Postagens

BARÃO DE COCAIS, MINAS GERAIS - No século XIX, viveu seu apogeu, com a mineração aurífera subterrânea, mecanizada e industrializada. As ruínas do Gongo Soco fazem memória a uma autêntica vila inglesa encravada nas montanhas de Minas. As ruínas e pinturas rupestres encontradas na cidade são de surpreender qualquer visitante. Seis mil anos antes do povoamento da região, Barão de Cocais, situada nas proximidades da Serra do Caraça já era habitado por indígenas. Cocais oferece aos visitantes boas oportunidades para a prática do ecoturismo, além de belas construções históricas dos séculos 18 e 19, apresentando aspectos de um vilarejo colonial. E você ainda pode se hospedar no Lendário Colégio do Caraça, um antigo colégio para formação de padres, que deixou de ser depois do grande incêndio. Hoje funciona como uma pousada, mas pertence aos padres.

VOLTA GRANDE, MINAS GERAIS - Uma cidade de cinema - Terra natal do cineasta Humberto Mauro, o primeiro cineasta brasileiro, criou os -Estúdios Rancho Alegre_ em Volta Grande. Foi homenageado no Festival de Cannes em seu último trabalho. Volta Grande também integrará o circuito -TREM DE MINAS- o primeiro trem turístico interestadual do Brasil, que ligará a cidade fluminense de Três Rios, até a mineira Cataguases, passando por Sapucaia, no Rio de Janeiro, Chiador, Além Paraíba, Volta Grande, Leopoldina e Recreio, em Minas Gerais. Serão 187 km de viagem num passeio que irá durar cinco horas, ida e volta. A composição terá duas locomotivas, quatro vagões e dois carros-restaurantes. Ela irá operar pela malha ferroviária explorada pela VLI – Valor Logística Integrada, pertencente ao Grupo Vale