Pular para o conteúdo principal

CAMAQUÃ, RIO GRANDE DO SUL - Grandes eventos anuais, importantes pontos turísticos históricos e ecológicos, são alguns dos atrativos para que você venha conhecer Camaquã. Reservatório artificial de água da barragem do Arroio eh cercado por mata nativa e floresta de pinos. O local possui churrasqueiras, amplo espaço de área verde com pracinha de brinquedos e possibilita a pesca sem redes e tarrafas. O antigo cinema Coliseu foi totalmente restaurado e reinaugurado. Atualmente, com uma capacidade de 220 lugares o Coliseu é palco de peças teatrais, seminários e festivais e o Teatro é cedido para a comunidade para formaturas, seminários, palestras, debates e outras atividades, sendo dirigido pela Secretaria Municipal da Cultura, órgão da Prefeitura Municipal de Camaquã.




CONHEÇA A CIDADE DE "CAMAQUÃ", RIO GRANDE DO SUL, BRASIL - DA JANELA DO TREM
foto - ?
SEJA BEM VINDO A CIDADE PÓLO DA REGIÃO CENTRO-SUL. SEJA BEM VINDO A CAMAQUÃ, RS
imagem - Alexa Haas
AQUI A CAPELA VELHA DE CAMAQUÃ, RS
imagem - Ubirajara Buddin Cruz
imagem - André Bercot
BARRAGEM DO ARROIO DURO EM CAMAQUÃ, RS
Reservatório artificial de água, cercado por mata nativa e floresta de pinos. Funciona diariamente a partir das 8h. Informações fone: (51) 3671-4433 ramal 46.
O local possui churrasqueiras, amplo espaço de área verde com pracinha de brinquedos e possibilita a pesca sem redes e tarrafas.
imagem - ?
imagem - Ubirajara Buddin Cruz
ESTE TAMBÉM EH PATRIMÔNIO ARQUITETÔNICO
imagem - Ubirajara Buddin Cruz
CENTRO DE INTEGRAÇÃO E ASSISTÊNCIA A SAÚDE DA CIDADE DE CAMAQUÃ, RS
imagem - Ubirajara Buddin Cruz
O CINEMA COLISEU EM CAMAQUÃ, RS
O antigo cinema Coliseu surgiu em 1914 por iniciativa de José Bukawski e funcionou até a sua morte em 1944. Em 1981 foi adquirido pela Prefeitura Municipal e em 22 de outubro de 1987 foi totalmente restaurado e reinaugurado. Atualmente, com uma capacidade de 220 lugares o Coliseu é palco de peças teatrais, seminários e festivais e o Teatro é cedido para a comunidade para formaturas, seminários, palestras, debates e outras atividades, sendo dirigido pela Secretaria Municipal da Cultura, órgão da Prefeitura Municipal de Camaquã.
imagem - Ubirajara Buddin Cruz
AQUI NO COMPLEXO ESPORTIVO RUI CASTRO NETTO
imagem - Ubirajara Buddin Cruz
AQUI DENTRO DO FORTE ZECA NETTO EM CAMAQUÃ, RS
Sua construção foi iniciada, possivelmente, no ano de 1903 e concluída em 1904, dotada de todo o conforto desejado para a época quando Camaquã deveria contar com menos de 150 prédios.
Por seu inigualável valor histórico o espaço foi adquirido pela prefeitura em 1991, e no ano seguinte tombado como Patrimônio Público Cultural do Estado do Rio Grande do Sul em 09 de julho de 1992. Em 1996, completamente restaurado o Forte Zeca Netto é entregue à comunidade. Serviu de residência ao legendário General José Antônio Netto – o Zeca Netto.
imagem - Ubirajara Buddin Cruz
ENTRADA PARA A BARRAGEM DO ARROIO DURO
imagem - Henrique de Borba
CASA DO ARTESÃO EM CAMAQUÃ, RS
Estrada de acesso à Vila Aurora a 7km da zona urbana a SE
Fundada em 11 de novembro de 1997, a Associação de Artesãos de Camaquã está localizada no Quiosque Municipal da Praça Zeca Netto. A Casa do Artesão oferece trabalhos em madeira, cerâmica, linhas, grampada, macramê, frivoletê, crochê, couro, palha, pinturas em tela, porcelana entre outros.
Horário de atendimento:
De segunda a sexta: das 8h30min às 11h30min e das 13h30min às 17h30min
Sábados e domingos: das 14h às 17h30min
Fone 3692-2356
ESCOLA 7 DE SETEMBRO
imagem - Henrique de Borba
AQUI A FAZENDA DA FIGUEIRA EM CAMAQUÃ, RS
imagem - Henrique de Borba
FORTE ZECA NETTO EM CAMAQUÃ, RS
AQUI FUNCIONA A BIBLIOTECA PÚBLICA MUNICIPAL, O MUSEU MUNICIPAL DIVINO ALZIRO BECKEL E A SECRETARIA MUNICIPAL DE CULTURA.
imagem - Ubirajara Buddin Cruz
VISTA MAIS AMPLA DO FORTE ZECA NETTO
imagem - Ubirajara Buddin Cruz
A FRENTE DO FORTE ZECA NETO
imagem - Ubirajara Buddin Cruz
FUNDOS DA IGREJA MATRIZ DE SÃO JOÃO BATISTA
imagem - Ubirajara Buddin Cruz
ÁREA RURAL DA CIDADE DE CAMAQUÃ, RS
imagem - Ubirajara Buddin Cruz
RUA DA CIDADE DE CAMAQUÃ, RS
imagem - Henrique de Borba
MATRIZ DE SÃO JOÃO BATISTA NA CIDADE DE CAMAQUÃ, RS
Prédio de estilo eclético com elementos neoclássicos. Está localizado frente a Praça Coronel Sylvio Luiz, antes, Quinze de Novembro. A Paróquia de São João Batista chegou aos 150 anos, alicerçada em uma história, que se confunde com a própria origem do município. Ali, onde se encontra a Igreja Matriz, era o coração da cidade. Naquele espaço os principais prédios históricos de Camaquã se entrelaçam, perfazendo o retrato de um passado glorioso. Ali se forjou a virtude de nossa gente sob a égide do padroeiro.
Ela integra o conjunto arquitetônico da Praça Cel. Sylvio Luiz Pereira da Silva, não apenas pelo estilo, senão pelo conjunto, que tem a “cara de Camaquã” do início do século XX.
imagem - Ubirajara Buddin Cruz
IGREJA DE SANTA TERESINHA NO BAIRRO BOM JARDIM EM CAMAQUÃ, RS
imagem - Ubirajara Buddin Cruz
IGREJA DOS TRÉS REIS MAGOS NA CIDADE DE CAMAQUÃ, RS
imagem - Ubirajara Buddin Cruz
ENTORNO DA CIDADE DE CAMAQUÃ, RS
imagem - Paulo César Silva
O PIRULITO DA PRAÇA
imagem - Ubirajara Buddin Cruz
PONTE SOBRE ARROIO DURO
imagem - Ubirajara Buddin Cruz
AQUI POR CIMA DA PONTE
imagem - Ubirajara Buddin Cruz
FONTE DA PRAÇA DONÁRIO LOPES
imagem - Ubirajara Buddin Cruz
AQUI A PRAÇA DONÁRIO LOPES EM CAMAQUÃ, RS
imagem - Pulsar Imagens
PRAÇA SYLVIO LUIZ
imagem - Ubirajara Buddin Cruz
PRAÇA ZECA NETTO
imagem - ?
AQUI A SEDE DO GOVERNO MUNICIPAL DA CIDADE DE CAMAQUÃ, RS
imagem - Ubirajara Buddin Cruz
ROTATÓRIA
imagem - Ubirajara Buddin Cruz
SINAL DE TRÂNSITO FRANCÊS NA RUA DA IGREJA MATRIZ
imagem - Ubirajara Buddin Cruz
imagem - Theobaldo
imagem - Jean Raubach
ESCOLA ESTADUAL
imagem - Henrique de Borba
CLUBE CAMAQUENSE
imagem - Fernando Lima
População estimada 2016 (1) - 66.031
Área da unidade territorial 2015 (km²) - 1.679,434
Densidade demográfica 2010 (hab/km²) - 37,37
Código do Município 4303509
Gentílico - camaquense
ORIGEM DO NOME DA CIDADE DE CAMAQUÃ, RS
Dentre os diversos significados dados ao município de Camaquã o mais adequado segundo o autor Antonio Cândido Silveira Pires é o de rio correntoso ou rio forte. Camaquã vem de Icabaquã e na língua tupi-guarani I significa rio, água e Cabaquã quer dizer velocidade, correnteza. Então podemos concluir que o nome de nosso município vem do rio Camaquã que passa em nossa cidade.
Gentílico: camaquense
HISTÓRICO DA CIDADE DE CAMAQUÃ, RS
Os primeiros sesmeiros que se estabeleceram na região foram: o Sargento-Mor Boaventura José Centeno, o Sr. Antônio Lopes Duro e o Capitão Joaquim Gonçalves da Silva (pai de Bento Gonçalves). A história de Camaquã tem início em 9 de dezembro de 1815, quando foi concedida a licença para a criação da Capela Curada de São João Batista de Camaquã, construída em terreno doado pelo Capitão, considerado fundador do município. Entretanto, o povoamento, não se efetuou, em virtude da falta de água nas proximidades da capela, que pudesse suprir as necessidades da povoação. Esta é a primeira data oficial consolidando a criação de uma comunidade. É, portanto, seu fundador, segundo pesquisas do historiador Luis Alberto Cibilis, o Capitão Joaquim Gonçalves da Silva, doador do primeiro terreno para construção da Capela e o requerente da provisão que a criou.
A região onde atualmente está localizado Camaquã já era conhecida desde os tempos coloniais de 1714. Por volta de 1763 diversos casais açorianos foram descendo para o Sul, localizando-se na margem esquerda do Estuário Guaíba e da margem direita da Laguna dos Patos, fundando fazendas e charqueadas até o rio Camaquã.
O povoamento da região foi despertado pelo interesse religioso e pecuário. A população cresceu com a vinda dos imigrantes: portugueses, franceses, poloneses, alemães, espanhóis, negros e com os já donos desta terra os irmãos indígenas. Constava do extenso território da Freguesia do Triunfo, as sesmarias do Cordeiro, do Duro e do Cristal de propriedade do Capitão Joaquim Gonçalves da Silva, pai de Bento Gonçalves, que ao doar terreno na atual localidade da Capela Velha, 8º distrito requereu autorização para fundar a Capela Curada de São João Batista de Camaquã.
ESTA EH A BANDEIRA DA CIDADE DE CAMAQUÃ, RS
ESTE EH O BRASÃO DO MUNICÍPIO DE CAMAQUÃ, RS

VALEU PELA VISITA - SEMPRE VOLTE



fonte dos textos e fotos: IBGE / Thymonthy Becker / Divulgação / Portal da Prefeitura Municipal de Camaquã, RS / 

Comentários

Páginas que receberam mais visitas

BAEPENDI, MINAS GERAIS - A terra de "Nhá Chica". Na natureza preservada no município estão cerca de 40% do parque ecológico do papagaio, é local ideal para fazer trilhas e acampar em paradisíacos lugares. Baependi é uma das poucas cidades que podem ser visitadas durante qualquer época do ano, sem se preocupar com a programação que irá encontrar pois, o verão é bem definido, sendo um convite para se deslumbrar com as mais de cinqüenta cachoeiras que cercam a cidade e o inverno pouco chuvoso propicia inúmeras opções para enfrentar trilhas e acampar em paradisíacos lugares

COLORADO, RIO GRANDE DO SUL - Colorado é uma pequena cidade do Alto Jacuí. Fundada por imigrantes italianos e alemães. O espetáculo, belezas naturais, cores, aromas que seduzem à primeira vista. O município tem como base da economia a produção agrícola. A região possui uma relação muito próxima com as águas e com a geração de energia elétrica, a partir da formação do maior lago artificial do Estado – os Alagados do Passo Real e da Barragem de Ernestina. Bonitas e agradáveis, as cidades proporcionam atrações diversificadas, eventos, muitas festas, gastronomia, artesanato.

REPRESA DE FURNAS, SÃO JOSÉ DA BARRA, MINAS GERAIS - No dia 9 de janeiro de 1963 o túnel que desviou o curso do rio Grande para a construção da Usina de Furnas foi fechado e as águas que formaram um dos maiores reservatórios do mundo, criou praias, formou cânions e cachoeiras, inundou vilarejos e mudou para sempre a história dos 34 municípios que ficam ao longo dos 1.440 km2 de extensão do Lago de Furnas que abrange também parte do Parque Nacional da Serra da Canastra. O Lago de Furnas, também conhecido como "O MAR DE MINAS", é quatro vezes maior que a Baía de Guanabara, no Rio de Janeiro

BRASÍLIA, DF, BRASIL - Brasília é formada por gente de todos os lugares, todas as idades e de muitas gerações. É uma mistura de sotaques do Nordeste, Sudeste, Norte e Sul do país e até de estrangeiros. Por conta de seu rápido crescimento, já é a quarta cidade mais populosa do país. A maioria dos moradores, 52%, é mulher e tem em média 30 anos. Os primeiros habitantes que chegaram a Brasília vieram, principalmente, atraídos pelos empregos na construção civil e ajudaram na construção da capital. Eles eram chamados de candangos e aqui construíram e criaram famílias

TOMBOS, MINAS GERAIS - Na cachoeira três tombos, verdadeira obra da natureza de imensurável beleza que constitui um cartão postal da cidade com 62 metros de altura. A Gruta Pedra Santa localizada no distrito de Catuné, uma obra construída pela própria natureza. Ao longo do tempo a grande pedra foi desintegrando-se e formou-se um grande salão, onde ergueu-se a capela em Honra a Nossa Senhora de Lourdes. Praças diversas, museu municipal que funciona na antiga estação ferroviária, usina hidrelétrica de Tombos e os dois distritos “Catuné” e “Água Santa” valem uma visita à cidade de Tombos

IGATU, ANDARAÍ, BAHIA - Eh uma verdadeira cidade de pedra. "Sagrada" pra quem viveu lá durante o auge do ciclo do diamante. O trajeto até a vila já é uma atração: a estrada de acesso pela BA-142 é cheia de mirantes naturais. Ao chegar, a impressão é de ter voltado no tempo, quando igatu era chamada de Xique Xique e famosa pela extração de diamantes. Hoje não há farmácias, o hospital mais próximo fica em Andaraí, a 12 km. Em outros tempos quem diria? Cabarés, cassinos, lojas, cadeia, cartório, cinema...

RIO DE JANEIRO, BRASIL - Do primeiro ao último minuto do ano, não falta o que fazer, o que visitar e o que rever no Estado do Rio de Janeiro, que não por acaso ostenta o rótulo de Maravilhoso. Além das praias e de seus outros dois ícones geográficos – o Corcovado e o Pão de Açúcar – o Rio vem ganhando uma série de atrativos culturais e gastronômicos. Quem deixa a capital e percorre o litoral fluminense encontra praias de beleza raríssima. Ao norte, na Região dos Lagos, estão as dunas de Cabo Frio, as águas translúcidas e frias de Arraial do Cabo, boas para mergulho, a badalação de Búzios e as trilhas rurais de Rio das Ostras

SERRA DO NAVIO, AMAPÁ - A História da Serra do Navio remonta aos anos 1950. A região era rica em manganês e outros minérios. Por isso, a brasileira ICOMI, com sede em Belo Horizonte e atuação em Minas Gerais, foi escolhida para explorar o minério e construir a vila operária, que daria origem à cidade de Serra do Navio. Cada vila tinha 330 casas, prédios coletivos (escolas, hospitais, refeitórios), abrigando até 1.500 pessoas, entre trabalhadores e familiares. Tinha ruas largas, postes de concreto para a fiação elétrica e telefônica, calçadas, parques, clubes com piscina, quadras esportivas, restaurante e lanchonete, drenagem de águas das chuvas e tratamento de água e esgoto. Todas as casas tinham mais de 90m² e contavam com saneamento e energia elétrica, proveniente de geradores da ICOMI.

GRAMADO, RIO GRANDE DO SUL - Faltava neve à Gramado para que ela assumisse de vez o título de “Suíça brasileira”. Não falta mais: o Snowland, primeiro parque de neve artificial indoor das Américas, trouxe esportes de inverno à cidade, que já era famosa pelas construções enxaimel (aquelas de paredes esquadrinhadas com tirantes de madeira), pelas fondues nos bons restaurantes suíços e pelo climinha gostoso da Serra Gaúcha.

CAMPO BELO, MINAS GERAIS - A primeira cidade do Brasil a ter um time de Rugby (Campo Belo Rugby - CBR) A cidade tem paisagens deslumbrantes com campos a perder de vista. Ideal para a prática de esportes de aventura, ecoturismo, esportes náuticos com várias cachoeiras, praias de água doce além da tradicional e boa comida mineira. Uma cidade tranquila, acolhedora com boas opções para hospedagem