM BRAGANÇA, PA
imagem - ?
imagem - Madson de Oliveira
imagem - Niani
imagem - Eloi Raiol
imagem - Eloi Raiol
MARUJADA EM BRAGANÇA, PA
A Marujada surgiu em Bragança no final do século XVIII, quando 14 escravos negros receberam o consentimento de seus senhores para a organização da Irmandade de São Benedito, o Santo Preto, como é chamado por seus devotos. Os negros foram dançar pelas ruas da cidade em agradecimento pela conquista.
Por mais de dois séculos, de 18 a 26 de dezembro, o povo bragantino festeja ao ritmo do retumbão, xote, roda, valsa e mazurca. Os instrumentos musicais usados pelo tradicional grupo regional são tambores, cuíca, pandeiros, rabeca, viola, cavaquinho e violino.
PRAIA
imagem - ?
ORLA DA PRAIA DE BRAGANÇA, PA
imagem - ?
imagem - ?
CAIAS EM BRAGANÇA, PA
imagem - Ricardo Lund
imagem - Elder Figueira
imagem - ?
imagem - Jamerson Viana
imagem - Carlos Santos
imagem - ?
VEJA A BELEZA HISTÓRICA DA CIDADE DE BRAGANÇA, PA
imagem - ?
 imagem - ?
imagem - ?
imagem - ?
imagem - ?
imagem - ?
imagem - ?
imagem - ?
BANCO DO BRASIL
Prédio moderno, construído com arquitetura dos casarões históricos.
imagem - Eloi Raiol
imagem - ?
IGREJA DE SÃO BENEDITO NA CIDADE DE BRAGANÇA, PARÁ
Construída pelos jesuítas, apresenta peças barrocas no seu interior. Possui apenas uma torre com a sacristia do mesmo lado. Sua fachada é pintada de branco, tendo elementos em alto relevo.
A igreja situa-se às margens do rio Caeté e é cenário de uma das maiores festas religiosas do município de Bragança: a Festividade de São Benedito, que acontece no período de 18 a 26 de Dezembro.
imagem - Niani
CATEDRAL NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO EM BRAGANÇA, PARÁ
Construída em 1854 pelos escravos e inaugurada em 1876, sendo com isso o segundo templo da cidade de Bragança. Abriga o túmulo de Dom Eliseu Maria Corolli.
A Vila de Bragança se expandia de tal maneira que a igreja matriz ficou na periferia. Este fato e a constatação de que a praça em frente à matriz se tornara pequena para os festejos da padroeira, levaram os diretores da irmandade de N. Srª do Rosário a entrarem em negociação com os diretores da Irmandade de São Benedito, que estavam construindo uma igreja num local mais amplo e espaçoso, propondo-lhes fazer a permuta, o que se efetivou em 1872
imagem - Niani
INSTITUTO SANTA TERESINHA NA CIDADE DE BRAGANÇA, PARÁ
imagem - Eloi Raiol
imagem - Breno Peck
MERCADO MUNICIPAL DE BRAGANÇA, PARÁ
imagem - ?
SEDE DO PODER EXECUTIVO - PREFEITURA MUNICIPAL DE BRAGANÇA, PA
imagem - Niani
CASA DAS TREZE JANELAS NA CIDADE DE BRAGANÇA, PA
imagem - Madson Oliveira
HOSPITAL SANTO ANTÔNIO EM BRAGANÇA, PA
Foi construído no ano de 1954 e fundado por Dom Eliseu Maria Corolli em terreno doado pelo Sr. Aluísio Ferreira, com contribuição financeira do Governo Federal. Inicialmente funcionou como maternidade, denominada Nossa Senhora da Divina Providência. Atualmente funciona como hospital, sendo um dos maiores de Bragança.
imagem - Gi Morais
imagem - Niani
imagem - ?
PALACETE EPISCOPAL EM BRAGANÇA, PA
imagem - ?
imagem - Niani
imagem - ?
PORTO DO MIRANTE SÃO BENEDITO EM BRAGANÇA, PARÁ
imagem - Carlos Fernando macedo
ESCADARIA DO MIRANTE SÃO BENEDITO EM BRAGANÇA, PA
imagem - Carlos Fernando Macedo
imagem - Carlos Fernando Macedo
Hotel em Bragança, Pará
imagem - ?
imagem - Niani
imagem - ?
imagem - Niani
ESTA EH A BANDEIRA DA CIDADE DE BRAGANÇA, PARÁ
ESTE EH O BRASÃO DO MUNICÍPIO DE BRAGANÇA, PARÁ

VALEU PELA VISITA




fonte / fotos = IBGE / Thymonthy Becker / Wikipédia / Portal do Governo / Divulgação / guidoturismobrasil.com / 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

29 CIDADES HISTÓRICAS DO BRASIL QUE VOCÊ PRECISA CONHECER - Veja uma seleção de cidades brasileiras construídas durante o período colonial que ainda mantêm grande parte do seu casario conservado

CONHEÇA 29 CIDADES HISTÓRICAS DO BRASIL QUE AINDA SE MANTÉM HISTÓRICAS. A história do Brasil é rica, abrangente e repleta de contradições. Desenvolver uma narrativa que aborde os detalhes sobre a conquista e a colonização do território brasileiro não é tarefa fácil.  O que é difícil para os historiadores pode ser fácil para os viajantes: ao passear pelas ruazinhas de pedra e casinhas bem conservadas de algumas cidades históricas, é natural sentirmos transportados para o período colonial.  É normal perceber que o tempo ali simplesmente parou, e fica mais fácil de entender todas as implicações históricas que fizeram estas cidadezinhas erguerem-se (normalmente, isso acontecia por causa dos interesses de exploração de minérios, como ouro e diamante) e estancarem no tempo (com o término da exploração desses recursos naturais).  Abaixo, uma seleção de cidades históricas brasileiras que ainda guardam o único tesouro que sobrou: a história. Perfeitas para quem não dispensa roteiros culturais,…

MANOEL URBANO, ACRE - Rodeada por cenas de cinema com paisagens deslumbrantes, a cidade de Manoel Urbano espera o turismo para se projetar nacionalmente

CONHEÇA A CIDADE DE "MANOEL URBANO", ACRE, BRASIL Pórtico na entrada da cidade de Manoel Urbano, AC (Prefeitura Municipal) Câmara de Vereadores da cidade de Manoel Urbano, AC(Prefeitura Municipal) Rua da cidade de Manoel Urbano, AC(Jezaflu Jesus) Rua da cidade de Manoel Urbano, AC em um dia de chuva(Prefeitura Municipal)
Igreja do Evangelho Quadrangular em Manoel Urbano, AC (Deixou de operar aqui) Rua da cidade de Manoel Urbano, AC(Jezaflu Jesus)
Rua da cidade de Manoel Urbano, AC(Jezaflu Jesus)
Manoel Urbano, AC(Jezaflu Jesus)
Rua da cidade de Manoel Urbano, AC(Jezaflu Jesus)
Rio Purus em Manoel Urbano, AC(Ludmila Maia)
Rua da cidade de Manoel Urbano, AC
Praça da cidade de Manoel Urbano, AC(Prefeitura Municipal)
Rio Purus em Manoel Urba

NEWARK, NEW JERSEY, USA - The best American city. What Newark has the best, we show (A melhor cidade Americana. O que Newark tem de melhor, mostramos)

CONHEÇA 05 RESTAURANTES NA RODOVIA FERNÃO DIAS QUE MERECEM UMA PARADINHA - Vai pegar a estrada? Conheça cinco endereços para você comer bem na rodovia Fernão Dias, que liga a cidade de São Paulo a Belo Horizonte

CONHEÇA 05 RESTAURANTES NA RODOVIA FERNÃO DIAS ENTRE BELO HORIZONTE E SÃO PAULO, QUE MERECE SUA VISITA Com 562 km de trânsito intenso e traçado por vezes bem sinuoso, dirigir pela Fernão Dias é sempre um desafio. Mesmo agora com a pista duplicada. Porém, quem viaja entre São Paulo e Belo Horizonte encontra boa mesa pelo caminho. Em alguns casos, são restaurantes que, mais do que uma simples parada, valem a viagem.  Veja a lista de 5 restaurantes na rodovia Fernão Dias, entre São Paulo e Belo Horizonte, para você dar uma paradinha:  01 - FAZENDA PARAÍSO - ATIBAIA / SP  Aqui cabe uma licença poética, na verdade, o local está a 2,5 km da Fernão Dias (parte do caminho em estrada de chão), mas é tão bacana, que vale a pequena desviada.  Com acesso pelo km 52 da estrada (entre Atibaia e Mairiporã) e imersa no meio da mata, a antiga fazenda cafeeira erguida no fim do século 19 abriga hoje um restaurante e alambique.  Mais do que apenas comer e cair fora, aqui o negócio é passar umas horinhas …

REPRESA DE FURNAS, SÃO JOSÉ DA BARRA, MINAS GERAIS - Em 1963 fecharam o túnel que criou praias, formou cânions, inundou vilarejos mudando para sempre a história de 34 cidades mineira e formando o espetacular “Mar de Minas”

CONHEÇA A "REPRESA DE FURNAS", SÃO JOSÉ DA BARRA, MINAS GERAIS, BRASIL foto - Thymonthy Becker No dia 9 de janeiro de 1963 o túnel que desviou o curso do rio Grande para a construção da Usina de Furnas foi fechado e as águas que formaram um dos maiores reservatórios do mundo, criou praias, formou cânions e cachoeiras inundou vilarejos e mudou para sempre a história dos 34 municípios que ficam ao longo dos 1.440 km2 de extensão do Lago de Furnas. A sede do município de Guapé ficou praticamente submersa, o que levou à construção de uma nova sede em local definido pela população. O distrito de São José da Barra, então pertencente a Alpinópolis e emancipado em 1994, ficou integralmente debaixo das águas e deu lugar à "Nova Barra", que a pedido do padre Ubirajara Cabral, pároco local, foi construída pela Central Elétrica de Furnas na forma de um banjo. A maioria dos municípios possuía vocação agropecuária, mas com o alagamento das áreas produtivas diversificaram suas ati…

AS 10 MELHORES ILHAS DO MUNDO - Fernando de Noronha está entre elas, Providenciales, no Caribe, é a primeira da lista

CONHEÇA AS 10 ILHAS CONSIDERADAS AS MELHORES DO MUNDO O site colaborativo TripAdvisor divulgou a lista das ilhas que foram escolha dos viajantes pelo prêmio Traveler’s Choice Awards 2015. O ranking foi elaborado de acordo com as avaliações de viajantes usuários da página e do aplicativo.  Fernando de Noronha foi o único destino brasileiro que apareceu na lista. A ilha toma conta do décimo lugar na lista. Prepare-se para as nuances de azul e verde e veja na galeria abaixo as dez melhores ilhas do mundo, de acordo com os usuários do site. 01 - PROVIDENCIALES – TURKS E CAICOS (TURCAS E CAICOS)  As mais populosas ilhas do arquipélago britânico Turks e Caicos foram as mais votadas pelos viajantes. Apesar de pertencer ao Reino Unido, as ilhas ficam no Caribe e fazem a alegria de seus hóspedes com longas faixas de areia branca e um mar azul clarinho ideal para a prática de mergulho livre (Thinkstock) 02 - MAUI - HAVAÍ, EUA  A ilha no Havaí é um dos destinos preferidos dos amantes de ecoturismo…

A RE-IMAGEM DOS PRINCIPAIS MONUMENTOS DO MUNDO - De maneira criativa e totalmente nova usando recortes de papel

CONHEÇA A RE-IMAGEM DOS PRINCIPAIS MONUMENTOS DO MUNDO FEITAS POR UM FOTÓGRAFO BRITÂNICO
O fotógrafo britânico Rich McCor viaja com mais do que apenas uma câmera. Ele re-pensa monumentos populares de maneira criativa, usando recortes de papel de uma maneira totalmente nova. Te apresentamos uma seleção de imagens feitas por ele 01 - O Coliseu de Roma é tomado por um polvo gigante 02 - Torneiras nas fontes da Praça “de la Liberté” em Toulon, França 03 - A roda gigante “London Eye”, em Londres, compôs a roda dianteira de um recorte de bicicleta 04 - Infratores, cuidado! Nosso Spider-Man de papel está vigiando este bairro da cidade de Nova Iorque 05 - Quando a Torre de Pisa, na Itália, substituiu a enfermeira na icônica foto do beijo na Segunda Guerra Mundial 06 - O David de Michelangelo está usando cueca em Florença, Itália 07 - Edifício Torre Agbar em Barcelona, Espanha, transformado em pingüim 08 - Uma nave espacial alienígena voa pela Ponte Cirkelbroen em Copenhague, na Dinamarca 09 - …

15 CAFETERIAS EM SÃO PAULO QUE VOCÊ PRECISA CONHECER - Muitos são espaços pequenos, com os próprios donos-baristas tomando conta do balcão. Outros englobam a cadeia produtiva inteira, do plantio dos grãos em fazenda própria até a torra. O Paladar selecionou 15 endereços que o amante de café precisa conhecer em São Paulo

CONHEÇA 15 CAFETERIAS EM SÃO PAULO, SP, BRASIL, QUE PRIORIZAM CAFÉS ESPECIAIS Há mais de dez anos, a cidade acompanha o surgimento de cafeterias voltadas ao mercado dos cafés especiais. Durante muitos anos, o ritmo foi lento, com o predomínio de precursores como Coffee Lab, Suplicy Cafés e Octavio. Nos três últimos anos, no entanto, houve uma verdadeira explosão de endereços onde é possível cultuar o café, em vários cantos da cidade.  Muitos são espaços pequenos, com os próprios donos-baristas tomando conta do balcão. Outros englobam a cadeia produtiva inteira, do plantio dos grãos em fazenda própria até a torra. O Paladar selecionou 15 endereços que o amante de café precisa conhecer em São Paulo. Confira as cafeterias na galeria abaixo em ordem cronológica de abertura, a partir da mais recente novidade (mais abaixo, todas localizadas em mapa).  O 'Paladar' elenca 15 endereços paulistanos que priorizam cafés especiais e extrações que vão além do expresso, para evidenciar outra…

OS VIKING NA AMÉRICA MUITO ANTES DE COLOMBO - NEWFOUNDLAND, CANADÁ - É lá que um momento significativo na história da migração humana aconteceu. No ano 1000, quase meio milênio antes de Cristóvão Colombo iniciar sua famosa viagem, um barco viking, capitaneado por Leif Erikson, levou 90 homens e mulheres da Islândia em busca de um novo lar.

OS VIKING NO CANADÁ MUITO ANTES DE CRISTÓVÃO COLOMBO
Enquanto guiava pela autoestrada TransCanada Highway, fui parado por um alce. Estava na região norte de Newfoundland, no Canadá, em um trecho conhecido como Trilha Viking e que leva a L'Anse Aux Meadows, o único assentamento nórdico da América do Norte É lá que um momento significativo na história da migração humana aconteceu. No ano 1000, quase meio milênio antes de Cristóvão Colombo iniciar sua famosa viagem, um barco viking, capitaneado por Leif Erikson, levou 90 homens e mulheres da Islândia em busca de um novo lar. Foi o primeiro assentamento europeu no que chamamos de Novo Mundo. Erikson e seus acompanhantes chegaram na vazante da maré e ficaram presos nas águas rasas da baía de Epaves. Quando a maré subiu, seguiram viagem até L'Anse Aux Meadows. Em tempos modernos, pode parecer um local inóspito, alvo de fortes ventos vindos do mar. Mas, para quem tinha cruzado o Atlântico Norte em um barco aberto, era o paraíso: flor…

DOCES AMERICANOS - Se você é do time dos amantes das guloseimas americanas, você vai pirar neste roteiro com 8 lugares para experimentar os melhores doces americanos em São Paulo

CONHEÇA 08 LUGARES EM SÃO PAULO PARA VOCÊ SE DELICIAR COM GULOSEIMAS AMERICANAS  A gastronomia americana caiu no gosto dos brasileiros há muito tempo. E não são apenas os hambúrgueres e hot-dogs que fazem sucesso, os doces também são os queridinhos de muita gente. E bom, não podemos negar que eles mandam muito bem, né? O nosso brigadeirão é incrivelmente ótimo, mas é beeem difícil negar um cupcake, um brownie ou um milk-shake. Se você é do time dos amantes das guloseimas americanas, você vai pirar neste roteiro com 8 lugares para experimentar os melhores doces americanos em São Paulo. Confira:  01 - CHEESECAKERIA  A loja é especializada no clássico cheesecake americano. São mais de 10 sabores diferentes para experimentar, entre eles o tradicional, com Oreo e limão. Dá para fazer encomenda.  Endereço: Rua Canário, 499, Moema  Telefone: 4117-0400 (Reprodução/Facebook Cheesecakeria) 02 - THE BROWNIE SHOP  Na ativa desde 2009, a The Brownie Shop aposta em saborosos brownies para matar a von…