Pular para o conteúdo principal

MATO GROSSO, BRASIL - No centro geodésico da América do Sul, dá margem a teorias sobre a energia mágica dos desfiladeiros, mas nem é preciso ser místico para se deixar envolver pela paisagem exótica do Cerrado Mato-grossense




CONHEÇA O "ESTADO DO MATO GROSSO", BRASIL, DA JANELA DO TREM
No início do século 18, foi o brilho das jazidas de ouro recém-descobertas que acelerou o crescimento populacional de Cuiabá. Hoje a cidade tem 786 mil habitantes e recebe seus visitantes, muitos interessados em agronegócio – Mato Grosso vive batendo recordes de produção de soja, algodão e milho –, com hotéis cada vez melhores e bons restaurantes. 
Cidade de Pedra na Chapada dos Guimarães no Mato Grosso, BR
Após observar garças, socós, jacarés, capivaras e muitos outros animais em um passeio de barco, não há nada melhor do que curtir o pôr do sol no Pantanal (MT e MS)
O famoso encontro das águas não é exclusividade de Manaus (AM). O evento, em menor escala, também pode ser observado em Alta Floresta (MT)
Prática de arvorismo no Hotel Sesc Porto Cercado, em Poconé (MT)
Torres de observação na Amazônia permitem observar espécies acima das copas das árvores. Animais como araras, tucanos, aves de rapina e macacos, que seriam difíceis de ver do chão da floresta, são achados facilmente quando se está a uma altura de 50 m
O safári fotográfico é a melhor maneira de observar animais no período da seca no Pantanal (MT e MS). Em um veículo você percorre grandes distâncias e aumenta a chance de ver espécies diferentes
A apenas 64 quilômetros de Cuiabá, o Parque Nacional da Chapada dos Guimarães é um território de paredões de arenito em tons de vermelho e laranja, formações rochosas gigantescas, cachoeiras, cavernas, mirantes e cânions. A localização, no centro geodésico da América do Sul, dá margem a teorias sobre a energia mágica dos desfiladeiros, mas nem é preciso ser místico para se deixar envolver pela paisagem exótica do Cerrado. Deve ser sim uma energia especial que impulsiona os visitantes a fazer caminhadas de seis horas, ida e volta, até atingir o topo do Morro de São Jerônimo e sua fantástica vista. Ou levar o mesmo tempo para completar o Circuito das Cachoeiras, sentindo o sol forte na pele, com a promessa de banhos nas piscinas naturais e quedas d’água pelo caminho. O turismo de aventura em Mato Grosso conta com outro ponto alto em Jaciara, a 160 quilômetros da Chapada, na calha do Rio São Lourenço, onde se reúnem os fãs de rafting e rapel, praticados no Rio Tenente Amaral e na Cachoeira da Fumaça. Com uma hidrografia privilegiada, o estado tem em Nobres, ao norte de Cuiabá, sua porção de águas cristalinas em aquários naturais perfeitos para flutuação: os rios Salobra e Triste.
Localizado em Cuiabá (MT), o centro geodésico da América do Sul dá margem a teorias sobre a energia mágica dos desfiladeiros
Tombada pelo Patrimônio Histórico, a Igreja Nossa Senhora de Santana do Sacramento, na Chapada dos Guimarães (MT), teve o altar e a fachada restaurados
Em Cuiabá (MT) é possível fazer um passeio de helicóptero, sobrevoar a Chapada dos Guimarães e parte do Pantanal
O Rio Araguaia marca a divisa entre Mato Grosso, Goiás e Tocantins. É procurado por turistas que querem conhecer suas praias
Por terra, os 150 quilômetros da Rodovia Transpantaneira viraram atração do Pantanal Norte. Quando foi idealizado, o traçado previa a ligação entre Poconé e Corumbá, já no Mato Grosso do Sul, mas parou mesmo em Porto Jofre, à beira do Rio Cuiabá. Em época de chuva, trafegar por essa estrada de cascalho e terra, com mais de 100 pontes de madeira, pode ser uma aventura que desafia até parrudos veículos 4x4. Mas entre abril e setembro, na seca, é certeza de encontrar capivaras, tamanduás, jacarés e revoadas de tuiuiús. O Pantanal, a maior planície alagada do planeta, dá lugar também a safáris em jipes que percorrem estradinhas e trilhas pelas fazendas para observação de sua fauna diversificada (a estrela mais esperada para os cliques é a onça-pintada). E, de abril a outubro, grupos de pescadores passam dias e noites a bordo de barcos na captura de pintados, pacus, dourados, piraputangas, entre as mais de 250 espécies de peixe que vivem no labirinto de rios do estado.
A harpia é a ave de rapina mais poderosa do mundo, e uma das mais desejadas pelos observadores de aves (birdwatchers). Utiliza suas garras, tão grandes quanto as de um urso pardo, para pegar macacos, preguiças e aves de médio porte no dossel da Floresta Amazônica
É possível fazer safári por conta própria no Pantanal Norte (MT). Quem não quiser pagar pelos passeios das pousadas pode se aventurar na Rodovia Transpantaneira, e observar aves como o tuiuiú (símbolo do Pantanal) na beira da estrada. Mas lembre-se de ir no período da seca quando as condições são melhores
Planta típica da Amazônia, a vitória-régia também pode ser encontrada no Pantanal Norte (MT)
Durante a estação das cheias no Pantanal (MT e MS), os peões precisam mover o gado para lugares mais elevados. Os animais selvagens fazem a mesma coisa. Por isso a temporada de seca é melhor para a observação de fauna
Capital - Cuiabá 
População estimada 2016 - 3.305.531 
Área 2015 (km²) - 903.198,091 
Densidade demográfica 2010 (hab/km²) - 3,36 
Rendimento nominal mensal domiciliar per capita da população residente 2015 (Reais)(1) - 1.055 
Número de Municípios - 141 
ORIGEM DO NOME DO ESTADO DO MATO GROSSO, BR
As Minas de Mato Grosso, descobertas e batizadas ainda em 1734 pelos irmãos Paes de Barros, impressionados com a exuberância das 7 léguas de mato espesso, dois séculos depois, mantendo ainda a denominação original, se transformaram no continental Estado de Mato Grosso. O nome colonial setecentista, por bem posto, perdurou até nossos dias.
HISTÓRICO DO ESTADO DO MATO GROSSO, BR
Mato Grosso é uma das 27 unidades federativas do Brasil. Está localizado na região Centro-Oeste. 
As cidades mais populosas e importantes de Mato Grosso são: a capital Cuiabá, Várzea Grande, Rondonópolis, Sinop, Tangará da Serra, Cáceres, Sorriso, Primavera do Leste, Barra do Garças, Alta Floresta, Campo Novo do Parecis, Pontes e Lacerda, Juína, Campo Verde, Nova Mutum, Lucas do Rio Verde e Barra do Bugres. 
Extensas planícies e amplos planaltos dominam a área, a maior parte (74%) se encontra abaixo dos seiscentos metros de altitude. Juruena, Teles Pires, Xingu, Araguaia, Paraguai, Rio Guaporé, Piqueri, São Lourenço, das Mortes e Cuiabá são os rios principais. 
Pelo Tratado de Tordesilhas (de 7 de junho de 1494), o território do atual estado do Mato Grosso pertencia à Espanha. Os jesuítas, a serviço dos espanhóis, criaram os primeiros núcleos, de onde foram expulsos pelos bandeirantes paulistas em 1680. Em 1718, a descoberta do ouro acelerou o povoamento. Em 1748, para garantir a nova fronteira, Portugal criou a capitania de Mato Grosso e, lá, construiu um eficiente sistema de defesa. 
Durante as bandeiras, uma expedição chegou ao Rio de Piranhas em busca dos índios coxiponés e logo descobriram ouro nas margens do rio, alterando, assim, o objetivo da expedição. Em 1719, foi fundado o Arraial da Forquilha, às margens do rio Coxipó, formando o primeiro grupo de população organizado na região (atual cidade de Cuiabá). A região de Mato Grosso era subordinada a Rodrigo César de Menezes. A Capitania de Mato Grosso, foi criada pela Coroa portuguesa em 9 de maio de 1748, desmembrando-se do território da Capitania de São Paulo.
CIDADE DE “JACIARA”, MT
As principais atrações são as cachoeiras, grutas e corredeiras, muito procuradas por praticantes de rafting.
Rafting em Jaciara, Mato Grosso, Brasil



Jaciara, Mato Grosso, Brasil
Jaciara, Mato Grosso, Brasil
CIDADE DE “NOBRES”, MT
Rios cristalinos cheios de peixes, grutas e cachoeiras: a combinação, que fez a fama de Bonito (MS), também surge em Nobres, ótimo destino para mergulho e flutuação – com preços mais em conta.
Na região da Vila Bom Jardim (65 km do Centro), fica a maior parte dos atrativos e as principais pousadas.
A cidade fica a 150 quilômetros de Cuiabá
Lagoa das Araras
Aquário natural em Nobres, no Mato Grosso
Atrações em Nobres (MT)
Para todas as atrações, exceto o passeio de barco, é preciso comprar ingresso (que inclui guia) nas agências de turismo da cidade: Roma (65 3376-1888), no Centro; Bom Jardim (65 9689-7033) e Rota das Águas (65 3102- 2019), na Vila de Bom Jardim.
Você vai à agência com seu próprio carro e parte dali com o guia, pois as estradas locais não têm sinalização (quem está sem carro deve combinar traslados à parte).
Algumas das principais atrações de Nobres (MT), como a Gruta da Lagoa Azul (foto), estão interditadas pelo Ibama para elaboração do plano de manejo da área. É recomendável agendar antes de fazer qualquer passeio
Piraputangas nas águas cristalinas na nascente do rio Salobra, no Aquário Encantado - como é chamada essa região pelos moradores locais do distrito de Bom Jardim, que pertence a Nobres, no Mato Grosso.
Não é só Bonito (MS) que encanta com seus rios cristalinos. Nobres (MT) também é bastante procurada para mergulho e flutuação
Os passeios são diários, das 8h às 17h. Atrações tradicionais, como a Cachoeira do Tombador e a Gruta da Cerquinha, estão fechadas por recomendação da Secretaria do Meio Ambiente (por questões de preservação e segurança).
Rios cristalinos cheios de peixes, grutas e cachoeiras: Nobres, no Mato Grosso, é perfeita para quem curte o contato com a natureza - e que natureza!
O destino também é procurado para ensaios e casamentos: noivos mergulham no Aquário Encantado, em Nobres, Mato Grosso.
Lago Azul, em Nobres
A CAPITAL “CUIABÁ”, MT
A capital mato-grossense é ponto de partida para chegar à Chapada dos Guimarães, a 69 km de distância, e ao Pantanal Norte. Essa proximidade se reflete em seus vários restaurantes, que servem rodízio de peixes pantaneiros, e na melhor casa da cidade: o dois-estrelas Mahalo, que usa ingredientes regionais em receitas de base francesa. Cuiabá sofre com a lentidão nas principais avenidas nos horários de pico, o que poderá ser reduzido se obras viárias, como a do Veículo Leve Sobre Trilhos, forem concluídas. Atenção: o fuso horário do Mato Grosso tem uma hora a menos em relação a Brasília.
Arena Pantanal
Av. Isaac Póvoas vista da Igreja Bom Despacho
A Casa do Artesão reúne cerêmica, tecelagem, artefatos indígenas, doces e licores caseiros
Muitos turistas usam Cuiabá como trampolim para a Chapada dos Guimarães e o Pantanal Norte
Em Cuiabá, pode-se fazer um passeio de helicóptero e sobrevoar a Chapada dos Guimarães e parte do Pantanal
Localizado em Cuiabá (MT), o centro geodésico da América do Sul dá margem a teorias sobre a energia mágica dos desfiladeiros
A média de temperatura anual em Cuiabá é de 26ºC, no segundo semestre os termômetros podem chegar a 40ºC, o que faz da cidade uma das mais quentes do país
O Museu do Morro da Caixa D'Água Velha tem mostra permanente com objetos que contam sua própria história, além de receber exposições temporárias
O Mahalo tem misturas criativas e sotaque regional
Igreja de São Benedito
Prato do restaurante Mahalo, da chef Ariani Malouf
Evento tradicional da cultura popular mato-grossense, o Festival Cururu Siriri promove espetáculos de música e dança
IGREJA NOSSA SENHORA DO BOM DESPACHO EM MATO GROSSO, BR
A igreja dedicada à Nossa Senhora foi uma das primeiras a serem levantadas em Cuiabá, ainda no século XVIII. A construção atual, entretanto, data de 1918, iniciada durante a presidência de Dom Francisco de Aquino Correia, que também era arcebispo de Cuiabá na época. Tombada estadualmente em 1977, a Igreja foi reinaugurada em 2004 após passar por um amplo processo de recuperação feito em parceria pelos governos estadual e federal.
A arquitetura da Nossa Senhora do Bom Despacho lembra os traços da catedral de Notre-Dame, de Paris
A igreja de Nossa Senhora do Bom Despacho, em Cuiabá (MT), imita a arquitetura da Catedral parisiense de Notre-Dame
CIDADE DE “CHAPADA DOS GUIMARÃES”, MT
A imponência natural da Chapada dos Guimarães justificou a criação, em 1989, do parque nacional que leva seu nome. Na área de conservação e em seus arredores ficam a maior gruta de arenito do Brasil, cachoeiras como a emblemática Véu de Noiva, uma profusão de paredões de pedra alaranjados e belos rios. Recentemente, a cidade ganhou um estruturado parque de ecoturismo. Muitos restaurantes só abrem nos fins de semana, quando as pousadas costumam lotar.
Chapada dos Guimarães
Coruja-buraqueira na Chapada dos Guimarães
Caverna Aroe Jari, na Chapada dos Guimarães, Mato Grosso
A Cachoeira Andorinhas faz parte do passeio chamado Circuito das Cachoeiras, em que o visitante conhece cinco quedas d'água em 6 km
Siriema no Parque Nacional da Chapada dos Guimarães, local rico em formações rochosas e cachoeiras
Cachoeira Véu de Noiva. A melhor época para conhecer o Parque Nacional da Chapada dos Guimarães é no verão para facilitar o banho nas cachoeiras
Vista aérea do Parque Nacional da Chapada dos Guimarães, rico em formações rochosas e cachoeiras
Os mirantes do Parque Nacional da Chapada dos Guimarães oferecem ampla vista da planície pantaneira
O Parque Nacional da Chapada dos Guimarães é a principal atração da cidade com suas cachoeiras, grutas e cânions
Cartão-postal do Mato Grosso, a Cachoeira Véu de Noiva desce por um paredão de arenito e forma um enorme poço
Chapada dos Guimarães, Mato Grosso
Estrada com vista para a Chapada dos Guimarães, Mato Grosso
Casal de araras-vermelhas passando pela cachoeira Véu de noiva, na Chapada dos Guimarães, Mato Grosso
CIDADE DE “PANTANAL”, MT
Esqueça o medo, suba em um cavalo e maneje o gado como um verdadeiro peão em uma fazenda pantaneira. Ou siga a longa tradição pesqueira e percorra centenas de rios e afluentes em busca de piranhas, dourados, pacus e outros, dentre mais de 250 espécies de peixes. Aqui o Pantanal é que manda, com seus períodos de seca ou cheia – é, afinal, uma das maiores planícies inundáveis do planeta, com 210 000 km², divididos em Norte e Sul.
Se tiver pouco tempo, os hotéis de cidades podem ser mais adequados, se quiser ecoturismo, procure os hotéis em fazendas afastadas. Mas, se a vontade for pescar, os barco-hotéis são uma boa opção

Maior espécie de cervídeo da América do Sul, o cervo-do-Pantanal (Blastocerus dichotomus) vive em áreas alagadas com até meio metro de profundidade. Possui um casco característico com membranas interdigitais que é muito útil para distribuir o peso do animal sobre o solo lamacento e ainda ajuda na natação
Ema do Pantanal
Isso é o que vai ditar a programação do turista, com mais passeios na água ou por terra (percorrer parte dos 145 km da Transpantaneira é perfeito para conhecer a paisagem da região). Tudo à volta é enriquecido por uma variadíssima biodiversidade, um banquete para os sentidos. Somadas, as espécies de mamíferos, aves, peixes e répteis ultrapassam mil, e o maior ícone entre elas é a onça-pintada. Essa fauna habita cenários com recortes de Floresta Amazônica, Caatinga, Cerrado, charco e Mata Atlântica. Perfeito para um safári fotográfico, não?
Devido à sua grande extensão, é recomendável que o viajante concentre-se numa só porção pantaneira - Sul ou Norte - e no tipo de hospedagem mais adequada a seus propósitos
No final de julho ou no começo de agosto acontece um dos eventos mais marcantes do Pantanal (MT e MS). A Floração das Piúvas, tinge a planície de rosa, e deixa o lugar ainda mais belo
Maior planície alagável do mundo, o Pantanal tem 250 espécies de peixes, 80 de mamíferos, 50 de répteis e mais de 650 de aves
O pantaneiro está extremamente ligado à maior planície inundável do planeta. Sistemático, e sempre acompanhado de seu chapéu, seu machete e seu cavalo, para o que estiver fazendo para tomar um tereré e contar os causos que acontecem no Pantanal (MT e MS)
PASSEIO NA TRANSPANTANEIRA EM MATO GROSSO
No projeto original da Transpantaneira, a rodovia de quase 400 km deveria cruzar o Pantanal e ligar Poconé (MT) a Corumbá (MS). Mas a obra foi encerrada em Porto Jofre, às margens do Rio Cuiabá. Nos 145 km (sendo 143 km de terra), há 122 pontes (120 de madeira), campos abertos, mata e aterros que represam as águas das cheias e formam refúgios para jacarés, capivaras, tuiuiús e veados. Percorrer o caminho bem cedo – entre 5h e 8h – ou a partir das 17h faz toda a diferença: as aves estão empoleiradas nas árvores, e outros animais também dão as caras. Nos primeiros 65 km, a partir de Poconé, concentramse as pousadas, que normalmente abrem o restaurante a não hóspedes (leia em Hotéis); na parte final, o caminho é deserto, e a chance de ver onças, por exemplo, aumenta muito. Carros de passeio, só na seca, entre abr/set; no período de chuvas, até os 4x4 podem ter problemas. Essencial sair de Poconé com tanque cheio e estepe em dia, já que não há postos de combustível. O sinal de celular só aparece em Pixaim, onde há uma torre da Vivo.
UM POUCO MAIS DE MATO GROSSO, BRASIL
Ruínas da Igreja Matriz de Vila Bela da Santíssima Trindade, que foi a primeira cidade planejada de Mato Grosso, com o objetivo de formar a capital da província e proteger a fronteira.
Palácio Paiaguás , sede do governo do Mato Grosso
A Serra do Roncador, localizada no leste do estado.
Rio Araguaia, que banha a porção leste do estado na divisa com os estados de Goiás e do Tocantins.
Parque Nacional do Juruena, na divisa com o Amazonas
Parque Nacional do Pantanal Matogrossense
Parque Indígena do Xingu
Catedral Metropolitana Basílica do Senhor Bom Jesus, em Cuiabá
Reitoria da UFMT, Cuiabá, MT
Avenida da FEB, principal via comercial da cidade de Várzea Grande, Mato Grosso, Brasil
Horto Florestal de Rondonópolis, Mato Grosso, Brasil
Panorama Região Central da Cidade de Sinop, Mato Grosso, Brasil
ESTA EH A BANDEIRA DO ESTADO DO MATO GROSSO, BRASIL
ESTE EH O BRASÃO DO ESTADO DO MATO GROSSO, BRASIL

VALEU PELA VISITA



fonte / fotos = IBGE / Thymonthy Becker / Wikipédia / viajeaqui.abril.com.br / Divulgação / portal do governo do Mato grosso / 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

SÃO PETERSBURGO, RÚSSIA - O elegante desenho urbano estabelecido sobre uma extensa rede de canais e ilhotas é repleto de edifícios barrocos, palácios extravagantes e igrejas luxuosas. Os óbvios destaques são o Museu Hermitage, um dos melhores do planeta em arte ocidental, o Palácio de Catarina e a Catedral de Pedro e Paulo, mas boa parte da diversão está em caminhar por suas agradáveis ruas e canais.

CONHEÇA A CIDADE DE "SÃO PETERSBURGO", RÚSSIA - CIDADE SEDE DA COPA DO MUNDO 2018 DE FUTEBOL DA LIGA FIFA Palácio Mariinsky, sede da Assembleia Legislativa e Petersburgo, Rússia Fortaleza de São Pedro e São Paulo em São Petersburgo, Rússia Estação Chornaya Rechka em São Petersburgo, Rússia Quando ainda não era conhecido como O Grande, o jovem príncipe Pedro passava boa parte de seu tempo entre homens do povo, absorvendo ideias que vinham de terras distantes e despendendo tempo construindo barcos e criando estratégias militares com seus exércitos de brinquedo. Quando ele se tornou o czar de todas as Rússias, hábil general e o homem que tirou o país da era medieval, resolveu construir uma nova capital, moderna e com refinados ares europeus, num grande pântano no Báltico. Nascia São Petersburgo. Renomeada Petrogrado e posteriormente Leningrado, quando a perestroika de Mikhail Gorbachev acelerou a queda do comunismo o nome original retornaria aos mapas.  O Palácio de Catarina, co…

CONHEÇA A MAIOR RODA GIGANTE DO MUNDO, EM DUBAI - Com 201 metros de altura, terá capacidade para 1.400 passageiros em 48 cápsulas. Toda terá 9 mil toneladas de aço, o que é mais do que a Torre Eiffel e pesará mais do que o equivalente a oito Airbus A380s.

CONHEÇA A "MAIOR RODA GIGANTE DO MUNDO", DUBAI, EMIRADOS ÁRABES UNIDOS A maior roda gigante do mundo está sendo construída em Dubai, a Ain Dubai ('Ayn' é a decima sexta letra do alfabeto árabe, e é traduzida como 'olho'). O olho de Dubai com 201 metros irá superar os 165 metros do Singapore Flyer, atualmente a mais alta roda-gigante do mundo.  Com vistas panorâmicas sobre a costa de Dubai, incluindo o Burj Al Arab, a Palm Jumeirah e o Burj Khalifa, o projeto incluirá áreas de entretenimento, com uma variedade de lojas e restaurantes, um hotel de luxo cinco estrelas e edifícios residenciais privados.  A roda gigante faz parte do projeto Bluewaters Island e os responsáveis pelo seu desenvolvimento esperam atrair mais de 3 milhões de visitantes por ano.  O complexo de 1 bilhão será construído perto Jumeirah Beach Residence, ligado à beira mar por uma ponte de pedestres e ao continente por uma ponte de Sheikh Zayed Road, com um sistema de teleférico para o transp…

BELO HORIZONTE, MINAS GERAIS - Inspirada nas cidades de Paris e Washington, com largas avenidas, ruas simétricas e arborizadas, Belo Horizonte foi planejada a partir de uma nova concepção estética urbana

CONHEÇA A CIDADE DE "BELO HORIZONTE", CAPITAL DAS MINAS GERAIS, BRASIL
MINEIRÃO E MINEIRINHO NA PAMPULHA EM BELO HORIZONTE, MG SEJA BEM VINDO A CAPITAL DA MINAS GERAIS. SEJA BEM VINDO A BELO HORIZONTE. A CIDADE JARDIM imagem - Paulo Yuji Takarada ROTEIRO IDEAL PARA UM FIM DE SEMANA EM BELO HORIZONTE, MG Belo Horizonte é uma cidade que mistura modernidade com ares de interior. Localizada entre montanhas, rodeada por cachoeiras e cidades históricas, a capital de Minas Gerais conta com um valioso patrimônio arquitetônico que mistura construções clássicas e as linhas curvilíneas de Oscar Niemeyer. Suas praças dividem o espaço com ótimos museus, como o Memorial Minas Gerais – Vale, que mal se instalou na Praça da Liberdade e já recebeu o prêmio de Novidade do Ano no GUIA QUATRO RODAS Brasil. Projetada por Niemeyer, a Casa do Baile faz parte do Complexo Arquitetônico da Pampulha, em Belo Horizonte, Minas Gerais (Acervo Setur-MG) A gastronomia não fica de fora. Tem pra todos os gostos…

CAMPO GRANDE, MATO GROSSO DO SUL - Com ruas largas e arborizadas, não perdeu o jeito de cidade do interior. Ela é porta de entrada para o Pantanal Sul, a Serra da Bodoquena e o Parque Nacional das Emas (em Goiás)

CONHEÇA A CIDADE DE "CAMPO GRANDE", MATO GROSSO DO SUL, BRASIL Vista parcial da cidade de Campo Grande, MS (Wikipédia) Com ruas largas e arborizadas, não perdeu o jeito de cidade do interior. Ela é porta de entrada para o Pantanal Sul, a Serra da Bodoquena e o Parque Nacional das Emas (em Goiás). A temática pantaneira está presente nas pinturas que decoram alguns prédios e na gastronomia. Imigrantes paraguaios, bolivianos e japoneses também deixaram sua marca. O fuso horário marca uma hora a menos em relação a Brasília.  Polo de turismo de negócios, campo Grande surpreende por ser planejada, com trânsito organizado, muitas áreas verdes e vida social agitada (Tiago Moser) TREM DO PANTANAL Apesar do nome, o passeio entre Campo Grande (saídas aos sábados às 8h) e Miranda (chegada às 18h) não chega a explorar as paisagens típicas do Pantanal. A parada em Aquidauana está reservada para o almoço e, em Taunay e Piraputanga, há venda de artesanato. O trecho de volta, entre Miranda e C…

CURITIBA, PARANÁ - Verde, limpa, organizada. Esta é a impressão geral de Curitiba se comparada à maioria das outras capitais do Brasil. É verdade que nos últimos tempos ela deixou de ser uma “cidade-modelo”, mas mesmo assim surpreende pela beleza e conservação de seus parques, museus, construções históricas e outros pontos turísticos

CONHEÇA A CIDADE DE "CURITIBA", PARANÁ, BRASIL Seu povo, um admirável cadinho que reuniu estrangeiros de todas as partes do mundo e brasileiros de todos os recantos, ensina no dia-a-dia a arte do encontro e da convivência. Curitiba renasce a cada dia com a esperança e o trabalho nas veias, como nas alvoradas de seus pioneiros.  Cadeia de Montanhas da Serra do Mar vista do centro de Curitiba (Wikipédia) ROTEIRO PARA 48 HORAS EM CURITIBA COM MUSEUS, PARQUES E RESTAURANTES Verde, limpa, organizada. Esta é a impressão geral de Curitiba (PR), se comparada à maioria das outras capitais do Brasil.  É verdade que nos últimos tempos ela deixou de ser uma “cidade-modelo”, mas mesmo assim surpreende pela beleza e conservação de seus parques, museus, construções históricas e outros pontos turísticos.  Iluminação cênica do Paço da Liberdade em Curitiba, PR (Orlando Kissner/SMCS) No charme das construções e na gastronomia, o visitante sente a forte influência cultural da imigração europeia –…

JAÍBA, MINAS GERAIS - Reconhecida por seu projeto de irrigação, Jaíba tem um grande e ainda pouco explorado potencial de energia solar. É a região do estado onde se encontram os mais altos níveis de radiação solar

CONHEÇA A CIDADE DE "JAÍBA", MINAS GERAIS, BRASIL Reconhecida por seu projeto de irrigação, Jaíba localiza-se no norte do Estado de Minas Gerais, a 629 km da capital Belo Horizonte e a 207 km de Montes Claros, maior cidade da região. Jaíba está numa região de clima quente, relevo predominantemente plano e um grande e ainda pouco explorado seu potencial energia solar.  A região de Jaíba possui destaque em termos de seu potencial de energia solar. É a região do estado onde se encontram os mais altos níveis de radiação solar, segundo o Atlas Solarimétrico de Minas Gerais (2012). É, ainda, uma das melhores regiões do país neste quesito. (Jaíba Solar)   Sada Bioenergética em Jaíba, MG (Igreja Assembléia de Deus) Rua central de Jaíba, MG (Prefeitura Municipal) Ribeirão em Jaíba, MG (Prefeitura Municipal) Estação de Bombeamento do projeto Jaíba em Jaíba, MG (prefeitura Municipal) Hospital 2 irmãos na cidade de Jaíba, MG (Eric Micael) Entorno da cidade de Jaíba, MG (Prefeitura Munici…

ALASKA, ESTADOS UNIDOS DE AMÉRICA - O Alasca é terra de superlativos. O maior estado americano abriga o maior pico, o maior parque nacional e a maior floresta dos Estados Unidos. Lá, há glaciares mais extensos do que países inteiros, baleias-jubarte de até 15 metros, ursos de quase 500 quilos. Geleiras, lagoas, vulcões, montanhas e florestas

CONHEÇA O "ALASKA", USA,  E SAIBA O QUE TEM DE BOM SE PARA FAZER LÁ Conheça nosso roteiro para conhecer umas das regiões mais quentes no roteiro turismo americano - mesmo com as baixas temperaturas O Alasca é terra de superlativos. O maior estado americano abriga o maior pico, o maior parque nacional e a maior floresta dos Estados Unidos. Lá, há glaciares mais extensos do que países inteiros, baleias-jubarte de até 15 metros, ursos de quase 500 quilos. Geleiras, lagoas, vulcões, montanhas, florestas: ao mesmo tempo que sua paisagem natural é uma das mais remotas e selvagens do planeta, ela é facilmente alcançada por voos abundantes, cruzeiros confortáveis com múltiplos roteiros que transitam pela costa (maior do que a do resto dos EUA inteiro somada) e a Alaska Highway, uma rodovia ampla e moderna que percorre mais de 2 mil quilômetros. E não, não é tão gelado quando a gente imagina: no verão, o termômetro pode bater até 30 graus.  COMO CHEGAR NO ALASKA Com a American Airline…

FAROL DE ALEXANDRIA, ALEXANDRIA, EGITO - Uma das 7 maravilhas do mundo eh uma obra colossal

CONHEÇA O "FAROL DE ALEXANDRIA", ALEXANDRIA, EGITO A cidade de Alexandria foi fundada por Alexandre, o Grande, e tem muito mais a oferecer além de sua história e curiosidades. Localizada na costa mediterrânica do Egito, é conhecida mundialmente pelos seus pontos turísticos, como a Biblioteca de Alexandria, o Farol de Alexandria (uma das sete maravilhas do mundo antigo) e as Catacumbas de Kom el Shoqafaw (uma das sete maravilhas do mundo medieval). Outras atrações envolvem visitas à museus, jardins, mesquitas e ruínas antigas que contam a história de seu passado. O Farol de Alexandria é uma das sete maravilhas do mundo antigo. Foi construído para servir de referencial para os navegantes, na Ilha de Faros. Para servir de entrada no porto e informar os navegantes da proximidade de terras, Ptolomeu mandou construir o Farol de Alexandria. Este tinha lugar na Ilha de Faros e, por causa do nome da ilha, todas as construções até hoje, com o mesmo objetivo, são chamadas de farol. O e…

SILVEIRÂNIA, MINAS GERAIS - Vista do alto da Serra dos Caramonas, Silveirânia oferece um aspecto deveras pitoresco e deslumbrante, impressionando-nos como se fosse um bando branco de pombas, pousado sobre tapete verdejante da relva, tal a disposição simétrica do casario que margina o lado esquerdo do ribeirão S. Manuel.

CONHEÇA A CIDADE DE "SILVEIRÂNIA", MINAS GERAIS, BRASIL Conheça a história do pico mais alto da região, que faz parte da derivação da Serra da Mantiqueira e se destaca como acidente natural, contribuindo para composição de embelezamento de uma região que já é linda por natureza...  Vista do alto da Serra dos Caramonas, Silveirânia oferece um aspecto deveras pitoresco e deslumbrante, impressionando-nos como se fosse um bando branco de pombas, pousado sobre tapete verdejante da relva, tal a disposição simétrica do casario que margina o lado esquerdo do ribeirão S. Manuel.  Rodovia de acesso à cidade de Silveirânia, MG (Antrbns) Pico do João Felix em Silveirânia, MG (Roberto Mosqueiro) Silveirânia, MG  encravada nas Montanhas de Minas (Prefeitura Municipal) Entorno da cidade de Silveirânia, MG (Prefeitura Municipal) Campo de Futebol e Silveirânia, MG (Antrbns) Casa paroquial da cidade de Silveirânia, MG (Jeani Goulart) Escola Estadual da cidade de Silveirânia, MG (Antrbns) Entor…

TOCANTINS, MINAS GERAIS - Entre as montanhas de Minas uma cidade hospitaleira, tranquila e que comemora anualmente a festa do Tocantinense ausente

CONHEÇA A CIDADE DE "TOCANTINS", MINAS GERAIS, BRASIL Foto - PMT BEM VINDO A CIDADE DE TOCANTINS. A MELHOR CIDADE DO MUNDO ( LEMA MUNICIPAL ) foto - Thymonthy Becker População estimada 2016 (1) - 16.703 Área da unidade territorial 2015 (km²) - 173,866 Densidade demográfica 2010 (hab/km²) - 91,01 Código do Município 3169000 Gentílico - tocantinense Prefeito 2017 / IEDER WASHINGTON DE OLIVEIRA ORIGEM DO NOME DA CIDADE DE TOCANTINS, MG A origem do topônimo deve-se a presença dos índios chamados “Tocantins”, primitivos habitantes da região. O gentílico é “Tocantinense”.
Gentílico: tocantinense HISTÓRICO DA CIDADE DE TOCANTINS, MG Consta que, na margem do rio que corta a região, habitava uma tribo de índios chamados Tocantins. E a história de tocantins relaciona-se com a de São Manoel do Pomba atual Rio Pomba, a que pertenceu em tempos idos. O primeiro núcleo originou-se mais ou menos em 1812, quando da doação do patrimônio da cidade, feita pelo capitão José Antônio Machado…