DA JANELA DO TREM: 04/06/18

ARAÇAÍ, MINAS GERAIS - No circuito turístico Guimarães Rosa, com paisagens belíssimas, muita tranquilidade, povo hospitaleiro e acolhedor e com o melhor carnaval da região. Muito tranquila. Perto de uma das maiores grutas do Brasil - A Maquiné - em Cordisburgo - 12 Km de distancia. Vale a pena conferir. Em Araçaí também tem uma lagoa muito bonita com área de lazer com churrasqueiras e duchas, um ótimo lugar para passar o dia com a família. Visite Araçaí na época das suas festas tradicionais: Festa de São Sebastião, Carnaval, Forró do Araçá, Festa do Rosário e Reveillon. Estando em Araçaí não deixe de visitar a Estação Ferroviária, Praça são Sebastião, Centro de Artesanato” Araçaí Feito a Mão”.




CONHEÇA A CIDADE DE "ARAÇAÍ", MINAS GERAIS, BRASIL - OLHANDO DA JANELA DO TREM
Muito tranquila. Perto de uma das maiores grutas do Brasil - A Maquiné - em Cordisburgo - 12 Km de distancia. Vale a pena conferir. Em Araçaí também tem uma lagoa muito bonita com área de lazer com churrasqueiras e duchas, um ótimo lugar para passar o dia com a família. 
Por: Fabrício 
TRÊS GERAÇÕES EM ARAÇAÍ, MG (asminasgerais.com.br)
Visite Araçaí na época das suas festas tradicionais: Festa de São Sebastião, Carnaval,Forró do Araçá, Festa do Rosário e Réveillon. Estando em Araçaí não deixe de visitar a Estação Ferroviária, Praça são Sebastião, Centro de Artesanato” Araçaí Feito a Mão”. (Circuito Guimarães Rosa)
RUA CENTRAL DA CIDADE DE ARAÇAÍ, MG (asminasgerais.com.br)
CASARÃO EM ARAÇAÍ, MG (asminasgerais.com.br)
RUA CENTRAL DA CIDADE DE ARAÇAÍ, MG (asminasgerais.com.br)
MONUMENTO DENTRO DA FÁBRICA DE FIAÇÃO E TECELAGEM EM ARAÇAÍ, MG (asminasgerais.com.br)
ESCOLA MUNICIPAL DE ARAÇAÍ, MG (asminasgerais.com.br)
FÁBRICA DE TECIDOS DE ARAÇAÍ, MG (asminasgerais.com.br)
FÁBRICA DE TECIDOS DE ARAÇAÍ, MG (asminasgerais.com.br)
FINAL DE RUA COM PAISAGEM AO FUNDO EM ARAÇAÍ, MG (asminasgerais.com.br)
PRAÇA CENTRAL DE ARAÇAÍ, MG (Ize Kampus)
RUA CENTRAL DA CIDADE DE ARAÇAÍ, MG (asminasgerais.com.br)
RUA DA CIDADE DE ARAÇAÍ, MG (asminasgerais.com.br)
PREFEITURA MUNICIPAL DA CIDADE DE ARAÇAÍ, MG (asminasgerais.com.br)
RUA CENTRAL DA CIDADE DE ARAÇAÍ, MG (asminasgerais.com.br)
CHEGANDO / SAINDO DA CIDADE DE ARAÇAÍ, MG (asminasgerais.com.br)
ESTAÇÃO FERROVIÁRIA DA CIDADE DE ARAÇAÍ, MG (asminasgerais.com.br)
RUA CENTRAL DA CIDADE DE ARAÇAÍ, MG (Ize Kampus)
LATERAL DA ESTAÇÃO FERROVIÁRIA DE ARAÇAÍ MG (asminasgerais.com.br)
RUA DA CIDADE DE ARAÇAÍ, MG (Ize Kampus)
IGREJA MATRIZ DE SÃO SEBASTIÃO EM ARAÇAÍ, MG (Prefeitura Municipal)
ARTESANATO DA CIDADE DE ARAÇAÍ, MG (Prefeitura Municipal)
Código do Município - 3103207 
Gentílico - araçaiense 
Prefeito 2017 / ALESSANDRO GUIMARÃES SAMPAIO 
População estimada [2017] - 2.368 pessoas 
População no último censo [2010] - 2.243 pessoas 
Densidade demográfica [2010] - 12,02 hab/km² 
Salário médio mensal dos trabalhadores formais [2015] - 1,7 salários mínimos 
Pessoal ocupado [2015] - 421 pessoas 
População ocupada [2015] - 17,9 % 
Área da unidade territorial [2016] - 187,538 km² 
Esgotamento sanitário adequado [2010] - 53,5 % 
Arborização de vias públicas [2010] - 96,8 % 
Urbanização de vias públicas [2010] N/D 
HISTÓRICO DA CIDADE DE ARAÇAÍ, MINAS GERAIS
História 
Araçaí 
Minas Gerais - MG 
Histórico 
A origem de Araçaí ( Tem sua etimologia em araca-g-i, que, em língua indígena, significa 'o rio dos araças' ou, simplesmente, 'araça', nome de um fruto silvestre, semelhante a goiaba, de tamanho menor. ) está ligada ao estabelecimento de um casal na região onde hoje se localiza o município. Estes são o Sr Francisco José Pereira da Rocha e sua esposa a Srª Cândida Maria de Jesus, acompanhados de seu filho Francisco José Pereira da Rocha, que tinha apenas três anos de idade,originários de Jequitibá , hoje município limítrofe de Araçaí. Já na segunda metade do século XIX, no ano de 1872, o Sr Francisco José Pereira da Rocha adquiriu uma sesmaria, quando ainda era imperador do Brasil, D. Pedro II e aqui, com sua família deu início a um povoado, fundando a fazenda Paraíso. A princípio esta propriedade cultivava alguns cereais e mantinha um rebanho de bois, porém, ao longo do tempo,uma nova vocação da terra despontou. 
Dado o fluxo relativamente grande de tropeiros de gado da região, que levavam rebanho para diversas localidades do interior do estado, a fazenda se transformou em ponto de pouso para estes viajantes. 
Foi em 1902, que chegou a Estrada de Ferro Central do Brasil (EFCB). A linha férrea vinha de Belo Horizonte e tinha meta atingir o interior do estado. A região então foi escolhida para a construção de um terminal que serviria tanto para o embarque de carga quanto de passageiros. 
Em 1903, foi inaugurada a estação que daria nome a cidade de Araçaí. 
Conta-se que os construtores da EFCB, iniciados os trabalhos de fundação da estação, ainda não sabiam qual nome dar a esta. Após debaterem por algum tempo decidiram nomeá-la como Estação-Araçá. A escolha se deve a uma pequena árvore frutífera então abundante na região que produz um fruto semelhante a goiaba, o araçá. 
Consolidou-se o arraial após a construção da linha da Estrada de Ferro Central do Brasil, dando-se ao lugar o nome de Araçá, imaginado pelo Engenheiro encarregado dos trabalhos da ferrovia. Em 1911, por sugestão do Cel. Caetano Mascarenhas, Dr. Teófilo Ferreira do Nascimento e João de Paula Moura, alterou-se o topônimo para Araçaí. 
A razão da mudança do nome se deve ao fato de que muitas correspondências endereçadas a Araçá eram extraviadas para uma outra região que também se chamava raçá, localizada próximo a Matozinhos, ou até mesmo para Araxá
ESTE EH O BRASÃO DO MUNICÍPIO DE ARAÇAÍ, MINAS GERAIS

VALEU PELA VISITA - SEMPRE VOLTE


Fonte dos textos e fotos: IBGE / Becker Thymonthy / Governo de Araçaí, MG / Wikipédia / circuitoguimaraesrosa.com.br / 

06 PASSEIOS IMPERDÍVEIS PARA VOCÊ FAZER DE TREM NAS CIDADES PRÓXIMAS A CAPITAL PAULISTA - E você nem precisa ficar só na janela, pode descer do trem. Conhecer a cidade de São Paulo sempre é uma ótima ideia. Por mais que a gente saiba dos principais pontos turísticos, ainda há muito que explorar (e se surpreender)! Uma prova disso são os passeios de trem pelas cidades próximas à capital, que mostram um pouco da história e cultura de cada local. O passeio é uma boa dica para quem quer sair da rotina e conhecer lugares novos. Dá para viajar de trem partindo da capital para Paranapiacaba, Jundiaí e Mogi das Cruzes. Outras cidades próximas, como Campos do Jordão, também oferecem o passeio. Que tal conhecer um pouco mais sobre os roteiros e escolher o que mais combina com você?




CONHEÇA "06 PASSEIOS IMPERDÍVEIS PARA VOCÊ FAZER DE TREM" NAS CIDADES PRÓXIMAS DA CAPITAL PAULISTA - OLHANDO DA JANELA DO TREM
Conhecer a cidade de São Paulo sempre é uma ótima ideia. Por mais que a gente saiba dos principais pontos turísticos, ainda há muito que explorar (e se surpreender)! Uma prova disso são os passeios de trem pelas cidades próximas à capital, que mostram um pouco da história e cultura de cada local. 
O passeio é uma boa dica para quem quer sair da rotina e conhecer lugares novos. Dá para viajar de trem partindo da capital para Paranapiacaba, Jundiaí e Mogi das Cruzes. Outras cidades próximas, como Campos do Jordão, também oferecem o passeio. Que tal conhecer um pouco mais sobre os roteiros e escolher o que mais combina com você? 
EXPRESSO TURÍSTICO - CPTM 
O Expresso Turístico é uma locomotiva dos anos 1950 que leva os passageiros a cidades turísticas próximas a São Paulo. Existem 3 opções de roteiros que alternam entre os finais de semana do mês e partem da Estação da Luz, em São Paulo. Os ingressos são adquiridos com antecedência na bilheteria da estação e os valores são os mesmos para os três roteiros: R$ 45 (1 pessoa) e R$ 75 (2 pessoas) ida e volta. Não é possível comprar pela internet. Para mais informações, acesse o site da CPTM. 
Foto - Ricardo Guimarães

Foto - Denis Castro

PARA PARANAPIACABA, SP
A cidade turística de Paranapiacaba fica no distrito de Santo André e visitá-la é como voltar no tempo dos barões de café, onde as cidades eram rústicas e pequenas. A região abrigou, em 1867, imigrantes ingleses que vieram ao País para construir a ferrovia paulista. Por conta disso, Paranapiacaba possui uma arquitetura diferenciada, com edificações construídas pelos britânicos e mantidas até hoje. Além disso, trilhas, cachoeiras e bastante contato com a natureza completam as atrações do lugar. 
Partida: Estação da Luz, às 8h30. Volta marcada para 16h30. 
Quando: Todos os domingos do mês. 
Preço: R$ 40 (1 pessoa); R$ 70 (2 pessoas) ida e volta. Ingressos à venda com antecedência na bilheteria local, das 9h às 18h. 
PARA MOGI DAS CRUZES, SP 
A cidade de Mogi das Cruzes fica a 50 km de São Paulo e possui algumas boas opções de passeios para quem quer sair da rotina. Uma das atividades mais legais para quem gosta de trilhas e paisagens bonitas é a visita ao Pico do Urubu. Bem próximo à estação de trem, o local apresenta uma trilha curta e fácil que leva ao topo de uma montanha. O local é praticamente um centro de esportes radicais, tendo atividades para corredores, ciclistas, trekkers ou apenas admiradores de paisagens. 
Partida: Estação da Luz, às 8h30. Volta marcada para 16h30. 
Quando: Segundo sábado do mês 
Preço: R$ 45 (1 pessoa); R$ 75 (2 pessoas) ida e volta. Ingressos à venda com antecedência na bilheteria local, das 9h às 18h. 
PARA JUNDIAÍ, SP
Apenas 60 km de distância de São Paulo, Jundiaí é uma opção de passeio para quem quer ver de tudo um pouco: lugares históricos e ter contato com a natureza. O Jardim Botânico é um passeio que agrada a crianças e adultos. Já o museu da Companhia Paulista conta um pouco a história de São Paulo na época da criação da linha ferroviária, bem como modelos antigos de locomotivas e histórias de funcionários. 
Partida: Estação da Luz, às 8h30. Volta marcada para 16h30. 
Quando: Todos os sábados do mês (exceto o segundo). 
Preço: R$ 45 (1 pessoa); R$ 75 (2 pessoas) ida e volta. Ingressos à venda com antecedência na bilheteria local, das 9h às 18h. 
MARIA FUMAÇA DA CIDADE DE CAMPINAS, SP
O passeio da Maria Fumaça parte da cidade de Campinas com destino a Jaguariúna e é um dos melhores passeios de trem para fazer, principalmente com crianças. A viagem de 3 horas e meia tem duas paradas: na Estação Tanquinhos, onde o público aprende o funcionamento do trem a vapor, conhecido como Maria Fumaça. Em seguida, o passeio prossegue até Jaguariúna, onde é realizada uma visita a um museu com roupas de época. Além disso, em cada vagão um monitor explica os locais importantes por onde a locomotiva passa. Para mais informações, acesse o site da Maria Fumaça. 
Partida: Rua Dr. Antônio Duarte Conceição - Campinas (estacionamento no local gratuito) 
Quando: Sábados, domingos e feriados. São feitas 2 saídas por dia - percurso completo e meio percurso. 
Preço: R$ 95 (inteira); R$ 48 (meia), ida e volta no percurso completo. Ingressos vendidos com antecedência online ou na bilheteria local. 

ESTRADA DE FERRO - CAMPOS DO JORDÃO, SP - TREM DO MIRANTE -
A viagem começa em Campos do Jordão, na Estação Emílio Ribas, com destino a Santo Antônio do Pinhal. São cerca de 2h30 (ida e volta) de trajeto, que passa pelo centro de Campos do Jordão, trechos da Serra da Mantiqueira e um dos pontos ferroviários mais altos: Alto do Lajeado (tem 1.743 metros de altura!). Ao chegar ao destino, é feita uma parada de 30 minutos onde os visitantes podem conhecer uma confortável cafeteria e, se desejarem, comprar doces caseiros. 
Partida: Estação Emílio Ribas (Av. Emílio Ribas, 2 - Campos do Jordão) 
Quando: Sábado a quarta-feira, às 10h e às 14h. 
Preço: R$ 58 (1 pessoa) ida e volta. Ingressos apenas na bilheteria do local (Campos do Jordão). Indica-se compra antecipada. Para saber datas e disponibilidade, é possível acessar o site e selecionar a opção "Trem do Mirante". 
BONDE TURÍSTICO DE CAMPOS DO JORDÃO, SP
Passeio de trem mais leve indicado para quem quer uma experiência nova, mas sem ser muito radical. O Bonde Turístico passa pelas principais atrações de Campos do Jordão e é feito pelos simpáticos bondes vermelhos e amarelos. Eles atravessam a cidade chegando ao Portal de Campos em, aproximadamente, 25 minutos. 
Partida: Estação Emílio Ribas (Av. Emílio Ribas, 2 - Campos do Jordão) 
Quando: Todos os dias, das 10h às 17h (Segunda a Sexta-Feira) e das 10h às 16h (Sábados, Domingos e Feriados). 
Preço: R$ 12 (ida e volta). Ingressos na bilheteria do local (Campos do Jordão). Indica-se a compra antecipada. Para saber datas e disponibilidade, é possível acessar o site e selecionar a opção "Bonde Turístico".


VALEU PELA VISITA - SEMPRE VOLTE


Fonte dos textos e fotos: msn.com / Thymonthy Becker / Divulgação /

Primeira publicação em msn.com