Pular para o conteúdo principal

WANDERLÂNDIA, TOCANTINS - Cachoeiras de águas cristalinas impressionam quem visita Wanderlândia, no norte do estado. A cidade que tem mais de 11 mil habitantes e fica a 60 km de Araguaína, ainda é um paraíso pouco conhecido. Wanderlândia é cercada por um relevo tabular. O formato das serras lembra o de uma mesa. Há milhares de anos, os paredões já foram dunas de areia que se transformaram em rochas de puro arenito. Em meio a este cenário, são quase 30 cachoeiras, 13 delas são reconhecidas. Se o município investir no turismo surgirá empregos, hotéis, lanchonetes, churrascarias, pousadas porque o município é um paraíso escondido que ninguém conhece.




CONHEÇA A CIDADE DE WANDERLÂNDIA, TOCANTINS, BRASIL - DA JANELA DO TREM
Foto - PMW
foto - Thymonthy Becker
Cachoeiras de águas cristalinas impressionam quem visita Wanderlândia, no norte do estado. A cidade que tem mais de 11 mil habitantes e fica a 60 km de Araguaína, ainda é um paraíso pouco conhecido.
Wanderlândia é cercada por um relevo tabular. O formato das serras lembra o de uma mesa. Há milhares de anos, os paredões já foram dunas de areia que se transformaram em rochas de puro arenito. Em meio a este cenário, são quase 30 cachoeiras, 13 delas são reconhecidas.
Seguindo pela TO-010, sentido Babaçulândia, são 30 km, metade do caminho é de estrada de chão. Os babaçuais e a mata fechada montam o cenário. Uma trilha que também confunde. O destino é a cachoeira de Santa Bárbara. Um terreno íngrime e cheio de folhagem exige cuidado. (G1.globo.com)
Wanderlândia tem cachoeiras de águas cristalinas (Foto: TV Anhanguera/ Reprodução)
Apesar da beleza, cachoeira não recebe turistas por causa da dificuldade de acesso (Foto: TV Anhanguera/Reprodução)
Uma espécie de canion, uma queda d'água com quase 100 metros. Santa Bábrara é o nome do riacho que forma e batiza a cachoeira. Ao todo são 4 quilômetros de caminhada numa trilha onde pouca gente se arrisca.
Quarenta minutos depois, se chega aos pés do paredão rochoso banhado por uma água fria e quase cristalina. O vento, a água e o sol montam um verdadeiro espetáculo.
Água que brota da rocha. Apesar dessa beleza, a cachoeira de Santa Bárbara não recebe turistas por causa da dificuldade no acesso. "Tem que ter uma parceria entre os municípios, estado e Governo Federal para que a gente possa tomar uma iniciativa para a questão de acessibilidade", diz o secertário de gabinete de Wanderlândia, Brênio Parreira. (G1.globo.com)
Santa Bárbara é o nome do riacho que forma e batiza cachoeira (Foto: TV Anhanguera/ Reprodução)
A rodovia cortando a cidade de Wanderlândia, TO (Foto - PMW)
Mesmo para quem vive no local há um bom tempo, como o motorista Claudiano Borges, quase tudo é novidade. "Eu não imaginava ter tanta beleza para aproveitar", se surpreende.
A cachoeira da Costa Rica recebe turistas. A entrada é aberta ao público. O comerciante Hilário Lima, que toma conta do local, conhece bem a hidrografia. "O córrego Velano é afluente do rio Corda e se torna Canoa, Lage e Araguaína", explica.
Ele é um dos poucos que ainda conseguem viver do turismo e sabe que o potencial pode ser melhor aproveitado. "Se o município de Wnadelândia investir no turismo, teremos empregos, hoteis, lanchonetes, churrascarias, pousadas porque o município é uma paraíso escondido que ninguém conhece." (G1.globo.com)
As belezas naturais de Wanderlândia no Tocantins pouco aproveitadas (Foto - PMW)
Na chegada à cidade pela Belém-Brasília em Wanderlândia, Tocantins
foto - Thymonthy Becker
AQUI O FÓRUM DA JUSTIÇA ELEITORAL EM WANDERLÂNDIA, TO
foto - Teylor Leite
HOTEL LUZ DO SOL EM WANDERLÂNDIA, TO
foto - ?
SEDE DO PODER JUDICIÁRIO - FÓRUM DE JUSTIÇA DE WANDERLÂNDIA, TO
foto - ?
MATRIZ DE NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO EM WANDERLÂNDIA, TO
foto - Casemiro Witasiak
SEDE DO PODER LEGISLATIVO - CÂMARA DE VEREADORES DE WANDERLÂNDIA, TO
foto - Erivelton Costa
CONHEÇA UM POUCO MAIS DE WANDERLÂNDIA, TO
foto - ?
foto - Weliton TJ
foto - ?
foto - Casemiro Witasiak
foto - Weliton TJ
foto - Weliton Ferreira Guimarães
foto - Weliton TJ
foto - Weliton TJ
ENTORNO DA CIDADE DE WANDERLÂNDIA, TO
foto - Thyago Ferrari
foto - Taylor Leite
foto - Thyago Ferrari
foto - Raphael Mollo
AS MAIS BELAS CACHOEIRAS EM WANDERLÂNDIA, TO
foto - Taylor Leite
foto - Thyago Ferrari
foto - ?
foto - ?
foto - Thyago Ferrari
foto - Gilmar Queiroz
CASA DE FAZENDA EM WANDERLÂNDIA, TO
foto - Thyago Ferrari
População estimada 2016 (1) - 11.622
Área da unidade territorial 2015 (km²) - 1.373,061
Densidade demográfica 2010 (hab/km²) - 8,00
Código do Município 1722081
Gentílico - wanderlandiense
ORIGEM DO NOME DA CIDADE DE WANDERLÂNDIA, TO
O nome eh uma homenagem à família Wanderley, que impulsionaram e crescimento do lugarejo até alcançar sua emancipação.
Gentílico: wanderlandiense
Histórico
Wanderlândia
Tocantins - TO
HISTÓRICO DA CIDADE DE WANDERLÂNDIA, TO
O início do desenvolvimento de Wanderlândia ocorreu às margens da BR-226, Belém-Brasilia, em 1958, época da construção da BR. O município pertencia ao Estado de Goiás, localizado precisamente no norte do Estado.
Em 1958 no lugarejo que recebeu o nome ″Entroncamento do Velame″, residiam algumas famílias: O Senhor Pedro Coelho (ainda vivo com 92 anos) e sua esposa Ana Isabel Wanderley, José Gomes, pensão do Sr Amâncio Rodrigues Ribeiro e sua esposa dona Julia, Estanislau Pereira, Maria Salomé Wanderley (ainda viva com 102 anos) e outros.
Em 1962 o Senhor José Maria, mudou-se de Cafelândia para o entroncamento do Velame, e junto com ele vieram outros habitantes, com sua chegada o povoamento teve avanço em seu crescimento. O Senhor José Maria transferiu a Escola de Cafelândia para o município de Wanderlândia, sob a denominação de Escola Municipal Dom Pedro II. A sua esposa Dionísia Araújo Ferreira, foi a primeira professora. As famílias Ferreira e Wanderley solicitaram um templo católico dedicado a Nossa Senhora da Conceição. Não havia permanentes pregações, elas eram feitas através de Padres que vinham de outras localidades.
No ano de 1966, reeleito vereador de Babaçulândia, município o qual Wanderlândia pertencia, José Maria conseguiu, uma área de terra, que em seguida doou a prefeitura de Babaçulândia para o povoado em evidencia. Para que o progresso chegasse bem rápido o Sr. José Maria, ao doar os lotes aos interessados, impôs que todos construíssem, pois caso contrário ao expirar o prazo, o lote era doado a outro interessado, sendo uma forma de progresso a qualquer custo.
O loteamento urbano da nova área em extensão do povoado foi zoneado pelo topógrafo pratico Sr. João de Tal e de um estudante de engenharia civil, Antonio Dias Carneiro.
A aquisição de lotes foi sem onerar, porém sob a imposição de um regulamento que exigia do adquirente um prazo estipulado de sessenta dias para construírem em seu lote. Passado o prazo o imóvel seria revogado a disposição de outros interessados.
Seu rápido desenvolvimento conseqüente da rodovia a BR 153 aberta na década de 1960, transformou-se rapidamente num centro de povoação próspero.
ESTE EH O BRASÃO DO MUNICÍPIO DE WANDERLÂNDIA, TOCANTINS


APAIXONE-SE



fonte dos textos e fotos: Thymonthy Becker / Wikipédia / Prefeitura Municipal de Wanderlândia / IBGE / 

VALEU PELA VISITA

Comentários

Páginas que receberam mais visitas

BAEPENDI, MINAS GERAIS - A terra de "Nhá Chica". Na natureza preservada no município estão cerca de 40% do parque ecológico do papagaio, é local ideal para fazer trilhas e acampar em paradisíacos lugares. Baependi é uma das poucas cidades que podem ser visitadas durante qualquer época do ano, sem se preocupar com a programação que irá encontrar pois, o verão é bem definido, sendo um convite para se deslumbrar com as mais de cinqüenta cachoeiras que cercam a cidade e o inverno pouco chuvoso propicia inúmeras opções para enfrentar trilhas e acampar em paradisíacos lugares

COLORADO, RIO GRANDE DO SUL - Colorado é uma pequena cidade do Alto Jacuí. Fundada por imigrantes italianos e alemães. O espetáculo, belezas naturais, cores, aromas que seduzem à primeira vista. O município tem como base da economia a produção agrícola. A região possui uma relação muito próxima com as águas e com a geração de energia elétrica, a partir da formação do maior lago artificial do Estado – os Alagados do Passo Real e da Barragem de Ernestina. Bonitas e agradáveis, as cidades proporcionam atrações diversificadas, eventos, muitas festas, gastronomia, artesanato.

REPRESA DE FURNAS, SÃO JOSÉ DA BARRA, MINAS GERAIS - No dia 9 de janeiro de 1963 o túnel que desviou o curso do rio Grande para a construção da Usina de Furnas foi fechado e as águas que formaram um dos maiores reservatórios do mundo, criou praias, formou cânions e cachoeiras, inundou vilarejos e mudou para sempre a história dos 34 municípios que ficam ao longo dos 1.440 km2 de extensão do Lago de Furnas que abrange também parte do Parque Nacional da Serra da Canastra. O Lago de Furnas, também conhecido como "O MAR DE MINAS", é quatro vezes maior que a Baía de Guanabara, no Rio de Janeiro

BRASÍLIA, DF, BRASIL - Brasília é formada por gente de todos os lugares, todas as idades e de muitas gerações. É uma mistura de sotaques do Nordeste, Sudeste, Norte e Sul do país e até de estrangeiros. Por conta de seu rápido crescimento, já é a quarta cidade mais populosa do país. A maioria dos moradores, 52%, é mulher e tem em média 30 anos. Os primeiros habitantes que chegaram a Brasília vieram, principalmente, atraídos pelos empregos na construção civil e ajudaram na construção da capital. Eles eram chamados de candangos e aqui construíram e criaram famílias

TOMBOS, MINAS GERAIS - Na cachoeira três tombos, verdadeira obra da natureza de imensurável beleza que constitui um cartão postal da cidade com 62 metros de altura. A Gruta Pedra Santa localizada no distrito de Catuné, uma obra construída pela própria natureza. Ao longo do tempo a grande pedra foi desintegrando-se e formou-se um grande salão, onde ergueu-se a capela em Honra a Nossa Senhora de Lourdes. Praças diversas, museu municipal que funciona na antiga estação ferroviária, usina hidrelétrica de Tombos e os dois distritos “Catuné” e “Água Santa” valem uma visita à cidade de Tombos

IGATU, ANDARAÍ, BAHIA - Eh uma verdadeira cidade de pedra. "Sagrada" pra quem viveu lá durante o auge do ciclo do diamante. O trajeto até a vila já é uma atração: a estrada de acesso pela BA-142 é cheia de mirantes naturais. Ao chegar, a impressão é de ter voltado no tempo, quando igatu era chamada de Xique Xique e famosa pela extração de diamantes. Hoje não há farmácias, o hospital mais próximo fica em Andaraí, a 12 km. Em outros tempos quem diria? Cabarés, cassinos, lojas, cadeia, cartório, cinema...

SERRA DO NAVIO, AMAPÁ - A História da Serra do Navio remonta aos anos 1950. A região era rica em manganês e outros minérios. Por isso, a brasileira ICOMI, com sede em Belo Horizonte e atuação em Minas Gerais, foi escolhida para explorar o minério e construir a vila operária, que daria origem à cidade de Serra do Navio. Cada vila tinha 330 casas, prédios coletivos (escolas, hospitais, refeitórios), abrigando até 1.500 pessoas, entre trabalhadores e familiares. Tinha ruas largas, postes de concreto para a fiação elétrica e telefônica, calçadas, parques, clubes com piscina, quadras esportivas, restaurante e lanchonete, drenagem de águas das chuvas e tratamento de água e esgoto. Todas as casas tinham mais de 90m² e contavam com saneamento e energia elétrica, proveniente de geradores da ICOMI.

RIO DE JANEIRO, BRASIL - Do primeiro ao último minuto do ano, não falta o que fazer, o que visitar e o que rever no Estado do Rio de Janeiro, que não por acaso ostenta o rótulo de Maravilhoso. Além das praias e de seus outros dois ícones geográficos – o Corcovado e o Pão de Açúcar – o Rio vem ganhando uma série de atrativos culturais e gastronômicos. Quem deixa a capital e percorre o litoral fluminense encontra praias de beleza raríssima. Ao norte, na Região dos Lagos, estão as dunas de Cabo Frio, as águas translúcidas e frias de Arraial do Cabo, boas para mergulho, a badalação de Búzios e as trilhas rurais de Rio das Ostras

GRAMADO, RIO GRANDE DO SUL - Faltava neve à Gramado para que ela assumisse de vez o título de “Suíça brasileira”. Não falta mais: o Snowland, primeiro parque de neve artificial indoor das Américas, trouxe esportes de inverno à cidade, que já era famosa pelas construções enxaimel (aquelas de paredes esquadrinhadas com tirantes de madeira), pelas fondues nos bons restaurantes suíços e pelo climinha gostoso da Serra Gaúcha.

CAMPO BELO, MINAS GERAIS - A primeira cidade do Brasil a ter um time de Rugby (Campo Belo Rugby - CBR) A cidade tem paisagens deslumbrantes com campos a perder de vista. Ideal para a prática de esportes de aventura, ecoturismo, esportes náuticos com várias cachoeiras, praias de água doce além da tradicional e boa comida mineira. Uma cidade tranquila, acolhedora com boas opções para hospedagem