Pular para o conteúdo principal

CONSOLAÇÃO, MINAS GERAIS - No caminho da fé, entre Morros e Montanhas, um povo simples, hospitaleiro, bons de prosa, contadores de causos




CONHEÇA A CIDADE DE "CONSOLAÇÃO", MINAS GERAIS, BRASIL
PEDRA MUDA EM CONSOLAÇÃO, MG
Pedra Muda... O mais acertado seria dizer pedra “dos mudos”. A coisa toda parece ser pelo fato dos colonizadores do município, lá por volta de 1700 e pouco, ao aportarem ali, terem topado com um povo já vivendo naquelas cercanias, no mato, sobrevivendo da caça e frutos silvestres. Os fazendeiros, imaginando que os bugres, (os chamavam assim, bugres) eram mudos, todos eles, e notando que curiosamente apreciavam ficar de preguiça numa tal pedra, ela, a pedra preta, apelidaram de Pedra dos Mudos. Na verdade parece que o povo era índio, bem possível que da linhagem caiapó ou cataguás. Segundo os historiadores, até o princípio do século XVIII, esses povos habitaram o sul de Minas. O fato de serem tidos mudos justificava-se por, não sabendo a linguagem dos brancos, com estes comunicarem-se apenas por meio de gestos, caretas e sons guturais... (Dion Kirk Pereira da Costa)
PEDRA DA INDEPENDÊNCIA EM CONSOLAÇÃO, MG 
Houve uma comemoração do centenário da independência do Brasil, com celebração de uma missa, nesta pedra da foto, de onde se tem vista deslumbrante da cidade e montanhas ao redor. Obviamente isso aconteceu em setembro de 1922. A foto mostra parte das pessoas na ocasião se encaminhando à pedra, que é chamada desde então de Pedra da Independência. A data da missa, bem como outros detalhes foram esculpidos naquela oportunidade na pedra e podem ser conferido pelos turistas.  (Dion Kirk Pereira da Costa)
Pedra da Independência em Consolação, MG (Dion Kirk Pereira da Costa)
Escalando a Pedra da Independência em Consolação, MG (Dion Kirk Pereira da Costa)
Turismo na Pedra da Independência em Consolação, MG (Dion Kirk Pereira da Costa)
A cidade de Consolação, MG vista da Pedra da Independência (Dion Kirk Pereira da Costa)
PICO DA PAZ EM CONSOLAÇÃO, MG
Pico da Paz. Fica na divisa entre os bairros da Fazenda da Paz e Rosas. É a maior altitude do município, cerca de 1500m no Google Earth. Se alguém quiser saber por que o nome Pico da Paz basta subir lá para ver. (Dion Kirk Pereira da Costa)
Pico da Paz em Consolação, MG (Dion Kirk Pereira da Costa)
HISTÓRIA DO CAMINHO DA FÉ EM CONSOLAÇÃO, MG
Um industrial de São Paulo passou pela Fazenda Retiro, no alto da serra e fez uma foto tendo ao fundo uma Igrejinha, que estava quase caindo; mais ou menos em pé apenas a fachada... Quando revelou a foto (isso foi lá por 2002), contudo a imagem que apareceu foi da Igreja reformada. Um milagre? O industrial entendeu como recado (chamado). Entrou em contato com o proprietário da fazenda e pediu autorização para restaurar a igreja. No entorno da igreja havia um charco que já foi drenado e a obra de restauro foi implementada. O resultado aí na foto. A Igrejinha de São Jorge, em Águas da Prata, onde originalmente se iniciava o Caminho da Fé. 
Isso acabou sensibilizando outro caminhante, que também reformou uma outra igreja e acabou sensibilizando outro caminhante, que também reformou uma igrejinha no município de Consolação 
A velha igrejinha da Fazenda retiro (Dion Kirk Pereira da Costa)
Atual igreja da Fazenda Retiro (Dion Kirk Pereira da Costa)
O Caminho da Fé percorrido pelos peregrinos em Consolação, MG (Augusto)
Caminho da Fé em Consolação, MG (Augusto)
A IGREJINHA VELHA (IGREJA DE SÃO JORGE) 
Esta igrejinha foi feita a mando e custas de Aurora Andrade, em homenagem ao amigo que bebeu muito e caiu no meio do mato (era chamado Mato da Cruz, muito assombrado e temido. Hoje dele tem só um capãozinho a uns 100 m da igrejinha, que na época ficava bem meio do mato). Lá o amigo, caído, teria sido atacado por lobos, que o arrastaram para o meio do mato, gerando muitas lendas. (Dion Kirk Pereira da Costa)
CHUU...CHUA...CHUU...CHUA EM CONSOLAÇÃO, MG
Por ali uns homens passaram; acharam a vista bonita. Um alteado na montanha toda cabeluda em matas; e bem próximo uma cachoeira, um pouco abaixo na verdade. Chuu... Chua... Chuu... Chua... Um som que lhes parecia capaz de limpar a mente. Falaram aqui pernoitamos, gostamos do lugar. Aqui parece não haver cobre, nem ouro; mas este céu... Sim, gostamos do lugar. Derrubaram vegetação e então uma clareira se fez; ótimo ponto para descansar. Uns bugres sondavam de longe, viram ainda cedo; mas dessa gente mansa não tiveram medo. Pela abundância de capivaras, ali era onça que receavam. Quando se foram falaram para muitos do lugar bonito, da ótima noite. Então outros aproveitaram da trilha já picada e da bela clareira para passar a noite próximo da tal cachoeira. Chuu... Chua... Chuu... Chua... Depois o governo disse que a terra era de um homem da família dos Borges de Castro, de Portugal, casado com uma dona de Campanha, MG. Um sujeito pediu permissão para morar ali na clareira, tão bonito que achou. Depois outros vieram. Foram melhorando os caminhos. Logo uma igreja. E o resto todo mundo já sabe. Foram se esquecendo da cachoeira; mas ela continua lá, Chuu... Chua... Chuu... Chua...  (Dion Kirk Pereira da Costa)
CONHEÇA UM POUCO MAIS DA CIDADE DE CONSOLAÇÃO, MG (Prefeitura Municipal)
A cidade de Consolação, MG encravada nas MONTANHAS DE MINAS (Prefeitura Municipal)
Por do Sol em Consolação, MG (Prefeitura Municipal)
Fazenda da Paz em Consolação, MG (Dion Kirk Pereira da Costa)
Igreja de Santa Teresinha na Fazenda da Paz em Consolação, MG (Dion Kirk Pereira da Costa)
Consolação, MG encoberta por neblina (Camilo G. Rocha)
Matriz de Nossa Senhora da Consolação em Consolação, MG (prefeitura Municipal)
Rua da Matriz em Consolação, MG (Marçal Carboneri)
 Vista aérea da cidade de Consolação, MG (Prefeitura Municipal)
Entorno da cidade de Consolação, MG (Dion Kirk Pereira da Costa)
Rua da Cidade de Consolação, MG (Dion Kirk Pereira da Costa)
Coreto da praça em Consolação, MG (José Carminatti)
Matriz de Nossa Senhora da Consolação em Consolação, MG (Prefeitura Municipal)
O povo é simples, hospitaleiro, bons de prosa, contadores de causos... em Consolação, MG (Dion Kirk Pereira da Costa)
Chegando na cidade de Consolação, MG (Sperandelli)
Vista parcial da cidade de Consolação, MG (Dion Kirk Pereira da Costa)
Consolação, MG (Barão Júnior)
Consolação, MG (Barão Júnior)
Praça em Consolação, MG (Barão Júnior)
Praça em Consolação, MG (Barão Júnior)
Rua em Consolação, MG (Barão Júnior)
Região central da cidade de Consolação, MG (Barão Júnior)
Caminho da fé da cidade de Consolação, MG (Prefeitura Municipal)
Vista parcial com a Matriz se destacando em Consolação, MG (SGT Dirceu)
Ribeirão dos Azevedos na cidade de Consolação, MG (Augusto)
POUSADAS EM CONSOLAÇÃO, MG
Pousada O Casarão (José Carminatti)
 (José Carminatti)
 (Barão Júnior)
Pousada Capivary (Dion Kirk Pereira da Costa)
Pousada Dona Elza (Dion Kirk Pereira da Costa)
 (Dion Kirk Pereira da Costa)
A gente se despede de Consolação, MG. Até um outro dia (Digo ABC)
Código do Município - 3118502 
Gentílico - Consolense 
Prefeito 2017 / MAURÍLIO ROBSON MARQUES 
População estimada [2016] - 1.807 pessoas 
População no último censo [2010] - 1.727 pessoas 
Densidade demográfica [2010] - 19,99 hab/km² 
O município tinha 1727 habitantes no último Censo. Isso coloca o município na posição 846 dentre 853 do mesmo estado. Em comparação com outros municípios do Brasil, fica na posição 5507 dentre 5570. 
Salário médio mensal dos trabalhadores formais [2014] - 2,4 salários mínimos 
Pessoal ocupado [2014] - 167 pessoas 
População ocupada [2014] - 9,3 % 
Apresenta 55.1% de domicílios com esgotamento sanitário adequado, 18.7% de domicílios urbanos em vias públicas com arborização e 48.5% de domicílios urbanos em vias públicas com urbanização adequada (presença de bueiro, calçada, pavimentação e meio-fio). 
HISTÓRICO DO MUNICÍPIO DE CONSOLAÇÃO, MG 
Gentílico - Consolense 
Consolação 
Minas Gerais - MG 
Histórico 
Em 1813, Francisco Borges de Castro, natural de São Antônio de Parede, arcebispado de Braga Portugal, recebeu do governo português uma sesmaria. O local era mata fechada ainda não desbravada, correspondendo hoje ao Município de Consolação em sua totalidade, e parte dos municípios de Cachoeira de Minas, Estiva, Conceição do Ouros e Paraisópolis. A sede da Fazenda foi construída no Bairro Santo Antônio de Itaim. Começando assim o povoamento da região, desenvolveu-se a agricultura com o plantio de café e milho, entre outras culturas. Desenvolveu-se também o manejo de rebanho bovino, suíno e outros. 
Foi depois de 1750 que os moradores da Fazenda do Capivari - Freguesia de Pouso Alto - requereram provisão para construir uma capela da invocação de Santana. 
Dois anos mais tarde, o casal Antônio Rabelo e Maria Ribeiro Maia doaram uma sorte de terras para a edificação do templo. Dom Frei Manoel da Cruz concedeu o benefício, registrado no cartório de São João Del Rei. 
Em 1824, Dom Frei José da Santíssima Trindade registrou nos códices eclesiásticos de Mariana que havia em Santana do Capivari uma capela curada. Outros registros históricos provaram que Maria Gertrudes de Jesus também fez doação do terreno da atual Matriz, que no século XIX substituiu a primitiva capela. Em 1832, as principais figuras do povoado, pleitearam elevação da capela a curato, por provisão, criando o Curato de Nossa Senhora da Consolação do Capivari. 
O patrimônio foi acrescido, em 1849, com doações de terras, feitas por José Pinto de Oliveira e sua mulher, e por Flavio Antônio Simões e sua mulher. Mais tarde, outras doações de terras foram feitas para o patrimônio. 
Gentílico - Consolense
ESTE EH O BRASÃO DO MUNICÍPIO DE CONSOLAÇÃO, MINAS GERAIS

VALEU PELA VISITA - SEMPRE VOLTE



FONTE / FOTOS = IBGE / THYMONTHY BECKER / GOVERNO DE CONSOLAÇÃO, MG / WIKIPÉDIA / CONSOLACAOMG.BLOGSPOT.COM / 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

5 ESTRADAS BRASILEIRAS QUE VALE A PENA DIRIGIR POR ELAS - Viajar de carro pode ser muito bom, se for por uma dessas estradas. Confira cinco trechos que agradam tanto quanto o destino final de suas férias

CONHEÇA 05 ESTRADAS QUE VALE A PENA VOCÊ VIAJAR DE CARRO POR ELAS. Há quem diga que o importante não é o destino final, e sim o caminho até lá. Em uma viagem de carro, não costuma ser bem assim, considerando o péssimo estado do asfalto de nossas estradas, além do custos do pedágio, motoristas ruins e a falta de uma boa paisagem. Mesmo com todos esses problemas, é possível aproveitar um passeio automotivo pelo Brasil em uma das cinco estradas escolhidas pela Hertz, empresa especializada em aluguel de veículos: Confira ESTRADA REAL / MINAS GERAIS / RIO DE JANEIRO / SÃO PAULO  Também conhecida como Caminho Real, é uma das estradas mais famosas do Brasil, por ser um dos principais pontos turísticos do País. Tem 1.630 quilômetros de extensão, passando por Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo. Motivos não faltam para visita-la, com um circuito de 179 cidades históricas, passando por belas paisagens formadas pelos trechos de mata atlântica. Tem até atividades fora do carro, como caminhada…

REPRESA DE FURNAS, SÃO JOSÉ DA BARRA, MINAS GERAIS - Em 1963 fecharam o túnel que criou praias, formou cânions, inundou vilarejos mudando para sempre a história de 34 cidades mineira e formando o espetacular “Mar de Minas”

CONHEÇA A "REPRESA DE FURNAS", SÃO JOSÉ DA BARRA, MINAS GERAIS, BRASIL foto - Thymonthy Becker No dia 9 de janeiro de 1963 o túnel que desviou o curso do rio Grande para a construção da Usina de Furnas foi fechado e as águas que formaram um dos maiores reservatórios do mundo, criou praias, formou cânions e cachoeiras inundou vilarejos e mudou para sempre a história dos 34 municípios que ficam ao longo dos 1.440 km2 de extensão do Lago de Furnas. (Thymonthy Becker) A sede do município de Guapé ficou praticamente submersa, o que levou à construção de uma nova sede em local definido pela população. O distrito de São José da Barra, então pertencente a Alpinópolis e emancipado em 1994, ficou integralmente debaixo das águas e deu lugar à "Nova Barra", que a pedido do padre Ubirajara Cabral, pároco local, foi construída pela Central Elétrica de Furnas na forma de um banjo. (Thymonthy Becker) A maioria dos municípios possuía vocação agropecuária, mas com o alagamento das ár…

VIRGINÓPOLIS, MINAS GERAIS - Alem da festa da Jabuticaba que acontece anualmente, a cidade possui uma das maiores escadarias de igreja do mundo, com mais de 500 degraus

CONHEÇA A CIDADE DE "VIRGINÓPOLIS", MINAS GERAIS, BRASIL A cidade é regionalmente conhecida pela tradicional Festa da Jabuticaba, que ocorre anualmente em setembro. Um aspecto interessante é que, apesar da festa, a cidade não se configura como grande produtor da fruta.  Outro aspecto cultural interessante é a presença da Capela de Nossa Senhora do Patrocínio, que possui uma das maiores escadarias de igreja do mundo, com mais de 500 degraus, construídos pelos próprios moradores da cidade em mutirões realizados no fim da década de 1980.  CASARÃO NA CIDADE DE VIRGINÓPOLIS, MG(asminasgerais.com.br) CASARÃO EM VIRGINÓPOLIS, MG (asminasgerais.com.br) CENTRO DA CIDADE DE VIRGINÓPOLIS, MG (asminasgerais.com.br) PRAÇA EM VIRGINÓPOLIS, MG (asminasgerais.com.br) VIRGINÓPOLIS, MG(asminasgerais.com.br)
CASARÃO EM VIRGINÓPOLIS, MG(asminasgerais.com.br)
PRAÇA EM VIRGINÓPOLIS, MG(asminasgerais.com.br)
RUA CENTRAL DA CIDADE DE VIRGINÓPOLIS, MG(asminasgerais.com.br)
UMA DAS MAIORES ESCADARIAS …

ITUIUTABA, MINAS GERAIS - Com vários atrativos turísticos como cachoeiras, trilhas, museu, parques. artesanato regional e a famosa cachaça artesanal

CONHEÇA A CIDADE DE "ITUIUTABA", MINAS GERAIS, BRASIL BEM VINDO A CIDADE DE ITUIUTABA, MG. PORTAL DO TRIÂNGULO MINEIRO foto - ? População estimada 2016 (1) - 103.945 Área da unidade territorial 2015 (km²) - 2.598,046 Densidade demográfica 2010 (hab/km²) - 37,40 Código do Município 3134202 Gentílico - ituiutabano Prefeito 2017 / FUED JOSE DIB ORIGEM DO NOME O nome da cidade eh de origem indígena: I - rio, TUIU ­barrento; TABA - povoação, cidade. “Cidade do rio barrento”
Gentílico: ituiutabano HISTÓRICO Ituiutaba é uma fusão de vocábulos tupis que significa "povoação do rio Tijuco". Os primitivos habitantes do município eram ameríndios, pertencentes ao grupo Gê, também chamados caiapós. Uma das tribos que deixaram fama na região foi a dos panariás, muito bem estudada por Alexandre Barbosa, de Uberaba. Por fim ela foi aldeada na atual povoação de São Francisco de Sales, às margens do Rio Grande, no vizinho município de Campina Verde. Os panariás - assinala o his…

PONTE NOVA, MINAS GERAIS - No circuito turístico Montanhas e Fé da Estrada Real e Rota Imperial

CONHEÇA A CIDADE DE "PONTE NOVA", MINAS GERAIS, BRASIL Foto - Ronaldo Fernandes PARQUE MUNICIPAL NATURAL "TANCREDO NEVES" EM PONTE NOVA, MG
Foto - Isabella Ottoni
PONTE DA BARRINHA EM PONTE NOVA, MG
Foto - Ronaldo Fernandes
RIO PIRANGA EM PONTE NOVA, MG
Foto - Isabella Ottoni 
SEDE DA FAZENDA SANTA HELENA EM PONTE NOVA, MG
Foto - Ronaldo Fernandes
USINA SANTA HELENA EM PONTE NOVA, MG
Foto - Isabella Ottoni
VISTA GERAL DA CIDADE DE PONTE NOVA, MG
Foto - Ronaldo Fernandes
PONTE DE FERRO EM PONTE NOVA, MG
Foto - Ronaldo Fernandes
BEM VINDO A CIDADE DE PONTE NOVA. TERRA NATAL DE REINALDO - ÍDOLO DO CLUBE ATLÉTICO MINEIRO E DA DUPLA SERTANEJA VICTOR E LÉO
foto - ?
População estimada 2016 (1) - 60.188
Área da unidade territorial 2015 (km²) - 470,643
Densidade demográfica 2010 (hab/km²) - 121,94
Código do Município 3152105
Gentílico - ponte-novense
Prefeito 2017 / WAGNER MOL GUIMARÃES
ORIGEM DO NOME
A SEGUNDA metade do século XVIII, uma comissão incumbida oficialmente de abrir u…

SERRA DO NAVIO, AMAPÁ - A História da Serra do Navio remonta aos anos 1950. A região era rica em manganês e outros minérios. Por isso, a brasileira ICOMI, com sede em Belo Horizonte e atuação em Minas Gerais, foi escolhida para explorar o minério e construir a vila operária, que daria origem à cidade de Serra do Navio. Cada vila tinha 330 casas, prédios coletivos (escolas, hospitais, refeitórios), abrigando até 1.500 pessoas, entre trabalhadores e familiares. Tinha ruas largas, postes de concreto para a fiação elétrica e telefônica, calçadas, parques, clubes com piscina, quadras esportivas, restaurante e lanchonete, drenagem de águas das chuvas e tratamento de água e esgoto. Todas as casas tinham mais de 90m² e contavam com saneamento e energia elétrica, proveniente de geradores da ICOMI.

CONHEÇA A CIDADE DE "SERRA DO NAVIO", AMAPÁ, BRASIL CONHEÇA A FAMOSA "LAGOA AZUL" DE SERRA DO NAVIO, AP A história da Lagoa Azul se mistura à criação da Serra do Navio e à atividade de exploração na década de 1950 A Amazônia é conhecida pelos rios, igarapés e cachoeiras. Mas, a maioria das pessoas nem imaginam que aqui existam lagoas de águas azul turquesa. A 208 quilômetros de Macapá, capital do Amapá, fica a Lagoa Azul, um paraíso que nasceu de uma mina abandonada. O lugar fica próximo à Vila Serra do Navio, cidade criada na década de 1950 para abrigar os trabalhadores de uma empresa de mineração. A lagoa azul e o passado da história da Serra do Navio estão entrelaçados. De acordo com a prefeitura da cidade, a cor marcante da lagoa, em tom azul anil, acontece por conta dos minérios da região especialmente o carbonato de manganês. O lugar era uma mineração. Hoje é possível chegar até lá através de trilhas ou de carro. A região é cercada por uma floresta tropical. O…

MERCÊS, MINAS GERAIS - Famosa por seu turismo de eventos, como o Jubileu de Nossa Senhora das Mercês, que acontece na segunda quinzena de setembro; as festividades do Carnaval; Torneio Leiteiro; e Festa da Virada, que movimentam a economia da cidade e da região.

CONHEÇA A CIDADE DE "MERCÊS", MINAS GERAIS, BRASIL SEJA MUITO BEM VINDO A CIDADE DE MERCÊS, MG. UMA CIDADE ABENÇOADA foto - Thymonthy Becker AQUI O TEMPLO DA ASSEMBLEIA DE DEUS EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker SEDE DO PODER LEGISLATIVO - CÂMARA DE VEREADORES DA CIDADE DE MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker ESCOLA MUNICIPAL EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker ESTAÇÃO RODOVIÁRIA DA CIDADE DE MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker IGREJA EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker MATRIZ DE NOSSA SENHORA DAS MERCÊS E SEU INTERIOR EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker HOMENS TRABALHANDO NO TELHADO DA MATRIZ EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker foto - Thymonthy Becker NA HORA CERTA foto - Thymonthy Becker INTERIOR DA MATRIZ EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker INTERIOR DA MATRIZ EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker INTERIOR DA MATRIZ EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker INTERIOR DA MATRIZ EM MERCÊS, MG foto - Thymonthy Becker INTERIOR DA MATRIZ EM MERCÊS, MG

BAEPENDI, MINAS GERAIS - Na terra de "Nhá Chica" mais de 50 cachoeiras em meio a paisagens deslumbrantes esperam por você

CONHEÇA A CIDADE DE "BAEPENDI", MINAS GERAIS, BRASIL imagem - ? BEM VINDO A CIDADE DE BAEPENDI. TERRA DAS CACHOEIRAS imagem - ?
A CIDADE FAZ ANIVERSÁRIO EM 02 DE MAIO E FOI FUNDADA EM 1.856 foto - Thymonthy Becker População estimada 2016 (1) - 19.252 Área da unidade territorial 2015 (km²) - 750,554 Densidade demográfica 2010 (hab/km²) - 24,39 Código do Município 3104908 Gentílico - baependiano Prefeito 2017 / HILTON LUIZ DE CARVALHO ROLLO ORIGEM DO NOME Eh controvertida a origem do topônimo Baependi. Segundo uns, seria derivado de mbae (coisa), pe (interrogativo) e nde (tua) e significaria: que gente e essa (tua) ou pertence-te isto? - pergunta que teria sido feita a um indígene pelos primeiros civilizados que andaram pela região. Para outros - Teodoro Sampaio, inclusive -, e uma corruptela de mbae-pindi o limpo em alusão a uma clareira na mata marginal do rio grande, facilitando o caminho dos descobridores. Há outras interpretações, todavia.
Gentílico: baependiano Histór…

PRACUÚBA, AMAPÁ - Com grande potencial turístico com suas grandes áreas de florestas, áreas inundáveis e múltiplos ambientes pesqueiros

CONHEÇA A CIDADE DE "PRACUÚBA", AMAPÁ, BRASIL No Estado do Amapá, o Município de Pracuúba, apresenta condições favoráveis à implantação de projetos do segmento turístico, não só por possui um dos maiores patrimônios naturais, praticamente intocados, mas por reunir uma síntese de ecossistemas nativos da Amazônia.  O governo do estado visa à implementação de projetos através das políticas públicas que tenham o cunho da viabilidade social, cultural, econômica e ambiental da localidade, para possibilitar o desenvolvimento turístico através de seu potencial e primar pela sustentabilidade no município. (Internet) Pracuúba que tem um grande potencial turístico, de condições técnicas, organizacionais e gerenciais para o desenvolvimento estrutural de atividades turística na localidade. E visa também descentralizar as ações de planejamento, de coordenação, de execução e de acompanhamento avaliados pelos órgãos responsáveis, motivando os segmentos organizados e a comunidade do municípi…

INHAPIM, MINAS GERAIS - No vale do Rio Doce, entre as Verdes Montanhas das Minas gerais, com cachoeiras e trilhas, Inhapim eh uma cidade hospitaleira, charmosa com ótima comida mineira

CONHEÇA A CIDADE DE "INHAPIM", MINAS GERAIS, BRASIL, DA JANELA DO TREM

A igreja matriz é a porta de entrada da cidade.
foto - ? CONHEÇA UM POUCO MAIS DE INHAPIM POR FOTOS
BAIRRO SANTO ANTÔNIO
Foto - Gustavo Sturzenecker Moreira
Foto - Gustavo Sturzenecker Moreira
Foto - Gustavo Sturzenecker Moreira
Foto - Gustavo Sturzenecker Moreira
Foto - Gustavo Sturzenecker Moreira DISTRITO DE MACADAME
Foto - Gustavo Sturzenecker Moreira Foto - Gustavo Sturzenecker Moreira
Foto - Gustavo Sturzenecker Moreira
Foto - Gustavo Sturzenecker Moreira AABB (ASSOCIAÇÃO ATLÉTICA BANCO DO BRASIL)
Foto - Gustavo Sturzenecker Moreira Foto - Gustavo Sturzenecker Moreira VILA MARQUES
Foto - Gustavo Sturzenecker Moreira