Pular para o conteúdo principal

LAPA, PARANÁ - Atrai turistas que passam o dia para conhecer as belas construções da Rua 15 de Novembro e do entorno da Praça Gen. Gomes Carneiro. Fundada por tropeiros em 1769, ganhou notoriedade pelo episódio conhecido como Cerco da Lapa, em 1894, considerada a principal batalha da Revolução Federalista. Entre as opções de passeio estão as delícias da Colônia Municipal, uma região a 15 km da cidade onde você poderá vivenciar e acompanhar de perto o processo de fabricação de mel, própolis, geleias, conservas, doces, pães, biscoitos e outras delícias da culinária de Lapa. Há também uma estrutura de pesque-pague com pedalinhos, cama elástica e ainda trilhas, lago para pesca e passeios de charrete ou a cavalo.




CONHEÇA A CIDADE DE "LAPA", PARANÁ, BRASIL - OLHANDO DA JANELA DO TREM
Atrai turistas que passam o dia para conhecer as belas construções da Rua 15 de Novembro e do entorno da Praça Gen. Gomes Carneiro. Fundada por tropeiros em 1769, ganhou notoriedade pelo episódio conhecido como Cerco da Lapa, em 1894, considerada a principal batalha da Revolução Federalista.
Tombado pelo Iphan, o conjunto arquitetônico surpreende pelo valor histórico. Bom ponto de partida, a Pça. Gen. Gomes Carneiro abriga a Igreja Matriz de Santo Antônio (1784) e o Teatro São João (2ª 13h/17h, 3ª/dom 9h/17h, R$ 1), de 1876.
Siga pela Rua 15 de Novembro, com paradas como a Casa da Memória (3ª/dom 9h/17h), de 1888; o memorial Panteão dos Heróis, de 1944; e a belíssima Casa da Família Correa Lacerda (3ª/dom 9h/12h e 13h/17h, R$ 2), de 1845, com mobília e aposentos originais. Encerre o tour com os museus: das Armas
TURISMO EM LAPA, PR
RESERVA MATA DO URU
Localizada a apenas 6 quilômetros da cidade da Lapa, a Reserva Mata do Uru possui uma área de 128,67 hectares e abriga remanescentes da Floresta com Araucárias e Campos Naturais. O local é uma Reserva Particular do Patrimônio Natural, mantida por meio de parceria entre Sociedade de Pesquisa em Vida Selvagem e Educação Ambiental (SPVS), família do proprietário e Grupo Positivo.
Trata-se de um oásis de conservação ambiental em meio a uma vastidão de terrenos completamente descaracterizados em termos de vegetação nativa. A reserva abriga 34 nascentes e 40 rios dentro de seu perímetro. O regime das águas, as rochas e a alta declividade do solo em alguns locais deram origem a três belas quedas d’água. A maior tem aproximadamente 10 metros de altura.
As visitas são monitoradas e devem ser agendadas com antecedência.
TURISMO RURAL
Venha experimentar as delícias do campo, sabores e aromas típicos do interior da Lapa com uma visita fascinante pelas propriedades rurais do município. Entre as opções de passeio, estão as delícias da Colônia Municipal, uma região a 15 km da cidade, onde você poderá vivenciar e acompanhar de perto o processo de fabricação de mel, própolis, geleias, conservas, doces, pães, biscoitos e outras delícias de nossa culinária. Há também uma estrutura de pesque-pague com pedalinhos, cama elástica e ainda trilhas, lago para pesca e passeios de charrete ou a cavalo.
Histórico da Colônia Municipal
A Prefeitura Municipal da Lapa adquiriu os terrenos pertencentes a Eduardo Correia e Antonio Linhares para abrigar os colonos que chegavam à Lapa no ano de 1920. Este local recebeu o nome de Colônia Municipal.
Os terrenos foram divididos em lotes e vendidos aos colonos de diversas etnias, entre elas a alemã, polonesa e italiana. Logo que passaram pelas experiências da difícil etapa de colonização local, construíram um pequeno chalé para servir de escola, tendo uma casa anexa para receber a professora.
Hoje, aproximadamente 45 famílias moram na Colônia Municipal e permanecem desenvolvendo a atividade agrícola familiar e colocando seus produtos, tanto in natura como transformados no próprio local, em feiras realizadas no centro urbano da Lapa e também em mercados e mercearias.
Pesquisa: Denise T. C. Karas – Alzira Maynardes
Hotel-Fazenda Vovó Naná
O Hotel Vovó Naná possui uma ótima estrutura, com aconchegantes chalés e apartamentos para acomodar você e sua família, piscina, salão de jogos, lago para pesca, trilhas, passeios a cavalo e charrete, playground e cancha de futebol, vôlei e bocha. Possui também ampla área verde e um espaço reservado para as refeições, com um cardápio convidativo. Venha desfrutar da tranquilidade e ar puro do campo, aliado ao conforto oferecido nos grandes centros. O local trabalha com pernoites e também com day use (sem pernoite - das 10h às 17h, com almoço e lanche da tarde).
Informações e reservas: (41) 3622.3091 ou 3622.4386
O QUE COMER
COXINHA DE FAROFA
Prato típico lapeano. Conta a lenda que há alguns anos, durante a festa de São Benedito, foi criada a coxinha com sobras de farofa de frango e massa de pastel. Essa iguaria se propagou, tornando-se um dos símbolos da culinária local.

COMIDA TROPEIRA
Uma herança deixada pelos tropeiros que passaram pela Lapa no século XVII. É composta basicamente pela quirera tropeira, paçoca de charque, torresmo, ovo frito, arroz e virado tropeiro. Muitos restaurantes da cidade da Lapa servem esse prato típico lapeano como uma opção do cardápio.
BEM VINDO A CAPITAL DA CULTURA. BEM VINDO A CIDADE DE LAPA, PR

AQUI A SEDE DA POLÍCIA MILITAR DA CIDADE DE LAPA, PR
foto - Wikipédia
MONUMENTO AO TROPEIRO EM LAPA, PR
foto - Wikipédia
SEDE DO PODER LEGISLATIVO - CÂMARA DE VEREADORES DA CIDADE DE LAPA, PR
foto - Graia Zoo
SEDE DO PODER EXECUTIVO - PREFEITURA MUNICIPAL DE LAPA, PR
foto - Graia Zoo
SEDE DO PODER JUDICIÁRIO - FÓRUM DE JUSTIÇA DA CIDADE DE LAPA, PR
foto - Vladimir 1966
O CRISTO DO MORRO DA CIDADE DE LAPA, PR
foto - Claudinho D.
foto - Graia Zoo
THEATRO SÃO JOÃO EM LAPA, PR
Eh considerado o centro cultural da cidade. Ele foi fundado em 1873, mas só foi inaugurado em 1876, com capacidade para 212 lugares.
foto - Vladimir 1966
MUSEUS DA CIDADE DE LAPA, PR
Museu do Tropeiro, Museu Casa Lacerda, Museu Histórico e o destaque, Casa da Câmara e Cadeia - Museu das Armas - Localizada na Alameda David Carneiro, acesso a pé ou de carro permite visitas durante toda a semana das 9:00 às 17 horas. Possui livro de registro e permite-se o uso de máquina fotográfica. Foi a primeira casa de detenção da cidade, construída na metade do século XIX e inaugurada em 1.868. O Plano para a construção da obra de cadeia foi feito em 1839, mas somente onze anos mais tarde, em 1848 foi dado início à obra, que foi inaugurada quase trinta anos após a sua edificação.
AQUI O MUSEU DA CAVALINHO
foto - Graia Zoo
foto - Graia Zoo
SANTUÁRIO DE SÃO BENEDITO, SEU INTERIOR E LATERAL NA CIDADE DE LAPA, PR
foto - Graia Zoo
foto - AJ Meira
foto - Graia Zoo
MATRIZ DE SANTO ANTÔNIO E NO CONTEXTO DA PRAÇA EM LAPA, PR
Em seu interior, abriga imagens dos tempos coloniais e túmulos de personalidades da época;
foto - Graia Zoo
foto - Graia Zoo
PANTHEON DOS HEROES NA CIDADE DE LAPA. PR
Construído em 1944, possui em suas proximidades dois canhões Krupp, que hoje fazem parte da ornamentação da cidade, entre outros lugares.
Localizada ao lado esquerdo do Panteon dos Heroes, em local aberto, encontra-se uma placa comemorativa do cinqüentenário do "Cerco da Lapa" intitulada "Planta da Cidade”. Durante o memorável cerco de vinte e seis dias - 1894". Essa placa em bronze de 1,40 m de largura x 2,00 m de altura, em base de pedras de arenito contém quadro explicativo onde traz antigas e atuais denominações e as localidades onde aconteceram as principais batalhas.
A placa de Descrição do Cerco da Lapa - Localizada ao lado direito do Panteon dos Heroes, em local aberto, contendo a descrição do Cerco da Lapa pelo Coronel Líbero Guimarães, intitulada "O Episódio do Cerco da Lapa em 1894".
foto - Graia Zoo
foto - Graia Zoo
GRUTA DO MONGE EM LAPA, PR
foto - AJ Meira
foto - Fotografo 3D
foto - Graia Zoo
foto - Osmani L. de Morais
CAMPO DO MONGE EM LAPA, PR
foto - Claudinho D.
A CIDADE DE LAPA, PR E O CONTEXTO
foto - Graia Zoo
A CASA E O JARDIM
foto - Graia Zoo
A RUA E O CARRINHO EM LAPA, PR
foto - Vladimir 1966
OS TELHADOS E O VERDE
foto - Graia Zoo
CONHEÇA UM POUCO MAIS DO CENTRO HISTÓRICO DA CIDADE DE LAPA, PR
foto - Vladimir 1966
foto - ?
foto - Vladimir 1966
foto - Graia Zoo
foto - Graia Zoo
foto - Caludinho D.
foto - Graia Zoo
foto - Graia Zoo
foto - Graia Zoo
foto - Vladimir 1966
foto - Vladimir 1966
foto - Vladimir 1966
foto - Graia Zoo
foto - Graia Zoo
foto - Graia Zoo
foto - Vladimir 1966
foto - Graia Zoo
foto - Graia Zoo
MONUMENTO AO GENERAL GOMES CANEIRO NA CIDADE DE LAPA, PR
Localizado na Praça General Carneiro, a estátua em bronze, de autoria do escultor João Turim, erigida em 1928 é uma homenagem ao comandante da resistência ao Cerco Federalista da Lapa.
foto - Vladimir 1966
ENTORNO DA CIDADE DE LAPA, PR
foto - Flávio Kruger
foto - Graia Zoo
População estimada 2016 (1) - 47.814
Área da unidade territorial 2015 (km²) - 2.093,859
Densidade demográfica 2010 (hab/km²) - 21,46
Código do Município 4113205
Gentílico - lapeano
ORIGEM DO NOME
Seu nome atual é característico das formações de areia na Gruta do Monge, que ficam nas proximidades de Lapa.
Gentílico: lapeano
HISTÓRICO
A Lapa teve início como povoado no tempo dos tropeiros, por volta de 1731, quando por aqui passavam e faziam pouso os homens responsáveis pelo comércio animal do país, compondo o Caminho das Tropas ou Caminho de Viamão. No entanto, há registros de que já em 1541 andou por estas terras o primeiro desbravador, D. Alvar Nunez Cabeza de Vaca, a mando do Rei da Espanha, e depois dele outros desbravadores e bandeirantes. Porém, muito antes do homem branco chegar, há indícios arqueológicos da habitação de povos indígenas das tribos Kaigang e Guarani.
No século XVII, por consequência das atividades de mineração, o povoamento do território paranaense se restringia principalmente ao litoral e à região de Curitiba. Apenas ao norte da Vila de Curitiba existiam algumas fazendas de gado bovino. Os altos preços pagos em ouro pelo gado expandiram esse comércio. Em função do mercado forte em Minas Gerais, as fazendas do Rio Grande do Sul passaram a suprir o mercado mineiro. Na inexistência de estradas para a subida das tropas de gado, o governo de São Paulo determinou a abertura de uma estrada que ligasse o Rio Grande do Sul até a região dos Campos Gerais.
Após expedições de bandeirantes que vieram do Norte e do Sul para essa região abrindo estradas, Manoel Rodrigues da Mota refez a estrada. Por seus esforços, aquela estrada passou a se chamar Estrada do Mota, que mais tarde teve o nome alterado para Estrada da Mata. Esse trecho de estrada fazia parte do que viria a ser chamado de Caminho do Viamão, que ligava o Rio Grande do Sul a Sorocaba, em São Paulo.
Ao longo da estrada foram se estabelecendo vários “pousos” ou “invernadas”, locais apropriados para a engorda do gado antes de prosseguir viagem. Esses fatores, fundamentais para o povoamento, atraíram os primeiros habitantes da Lapa - João Pereira Braga e sua mulher, Josefa Gonçalves da Silva. A presença, na margem ocidental do Rio Iguaçu, do Registro de Curitiba “posto construído para cobrança de direitos sobre a passagem de animais” fazia com que os tropeiros permanecessem mais tempo, criando condições para o início do povoamento.
Em 1768, moradores solicitaram uma sesmaria (concessão de terras no Brasil pelo governo português) para o patrimônio de uma igreja e foram atendidos. No dia 13 de junho de 1769, o Padre João da Silva Reis (filho de João Braga e Josefa) tomou posse deste patrimônio, instalando a Freguesia de Santo Antônio de Lisboa. 
O topônimo deve-se à grande quantidade de pedras existentes na região.
ESTA EH A BANDEIRA DA CIDADE DE LAPA, PARANÁ
ESTE EH O BRASÃO DO MUNICÍPIO DE LAPA, PARANÁ

VALEU PELA VISITA - SEMPRE VOLTE



fonte dos textos e fotos: Wikipédia / Thymonthy Becker / viajeaqui.abril.com.br / portal da prefeitura de Lapa / IBGE /

Comentários

Páginas que receberam mais visitas

BAEPENDI, MINAS GERAIS - A terra de "Nhá Chica". Na natureza preservada no município estão cerca de 40% do parque ecológico do papagaio, é local ideal para fazer trilhas e acampar em paradisíacos lugares. Baependi é uma das poucas cidades que podem ser visitadas durante qualquer época do ano, sem se preocupar com a programação que irá encontrar pois, o verão é bem definido, sendo um convite para se deslumbrar com as mais de cinqüenta cachoeiras que cercam a cidade e o inverno pouco chuvoso propicia inúmeras opções para enfrentar trilhas e acampar em paradisíacos lugares

COLORADO, RIO GRANDE DO SUL - Colorado é uma pequena cidade do Alto Jacuí. Fundada por imigrantes italianos e alemães. O espetáculo, belezas naturais, cores, aromas que seduzem à primeira vista. O município tem como base da economia a produção agrícola. A região possui uma relação muito próxima com as águas e com a geração de energia elétrica, a partir da formação do maior lago artificial do Estado – os Alagados do Passo Real e da Barragem de Ernestina. Bonitas e agradáveis, as cidades proporcionam atrações diversificadas, eventos, muitas festas, gastronomia, artesanato.

REPRESA DE FURNAS, SÃO JOSÉ DA BARRA, MINAS GERAIS - No dia 9 de janeiro de 1963 o túnel que desviou o curso do rio Grande para a construção da Usina de Furnas foi fechado e as águas que formaram um dos maiores reservatórios do mundo, criou praias, formou cânions e cachoeiras, inundou vilarejos e mudou para sempre a história dos 34 municípios que ficam ao longo dos 1.440 km2 de extensão do Lago de Furnas que abrange também parte do Parque Nacional da Serra da Canastra. O Lago de Furnas, também conhecido como "O MAR DE MINAS", é quatro vezes maior que a Baía de Guanabara, no Rio de Janeiro

BRASÍLIA, DF, BRASIL - Brasília é formada por gente de todos os lugares, todas as idades e de muitas gerações. É uma mistura de sotaques do Nordeste, Sudeste, Norte e Sul do país e até de estrangeiros. Por conta de seu rápido crescimento, já é a quarta cidade mais populosa do país. A maioria dos moradores, 52%, é mulher e tem em média 30 anos. Os primeiros habitantes que chegaram a Brasília vieram, principalmente, atraídos pelos empregos na construção civil e ajudaram na construção da capital. Eles eram chamados de candangos e aqui construíram e criaram famílias

TOMBOS, MINAS GERAIS - Na cachoeira três tombos, verdadeira obra da natureza de imensurável beleza que constitui um cartão postal da cidade com 62 metros de altura. A Gruta Pedra Santa localizada no distrito de Catuné, uma obra construída pela própria natureza. Ao longo do tempo a grande pedra foi desintegrando-se e formou-se um grande salão, onde ergueu-se a capela em Honra a Nossa Senhora de Lourdes. Praças diversas, museu municipal que funciona na antiga estação ferroviária, usina hidrelétrica de Tombos e os dois distritos “Catuné” e “Água Santa” valem uma visita à cidade de Tombos

IGATU, ANDARAÍ, BAHIA - Eh uma verdadeira cidade de pedra. "Sagrada" pra quem viveu lá durante o auge do ciclo do diamante. O trajeto até a vila já é uma atração: a estrada de acesso pela BA-142 é cheia de mirantes naturais. Ao chegar, a impressão é de ter voltado no tempo, quando igatu era chamada de Xique Xique e famosa pela extração de diamantes. Hoje não há farmácias, o hospital mais próximo fica em Andaraí, a 12 km. Em outros tempos quem diria? Cabarés, cassinos, lojas, cadeia, cartório, cinema...

SERRA DO NAVIO, AMAPÁ - A História da Serra do Navio remonta aos anos 1950. A região era rica em manganês e outros minérios. Por isso, a brasileira ICOMI, com sede em Belo Horizonte e atuação em Minas Gerais, foi escolhida para explorar o minério e construir a vila operária, que daria origem à cidade de Serra do Navio. Cada vila tinha 330 casas, prédios coletivos (escolas, hospitais, refeitórios), abrigando até 1.500 pessoas, entre trabalhadores e familiares. Tinha ruas largas, postes de concreto para a fiação elétrica e telefônica, calçadas, parques, clubes com piscina, quadras esportivas, restaurante e lanchonete, drenagem de águas das chuvas e tratamento de água e esgoto. Todas as casas tinham mais de 90m² e contavam com saneamento e energia elétrica, proveniente de geradores da ICOMI.

RIO DE JANEIRO, BRASIL - Do primeiro ao último minuto do ano, não falta o que fazer, o que visitar e o que rever no Estado do Rio de Janeiro, que não por acaso ostenta o rótulo de Maravilhoso. Além das praias e de seus outros dois ícones geográficos – o Corcovado e o Pão de Açúcar – o Rio vem ganhando uma série de atrativos culturais e gastronômicos. Quem deixa a capital e percorre o litoral fluminense encontra praias de beleza raríssima. Ao norte, na Região dos Lagos, estão as dunas de Cabo Frio, as águas translúcidas e frias de Arraial do Cabo, boas para mergulho, a badalação de Búzios e as trilhas rurais de Rio das Ostras

GRAMADO, RIO GRANDE DO SUL - Faltava neve à Gramado para que ela assumisse de vez o título de “Suíça brasileira”. Não falta mais: o Snowland, primeiro parque de neve artificial indoor das Américas, trouxe esportes de inverno à cidade, que já era famosa pelas construções enxaimel (aquelas de paredes esquadrinhadas com tirantes de madeira), pelas fondues nos bons restaurantes suíços e pelo climinha gostoso da Serra Gaúcha.

CAMPO BELO, MINAS GERAIS - A primeira cidade do Brasil a ter um time de Rugby (Campo Belo Rugby - CBR) A cidade tem paisagens deslumbrantes com campos a perder de vista. Ideal para a prática de esportes de aventura, ecoturismo, esportes náuticos com várias cachoeiras, praias de água doce além da tradicional e boa comida mineira. Uma cidade tranquila, acolhedora com boas opções para hospedagem