Pular para o conteúdo principal

BRAGANÇA, PARÁ - Bragança respira Fé, Tradição e Cultura, nas belezas de suas praias, manguezais, rios, igarapés e ilhas




CONHEÇA A CIDADE DE "BRAGANÇA", PARÁ, BRASIL
Bragança, localizada na região nordeste do Pará, a 210 quilômetros de Belém, capital do Estado, é um dos municípios mais procurados pelos turistas ao longo do ano, em especial durante as férias escolares.
Lar da Marujada, manifestação cultural que reúne milhares de pessoas no município para festejar São Benedito, Bragança tem praias oceânicas belíssimas, pra quem quiser aproveitar em qualquer época do ano.

A cidade, de origem portuguesa, guarda na sua cultura características religiosas marcantes e também festeja São Sebastião e Nossa Senhora de Nazaré.
Suas fronteiras são estratégicas. Assim, o município oferece o maior número de opções aos turistas: ao Norte está o oceano Atlântico, ao Sul, o município de Santa Luzia do Pará, a Leste os municípios de Augusto Corrêa e Vizeu e a Oeste, Tracuateua.

Na língua tupi, Caeté quer dizer 'mato grande' e, por estar localizada à margem esquerda do rio Caeté, Bragança é carinhosamente chamada de a 'Pérola do Caeté'.
A força da cultura bragantina, o valor da história e da cultura do município, somados às privilegiadas características naturais, colocam Bragança na rota dos turistas neste veraneio, que encontram na bela praia de Ajuruteua um porto seguro para o lazer, a diversão, a tranqüilidade e, claro, sol e areia branca à vontade. Afinal, a praia tem mais de 100 quilômetros de extensão.

Ajuruteua fica a 36 quilômetros e seu acesso é pela PA-458, partindo de Bragança, em um trajeto de 30 minutos de carro.
Outro lugar de beleza inesquecível em Bragança é a ilha de Canela, que abriga um dos maiores ninhais de guarás do mundo. A revoada dos guarás, pássaro típico da Amazônia, é um dos espetáculos mais encantadores proporcionados aos turistas.

Na ilha, que é uma Unidade de Preservação Ambiental, vivem cerca 40 mil espécies de pássaros, entre guarás, garças e maçaricos.
Belos igarapés completam a paisagem bragantina, oferecendo um passeio fluvial pelo rio Caeté, que nasce na localidade de Bonito mas tem sua plenitude em Bragança.

Seu percurso é de 60 quilômetros, desde a nascente até a foz e seus afluentes são os rios Jenipaú-Açu, Água Preta, na margem direita e Cipó-Apara, na margem esquerda, onde também encontramos os igarapés Anauera e do Meio.
No limite entre Bragança e o município de Augusto Corrêa está, ainda, o rio Arapucu.

O rio Tracuateua, cujo afluente é o igarapé Açaiteua, limita Bragança a oeste com os municípios de Primavera e Capanema.
Se ainda houver pique, não deixe de visitar a praia Campo do Meio, que oferece infraestrutura de bares, restaurantes e lanchonetes, além de ambiente próprio para quem gosta de agitar. As praias do Farol Velho e do Pilão também são muito atraentes e devem ser visitadas, assim como a Vila dos Pescadores.

AQUI O RIO CAETÉ QUE BANHA A CIDADE DE BRAGANÇA, PA
imagem - Lúcio Coutinho
População estimada 2016 (1) - 122.881
Área da unidade territorial 2015 (km²) - 2.091,930
Densidade demográfica 2010 (hab/km²) - 54,13
Código do Município 1501709
Gentílico - bragantino
ORIGEM DO NOME
De origem portuguesa, o topônimo, segundo Xavier Fernandes, deriva-se Brigância e, segundo outros, de beneguerença.
Outros creem ser uma homenagem a cidade de Bragança em Portugal.
Gentílico: bragantino
HISTÓRICO
Bragança, inicialmente habitada pelos índios apotiangas da nação dos tupinambás, está localizada à margem esquerda do rio Caeté, razão pela qual é chamada de “Pérola do Caeté”. É uma das cidades mais antigas do Estado do Pará, com quase quatro séculos de história.
Há controvérsia em referência aos primeiros visitantes dessa cidade. Há registro informando que seus primeiros visitantes foram os franceses, em 1613, com a expedição do Senhor de La Ravardière.
Porém, na Enciclopédia dos Municípios Brasileiros consta que “decerto foram os franceses os primeiros europeus que, em explorações marítimas, investigaram os meandros da costa paraense, entre o rio Gurupi e a cidade de Belém.”
No território do município de Bragança, entretanto, não figura fundação alguma, pelo menos com segurança, que lhe possa dar qualquer menção de antecedência.
O município bragantino fazia parte da capitania do Gurupi. Esse local foi doado por Felipe III, de Espanha, para Gaspar de Souza, Governador-Geral do Brasil, através de carta de 9 de fevereiro de 1622.
Em 1633, Francisco Coelho de Carvalho deu ao seu filho Feliciano Coelho de Carvalho a mesma capitania. Doação essa que foi reprovada pela coroa espanhola, em virtude da reclamação de Álvaro de Souza, filho de Gaspar de Souza, à Corte de Madri. Álvaro de Sousa procurou desenvolver e impulsionar a sua capitania, fundando o povoado, à margem direita do rio Caeté.
Ao governador e capitão general do Grão-Pará, Francisco Xavier de Mendonça Furtado, deve o município atual a sua criação, cuja sede ficou desde 1753 com a denominação de Bragança.
Os prédios históricos instalados nas ruas do município de Bragança, tais como a Igreja de São Benedito, do século XVIII, a catedral de Nossa Senhora do Rosário, construída na segunda metade do século XIX, o Instituto de Santa Teresinha, entre outros, traduzem parte da sua história marcada pela colonização portuguesa.
AQUI A PRAÇA DAS BANDEIRAS EM BRAGANÇA, PA
imagem - Gi Morais
CONHEÇA UM POUCO MAIS DESTA BELÍSSIMA CIDADE DE BRAGANÇA, PA
imagem -  Wikipédia
imagem - ?
imagem - ?
imagem - Gi Morais
imagem - Niani
O CORETO DA PRAÇA EM BRAGANÇA, PA
imagem - ?
imagem - Madson de Oliveira
imagem - Niani
imagem - Eloi Raiol
imagem - Eloi Raiol
MARUJADA EM BRAGANÇA, PA
A Marujada surgiu em Bragança no final do século XVIII, quando 14 escravos negros receberam o consentimento de seus senhores para a organização da Irmandade de São Benedito, o Santo Preto, como é chamado por seus devotos. Os negros foram dançar pelas ruas da cidade em agradecimento pela conquista.
Por mais de dois séculos, de 18 a 26 de dezembro, o povo bragantino festeja ao ritmo do retumbão, xote, roda, valsa e mazurca. Os instrumentos musicais usados pelo tradicional grupo regional são tambores, cuíca, pandeiros, rabeca, viola, cavaquinho e violino.
PRAIA
imagem - ?
ORLA DA PRAIA DE BRAGANÇA, PA
imagem - ?
imagem - ?
CAIAS EM BRAGANÇA, PA
imagem - Ricardo Lund
imagem - Elder Figueira
imagem - ?
imagem - Jamerson Viana
imagem - Carlos Santos
imagem - ?
VEJA A BELEZA HISTÓRICA DA CIDADE DE BRAGANÇA, PA
imagem - ?
 imagem - ?
imagem - ?
imagem - ?
imagem - ?
imagem - ?
imagem - ?
imagem - ?
BANCO DO BRASIL
Prédio moderno, construído com arquitetura dos casarões históricos.
imagem - Eloi Raiol
imagem - ?
IGREJA DE SÃO BENEDITO NA CIDADE DE BRAGANÇA, PARÁ
Construída pelos jesuítas, apresenta peças barrocas no seu interior. Possui apenas uma torre com a sacristia do mesmo lado. Sua fachada é pintada de branco, tendo elementos em alto relevo.
A igreja situa-se às margens do rio Caeté e é cenário de uma das maiores festas religiosas do município de Bragança: a Festividade de São Benedito, que acontece no período de 18 a 26 de Dezembro.
imagem - Niani
CATEDRAL NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO EM BRAGANÇA, PARÁ
Construída em 1854 pelos escravos e inaugurada em 1876, sendo com isso o segundo templo da cidade de Bragança. Abriga o túmulo de Dom Eliseu Maria Corolli.
A Vila de Bragança se expandia de tal maneira que a igreja matriz ficou na periferia. Este fato e a constatação de que a praça em frente à matriz se tornara pequena para os festejos da padroeira, levaram os diretores da irmandade de N. Srª do Rosário a entrarem em negociação com os diretores da Irmandade de São Benedito, que estavam construindo uma igreja num local mais amplo e espaçoso, propondo-lhes fazer a permuta, o que se efetivou em 1872
imagem - Niani
INSTITUTO SANTA TERESINHA NA CIDADE DE BRAGANÇA, PARÁ
imagem - Eloi Raiol
imagem - Breno Peck
MERCADO MUNICIPAL DE BRAGANÇA, PARÁ
imagem - ?
SEDE DO PODER EXECUTIVO - PREFEITURA MUNICIPAL DE BRAGANÇA, PA
imagem - Niani
CASA DAS TREZE JANELAS NA CIDADE DE BRAGANÇA, PA
imagem - Madson Oliveira
HOSPITAL SANTO ANTÔNIO EM BRAGANÇA, PA
Foi construído no ano de 1954 e fundado por Dom Eliseu Maria Corolli em terreno doado pelo Sr. Aluísio Ferreira, com contribuição financeira do Governo Federal. Inicialmente funcionou como maternidade, denominada Nossa Senhora da Divina Providência. Atualmente funciona como hospital, sendo um dos maiores de Bragança.
imagem - Gi Morais
imagem - Niani
imagem - ?
PALACETE EPISCOPAL EM BRAGANÇA, PA
imagem - ?
imagem - Niani
imagem - ?
PORTO DO MIRANTE SÃO BENEDITO EM BRAGANÇA, PARÁ
imagem - Carlos Fernando macedo
ESCADARIA DO MIRANTE SÃO BENEDITO EM BRAGANÇA, PA
imagem - Carlos Fernando Macedo
imagem - Carlos Fernando Macedo
Hotel em Bragança, Pará
imagem - ?
imagem - Niani
imagem - ?
imagem - Niani
ESTA EH A BANDEIRA DA CIDADE DE BRAGANÇA, PARÁ
ESTE EH O BRASÃO DO MUNICÍPIO DE BRAGANÇA, PARÁ

VALEU PELA VISITA




fonte / fotos = IBGE / Thymonthy Becker / Wikipédia / Portal do Governo / Divulgação / guidoturismobrasil.com / 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SERRA DO NAVIO, AMAPÁ - A História da Serra do Navio remonta aos anos 1950. A região era rica em manganês e outros minérios. Por isso, a brasileira ICOMI, com sede em Belo Horizonte e atuação em Minas Gerais, foi escolhida para explorar o minério e construir a vila operária, que daria origem à cidade de Serra do Navio. Cada vila tinha 330 casas, prédios coletivos (escolas, hospitais, refeitórios), abrigando até 1.500 pessoas, entre trabalhadores e familiares. Tinha ruas largas, postes de concreto para a fiação elétrica e telefônica, calçadas, parques, clubes com piscina, quadras esportivas, restaurante e lanchonete, drenagem de águas das chuvas e tratamento de água e esgoto. Todas as casas tinham mais de 90m² e contavam com saneamento e energia elétrica, proveniente de geradores da ICOMI.

CONHEÇA A CIDADE DE "SERRA DO NAVIO", AMAPÁ, BRASIL CONHEÇA A FAMOSA "LAGOA AZUL" DE SERRA DO NAVIO, AP A história da Lagoa Azul se mistura à criação da Serra do Navio e à atividade de exploração na década de 1950 A Amazônia é conhecida pelos rios, igarapés e cachoeiras. Mas, a maioria das pessoas nem imaginam que aqui existam lagoas de águas azul turquesa. A 208 quilômetros de Macapá, capital do Amapá, fica a Lagoa Azul, um paraíso que nasceu de uma mina abandonada. O lugar fica próximo à Vila Serra do Navio, cidade criada na década de 1950 para abrigar os trabalhadores de uma empresa de mineração. A lagoa azul e o passado da história da Serra do Navio estão entrelaçados. De acordo com a prefeitura da cidade, a cor marcante da lagoa, em tom azul anil, acontece por conta dos minérios da região especialmente o carbonato de manganês. O lugar era uma mineração. Hoje é possível chegar até lá através de trilhas ou de carro. A região é cercada por uma floresta tropical. O…

REPRESA DE FURNAS, SÃO JOSÉ DA BARRA, MINAS GERAIS - Em 1963 fecharam o túnel que criou praias, formou cânions, inundou vilarejos mudando para sempre a história de 34 cidades mineira e formando o espetacular “Mar de Minas”

CONHEÇA A "REPRESA DE FURNAS", SÃO JOSÉ DA BARRA, MINAS GERAIS, BRASIL foto - Thymonthy Becker No dia 9 de janeiro de 1963 o túnel que desviou o curso do rio Grande para a construção da Usina de Furnas foi fechado e as águas que formaram um dos maiores reservatórios do mundo, criou praias, formou cânions e cachoeiras inundou vilarejos e mudou para sempre a história dos 34 municípios que ficam ao longo dos 1.440 km2 de extensão do Lago de Furnas. (Thymonthy Becker) A sede do município de Guapé ficou praticamente submersa, o que levou à construção de uma nova sede em local definido pela população. O distrito de São José da Barra, então pertencente a Alpinópolis e emancipado em 1994, ficou integralmente debaixo das águas e deu lugar à "Nova Barra", que a pedido do padre Ubirajara Cabral, pároco local, foi construída pela Central Elétrica de Furnas na forma de um banjo. (Thymonthy Becker) A maioria dos municípios possuía vocação agropecuária, mas com o alagamento das ár…

BARCELONA, ESPANHA - Barcelona é um dos principais destinos de quem vai para a Espanha. O destino, capital da Catalunha, é jovem, acolhedor, respira cultura e boa gastronomia e, diferente de outras cidades espanholas, os moradores locais recebem os turistas de braços abertos

CONHEÇA 10 LUGARESIMPERDÍVEIS EM BARCELONA, ESPANHA
Barcelona é um dos principais destinos de quem vai para a Espanha. O destino, capital da Catalunha, é jovem, acolhedor, respira cultura e boa gastronomia e, diferente de outras cidades espanholas, os moradores locais recebem os turistas de braços abertos.  Se você está de passagem pela primeira vez, o RoadTrio reuniu 10 destaques que não podem faltar no seu roteiro. 
01 - PARC DE LA CIUTADELLA  O Parc de la Ciutadella foi o primeiro parque público de Barcelona e está muito bem conservado. Nos dias de sol, os catalães aproveitam a área verde para passear com cachorros, pegar um bronze, correr, levar a criançada para brincar e fazer pique-nique.  Com cerca de 280.000 m2, o parque e abriga o zoológico da cidade, o Parlamento da Catalunha, museus e a famosa fonte desenhada por Josep Fontserè em colaboração com Antoni Gaudí – com certeza você já viu várias fotos delas pelas redes sociais. Outra atração é o Castell dels Tres Dragons, muito …

UMBURATIBA, MINAS GERAIS - Se existisse uma lista de cidades serenas e calmas, com certeza o nome de Umburatiba estaria nela e com destaque. Pequeno e afastado das grandes cidades, o município tem o privilégio de ser um dos poucos lugares onde os costumes do interior ainda prevalecem. Com 168 km de distância, Umburatiba é a cidade mineira mais próxima do mar

CONHEÇA A CIDADE DE "UMBURATIBA, MINAS GERAIS , BRASIL  Se existisse uma lista de cidades serenas e calmas, com certeza o nome de Umburatiba estaria nela e com destaque. Pequeno e afastado das grandes cidades, o município tem o privilégio de ser um dos poucos lugares onde os costumes do interior ainda prevalecem. Mas apesar de seu jeito pacato, a cidade carrega um acervo de curiosidades, no mínimo, interessantes.  Praça da Igreja Matriz da cidade de Umburatiba, MG(Portal Bertópolis em Foco / Facebook)  CURIOSIDADES SOBRE UMBURATIBA, MINAS GERAIS 01 - O território onde hoje se situa Umburatiba começou a ser ocupado depois que o político provincial Teófilo Otoni liderou uma colonização que buscava em Minas uma saída para o mar.  02 - Quando ainda era um povoado o local era chamado de Comercinho dos Gangás. Esse nome foi inspirado no apelido do comerciante José Rodrigues de Oliveira que era conhecido como Gangás, um dos primeiros habitantes da região.  03 - Com 168 km de distância, Um…

VIRGINÓPOLIS, MINAS GERAIS - Alem da festa da Jabuticaba que acontece anualmente, a cidade possui uma das maiores escadarias de igreja do mundo, com mais de 500 degraus

CONHEÇA A CIDADE DE "VIRGINÓPOLIS", MINAS GERAIS, BRASIL A cidade é regionalmente conhecida pela tradicional Festa da Jabuticaba, que ocorre anualmente em setembro. Um aspecto interessante é que, apesar da festa, a cidade não se configura como grande produtor da fruta.  Outro aspecto cultural interessante é a presença da Capela de Nossa Senhora do Patrocínio, que possui uma das maiores escadarias de igreja do mundo, com mais de 500 degraus, construídos pelos próprios moradores da cidade em mutirões realizados no fim da década de 1980.  CASARÃO NA CIDADE DE VIRGINÓPOLIS, MG(asminasgerais.com.br) CASARÃO EM VIRGINÓPOLIS, MG (asminasgerais.com.br) CENTRO DA CIDADE DE VIRGINÓPOLIS, MG (asminasgerais.com.br) PRAÇA EM VIRGINÓPOLIS, MG (asminasgerais.com.br) VIRGINÓPOLIS, MG(asminasgerais.com.br)
CASARÃO EM VIRGINÓPOLIS, MG(asminasgerais.com.br)
PRAÇA EM VIRGINÓPOLIS, MG(asminasgerais.com.br)
RUA CENTRAL DA CIDADE DE VIRGINÓPOLIS, MG(asminasgerais.com.br)
UMA DAS MAIORES ESCADARIAS …

OS 30 LUGARES MAIS INCRÍVEIS DO MUNDO QUE FORAM ABANDONADOS - E se você, ao invés de visitar destinos badalados e altamente procurado pelos turistas, desse uma chance pra lugares abandonados e marcados pelo tempo? Castelos, aeroportos e até paisagens naturais perigosas, que não podem ser ocupadas pelo homem, podem mudar a sua visão de mundo, além de apresentar uma série de histórias impactantes e outras que podem ser imaginadas livremente. E inclua aqui muito terror, suspense e, por quê não, romance!

CONHEÇA OS 30 LUGARES MAIS INCRÍVEIS DO MUNDO QUE FORAM ABANDONADOS E se você, ao invés de visitar destinos badalados e altamente procurado pelos turistas, desse uma chance pra lugares abandonados e marcados pelo tempo?  Castelos, aeroportos e até paisagens naturais perigosas, que não podem ser ocupadas pelo homem, podem mudar a sua visão de mundo, além de apresentar uma série de histórias impactantes e outras que podem ser imaginadas livremente. E inclua aqui muito terror, suspense e, por quê não, romance!  Na nossa galeria abaixo, há uma seleção especial com vários lugares abandonados e (quase) esquecidos pelo ser humano e pela natureza. Entre estações ferroviárias ocupadas pelos nazistas na Europa, cidades futurísticas que não deram certo na China e até uma vila engolida por um vulcão na Itália, há experiências que, com certeza, irão marcá-lo pela vida inteira. Divirta-se!  01 - CHERNOBYL, PRIPYAT, UCRÂNIA  Os cenários da cidade ucraniana de Pripyat tornaram-se melancólicos depois d…

CARRANCAS, MINAS GERAIS - Um pequeno paraíso conhecido como Terra das Cachoeiras pois possui mais de 120 quedas d'água na Estrada Real. Considerada um dos novos pólos de Ecoturismo, é um lugar ideal para a prática de Montain Bike, Trekking e outros esportes que lhe propiciam o contato com a natureza. Tem o grande poço da esmeralda, além das grutas da toca e da cortina, ainda pode-se observar pinturas rupestres e um escorregador com cerca de dez metros que termina com um divertido mergulho.

CONHEÇA A CIDADE DE "CARRANCAS", MINAS GERAIS, BRASIL

MUITO BEM VINDO AO PARAÍSO. BEM VINDO A CARRANCAS. MINAS EH ISTO E MUITO MAIS. imagem "?" Com mais de 50 cachoeiras, a cidade está voltada para o ecoturismo – suas belas paisagens frequentemente servem de cenário para novelas. Há quedas d’água de fácil acesso, mas as mais bonitas ficam escondidas na mata fechada, aonde só se chega por trilhas (que devem ser percorridas com a ajuda de guia). Entre novembro e março, a chuva torna as cachoeiras perigosas. A maioria das pousadas está próxima de grutas e cachoeiras, e muitas têm piscinas naturais. Foto - ?
POÇO DO CORAÇÃO
O acesso é tranquilo: pegue a Estrada para Itutinga, entre à esquerda após a primeira ponte para chegar ao Complexo da Toca. O carro fica na portaria, e você segue a trilha até o para o escorregador (é bom ponto para banho, ao lado da Gruta da Toca). A partir dele, suba margeando o rio: há vários poços e pequenas quedas até a principal atração local, a …

OLÍMPIO NORONHA, MINAS GERAIS - Pequeno paraíso localizado na região sudoeste de Minas Gerais, Olímpio Noronha fica a 354 km de Belo Horizonte e é ponto certo para quem deseja descansar da vida corrida das grandes metrópoles. Dona de um povo simples e acolhedor, a cidade possui entre seus destaques turísticos a antiga estação ferroviária, que, extinta em 1966, hoje abriga uma residência. A Cachoeira da Usina também é um ponto forte do município, exibindo gélidas águas que servem de refresco durante o verão. Apesar de pacata, a cidade possui manifestações culturais que movimentam o local, como o carnaval e o rodeio da cidade.

CONHEÇA A CIDADE DE "OLÍMPIO NORONHA", MINAS GERAIS, BRASIL Pequeno paraíso localizado na região sudoeste de Minas Gerais, Olímpio Noronha fica a 354 km de Belo Horizonte e é ponto certo para quem deseja descansar da vida corrida das grandes metrópoles.  Dona de um povo simples e acolhedor, a cidade possui entre seus destaques turísticos a antiga estação ferroviária, que, extinta em 1966, hoje abriga uma residência. A Cachoeira da Usina também é um ponto forte do município, exibindo gélidas águas que servem de refresco durante o verão.  Apesar de pacata, a cidade possui manifestações culturais que movimentam o local, como o carnaval e o rodeio da cidade. Vista parcial da cidade de Olímpio Noronha, MG(Instituto Estrada real / Prefeitura Municipal) 
Coreto da praça da cidade de Olímpio Noronha, MG (Prefeitura Municipal)  Vista aérea da matriz da cidade de Olímpio Noronha, MG (José Antônio)  Vista parcial da cidade de Olímpio Noronha, MG (Prefeitura Municipal)  Olímpio Noronha, MG (…

BARÃO DE COCAIS, MINAS GERAIS - No século XIX, viveu seu apogeu, com a mineração aurífera subterrânea, mecanizada e industrializada. As ruínas do Gongo Soco fazem memória a uma autêntica vila inglesa encravada nas montanhas de Minas e conserva ainda o emblemático Cemitério dos Ingleses, onde eram enterrados apenas os trabalhadores britânicos. Ali são encontradas ainda hoje lápides com inscrições em inglês e ornamentadas por desenhos apurados. O conjunto das ruínas foi tombado como patrimônio histórico pelo IEPHA, em 1995.

CONHEÇA A CIDADE DE "BARÃO DE COCAIS", MINAS GERAIS, BRASIL
As ruínas e pinturas rupestres encontradas na cidade são de surpreender qualquer visitante. Seis mil anos antes do povoamento da região, Barão de Cocais, situada nas proximidades da Serra do Caraça, a aproximadamente 90 km da capital mineira, já era habitado por indígenas.  Os vestígios estão no sítio arqueológico Pedra Pintada, que possui pinturas rupestres com desenhos semelhantes aos das grutas de Altamira, no norte da Espanha, e Lascaux, no sul da França. O sítio arqueológico está localizado no distrito de Cocais, que oferece aos visitantes boas oportunidades para a prática do ecoturismo, além de belas construções históricas dos séculos 18 e 19, apresentando aspectos de um vilarejo colonial. (Instituto Estrada Real) BEM VINDO A  BARÃO DE COCAIS. A CIDADE PORTAL DA SERRA DO CARAÇA AQUI, O BELÍSSIMO COLÉGIO DO CARAÇA copyright "PMBC" AQUI, NA ENTRADA DO COLÉGIO DO CARAÇA, CUJO INCÊNDIO DESTRUIU Copyright &quo…

BICAS, MINAS GERAIS - Com trilhas, cachoeiras e cantar dos pássaros num Horto Florestal com vistas deslumbrantes

CONHEÇA A CIDADE DE "BICAS", MINAS GERAIS, BRASIL
Como um de seus pontos turísticos, existe o Santuário Ecológico da Água Santa, onde, segundo tradição, pessoas que no local entravam em contato com suas águas eram curadas de suas moléstias. Foto - Thymonthy Becker BEM VINDO A CIDADE DE BICAS / A CIDADE DOS BARÕES Copyright "?" AQUI, A IGREJA NA PRAÇA foto "By Thymonthy Becker" A BELÍSSIMA MATRIZ DE SÃO JOSÉ foto "By Thymonthy Becker" AQUI O LAGO ARTIFICIAL NA FRENTE DA MATRIZ foto "By Thymonthy Becker" ESTA EH A TORRE. MUITO BONITA MESMO. foto "By Thymonthy Becker" AQUI A MATRIZ VISTA DE LADO foto "By Thymonthy Becker" A PRAÇA DA MATRIZ foto "By Thymonthy Becker" O TRADICIONAL CORETO DA PRAÇA foto "By Thymonthy Becker" RUA DO CENTRO DA CIDADE foto "By Thymonthy Becker" OUTRA PRAÇA foto "By Thymonthy Becker" CACHORRO SACIANDO A SEDE foto "By Thymonthy Becker" ESTE EH BAR DO POMBA. foto "…