sexta-feira, 7 de abril de 2017

CHAN CHAN, TRUJILLO, PERU - A cidade de barro totalmente construída em adobe com paredes e muros esculpidos com peixes, aves, esquilos e ondas do mar, entre outras figuras




CONHEÇA A CIDADE DE "CHAN CHAN", TRUJILLO, PERU
A monumental cidade de barro de Chan Chan era a capital do Reino Chimú, cultura que se expandiu e dominou a costa norte do Peru por aproximadamente 600 anos, de 850 a 1470, quando foi anexada ao Tahuantinsuyo pelos incas. Os chimús chegaram a controlar um território de 1 mil quilômetros de extensão, que ia de Tumbes, perto da fronteira com o Equador, a Lima. 
Apesar de menos conhecidos que os incas, os chimús estabeleceram um Estado forte e controlador, com numeroso exército e grande população. Estima-se que Chan Chan, principal centro político e cerimonial chimú, tenha abrigado até 100 mil pessoas em seu apogeu. 


Arqueólogo trabalha nas escavações da cidade de barro de Chan Chan, que fica nos arredores de Trujillo, no Peru (Carlos Adampol Galindo/Flickr/creative commons)
A monumental cidade de barro de Chan Chan, capital do Reino Chimú no norte do Peru, foi declarada Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco em 1986 (Bill Green/Flickr/creative commons)
Toda construída em adobe, a cidade ocupou uma área de 20 quilômetros quadrados, dos quais ainda restam 14 mil quilômetros quadrados, e foi declarada Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco em 1986. Hoje a visita se restringe ao setor conhecido como Palácio Nik An (anteriormente chamado Tshudi), um dos nove espaços similares dedicados à aristocracia chimú arqueologicamente identificados. 
Totalmente amuralhado, o Palácio abriga praças cerimoniais, armazéns para estocagem de alimentos, recintos privados, uma plataforma funerária e outros espaços, além de alas inteiras com paredes e muros esculpidos com peixes, aves, esquilos e ondas do mar, entre outras figuras. 
Detalhes dos frisos nas paredes de Chan Chan (Fábio Vendrame)
Principal praça cerimonial do Palácio Nik An, em Chan Chan (Fábio Vendrame)
Figuras esculpidas nas paredes de adobe em Chan Chan, capital do Reino Chimú (Fábio Vendrame)
Detalhes esculpidos nas paredes do Palácio Nik An, um dos nove espaços do gênero identificados em Chan Chan e o único aberto ao turismo (Fábio Vendrame)
A entrada ao sítio arqueológico, situado a 5 quilômetros de Trujillo, custa 10 soles por pessoa. Em Chan Chan, há também um museu de sítio aberto à visitação.
Visitar o Peru não significa ser mais um a engrossar a fila dos milhares de estrangeiros que congestionam o sítio arqueológico de Machu Pichu, o principal atrativo do país. Esse destino andino vai muito além de endereços manjados como Cuzco e a ‘Cidade Perdida dos Incas’. 
A distantes 550 km da capital Lima, Trujillo, capital del departamento de La Libertad, é daqueles lugares capazes de entreter, por horas, amantes de arqueologia, história e de experiências ainda pouco conhecidas por brasileiros no Peru. 
Detalhes das paredes de barro de Chan Chan, capital do Reino Chimú, no norte do Peru (Fábio Vendrame)
Os labirintos do Palácio Nik An, em Chan Chan, com representações de animais e de ondas do mar esculpidos nos muros de barro (Fábio Vendrame´)
Chan Chan, capital do Reino Chimú, Patrimônio Cultural da Humanidade (Fábio Vendrame)
Corredor conduz ao setor mais nobre do Palácio Nik An, em Chan Chan, capital do Reino Chimú no norte do Peru (Fábio Vendrame)
A Ciudadela de Chan Chan, declarada Patrimônio Cultural da Humanidade pela UNESCO e um dos sítios arqueológicos mais importantes do país, é considerada a maior cidade de barro da América pré-hispânica, cujos destaques são seus muros em alto relevo desenhados com figuras geométricas e seres mitológicos. 
Capital administrativa, política e religiosa do reino Chimú, entre os anos 850 e 1470 d.C., o local fica a 6,5 km de Trujillo, na costa norte peruana, em uma área de seis km² formada por um conjunto de recintos amuralhados, pirâmides, canais e antigos cemitérios. 

Vista parcial de Chan Chan a partir da plataforma funerária do Palácio Nik An (Fábio Vendrame)


População ocupava residências ao redor dos muros que cercavam os palácios dedicados à aristocracia chimú (Fábio Vendrame)
Praça principal da cidade de barro de Chan Chan, capital do Reino Chimú (Fábio Vendrame)
Praça cerimonial da cidade de barro de Chan Chan (Fábio Vendrame)
VALEU PELA VISITA - SEMPRE VOLTE


Fonte / Fotos = msn.com / Thymonthy Becker / viagemempauta.com.br / viagemeturismo.abril.com.br / 

2 comentários:

  1. Gracias por aportarnos imagenes que dan prueba de un pasado glorioso y maravilloso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Perú es un país que es la historia de las Américas. Nuestras raíces están ahí. Gracias por visitar nuestra página web. Abrazos y todo lo mejor para usted.

      Excluir

Os lugares por onde o Trem mais passou esta semana